Fiat Fastback será adiado para o segundo semestre por conta da falta de semicondutores


A crise dos semicondutores começou em 2020, durante a pandemia e já alterou o calendário de uma série de marcas. E a Fiat não está imune. De acordo com informações do site Motor1 Brasil, a chegada do Fastback, que era esperada para meados deste semestre, deve atrasar e ficar apenas para o segundo semestre. Ficando acima do Pulse, o Fastback é conhecido internamente como Projeto 376 e será desenvolvido sobre a mesma base MLA do irmão menor. No entanto, esperava-se que ele fosse desenvolvido com uma relação entre-eixos maior que os 2,532 metros do Pulse. De acordo com informações do Autos Segredos, a diferença entre os eixos dos dois modelos é exatamente a mesma, o que vai deixar o Fastback distante de modelos como Volkswagen T-Cross e Hyundai Creta, por exemplo, ambos com mais de 2,60 metros. Vale destacar que, uma maior relação entre os eixos, garante um maior espaço interno para os ocupantes do banco traseiro. Se ele não deve trazer um espaço traseiro tão bom, o porta-malas deve ser mais espaçoso que seus rivais diretos. O carro vai manter a mesma estrutura dianteira do Pulse, compartilhando para-lamas e capô. Os faróis e o para-choque dianteiro serão exclusivos para dar uma diferenciada entre os modelos. Na traseira, o Fastback deve trazer uma abertura do porta-malas quase idêntica ao do Volkswagen Nivus, com um porta-malas entre 400 a 500 litros de capacidade, tendo lanternas bem finas e com luzes em LED. O desenho da traseira deve ser inspirado no Fastback Concept. Por ser maior e mais pesado que o Pulse, o Fastback terá rodas com cinco furos e freios de disco na dianteira. O novo carro será vendido apenas com motores Turbo, da família Firefly. O motor em questão será o 1.0 12v T200 Flex desenvolve 130/125cv de potência (Etanol/Gasolina), com torque de 20,4kgfm com ambos os combustíveis, aliado a um câmbio automático CVT que simula 7 marchas. O outro é o motor 1.3 16v Firefly Turbo Flex, que desenvolve 185/180cv de potência com torque de 27,5kgfm, acoplado a um câmbio automático de 6 marchas e tração dianteira. No caso do Fastback, o SUV terá o motor de 185cv na versão topo de linha, a Impetus. 



Fonte: Motor1 Brasil

Projeção: Jonathan Machado

Flagra: FCA Fan Brazil

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Chery desenvolve a chegada do eQ1 ao mercado brasileiro, candidato a elétrico mais barato

Renault vai trazer 1º lote de 500 unidades do Kwid E-Tech Electric a partir de agosto

Volkswagen desenvolve um Polo Hybrid com motor eTSI, que chega na reestilização

Volvo abre pré-venda do novo XC40 Recharge Electric P6, com motor de 231cv, por R$ 309.950

Surgem projeções de como pode ficar o Renault 'StepWay', que estreia no Brasil em 2023

Chery fecha fábrica de Jacareí (SP) até 2025, quando retoma produzindo híbridos e elétricos

Com fechamento da fábrica, Chery Tiggo 3X sai de linha e Arrizo 6 virá importado da China

Site confirma a escolha da Fiat para o nome do SUV oriundo do Projeto 376: Fastback

Jeep confirma o lançamento da Gladiator para breve no Brasil; picape terá motor 3.6 V6

Kia Soul ganha reestilização nesta terceira geração e traz mais tecnologia, no exterior