Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Great Wall Group

GWM pode comprar 5º fábrica fechada no mundo; foco é a unidade da Nissan, na Espanha

Imagem
Se o momento é ruim para algumas marcas em alguns mercados, é um ótimo momento para a Great Wall Motors (GWM) expandir sua presença no mundo. Foi assim com a Tailândia, Rússia, Índia, Brasil e agora... Europa. Mais especificamente na Espanha, que pode ser a sede de uma unidade fabril da GWM para abastecer o mercado europeu. Isso porque a fábrica de Barcelona da Nissan deve ser encerrada em 2022 e depois será colocada à venda. Com a chegada do grupo na Europa, as marcas que compõe o grupo podem expandir sua presença em uma série de mercados. Isso significa que a GWM deve seguir firme e forte com seu processo de expansão. A fábrica de Barcelona da Nissan é um Complexo Industrial que possui três fábricas, sendo duas menores das empresas Silence e QV Technologies, desvinculadas com a unidade da Nissan. De acordo com informações da Agência Reuters, a GWM poderia adquirir as três fábricas mesmo assim, mas que buscaria uma parceria com as duas marcas que produzem nas unidades fabris menores.

GWM confirma que o início da produção em Iracemápolis (SP) será no 1º trimestre de 2023

Imagem
A Great Wall Motors confirmou que a produção vai começar no primeiro trimestre de 2023 na fábrica de Iracemápolis (SP). A chegada da Great Wall e a Haval, no entanto, começam no segundo semestre de 2022 com os modelos que virão primeiramente importados. “A produção acontecerá em algum momento no primeiro trimestre de 2023, com a fábrica já realizando testes nas linhas antes disso. Mas os testes de homologação, a fase de ramp-up [pré-produção], começam no ano que vem” , disse Anderson Suzuki, Diretor de Planejamento de Produto, em entrevista ao Automotive Business . Por enquanto, a fábrica vai passar por uma série de transformações que vão se prolongar ao longo de 2022. O principal ponto que a marca deve trabalhar ano que vem é de criar a cadeia de fornecedores locais, assim como a criação de uma rede de concessionárias com ampla cobertura nacional e o aumento da capacidade produtiva de 20.000 para 100.000 unidades por ano. Todos esses movimentos vão fazer parte do investimento de R$ 4,

GWM confirma que produção em Iracemápolis (SP) começa só em 2023, revela executivo

Imagem
A Great Wall Motors (GWM) só deve começar a produzir automóveis no mercado brasileiro em meados de 2023, de acordo com últimas informações. Revelado em entrevista à Agência Estado, Anderson Suzuki, Diretor de Planejamento da GWM na América Latina, disse que a Great Wall Motors não deve começar as operações produzindo. Com o início das operações no segundo semestre de 2022, a fábrica começa a operar em meados de 2023. Durante o ano de 2022, a GWM deve fazer as atualizações na fábrica para fazer a unidade passar das atuais 20.000 unidades de capacidade para 100.000 unidades ao ano. “O arranque da fábrica, que não tem data ainda, seria no início de 2023”, disse Suzuki. A marca chinesa já tinha confirmado que vai investir R$4 bilhões na unidade nos próximos cinco anos, de acordo com informações reveladas pelo Responsável da Área Comercial da Great Wall, Jose Duan. Operando até dezembro do ano passado, a fábrica contava com 370 funcionários que podem ser recontratados pela Great Wall Motors

Wey registra imagens de patente no Brasil com Macchiato Hybrid, que tem motor de 192cv

Imagem
A Great Wall Motors registrou as primeiras imagens de patente de um novo modelo no Instituto Nacional de Propriedade Industrial (o INPI). Trata-se do Wey Macchiato, um utilitário esportivo premium da marca da GWM, a Wey. O modelo foi registrado com uma grade fechada, indicando que pode se tratar de uma versão elétrica, com o logotipo da marca vertical ao centro. Na China, o Wey Macchiato possui três opções de motorizações. Desenvolvido sobre a plataforma modular DHT híbrida. O destaque fica por conta do motor 1.5 16v a gasolina que desenvolve 102cv junto de um motor elétrico de 136cv. Juntos, eles desenvolvem 192cv e 25,5kgfm, acoplado a um câmbio automático de duas velocidades e roda em velocidades de até 35km/h exclusivamente com o motor elétrico. Ele possui uma bateria pequena, de 1,6kWh. Já o câmbio de duas velocidades atua no modo de acionamento direto do motor, fornece uma eficiência de transmissão máxima de 97%, o que também é fundamental para a economia de combustível. O Macchi

Great Wall Motors terá início das operações no 2º semestre de 2022 com Great Wall e Haval

Imagem
A Great Wall Motors vai revelando um pouco dos seus primeiros movimentos no mercado brasileiro. O grupo deve ser lançado no Brasil no segundo semestre de 2022, com as marcas Great Wall e Haval. Há rumores de que a empresa vai começar primeiro importando os seus modelos para o nosso mercado, o que vai acontecer em 2022, sendo que a produção em Iracemápolis (SP) só começa em meados de 2023, destaca a revista Autoesporte . Por aqui, os modelos Great Wall Poer, Haval H6 e Haval Jolion são os mais cotados a serem lançados, sendo baseados numa nova geração de automóveis do grupo. Se juntarmos o lego das versões que já foram reveladas, a GWM vai começar a produção com utilitários esportivos e picapes, o que bate com as informações. Em entrevista ao jornal Valor Econômico, Anderson Suzuki, Diretor de Planejamento da Great Wall no Brasil, confirmou que já tem engenheiros chineses da marca na unidade, adotando as medidas necessárias para que a produção ocorra nos próximos meses. Os três modelos

GWM não descarta vinda da Wey ao Brasil como marca premium e importada, diz representantes

Imagem
Enquanto a Great Wall Motors (GWM) deve vir ao Brasil dentro dos próximos meses, o grupo conta com cinco marcas que podem estar na rota do mercado brasileiro. Há Great Wall, Haval, Wey, Ora e Tank, por ordem de criação. Destas, Great Wall, Haval e Ora podem ser lançados no mercado brasileiro, sendo a primeira uma divisão de picapes, a segunda de utilitários esportivos e a última de elétricos. A Tank é uma marca focada em off-road e modelos utilitários esportivos mais parrudos. Já a Wey é uma marca premium, que até o momento possui apenas SUVs. É como a Exeed é para a Chery. Revelando novidades no Salão do Automóvel de Munique, na Alemanha, a Wey se apresentou pela primeira vez com o SUV chamado Coffe (imagem acima). O SUV possui um motor 2.0 Turbo a gasolina que desenvolve 201cv de potência junto de dois motores elétricos. Esses motores elétricos possuem uma bateria que oferece autonomia elétrica de 150km e potência combinada de 469cv. Por aqui, a Wey ainda não confirmou se vem ao Bras

Great Wall pode começar a produção entre o final de 2021 ou início de 2022, diz executivo

Imagem
Após adquirir a sua fábrica de Iracemápolis (SP), a Great Wall Motors deve arrumar a fábrica e pode começar a operar ainda em 2021. Em entrevista ao jornal Valor Econômico, Anderson Suzuki, Diretor de Planejamento da Great Wall no Brasil, confirmou que a fábrica vai produzir utilitários esportivos e picapes. Além deles, Suzuki destacou que quer produzir carros elétricos. O executivo ainda confirmou que já tem engenheiros chineses da marca na unidade, adotando as medidas necessárias para que a produção ocorra já entre o fim de 2021 e o começo de 2022. Os três modelos mais cotados para receber a produção nacional são a Great Wall Poer e os utilitários esportivos da Haval, H6 e Jolion. A marca ainda tem trabalhado para que fornecedores da GWM na China se instalem no Brasil para acompanhar os planos de produção e internacionalização do grupo. Até o momento, se cogitava que viria apenas as marcas Great Wall e Haval ao Brasil, mas ao falar em elétricos, tudo indica que a Ora também venha ao

Great Wall Motors pode apostar no Haval H4 para iniciar abertura da fábrica em Iracemápolis

Imagem
Enquanto os planos da Great Wall Motors (GWM) não são anunciados, o que deve ocorrer no mês que vem, de acordo com a própria marca, surgem uma série de especulações em torno da chinesa. A mais nova dá conta de que a GWM pode iniciar a produção em Iracemápolis (SP) com um modelo que até então não era cogitado: o Haval H4, que é um SUV compacto. Contando com uma produção de 100.000 unidades ao ano, a marca ainda trabalha para ter uma lista de fornecedores com produção nacional. Segundo o site Auto Indústria , citando fontes internas ligadas com a marca chinesa, confirmou que a GWM pode acabar optando por dois modelos a serem produzidos aqui e ambos da Haval: H2 e H4. Apesar da informação, não acreditamos que os dois sejam produzidos por aqui. Vamos explicar. O Haval H2 é um SUV de porte médio e que já foi apresentado com um substituto no ano passado, o Jolion. Na apresentação do novo SUV, a Haval confirmou que ele seria o substituto do Haval H2 e é vendido na China como Chulian. Ou seja,

Great Wall Motors confirma que vai gerar 2 mil empregos na fábrica de Iracemápolis (SP)

Imagem
A Great Wall confirmou que deve investir bastante na recém adquirida fábrica de Iracemápolis (SP), que era da Mercedes-Benz. Em entrevista ao jornal O Globo, a marca chinesa confirmou que vai investir R$4 bilhões na unidade nos próximos cinco anos, de acordo com informações reveladas pelo Responsável da Área Comercial da Great Wall, Jose Duan. Operando até dezembro do ano passado, a fábrica contava com 370 funcionários que podem ser recontratados pela Great Wall Motors (GWM). Ao todo, a fábrica deve contar com cerca de 2.000 funcionários em dois anos e com capacidade que pode ser aumentada para até 100.000 unidades ao ano. Apesar da fábrica ter sido adquirida com os maquinários da Mercedes-Benz, a Great Wall confirmou que a fábrica deve ser atualizada, inclusive nos equipamentos. É esperada melhorias de processos de soldagem, pintura e oficinas de montagem, trazendo novos conceitos de segurança, inteligência e proteção ambiental. Isso porque a fábrica deve se adaptar para uma produção

Great Wall Poer, Haval Chitu, Jolion e H6 e Ora R2: quem são os cotados da GWM no Brasil?

Imagem
A Great Wall Motors pode apostar em uma série de modelos que ainda não fazemos ideia. Com uma série de utilitários esportivos e já com uma certa experiências com picapes, a marca tem boas chances de sucesso no mercado se souber apostar no mercado de maneira mais coerente sabendo que se trata de uma completa desconhecida do consumidor brasileiro. Por aqui, existe a possibilidade da Haval ter dois utilitários esportivos, o Jolion como um concorrente do Jeep Compass e cia, e o H6 como um concorrente de modelos como Ford Territory, Toyota RAV4 e outros modelos mais caros. Além da dupla de utilitários esportivos, um outro modelo que é bem cotado para ser lançado aqui é a Poer, uma picape média para competir com Toyota Hilux e demais picapes médias. O Jolion é equipado com um motor 1.5 Turbo que desenvolve 156cv de potência com torque de 21,4kgfm, acoplado a um câmbio que pode ser manual de 6 marchas ou automático de dupla embreagem de 7 marchas, sempre com uma tração dianteira. Já o H6 é eq

Mercedes-Benz confirma venda da fábrica de Iracemápolis (SP) para a Great Wall Motors

Imagem
A Great Wall Motors (GWM) confirmou a compra da fábrica de Iracemápolis (SP), que era da Mercedes-Benz. A unidade estava fechada desde o ano passado, quando a Daimler parou a produção e deixou de produzir Classe C e GLA na unidade. Sem revelar valores, a compra incluiu tanto a fábrica como todo o maquinário que era usado na produção dos Mercedes. Com o terreno de 1,2 milhão de metros quadrados, a unidade fabril possuía uma capacidade de 20.000 unidades ao ano, mas que deve ser maior nas mãos da Great Wall. A chinesa confirmou que "a entrega da fábrica está prevista para ser concluída antes do final de 2021 e a capacidade de produção anual da fábrica chegará a 100 mil unidades após a atualização, criando cerca de 2 mil empregos locais” . A Great Wall ainda confirmou que a produção será transformada para igualar a fábrica no interior de São Paulo ao estilo das demais fábricas da GWM no mundo, com bases de produção inteligente para automóveis para centros urbanos. “Consideramos o Bra

Ora deve revelar a versão de produção do Punk Cat em setembro; elétrico terá opção Ballet Cat

Imagem
A Ora confirmou a estreia da versão de produção do Punk Cat, que será revelado no próximo dia 27 de agosto, quando terá o Salão do Automóvel de Chengdu, na China. Por enquanto, a Ora revelou apenas as primeiras duas imagens do hatch inspirado no clássico Volkswagen Fusca. Antecipado por um conceito no último mês de abril, no Salão do Automóvel de Xangai, na China, o modelo deve contar com uma versão de produção chamada de Ballet Cat. O design do Punk Cat foi inspirado nos Fusca produzidos até 1967, com os faróis “olho de boi”, para-choques com curvas mais suaves e até as lanternas são cópias dos modelos vendidos até 1962. O modelo ainda recebeu novidades no design, com faróis mais quadrados, um novo capô, um novo para-choque dianteiro com uma entrada de ar inferior. Na traseira, ele possui nova janela traseira, novas lanternas e traz até mesmo um pequeno aerofólio na tampa do porta-malas. Isso dá uma maioria identidade ao carro, mas ainda assim é inegável que ele se mantenha tão próxim

Great Wall pode mover investimento da Índia para o Brasil; montante será de US$300 milhões

Imagem
Enquanto a Great Wall ainda trabalha na sua vinda para a América do Sul, um impasse na Índia pode fazer a marca transferir o seu montante de investimentos da Índia para cá. De acordo com a Agência Reuters, a Great Wall estaria disposta a investir US$300 milhões na operação brasileira e na expansão da marca na América do Sul. O montante de R$1,576 milhão, aproximadamente em conversão direta. Com dificuldades em investir esse dinheiro na Índia, que é preciso obter licenças para investimentos, a Great Wall pode acabar investindo tudo no Brasil, que não precisa desse impasse. “O Brasil está quase fechado e não fazia sentido manter os recursos bloqueados para a Índia” , disse uma fonte. O dinheiro este seria enviado para a compra da unidade de Iracemápolis (SP), construída pela Mercedes-Benz em 2016. A Great Wall fez a mesma coisa em outros mercados, como a Rússia e a Tailândia, onde comprou fábricas que estavam desativadas. Atualmente a Great Wall atua apenas no Chile, onde importa seus ca

Great Wall registra imagens de patente do Ora Lightning Cat Concept no Brasil

Imagem
A Great Wall segue registrando imagens de patentes no mercado brasileiro. No caso, dessa vez a Great Wall registrou imagens da Ora com o Lightning Cat, que foi apresentado como conceito no último Salão do Automóvel de Xangai, na China, em abril. O sedã lembra um pouco o design do Porsche Panamera e teve imagem registrada no Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI), onde teve imagens divulgadas. O sedã que possui linhas que, de certo ponto, se inspiram no Porsche Panamera. O sedã possui traços um pouco retrô e um estilo de linhas mais arredondadas que lembram a primeira geração do Panamera. Visualmente, o Lightning Cat possui um grande capô dianteiro que culmina em uma dianteira afilada, faróis redondos e um para-choque dianteiro que possui pequenas entradas de ar inferiores, que nas extremidades possuem um elemento cromado em “C”. O para-choque dianteiro ainda possui um acabamento na cor bronze na entrada de ar. Nas laterais, o sedã também possui um acabamento em bronze que

Segundo jornal, Great Wall já comprou fábrica da Daimler em Iracemápolis, em São Paulo

Imagem
A Great Wall ainda não confirmou, mas caminha para comprar a fábrica de Iracemápolis (SP), que era da Mercedes-Benz. Segundo informações do jornal O Globo , a chinesa já teria fechado o negócio com os alemães para ter acesso à fábrica e a Great Wall iniciaria produzindo um utilitário esportivo e uma picape. Segundo o jornalista Marcelo Ninio, a Great Wall fechou o negócio com a Mercedes-Benz há menos de três semanas e que a chinesa comemorou o fato de ter uma fábrica na América do Sul, no dia 25 de junho. Já era sabido que a unidade de Iracemápolis se encaixava no perfil da Great Wall por ser uma fábrica de pequeno porte e moderna, com cinco anos de inauguração apenas. A Great Wall tem comprado uma série de fábricas que ficaram paradas: na Índia, comprou uma da GM; e na Tailândia, comprou outra da GM. Segundo informações do site WebMotors , a Great Wall deve iniciar a sua operação com cerca de 60 concessionários e apostando primeiro em modelos importados, que alguns podem ser nacionali

Xiaomi confirma investimento pesado para se tornar uma marca de carros elétricos na China

Imagem
A Xioami confirmou que pode ter alguma relação com a indústria automotiva dentro dos próximos anos. Depois de contar com uma participação no desenvolvimento do primeiro carro da Bestune, a marca apareceu com parcerias com várias marcas e um pesado investimento em novas tecnologias. A primeira informação é que a Xiaomi deve contar com parceria com a Great Wall Group, que deve ajudar o grupo a desenvolver um novo carro puramente elétrico. A parceria seria com a Ora, podendo a Xiaomi ter um certo domínio para a produção de componentes em alguma fábrica da GWG. Além da fábrica, a Xioami ainda pode contar com uma consultoria de engenharia a fim de agilizar o processo de desenvolvimento. A marca de eletrônicos ainda confirmou o investimento de US$10 bilhões nos próximos anos para o desenvolvimento de sua divisão automotiva. De acordo com informações do CEO da Xiaomi, Lei Jun, o novo braço do grupo deve ser chamado de Xiaomi Smart Electric Vehicles. A marca ainda confirmou que o Baojun E300 d

Tank vira nova marca dentro do Great Wall Group, entre a Haval e a Wey, diz grupo

Imagem
Depois de ser apresentado como um modelo da Haval, o Tank 300 passa a ser o nome de uma marca. Reduzido apenas a Tank, o nome deve contar com o jipe 300, que era vendido anteriormente como um modelo da Haval. A Tank deve se tornar uma marca global da Great Wall e deve focar no desenvolvimento de automóveis off-road, focando em crossovers, utilitários esportivos, jipes e picapes. Atualmente, a Tank deve ficar entre a Haval e a Wey dentro da Great Wall Group. Desenvolvido sobre um chassi monobloco, o Tank 300 possui suspensão independente nas quatro rodas, com tração 4x4 e transmissão automática de 9 marchas, além de uma preparação para o off-road com nove modos de condução. O modelo é equipado com motor 2.0 Turbo que desenvolve 225cv de potência e o 2.0 Turbo Diesel de 190cv de potência, ambos com o câmbio automático de 9 marchas. Visualmente, o Tank 300 conta com uma dianteira dotada de faróis de LED, circulares, que contam com luzes diurnas de LED horizontais que invadem os faróis e i

BMW e Great Wall iniciam construção de fábrica de elétricos na cidade de Jiangsu, na China

Imagem
A BMW e a Great Wall iniciaram a construção da fábrica da sua joint-venture na China. A nova unidade fabril deve ser destinada para a produção de carros elétricos de ambos os grupos. A unidade deve ser erguida na unidade de Jiangsu, na China. A joint-venture contou com o investimento 50/50 de ambas as empresas e é chamado de Sportlight Automotive Limited. A parceria tem como objetivo de produção os modelos elétricos de MINI e Great Wall, que do grupo chinês pode ser de alguma marca do grupo, como a recém apresentada Ora. Fruto de um investimento de US$700 milhões, a fábrica começou a ser construída no último dia 20 de junho e tem previsão de estar pronta até meados de 2022. Quando estiver em funcionamento, a unidade terá capacidade de produzir 160 mil unidades por ano. A fábrica ainda deve ter a capacidade de receber 3 mil funcionários apenas na produção, fora a contratação de funcionários que vão acabar operando em outros setores relacionados à produção. De acordo com o Presidente

Postagens mais visitadas deste blog

Jeep Compass possui fila de espera até 2022 pra algumas versões por falta de semicondutores

Último Troller T4 produzido será vendido por R$ 299.990; unidade está localizada em Natal (RN)

Chery Arrizo 6 Pro terá condições especiais no seu mês de lançamento, para financiamento

Sem nenhum emplacamento, Jeep Commander já possui longa fila de espera de até 6 meses

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

Lifan apresenta as primeiras novidades, agora no controle da Geely Group, e retoma produção

Ford testa novas versões para a Ranger na Argentina, como a FX4; será que vem pra cá?

Fiat Pulse Abarth está em desenvolvimento e será apresentado em 2022, de acordo revista

Nova geração do Audi A4 será apresentada em 2023 e será geração de transição para o elétrico

Com lançamento para amanhã, Fiat Pulse Impetus T200 aparece custando R$ 125.790