Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Fim de Linha

Com fechamento da fábrica, Chery Tiggo 3X sai de linha e Arrizo 6 virá importado da China

Imagem
Após a Chery confirmar que vai fechar a unidade de Jacareí (SP) até meados de 2025, a Chery deve ajustar novamente o seu lineup no mercado brasileiro. O Tiggo 3X, produzido na unidade de Jacareí, deve sair de linha. Apresentado no ano passado como um evolução do Tiggo 2, o Tiggo 3X não chegou a fechar um ano de mercado. O SUV subcompacto era a porta de entrada da marca e se destacava por oferecer o motor 1.0 12v Turbo Flex que desenvolve 102/98cv de potência com torque de 17,1/16,8kgfm, acoplado a um câmbio automático CVT, que simula 9 marchas. Segundo a marca, ele acelera de 0 a 100km/h em 14,2 segundos. Ele deve contar com os modos de condução Eco e Sport. Basicamente uma reestilização do Tiggo 2, o 3X trazia um novo design, com novos faróis afilados e com a grade dianteira bem destacada, com acabamento preto e detalhes cromados. Os faróis tinham dois andares, sendo o superior bem afilado e com as iluminações diurnas em LED e os repetidores de seta. Os faróis principais ficam em posi

Chery Arrizo 6 GSX pode estar saindo de linha para abrir caminho para a versão Pro

Imagem
A Chery pode deixar de oferecer o Arrizo 6 na versão GSX, a primeira lançada, em 2020. No site da marca, o sedã médio ainda aparece (e recentemente até recebeu um pequeno apagão do site, como noticiado pelo site Motor1), mas sem ter preços. O sedã parece estar em fim de estoque, restando apenas a versão Pro, lançada no ano passado. Essa é tabelada em R$ 144.990, enquanto o GSX era vendido por R$ 128.490. Curioso notar também que o Arrizo 6 GSX só possui unidades 2021/2022, produzidas ainda no ano passado, enquanto o Arrizo 6 Pro já aparece no site como 2022/2022. Há o porém de o site da marca não ser um dos mais atualizados, por ainda ter Tiggo 2, Tiggo 7 (de geração anterior) e o Arrizo 6 ainda no catálogo. Em comunicado ao site Motor1 Brasil, a Chery respondeu: “A Caoa Chery informa que realiza constantes atualizações no site da marca. O sedã Arrizo 6, versão GSX, continua sendo comercializado normalmente em sua Rede Concessionária, juntamente com a versão PRO. A montadora esclarece

Última unidade produzida do Lamborghini Aventador Ultimae tem imagens reveladas

Imagem
A Lamborghini apresentou as primeiras Aventador Ultimae, que foi vendido junto de uma NFT (token não fungível). A parceria foi feita em parceria entre a Lamborghini, os artistas contemporâneos Krista Kim e Steve Aoki, além da agência de storytelling da Lambo, a Invent Group. “Quando estados mais elevados de consciência encontram tecnologia e design de ponta, vemos beleza elevada em outro nível. No meu sonho Lamborghini NFT, eu imagino meditando em frente a um sublime pôr do sol de Marte com Steve, enquanto ele transforma o som do motor em uma vibração meditativa. Eu não poderia estar mais animado para dar vida a essa visão no carro físico e NFT.”, destacou Kim. “Cada elemento de design deste carro tem um propósito. Ele realmente tem sua própria história e, portanto, eu queria que minha faixa de música refletisse sua energia com alma – a vibração, o espírito e o poder.”, disse o músico Aoki. “A Lamborghini e a comunidade NFT se encaixam muito bem, pois compartilhamos muitos valores. Som

Datsun está oficialmente morta novamente; operação atual durou apenas dez anos

Imagem
E a Datsun virou história pela segunda vez. A marca pertencente ao Nissan Group deixou de existir novamente, depois de dez anos do seu retorno como uma marca. Focando em mercados emergentes, a Datsun não deu certo como esperava a Nissan e nesses dez anos, foram tentativas de fazer com que os modelos tivessem algum êxito nas vendas. Em mercados como na Rússia e países próximos, a Datsun teria modelos com base em carros da Lada, adaptados as necessidades dos consumidores locais. Na Ásia, a Datsun ofereceu modelos de baixo custo, com opções de subcompactos e compactos. Para ser de baixo custo, muitos modelos eram bem espartanos, o que não chamou nenhum um pouco a atenção de uma grande parte dos consumidores. Assim, a Datsun voltou para buscar o fracasso comercial. Neste período, a marca vendeu modelos como redi-Go, Go, Go+, mi-Do e on-Do, a maioria com design de gosto bem duvidoso – principalmente os modelos oriundos de carros da Lada. O modelo mais interessante da linha era o menor deles

Citroën retira de linha, oficialmente, a Grand C4 Spacetourer de linha e marca fim da era Picasso

Imagem
Depois de três bem sucedidas gerações de minivans médias com o nome Picasso (Xsara Picasso e C4 Picasso), a Citroën retirou de cena a sua clássica minivan média de linha, oficialmente. Apesar de ter sido rebatizada em 2018 como C4 Spacetourer e Grand C4 Spacetourer, popularmente ela continuou a ser chamada de C4 Picasso. Por conta das baixas vendas que o segmento de minivan teve nos últimos anos, em favor do SUVs, a minivan foi descontinuada. Em 2019, a C4 Spacetourer, versão de cinco lugares, já tinha deixado o mercado a fim de não concorrer diretamente espaço com o C5 AirCross e agora a Grand C4 Spacetourer marca o fim de linha oficial. Além do C5 AirCross, a Citroën trouxe a station C5 X, que deve ocupar a vaga de modelo familiar da marca. Nos últimos anos, a Grand C4 SpaceTourer já estava longe dos seus melhores dias. Vendeu apenas 10 mil unidades no primeiro semestre de 2021 na Europa, contra as 34 mil unidades do C5 AirCross no mesmo período. Considerado um produto específico, a

Ford Fiesta perde opção de três portas na Europa, por conta da falta de semicondutores

Imagem
Reestilizado no ano passado, o Ford Fiesta agora só será vendido com a carroceria de quatro portas. Isso porque o modelo de duas portas não será mais oferecido na Europa, por conta das baixas vendas e ampla preferência pelos modelos de quatro portas. A informação foi confirmada pelo site Automotive News Europe , que confirmou que o modelo deixará de ser produzido na unidade de Colônia, na Alemanha. Outro motivo do fim de linha dessa variante é que a Ford vem enfrentando a falta de peças como semicondutores e vai focar nas variantes mais vendidas do hatch compacto. De acordo com a Ford ao site, a linha de produção “agilizará ainda mais a linha Fiesta para acelerar a produção”. "Estamos restringindo alguns pedidos do Fiesta devido ao volume de pedidos existentes que temos" , disse um porta-voz da empresa, confirmando ainda o fim do Fiesta 3p. A reestilização trouxe novos faróis dianteiros, que passam a contar com luzes diurnas em Matrix LED em todas as versões, nova grade diant

Volkswagen cogita encerrar a produção do Gol e Voyage antes do previsto por falta de peças

Imagem
A Volkswagen cogita antecipar o fim da produção dos seus veteranos Gol e Voyage. Os modelos devem seguir em linhas nos próximos meses, mas não verão o ano novo de 2023. De acordo com a Volkswagen, em comunicado para a revista Autoesporte, a marca deve seguir a produção dos compactos nos próximos meses, mas o fim de ambos pode acontecer antes de dezembro. A Volkswagen já possui poucos estoques de modelos como Gol e Voyage, que ficaram sem produzir por conta de falta de semicondutores. Com isso, já existem poucos modelos em oferta, mas a chegada da linha 2023 deve fazer com que os modelos continuem mais algum tempo na linha de produção. Até o fim de linha, Gol e Voyage serão vendidos apenas com o motor 1.0 12v MPI Flex, em versão única, mas a revista ainda acredita que o Voyage já se despeça quando a fábrica voltar a produção na linha de Taubaté (SP), que sofre há meses com a falta de peças. Para o Jornal do Carro, que também noticiou o fato, a Volkswagen confirmou que "a informação

Honda Insight sairá de linha em junho e abre caminho para Civic e:HEV na América do Norte

Imagem
A Honda confirmou o fim da produção do Insight com a chegada do Civic e:HEV ao mundo. O Insight, apresentado em 2018 como uma versão híbrida do próprio Civic, agora não possui mais uma função dentro da linha. A última unidade do Insight será produzida em junho, quando a Honda deve mudar o seu foco na produção para o Civic e:HEV. “ Os veículos elétricos híbridos são eficazes na redução das emissões de gases de efeito estufa e são um caminho crítico para a visão da Honda de 100% de vendas de veículos com emissão zero na América do Norte até 2040.  Tornar o líder de volume de nossos principais modelos híbrido-elétricos aumentará drasticamente as vendas eletrificadas na linha Honda, uma estratégia que será aumentada pela chegada de um Civic Hybrid no futuro” , disse Mamadou Diallo, Vice-Presidente de Vendas de Automóveis da Honda na América do Norte. O atual Insight contava com motor 1.5 16v com ciclo Atkinson que desenvolve 109cv e 13,6kgfm combinado com um elétrico de 131cv, que juntos d

Ford Mondeo se despede da linha de produção de Valência, na Espanha, depois de 29 anos

Imagem
Depois de 29 anos na linha de produção, o Ford Mondeo não é mais produzido na Espanha. O sedã grande da marca do oval azul começou a ser produzido em novembro de 1992 e em quatro gerações feitas em Valência, na Espanha. Em toda a Europa, o Mondeo vendeu apenas 12.584 unidades em 2021, um número muito baixo para um modelo que já vendeu tão bem, o que mostra o desinteresse do consumidor por sedãs deste porte, substituídos na preferência por SUVs. O sedã deixou de ser produzido no dia 4 de abril e foi publicada fotos no LinkedIn por um Engenheiro de Produção. De acordo com um Porta-Voz da Ford, em entrevista ao site Autocar, o motivo do Mondeo sair de linha é justamente pela “mudança de preferência do cliente” e que a Ford está “evoluindo nossa gama de veículos de passageiros na Europa para atender às mudanças nas necessidades dos clientes à medida que avançamos para um futuro totalmente elétrico” . Desde o anúncio do fim da produção do Mondeo na Europa, a Ford passou a vender o Mondeo e

Toyota vai fechar gradativamente a fábrica de São Bernardo do Campo (SP), depois de 60 anos

Imagem
A Toyota confirmou que vai fechar a sua fábrica mais antiga m operação no mercado brasileiro, a de São Bernardo do Campo (SP). Primeira fábrica fora do Japão a ser construída pela Toyota, a unidade foi inaugurada em 1962 e atualmente era responsável pela produção de componentes que abastecem a fábrica de motores em Porto Feliz, que servem aos modelos Etios, Yaris e Corolla, além de exportar peças para os EUA, para montagem do motor do sedã Camry. Agora, a fábrica deve ser encerrada e os funcionários serão realocados para as unidades de Sorocaba, Indaiatuba e porto Feliz, todas no interior de São Paulo. A iniciativa tem por objetivo buscar mais sinergia entre suas unidades produtivas e faz parte de seu plano em busca de mais competitividade frente aos desafios do mercado brasileiro e da sustentabilidade de seus negócios no país, destacou a Toyota. A mudança deve começar de forma gradual, a partir do mês de dezembro de 2022, com a conclusão da transferência confirmada para meados de nove

Mercedes-Benz vai matar versão 200 do Classe A Sedan no país; sedã se mantém com 35 AMG

Imagem
A Mercedes-Benz deve diminuir o leque de versões do Classe A Sedan apenas para a versão 35 AMG. O sedã médio lançado em 2019 já custa mais que o dobro de quando chegou ao nosso mercado e ele claramente não tem cacife para concorrer com o irmão Classe C. Custando R$ 292.900, o Classe A Sedan fica muito próximo do Classe C, na faixa dos R$ 350.000, além de ser caro para ser porte médio. A versão 200 deixará de ser trazida ao nosso mercado e só retorna se houver demanda pelo modelo. Ele tinha a produção mexicana, mas a produção foi encerrada por lá e foi transferida para a Alemanha, onde deixou o carro caro por aqui. O Classe A Sedan 200 era vendido motor 1.3 Turbo de 164cv e 25,5kgfm, acoplado ao câmbio automático de dupla embreagem de 7 velocidades. Ele acelera de 0 a 100km/h em 8,1 segundos e atinge a velocidade máxima de 230km/h. O porta-malas tem capacidade de 430 litros. Com o fim de linha da versão de acesso, ele segue com a opção mais esportiva, o Classe A 35 Sedan, que traz o mot

Rolls-Royce encerra pedidos de Wraith e Dawn, que saem de linha oficialmente até 2023

Imagem
A Rolls-Royce confirmou o fim dos pedidos pela dupla Wraith e Dawn. O Wraith, apresentado em 2013 e renovado em 2015, enfim deve sair de linha, enquanto a sua versão conversível, o Dawn, surgiu em 2016. A informação foi confirmada por Torsten Müller-Ötvös, CEO da Rolls-Royce, que disse que os dois modelos não estão mais disponíveis e terão as últimas unidades produzidas ainda neste ano ou até início de 2023, dependendo da fila de espera pelos modelos. O importante é que quem quiser comprar um modelo agora, já não será possível. De acordo com a RR, a dupla não deve ganhar um substituto direto. Mas a informação pode ser um tanto quanto equivocada. Isso porque o Spectre, primeiro elétrico da marca, terá um padrão bem próximo ao Wraith. Tanto o Wraith como o Dawn são movidos pelo motor 6.6 V12 que desenvolve 563cv de potência e torque de 79,2kgfm, acoplado a um câmbio automático de 8 marchas. Toda esta potência é responsável por mover 1560kg e os 5,28 metros de comprimento, capaz de levar

Chery Arrizo 5 segue os passos do Tiggo 2 e também sai de linha oficialmente no Brasil

Imagem
A Chery também deixou de vender oficialmente o Arrizo 5 no mercado brasileiro. O sedã já deixou de figurar no site da marca, ficando apenas a sua versão elétrica, que é importada. O fim de linha do sedã compacto era estimado desde setembro do ano passado. O fim de linha do sedã, inclusive, já deveria ter acontecido há muito tempo. Se analisar os dados de vendas de 2021, o melhor resultado foi em janeiro, quando ele vendeu 116 unidades. Mas as vendas caem constantemente desde dezembro de 2020, quando ele vendeu 173 unidades. O problema do Arrizo 5 é que ele nunca ganhou um protagonismo dentro da própria Chery. Nunca ganhou um comercial e nunca teve um espaço de protagonismo dentro da empresa para poder vingar no mercado. Sua situação ainda complicou ainda mais com a chegada do Arrizo 6, que é maior e trazia equipamentos de série mais interessantes. Na época do lançamento do sedã mais novo, os preços de ambos tinha uma diferença pequena, de fato. Lançado no Salão do Automóvel de São Paul

Volkswagen Gol Last Edition deve ser a série especial de despedida definitiva do hatch

Imagem
A Volkswagen deve desenvolver uma série de despedida para o Gol. O modelo, que deixa de ser produzido no final deste ano na unidade de Taubaté (SP), com produção da série que ocorre entre os meses de agosto a novembro deste ano, de acordo com informações do site Autos Segredos. A produção da série terá uma tiragem limitada de 1.000 unidades. A série de despedida deve ser bem equipada, com todos os opcionais disponíveis, como: vidros elétricos nas quatro, portas, travas elétricas, rodas de liga leve de 15 polegadas, ar-condicionado, direção hidráulica, volante multifuncional com comando do sistema de som e “I-System”, sensor de estacionamento traseiro, sistema de som touchscreen “Composition Touch” com APP-Connect, de acordo com o site. A série também vai contar com adesivos alusivos ao fim de linha, com grandes chances de ser chamada de Last Edition. Todas as 1.000 unidades terão uma cor única e o carro será equipado com o conhecido motor 1.0 12v MPI Flex que desenvolve 84/75cv de potê

Ford EcoSport sairá de linha globalmente em 2023, com o fim na produção na Romênia

Imagem
A Ford confirmou que o EcoSport deve sair de linha também na sua fábrica da Romênia. Recentemente, o EcoSport saiu de linha no Brasil, Índia, Rússia, Tailândia e China, ficando apenas com a Romênia. Por lá, a unidade abastece toda a Europa e que a produção será descontinuada em definitivo. O EcoSport sairá de cena também na unidade de Craiova, sendo a última fábrica no mundo a ainda produzir o SUV compacto. No lugar do EcoSport, a Ford deve passar por um processo de renovação na unidade romena. O EcoSport só sai de linha no final deste ano e a fábrica de Craiova deve produzir elétricos depois disso, com o e-Puma. Além disso, a unidade vai produzir as novas gerações de Transit Courier e Tourneo Courier. O EcoSport feito lá chegou a abastecer cerca de 56 países, especialmente os mercados europeus. Fora dele, foi enviado para Ásia, África e Oceania. Hoje, ele é oferecido basicamente apenas na Europa, onde vendeu cerca de 31.000 unidades em 2021, uma queda frente as 45.000 unidades de 2020

Depois do S60, Volvo mata S90 no Brasil e encerra vendas de sedãs para focar em SUVs

Imagem
Além do fim de linha do S60 ( veja aqui ), a Volvo confirmou o fim da importação do S90 no mercado brasileiro. Na verdade, a Volvo encerrou as vendas dos dois modelos juntos, mas o S90 ainda possui algumas unidades em estoque. Com isso, a Volvo encerra a venda de sedãs no momento, mas não descarta que eles voltem em uma nova geração – com motores elétricos. Por enquanto, a marca quis manter apenas os elétricos XC40 e C40, além dos híbridos XC60 e XC90. Lançado em 2018 no Brasil, o S90 foi um dos primeiros a estrear a nova identidade visual, depois do XC90 e XC60. Ele era equipado com motor é um 2.0 Turbo a gasolina que desenvolve 320cv de potência auxiliando por um elétrico que desenvolve 90cv de potência e um gerador de 50cv ligado ao virabrequim, que juntos entregas 410cv de potência e torque de 65,2kgfm, acoplado a um câmbio automático de 8 velocidades. Com o motor elétrico ele roda 45km. Segundo a Volvo, ele acelera de 0 a 100km/h em 4,9 segundos. Híbrido, ele possuía 4,96 metros d

Ferrari encerra pedidos pela F8 e modelo deve sair de linha depois; 296 GTB substitui

Imagem
A Ferrari confirmou que já não aceita mais pedidos pela dupla F8 Tributo e F8 Spider. De acordo com informações obtidas pelo site Automotive News Europe, Benedetto Vigna, CEO da Ferrari, confirmou que a marca italiana possui uma forte tradição de “carteira de pedidos mais forte de sua história, que já cobre até 2023” . A produção do esportivo segue até entregar todas as unidades aos donos, mas não é mais possível encomendar um modelo. O carro será substituído pelo 296 GTB, apresentado no ano passado. Isso marca, o início, do fim dos motores V8 a combustão na marca. Isso porque a Ferrari deve apostar cada vez mais em modelos eletrificados, mas mantendo os motores V6 e V8. De acordo com Jacopo Marcon, Gerente de Produto da Ferrari, o SF90 Stradale deve seguir como o único motor V8 no futuro, lembrando que ele já é eletrificado. Ainda restam California e Roma com motor 3.8 V8, ainda que numa configuração mais branda, de 620cv – consequentemente menos poluente. O F8 contava com motor 3.9 V

Nissan GT-R sai de linha na Europa por conta das regras de emissões no Velho Continente

Imagem
A Nissan confirmou que o GT-R não será mais vendido na Europa, por conta das regras de emissões de poluentes. Lançado em 2007, a atual geração já conta com 15 anos de mercado e já começa a demonstrar suas limitações de projeto. Esse também não é o primeiro mercado a cancelar as vendas do esportivo, visto que o GT-R também saiu de linha na Austrália. A Nissan confirmou que, com “13 anos após sua introdução na Europa como ícone de alto desempenho automotivo acessível, podemos confirmar que a produção europeia de GT-R terminará em março de 2022 devido à nova União Europeia & Reino Unido devido a regulamentos a partir de 1º de julho de 2021.”, disse a Nissan Reino Unido. A informação foi confirmada também por informações que o site Autoblog Netherlands destacou, dizendo que o modelo já não estava mais disponível em vários países da Europa. Apenas Alemanha e Bélgica ainda mantinham unidades do esportivo no catálogo, mas provavelmente em fim de estoque. A nova geração do Godzilla deve s

Atual Fiat Panda vai se manter em linha até 2026 e conviverá com a nova geração elétrica

Imagem
Apesar de estar desenvolvendo uma nova geração do Panda na Europa, a Fiat confirmou que o Panda atual vai se manter em linha até meados de 2026, fazendo com que a geração atual tenha cerca 15 anos de ciclo de vida. A informação foi confirmada pela Agência Reuters como alternativa para manter os preços dos compactos até os elétricos atingirem um preço mais acessíveis. Os três anos a mais de vida que serão dados ao modelo (visto que o Panda atual sairia de linha em 2023 com a chegada da nova geração) também foi confirmado pelos sindicatos dos metalúrgicos após uma reunião com representantes da Fiat. Feito em Pomigliano, na Itália, o Panda atual foi apresentado em 2011 com inspiração no nosso Uno, lançado aqui um ano antes. Para se manter em linha até o fim da produção do modelo atual, a Fiat vai manter o hatch com o motor híbrido, apresentado em 2020. Essa, aliás, foi a última novidade que o Panda recebeu. A opção de motor híbrido-leve de 48V, que funciona como um alternador/gerador, con

Postagens mais visitadas deste blog

Chery desenvolve a chegada do eQ1 ao mercado brasileiro, candidato a elétrico mais barato

Renault vai trazer 1º lote de 500 unidades do Kwid E-Tech Electric a partir de agosto

Volvo abre pré-venda do novo XC40 Recharge Electric P6, com motor de 231cv, por R$ 309.950

Surgem projeções de como pode ficar o Renault 'StepWay', que estreia no Brasil em 2023

Volkswagen desenvolve um Polo Hybrid com motor eTSI, que chega na reestilização

Com fechamento da fábrica, Chery Tiggo 3X sai de linha e Arrizo 6 virá importado da China

Site confirma a escolha da Fiat para o nome do SUV oriundo do Projeto 376: Fastback

Jeep confirma o lançamento da Gladiator para breve no Brasil; picape terá motor 3.6 V6

Chery fecha fábrica de Jacareí (SP) até 2025, quando retoma produzindo híbridos e elétricos

Porsche Panamera receberá nova geração em 2023 e central antecipa desenho do carro