BMW Group comemora liderança no Brasil em 2021, com crescimento de BMW e MINI


A BMW Group está comemorando a liderança no mercado premium em nosso mercado, com um crescimento de 15,1% em 2021. Ao todo, foram 27.844 unidades vendidas, sendo que em 2020 foram 24.177 unidades. Os resultados, claro, são a união de BMW, MINI e BMW Motorrad. “Superamos um ano de incertezas com muita criatividade e uma estratégia de pensarmos como uma start-up e agirmos como uma empresa centenária. Para 2022, continuaremos com o mesmo foco, principalmente voltado à eletrificação, com o lançamento, entre outros, apenas falando na marca BMW, dos novíssimos BMW iX e i4, já confirmados para o Brasil. Teremos aproximadamente 30 lançamentos de todas as marcas do BMW Group neste ano. O cliente ainda pode esperar por mais novidades em 2022”, afirma Aksel Krieger, CEO e Presidente do BMW Group Brasil. Em 2021, a BMW comemorou o lançamento de 20 modelos das três marcas, como o lançamento do M3 no TikTok e o X7 Dark Shadow no site Farfetch. Tanto a BMW como a MINI ainda viram a conectividade com Amazon Alexa ganhar espaço no ano passado. A BMW é ainda a única marca no Brasil a contar com atualização remota de software para toda sua gama de produtos.  Outro destaque foram os APPs My BMW e MINI App que visam aumentar interatividade dos clientes com produtos e serviços. Ambos tiveram seu desenvolvimento mundial apoiado pela engenharia do BMW Group Brasil. Só a MW fechou com 14.552 unidades de veículos, crescimento de 16,8% em relação ao ano de 2020, sendo que foram 2.661 unidades de veículos eletrificados, aumento de 162% em relação às vendas de eletrificados em 2020. A linha M, que celebra 50 anos em 2022, também teve um papel de destaque. Impulsionada pelas versões M Sport e pelo lançamento do novíssimo BMW M3, eleito o “Carro Super Premium do Ano” por uma das premiações de mídia mais importantes da indústria automotiva brasileira. Foram emplacadas 1.276 unidades dos modelos BMW que proporcionam o “Puro Prazer em Dirigir”, o que representa incremento de 31% em comparação com o ano anterior. 



“Agradecemos aos nossos clientes e nossa Rede de Concessionários pelo ano fantástico que tivemos, pelo entendimento da nossa estratégia e pela confiança em nossa marca, que vendeu mais que os concorrentes diretos somados. Procuramos atender o mercado oferecendo produtos com o posicionamento correto, e a aceitação dos nossos consumidores nos mostra que estamos no caminho certo e nos encoraja a seguir em frente. Fiquem ligados para as novidades que estamos preparando para 2022, quando cresceremos acima do mercado mais uma vez”, diz Roberto Carvalho, Diretor Comercial da BMW do Brasil. Já a MINI fechou com 1.418 unidades em 2021, crescimento de 9% em relação ao mesmo período de 2020. O destaque foi o lançamento do MINI Cooper S E, primeiro modelo 100% elétrico da marca britânica, que chegou ao país no segundo semestre, conquistou de início 313 clientes, se destacando no mercado de veículos puramente elétricos compactos. Outro modelo eletrificado da marca, o MINI Cooper S E Countryman ALL 4, um híbrido plug-in, contabilizou 262 unidades vendidas em 2021. Somados, os dois veículos totalizaram 575 emplacamentos, representando 40,5% de participação das vendas da MINI no Brasil no ano passado. “Os modelos eletrificados da MINI têm, aqui no Brasil, uma grande representatividade em nossas vendas. Como exemplo de comparação, em mercados europeus como Portugal, a participação de eletrificados atingem no máximo 37%. Isso mostra que estamos firmes na direção de contribuir com a estratégia global da marca MINI de se tornar uma marca 100% elétrica até 2030”, enfatiza Rodrigo Novello, Diretor de Vendas e Marketing da MINI no Brasil. Vale destacar, ainda dentro da marca, as vendas da linha John Cooper Works, que totalizaram, em 2021, representando mais de 14% do volume de vendas da MINI. A linha John Cooper Works entrega esportividade única e traduz o verdadeiro “Go-Kart Feeling” característico da marca de Oxford.  Em tecnologias, a MINI reforçou a conectividade com os clientes e digitalização por meio do MINI app, apostou em eventos de automobilismo virtual com clientes e ainda ampliou a oferta de conectividade de Amazon Alexa nos seus modelos. Além disso segue a oferecer concierge e conectividade grátis para todos os clientes.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Chery desenvolve a chegada do eQ1 ao mercado brasileiro, candidato a elétrico mais barato

Renault vai trazer 1º lote de 500 unidades do Kwid E-Tech Electric a partir de agosto

Volkswagen desenvolve um Polo Hybrid com motor eTSI, que chega na reestilização

Volvo abre pré-venda do novo XC40 Recharge Electric P6, com motor de 231cv, por R$ 309.950

Surgem projeções de como pode ficar o Renault 'StepWay', que estreia no Brasil em 2023

Chery fecha fábrica de Jacareí (SP) até 2025, quando retoma produzindo híbridos e elétricos

Com fechamento da fábrica, Chery Tiggo 3X sai de linha e Arrizo 6 virá importado da China

Site confirma a escolha da Fiat para o nome do SUV oriundo do Projeto 376: Fastback

Jeep confirma o lançamento da Gladiator para breve no Brasil; picape terá motor 3.6 V6

Kia Soul ganha reestilização nesta terceira geração e traz mais tecnologia, no exterior