Mazda apresenta o inédito CX-50 no Salão de Los Angeles com proposta mais off-road


A Mazda apresentou oficialmente o seu novo utilitário esportivo, o CX-50. O modelo foi apresentado no Salão do Automóvel de Los Angeles, nos Estados Unidos, como um SUV da linha CX. O SUV médio, sendo maior que o CX-5. Mais robusto, o CX-50 foi criado para que busca ter um SUV e que o use mais ativamente, trazendo maiores condições off-road. O CX-50 é criado a partir de uma plataforma SkyActiv Multi-Solution Scalable Architecture, que pode ser usada para carros de motor a combustão, com construção transversal e longitudinal. O SUV ainda adiciona os novos motores SkyActiv-X e SkyActiv-D, contando ainda com opções de motores híbridos. Desenvolvido para a América do Norte, o novo SUV será produzido na unidade de Huntsville, no Alabama, EUA, fábrica que compartilha com a Toyota. “Este novo veículo da Mazda foi desenvolvido para a América do Norte, particularmente para apoiar os estilos de vida ativos e o ar livre dos clientes nesta região. O CX-50 anima as pessoas a submergirem na natureza sem comprometer o design premium e o excelente desempenho na estrada pelo qual a Mazda é conhecida”, destacou Jeff Guyton, Presidente e Diretor Executivo da Mazda North American Operations. Visualmente, as linhas do SUV são bem parrudas. Ele se destaca na sua dianteira por contar com faróis pequenos e com contorno em acabamento plástico preto, assim como a grade dianteira com acabamento escurecido. O para-choque dianteiro tem uma peça em plástico preto, na vertical, que imita uma entrada de ar. Há também DRL em LED no horizontal com iluminação laranja, como nas picapes grandes conhecidas nos EUA. Ele também cumpre como faróis de neblina. O para-choque dianteiro ainda tem uma entrada de ar inferior e um acabamento prateado na parte bem inferior. Nas laterais, o SUV conta com retrovisores com base nas portas e um acabamento em plástico preto, acabamento que está em toda parte inferior da carroceria que reforça a sensação de estar diante de um SUV. 



As saias laterais ainda possuem o acabamento mas com um friso prateado. O vidros possuem um acabamento cromado na parte inferior e as rodas contam com pneus de uso misto. Na traseira, o SUV conta com linhas com lanternas pequenas que invadem a tampa do porta-malas e contam com dois semicírculos em LEDs. Há ainda uma tampa do porta-malas com espaço para a placa traseira e o para-choque traseiro traz um acabamento que imita uma saída de ar, imitando um pouco o estilo do para-choque dianteira, que imita ter uma entrada de ar. A parte inferior do para-choque traseiro tem acabamento em plástico preto com refletores horizontais e um acabamento prateado que traz o escape duplo. No interior, o carro se destaca por contar com quadro de instrumentos com três círculos com mostradores digitais. Curiosamente, aos dois lados do quadro de instrumentos estão saídas de ar verticais para o motorista. O volante é novo na Mazda, com três raios. O painel possui linhas horizontais e traz uma saída de ar camuflada no desenho do painel e uma central multimídia no topo do painel e o sistema de ar-condicionado preenche um painel que parece vazio. O acabamento é em couro no painel e no painel das portas com costuras contrastantes, em tom marrom, mesma cor dos bancos e descansa-braços. O console central traz alavanca de câmbio, seletores de tração e outras funções. De acordo com a Mazda, ele será vendido com o motor 2.5 16v SkyActiv-X que desenvolve 190cv de potência com torque de 25,7kgfm e o 2.5 SkyActiv-X Turbo de 254cv e 44,2kgfm, acoplado a um câmbio automático, acoplado a um câmbio automático de 6 marchas e a tração pode ser AWD. O Skyactiv-X será oferecido com o sistema híbrido leve M Hybrid, de 48V, futuramente. A Mazda confirmou que o carro conta com modo Off-Road, mas sem modos específicos para cada superfície. Entre as tecnologias, ele será equipado com o i-Activ All-Wheel Drive e Intelligent Drive Select como padrão no CX-50, mas nem sempre está sendo usado por seu torque. O modo de reboque, por exemplo, altera a programação de mudança para levar em conta o peso extra de um trailer, mas também carrega o controle de vetor g para levar em conta o peso retirado das rodas dianteiras. 






Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Série de despedida do Fiat Uno pode ter batismo de 'Ciao' ou 'Ciao Uno'; estreia em breve

Jeep Compass possui fila de espera até 2022 pra algumas versões por falta de semicondutores

O que faz um Renault Clio rodando em testes no Brasil? Há três (boas) possibilidades sobre

Honda inicia pré-venda do novo City; com nova geração, preços começam em R$ 108.300

Toyota SW4 GR-Sport pode ser lançada dentro de alguns dias no Brasil, ainda em 2021

Nova geração da Ford Ranger virá em 2023 junto da nova geração do estreante Everest

Jeep Renegade renovado e com motor 1.3 pode ser lançado entre o final de 2021 e início de 2022

Toyota Hilux GR-Sport foi apresentada na Argentina, em evento interno, mas vazou

Aston Martin revela teaser do Vantage V12, que deve ser o "último dos moicanos de motor V12"

Land Rover lança a linha 2022 do Range Rover Evoque, que volta a ser nacional por R$ 377.950