Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Ford Group

Ford Group anuncia investimento em baterias e terá 4 fábricas específicas até meados de 2025

Imagem
A Ford Group confirmou um investimento bilionário junto com a SK Innovation para o desenvolvimento e construção de novas fábricas para baterias. De acordo com informações da Ford, foram investidos US$11,4 bilhões para a construção de uma nova fábrica para a produção da F-150 Lightning. Além dela, serão construídas três novas fábricas para a produção de baterias, todas nos Estados Unidos. A mudança nos planos da Ford, de diminuir as fábricas inoperantes e com capacidade aquém do esperado, foi para incentivar a sua própria eletrificação. Chamada de Blue Oval City, a Ford terá três novas fábricas de baterias a fim de deixar de ser dependente da produção de baterias de empresas terceirizadas e diminuir a dependência com a SK, que entra também no investimento com as fábricas. Com isso, a Ford e a SK vão produzir baterias apenas para os carros da Ford Group. Essas três fábricas serão instaladas em Stanton, Tennessee e outras duas em Glendale e Kentucky. Todas começam a operar a partir de 202

Ford já pensa em reciclagem de baterias dos elétricos em parceria com a Redwood Materials

Imagem
A Ford confirmou que já trabalha pensando para a reciclagem das baterias dos seus carros elétricos. Contando com o seu primeiro modelo puramente elétrico, o Mustang Mach-E, substituir as baterias do SUV que possuem garantia, em média, de oito a dez anos, dependendo de cada marca. Em parceria com a empresa Redwood Materials, ela tem o objetivo de incorporar materiais reciclados às baterias de veículos elétricos, diminuindo o custo de produção das baterias e diminuindo a necessidade de importar matérias-primas. De acordo com informações com Lisa Drake, Chefe de Operações da Ford América do Norte, a Ford está criando um ciclo para receber as baterias daqui alguns anos com o propósito de reduzir os custos de fabricação. Assim, os componentes vão ser reutilizados ao fim do ciclo de vida útil da bateria. De acordo com informações com a Redwood Materials, cerca de 95% do níquel, cobalto, lítio e cobre podem ser recuperados. Folhas de cobre e materiais de cátodo ativo vão ser usados para a pro

Ford e BMW iniciam testes de baterias de estado sólido em automóveis a partir de 2022

Imagem
A BMW e a Ford criaram uma joint-venture para o desenvolvimento de baterias, para carros elétricos, em estado sólido, firmada em maio deste ano. As empresas confirmaram que vão começar os testes a partir de 2022. Os testes reais em veículos a partir do ano que vem vai validar se o desenvolvimento está de acordo. De acordo com informações, a joint-venture entre as duas empresas deve permitir a criação de baterias com cerca de 100 amperes. O lançamento destas baterias em modelos vai ocorrer entre 2025 a 2030. Essas baterias vêm se tornando conhecidas por apostarem em menor custo e maior autonomia. A parceria entre a BMW, Ford e a Solid Power ainda tem novidades ao ponto de que a Solid apresentou uma plataforma chamada de All-Solid-State, que deve receber diferentes tipos de baterias. A base ainda é compatível com baterias de íon-lítio e níquel-manganês e cobalto. Até 2026, a marca confirmou que pretende regularizar a comercialização de baterias de estado sólido até 2026, podendo oferecer

Governo estadual vai buscar compradores para a fábrica da Troller em Horizonte, no Ceará

Imagem
FOTO: Sedet Ceará Mesmo após o golpe da Ford e o banho de água fria que deu em interessados em comprar a fábrica e na compra da Troller, o Governo do Ceará confirmou que deve continuar procurando um novo dono para o prédio onde o T4 era produzido. A unidade de Horizonte (CE) deve ser fechada depois de novembro e o terreno que foi doado pelo Governo do Ceará deve ser vendido. Segundo a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho do Ceará (Sedet), confirmou que "busca pela continuidade da fábrica para o desenvolvimento do município de Horizonte e a manutenção dos empregos" . Apesar disso, o Governo do Ceará ainda se posicionou sobre a medida da Ford Group de simplesmente encerrar a marca e não ceder tanto a Troller como o T4 para um novo interessado. “Continuaremos firmes na busca de entendimentos para que a Ford reflita que esta posição tomada pela matriz é indesejada por nós. A marca Troller não é mundial, foi criada por cearenses! Esperamos que a Ford americana e a do

Em atitude vergonhosa, Ford Group faz Troller encerrar sua atividades em novembro

Imagem
Parece que não foi o que a gente esperava. Em atitude vergonhosa, a Ford decidiu enterrar a Troller no mercado brasileiro. A marca deve deixar de existir depois de novembro. Em comunicado, a Troller destacou que deve deixar de produzir o T4 no final de setembro e deve produzir peças para o jipe até o final de novembro, na fábrica de Horizonte (CE). A fabricante revelou a informação enviando um comunicado para os funcionários da fábrica, onde ontem a produção foi encerrada às 15 horas. Hoje, a Troller disse que a produção voltaria normalmente. O destino dos cerca de 477 funcionários deve ser o mesmo das fábricas de Camaçari (BA) e Taubaté (SP). A Ford deve negociar em acordos justos e negociáveis, garantindo o direito de todos. A Ford ainda confirmou que deve vender o terreno da fábrica, assim como os ativos da unidade, como maquinários. O mais curioso é que a Ford decidiu isso na matriz, enquanto que com executivos aqui no Brasil, a Ford e o Governo do Ceará buscavam compradores para a

Ford confirma que elétricos representarão a maior parte dos investimentos já em 2023

Imagem
A Ford confirmou que vai passar a investir mais em elétricos que em carros a combustão dentro de poucos anos. Isso deve acontecer em meados de 2023, quando os carros elétricos vão responder por mais de 50% dos investimentos da marca. A informação foi confirmada por meio de Lisa Drake, Diretora de Operações da Ford na América do Norte. "Em 2023... gastaremos mais em veículos elétricos do que em modelos a combustão. Ficamos maravilhados com o sucesso do Mach-E e do F-150 Lightning, trazendo mais de 70% de novos clientes para a marca Ford. O que isso nos permite fazer é, agora temos uma oportunidade não só de liderar as vendas de veículos convencionais, mas também no segmento de elétricos com a F-150. Portanto, nossas aspirações são altas." , destacou Drake. Não é de hoje que a Ford confirmou que deveria passar a investir massivamente em elétricos dentro de alguns anos, sendo que até 2025 o grupo confirmou que vai apostar US$30 bilhões. A marca ainda confirmou que vai eletrifica

Ford procura marcas para produzir em parceria na Índia, nas fábricas da norte-americana

Imagem
A Ford confirmou que pode vender parte das instalações das suas fábricas na Índia. Ao invés de fechar uma das duas fábricas que possui, a Ford primeiro deve tentar outras medidas. A principal medida deve ser o compartilhando das unidades fabris, oferecendo espaço até mesmo para startups que possam produzir na unidade. Segundo comunicado, a decisão visa dar “oportunidades de parceria, vendas de instalações e fabricação sob contrato” , segundo o site indiano Cartoq . Apesar da fala da Ford, é claro que a empresa visa amortecer os custos de fábricas que estão bem abaixo da plena capacidade de produção, deixando a linha ociosa apenas com Figo, Figo Sedan, Aspire e EcoSport. Depois do fim da parceria com a Mahindra, a medida chega até mesmo a soar estranho, visto que a intenção das empresas era justamente produzir os modelos na fábrica da Mahindra e a Mahindra poder produzir em fábricas da Ford. Além disso, a Ford teria oferecido parte das instalações para suas rivais, como Volkswagen, Skod

GM deve processar a Ford por uso de nome Cruise em seu sistema de condução autônoma

Imagem
A General Motors iniciou um processo contra a Ford Motor Company alegando plágio do nome do seu sistema de condução autônoma. A Ford chama seu sistema de Blue Cruise e a GM de Super Cruise. De acordo com informações, a GM ainda possui uma subsidiária com o nome Cruise. Com isso, o grupo acredita que o nome Blue Cruise pode causar uma proximidade com a escolha do nome dos GM. O problema é que o sistema já está sendo oferecido em modelos da Ford, em modelos como o Mustang Mach-E e a F-150 Lightning. "A decisão da Ford de reformular a marca usando uma marca central usada pela GM e Cruise irá inevitavelmente causar confusão. Enquanto a GM esperava resolver o problema de violação de marca comercial com a Ford amigavelmente, não tivemos escolha a não ser defender vigorosamente nossas marcas e proteger o patrimônio que nossos produtos e tecnologia conquistaram ao longo de vários anos no mercado." , disse a GM em comunicado. De acordo com a General Motors, foram investidos US$10 bilh

Troller: enquanto principal interessado perde chances, marca desponta para outro comprador

Imagem
A decisão de compra da Troller por novas empresas ainda segue. De acordo com informações, a marca cearense perdeu o interessado que estava mais à frente da disputa, como dito em junho ( veja aqui ). De acordo com Maia Júnior, Secretário do Desenvolvimento Econômico e do Trabalho do Ceará, o processo de venda da Troller deve fazer com que a marca tenha quatro interessados na disputa pela Troller. Um dos interessados está mais avançado no estágio de negociações, inclusive com termos de compra e venda com a Ford. Porém essa empresa não deve ser a Aeris Energy, do ex-piloto Alexandre Negrão, ex-piloto da Stock Car e contribuinte do automobilismo nacional por ser de uma família que sempre esteve envolvida com o automobilismo. A Aeris tinha plano de transferir a produção de Horizonte (CE) para Pecém (CE), onde tem uma fábrica de aerogeradores de energia eólica. Esse novo interessado pela Troller assumiu a vantagem sobre os outros três, sendo de um empresário do interior de São Paulo que não

Troller deve ser vendida ainda neste mês de junho, destaca secretário "ponte" entre Ford e interessados

Imagem
A Troller pode enfim ser vendida ainda neste mês de junho. A marca cearense pode ter um destino feliz melhor que o fim de linha que a Ford planejava para o dia 31 de dezembro de 2021. A informação foi confirmada por meio de Maia Júnior, Secretário do Desenvolvimento Econômico e Trabalho do Ceará, em entrevista à Rádio O Povo CBN . Maia atua como ponte entre os interessados na marca junto com a Ford. O secretário ainda confirmou que é de interesse da Ford vender a Troller ainda neste mês de junho e já ter a resolução desse caso. Nas falas de Maia, ele acredita que o desfecho deve ser positivo para a Troller. "Eram quatro interessados na compra da Troller, que manifestaram e assinaram acordo de diligência para negociar com a Ford. Eu tenho sido informado de que dois desses estão avançando nas diligências. É o que mais me tem informado sobre os avanços nas negociações" , destacou. Esse interessado seria uma empresa de engenharia automotiva com sede em São Paulo (SP). Um dos prov

Ford confirma que deve eletrificar toda a sua gama, mas não dá data limite para isso

Imagem
A Ford confirmou que deve eletrificar toda a sua gama dentro de alguns anos. Apesar de não confirmar quando que isso deve acontecer, a marca norte-americana confirmou que toda a gama deve receber uma versão elétrica e/ou híbrida. Depois de apresentar uma nova plataforma e as baterias IonBoost, a marca apresentou recentemente o Mustang Mach-E e a F-150 Lightning, primeiros modelos que marcam esse processo de eletrificação. Até o final desta década, em 2029, a Ford deve apresentar modelos como Ford Explorer e Lincoln Aviator com opções puramente elétricas. “Sim, eletrificaremos totalmente o Explorer como você pode esperar, dado nosso plano de entregar 40% de nossa linha como veículos totalmente elétricos até 2030. Continuaremos usando nossos pontos fortes e eletrificaremos nossos ícones em segmentos de alto volume que dominamos hoje. Compartilharemos detalhes mais adiante” , destacou Mike Levine, Gerente de Comunicações de Produto da Ford na América do Norte. A Ford ainda deve trabalhar

Ford apresenta oficialmente a sua nova plataforma para elétricos com baterias IonBoost

Imagem
A Ford retirou vários modelos de linha, fechou uma série de fábricas pelo mundo a fim de financiar seu processo de eletrificação, que trouxe à tona a primeira plataforma dedicada a automóveis elétricos da Ford. A nova plataforma deve contar com uma bateria chamada de IonBoost. A Ford confirmou um investimento bilionário de US$8 bilhões em mobilidade elétrica que devem se unir aos US$22 bilhões já anunciados para a marca. Com os dois investimentos, teremos US$30 bilhões a serem aplicados somente em carros elétricos, infraestrutura e tecnologias que devemos saber quais serão até meados de 2025. A Ford ainda confirmou que deve ter uma ambiciosa meta de 40% de mercado das suas vendas globais para carros elétricos a partir de 2030. Outra novidade é o Ford Pro, que deve ser uma empresa de serviços que deve ser voltada para a distribuição de clientes comerciais e governamentais. A marca ainda confirmou que deve anunciar novos investimentos para os elétricos, ou seja, a marca está levando bem

BMW e Ford fecham parceria para desenvolvimento de baterias de estado sólido

Imagem
Surgiu mais uma inesperada parceria para o desenvolvimento de carros elétricos na Europa. A parceria entre BMW e Ford deve fazer com que as marcas injetem mais de US$130 milhões na Solid Power, uma startup que deve desenvolver baterias de estado sólido. A marca deve começar a desenvolver as suas baterias de estado sólido e a produção de componentes associados. Tanto a BMW Group como a Ford Group querem investir neste tipo de bateria para os seus carros e a injeção de investimentos da marca demonstra isso. Desde o ano passado, surgia rumores de que as marcas poderiam encontrar uma nova empresa para ser a fornecedora de suas baterias, com fase de validação dos componentes no final do ano passado. As baterias em desenvolvimento devem ser acumuladores em multicamadas de estado sólido de 20Ah. Até meados de 2022, BMW e Ford devem receber baterias de 100Ah em grade escala, realizando testes de validação e integração de baterias em seus carros. "As células totalmente sólidas do Solid Pow

Ford troca o comando na América do Sul para dar continuidade à sua reestruturação

Imagem
A Ford comunicou uma mudança no comando da Ford América do Sul. Comandada até então por Lyle Waters, que foi deslocado para a divisão de automóveis da marca americana no mercado chinês, onde assume como Gerente Geral. Por aqui a Ford passa a ter Daniel Justo como novo CEO da Ford América do Sul, que era Diretor Financeiro da Ford América do Sul. O novo chefe deve reportar a Steven Armstrong que já comandou a Ford na região e vai chefiar a operação América do Sul e Índia. Depois de passar por uma profunda reestruturação e fechar suas fábricas de Camaçari (BA) e Taubaté (SP) e colocar a Troller à venda, a marca deve se manter com uma produção na Argentina, Uruguai e México. Passando a ser uma empresa 100% importadora, a Ford ainda abandonou os segmentos menos lucrativos com a saída de Ka, Ka Sedan e EcoSport. Depois de apresentar as novidades para a Ranger (a versão Black) e o Mustang (Mach 1), a marca apresentou o seu primeiro lançamento importante na região nos últimos dias: o Bronco S

Ford deve erguer um Centro de Pesquisa para baterias na fábrica norte-americana de Allen Park

Imagem
A Ford confirmou que deve criar um novo Centro de Pesquisa para o desenvolvimento de baterias para baterias de carros elétricos. A marca norte-americana do oval azul confirmou o investimento para acelerar o desenvolvimento das baterias próprias da marca, que também quer ser independente quanto ao uso e produção de baterias, ou seja, isso dá uma maior autonomia à Ford, que deixa de ter uma empresa fornecedora de baterias. Esse novo centro deve ser erguido junto ao complexo industrial de Allen Park, em Michigan, nos Estados Unidos. Ele é chamado de Ion Park e deve gerar um investimento de US$185 milhões e serão 150 novos funcionários que devem ser contratados para a fábrica. A fábrica deve ficar pronta em 2022, com um prédio que deve ser erguido na mesma fábrica de Allen Park. A nova fábrica deve "permitir que a Ford dimensione rapidamente designs inovadores de células de bateria com novos materiais, uma vez que a empresa integre verticalmente células de bateria e baterias. Já estam

Ford tem dois investidores em estágio mais avançado na disputa pela Troller, diz jornal

Imagem
A Troller passou a ser disputada por duas empresas no mercado brasileiro. Depois do anúncio da Ford de parar as suas fábricas de Camaçari (BA) e Taubaté (SP), a Troller deveria ser vendida. A fábrica de Horizonte, no Ceará, ainda mantém a produção pela Ford até 31 de dezembro de 2021. No entanto, a Ford deve conseguir vender a marca e possuem dois interessados em comprar a Troller. Já chegou a ser três interessados, mas uma deve ter desistido. Segundo informações, um dos interessados na compra da Troller é Alexandre Negrão, ex-piloto da Stock Car e contribuinte do automobilismo nacional por ser de uma família que sempre esteve envolvida com o automobilismo. O outro investidor ainda é desconhecido, mas tudo indica que o destino da Troller deve ser definido até o final do ano e manter o emprego de cerca de 500 pessoas na fábrica de Horizonte. "Quatro grupos foram encaminhados. Tenho conhecimento de dois que estão evoluindo, já estão avançando as negociações com a Ford, inclusive com

Ford e Mahindra oficializam o fim total da parceria e do desenvolvimento de projetos

Imagem
A Ford e a Mahindra confirmaram que devem encerrar todo o tipo de parceria que chegou a ser planejada por ambas as marcas. De acordo com informações, a joint-venture foi cancelada quase que de última hora. Na Índia, ainda se tinha a impressão de que a Mahindra pudesse assumir as operações da Ford, encerrando o desenvolvimento de novos modelos, assim como também não devem compartilhar plataformas e motores, segundo informações do Autocar Índia . A decisão foi tomada depois de um rumor de que o EcoSport indiano pudesse receber o novo motor 1.2 Turbo de injeção direta de combustível e desenvolvido pela SsangYong. Os quatro projetos que estavam em andamento pela marca também foram encerrado já no início deste ano. Os modelos em questão eram um SUV subcompacto, um SUV compacto e dois SUVs médios, sendo um convencional e um com perfil mais cupê. Em fevereiro deste ano, a informação era que o desenvolvimento destes novos modelos estavam congelados. O SUV subcompacto, conhecido internamente co

Ford confirma que dois novos SUVs elétricos serão feitos no México; Europa terá novidades

Imagem
A Ford confirmou que deve aumentar a sua capacidade de produzir modelos elétricos, com um plano de eletrificação que deve ser acelerado em alguns anos. Além de começar a produzir elétricos em Cuautitlán, no México, onde faz o Mustang Mach-E, a Ford deve produzir ainda elétricos na Europa. "O programa de reestruturação foi muito significativo. Porém, a próxima fase da transformação exigirá mais ações que podem significar redimensionamento ou reaproveitamento de instalações ou outras mudanças. Vamos escolher segmentos onde haja demanda do consumidor, crescimento e onde possamos ser lucrativos" , disse Stuart Rowley, CEO da Ford Europa, ao Automotive News Europe . Recentemente, a Ford investiu US$1 bilhão na fábrica de Colônia, na Alemanha. Ela deve ser a responsável pela produção de um carro elétrico com a plataforma modular MEB, da VAG. "À medida que fazemos a transição, haverá menos plantas de trem de força, da mesma forma, poderemos investir mais em componentes elétrico

Ford confirma investimento de US$7 bilhões extras em elétricos; agora são US$29 bilhões

Imagem
A Ford tem investido um bom dinheiro no desenvolvimento de modelos elétricos. Depois de ter investido US$11,5 bilhões em elétricos, na semana passada a Ford quase duplicou esse investimento para US$22 bilhões. Agora, a Ford coloca mais US$7 bilhões e deve fechar com US$29 bilhões em investimentos. Todo esse dinheiro deve ser vendido até 2025. De acordo com Jim Farley, durante uma conferência sobre lucros e dividendos no quarto trimestre de 2020, disse que quer aumentar a quantidade de modelos elétricos no seu lineup, ou seja, a marca quer ter mais elétricos para além do Mustang Mach-E. Esses US$7 bilhões extras devem ser investidos em tecnologias para veículos autônomos, que devem ser inseridos em carros elétricos. Daqui alguns anos, a Ford deve investir majoritariamente em elétricos, mudando o cenário de desenvolvimento de modelos da marca, apostando em carros elétricos ou em modelos híbridos. A Ford deve manter os carros atuais em linha, de acordo com cada mercado, apostando em híbri

Ford encerra a joint-venture com a Zotye na China, depois de quatro anos do acordo

Imagem
A Ford tem causado uma revolução dentro de si mesma em 2021. Em questão de poucas semanas, a Ford encerrou a parceria que tinha com a Mahindra na Índia, encerrou a produção das fábricas de Camaçari (BA) e Taubaté (SP) no Brasil e encerrou a parceria com a Zotye, na China. Ao mesmo tempo, investiu US$1 bilhão na fábrica da África do Sul e confirmou US$22 bilhões para o desenvolvimento de carros elétricos. Estabelecido em 2017, a joint-venture entre Ford e Zotye focava no desenvolvimento de microcarros. Com o fim da necessidade de joint-ventures com marcas locais da China, a Ford optou por encerrar a parceria. A marca confirmou que o cancelamento da parceria serve para negociações futuras, que podem ser mais flexíveis. Na época da criação da joint-venture, as duas marcas deveriam criar uma marca em parceria para vender os modelos, mas informações da aprovação do acordo não estão 100% definidos. “A parceria entre a Zotye Auto e a Ford fortalece ambas as partes para que possamos ter uma pa

Postagens mais visitadas deste blog

Nova geração da Ford Ranger é vista novamente em flagrante que revela mais da dianteira

Jeep Compass possui fila de espera até 2022 pra algumas versões por falta de semicondutores

Sem nenhum emplacamento, Jeep Commander já possui longa fila de espera de até 6 meses

Fiat Pulse Abarth está em desenvolvimento e será apresentado em 2022, de acordo revista

Peugeot inicia pré-produção do SUV cupê 4008 na Europa, na fábrica de Mulhouse, na França

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

BYD também testa o D1 no Brasil, que pode ser o quinto lançamento da marca para 2022

Nova geração do BMW Série 3 chega em 2025, com opção de motor puramente elétrico

Jeep Renegade 2023 não vai ganhar novo painel, mas terá novo volante e cluster digital

Chevrolet Onix ainda tem complicações com a produção para atender a demanda do cliente