Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Mercado

Ford tem dois investidores em estágio mais avançado na disputa pela Troller, diz jornal

Imagem
A Troller passou a ser disputada por duas empresas no mercado brasileiro. Depois do anúncio da Ford de parar as suas fábricas de Camaçari (BA) e Taubaté (SP), a Troller deveria ser vendida. A fábrica de Horizonte, no Ceará, ainda mantém a produção pela Ford até 31 de dezembro de 2021. No entanto, a Ford deve conseguir vender a marca e possuem dois interessados em comprar a Troller. Já chegou a ser três interessados, mas uma deve ter desistido. Segundo informações, um dos interessados na compra da Troller é Alexandre Negrão, ex-piloto da Stock Car e contribuinte do automobilismo nacional por ser de uma família que sempre esteve envolvida com o automobilismo. O outro investidor ainda é desconhecido, mas tudo indica que o destino da Troller deve ser definido até o final do ano e manter o emprego de cerca de 500 pessoas na fábrica de Horizonte. "Quatro grupos foram encaminhados. Tenho conhecimento de dois que estão evoluindo, já estão avançando as negociações com a Ford, inclusive com

Huawey também pode desenvolver carro, mas deve pegar "experiência" com a BAIC

Imagem
Não é apenas a Apple e a Xiaomi, a Huawei também deve desenvolver automóveis. A marca de eletrônicos deve se preparar para o investimento em automóveis, segundo informações da Agência Reuters. A agência destaca que possui quatro fontes dentro da Huawei que confirma esse investimento deve ser revelado em breve. Neste momento, a Huawei estaria de olho em uma parceria com duas empresas para ajudá-la no desenvolvimento e produção destes carros. Uma dessas empresas pode ser a Changan e a outra pode ser a BAIC. Até o momento, não existe nada específico que possa confirmar os planos de produção. “Huawei não é fabricante de automóveis. No entanto, por meio de ICT (tecnologia de informação e comunicação), pretendemos ser um fornecedor digital de componentes novos e orientados para o carro, permitindo que os OEMs (fabricantes de equipamentos originais) construam veículos melhores" , disse uma das fontes da agência. O projeto deve ser revelado antes mesmo do final de 2021 e rumores indicam q

Volkswagen Up! aumenta o time de compactos fora de linha, depois de 7 anos no mercado

Imagem
Depois de causar uma revolução no segmento de hatchs subcompactos no mercado brasileiro, o Volkswagen Up! se despediu do Brasil depois de sete anos (duros) de mercado. O hatch chegou em fevereiro de 2014 prometendo muita segurança para um segmento que estava acostumado a ver carros zerarem testes do LatinNCAP. O Up! chegou com cinco estrelas e se tornou um dos carros mais bem construídos do segmento, apesar de um design que dividia opiniões. Sendo um dos primeiros carros do segmento com motor tricilíndrico, o Up! até teve um início de vendas interessante. Ele partia de R$26.900 e chegava aos R$39.390 na época, mas de 2015 em diante começou a cair em vendas. Em 2015 mesmo, recebeu a famosa versão TSI, que deu vários apelidos ao carro e que também fizeram um relativo sucesso de vendas. Em 2017 ele passou por sua única mudança visual, quando já tinha preços entre R$37.990 a R$57.100. Nessa faixa de preços, na época, faziam o Up! se tornar uma opção cara no segmento, visto que ele invadia

Tesla comemora a marca de 1.000.000 de unidades dos compactos Model 3 e Model Y

Imagem
A Tesla confirmou a barreira do 1.000.000 de unidades produzidas de Model 3 e Model Y, os dois carros compactos da marca elétrica norte-americana. Depois do resultado do primeiro trimestre deste ano, a marca disse que os modelos chegaram a 1.074.046 unidades vendidas globalmente. Só o Model 3 responde por cerca de 950.000 unidades, enquanto o Model Y só começou a ser entregue no ano passado. Modelos como Model S e Model X ainda respondem por cerca de 510.000 unidades – e não dá para esquecer o Roadster nesta contagem. Até o final de 2021, a marca espera chegar à marca de 2 milhões de unidades vendidas. Com quatro modelos em seu lineup, a Tesla ainda deve receber a chegada de dois novos carros até o final de 2022: Cybertruck e a nova geração do Roadster. No entanto, o carro deve ajudar a marca a vender mais de um milhão de unidades por ano deve ser o Model 2, que deve ser apresentado entre 2023 e 2024. Vindo na mesma plataforma do Model 3, o hatch pode contar com um motor elétrico com c

Com quase três anos, Nio comemora a marca de 100.000 unidades produzidas na China

Imagem
A Nio comemorou a marca das primeiras 100.000 unidades produzidas na fábrica da JAC-Nio, a Hefei Advanced Manufacturing Center, na China. A marca chegou às 100 mil unidades em apenas três anos de produção, desde de que o primeiro ES8 começou a ser produzido na unidade, em 27 de maio de 2018. A unidade 100.000º foi exatamente um ES8 e desde então a marca ainda apresentou dois novos modelos, o ES6 e o EC6. A Nio ainda apresentou recentemente o sedã ET7, que começa a ser produzido em breve. "Na cerimônia de lançamento, representantes dos primeiros clientes ES8, ES6 e EC6 se juntaram para dar as boas-vindas ao usuário do 100.000º carro NIO à comunidade NIO. Com o 100.000º carro de produção, a NIO atingiu outro marco significativo. Seguindo em frente, a NIO continuará a desenvolver seus recursos de inovação líderes globais, lançar veículos e tecnologias elétricas inteligentes de última geração e oferecer aos usuários uma experiência que supera as expectativas.", disse a marca em c

Nova Fiat Strada chega a marca de 5 meses de fila de espera, que aumenta desde janeiro

Imagem
Parece que a Fiat tem ganhado um problema desde o início deste ano com a falta de componentes para a produção da nova Strada. De acordo com informações, a marca italiana começou o ano com uma fila de espera de 60 a 90 dias, ou seja, de dois a três meses. Depois, em março, passou para uma fila de espera de três a cinco meses. Agora, a Fiat tem uma fila de espera de quatro a cinco meses, ou seja, a fila de espera mais tem aumentado do que a Fiat tem conseguido atender a demanda pela picape. A chegada da linha 2022 da picape deve ocorrer no segundo semestre, quando a Strada deve receber as versões Volcano CVT, Ranch CVT e Ultra CVT, as novas opções topo de linha da picape, que devem aumentar ainda mais a quantidade de filas para a Fiat. A nova Strada é vendida atualmente nas versões Endurance Cabine Simples 1.4, Endurance Cabine Dupla 1.4, Freedom Cabine Simples 1.3, Freedom Cabine Dupla 1.3 e a Volcano Cabine Dupla 1.3. Vale destacar que a Fiat deve manter a Strada atual na versão Workin

Concessionárias da Ford cobram R$200 milhões de indenização da marca norte-americana

Imagem
A Ford, desde que fechou as fábricas de Camaçari, na Bahia, e Taubaté, em São Paulo, vem sofrendo um pequeno abalo que já sabia que deveria passar com essa decisão que pegou a todos de surpresa. Tanto os funcionários e fornecedores destas fábricas, assim como a rede de concessionárias, algumas inclusive que passaram por um pesado investimento de renovação dos pontos de vendas. De acordo com informações do UOL Carros, cada uma das cerca de 163 concessionárias Ford que devem fechar das 283 concessionárias que existiam, querem um ressarcimento de R$200 milhões. Esse dinheiro vem do FAV, o Programa de Aquisição de Veículos Ford. Este programa banca a compra de carros da Ford, pelas concessionárias, para revender os mesmos, sem que seja necessária uma linha de crédito e subsídio parcial de IOF e a não incidência de juros. De acordo com informações, 1% do valor recebido a cada carro vendido é direcionado ao FAV. "Esses R$ 200 milhões são de propriedade dos concessionários e hoje estão r

Novo Audi A3 Sportback e A3 Sedan começam a ser vendidos no segundo semestre

Imagem
A Audi confirmou que as entregas das novas gerações de A3 Sportback e A3 Sedan devem começar no Brasil no segundo semestre deste ano. Os modelos, em regime de pré-venda, começam a ser entregues aos seus donos no segundo semestre, ainda sem uma data confirmada para isso. A dupla deve ser vendida no nosso mercado apenas como importados (da Hungria) e virão com o motor 2.0 TFSI que desenvolve ou 190cv de potência com torque de 32,5kgfm ou 249cv de potência com torque de 37,7kgfm, sempre acoplado a um câmbio automático S-TRONIC de 7 velocidades e dupla embreagem. Ambos contam com um design mais sedutor, elegante e esportivo. Se destacam por ter novos faróis, semelhantes aos do Q3, que passam a contar com sistema LED-Matrix da Audi, além de uma abertura bem fina entre o capô e o para-choque. A grade dianteira passa a ter linhas mais retas e com o mesmo formato do modelo anterior, mas maior. Essa é a única entrada de ar do carro, porque os detalhes das extremidades do para-choque dianteiro s

Citroën confirma fim de linha de C3, AirCross e C4 Lounge; trio sai do site da marca

Imagem
A Citroën enfim confirmou o fim de linha de três modelos. Com o fim de linha já no ano passado, a Citroën agora confirma a saída do mercado do trio com a saída do site da marca. Com isso, C3, C4 Lounge e AirCross deixam de ser vendidos no Brasil. Isso já era uma realidade no ano passado, entre novembro e dezembro. O primeiro a ter tido informações sobre o fim de linha foi o C4 Lounge. Lançado em 2013 no Brasil, o sedã médio francês teve uma trajetória bem tímida no mercado nacional. Seu melhor resultado foi em 2014, quando 9.207 unidades foram vendidas. Desde seu lançamento até o mês passado, foram 31.072 unidades vendidas até abril de 2021. Neste ano, a marca fez uma queima de estoques do sedã, que emplacou 227 unidades neste quadrimestre. Assim como ele, a Citroën deixou de vender a dupla C3 e AirCross. Com vendas bem pequenas e que caíram muito em 2020, a dupla já é bem envelhecida e já caminharia para o seu fim de linha. No entanto, acreditava-se que isso aconteceria apenas em ness

Chery comemora a marca de 20.000 unidades produzidas do Tiggo5X em dois anos e meio

Imagem
A Caoa comemorou a marca de 20.000 unidades do Tiggo5X produzidas na fábrica de Anápolis, em Goiás. O SUV compacto da Chery começou a ser vendido em nosso mercado no final de 2018 e logo assumiu a ponta como o Chery mais vendido do nosso país. Lançado depois de Tiggo2 e Arrizo5, o Tiggo5X foi o terceiro modelo a ser lançado em nosso mercado depois da reestruturação da Chery no Brasil, pelas mãos da Caoa. Atualmente, o SUV compacto é vendido apenas na versão TXS e com preço de R$120.990. Reestilizado no ano passado, o modelo possui 4,33 metros de comprimento, 2,63 metros de entre-eixos, 1,83 metro de largura e 1,64 metro de altura, com porta-malas de capacidade de 340 litros, que pode ser ampliado para 1.100 litros com os bancos traseiros rebatidos. Desenvolvido sobre a plataforma modular T1X, o SUV é equipado com o motor 1.5 16v Turbo Flex que desenvolve 150/147cv de potência com torque de 21,4kgfm para ambos os combustíveis, associado ao câmbio automático de dupla embreagem de 6 march

Caterham passa a contar com uma nova dona, japonesa; marca deve apostar em expansão

Imagem
A Caterham passou a contar com um novo dono. A marca britânica passou por um processo de venda depois de ficar um pouco no ostracismo. No mês passado, surgiu informações de que a marca foi oficialmente vendida para a VT Holdings, importador japonês da marca que atua há 12 anos e que adquiriu a marca por um valor que não foi revelado. A informação foi revelada depois que um documento interno da Caterham fala sobre venda e que, logo em seguida, foi confirmado pela empresa. A mudança ocorreu no dia 31 de março e agora a marca pertence a Kazuho Takahashi, que passa a ser dono de uma das marcas mais famosas quando o assunto são modelos esportivos. O executivo confirmou que a empresa deve receber uma injeção de ânimo para se adequar às emissões de poluentes da Europa. Por enquanto, sabe-se que os modelos Seven devem ser mantidos em produção. “A VT Holdings tem o orgulho de dar as boas-vindas a Caterham no grupo. Não apenas adquirimos um fabricante de automóveis de alto desempenho de renome m

Chevrolet comemora a marca de 150.000 unidades do Cruze, produzidos na Argentina

Imagem
Produzidos desde 2016 na unidade de Rosário, em Santa Fé, na Argentina, a segunda geração de Cruze e Cruze Sport6 chegou à marca de 150.000 unidades produzidas em cinco anos. Responsável por abastecer países como Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai, a fábrica argentina é a única do mundo que ainda segue produzido o hatch e o sedã médio. A unidade de número 150.000º é um Cruze Premier, que deve ser entregue no Brasil. Recentemente, a Chevrolet apresentou a linha 2022 da dupla, que parece ameaçada do fim de linha. A Chevrolet decidiu trocar os para-choques de Cruze e Cruze Sport6 na versão LTZ. O para-choque do Cruze nas versões LT e Premier foi usado no Cruze Sport6 Premier 2021 e o para-choque dianteiro do Cruze Sport6 LT e Premier foi usado no Cruze LTZ. Ainda sem preços definidos, a versão LTZ deve substituir a versão Premier I e a Premier II será vendida apenas como Premier. Ela deve se diferenciar como topo de linha por vir equipada com frenagem automática de emergência, alerta d

Audi comemora recorde histórico de vendas de carros da linha RS no 1º trimestre de 2021

Imagem
A Audi está comemorando a marca história de 273 unidades vendidas de modelos da linha RS no Brasil em apenas três meses de 2021. Esse é o melhor resultado das versões esportivas desde a chegada da Audi em nosso país, em 1994. O recorde anterior era de 2018, quando foram vendidas 226 unidades no primeiro trimestre de algum ano. Com isso, a marca comemorou o fato de ser o primeiro acima das 250 unidades, mesmo num cenário bem complicado que o COVID-19 trouxe para as marcas (as 273 unidades de 2021 mostra quase o dobro de vendas da linha RS em comparação com o ano passado, quando foram 144 unidades. Em 2019 as coisas foram ainda piores, com 129 unidades e o recorde anterior era de 2018, de 226 unidades). De acordo com o Responsável pela Área de Vendas da Audi do Brasil, Daniel Rojas, “nos últimos três anos fizemos a maior renovação tecnológica da história da marca no País. Foram 20 lançamentos até agora, dos quais nove são da linha R e RS. Mesmo em um período atípico em virtude da pandemi

Chery reajusta os preços de Tiggo5X e Tiggo7 e perdem versões de acesso, a T

Imagem
A Chery apresentou novidades para a linha 2022 de Tiggo5X e Tiggo7 no mercado brasileiro. Abrindo caminho para a chegada do Tiggo3X, a marca matou as versões de acesso, a T, dos Tiggo5X e Tiggo7. Com isso, os modelos passam a ser vendidos apenas com a versão TXS, a topo de linha em ambos. Com essa mudança, o Tiggo5X passa a ser vendido por R$120.990, um aumento de R$9.000 em relação ao preço anterior. Além dele, o Tiggo7 passou a ser vendido por R$133.990, aumento de R$4.000 em relação ao preço anterior. As modificações já estão no catálogo dos carros e deve ser a primeira vez que os carros devem ser vendidos em versão única. Recentemente, o Arrizo5 também perdeu duas das três versões e passou a ser vendido apenas na versão RXS. Desenvolvidos sobre a plataforma modular T1X, os SUVs são equipados com o motor 1.5 16v Turbo Flex que desenvolve 150/147cv de potência com torque de 21,4kgfm para ambos os combustíveis, associado ao câmbio automático de dupla embreagem de 6 marchas e suspensão

Ex-CEO de Renault-Nissan-Mitsubishi, Carlos Ghosn, vê chances de saída do grupo no país

Imagem
A briga entre Renault-Nissan-Mitsubishi e Carlos Ghosn parece que não acabou ainda. De acordo com o ex-Presidente da aliança, onde ocupou o cargo por muitos anos, foi preso em 2018 por acusações de fraude financeira, uma história que não parece estar bem contada até hoje. Depois de salvar a Nissan da falência, o executivo fugiu da sua prisão domiciliar entre 2019 e 2020, quando foi ao Líbano. Em entrevista à revista VEJA , Ghosn disse que acredta que a Aliança Renault-Nissan-Mitsubishi pode não durar muito tempo no país, pela maneira que está sendo gerida. Na sua visão, o gerenciamento das marcas no país se demonstrou bem frágil na região durante a pandemia do COVID-19, da qual ainda estamos mergulhados. Ghosn acredita que marcas como Toyota e Volkswagen são as marcas que mais conseguirem gerir bem a gestão nacional das operações. Nas falas de Ghosn, “os mais fracos vão sair do Brasil, o que sempre acontece em grandes crises. Dentre os mais fracos, cito a Aliança porque para competir n

Stellantis confirma que quer triplicar a venda de eletrificados e aposta em hidrogênio

Imagem
A Stellantis confirmou que quer triplicar a venda de carros eletrificados nos próximos anos. Por meio de John Elkann, Presidente da Stellantis, disse que quer triplicar a venda de eletrificados, em especial os modelos elétricos. A meta é vender 400.000 unidades ainda em 2021, por meio de todas as marcas da ex-PSA e ex-FCA. Em 2020, foram 139 mil unidades de modelos eletrificados vendidos globalmente. Para chegar a essa marca, o grupo confirmou que deve expandir a oferta de modelos híbridos e elétricos em todo o mundo, sendo que 11 modelos estão previstos para serem apresentados ainda neste ano. Até meados de 2025, o grupo deve contar com versões eletrificadas para todos os modelos de todas as marcas. Para alcançar esses números, a Stellantis ainda confirmou que deve estudar outras tecnologias de eletrificação, como a célula de combustível de hidrogênio. O grupo estuda desenvolver a tecnologia, considerada ideal para modelos comerciais leves. Em parceria com a Faurecia e Symbio, a Stell

Volkswagen deve comprar créditos da Tesla na China para não pagar multa por emissões

Imagem
A Agência Reuters confirmou que a Volkswagen mais uma vez deve precisar dos remanescentes dos créditos da Tesla na China para não pagar multas sobre as emissões de poluentes. Ainda sem uma confirmação por conta da Volkswagen, a Reuters destacou que a informação foi revelada por fontes anônimas ligadas á Volkswagen. Isso porque a marca alemã não confirmou e se recusou a comentar sobre o assunto. De acordo com a Reuters, "o primeiro do tipo a ser relatado entre as duas empresas na China" . Enquanto a Volkswagen ainda confirmou que deve passar por um grande processo de eletrificação, há ainda muitos modelos que ainda possuem motores mais velhos e que são poluentes. E a Volkswagen possui uma dificuldade por conta das duas joint-ventures na China, o que faz com que a marca tenha que criar modelos gêmeos para vender nas duas joint-ventures, em alguns casos. Atualmente, a Volkswagen conta com algumas versões elétricas de alguns carros, enquanto a marca vende atualmente apenas a dupl

Renault Captur passa a ser vendido apenas em versão única, antes da reestilização

Imagem
Última novidade apresentada pela Renault para o Captur, em 2019, a versão Bose passa a ser a única opção disponível para o SUV compacto até ele ser reestilizado em nosso mercado. Por aqui, o Captur Bose deve ser vendido apenas com o motor 1.6 16v SCe Flex que desenvolve 120/118cv de potência com torque de 16,2kgfm, acoplado a um câmbio automático CVT. A principal novidade da versão fica por conta do próprio nome dela, ou seja, o sistema de som, da Bose, com sete alto-falantes e um amplificador.  Há tweeters de 25mm com ímã de neomídio no painel dianteiro, woofers de 165mm nas portas dianteiras e alto-falantes de 130mm com ímã de neomídio nas portas traseiras, além de um subwoofer de 150x230mm, também com ímã de neomídio e tecnologia exclusiva BOSE Fresh Air Subwoofer no porta-malas, em posição que não diminui o espaço para bagagem. Na época, essa versão foi lançada por R$95.990 mas é vendida hoje por R$113.990. Vale destacar que o Captur deve ser reestilizado em junho, quando ele deve

Postagens mais visitadas deste blog

Reestilização do Volkswagen Jetta chega até 2022, com o inédito motor 1.5 TSI

Chevrolet lança a linha 2022 da S10, com duas opções de motor Flex; parte de R$156.890

Chevrolet Tracker PcD volta a ser vendido em breve, mas com mudanças de conteúdo

Volkswagen revela mais informações sobre a linha ID e VAG terá nova bateria

Chery convoca recall de Arrizo5, Tiggo5X e Tiggo7 no Brasil com defeito no motor 1.5 Turbo

Citroën "C2 AirCross/C3/C3 Sporty" deve ser apresentado no próximo dia 20 de maio

Citroën confirma fim de linha de C3, AirCross e C4 Lounge; trio sai do site da marca

Lançado há quatro anos, Seat Ibiza também ganha reestilização de meia-vida na Europa

Chevrolet comemora a marca de 150.000 unidades do Cruze, produzidos na Argentina

Volkswagen Up! aumenta o time de compactos fora de linha, depois de 7 anos no mercado