Postagens

Mostrando postagens com o rótulo IPI

Governo Federal baixa IPI para comerciais leves, como picapes e furgões no Brasil, até 2026

Imagem
O Governo Federal sancionou um decreto, o Decreto 11.055, de 28 de abril de 2022, e publicado no Diário Oficial da União, dizendo que passou a valer, desde o dia 1º de maio, uma redução da alíquota de IPI para comerciais leves. O decreto amplia a redução do IPI para diversos setores em 35% e que entre os veículos, trouxe uma conta menor de imposto para picapes e comerciais leves de até 5 toneladas de Peso Bruto Total (PBT). Isso deve fomentar a economia de empresas, que buscam a troca dos seus veículos/frotas. Com isso, a alíquota do IPI deve baixar de 6,52% para 5,2%, de acordo com a Consultoria Bright Consulting. Isso deve promover uma redução nos preços de até 2,59% em comparação com os preços praticados em abril. Vale destacar que o imposto sobre esses modelos era de 8% no início do ano, passou para 6,52% e agora está em 5,2%. "Outra mudança consistiu no arredondamento de alíquotas em duas casas decimais. Com essa última alíquota, os preços desses veículos podem ser reduzidos

BYD também diminui os preços do Tan por conta do IPI menor no país, em até R$ 13.000

Imagem
A BYD confirmou que o Tan também está mais em conta por conta da redução de IPI. Ele ficou R$ 13.000 mais em conta, passando de R$ 487.590 para R$ 474.618 ou por R$ 515.890 em seu preço sugerido. O Tan é um SUV com 4,870 metros de comprimento, 2,820 metros entre os eixos, 1,950 metro de largura e 1,725 metro de altura. Ele ainda possui porta-malas de 235 litros com sete lugares, 940 litros de capacidade com cinco lugares ou 1.655 litros de capacidade com as duas últimas fileiras rebatidas. O peso do SUV, por ser elétrico, tem 2.479kg. Na mecânica, ele conta com baterias chamada de 'Blade Battery' – células de lítio-ferro-fosfato (LFP), mais finas e com células de energia de 800A. Equipado com uma bateria de 86,4kWh, o Tan pode ser recarregado de 30% a 80% em apenas 30 minutos em uma corrente contínua de 110kW. Quando chega a 10%, surge no painel uma mensagem de alerta para você carregar o carro. Essa bateria permite autonomia para percorrer distâncias de 437km, segundo dados PB

MINI também diminui os preços de Cooper e Countryman entre R$ 1.400 a R$ 2.700

Imagem
Assim como aconteceu com a BMW, a MINI também diminuiu seus preços por conta do IPI 25% menor em nosso mercado. Os modelos da marca premium inglesa ganham preços que vão de R$ 1.400 a R$ 2.700 mais em conta pelo imposto menor. Começando pelo Cooper, o hatch compacto ficou entre R$ 1.400 a R$ 2.200 mais barato, começando em R$ 228.290 e chegando aos R$ 287.790. Dentro desses preços, a MINI oferece uma gama de versões de oito. Com motor elétrico, o hatch inglês começa em R$ 248.590 e vai até R$ 283.390. Com o esportivo JCW, o Cooper é vendido por R$ 287.790, que ficou R$ 2.200 mais barato, sendo a versão que mais barateou com o imposto menor. No caso do Countryman, o SUV compacto viu seus preços caírem entre R$ 2.000 a R$ 2.700. Com isso, ele começa em R$ 272.990 e vai até os R$ 347.290. A MINI não revelou informações do preço da Clubman, que não aparece na lista e mais no site da marca, indicando que o estoque do modelo atual pode ter acabado. Confira abaixo a tabela de preços da marca

BMW também reduz os preços dos seus carros por conta do IPI em até R$ 14.000 no país

Imagem
A baixa do IPI proposta pelo Governo Federal, em 25%, ainda segue rendendo novas tabelas de preços no mercado brasileiro. E isso também aconteceu com a BMW, que viu o preço dos seus carros estabilizarem ou ficarem mais baratos entre R$ 1.000 a R$ 14.000, sendo o menor reajuste das marcas premium. O Série 1 baixou em R$ 2.000 e agora o hatch começa em 290.950. O Série 2 Gran Coupé também ficou R$ 2.000 mais em conta e começa em R$ 300.950, mas a versão M235i do sedã cupê não viu seus preços diminuírem. O Série 3, best-seller da marca, viu seus preços caírem entre R$ 2.000 a R$ 10.000, dependendo da versão. Com isso, os preços começam em R$ 296.950 a R$ 845.950. Os modelos M3 foram os que mais baratearam entre R$ 9.000 a R$ 10.000. A linha Série 4 não ficou mais barato. O Série 5 ficou R$ 3.000 mais barato e parte de R$ 446.950. O X1, outro modelo bastante importante para a marca, viu os preços ficarem R$ 2.000 mais barato em todas as versões, ficando de R$ 285.950 a R$ 325.950. O X3 est

Audi reduz preços de quase toda a linha por IPI menor; marca vê descontos de até R$ 30 mil

Imagem
A Audi confirmou também preços menores no mercado brasileiro para a sua gama de modelos. Desde o A3 Sedan até mesmo o carro mais caro dessa lista divulgada pela marca, a RS6 Avant. Desde o A3 Sedan e o A3 Sportback, que são vendidos em duas versões e pelo mesmo preço, eles começam em R$ 249.990 e recebeu desconto de R$ 6.000. Agora eles começam em R$ 243.990. Já a versão topo de linha de ambos são vendidos por R$ 263.990. Já o A4 começa em 279.990, desconto também de R$ 6.000. A versão mais cara do sedã encosta nos R$ 354.990, R$ 8 mil de desconto. Já o A5 Sportback começa em 334.990 e vai até os R$383.990, ambas as versões com desconto de R$ 8 mil. O A6, também vendido em duas versões, começa em R$ 468.990 a R$ 562.990, descontos de R$ 11.000 e R$ 25.000, respectivamente. O Q3 é vendido em três versões e recebeu R$ 6.000 de desconto em todas, começando de R$ 243.990 a R$ 282.990. O Q5 começa em R$ 348.990 e chega aos R$ 407.990, descontos que variam de R$ 8.000 a R$ 10.000. O Q5 Sport

Mercedes-Benz diminui preços por conta do IPI em até R$ 61.000, mas aumenta no Classe C

Imagem
A Mercedes-Benz apresentou a nova tabela de preços de alguns de seus carros no mercado brasileiro, por conta do IPI menor, que foi reduzido em 25%. Com isso, os carros da marca alemã ficaram entre R$ 5.000 a R$ 61.000 mais em conta. Apenas o Classe C foi conta essa baixa nos preços e acabou ficando mais caro que antes. Começando pelo modelo mais acessível da Mercedes-Benz, que ficou R$ 6.000 mais em conta. O GLB passou de R$ 289.900 para R$ 283.900 e de R$314.900 para R$ 308.900 nas versões 200 Advance e 200 Progressive. Já o Classe A Sedan teve a menor redução de preços, passando de R$ 297.900 para R$ 292.900. O Classe A passou de R$ 338.900 para R$ 332.900.O Classe C ficou mais caro, entre R$ 12.000 a R$ 14.000 nas versões 300 e 200, respectivamente. O GLA ficou R$ 6 mil mais em conta e passou a custar R$ 332.900. O GLC começa em R$ 417.900 (desconto de R$ 29 mil) e o GLC Coupé parte de R$ 537.900, abate de R$ 11 mil. GLE e GLE Coupé ficaram R$ 27.000 e R$ 30.000 mais em conta e serã

Fiat também reduz seus preços por conta do IPI menor em até R$ 4.496, em toda a linha

Imagem
A Fiat também diminuiu seus preços por conta do IPI menor lançado pelo Governo Federal, o que fez com que os carros ficassem mais em conta. Assim, os modelos tiveram repasse dessa baixa nos preços. Começando pelos modelos mais acessíveis da Fiat, o Mobi começa em R$ 60.163, baixa de R$ 827 na sua versão de acesso. A versão topo de linha ficou R$ 901 mais barata. Com isso, os preços do subcompacto vão de R$ 60.163 a R$ 63.089. O Argo ficou mais barato entre R$ 1.013 a R$ 2.087, fazendo com que ele seja vendido entre R$ 70.477 a R$ 79.903 em suas quatro versões. O Cronos, atualmente restrito a duas versões, viu seus preços ganharem desconto de R$ 2.165 a R$ 2.341 e com isso ele começa em R$ 80.325 e chega aos R$ 85.649. No caso do Pulse, um dos mais vendidos da marca, os descontos foram de R$ 1.521 a R$ 2.186, fazendo com que ele seja vendido com preços entre R$ 86.056 a R$ 121.605. A Strada, líder de vendas do país, viu os preços caírem entre R$ 1.692 a R$ 2.476. Assim, a picapinha come

Chevrolet diminui os preços de Onix, Onix Plus, Tracker, S10 e outros por conta do IPI menor

Imagem
A Chevrolet confirmou que também reduziu os seus preços por conta da redução de 25% na alíquota de IPI cobrado pelo Governo Federal. Com isso, os modelos da marca norte-americana também ficaram mais em conta. Assim, modelos como Onix, Onix Plus, Tracker, S10, TrailBlazer, Cruze, Cruze Sport6, Spin, Equinox e Camaro ficaram mais acessíveis. Começando pelo Onix, os reajustes não são nada animadores. Eles variam de apenas R$ 10 a R$ 70 mais em conta, o que faz o Onix custar entre R$ 73.820 a R$ 102.310. No caso do Onix Plus, os reajustes também foram bem baixos. A Chevrolet diminui os preços entre R$ 10 a R$ 80, fazendo com que o sedã comece em R$ 80.610 e chegue aos R$ 103.100. O Tracker recebeu baixas maiores, de R$ 530 a R$ 1.550. Com isso, o SUV compacto começa em R$ 113.490 a R$ 147.410, sendo que a versão topo de linha foi a que mais ficou em conta. Outro modelo que recebeu baixas de preços foi a S10, que ficou entre R$ 2.230 a R$ 5.030 mais barata, começando em R$ 219.240 e chega a

Honda diminui os preços de City e City Hatch por conta do IPI em até R$ 2.300 no Brasil

Imagem
Assim como vem acontecendo com a maioria dos modelos, a Honda registrou uma diminuição nos preços dos seus lançamentos, City e City Hatch. Começando pelo sedã, que começou a ser entregue em janeiro deste ano, o City viu seus preços baixarem de R$ 108.300 a R$ 123.100 para R$ 106.300 a R$ 120.800, um reajuste que deixou os preços mais em conta entre R$ 2.000 a R$ 2.300, dependendo da versão. O mesmo aconteceu com o City Hatch. Depois de ser lançado em fevereiro com preços entre R$ 114.200 a R$ 122.600, agora ele será comercializado por R$ 112.100 a R$ 120.300, nas versões EXL e Touring, respectivamente. O hatch teve uma baixa de R$ 2.100 a R$ 2.300. Ambos usam motor 1.5 16v DI DOHC i-VTEC com injeção direta de combustível e dois comandos de válvulas no cabeçote. O novo motor desenvolve 126/126cv com torque de 15,8/15,5kgfm, quando abastecido com etanol/gasolina. O câmbio é um automático CVT que simula 7 marchas virtuais e que possui função paddle-shift. Segundo a Honda, o sedã tem suspe

Jeep diminui os preços de Renegade, Compass e Commander em até R$ 16 mil, por IPI

Imagem
A Jeep também diminuiu os preços dos seus modelos no mercado brasileiro por conta da redução do IPI proposta pelo Governo Federal. Com isso, Renegade, Compass e Commander ficaram mais em conta em nosso mercado, entre R$ 3.354 a R$ 16.470, dependendo do modelo e da versão. Apresentado com um novo visual em fevereiro, o Renegade passou a ser vendido com preços entre R$ 123.990 a R$ 163.290 e depois passou por reajustes de até R$ 4.200. Agora, a marca confirmou que o SUV voltou praticamente aos seus preços do seu lançamento. Com isso, os preços começaram em R$ 123.908 e chegam aos R$ 164.136, sem opcionais. Os reajustes foram dados entre R$ 3.354 a R$ 3.582, deixando o modelo mais em conta. No caso do Compass, o SUV médio começa em R$ 161.472 e chega aos R$ 233.200, preços que foram diminuídos em R$ 3.518 a R$ 9.790, visto que os preços anteriores iam de R$ 164.990 a R$ 242.990. Por fim, o Commander, lançado no ano passado, ficou entre R$ 5.472 a R$ 16.470 mais barato. Com isso, o SUV méd

Nissan reduz os preços de toda a linha por conta de IPI e Versa, Kicks, Frontier e Leaf

Imagem
Depois do governo abrir mão de cerca de 25% do IPI, os preços de automóveis 0km tende a diminuir em todas as marcas. A Nissan confirmou os novos preços dos seus quatro modelos à venda em nosso mercado: Versa, Kicks, Frontier e Leaf. Os modelos ficaram até R$ 4.146 mais em conta. O Versa, modelo de acesso da marca, passou a ser vendido com preços R$ 1.287 a R$ 1.663 mais em conta. Com isso, os preços que começavam em R$ 96.090 a R$ 124.090 agora saem por R$ 94.803 a R$ 122.427. O Kicks, best-seller da marca, viu seus preços ficarem entre R$ 1.565 a R$ 1.999 mais em conta. Com isso, o SUV compacto começa em R$ 109.225 e chega aos R$ 143.991, dependendo da versão. Já a Frontier, que será renovado em breve, também passou por aumentos de preços maiores na linha. Antes vendida com preços entre R$ 233.290 a R$ 312.690, ela começa agora entre R$ 230.197 a R$ 308.544, depois de uma baixa de R$ 3.093 a R$ 4.146. Por fim, o elétrico da gama, o Leaf, vendido apenas na versão Tekna, passou de R$ 29

IPI: Ford diminui os preços da Ranger, Maverick, Bronco Sport, Territory e Mustang no Brasil

Imagem
A Ford também aproveitou a baixa do IPI em 25% para revelar a sua nova tabela de preços no mercado brasileiro. A marca trouxe novos preços para Ranger, Territory, Maverick, Bronco Sport e Mustang. A picape ficou entre R$ 4.270 a R$ 6.040 mais em conta com a baixa do IPI, passando de R$ 220.390 a R$ 319.990 para 215.890 a R$ 313.950. Já o Territory, sendo apenas uma versão Titanium, é comercializado com preço de R$ 214.700 contra os R$ 219.990 anteriores, queda de R$ 5.290 sobre o preço praticado até o mês anterior. Já a recém apresentada Maverick começa a ser vendida com preços de R$ 235.190, queda de R$ 4.800 sobre os R$ 239.990 do seu lançamento. A picape é vendida só na versão Lariat FX4. O Bronco Sport, também vendido em versão única, mas nesse caso é a Wildtrak, é vendido com preço de R$ 266.090, ante os R$ 272.650, queda de R$ 5.650 sobre o preço anterior. Mas nada supera a queda do preço do Mustang, que ficou R$ 25.210 mais barato. Também vendido em versão única, a Mach 1, ele p

Toyota diminui os preços de Yaris, Yaris Sedan, Corolla, Corolla Cross, RAV4, Hilux e SW4

Imagem
A Toyota também diminuiu os preços de toda a sua linha no Brasil por conta do corte de 25% de IPI. A marca japonesa confirmou preços mais baixos para Yaris Hatch, Yaris Sedan, Corolla, Corolla Cross, RAV4, Hilux e SW4. O Yaris Hatch, que tinha preços entre R$ 93.390 a R$ 114.090, teve baixas de até R$ 2.220 e passa a custar entre R$ 91.570 a R$ 111.870. No caso do Yaris Sedan, o sedã era vendido com preços entre R$ 97.590 a R$ 118.490 e agora é comercializado entre R$ 95.680 a R$ 116.170, baixa de até R$ 2.320. O Corolla também ficou mais barato em até R$ 3.820, sendo vendido entre R$ 145.380 a R$ 183.370, ante os R$ 148.290 a R$ 187.190. O Corolla Cross ficou entre R$ 3.440 a R$ 4.210 mais em conta, sendo vendido entre R$ 157.780 a R$ 200.160. O RAV4 manteve seus preços em R$ 301.990. Já a Hilux também viu uma redução em todas as versões. A picape média passa a ser vendida com preços R$ 2.140 a R$ 3.200 mais baratos, sendo comercializada agora entre R$ 217.050 a R$ 320.090. Por fim, a

Kia reduz os preços de Carnival, Cerato, Stonic e Sportage em até R$ 20 mil com redução de IPI

Imagem
Com a redução de IPI em 25% nos carros zero quilômetros, a Kia foi a primeira marca a reduzir os preços dos seus carros no mercado brasileiro. Após o anúncio e da publicação do decreto 10.979 no Diário Oficial da União, na última sexta-feira, 25 de fevereiro, que trata da redução da alíquota do IPI – Imposto sobre Produtos Industrializados em 18,5% para veículos automotores, mas quase despercebida por conta do período pré-carnaval e também da atenção dedicada à guerra da Rússia e Ucrânia, a Kia Brasil sai na frente para anunciar a redução de preços de todos os modelos comercializados no país. Com isso, Carnival, Stonic, Cerato e Sportage ficaram até R$ 20.000 mais em conta. Destaque para a Carnival, modelo mais caro da Kia ainda à venda em nosso país, que viu seu preço baixar de R$ 534.990 para R$ 514.990. Já Cerato, Stonic e Sportage ficaram mais baratos em até R$ 3.400. O Cerato ficou R$ 2.500 mais em conta, passando de R$ 132.990 para R$ 130.490. Ele ainda possui uma versão mais com

Hyundai Creta Action volta a ser vendido para PcD, mas com o visual antigo e por R$ 88.368,10

Imagem
A Hyundai voltou a vender o Creta com o regime PcD, para Pessoas com Deficiência no Brasil. O SUV compacto será ofertado com descontos. Tabelado em R$99.290, ele pode ser vendido por R$88.368,10 após a isenção de IPI. Único na linha a manter o design do Creta antigo, ele é equipado com ar-condicionado, direção elétrica, rodas de liga leve de 16”, vidros elétricos dianteiros e traseiros com função one-touch para motorista, travas elétricas nas portas e porta-malas com comandos na chave. Há ainda chave principal tipo canivete com telecomando de travamento das portas e porta-malas, retrovisores externos com ajuste elétrico e luz indicadora de direção, computador de bordo, piloto automático com controles no volante, coluna de direção com regulagem de altura e profundidade, entre outros. Há também airbag duplo e freios ABS com EBD, fixação ISOFIX com Top Tether, apoios de cabeça em todas as posições e cinto de três pontos para todos os passageiros, imobilizador do motor, alarme perimétrico,

Isenção de IPI para PcDs pode ser aprovada até o final de 2026 com uma nova medida

Imagem
O Governo Federal deve adiar a isenção de IPI reduzido para carros de até R$140.000 no Brasil. A medida, que está programada para valer até 31 de dezembro, pode ser estendida até 31 de dezembro de 2026. A Comissão de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência aprovou o Projeto de Lei 5149/20 aprovou a medida que prevê que o desconto seja praticado no prazo de cinco anos extras. As pessoas com deficiência auditiva também pode ser novamente inseridas como Pessoas com Deficiências (PcD), depois do veto de descontos para esse tipo de pessoa por motivos não declarados, apesar de claramente serem enquadrados como pessoas PcDs. Agora, o projeto deve percorrer um caminho até ele ser aprovado com uma nova sanção por parte do presidente. Antes, ele deve ser aprovado pela Câmera dos Deputados, e a medida foi pedida pela Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência, Finanças e Tributação e a Constituição e Justiça e de Cidadania. A lei permite que os consumidores de automóveis podem adquir

Toyota inicia vendas PcD com Yaris, Yaris Sedan e Corolla com descontos de até R$13 mil

Imagem
A Toyota iniciou as vendas dos seus modelos aptos a serem vendidos com descontos de Imposto sobre Produto Industrializado (IPI) para Pessoas com Deficiência (PcD). De acordo com a nova lei que permite que os carros de até R$140.000 possam ser vendidos com incentivos, Yaris Hatch, Yaris Sedan e Corolla podem ser vendidos em algumas versões. Dentro da gama do Yaris Hatch, apenas a versão X-Way não deve ser vendida com desconto. O hatch deve receber descontos de R$8.303,81 a R$10.136,85, com preços entre R$75.486,49 a R$92.153,15 ante os R$83.790 a R$102.290 de tabela. Já o Yaris Sedan pode ser vendido com descontos em todas as versões. Os descontos para o sedã variam de R$8.560,27 a R$10.523,33, ante os R$87.390 a R$106.190 de tabela. No caso do Corolla, apenas a versão GLi pode ser vendida dentro do limite dos preços. Com isso, o sedã médio poderá ser vendido com desconto de R$12.980,98, fazendo com que os R$130.990 de tabela possam ser reduzidos para R$118.009,02. “Atualmente a Toyota

Mercedes-Benz revela os preços do Classe C para pessoas com deficiência, que ganha desconto de IPI

Imagem
A Mercedes-Benz está lançando no mercado brasileiro a opção de ter descontos para pessoa física (PcD). A montadora alemã apresentou durante o Mobility & Show, feira de produtos e serviços dedicados a esse público realizada em São Paulo (SP), o Classe C nacional e todas as condições de venda para PcD’s. O sedã pode ser encontrado na versão 180 ff com preço de R$134.144,15, enquanto a 180 Advantgarde ff pode ser encontrado por R$146.756,76 e a 180 Exclusive ff pelos mesmos R$146.756,76. A Mercedes-Benz ainda apresentou a versão 200 Avantgarde por R$160.088,50 e a 250 Sport por R$195.486,73. De acordo com o divulgado, o crossover GLA será incluído na política de vendas para PcD a partir do segundo semestre, quando as primeiras unidades da versão produzida em Iracemápolis chegarem aos concessionários da marca. O Classe C só pode ser adicionado ao programa de descontos de PcD após começar a ser produção no Brasil, na recente fábrica de Iracemápolis (SP). O preço menor o deixa livre d

Auto Artigo #53: verde para todos

Imagem
O Brasil nunca pode receber muitas novidades no mercado de automóveis verdes por causa das leis de importação, já que o país não concedia nenhum incentivo a esses automóveis. Mas, no início desse semana o jogo se reverteu e o Brasil liberou esses carros do imposto de importação e até isenção em alguns casos de veículos mais eficientes. No caso dos híbridos, os menos eficientes deverão pagar até 7%, o que mesmo assim é muito pouco quando considerado o imposto de 35%. A nova lei também vale para automóveis movidos a células de hidrogênio. Com vigência imediata, os preços devem ser reajustados em breve pelas marcas e deve fomentar a vinda de novos automóveis elétricos e híbridos ao país. A única vigência é que o veículo tenha autonomia superior a 80km. A isenção contempla, segundo a resolução da Comex (Câmara de Comércio Exterior), os veículos importados completamente montados, os semi-desmontados e os totalmente desmontados, ou seja, a medida vai fomentar também a produção de veículo

Elétricos não precisam mais de 35% de IPI de importação e híbridos devem receber isenção total ou até 7%

Imagem
O Brasil como um todo deu um grande passo para o mundo de automóveis elétricos e híbridos. Valendo a partir dessa Terça-Feira (27/10) que todos os automóveis elétricos ou híbridos vendidos no Brasil não deverão mais pagar a alíquota do IPI de importação, que aumenta o preço em 35%. A nova lei também vale para automóveis movidos a células de hidrogênio. Com vigência imediata, os preços devem ser reajustados em breve pelas marcas e deve fomentar a vinda de novos automóveis elétricos e híbridos ao país. A única vigência é que o veículo tenha autonomia superior a 80km. A isenção contempla, segundo a resolução da Comex (Câmara de Comércio Exterior), os veículos importados completamente montados, os semi-desmontados e os totalmente desmontados, ou seja, a medida vai fomentar também a produção de veículos elétricos no Brasil em regime de CKD. Já para o caso de automóveis híbridos, do tipo plug-in ou não, a Camex estabeleceu que automóveis com motores 1.5 a 3.0 poderão ter isenção total do

Postagens mais visitadas deste blog

Única Lamborghini Aventador Ultimae no Brasil está à venda, mas por R$ 8,7 milhões

Curiosidades: Quantos BTUs possui o ar-condicionado de um carro?

Lamborghini apresenta o novo Huracán Super Trofeo Evo 2, com evoluções aerodinâmicas e visuais

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

Novo Chevrolet SS poderá ser nosso novo Chevrolet Omega!

SsangYong apresenta o Torres e espera que SUV marque recuperação da marca coreana

Curiosidades: Os carros mais vendidos do Brasil em 2003!

Jeep Commander vai receber dupla de motores maiores, com o 2.0 Turbo e o 2.2 Turbo Diesel

Jeep já vende o novo Renegade com descontos para consumidores com CNPJ em até R$ 13.063