Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Entrevista

Fábrica da Ford no Canadá é a 1º a confirmar que vai manter produção de motores ICE

Imagem
A Ford confirmou que será uma das primeiras montadoras a confirmar que vai continuar a produzir motores a combustão na sua unidade de Windsor, no Canadá. A confirmação veio dias depois de surgir as primeiras informações de que as montadoras devem continuar produzindo motores a combustão para abastecer outros mercados, mesmo com a proibição dos carros a combustão no próprio continente onde são fabricados. A produção dos motores a combustão está confirmada em Windsor até meados de 2040, confirmou um funcionário da unidade e pertencente ao sindicato canadense. A unidade de Windosr, Ontario, Canadá, possui John D’Agnolo como Presidente da Unifor Local 200, sindicato que representa os funcionários da unidade canadense. “Eles ainda estão muito longe de sair do lado da combustão quando se trata dos caminhões. Eles não veem até 2040 antes de saírem do lado da combustão.” , destacou D’Agnolo em entrevista ao jornal Star Windsor . É de lá que saem os motores 5.0, 6.8 e 7,3 V8. “Neste momento, es

Dacia desenvolve uma versão Camper da Jogger, que será apresentada em breve na Europa

Imagem
A Dacia segue o desenvolvimento de novidades para a sua linha de produtos. A marca vem trabalhando em carros eletrificados e também vai apostar em novos versões de modelos atuais. De acordo com as primeiras informações, a Jogger deve receber uma versão Camper. “Quanto ao Camper, estamos trabalhando nisso, sim. Isso deve acontecer em breve. Está claramente em nossa filosofia – ampliar o nível de atividades ao ar livre que nossos clientes podem fazer com nossos carros. E a Jogger tem o espírito certo para isso. Não decidimos se será através de acessórios ou de um variante autônoma. Estamos trabalhando nisso no momento.” , destacou o Vice-Presidente de Produto da Dacia, Lionel Jaillet, em entrevista ao Auto Express . A Jogger se destaca pelos faróis retangulares com uma nova assinatura visual da marca, com LEDs em “Y” e conectadas com uma nova grade dianteira com dois frisos, com capô com dois ressaltos. O para-choque ainda possui uma entrada de ar inferior com skid plate prateado. Nas ex

Jeep vai usar lucros de Wagoneer e Grand Wagoneer para bancar sua eletrificação

Imagem
Apostando em um plano de reestruturação no mercado global, a Jeep confirmou que deve trazer cada vez mais modelos eletrificados dentro dos próximos anos. Até 2025, a Jeep espera que 70% das suas vendas sejam de modelos elétricos e híbridos. De acordo com Christian Meunier, Chefe Global da Jeep, em entrevista a Agência Bloomberg , destacou que os maiores utilitários esportivos da Jeep, Wagoneer e Grand Wagoneer, serão os modelos de base para financiar os carros eletrificados. “Estamos em um período de transição e há clientes que têm algumas necessidades. A visão é liberdade de emissão zero, ponto final – é para onde estamos indo para a Jeep. O problema é que você não pode fazer isso da noite para o dia.” , destacou Meunier. De acordo com o Bloomberg, após a Jeep apresentar os modelos Wagoneer L e Grand Wagoneer L no Salão do Automóvel de Nova Iorque, que são modelos puramente a combustão, são os carros que financiarão o futuro elétrico. Enquanto outras marcas globais estabeleceram metas

Nova geração da Volkswagen Amarok pode ter versão elétrica e ir aos Estados Unidos

Imagem
A Volkswagen pode ter a chance tão esperada de ter uma picape elétrica. O modelo em questão pode ser a nova geração da Amarok, que pode receber a versão em parceria com a Ford, uma vez que a nova Amarok é baseada na nova geração da Ford Ranger. Com um investimento pesado de US$ 7,1 bilhões na América do Norte, a Volkswagen quer expandir a quantidade de modelos elétricos, apresentados EVs que sejam atraentes ao perfil dos norte-americanos. Além do ID.4, a Volkswagen deve produzir a ID Buzz e a picape elétrica também é cotada. Em entrevista ao site Business Insider , o CEO do Grupo VAG na América do Norte, Scott Koegh, disse que a oportunidade de ter uma picape elétrica, existe uma alternativa [com a Ford]. "Acho que é a chance de uma vida inteira neste segmento, porque a eletrificação lhe dá um momento de reinício. Isso lhe dá a chance de trazer algumas, digamos, alternativas e algumas ideias novas para este grande segmento. Acho que historicamente um comprador diria: 'Eu compr

Depois de SUV, Lotus mira no desenvolvimento de um sedã elétrico sobre a plataforma EPA

Imagem
Depois de apresentar o Evija, Emira e Electre, a Lotus já começa a trabalhar em seu novo modelo, que marcará a reestruturação da Lotus. O próximo carro deve ser o Type 133, que será um sedã cupê esportivo para concorrer com o Porsche Taycan. Previsto para ser apresentado em 2023, o novo sedã vai concorrer com o modelo alemão e também será uma aposta puramente elétrica. De acordo com Gavan Kershaw, Diretor de Atributos e Integridade de Produto da Lotus, confirmou em entrevista ao site Autocar , que o modelo já está em desenvolvimento. Segundo o executivo, o desenvolvimento do SUV Electre foi dinâmico por conta da plataforma EPA, feita de alumínio. Dentro do Grupo Geely, a Lotus ganhou uma certa independência para ser uma marca premium e que pudesse ter uma maior autonomia dentro do grupo, ganhando até mesmo aval da chinesa para a criação desses novos modelos. Ao que tudo indica, o Electre pode antecipar algumas coisas do sedã, como todo o design externo que deve ser parecido, assim como

Ferrari Purosangue terá produção limitada, destaca executivo da marca em entrevista

Imagem
A Ferrari deve apresentar dentro de alguns meses o Purosangue, que será o primeiro utilitário esportivo em seu histórico lineup. Em entrevista ao site CarExpert , Dieter Knechtel, presidente da Ferrari Extremo Oriente e Oriente Médio, destacou que o utilitário esportivo da marca do cavalinho terá uma produção limitada ao ano. “Agora será outro modelo de linha e, mesmo agora, com nossos modelos de linha, não há oferta infinita. Portanto, teremos muito cuidado para equilibrar isso adequadamente. Na verdade, era um dos propósitos originais de investir nesse segmento. Vimos uma oportunidade de ampliar nossa base de clientes com pessoas que não entraram na marca, mas amam SUVs, mas como não tínhamos um... agora temos uma oportunidade para eles entrarem na marca.” , disse Knechtel na entrevista. Outra informação dita pelo executivo é que a Ferrari espera que o Purosangue seja o carro que mais atraia novos consumidores, mais até que modelos como Roma (que é a porta de entrada para 70% dos con

BMW é contra o fim dos motores a combustão do jeito que está sendo proposto, diz CEO

Imagem
A BMW voltou a comentar sobre o desenvolvimento de modelos elétricos e falou que os carros a combustão não podem ser facilmente descartados como está se dando a entender. De acordo com o CEO da BMW Group, Oliver Zipse, os motores a combustão interna não deveriam ser extintos. Isso porque a BMW vê que não será em todos os mercados em que ela poderá ter uma eletrificação quase que total, além da Europa. Isso porque outras regiões do globo ainda estão mais flexíveis. "Quando você olha para a tecnologia que está sendo lançada, o impulso do EV, devemos ter cuidado porque, ao mesmo tempo, você aumenta a dependência de muitos poucos países. Se alguém não pode comprar um EV por algum motivo, mas precisa de um carro, você prefere propor ele continua dirigindo seu carro velho para sempre? Se você não está mais vendendo motores de combustão, alguém o fará." , disse Zipse em entrevista para a Agência Reuters durante o Salão de Nova Iorque. A saída seria oferecer modelos híbridos nestes

Plataforma de elétricos da Mercedes-Benz vai permitir motores a combustão até 2025

Imagem
A Mercedes-Benz confirmou que a próxima geração de carros a combustão da marca virá com plataforma de modelos elétricos. O compartilhamento de plataformas deve ajudar com que os alemães possam economizar em escala. A informação foi confirmada por Christoph Starzynski, Vice-Presidente de Desenvolvimento para Acionamento Elétrico da Mercedes-Benz, em entrevista ao site Motor1. A marca ainda trabalha para fazer com que as novas gerações de Classe A e Classe B sejam desenvolvidos sobre uma plataforma elétrica, ganhando versões a combustão, possivelmente com motores híbridos. “A plataforma será ‘EV-first’ [elétrico-primeiro], mas não exclusiva de elétricos, e o compromisso ficará no lado dos a combustão, não no lado elétrico” , disse Starzynski. A base MMA será apresentada em meados de 2024 em substituição à plataforma MFA. Essa nova base modular compacta servirá de base para as novas gerações de Classe A, Classe B, CLA, GLA e GLB. Ela terá um espaço dedicado no assoalho para a bateria, mas

Com novos SUVs, Mazda quer bater recorde de vendas na América do Norte, diz executivo

Imagem
Depois de confirmar uma série de novos utilitários esportivos da nova linha CX, a Mazda confirmou que pretende aumentar ainda mais suas vendas com os novos modelos. Depois de CX-3, CX-30, CX-4, CX-5, CX-8, CX-9 e MX-30, a Mazda apresentou em poucos meses os novos modelos, CX-50 e CX-60. Além desses dois, a marca ainda estuda desenvolver mais dois modelos, sendo o CX-70, CX-80 e CX-90 estão na plataforma de desenvolvimento. Com essa gama bastante ampla de utilitários esportivos, a marca japonesa já confirmou que pretende quebrar seu recorde de vendas. Com muitos modelos em linha, a Mazda ainda precisa cuidar se isso realmente não pode ter um efeito contrário e ser perigoso para o canibalismo entre os próprios modelos. Até 2026, a Mazda espera vender cerca de 450.000 unidades só nos Estados Unidos, o que já faz a marca aumentar a sua capacidade de produção na unidade de Huntsville, Alabama. Só do CX-50, estima-se que a marca produza cerca de 150.000 unidades ao ano. “Esperamos que os EUA

Lamborghini quer focar na sua eletrificação para atender nova geração de consumidores

Imagem
Desde a apresentação do seu primeiro modelo elétrico, o Asterion Concept, a Lamborghini sempre comentou sobre o seu futuro eletrificado. Neste ano, a marca italiana confirmou que será o último dos carros puramente a combustão em linha, indicando que, além do fim da produção do Aventador, Huracán e Urus devem se tornar modelos híbridos – mesmo que sejam híbridos leves. Até 2025, a italiana ainda confirmou que contará com uma gama inteiramente de carros elétricos e híbridos plug-in. Em entrevista ao Top Gear, Stephan Winkelmann, CEO da Lamborghini, confirmou que a marca passa pela eletrificação a fim de atender os novos consumidores, mais jovens. “A nova geração está disposta a falar conosco apenas se formos sustentáveis. Eles cresceram com a eletrificação como um dado adquirido. A primeira coisa é fazer a hibridização ser bem-sucedida. Quando acertarmos os carros, será. Hoje um hipercarro com bateria cheia não é aceito. Sabemos disso pelos números de vendas. Cinco, seis, 10 anos na estr

Abarth confirma chegada de importados ao Brasil, depois da vinda de Pulse e Fastback

Imagem
A Abarth deve retornar ao mercado brasileiro com a missão de ser uma marca esportiva que nasce a partir da Fiat. E, dessa vez, a marca deve vir ao nosso mercado com status de marca, apesar de vir vinculada com a rede de concessionárias da Fiat. Em entrevista para a revista Autoesporte, Herlander Zola, Diretor da Fiat, confirmou que a Abarth também terá modelos importados da Europa. "A gente tem trabalhado para que os lançamento da Abarth no exterior possam chegar aqui no Brasil rapidamente. Nós temos planos para esses carros importados e também versões que estão sendo desenvolvidas na Europa" , destacou Zola. Ao que tudo indica, o primeiro importado da Abarth deve ser a nova geração do 500, que ganhará a versão em meados de 2023. Antes dos importados, é possível que tenhamos dois modelos nacionais. O Abarth Pulse e o Abarth Fastback. O primeiro já foi pré-apresentado e será lançado no último trimestre de 2022. O Abarth Pulse vai se destacar por contar com uma nova grade diant

Alfa Romeo MiTo pode retornar ao mercado futuramente como EV compacto e esportivo

Imagem
Depois de ser descontinuado na Europa, o Alfa Romeo MiTo pode acabar voltando ao mercado dentro de alguns anos. Focando agora em sua reestruturação, o MiTo pode aparecer futuramente como um hatch de duas portas elétrico. A informação foi confirmada em entrevista com Damien Dally, Chefe da Alfa Romeo no Reino Unido, em entrevista ao Autocar . Produzido entre 2008 a 2019, o MiTo até poderia ter sido substituído pelo Tonale, mas é mais possível que o SUV tenha substituído a fórmula do Giulietta, esse sim, não retorna mais ao mercado – pelo menos não como um hatch médio. “A marca tem um histórico de venda de carros esportivos compactos, como o Alfasud, e é uma área interessante do mercado que é de alto volume uma oferta muito mais ampla. O Mito era um carro de três portas, mas se tivesse cinco portas, o mercado teria sido muito maior. O próximo passo no caminho para a eletrificação é totalmente elétrico, e os carros compactos combinam bem [com isso] e usam o carro mais adequado às suas nec

Esportivos EVs da Alpine terão aerodinâmica de F1, destacam executivos em entrevista

Imagem
A Alpine vai desenvolver uma série de novos esportivos. Ano passado, a Alpine apresentou a silhueta de três novos modelos, que serão desenvolvidos em conjunto. Um desses modelos será apresentado pela Renault, o Renault 5, que ganhará uma versão esportiva. Outros dois modelos nascem como um Alpine, sendo um cupê (possivelmente a nova geração do A110) e um utilitário esportivo de perfil cupê. Todos os modelos que usarão o emblema da Alpine, serão desenvolvidos com a aerodinâmica da Fórmula 1, a fim de ajudar na eficiência. De acordo com o Diretor Técnico da Alpine F1 Team, Matt Harman, em entrevista ao Autocar , que os carros que eles trabalharão, devem contar com a mesma aerodinâmica usada nos carros da Fórmula 1. “O grupo de aerodinâmica do A522 em Enstone acabou de terminar um projeto específico para carros de estrada da Alpine, e estamos prestes a embarcar em outro. Estamos ligando esses dois [grupos de] pessoas, tanto em testes físicos quanto em dinâmica de fluidos computacional. É

Nissan ainda está longe de produzir o Kicks e-Power no Brasil; SUVs maiores são apostas

Imagem
A Nissan tem um lineup muito bom fora da América do Sul. Vende modelos interessantes como o novo Sentra, cotado a ser vendido aqui, além de Qashqai e X-Trail. Com a recente fala de executivos da marca dizendo que o Magnite não é um modelo destinado ao nosso mercado, a saída é oferecer modelos maiores, mas possivelmente importados – o que é uma pena. Mirando em modelos como Jeep Compass e Jeep Commander, a Nissan pode contra-atacar com as novas gerações de Qashqai e X-Trail, que podem chegar apenas com motores eletrificados. Falando neles, a vinda do Kicks e-Power ainda deve demorar bastante: “Nós até temos algumas unidades do Kicks e-Power em testes no Brasil, mas é um produto que ainda está um pouco longe. Não é uma coisa tão imediata. Mas temos a certeza de que a tecnologia e-Power caberia muito bem no mercado brasileiro. Ainda não temos data para o lançamento dela por aqui, mas estamos fazendo alguns testes” , destacou Airton Cousseau, Presidente da Nissan Mercosul e Diretor Geral d

Mazda já está desenvolvendo a nova geração do MX-5, que será lançada em dois anos

Imagem
A Mazda já desenvolve a nova geração do MX-5, que será lançado dentro de alguns anos. O roadster já está com futuro garantido e chegará à sua quinta geração. A informação foi confirmada por Joachim Kunz, Responsável pelo Desenvolvimento de Produtos e Engenharia da Mazda Europa, em entrevista ao Autocar. “É o ícone da nossa marca e é sempre tratado de forma muito especial. No momento, parece que teremos esse carro para sempre, com esse tamanho e conceito e motor de combustão. Claro que um dia teremos que eletrificá-lo, mas queremos manter esse conceito puro” e falou que o MX-5 é “o bebê da sede”, destacou o executivo. A nova geração deve manter as mesmas características as últimas gerações, sendo um modelo compacto e leve, com tração traseira e motor a combustão interna. O MX-5 deve receber um motor híbrido-leve, que não altera muito suas características, a fim de já trazer um pouco do carro para a eletrificação. Contando com um ciclo de vida mais longo que os demais modelos, o MX-5 de

Toyota GR Corolla terá produção limitada no 1º ano, em 6.600 unidades, por exclusividade

Imagem
A Toyota confirmou que o recém apresentado GR Corolla terá uma produção limitada no ano. O hatch médio esportivo contará com uma produção limitada em 6.600 unidades ao ano, de acordo com informações do Vice-Presidente de Marketing da Toyota, Mike Tripp, em entrevista ao Road and Track. Essa produção limitada em nada terá a ver com a falta de capacidade da Toyota, mas sim com a manutenção da exclusividade do esportivo. “Eu não diria que o fator limitante desses veículos é nossa capacidade de produzi-los. É ter muito cuidado para garantir que mantemos a credibilidade do nicho.” , disse Tripp. A Toyota terá uma capacidade de 8.000 unidades em 2023. Em 2022, a produção será um pouco menor. “Quando se trata de algo desse nicho, é importante para nós que dêmos a todos os revendedores a oportunidade de obter um. Então, se você fizer as contas – e isso não é garantia – se tivermos uma edição especial para cada revendedor, são 1250. Então, quando você tem um volume total entre 6.000 e 8.000, e

Até 2030, VAG confirma que vai cortar cerca de 60% da linha de modelos a combustão atual

Imagem
A Volkswagen AG (VAG) confirmou que pretende cortar cerca de 60% dos modelos movidos a combustão na Europa. No Velho Continente, a alemã quer mudar completamente a sua linha para modelos elétricos até meados de 2030, trabalhando com margens de lucro maiores, apesar de aceitar abrir mão de vender mais em favor disso. Contando com uma gama com mais de 100 modelos entre todas as marcas do grupo, a VAG quer cortar cerca de 60% da linha atual de modelos a combustão em favor de modelos elétricos, ou seja, esses 60% que serão cortados podem ganhar uma nova geração (ou substitutos) 100% elétricos. “O objetivo principal não é o crescimento. Estamos mais focados na qualidade e nas margens do que no volume e no Market Share. Não estamos adicionando capacidade: reformulamos fábrica por fábrica” , destacou Arno Antlitz, Diretor Financeiro da VAG, em entrevista ao Financial Times . De acordo com Antlitz, a VAG deve ser menos dependente da quantidade de modelos e vai focar no lucro que esses modelos

Cotado a ser produzido em Resende, Nissan descarta chances do Magnite vir ao país

Imagem
A Nissan confirmou que o Magnite já é carta fora do baralho para o mercado brasileiro. Com a missão (e busca) pela lucratividade na região, assim como a prima Renault, a Nissan descartou as chances do Magnite ser vendido em nosso mercado. Cotado para ser lançado neste ano no país, o Magnite seria um SUV subcompacto que ficaria abaixo do Kicks. Durante o lançamento da nova Frontier, executivos da Nissan confirmaram que o Magnite não faz sentido para o nosso mercado. “Não sei até hoje quem confirmou esse carro, porque não fomos nós. Magnite no Brasil não faz sentido” , contou Humberto Gomez, Diretor de Marketing da Nissan Brasil. Por aqui, era esperado que o Magnite fosse vendido com a plataforma CMF-A+, ele é feito sobre a mesma base dos Renault Kwid, Triber e o futuro Kiger, que deve ser irmão de desenvolvimento do Magnite. Segundo a Nissan, o modelo deve ter 20,5 centímetros em relação ao solo e um porta-malas de 336 litros. Como fica abaixo do Kicks, o modelo conta com 3,994 metros d

Primeiro motor confirmado do novo Ford Mustang é o V8, que será mantido em linha

Imagem
A Ford já desenvolve a nova geração do Mustang, que será apresentado em 2023. O esportivo está em desenvolvimento e foi flagrado rodando em testes já com carroceria definitiva, mas ainda bem camuflado. A confirmação do lançamento do esportivo foi dado por Ali Jammoul, Diretor do Programa de Veículos da Ford Performance e Icons. “A próxima geração em que estamos trabalhando agora será lançada no próximo ano, em 2023, e será ótimo. Então, será lançado no próximo ano e haverá eventos, então você [a mídia] poderá conduzi-lo.” , destacou o executivo em entrevista ao site Wheels. O novo Mustang aparece provavelmente no início do ano que vem e já foi confirmado que vai manter a opção de motor V8. “A seleção do motor é muito importante, certo. E o que nos orgulha é dar ao cliente muitas opções e seleção para escolher. Claramente, o V8 teve muito sucesso no Mustang e tem uma certa imagem que nossos clientes associam. O que precisamos fazer, porém, é tornar o V8 mais ecologicamente correto e voc

Substituto elétrico do Volvo XC60 aparece até meados de 2025 e conviverá com modelo atual

Imagem
A Volvo já trabalha na terceira geração do XC60, que vai trazer um novo nome ao mercado global. Ao abandonar os nomes com letras e números, a sueca deve trazer um nome específico ao SUV, tal qual acontecerá com o XC90, que pode receber o nome Embla de batismo. Modelo mais vendido da marca em nosso mercado, o substituto do XC60 deve ser bastante importante para nosso mercado e pode ser apresentado em meados de 2024. As vendas podem começar um ano depois, em 2025. Concorrente do BMW iX3, ele será o primeiro Volvo a ser produzido com baterias criadas a partir da joint-venture entre a Volvo e a Nordtvolt. Essa nova fábrica terá uma capacidade de produzir 50GWh, o que permite uma produção anual de 500.000 unidades. Assim como o XC90, é possível que o atual XC60 continue em linha e conviva por algum tempo com o substituto, que nasce apenas com motores elétricos. Assim, o XC60 se manteria no mercado apenas com motores híbridos por mais alguns três a quatro anos. “Lançamos o XC90 antes do XC60

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat Scudo chega ao Brasil no 2º semestre, com produção uruguaia e duas opções de motor

NBR é marca brasileira que surge como aposta de buggy e terá fábrica em Pernambuco

Audi lança a linha 2023 de A4 e A5 Sportback com motor híbrido-leve 40 TFSI, de 204cv

BMW lança o Série 3 2022, com novidades nas versões 320i, que estreia por R$267.950

Fiat Scudo será vendido nas mesmas versões de Citroën Jumpy e Peugeot Expert, Cargo e Multi

Stellantis já testa o Fiat Scudo no Brasil; lançamento vai acontecer ainda em 2022

Peugeot 4008 será apresentado em 2022 como um SUV médio cupê com base no novo 308

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

Volvo abre pré-venda do novo XC40 Recharge Electric P6, com motor de 231cv, por R$ 309.950

Nova Chevrolet Spin não deve ser baseada no Orlando, como era estipulado