Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Produção

Renault inicia exportação da Oroch reestilizada para a Argentina em duas versões e 4x4

Imagem
A Renault confirmou a chegada da reeestilização da Oroch na Argentina. A picape passa a ser vendida no país vizinho com o novo motor 1.3 12v TCe Flex e com opção de tração 4x4 – inexistente no Brasil. A picape será exportada com motor 1.6 16v SCe a gasolina e com o motor 1.3 12v TCe a gasolina. Todas as versões com motor 1.6 terão câmbio manual e as versões turbo só terão câmbio CVT. Com isso, ela terá os motores 1.6 16v SCe de 114cv de potência com torque de 16,5kgfm e câmbio manual de 6 marchas e o 1.3 12v TCe Flex desenvolve 163cv e 27,5kgfm, associado a um novo câmbio automático CVT X-TRONIC, que simula 8 marchas. A versão é sempre dianteira, mas a 1.3 topo de linha ainda terá opção de tração 4x4. Essa opção de tração é vendida em mercados como Argentina, Chile e Uruguai. Visualmente, a picape contará com uma nova grade dianteira, que fica maior. Ele possui o logotipo ao centro e tem três barras horizontais interrompidas pelo logo. O para-choque dianteiro traz um novo desenho que t

Honda não quer depender de componentes que vem só da China, destaca porta-voz

Imagem
A Honda confirmou que tem planos para aumentar a sua capacidade de fornecimento de peças e componentes para a fabricação dos seus carros. De acordo com a marca japonesa, a Honda quer diversificar os seus fornecedores com a produção em outros países. O motivo seria a China poder bloquear as exportações de componentes em que a japonesa produz apenas lá, o que acarretaria em falhas na produção do mundo todo. Segundo informações do jornal Sankei, a Honda vai continuar produzindo carros e componentes na China, mas este não será o único mercado a produzir peças para sua cadeia de suprimentos. Um porta-voz da Honda disse para a Agência Reuters que a decisão não foi anunciada ainda pela Honda, mas que a marca trabalha na revisão do seu plano mais como uma proteção de risco da sua cadeia de fornecedores. “A revisão da cadeia de suprimentos da China e o hedge de risco são elementos que precisam ser considerados, mas não é o mesmo que o objetivo da dissociação” , disse o porta-voz. Cerca de 40%

BYD cogita ter uma fábrica na Europa para produzir automóveis elétricos, diz executivo

Imagem
Depois de desembarcar no Velho Continente, a BYD pode acabar investindo pesado em uma fábrica que pode ser erguida na Europa. Com uma ofensiva de lançamentos para o continente nos próximos 12 meses, a BYD prevê um salto nas vendas a partir do momento que começa a chegar em outros mercados. De acordo com um funcionário do alto escalão da BYD, Brian Yang, Gerente Geral Assistente da BYD Europa, confirmou ao site Autocar que a marca pode acabar produzindo em algum país europeu. “Estamos pensando seriamente em alguns planos de localização. Não temos um plano sólido. Acabamos de começar a aprender, a realmente entender as crenças de nossos clientes, e se tudo correr bem e construirmos todas as bases e estrutura aqui, isso pode levar a alguma localização. Será feito passo a passo” , disse Yang. A chegada da BYD com uma unidade fabril seria bastante interessante pelo fato que isso diminuiria o tempo de espera e reduz os custos de importação. “Estamos bastante abertos a toda a indústria. Não s

Xiaomi estuda parceria com a BAIC para fazer carros elétricos a tempo até meados de 2024

Imagem
A Xiaomi confirmou que pode acabar tendo uma parceria com a BAIC na China para o desenvolvimento de automóveis. Como a marca não tem experiência no desenvolvimento de carros, ela vai contar com a parceria da BAIC, segundo informações apuradas pela Agência Bloomberg . De acordo com a agência, a Xiaomi estaria em negociações com a divisão de carros elétricos da BAIC para desenvolver carros com o logotipo da Xiaomi. Isso seria uma forma da empresa não atrasar o desenvolvimento do seu automóvel e não perder a obtenção de licença para vender seus carros a partir deste ano. Os planos da Xiaomi no mundo automotivo começaram a partir de 2021, quando a empresa confirmou que vai erguer uma fábrica com capacidade de produzir 300 mil unidades ao ano. Outra saída dita pelo site é que a Xiaomi pode comprar uma parcela da joint-venture entre a BAIC-Hyundai, podendo usar assim a fábrica e as tecnologias. A Xiaomi confirmou que investiu US$ 1,5 bilhão no projeto e que vai investir mais US$ 10 bilhões n

Stellantis inicia desenvolvimento da RAM '1200' e confirma produção nacional da picape

Imagem
A Stellantis já está desenvolvendo uma nova picape que será produzida em solo brasileiro. Trata-se de uma picape da RAM, que será a primeira produzida em nosso país. A própria Stellantis confirmou que a picape será da RAM. A informação foi confirmada por Antonio Filosa, Presidente da Stellantis na América do Sul, durante o 4º Congresso Latino-Americano de Negócios da Indústria Automotiva. “Sim, muito perto. Só não posso dizer onde, mas muito perto. Localizaremos a marca e os produtos. Será uma aventura fantástica. Espero que tão boa quanto a Jeep, ou até melhor, acredito” , disse Filosa ao Auto Data . De acordo com informações do site Autos Segredos, a picape roda com mulas da Fiat Toro. A picape, no entanto, se diferencia por ser mais alta e tem discos a freio nas quatro rodas. A picape será irmã do Jeep Commander, que é o carro mais moderno feito pela Stellantis no país. Eles vão compartilhar uma boa quantidade de peças. Produzida em Goiana (PE), a picape terá mais de 5 metros de com

Hyundai vai iniciar a exportação do nosso Creta em breve para a Argentina e inicia divulgação

Imagem
A Hyundai vai passar a exportar o nosso Creta para a Argentina, onde ele chega em sua segunda geração. O SUV compacto foi apresentado em um Resort de Ski na cidade de Chapelco, na Argentina. Mostrando o SUV compacto em suas redes sociais, a marca sul-coreana pode vender o Creta apenas com o motor 1.0 12v TGDI a gasolina. Esse motor entrega 120cv e 17,5kgfm, acoplado sempre a um câmbio automático de 6 marchas. Produzido em Piracicaba (SP), o novo Creta se destaca pelo seu design mais excêntrico. Na dianteira, o Creta brasileiro conta com uma nova grade dianteira hexagonal com contorno prateado ou cromado e com o logotipo da Hyundai ao centro, com grelha em preto brilhante e detalhes cromados. O SUV compacto ainda recebe um novo para-choque dianteiro, que traz uma nova entrada de ar inferior emoldurada por um acabamento prateado e há ainda nova disposições de luzes nas extremidades, com os faróis de neblina e as setas de direção em posição inferior. O capô ainda possui linhas pouco marca

Nissan deixa de produzir componentes para Mercedes-Benz e Renault em duas fábricas

Imagem
A Aliança entre Renault-Nissan-Mitsubishi parece estar bem desgastada. Recentemente, a Nissan confirmou que vai deixar de produzir componentes para a Renault e para a Mercedes-Benz. De acordo com a Nissan, a japonesa confirmou que vai deixar de produzir cabeçotes para a Renault na Europa a partir de 2024. Essa fábrica produz componentes na unidade de Sunderland, na Inglaterra. “A partir do começo de 2024, a planta da Nissan vai interromper a produção de cabeçotes. A expectativa é a de não realizar demissões e estamos trabalhando para realocar os funcionários em outras áreas” , disse a fabricante. Além disso, a Nissan produz motores para a Renault numa linha de montagem de 250 funcionários. “Após realizar um estudo de viabilidade econômica relacionado aos fornecedores de cabeçotes, o Grupo Renault encontrou outro fornecedor que começará a trabalhar conosco a partir de 2024” , afirmou um porta-voz da marca francesa. Além de Sunderland, a Nissan deixará de produzir motores para a Mercedes

Jeep comemora marca de 500.000 unidades produzidas do Renegade em Goiana (PE)

Imagem
A Jeep confirmou que o Renegade chegou à marca de 500.000 unidades produzidas no mercado brasileiro. Produzido em Goiana (PE), o Renegade foi o primeiro carro produzido na fábrica, que começou a produzir em 28 de abril de 2015. Além de abastecer o mercado brasileiro, o Renegade é enviado para uma série de mercados vizinhos, que representam cerca de 20% de toda a produção. Estes mercados, são: México, Argentina, Peru, Uruguai, Colômbia, Costa Rica, Panamá, República Dominicana, Guatemala, El Salvador, Paraguai, entre outros. Recentemente, o Renegade ganhou uma reestilização no início deste ano. O SUV compacto ganhou um novo layout dos faróis, além de uma nova grade dianteira, que fica mais fina, e os novos faróis com DRL (Daytime Running Light) em movimento com função de seta. O para-choque dianteiro também é novo que se destaca por um peito em um acabamento em plástico preto que traz uma nova entrada de ar superior e inferior, separadas por um acabamento plástico ao centro. Nas extremi

Stellantis confirma 43 lançamentos até meados de 2025 na região da América do Sul, diz CEO

Imagem
A Stellantis confirmou que vai apresentar uma série de lançamentos no Brasil nos próximos anos. Com um total de 43 modelos lançados até 2025, o plano robusto de novidades para a região serve para manter a liderança do mercado. De acordo com Antonio Filosa, Presidente da Stellantis na América do Sul, em entrevista ao Auto Data , confirmou que o grupo ítalo-franco-americano confirmou que um investimento pesado deve ser feito para trazer os novos veículos. “Claramente precisamos de investimento para lançar carros. Não posso falar sobre valores, que são absolutamente relevantes, mas posso falar que lendo um pouco o que anunciaram nossos qualificadíssimos competidores da região o plano de investimento que está em aprovação pelo nosso acionista para cinco anos, de 2025 a 2030, pode ser superior à soma de todos os nossos competidores.” , disse Filosa. De acordo com o executivo, além de um investimento pesado no desenvolvimento de novos carros, o planejamento precisa ser robusto para renovar.

GM confirma que vê Brasil como fabricante e exportador de elétricos no futuro breve

Imagem
A General Motos confirmou em entrevista alguns detalhes do seu futuro eletrificação no mercado brasileiro. De acordo com a Vice-Presidente da General Motors, Marina Wilisch, o Brasil tem grande potencial de ser um país produtor de carros elétricos. Com isso, a GM acena para partir diretamente para os carros elétricos. Além do Brasil, Wilisch confirma que toda a região da América do Sul tem esse potencial por conta dos minerais que existem por aqui. “A GM acredita que o Brasil e a América do Sul têm potencial enorme de tornarem-se atores importantes no futuro da mobilidade elétrica. Apostamos que o País pode ser polo de produção, exportação e desenvolvimento tanto de produtos como de tecnologias da eletrificação.” , destaca Wilisch. De acordo com a executiva, o Brasil já é um país onde 84% da matriz energética é renovável só reforça a vocação do país lidar com carros puramente elétricos. “Sabemos que mais de 50% do custo dos veículos elétricos se deve às baterias. A mobilidade elétrica

Primeiro carro da Faraday Future, o crossover FF 91, pode começar a ser produzido em série

Imagem
A Faraday Future enfim pode começar a produzir seus automóveis dentro dos próximos meses. A produção do FF 91 pode começar ainda neste ano de 2022, desde que consiga o investimento necessário para isso. Sua fábrica em Hanford, na Califórnia, Estados Unidos, está em fase final de produção e a marca conseguiu levantar cerca de US$ 52 milhões em investimentos não identificados para colocar o carro em produção. A marca ainda está por receber cerca de US$ 600 milhões de conseguir começar a produzir o FF 91, destaca a marca. Comprada em 2018 depois de ser uma antiga fábrica de pneus, a unidade de Hanford parece cada vez mais próxima de ser inaugurada. “Hanford obviamente é a grande prioridade agora. Está se construindo essa fábrica, concluindo-a este ano e iniciando a produção de nossas unidades de produção para nossos clientes. Essa é realmente a grande prioridade que esta empresa tem agora e, obviamente, precisamos levantar capital adicional para chegar lá.” , disse um porta-voz da Faraday

Nio ET7 começa a ser exportado para a Europa como segundo elétrico a ser lançado por lá

Imagem
A Nio iniciou a exportação do ET7 para a Europa. O sedã começa a ser exportado para o Velho Continente com a missão de fazer a Nio ganhar terreno no Velho Continente, em mercados onde começa a vender o sedã como Alemanha, Dinamarca, Suécia, Holanda e Noruega. As entregas das primeiras unidades ocorrem ainda neste ano de 2022. O sedã embarca na unidade de Lianyungang, província de Jiangsu, no leste da China. Apresentado em 2021, o sedã conta com 5,100 metros de comprimento, 1,990 metro de largura, 1,500 metro de altura e relação entre os eixos de 3,100 metros; e possui plenas capacidades de ser um concorrente a altura para os demais sedãs da marca. O ET7 deve ser equipado com uma bateria de estado sólido de 150kWh, que deve permitir uma autonomia de incríveis 800km a 1.000km, no ciclo WLTP. O ET7 conta com 0,23Cx de coeficiente aerodinâmico e também deve ser oferecido com baterias de 70kWh e 100kWh, com cerca de 400km a 600km, também no ciclo WLTP. O sedã é equipado com dois motores elé

Ford Transit Connect vai sair de linha nos Estados Unidos no final de 2023, diz site

Imagem
Com uma nova geração que já apareceu no exterior, a Ford confirmou que a atual geração da Transit Connect vai sair de linha nos EUA e sem deixar um sucessor. Depois do fim da produção esperada para o México, o modelo vai acabar saindo de linha depois de dez anos de mercado. Lançada em 2012 e reestilizada em 2018, ela é vendida com as opções de carroceria LCV e Wagon, sendo essa última o modelo de passageiro. De acordo com informações do site Automotive News , o cancelamento de uma geração que seria produzida em Hermosillo, no México, a partir de 2023, não teve motivo aparente. Nos EUA, o mesmo site ainda confirma que o modelo atual se mantém em linha até o final de 2023. Apresentada há um ano, a terceira geração da multivan foi apresentada com base na Volkswagen Caddy. Na Europa, o modelo será oferecido com espaço para cinco ou sete ocupantes e será vendida nas versões Active, Trend, Titanium e Sport. Desenvolvida sobre a plataforma modular MQB-A1, ela se destaca por contar com um desi

Hyundai pode acabar antecipando construção e finalização da fábrica de baterias nos EUA

Imagem
A Hyundai confirmou que pode acelerar a construção de sua fábrica de carros elétricos nos Estados Unidos. De acordo com os sul-coreanos, a unidade pode começar a ser construída ainda neste ano de 2022. Isso porque a fábrica estava prevista para começar a ser erguida a partir de 2023 e em meados de 2025 estaria pronta. A fábrica vai produzir baterias para carros elétricos no estado da Geórgia, em West Point, que será essencial para a produção de elétricos no país nos próximos anos. De acordo com a Agência Reuters, a fábrica sendo acelerada para ser construída, ela também acaba antes, em meados do segundo semestre de 2024. Segundo o ministro de Relações Exteriores da Coreia do Sul, Park Jin, disse que expressou preocupações sobre a nova legislação dos Estados Unidos sobre benefícios para carros elétricos que são construídos no país, o que foi visto por outros mercados como uma medida protecionista e que será acionado na Organização Mundial do Comércio (OMC) por outros países. Os benefíci

Ford vai cortar cerca de 3.000 funcionários nos Estados Unidos, Canadá e Índia

Imagem
A Ford confirmou que vai demitir cerca de 3.000funcionários em fábricas de Estados Unidos, Canadá e Índia, num total. A grande maioria das posições dos empregos que serão cortados será nos Estados Unidos. A mudança da parte do plano estratégico de corte de pessoal da Ford, com o plano Ford+. A informação foi confirmada por Bill Ford, Presidente Executivo da Ford, e Jim Farley, CEO da Ford, em um memorando enviado para cerca de 31 mil funcionários, anunciando as demissões. De acordo com Farley, serão 2.000 vagas de empregos de assalariados e 1.000 funcionários de agências que serão demitidos. De acordo com o Detroit Free Press , Farley disse em comunicado que precisa "enfrentar todos os aspectos dos custos – de materiais a aqueles relacionados à qualidade" , destacou. O site ainda destaca que a maioria dos cortes ocorrem nos EUA, segundo o que o Detroit Free Pressa apurou com o porta-voz da Ford, Mark Truby. "A maioria de nossa base de funcionários está em Michigan, porta

Toyota vai produzir a Hiace na Argentina até meados de 2024 e van virá ao Brasil

Imagem
A Toyota sempre sonhou com a produção de um terceiro modelo na unidade de Zárate, na Argentina. A marca japonesa chegou a cogitar que seria a minivan Innova, mas ela não tem muito apelo na região. Um bom produto que faria sucesso no mercado é a Hiace, conhecida em vários mercados e que aqui certamente faria sucesso. De acordo com Daniel Scioli, Ministro de Produção da Argentina, disse que a Toyota vai iniciar a produção do terceiro turno da unidade argentina para receber a chegada de um novo veículo. Os rumores sobre a chegada da Hiace na região acontecessem desde meados de 2015 e ganharam força em 2019, com a chegada da nova geração num nível global. Em 2021, novas informações ditas por Ignacio Limpenny, Diretor de Vendas e Marketing da Toyota Argentina, reforçaram que a Hiace é um modelo que pode ser produzido na região. Além disso, a chegada de um terceiro membro da linha de produção faz parte do plano da Toyota produzir cerca de 200 mil unidades ao ano em Zárate a partir de 2024. A

Volkswagen vende 10.000 unidades da ID. Buzz antes do furgão chegar nas concessionárias

Imagem
A Volkswagen está comemorando o bom desempenho comercial da ID. Buzz na Europa. Por lá, foram vendidas 10.000 unidades do furgão. De acordo com a Volkswagen, 3.400 pedidos vieram apenas da Noruega, que é um país pequeno. Na Alemanha, o modelo chamou atenção de 2.500 consumidores e a Bélgica e a Holanda empataram com 2.100 pedidos cada, de acordo com informações do site Automotive News Europe. Produzida em Hannover, na Alemanha, a ID. Buzz começou a ser entregue neste mês de outubro aos seus primeiros consumidores. No Reino Unido, a Volkswagen confirmou sua estreia para meados de 2023 e nos Estados Unidos o lançamento será em 2024. “10.000 pedidos, sem que o carro realmente estivesse na concessionária, muito menos um cliente o dirigindo. Isso é simplesmente impressionante. Estou muito satisfeito que o ID Buzz e o ID Buzz Cargo já estejam vendendo tão bem. Afinal, ainda estamos em fase de lançamento, antes do lançamento no mercado. As pré-vendas ainda nem começaram na França e no Reino U

BMW e EVE Energy fecham parceria para produzir baterias; EVE terá fábrica na Hungria

Imagem
A BMW segue expandindo a sua rede de fornecedores e fechou uma parceria com a EVE Energy, empresa chinesa que desenvolve baterias para carros elétricos. De acordo com a Agência Reuters, a EVE assinou uma parceria para se tornar um dos principais fornecedores de células de bateria da BMW na Europa. A empresa vai erguer uma fábrica em Debrecen, na Hungria. De acordo com a BMW, com fontes não identificadas, a parceria inicia a partir de meados de 2025, quando a fábrica húngara ficará pronta. As baterias serão cilíndricas, ao estilo 4680 que será usado também na Tesla. As baterias terão 46 milímetros de diâmetro e 80 milímetros de altura. Esse tipo de bateria já está em desenvolvimento pela Tesla e CATL e a EVE chega para ser mais uma empresa a desenvolver esse tipo de bateria. A BMW também conta com uma parceria com a CATL, onde a BMW e a CATL confirmaram recentemente que, partir de 2025, as duas empresas vão equipar os carros elétricos da BMW com as novas baterias. Segundo a CATL, foi as

CAOA revela novos motivos da unidade de Jacareí (SP) ter produção interrompida

Imagem
A CAOA enfim explicou os motivos com o fechamento da unidade de Jacareí (SP). A empresa brasileira vai redesenhar a unidade Jacareí aos mesmos moldes da fábrica de Anápolis (GO). Isso porque o conceito da unidade de Anápolis é de ser mais versátil e tem uma complexidade maior que a unidade do interior paulista. As informações foram confirmadas por Mauro Correia, Presidente da Caoa Chery, em entrevista ao Automotive Business . Desde a aquisição de 50% da operação da Chery no Brasil em 2017, a CAOA já tinha identificado que a unidade de Jacareí teria que passar por reformulações, onde precisaria criar um plano de reestruturação da unidade. Isso porque na época, a CAOA já tinha identificado que o perfil do mercado já não estaria mais de olho em automóveis compactos e que o ticket médio dos preços ganharia mais espaço, com um lucro maior para as montadoras, algo que, durante os investimentos da Chery no país, em 2013, ainda não tinha essa previsibilidade. A CAOA já confirmou que, após essa

Tesla aumenta ritmo de produção da unidade de Xangai para diminuir longas filas de espera

Imagem
A Tesla confirmou que vem diminuindo a quantidade de fila de espera dos carros produzidos em Xangai, na China. Depois da entrega de 1 milhão de unidades, comemorados em 12 de agosto, a Tesla confirmou que a fila de espera baixou para cerca de 2 dois meses para receber uma unidade do Model Y. Já os consumidores do Model demoram entre três a cinco meses por uma unidade. De acordo com a Tesla, essa redução na fila de espera está associada à produção da sua fábrica, empenhada para produzir mais modelos em um curto espaço de tempo, a fim de diminuir drasticamente essa fila. A fila se gerou depois que a fábrica teve paradas por conta da pandemia, ainda neste ano. Atualmente, a fábrica de Xangai é a maior da Tesla no mundo, com uma capacidade de produzir 750.000 unidades ao ano de Model 3 e Model Y. Inclusive, a unidade de número 1.000.000º foi com um Model Y. De acordo com informações, cerca de 95% dos componentes dos carros feitos na China são de fornecedores chineses, enquanto a mão de obr

Postagens mais visitadas deste blog

Ford EcoSport sairá de linha globalmente em 2023, com o fim na produção na Romênia

Novo Chevrolet SS poderá ser nosso novo Chevrolet Omega!

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

Curiosidades: Quantos BTUs possui o ar-condicionado de um carro?

SsangYong apresenta o Torres e espera que SUV marque recuperação da marca coreana

Jeep Compass é oferecido com desconto com CNPJ, que é de 8% em todas as versões

Lamborghini apresenta o novo Huracán Super Trofeo Evo 2, com evoluções aerodinâmicas e visuais

Jeep já vende o novo Renegade com descontos para consumidores com CNPJ em até R$ 13.063

Primeiro Caoa Chery, Tiggo 2 sai de linha oficialmente por não atender ao Proconve L7

Volkswagen Sagitar, o nosso Jetta, ganha versão alongada no entre-eixos, "L", na China