Nissan revela detalhes da plataforma CMF-EV, base do Ariya, importante estrategicamente


A Nissan confirmou mais novidades da sua plataforma modular CMF-EV. Base do Ariya, a plataforma é de extrema importância para a Nissan e para a Aliança Renault-Nissan-Mitsubishi, fazendo parte do plano estratégico Ambition 2030. Até 2030, a Aliança confirmou que terá 15 modelos com essa plataforma, ou seja, novos modelos da Nissan virão com essa base. “A plataforma CMF-EV é uma demonstração da criatividade de nossos engenheiros. Desde proporcionar um espaço excepcional ao estilo de uma sala de estar (cabine mais longa em relação ao comprimento total do veículo), até acomodar nossa tecnologia de transmissão e-4ORCE de última geração, sua versatilidade nos brinda a capacidade de ampliar os limites da engenharia e design”, disse Pierre Loing, Vice-Presidente de Planejamento de Produto. Desenvolvida especialmente para modelos elétricos, a plataforma vai cumprir um papel muito interessante e confirmou que a base vai ser usada em um novo utilitário esportivo, podendo ser a versão de produção do EV36Zero Concept, apresentado ano passado como Chill-Out Concept. “A plataforma CMF-EV é definida pela inovação tecnológica e o potencial de sua modularidade, abrindo o caminho para a próxima e emocionante geração de veículos elétricos da Nissan e nossos sócios da Aliança”, acrescentou Pierre Loing. 



De acordo com a Nissan, a plataforma CMF-EV conta com um piso completamente plano. De acordo com a marca, os suportes para os motores elétricos foram projetados diretamente adjacentes aos eixos dianteiro e traseiro, enquanto que os pacotes de baterias foram pensados para serem os mais finos possíveis, constituindo um suporte estrutural para a plataforma. Segundo a marca, o sistema de ar-condicionado em uma posição mais adiantada e otimizar a localização dos bancos dianteiro e traseiro na ausência de um túnel de transmissão, permitiu que os projetistas da Nissan utilizassem todo o espaço disponível. O habitáculo gera uma profunda sensação de amplitude com mais espaço para as pernas em todos os lugares, o que resulta em uma experiência similar à de um lounge. O espaço pode ser personalizado ainda mais graças ao console central móvel. “A Nissan entrou em um novo e emocionante capítulo em sua história de eletrificação com o Ariya. Este desenvolvimento histórico ofereceu uma oportunidade única para que nossos engenheiros mostrassem tudo o que aprendemos sobre mobilidade elétrica na última década e superaram as expectativas. É este o espírito que representa a plataforma CMF-EV”, disse David Moss, Vice-Presidente Sênior de Pesquisa e Desenvolvimento do Centro Técnico da Nissan Europa. A plataforma ainda possui um certo nível de flexibilidade por poder contar com múltiplas especificações de potência e transmissão, sendo uma configuração de um só motor ou com torque e-4ORCE, sistema de tração integral elétrico para os modelos com essa plataforma. 




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Audi lança a linha 2023 de A4 e A5 Sportback com motor híbrido-leve 40 TFSI, de 204cv

Fiat Egea é o nome oficial do sedã médio da Fiat que deve ser apresentado oficialmente e pode chegar ao Brasil!

Jeep já vende o novo Renegade com descontos para consumidores com CNPJ em até R$ 13.063

BMW apresenta o novo Série 3, que ganha atualizações de meia-vida nesta geração

Chery lança o Tiggo 8 Pro PHEV, reestilizado, híbrido e estreia no mercado por R$ 269.990

Rolls-Royce confirma a estreia do segundo (e exclusivo) Boat Tail, inspirado na madrepérola

Inspiração para família "X6", Fiat registra patente das três carrocerias do Tipo europeu no Brasil

Chery lança o iCar no Brasil, que se torna o elétrico mais barato do país, por R$ 139.990

Volkswagen e Carid desenvolvem softwares ainda mais avançados para carros elétricos

Audi reajusta os preços de A3 Sportback, A3 Sedan e Q5 no Brasil em até R$ 22.000