Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Stellantis Group

Futuros lançamentos de Fiat e Jeep terão adesivo da ConnectCar como item de série

Imagem
A Stellantis confirmou um novo passo para a conectividade dos seus carros, com o ConnectCar. A partir de Jeep Commander e Fiat Pulse, os últimos lançamentos do grupo, todo lançamento da Fiat e Jeep virá com o ConnectCar como um item de série, com o cartão Cart instalado no para-brisa. Assim, o benefício vai permitir que os consumidores possam ter acesso a diversos itens de vários segmentos como alimentação, pagamento, estacionamento e carregamento elétrico. “Nosso objetivo é proporcionar experiências únicas aos nossos clientes, facilitando ao máximo o dia a dia de cada um deles com muita inovação e conveniência. Hoje, anunciamos o nosso mais novo parceiro, a Zapay, que permite os pagamentos de taxas, impostos e multas pelo Cart, parcelando em até 12 vezes. É agilidade integrada à nossa plataforma. Além disso, a segunda fase da parceria com a ConectCar possibilitará maior praticidade aos usuários durante a utilização dos veículos” , destaca Gustavo Delgado, responsável pela implantação

Stellantis e Samsung fecham parceria para criar e produzir baterias nos EUA em 2025

Imagem
Depois de fechar uma parceria com a LG, a Stellantis terá uma parceria também com a Samsung, para o desenvolvimento de baterias para seus carros elétricos. A parceria foi com a Samsung SDI, onde a Stellantis e a Samsung assinaram um memorando para a produção de células e módulos de baterias na América do Norte. Com produção começando a partir de 2025, a produção terá uma capacidade anual de 23gWh, com possibilidade de ampliar essa capacidade para 40GWh. “A implementação das plantas de baterias anunciadas nos permitirá ser muito competitivos e nos tornarmos líderes no mercado norte-americano de veículos elétricos. Nossa estratégia de trabalhar com parceiros renomados nos permitirá ganhar velocidade e agilidade para projetar e fabricar veículos elétricos seguros, acessíveis e confiáveis, que atendam perfeitamente às demandas de nossos clientes. Gostaria de agradecer a todas as equipes que estão trabalhando neste investimento estratégico para o nosso futuro” , disse Carlos Tavares, CEO da

Motor 1.3 8v Firefly Flex da Stellantis fica mais fraco para atender padrões do Proconve L7

Imagem
Após apresentar o Pulse, a Fiat revelou que o motor 1.3 8v Firefly Flex vai perder potência para se enquadrar no Proconve L7, que entra em rigor a partir de 2022. O motor 1.3 8v é atualmente usado em outros modelos da Fiat, como Argo, Cronos e Strada, que também vão ficar um pouco mais fracos para 2022. De acordo com a Fiat, o motor vai passar de 109/101cv de potência com torque de 14,2/13,7kgfm para 107/98cv de potência e 13,7/13,2kgfm. Por enquanto, esse ajuste será necessário para os carros equipados com o câmbio manual de 5 marchas ou com câmbio automático CVT, ou seja, afeta até mesmo os modelos com câmbio manual já na virada do ano. No entanto, é válido lembrar que Argo, Cronos e Strada vão receber o câmbio automático até o ano que vem. O Pulse ainda será vendido com o inédito T200, o motor 1.0 12v Turbo 200 Flex desenvolve 130/125cv de potência (Etanol/Gasolina), com torque de 20,4kgfm com ambos os combustíveis, disponíveis a partir de 1.750rpm. O motor conta com um wastegate el

Citroën C3 será o primeiro de três modelos com base CMP que serão produzidos em Porto Real

Imagem
A Citroën revelou informações sobre o desenvolvimento do novo C3 para chegar ao Brasil em 2022. O modelo será o primeiro a vir com a plataforma modular CMP, que será o primeiro automóvel com essa base a ser produzido em Porto Real (RJ). A Commom Modular Platform (CMP) pode ser usada em veículos dos segmentos B e C (compactos e médios), usando componentes novos como suspensões, componentes elétricos e eletrônicos e até o powertrain. E todas essas definições, baseadas na plataforma do veículo, garantem sua performance, dirigibilidade, conforto, estabilidade e segurança, por exemplo. “Os produtos fabricados em nossas diferentes e modernas plataformas são complementares e distintos. A Stellantis está na vanguarda quando falamos em tecnologia no mundo e na América Latina isso não é diferente. Temos excelentes estruturas, equipamentos, laboratórios, espaços para realizar todos os tipos de testes previstos no desenvolvimento de um veículo. Tudo isso com equipes altamente capacitadas para cond

Stellantis e LG se unem para criar e produzir células e módulos para baterias nos EUA

Imagem
A Stellantis confirmou uma parceria com a LG Energy Solutions para o desenvolvimento dos seus futuros carros elétricos. Ambas as empresas terão uma joint-venture para produzir módulos e células de baterias para elétricos na América do Norte. A parceria vai fazer com que as empresas construam, juntas, uma fábrica com capacidade anual de 40GWh ao ano, que vai começar a produção em meados de 2024. Na América do Norte, a Stellantis espera que 40% das vendas sejam de modelos elétricos em 2030. A fábrica vai abastecer as fábricas da América do Norte e Central. "O anúncio de hoje é mais uma prova de que estamos implantando nosso agressivo roteiro de eletrificação e estamos cumprindo os compromissos que fizemos durante nosso evento do EV Day em julho. Com isso, determinamos agora a próxima 'gigafactory' que chega ao portfólio da Stellantis para nos ajudar a alcançar um mínimo total de 260 GWh de capacidade até 2030. Quero agradecer calorosamente a cada pessoa envolvida neste proj

Jeep e Citroën terão maior sinergia no futuro, destaca executivo em entrevista na Índia

Imagem
A Stellantis se uniu recentemente e as marcas ainda parecem um tanto quanto em seus planos iniciais de cooperação. Entre as marcas dos antigos grupos FCA e PSA, Jeep e Citroën parecem que vão contar com uma maior sinergia, pelo menos na Índia. Por lá, a Jeep tem conquistado resultados muito bons com o Compass e é bem possível que Jeep e Citroën possam compartilhar setores como finanças, cadeia de suprimentos, logística, depósitos de peças e outras sinergias a fim de reduzir os custos de produção, simplificando processos e agilizando o desenvolvimento de novos projetos. “Nossa abordagem sempre foi não ser um dinossauro ou querer algo grande. Precisamos primeiro executar e provar, e então seguir em frente. Precisamos permanecer humildes na Índia. São muitas as hipóteses e não estamos falando apenas da Índia” , destacou Roland Bouchara, CEO da Stellantis na Índia, ao Autocar Índia . Além disso, é esperado que Jeep e Citroën tenham uma maior relação quando o assunto for compartilhamento de

Maserati transfere sua produção de Grugliasco para Turim, de onde fazia Ghibli e Quattroporte

Imagem
A Stellantis confirmou que vai transformar a fábrica de Turim, na Itália, em um centro de veículos elétricos. O grupo ítalo-franco-americano vai produzir automóveis com uma nova plataforma para a produção apenas de carros elétricos. Com isso, a produção dos modelos da Maserati será transferida de Grugliasco para Turim, onde Ghibli e Quattroporte serão realocados. Os 1.100 funcionários da fábrica também vão ser realocados, visto que as fábricas estão distantes apenas em 4km. Assim, a unidade de Grugliasco passa a produzir apenas componentes. A fábrica de Turim deve passar a produzir apenas modelos eletrificados a partir de 2025, ou seja, a produção dos modelos da Maserati, como conhecemos, será por pouco tempo. Com isso, marca o fim da produção de automóveis em Grugliasco, o que vai diminuir os custos de produção nas fábricas existentes. Também conhecida como Mirafiori, a fábrica de Turim vai passar a produzir também um novo modelo em breve. O Maserati Grecale será feito na unidade, que

Stellantis comemora liderança na Argentina e no Brasil, respondendo por 1/3 das vendas

Imagem
A Stellantis tem comemorando a liderança do mercado na região da América do Sul, mais precisamente em dois dos seus principais mercados: Brasil e Argentina. Só em setembro, a Stellantis vendeu 44.964 unidades no Brasil atingindo 31,4% do mercado, quase 1/3. No acumulado do ano, as vendas são de 485.525 unidades, com 32,9% de mercado. Destaque para a Fiat trada com 85.386 unidades. Na Argentina, a Fiat também é líder de vendas, com destaque para o Cronos, que responde pela liderança de vendas no mercado. A Stellantis fechou, na Argentina, a liderança também, com cerca de 9.000 emplacamentos no mês de setembro, com 30,5% de participação no mercado vizinho. O acumulado do ano conta com 82.500 unidades vendidas do grupo, com 28,7% de mercado. Voltando da fronteira, a Fiat respondeu por 29.027 emplacamentos e 20,40% de mercado, a Jeep teve 8,01% de mercado com 11.408 unidades e a Peugeot respondeu por 2.475 unidades, com 1,74% de mercado. Já a Citroën teve 1.861 unidades e 1,31% de mercado.

Entre 2022 a 2026, Alfa Romeo terá uma estreia por ano, garante executivo em entrevista

Imagem
Se hoje a Alfa Romeo parece esquecida com apenas Giulia e Stelvio, a marca possui um plano intenso de lançar um novo modelo até meados de 2026. O plano vai começar em 2022 com o lançamento do Tonale e terá outros quatro lançamentos para 2023, 2024, 2025 e 2026. Com isso, se ninguém sair de linha (ou se essas mudanças não incluírem Giulia e Stelvio), a Alfa Romeo terá, em seis anos, um portfólio que passou de dois carros para sete carros. A informação foi confirmada pelo CEO da Alfa Romeo, Jean-Philippe Imparato para a Agência Reuters. Até 2027, a Alfa Romeo também confirmou que será puramente eletrificada, sendo com modelos híbridos ou elétricos. Todos os lançamentos entre 2022 a 2026 já sairão da linha de produção com algum tipo de eletrificação. Com o lançamento do Tonale em 2023, a Alfa Romeo pode ter um substituto do MiTo em 2023, que será um SUV abaixo do Tonale, conhecido internamente como Alfa Romeo Brennero. Este será o primeiro Alfa Romeo com motor elétrico. Entre 2024 a 2025

Fiat revela os detalhes do motor 1.0 12v Turbo Flex, o mais potente do país, para o Pulse

Imagem
A Stellantis enfim encerrou o mistério que cercava o motor 1.0 12v Turbo Flex que desenvolve para estrear no Pulse. O motor em questão é fundamental para o grupo nos próximos anos, visto que estará em uma série de novos modelos. Chamado de T200, o motor Turbo 200 Flex desenvolve 130/125cv de potência (Etanol/Gasolina), com torque de 20,4kgfm com ambos os combustíveis, disponíveis a partir de 1.750rpm. O motor conta com um wastegate eletrônica, da injeção direta de combustível e do exclusivo sistema MultiAir III, que possibilita um controle mais flexível e eficiente das válvulas de admissão. O motor é aliado a um câmbio automático CVT que simula 7 marchas. Segundo a Fiat, ele acelera de 0 a 100km/h em 9,4 segundos. O consumo será de 12km/l na cidade e 14,6km/l na estrada, quando abastecido com gasolina. O câmbio CVT ainda vai operar de três modos diferentes. O modo Automático, que se ajuste conforme o modo de condução do motorista, e alia performance sem comprometer a eficiência e confo

Peugeot confirma avanço de 146% nas vendas no acumulado de 2021, com 20 mil unidades

Imagem
A Peugeot registrou um crescimento de 146% no acumulado do ano de 2021 em relação ao mesmo resultado de 2020. De acordo com a marca francesa, foram 19.981 unidades vendidas até setembro de 2021, atingindo o dobro de participação de mercado que conquistou em todo 2020. Só em setembro de 2021, quando a Peugeot vendeu 2.475 unidades, isso já representa um crescimento de 95% em relação à setembro de 2020. Mesmo quando comparado a um resultado pré-pandemia, de 2019, a Peugeot já conta com um crescimento de 26,6% no acumulado, quando vendeu 15.788 unidades. “Os expressivos resultados mensais e constante crescimento, mesmo em um mês desafiador, comprovam os esforços realizados para seguir com nosso plano de crescimento da marca em solo brasileiro. Além dos excelentes produtos oferecidos, o extenso trabalho de fortalecimento da rede de concessionários e qualidade de atendimento também contribuem para esses resultados” , afirma Cristiano Bandeira, Diretor Comercial da Peugeot Brasil. Só o novo

Citroën comemora crescimento de 52% no acumulado do ano, mesmo em período difícil

Imagem
A Citroën comemorou mais uma vez o seu crescimento no mercado brasileiro. Após o resultado de setembro de 2021, quando vendeu 1.861 unidades. No acumulado do ano, a marca francesa fechou com 15.629 unidades, um crescimento de 52% em relação ao mesmo período do ano passado. Apenas em setembro, a Citroën registrou um crescimento de 84% em relação ao mesmo período de 2020, quando vendeu menos de 1.000 unidades. A Citroën já conta com uma participação de mercado que chega a 1,3% de Market Share, o dobro do resultado do ano passado. Apesar de contar apenas com o C4 Cactus como automóvel, foi justamente ele o responsável pelo crescimento da Citroën. Em comparação ao mesmo período de 2020, o Cactus já cresceu 73% nas vendas, chegando a 12.816 unidades de janeiro a setembro de 2021. Além dele, Jumpy e Jumper vem crescendo de maneiras diferentes. O Jumpy tem crescido mais no mercado, com 2.341 unidades, aumento de 134% nas vendas em relação ao mesmo período acumulado de 2020. Por ser importado

Stellantis confirma layoff em Betim (MG), na fábrica da Fiat, e afeta 1.800 funcionários

Imagem
A Stellantis confirmou que a fábrica de Betim (MG) deve paralisar por tempo determinado. Por conta da falta de semicondutores, essa será a primeira vez que a Fiat deve paralisar a produção neste ano. O que tinha ocorrido nos últimos meses era a diminuição no ritmo de produção. Com isso, a Stellantis deve colocar cerca de 1,8 mil funcionários em layoff a partir do dia 4 de outubro. Esses funcionários ficarão em layoff por cerca de três meses e afeta principalmente o turno da noite de uma linha de montagem e os carros afetados não foram revelados. Atualmente, a fábrica de Betim é responsável pela produção apenas de modelos da Fiat, como Mobi, Uno, Argo, Doblò, Fiorino, Grand Siena e a Strada. Em breve, vai começar a produção do Pulse. A unidade ainda possui a fábrica de motores da linha Firefly, nas versões aspirada e Turbo. “A medida é uma decorrência do impacto da crise sanitária e de suas consequências sobre a economia, que agravaram a escassez global de insumos, notadamente de compon

Peugeot Partner pode receber uma nova geração com produção em El Palomar, em 2022?

Imagem
Com o fim da produção de uma série de modelos envelhecidos no Brasil por conta do Proconve L7, com as novas regras de emissões e ruídos, válidas a partir de 1º de janeiro de 2022, deve provocar o mesmo efeito da obrigatoriedade dos airbags e ABS em carros a partir de 2014, que fez uma série de modelos sair de linha em 2013, como Fiat Mille e Volkswagen Kombi. Agora, o mercado deve se despedir de modelos envelhecidos, lançados entre o final dos anos 1990 e início dos anos 2000, além de alguns projetos até mais novos, com cerca de uma década de idade. Um dos modelos que pode se despedir é o Peugeot Partner, lançado originalmente em 1999 no Brasil. Com um anúncio de que a Stellantis deve renovar o Fiat Doblò e fazer ele ser produzido na Argentina a partir de 2022, acionou um: “Peraí”, como diz os vídeos de meme no Instagram. Se a Stellantis vai criar uma nova geração do Fiat Doblò, é bem provável que a Citroën e a Peugeot tenham as novas gerações de Berlingo e Partner. E, se formos analis

Mercedes-Benz e Stellantis vão se unir para desenvolver baterias, junto com a TotalEnergies

Imagem
A Mercedes-Benz confirmou uma parceria inédita com a Stellantis e a TotalEnergies para o desenvolvimento de uma joint-venture, chamada de Automotive Cells Company (ACC). Cada uma das três empresas terá 33% das ações e a transação ainda depende de aprovações de cada grupo. O deve investir 1,2 bilhão de euros no empreendimento, passando de 48GWh para 120GWh até 2030. Ainda não se tem informações de quanto que deve ser investido por cada marca, mas o investimento total será de 7 bilhões de euros. A primeira fábrica deve ficar com a unidade de Douvrin, no norte da França, que começa a produzir baterias a partir de 2023. Depois, a joint-venture terá uma nova fábrica, em Kaiserlautern, na Alemanha. Toda a produção vai abastecer o mercado europeu, a princípio. Ao que já tinha sido confirmado antes, a Daimler tinha planejado investir 40 bilhões de euros até 2030 nos carros elétricos, construindo um total de oito fábricas no total, espalhadas pelo mundo. O objetivo é conseguir atender a demanda

Stellantis confirma investimento de 35 bilhões para criar novos carros elétricos até 2025

Imagem
A Stellantis confirmou um investimento massivo para o desenvolvimento de carros elétricos em todo o mundo. O grupo estabeleceu uma meta de 40% das vendas da Stellantis nos Estados Unidos até 2030 e o grupo vem apostando na aceleração do desenvolvimento dos seus carros. O investimento de US$35 bilhões, anunciado em entrevista no Automotive News , deve ser todo investido até 2025. Os recursos estão especificamente relacionados a esforços de eletrificação que são futuros, assim como tecnologias de software para veículos elétricos. A Stellantis confirmou ainda as suas quatro plataformas serão essenciais para o grupo ser mais rentável, com autonomias entre 500km a 800km. Em agosto, a Stellantis confirmou que terá 20 novos modelos eletrificados. Dez desses carros devem ser completamente elétricos e os outros dez devem ser híbridos. Esses híbridos podem ser tanto HEV (híbrido) como PHEV (híbrido plug-in). Destes, são 10 carros apenas elétricos, 9 modelos apenas com motor híbrido plug-in e um

Fiat terá motor 1.0 12v Turbo Flex com 130cv e batismo será T200; SUV estreia em novembro

Imagem
A Fiat deve apresentar o Pulse dentro de algumas semanas. Com o lançamento previsto ainda para este ano, o SUV subcompacto da marca será o responsável por estrear um novo motor dentro da Stellantis. Trata-se do motor 1.0 12v Turbo Flex, que deve ser conhecido como T200. A opção de motor será usada por uma série de modelos nos próximos anos, de carros não só da Fiat, mas também Jeep, Peugeot e Citroën. O conjunto deve render 130cv de potência e torque de 20,4kgfm, quando abastecido com etanol. Com gasolina, a faixa de torque deve ser a mesma, assim como aconteceu com o motor 1.3 16v Turbo Flex, que hoje equipa Fiat Toro, Jeep Compass e Jeep Commander. A informação da potência desse motor veio da revista Quatro Rodas , que confirmou a cavalaria. Com isso, ele se torna o 1.0 Turbo mais potente do mercado, ultrapassando os 128cv da Volkswagen. O motor será acoplado a um câmbio automático de 6 marchas ou CVT. Já o motor 1.3 8v Firefly Flex vai desenvolver os mesmos 109/101cv de potência com

Jeep quebra novo recorde de vendas e Market Share em agosto, com 8,5% de mercado

Imagem
A Jeep confirmou que bateu seu novo recorde de vendas no mercado brasileiro. Desde a chegada ao mercado como uma marca nacional, com produção em Goiana (PE), a Jeep vem crescendo no país e agosto de 2021 foi o terceiro mês seguido que a Jeep registrou um recorde de participação de mercado na indústria. Em junho a marca atingiu 8% de mercado, depois subiu para 8,3% em julho e 8,5% em agosto. Só no mês passado foram 13.552 unidades. Entre os SUVs, a marca garantiu 23% de Market Share em apenas um mês e no acumulado do ano já possui 23,4% de participação no segmento. Além disso, a Jeep comemorou que a dupla conseguiu emplacar 6.820 unidades do Compass e 6.710 unidades do Renegade, fazendo com que os modelos fossem quarto e sexto mais vendidos do país no mês. “Ser líder não exige esforço apenas para conquistar o primeiro lugar, mas, principalmente, para se manter nessa posição. Estou muito contente pelos resultados que temos conquistado mês a mês e pelos recordes que temos quebrado continu

Peugeot cresce 156% nas vendas em oito primeiros meses de 2021, com novo 208

Imagem
A Peugeot confirmou um novo bom resultado de vendas em um mês de mercado. A marca fechou agosto com 2.463 unidades, chegando a 1,55% de Market Share no mês. Com o resultado, a Peugeot chegou a 17.503 unidades no acumulado do ano, chegando a 1,32% de participação no mercado. A francesa comemorou que em relação ao mesmo período do acumulado do ano passado, a Peugeot cresceu 156% nas vendas, quando foram 6.853 unidades vendidas. Se for comparar os oito primeiros meses de agosto contra os doze meses de 2020, a alta já é de 34%, depois da marca já superar o volume de vendas maior que todo o 2020 em julho. Comparado com 2019, quando a pandemia ainda não tinha afetado as vendas como no ano passado, o crescimento é de 23%, quando a marca vendeu 14.262 unidades. O maior destaque da Peugeot no período é o 208, chegando a 7,6% de participação no segmento acima de motor 1.0 e chegando a 8.909 unidades no acumulado do ano. Já o 2008 segue como segundo carro mais importante, com 5.047 unidades vendi

Postagens mais visitadas deste blog

Nova geração da Ford Ranger é vista novamente em flagrante que revela mais da dianteira

Jeep Compass possui fila de espera até 2022 pra algumas versões por falta de semicondutores

Sem nenhum emplacamento, Jeep Commander já possui longa fila de espera de até 6 meses

Peugeot inicia pré-produção do SUV cupê 4008 na Europa, na fábrica de Mulhouse, na França

Fiat Pulse Abarth está em desenvolvimento e será apresentado em 2022, de acordo revista

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

BYD também testa o D1 no Brasil, que pode ser o quinto lançamento da marca para 2022

Nova geração do BMW Série 3 chega em 2025, com opção de motor puramente elétrico

Jeep Renegade 2023 não vai ganhar novo painel, mas terá novo volante e cluster digital

Chevrolet Onix ainda tem complicações com a produção para atender a demanda do cliente