Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Exportação

Nissan passa a usar Porto de Suape para receber também a Frontier, além do RJ

Imagem
A Nissan passou a enviar também a Frontier ao mercado brasileiro por meio do Porto de Suape, em Pernambuco. O objetivo da marca é passar a entregar a picape de maneira mais rápida para o Nordeste. De acordo com Tiago Castro, Diretor Sênior de Vendas e Marketing da Nissan do Brasil, disse que as duas regiões são importantes para o segmento de picapes, com potencial de crescer em regiões onde a Nissan vê possibilidades. “São duas regiões importantes para a expansão de nossa marca no país, com forte potencial de crescimento e onde temos grupos de concessionários fortes. Agora, com a opção de também desembarcarmos veículos importados pelo Porto de Suape, reduziremos o tempo de chegada dos modelos para nossa rede. A proximidade do porto de Suape com os nossos concessionários do Nordeste e Norte compensa mesmo o maior tempo da rota de navios vindos do Sul, como é o caso dos que partem da Argentina, onde é produzida a picape Frontier” , disse Castro. A operação pelo Porto do Rio de Janeiro de

MINI inicia produção do Cooper SE destinado para o Brasil, na unidade de Oxford, Inglaterra

Imagem
A MINI revelou as primeiras imagens das primeiras unidades do novo Cooper reestilizado que será exportado ao Brasil. O hatch inglês, produzido em Oxford, na Inglaterra, começou a ser produzido para abastecer o nosso mercado, com lançamento que deve ocorrer em breve. O modelo começou a ser produzido primeiro na versão elétrica SE, que deve ser o primeiro MINI elétrico a rodar no Brasil. O hatch elétrico já pode ser vendido em regime de pré-venda nas 22 concessionárias da MINI espalhadas pelo país. O Cooper SE é vendido nas versões SE e SE Top, de R$239.990 e R$264.990, respectivamente. O hatch usa o motor elétrico que entrega 184cv e 27,5kgfm de torque, que acelera de 0 a 60km/h em 3,9 segundos e 7,3 segundos até os 100km/h e consegue correr de igual para igual com esportivos a combustão nos primeiros 60 metros. A velocidade máxima é limitada de 150km/h, para preservar as baterias de íon-lítio de 32,6kWh, que confere uma autonomia que varia de 235km a 270km. A nova identidade visual da

Nosso Toyota Corolla Cross será exportado para 22 países da América Latina, diz CEO

Imagem
A Toyota confirmou que o Corolla Cross, seu principal lançamento de 2021, deve se tornar o novo carro mais exportado da marca. Isso porque ele deve ser enviado para 22 países, a partir da unidade de Sorocaba (SP). O modelo será enviado para países da América Latina e Caribe, de acordo com Masahiro Inoue, CEO da Toyota América Latina. Além do Brasil, o Corolla Cross é produzido na Tailândia e Taiwan. “O Corolla Cross não é produzido na América do Norte ou no Japão, a América Latina será o maior mercado e polo de produção do modelo em todo o mundo. Nossa intenção é desenvolver e fabricar no Brasil produtos para exportação” , disse Inoue em entrevista ao Automotive Business . A Toyota ainda não confirmou quais os mercados que deve oferecer o Corolla Cross, mas alguns países já se tem uma certeza, como Argentina, Uruguai e Paraguai. O novo Corolla Cross é desenvolvido sobre a mesma plataforma modular TNGA-C do sedã. Ele conta com 4,460 metros de comprimento, 2,640 metros entre os eixos, 1,

Volkswagen inicia exportação do Delivery Express para mais um país: El Salvador

Imagem
A Volkswagen confirmou que iniciou a exportação do Delivery Express para mais um país. Dessa vez, o VUC deve ser enviado para El Salvador, na América Central. Por lá, a representante da Volkswagen Caminhões, Autozama, confirmou que o modelo chega para ampliar a quantidade de modelos em oferta por lá, além do ônibus 17.230 OD. “O lançamento da linha Delivery tem sido um sucesso e gerado grande interesse entre os clientes. Apresentamos as melhores qualidades dessa família de veículos a mais de 200 clientes potenciais. Confiamos que esse caminhão será ideal para o nosso mercado por sua grande versatilidade e potencial de uso” , destaca Juan Carlo Gautreau, Gerente Regional da Autozama. Produzido em Resende (RJ), o Delivery Express já é enviado para outros mercados, como México, Aruba, Costa Rica e Guatemala, abrangendo países da América Central e do Sul. O Delivery Express deve ser vendido com motor 2.8 Cummins Turbo Diesel que desenvolve 150cv de potência e 36,7kgfm de torque, acoplado a

Aurus deve vender o Senat também para consumidores comuns e mira Oriente Médio

Imagem
A Aurus, fabricante de modelos russos, deve começar a vender o Senat para pessoas físicas. Com isso, a marca deve começar a vender seus carros de ultra luxo para outros mercados, o que deve ampliar o potencial de mercado para a marca. A Aurus deve começar a vender o Senat para clientes do Oriente Médio. O modelo, que parece mesclar elementos de Rolls-Royce com Bentley, deve começar a ser vendido primeiro nos Emirados Árabes Unidos. Por lá, o Senat deve ser oferecido primeiramente com a relação entre os eixos normal, sem oferecer (por enquanto), o modelo alongado. O Senat usa um motor 4.4 V8 que desenvolvido pela própria Aurus, mas esse motor é derivado do V8 usado por Porsche Cayenne e Panamera. Junto com um motor elétrico, o híbrido desenvolve 598cv de potência distribuídos para as quatro rodas, acoplado a uma caixa de câmbio automático de 9 marchas. Acelera de 0 a 100km/h em menos de 6 segundos, número bastante interessante para um sedã que possui medidas para lá de generosas. São 5,

GTN #6: na rota de melhorar o passado. Mas só isso seria o suficiente?

Imagem
Depois da sanção do Rota 2030, o mercado automotivo brasileiro pode respirar um pouco mais tranquilo. Isso porque o nosso mercado tinha uma previsão de como funcionaria operar no mercado nos próximos anos, atendendo, principalmente, ao prazo mais longo. Com isso, o Rota 2030 saiu com um atraso de quatro meses em relação ao previsto - isso porque ele deveria ter ficado pronto ainda em 2017, antes do término da vigência do Inovar-Auto, mas só foi revelado em abril de 2018. Ainda naquele período, o Brasil ainda contava com o processo da Organização Mundial do Comércio (OMC) em tramitação, mas o Brasil já sabia que não poderia continuar com as cotas de importação de 4.800 unidades ao ano e ao Super-IPI, medidas que foram claramente taxadas de protecionistas e que não era saudável para o livre comércio. Mesmo sendo lançado sem esses pontos do Inovar-Auto, ele não trazia muita coisa em relação ao programa passado. Continuava a cobrar que nossos automóveis fossem mais eficientes em termos de

Stellantis comemora a marca de 15 milhões de transmissões feitas em Betim (MG)

Imagem
A Stellantis está comemorando a marca de 15.000.000 de transmissões produzidas na unidade de Betim (MG). Construídas no Polo Automotivo de Betim, a unidade opera em dois turnos e conta com uma fábrica de 800 funcionários responsáveis pela fabricação dos câmbios C-513 que equipam Argo, Cronos, Fiorino, Grand Siena, Mobi, Strada e Uno. Há ainda a produção do câmbio C-510, usado em Fiat Toro e Jeep Renegade. A produção se iniciou em 1976, juntamente com a produção de carros na unidade, no mesmo ano. Em 2020, por exemplo, foram produzidos 320 mil unidades de transmissões e em 2021 a meta é produzir mais de 500 mil câmbios, a maioria do C-513. Construída numa área de 30.000m², ela conta com uma série de áreas de usinagem, tratamento térmico e montagem. Cerca de 10% de toda a produção é enviada para a Argentina, onde a Fiat produz o Cronos, em Córdoba. Os dois câmbios são oferecidos em todos os carros com câmbio manual de Fiat e Jeep e são exportados para outros países da América Latina. “Es

Volkswagen Taos substitui o Golf na fábrica de Puebla, no México, e vai aos EUA

Imagem
Depois de começar a produção para o México, a Volkswagen deve começar a exportar as primeiras unidades do Taos para outros mercados. O SUV médio começa a ser produzido para ser vendido nos Estados Unidos. Substituto do Golf, o SUV médio deve ser enviado aos EUA via Puebla, no México. O Taos começa a ser vendido nos EUA no final do segundo trimestre, possivelmente em junho. “Com a Taos, a Volkswagen do México fortalece sua posição como um ator chave na estratégia global da marca para o segmento de SUVs e aumentará a capacidade de produção na fábrica de Puebla, com produtos projetados para a região da América do Norte” , disse o presidente e CEO da VW México, Steffen Reiche. Nos EUA, ele será vendido nas versões Trendline, Comfortline e Highline e será vendido com o moderno motor 1.5 TSI que desenvolve 160cv de potência com torque de 25,5kgfm, acoplado a um câmbio automático de 8 marchas, com tração dianteira. A tração 4MOTION deve ser oferecida com um câmbio automático de dupla embreage

Volkswagen ID.4 começa a ser exportado para os demais mercados da Europa

Imagem
Depois de apresentar o seu segundo carro elétrico, a Volkswagen confirmou que deve iniciar a exportação do ID.4. Inicialmente serão trinta mercados europeus, depois de ser apresentado e começar a ser vendido na Alemanha. "O ID.4 desempenha um papel importante. Com este modelo, a Volkswagen está expandindo sua gama para incluir um veículo elétrico no segmento de maior crescimento do mundo, a classe SUV compacta. O lançamento no mercado de nosso carro mundial é, portanto, um marco estratégico importante para a marca. O carro será fabricado e vendido na Europa e China no futuro, e mais tarde nos EUA. Ao fazer isso, estamos dimensionando a plataforma MEB em todo o mundo e criando a base econômica para o sucesso de nosso ID. família" , destaca o CEO da Volkswagen Passenger Cars, Ralf Brandstätter. O carro ainda deve ser lançado em mercados como China e Estados Unidos ainda neste ano também. "Com o lançamento global do ID.4, vamos deixar ainda mais pessoas entusiasmadas com a

Volkswagen inicia exportação do nosso T-Cross para sete mercados do continente africano

Imagem
Lançado no início de 2019 no mercado brasileiro, o Volkswagen T-Cross deve começar a ser exportado para outros mercados. Depois de já ser enviado para mercados como Argentina, Bolívia, México, Chile, Colômbia, Equador, Peru, Paraguai, Uruguai, Curaçao, República Dominicana, St. Maarten, Costa Rica, Guatemala, El Salvador, Honduras, Panamá, Aruba e Bahamas, o nosso T-Cross feito em São José dos Pinhais (PR) será exportado para a África. Serão sete mercados que receberão o modelo: Costa do Marfim, Gabão, Gana, Líbia, Madagascar, Ruanda e Sudão. Por lá ele será vendido nas versões Trendline, Comfortline e Highline, equipado com câmbio manual ou automático. De acordo com a Volkswagen, as adaptações para ser vendido nestes países foi mínima, mudando apenas a calibração e os manuais que estão nos idiomas inglês, francês e árabe. "A exportação para esse continente, o terceiro mais extenso do mundo com mais de 1,2 bilhão de habitantes, é uma grande oportunidade de conquistar novos mercado

Chevrolet Onix Plus não será mais vendido no Oriente Médio; modelo seria importado via México

Imagem
A General Motors confirmou que o Chevrolet Onix não deve mais ser vendido no Oriente Médio. O modelo, que estava sendo cogitado para ser vendido por lá não deve estar nos planos da marca norte-americana. De acordo com informações do GM Authority , a decisão foi tomada depois da Chevrolet analisar de maneira mais rigorosa as preferências dos consumidores da região. Com isso a marca colocou um fim no processo de adaptação do Onix, que seria vendido por lá apenas na carroceria sedã, conhecida por aqui como Onix Plus. Assim como no México, o Onix seria oferecido apenas na carroceria de três volumes. "Nossa estratégia é construída sobre o feedback e as preferências dos clientes, para garantir que os modelos certos cheguem ao mercado, tanto globalmente quanto no Oriente Médio. A decisão de não trazer o Chevrolet Onix para o Oriente Médio é resultado direto disso, somada à nossa disposição de focar em investimentos futuros para segmentos de alta demanda” , disse a GM em nota. O modelo qu

Feito no Brasil, Volkswagen Caminhões inicia exportação do Delivery Express na Guatemala

Imagem
A Volkswagen começou a exportação do Delivery Express, o VUC da marca alemã que é produzido pela Volkswagen Caminhões no Brasil. Foram as primeiras 9 unidades do modelo enviadas para a Guatemala, onde devem ser usado como transporte de refrigerantes da Big Cola. De acordo com a Continental, representante oficial da Volkswagen Caminhões e Ônibus na Guatemala cedeu unidades do modelo para demonstração por cerca de três meses, o que motivou a encomenda do cliente, quando foi lançado por lá. “A performance do Delivery 9.170 na operação da Big Cola demonstrou que o TCO justifica o investimento nos caminhões Volkswagen. Essa é uma ferramenta importante para a tomada de decisão, pois traz informações técnicas para o cliente fazer a aquisição da forma mais assertiva para o seu negócio” , comenta Matheus Francesco, supervisor de Vendas da VW Caminhões e Ônibus. O Delivery Express deve ser vendido com motor 2.8 Cummins Turbo Diesel que desenvolve 150cv de potência e 36,7kgfm de torque, acoplado

Na Argentina, Volkswagen terá Nivus Trendline com motor 1.0 TSI e câmbio manual

Imagem
A Volkswagen confirmou que vai desenvolver uma nova versão para o Nivus para o mercado argentino. O SUV produzido no Brasil deve contar com motor 1.0 12v TSI a gasolina, associado a um câmbio manual de 6 marchas. O lançamento deve ocorrer em meados de março, de acordo com o site 16Valvulas , em entrevista com Martín Massimino, Diretor Comercial da Volkswagen Argentina. O motor em tese deve ser o mesmo do T-Cross 200TSI no mercado brasileiro, mas claramente, bebendo apenas gasolina. O motor desenvolve 116cv de potência com torque de 20,4kgfm. O Nivus começou a ser vendido na Argentina no mês de novembro e esgotou sua pré-venda por lá. Desde então já vendeu mais de 2.000 unidades, sendo que a VW quer vender cerca de 1.000 unidades mensais. Ainda não se sabe o que deve se perder do Comfortline em relação ao Trendline. Atualmente, o Comfortline é vendido com ar-condicionado, direção elétrica, sistema Keyless de alarme com comando remoto, banco do motorista com regulagem de altura, banco tr

Citroën C4 Cactus ganha série especial Rip Curl na Argentina, quase idêntica ao nosso C-Series

Imagem
Enquanto o Brasil recebeu recentemente a série especial C-Series do C4 Cactus, na Argentina a Citroën apresentou a clássica Rip Curl Edition para o SUV compacto. Limitada a 250 unidades, a série chega ao mercado vizinho com base na versão Feel Pack. Junto a ela, a série é equipada com seis airbags, ESP, TCS, central multimídia, chave presencial, câmera de ré e ar-condicionado digital. Visualmente, o Rip Curl deve contar com teto pintado em azul, além de emblemas na soleira das portas e na tampa do porta-malas. As rodas de 17 polegadas também são novas, pintadas em black piano. O modelo ainda traz um novo rack, do tipo flutuante, além de bancos de couro, volante em couro e tapetes com o emblema Rip Curl. Por lá, a versão chega sempre equipada com o motor 1.6 16v a gasolina que desenvolve 115cv e 15,5kgfm de torque, acoplado a um câmbio manual de 5 marchas ou automático de 6 marchas. Ainda não se tem confirmação da vinda dessa série especial ao Brasil, mas por aqui sempre tivemos os mode

Chevrolet Onix RS chega à Argentina com exportação apenas com câmbio manual de 5 marchas

Imagem
Apresentado em setembro no Brasil, a Chevrolet passou a exportar o Onix RS para a Argentina. Por lá, o hatch recebe o mesmo design do modelo brasileiro, mas sua mecânica possui algumas alterações. Produzido em Gravataí (RS), o Onix chega ao mercado argentino com câmbio manual de 5 marchas, repetindo a mesma mecânica que ele é oferecido por lá. Estranhamente, o Onix argentino usa o câmbio manual de 5 marchas no lugar do modelo de 6 marchas oferecido no mercado brasileiro. A Chevrolet destaca que isso seria por questões de custo, mas oferece também o câmbio automático de 6 marchas, exclusivo das versões mais caras. A versão RS se destaca por trazer visual mais agressivo, com novo para-choque dianteiro, grade e rodas pintadas em preto. O RS traz para-choque redesenhado para que a grade dianteira fique maior, além de trazer saias laterais, spoiler de teto, para-choque traseiro com novo desenho e escapamento com ponteira dupla. Na traseira, ainda é possível ver o logotipo do Turbo, que tamb

Xpeng desembarca na Europa com o G3; primeiro país a receber o elétrico é a Noruega

Imagem
Depois do atraso por conta da pandemia, a Xpeng enfim começou a vender o G3 na Europa. Por lá, o crossover chegou em um lote inicial de 100 unidades, onde todas as unidades já foram vendidas. O G3 está sendo vendido em 28 cidades do país. "As entregas ao clientes nesta semana na Noruega representam um marco importante nas aspirações da Xpeng de se tornar uma marca de EV inteligente verdadeiramente internacional. Nosso lançamento na Europa ocorre no momento em que os consumidores estão mudando em número cada vez maior para um transporte pessoal mais sustentável e em um ponto crítico em que governos em todo o mundo estão intensificando seus esforços de emissão zero. Esperamos ser um impulsionador significativo na aceleração dessa transição." , disse He Xiaopeng, CEO e Presidente da Xpeng. O Xpeng G3 possui um design bem moderno, com inspiração nos modelos da Tesla. Visualmente ele conta com faróis bem compactos e com o logotipo da marca bem destacado na dianteira, em formato de

Chevrolet Tracker começa a ser exportado na China; antigo se mantém em produção na Coreia

Imagem
O Chevrolet Tracker tem dois lados atualmente. A segunda geração e a terceira geração. A terceira geração já é produzida na China e no Brasil. O modelo feito na China na fábrica de Xangai, deve começar a enviar as primeiras unidades do SUV compacto para países da Ásia Central. Nesses países, a Chevrolet ainda vende o Tracker na geração anterior, que é conhecida nos EUA como Trax. As primeiras unidades, cerca de 290, foram enviadas por trem para o Uzbequistão, considerado um dos dez maiores mercados da GM na Ásia. A partir de lá, deve ser enviado unidades para a África e Oriente Médio. Após o Uzbequistão, a Chevrolet deve iniciar a exportação para Cazaquistão, Quirguistão, Tadjiquistão e Turcomenistão também devem receber o novo Tracker. Por lá, o modelo é produzido em joint-venture com a SAIC-GM, que pode ser produzido com motores 1.0 e 1.2 Turbo, da família CSS Prime. Por outro lado, o Tracker norte-americano, o Trax que era feito no México agora passa a vir da Coreia do Sul. A GM con

Ford envia primeiras unidades do Mustang Mach-E para a Europa e desembarca na Noruega

Imagem
A Ford começou a exportar as primeiras unidades do Mustang Mach-E para a Europa. A Ford deu início ao envio do seu novo elétrico para a Noruega, primeiro país a recebe-lo. Produzido no México, o Mustang Mach-E começou a desembarcar por lá no mês de dezembro, onde deve começar a ser entregue aos seus donos no início desse ano. Ele deve ser vendido com motor elétrico de 255cv de potência na versão Select e 282cv de potência na California Route 1. O First Edition e o Premium devem ser equipados com motor de 333cv de potência de tração integral. Por fim, a GT deve ser lançada em 2021 com motor de 465cv de potência e 84,6kgfm de torque, capaz de acelerar de 0 a 100km/h em menos de 3 segundos. O Mach-E terá sempre uma autonomia de 480km, quando equipado com uma bateria de maior capacidade, que será vendido como opcional. A tração deve ser sempre traseira e as versões com tração integral possuem 430km de autonomia. O carro foi desenvolvido com base no Mustang e, por isso, traz um capô longo e

Postagens mais visitadas deste blog

Chevrolet Tracker PcD volta a ser vendido em breve, mas com mudanças de conteúdo

Opel confirma que deve expandir na América do Sul para três novos países

Reestilização do Volkswagen Jetta chega até 2022, com o inédito motor 1.5 TSI

Pré-venda do Jeep Compass 80 Anos Edition, reestilizado, esgota 1.000 unidades em 48h

VW confirma que Jetta 1.4 TSI sai de cena e sedã é vendido apenas com versão GLI

Substituto do Volkswagen Passat e Arteon, ID.7, aparece na China com pesada camuflagem

Fiat deve revelar o Progetto 363 a conta-gotas e surgem mais alguns detalhes do SUV

Nova geração do Volkswagen Polo pode ser baseado na plataforma MQB-A00

Surgem novas imagens do Nissan 400Z, que deve fazer sua estreia em breve

Curiosidades: Os carros mais vendidos do Brasil em 1995!