Renault Group teme destino e a produção dos Lada, por conflito entre Ucrânia e Rússia


A Lada deve sofrer bastante com a Guerra da Ucrânia. Depois dos movimentos militares que a Rússia fez ao seu país vizinho, uma série de países implicaram sanções a maioria dos produtos que são feitos na Rússia. Atualmente, a AvtoVAZ, maior fabricante de carros da Rússia é de 75% da propriedade da Renault Group. Cerca de 90% das vendas totais da marca acontecem na própria Rússia, sendo que a marca tem pouca penetração em outros mercados europeus e asiáticos. De acordo com o site Automotive News Europe, a Lada possui um estoque bastante grande de peças, o que deve aliviar a pressão sobre os mantimentos para manter a produção. De acordo com Luca de Meo, CEO da Renault Group, que cuida da operação russa do grupo francês com cuidado. Recentemente, Nicolas Maure, CEO da AvtoVAZ, anunciou que a Lada trabalha para garantir suprimentos alternativos de semicondutores eletrônicos no mercado. Por lá, além da Lada, a Renault tem na Rússia o seu segundo maior mercado. Na semana passada mesmo, a Lada apresentou a reestilização de Vesta e Vesta SW, que agora passam a contar com um lançamento imprevisível de chegar na rede de concessionárias. O sedã ainda é vendido em outros mercados como Ucrânia, Bielorrússia, Cazaquistão, Egito e Líbia. O sedã e a SW passam a ser vendidos com mudanças na dianteira e também na traseira, além do interior. Na dianteira, o sedã mantém a X-Face dessa nova família de modelos da marca, mas com um design mais agressivo. O emblema da Lada ficou maior na dianteira, conectado com duas barras cromadas e duas grossas barras em “X”, que interliga o acabamento dos faróis de neblina, grade e os faróis dianteiros, com a parte central com acabamento em preto brilhante.




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

RAM reajusta os preços de Rampage, 1500, 2500 e 3500 no Brasil, em até R$ 5.000

Ford desenvolve um SUV elétrico de 7 lugares que será apresentado em meados de 2025

Fiat reajusta os preços da Toro em versões com motor T270, com cortes de até R$ 10.000

Nosso novo Peugeot 2008 será igual ao modelo europeu, recém reestilizado; terá motor T200

Alfa Romeo surpreende e confirma nome Milano para SUV subcompacto que estreia em abril

Nio ET5 Touring é a primeira station wagon da marca; estreia na China de olho na Europa

Lamborghini comemora aniversário de 60 anos de Sant'Agata Bolognese e revela três séries

Chevrolet Camaro ganha séries especiais Collector's Edition e Garage 56 Edition nos EUA

Jetour apresenta o X90 Plus no Salão do Automóvel de Guangzhou, que é reestilizado

Ferrari apresenta a SF90 XX Stradale e Spider na Europa, com motor híbrido de 1.030cv