Mitsubishi vende 10 unidades da L200 Triton Sport R no Brasil, preparada pela Spinell Racing


A Mitsubishi confirmou que deve vender 10 unidades da L200 Triton Sport R no mercado brasileiro. As dez unidades da picape média são desenvolvidas de igual maneira que as picapes que concorrem em competições nacionais, como a Mitsubishi Cup e o Rali dos Sertões. As 10 unidades da picape estão em processo de transformação na unidade de Catalão (GO), onde ela é produzida. Em mais de 20 anos de produção nacional, a Mitsubishi já desenvolveu cerca de 600 unidades da picape destinada para competições. Contando com a parceria com a Spinelli Racing, dirigido pelo pentacampeão do Rally dos Sertões, Guiga Spinelli, a picape possui uma série de adaptações homologadas pela Confederação Brasileira de Automobilismo (C&B) e atende a todos os requisitos pela FIA – Federação Internacional de Automobilismo, na categoria T2 de carros de produção. As mudanças ficam por conta do chassi, transmissão, motor e carroceria da Triton Sport. Na mecânica, o motor é baseado na picape de produção e de rua, com o 2.4 Turbo Diesel que desenvolve 225cv e 51,2kgfm, acoplado a um câmbio manual de 6 marchas. 



Visualmente, a picape se diferencia por contar com a remoção de praticamente todo o acabamento interno, assim como os bancos originais, com o objetivo de deixar o modelo mais leve. Os vidros das portas do motorista e passageiros foram substituídos por acrílicos, com o mesmo objetivo de perda de peso. Um conjunto de barras de proteção, chamado santoantônio ocupa grande parte do interior da cabine e garante a proteção do piloto e navegador em caso de acidente. Há ainda dois bancos do tipo concha instalados para o piloto e navegador, que ficam totalmente presos ao veículo pelos cintos de segurança de seis pontas próprios para competição. O volante foi substituído por um específico para competição, com acabamento em couro Alcântara. Existe ainda mudanças nos extintores de incêndio com acionamento interno e externo foram instalados assim como a chave geral de funcionamento do veículo que pode ser desligado ao simples toque em um botão, fato crucial em caso de acidente. O sistema de controle de tração foi retirado, assim como os freios ABS. Isso permite que a L200 responda inteiramente aos comandos do piloto, que tem o veículo totalmente em suas mãos. Já para amenizar o forte calor dentro da cabine durante um dia de competição, a Mitsubishi Motors manteve o sistema de ar-condicionado, mas o modelo de competição não possui tal item. Cada unidade já está disponível, mas os preços só estão sob consulta por meio do e-mail (contato@spinelliracing.com.br), sendo vendida diretamente pela preparadora.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat Scudo chega ao Brasil no 2º semestre, com produção uruguaia e duas opções de motor

NBR é marca brasileira que surge como aposta de buggy e terá fábrica em Pernambuco

Audi lança a linha 2023 de A4 e A5 Sportback com motor híbrido-leve 40 TFSI, de 204cv

BMW lança o Série 3 2022, com novidades nas versões 320i, que estreia por R$267.950

Fiat Scudo será vendido nas mesmas versões de Citroën Jumpy e Peugeot Expert, Cargo e Multi

Peugeot 4008 será apresentado em 2022 como um SUV médio cupê com base no novo 308

Stellantis já testa o Fiat Scudo no Brasil; lançamento vai acontecer ainda em 2022

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

Volvo abre pré-venda do novo XC40 Recharge Electric P6, com motor de 231cv, por R$ 309.950

Nova Chevrolet Spin não deve ser baseada no Orlando, como era estipulado