Fiat revela os detalhes do motor 1.0 12v Turbo Flex, o mais potente do país, para o Pulse


A Stellantis enfim encerrou o mistério que cercava o motor 1.0 12v Turbo Flex que desenvolve para estrear no Pulse. O motor em questão é fundamental para o grupo nos próximos anos, visto que estará em uma série de novos modelos. Chamado de T200, o motor Turbo 200 Flex desenvolve 130/125cv de potência (Etanol/Gasolina), com torque de 20,4kgfm com ambos os combustíveis, disponíveis a partir de 1.750rpm. O motor conta com um wastegate eletrônica, da injeção direta de combustível e do exclusivo sistema MultiAir III, que possibilita um controle mais flexível e eficiente das válvulas de admissão. O motor é aliado a um câmbio automático CVT que simula 7 marchas. Segundo a Fiat, ele acelera de 0 a 100km/h em 9,4 segundos. O consumo será de 12km/l na cidade e 14,6km/l na estrada, quando abastecido com gasolina. O câmbio CVT ainda vai operar de três modos diferentes. O modo Automático, que se ajuste conforme o modo de condução do motorista, e alia performance sem comprometer a eficiência e conforto; o modo Manual é voltado para quem gosta de estar sempre no controle e permite as trocas sequenciais por meio da alavanca de câmbio ou nas borboletas atrás do volante e; o modo Sport. Este atua na direção, no controle de estabilidade, no mapeamento do acelerador e altera o tempo de resposta e de troca de marchas, aproveitando ainda mais a potência máxima do Turbo 200 Flex. Com isso, o motor 1.0 Turbo da Fiat se torna o novo motor mais potente do mercado, desbancando o 1.0 12v TSI da Volkswagen, com seus 128/116cv de potência e mesma faixa de torque de 20,4kgfm, entregues a 2.000rpm. Já o motor 1.3 8v Firefly Flex vai desenvolver os mesmos 109/101cv de potência com 14,2/13,7kgfm de torque, associado ao câmbio manual de 5 marchas ou automático CVT. Desenvolvido sobre a plataforma MLA (que é uma evolução da base MP1), a mesma do Argo, é do hatch que o Pulse deve contar com boa parte de peças, que devem ser compartilhadas – assim como a Volkswagen fez com Polo e Nivus, por exemplo. A plataforma ainda deve “aumenta os níveis de performance, robustez e conforto e que vai elevar ainda mais os resultados de segurança dos novos produtos e está pronta para receber componentes mecânicos exclusivos”. Mais detalhes serão revelados no próximo dia 19, quando ele será lançado. 








Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Jeep Compass possui fila de espera até 2022 pra algumas versões por falta de semicondutores

Sem nenhum emplacamento, Jeep Commander já possui longa fila de espera de até 6 meses

Último Troller T4 produzido será vendido por R$ 299.990; unidade está localizada em Natal (RN)

Chery Arrizo 6 Pro terá condições especiais no seu mês de lançamento, para financiamento

Fiat Pulse Abarth está em desenvolvimento e será apresentado em 2022, de acordo revista

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

Ford testa novas versões para a Ranger na Argentina, como a FX4; será que vem pra cá?

Com lançamento para amanhã, Fiat Pulse Impetus T200 aparece custando R$ 125.790

Novo Honda Civic Si é apresentado nos Estados Unidos só como sedã e com motor de 203cv

BYD também testa o D1 no Brasil, que pode ser o quinto lançamento da marca para 2022