Toyota Corolla Cross é confirmado para ser lançado em março deste ano no Brasil


Depois de ficar com o lançamento entre os meses de março e abril, a Toyota parece que deve conseguir apresentar o Corolla Cross no Brasil ainda em março de 2021. O SUV médio deve começar a ser produzido em Sorocaba (SP), ao lado da linha Etios e Yaris. A Toyota parece que conseguiu contornar os problemas causados pela pandemia e passa a ter um lançamento mais certeiro que o que foi dito pelo Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba e Região disseram, que o SUV seria lançado entre março e abril. De acordo com fontes, o maquinário para fazer o SUV veio do Japão e demorou para vir ao nosso país por conta da pandemia. Além disso, especialistas que fariam o ajuste fino da produção não conseguiram vir ao Brasil por conta das restrições. Por aqui, ainda se teve a confirmação do nome Corolla Cross. "Existia essa discussão sobre criar um novo nome, diferente, mas o nosso presidente, sr. Akio Toyoda disse que o nome 'Corolla é muito forte no Brasil' então por que não aproveitar?", disse Akio Toyoda, Presidente Global da Toyota. Com 4,460 metros de comprimento, 2,640 metros entre os eixos, 1,825 metro de largura e 1,615 metro de altura. O porta-malas será de 440 litros de capacidade. Conhecido no Brasil como Projeto 740B, o Corolla Cross conta com um design próprio, diferente do que se imaginava em relação ao parentesco com o RAV4. Na Tailândia ele deve ser oferecido com motores 1.8 16v a gasolina que desenvolve 142cv de potência e o 1.8 Hybrid de 122cv de potência, sempre com câmbio CVT e tração dianteira. Aqui ele terá o mesmo conjunto do Corolla no país, ou seja, o 2.0 16v Flex desenvolve 177/169cv de potência e oferece torque de 21,4kgfm em ambos os combustíveis. O câmbio passa a ser um CVT Direct Shift que simula 10 marchas. Há o 1.8 16v Hybrid Flex que desenvolve 101/98cv de potência com etanol e gasolina que oferecem 14,5kgfm de torque junto de um motor elétrico de 72cv e 16,6kgfm. Juntos, eles desenvolvem 123cv de potência, associado a um câmbio automático CVT sem correias, mas com planetária, dois motores elétricos e gerenciamento eletrônico, com cinco modos de condução: EV (puro elétrico), Eco, Drive e Sport, além do Brake Force, usado como freio-motor. Preços devem ficar entre R$150 mil a R$180 mil. 



Fonte: Motor1 Brasil

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Chevrolet Tracker PcD volta a ser vendido em breve, mas com mudanças de conteúdo

Ferrari confirma desenvolvimento e lançamento do primeiro elétrico até 2030

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

Assim como o Bolt, Chevrolet Bolt EUV deve ser vendido no Brasil dentro de alguns meses

Reestilização do Volkswagen Jetta chega até 2022, com o inédito motor 1.5 TSI

Porsche apresenta o novo 911 GT3 na Europa, equipado com motor 4.0 de 510cv

Volkswagen não vê chances em desenvolver modelos com a tecnologia do hidrogênio

Novo Citroën C3 Sporty deverá ser lançado em outubro no Brasil, antes da Índia

Ford Argentina terá reflexos com fechamento das fábricas no Brasil; EcoSport virá importado

Mitsubishi apresenta a nova (e quarta) geração do Outlander nos Estados Unidos