Volkswagen apresenta oficialmente o Taos, que será lançado no segundo trimestre de 2021


A Volksagen apresentou oficialmente o Taos no mercado latino e norte-americano. O modelo deve começar a ser vendido nas suas regiões em 2021 e a produção na América do Sul deve acontecer no segundo trimestre de 2021, em General Pacheco, na Argentina. O país vizinho deve ser o responsável por atender toda a América do Sul. O modelo deve ser posicionado entre o T-Cross e o Tiguan, focando no sucesso do Jeep Compass. O nosso Taos terá mudanças como novos faróis, grade dianteira e um novo para-choque dianteiro como as novidades mais visíveis na frente. Há ainda um novo capô e para-lama dianteiro, que também faz parte desse processo de mudanças. O modelo conta com um LED dianteiro que se interliga entre os faróis. No para-choque dianteiro, o modelo conta com duas entradas de ar nas extremidades da peça. A traseira também terá essas mudanças, que devem servir ao modelo global, que estreia na Argentina. Ele deve receber novo layout das lanternas e um novo para-choque traseiro. Nele, ele conta com novas saídas de escape. Nas laterais, o Taos ainda terá rodas de liga leve exclusivas, que devem variar com tamanhos de 17, 18 e 19 polegadas. Nos EUA, o modelo deve contar com opção de teto solar panorâmico, que não sabemos se deve ser oferecido no modelo latino. No interior, o Taos deve contar com um acabamento em soft-touch, deixando um material mais duro apenas para as partes superior do painel e painéis das portas. Há couro em boa parte das divisões entre o console e as saídas de ar e o porta-luvas. O volante é novo e é o mesmo que fez sua estreia no Nivus, apresentado em maio e também no Golf, em 2019. O quadro de instrumentos devem contar apenas com o Active Info Display, de 10,25 polegadas, e a central multimídia deve ser a conhecida VW Play, introduzida também no Nivus, com tela de 10,1 polegadas. A central não possui conectividade com conexão 4G Wi-Fi nativa, exigindo o uso de dados móveis do smartphones do motorista ou passageiros. A tela será de 10,1 polegadas e terá uma alta definição, colocando alguns botões físicos nas laterais da tela, com funções que vão de ligações até operações para música, além de outros recursos. 



A central multimídia ainda deve contar com controles como sensor e assistente de estacionamento, start-stop e a abertura elétrica do porta-malas. A central ainda deve ser personalizável, permitindo a criação de um perfil do usuário e terá carregamento wireless por indução. Com conectividade com Android Auto e Apple CarPlay, o sistema deve contar com espelhamento do iPhone sem fio. A central ainda possui uma conectividade com o sistema fora do carro, com um botão para os aplicativos que nela estão inclusos, contando com os tradicionais aplicativos de navegação e música, mas também com outros que podem ser baixados, podendo fazer compras online. O sistema terá uma capacidade de 10GB de espaço para poder baixar aplicativos do Waze, iFood, Deezer, Estapar, Porto Seguro, Meu VW, Ubook (para leitura de audiobooks, podcasts e notícias), 12 minutos (audiobooks de 12 minutos). De série, o modelo deve ser equipado com carregador de celular sem fio, Controle adaptativo de cruzeiro (ACC) com Stop&Go, Frenagem autônoma de emergência (AEB) com detector de pedestre, detector de ponto cego, detector de tráfego de cruzeiro, IQ Light com faróis em LED, assistentes inteligentes para a direção, como o ‘Dynamic light assist’, que ajusta o facho dos faróis para evitar ofuscamento de outros motoristas. Por último, a ‘Luz de conversão dinâmica’ acende de acordo com o ângulo de direção que o motorista aplica ao volante. O interior deve contar com dez opções de cores internas. Desenvolvido sobre a plataforma modular MQB, o modelo conta com 4,46 metros de comprimento, 2,68 metros entre os eixos, 1,84 metro de largura e 1,63 metro de altura. O porta-malas não teve volume especificado, mas deve ser bem próximo ao tamanho do modelo chinês, o Tharu: 455 litros. O Taos latino ainda deve ser equipado com o motor 1.4 TSI de 150/150cv de potência com torque de 25,5/25,5kgfm, acoplado a um câmbio automático Tiptronic de 6 marchas. Aqui ele será vendido nas versões Comfortline e Highline, com preços entre R$130 a R$150 mil. 





Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O jogo virou: Ford recorre à Volvo e compra créditos de emissões da sueca para não pagar multa

Chevrolet Tracker PcD volta a ser vendido em breve, mas com mudanças de conteúdo

Ford oficializa venda da fábrica de São Bernardo do Campo (SP) para Construtora São José e FRAM Capital

Curiosidades: Quantos BTUs possui o ar-condicionado de um carro?

BMW apresenta o X1 M Sport 25 Anos Edition no Brasil, que comemora aniversário da BMW Brasil

Reestilizado Peugeot 3008 deve ser apresentado no Brasil em 2021, no meio do ano que vem

Volvo desenvolve os primeiros motores internos para carros puramente elétricos, na China

Depois de 60 anos, Berkeley confirma regresso com o Bandit, com carrocerias cupê e roadster

Nissan apresenta oficialmente a reestilizada Frontier, que virá ao Brasil em 2021, via Argentina

Volkswagen T-Cross também pode perder a versão destinada ao público PcD, a Sense