Primeiro Alfa Romeo elétrico surge mesmo em 2024, possivelmente com um SUV, o Brennero


A Alfa Romeo confirmou que o seu primeiro automóvel elétrico aparece mesmo em 2024. Mirando num mercado onde tenha apenas elétricos em 2028, em dois anos a marca apresenta o seu primeiro carro elétrico, que deve agregar ao lineup atual, com chances de ser um SUV menor que o Tonale, chamado de Brennero. Enquanto o Tonale apareceu como o primeiro híbrido da Alfa Romeo neste ano, o Brennero deve ser o primeiro elétrico. E depois dele, em 2025, a nova geração do Giulia já nasce como um elétrico puro. O mesmo deve acontecer com o Stelvio, que pode receber uma nova geração em meados de 2027. Os modelos trocam a plataforma Giorgio pela STLA Larga, que possui capacidade de trazer uma autonomia de até 800km. Em uma estação de recarga, a bateria recupera 32km a cada minuto. Segundo o Chefe da Alfa Romeo América do Norte e Vice-Presidente Sênior da Alfa, Larry Dominique, destacou que a Alfa Romeo deve trabalhar ainda com o sistema de som que os carros devem emitir. “Existem requisitos regulatórios sobre o som, o que é bom. Mas ainda estamos discutindo e ainda não definimos o que significa ser um Alfa Romeo do ponto de vista sólido. Referimo-nos à Alfa Romeo como a reinvenção da esportividade para o século XXI. E a primeira coisa que estamos fazendo enquanto desenvolvemos esta futura geração de carros elétricos a bateria é nos perguntar o que um veículo deve oferecer em termos de beleza e desempenho para ser um Alfa Romeo.”, complementou Dominique. A importância da Alfa Romeo em preocupar-se com o futuro dos seus carros, vai principalmente por manter a essência da Alfa em uma mudança tão brusca como é a eletrificação, além de tentar trazer os antigos consumidores da marca, de volta a uma concessionária da marca. Isso porque ao oferecer apenas Giulia e Stelvio, as vendas da italiana caíram muito, em nível global. Essa essência dos carros da italiana também foi reforçada pelo executivo. “Existem vários carros que, se você estivesse parado na esquina e um passasse, você não precisaria olhar para ele, você sabe que tipo de carro é. Eu convivi com isso e entendo isso como engenheiro. Quando você está em um Quadrifoglio e o escapamento muda quando você passa para o modo dinâmico, isso é algo que já fazemos.”, finalizou Dominique.



Fonte: CarScoops

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat Scudo chega ao Brasil no 2º semestre, com produção uruguaia e duas opções de motor

NBR é marca brasileira que surge como aposta de buggy e terá fábrica em Pernambuco

Fiat Scudo será vendido nas mesmas versões de Citroën Jumpy e Peugeot Expert, Cargo e Multi

BMW lança o Série 3 2022, com novidades nas versões 320i, que estreia por R$267.950

Audi lança a linha 2023 de A4 e A5 Sportback com motor híbrido-leve 40 TFSI, de 204cv

Peugeot 4008 será apresentado em 2022 como um SUV médio cupê com base no novo 308

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

Stellantis já testa o Fiat Scudo no Brasil; lançamento vai acontecer ainda em 2022

Volvo abre pré-venda do novo XC40 Recharge Electric P6, com motor de 231cv, por R$ 309.950

Nova Chevrolet Spin não deve ser baseada no Orlando, como era estipulado