Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Consumo

Mesmo com 253cv, Ford Maverick é mais econômica que Fiat Toro com motor T270

Imagem
Depois de ser apresentada em junho, a Ford vai apresentando alguns dados da sua picape Maverick. A novidade teve o seu consumo revelado pelo site Maverick Truck Club, que revelou uma imagem da etiqueta de consumo da picape. De acordo com o órgão norte-americano de etiquetagem de consumo, simular ao nosso InMetro, a picape consegue fazer um consumo de 9,8km/l na cidade e 12,7km/l na estrada com o motor 2.0 EcoBoost. Contando com a tração integral, a picape ainda consegue fazer em 9,3km/l e 12,3km/l nos mesmos circuitos.  Mesmo com um motor 2.0 Turbo, a picape da Ford conseguiu ser mais econômica que a Fiat Toro 1.3 Turbo com seus 9,7km/l na cidade e 10,7km/l na estrada quando abastecida com gasolina.  Já o motor 2.5 Hybrid, que já tinha revelado seus dados de consumo, conseguiu fazer 17km/l de média. O motor 2.5 16v Hybrid desenvolve 164cv e 21,4kgfm do motor 2.5 junto de um elétrico de 128cv e 23,9kgfm. A potência combinada é de 193cv e o câmbio é um automático eCVT, com tração diantei

Movido a hidrogênio, nova geração do Toyota Mirai quebra recorde de maior autonomia: 1.003km

Imagem
A Toyota confirmou que conseguiu quebrar um recorde de percurso com um carro movido a hidrogênio. Com o Mirai, a marca conseguiu percorrer 1.003km e estabelecer um novo recorde que era do Hyundai Nexo, que tinha alcançado 887,5km. O recorde foi estabelecido no dia 26 de maio em uma viagem que terminou em Paris, na França. Com isso, o Toyota Mirai se tornou o carro com maior distância quando abastecido com hidrogênio. Para fazer o recorde acontecer, a Toyota teve que fazer com que o modelo fosse conduzido de maneira perfeita. Com um custo médio de hidrogênio de apenas 0,55kg por 100km, o Mirai terminou o desafio com uma autonomia restante de 9km. Os pilotos que participaram do percurso foram quatro, sendo que Victorien Erussard, fundador e capitão do Energy Observer, foi o líder dos pilotos. Acreditando fortemente no hidrogênio, a Toyota confirmou que deve continuar investigando e desenvolvendo a tecnologia. "Estou muito feliz por ter trazido este desafio de 1.000 km para as rodas

Ferrari revela novas informações da SF90 Stradele, que possui autonomia elétrica de 13km

Imagem
A Ferrari apresentou oficialmente mais detalhes da SF90 Stradele depois de mais de um ano da sua apresentação, que aconteceu em agosto de 2019. O hiperesportivo híbrido da marca italiana teve mais detalhes revelados pela agência ambiental norte-americana, a EPA. O modelo conta com uma autonomia elétrica de apenas 13km, 12,9km para ser mais exato. Combinados, os motores a gasolina e o elétrico garantem um consumo de 21,7km/l, desde que a velocidade permaneça dentro do funcionamento do motor elétrico. Acima disso, o modelo possui um consumo de 7,65km/l. Na mecânica, destaque para o motor 3.9 V8 biturbo que desenvolve 780cv de potência, trabalhando em conjunto com três motores elétricos que geram mais 220cv. Combinados, eles entregam 1.000cv de potência, com câmbio automático de dupla embreagem de 8 marchas. Um dos motores elétricos é na verdade um MGU-K, sistema que recupera energia cinética para que seja reaproveitada nas acelerações. Esse motor fica localizado entre o motor a combustão

Polestar revela mais informações técnicas sobre o One, que possui autonomia elétrica de 83km

Imagem
Depois de revelar o One em 2017, a Polestar revelou as primeiras informações do cupê híbrido ao público. O modelo foi testado pelos órgãos governamentais para obter seus dados de consumo e autonomia. De acordo com o padrão norte-americano EPA de consumo, o One deve ter uma autonomia de 83km no modo elétrico e um consumo de gasolina, no modo híbrido, de 24,5km/l. Usando apenas o motor a gasolina, o consumo é de 11km/l. Feito sobre a plataforma SPA, como os modelos da série 90, o modelo é o primeiro automóvel da Polestar, que ganhou vida própria após ser adquirida pela Volvo. Praticamente um Volvo S90 Coupé no design externo e interno, a principal novidade do Polestar está na mecânica. Por enquanto, os automóveis da Polestar ainda devem beber na fonte de inspiração dos automóveis da Volvo. O cupê possui motor 2.0 TwinEngine Hybrid que desenvolve 320cv de potência com o motor a gasolina, mas conta com propulsor elétrico de 87cv. Juntos, os dois motores desenvolvem 608cv de potência e

Tesla melhora autonomia do Model S, primeiro elétrico do padrão EPA a ter mais de 640km

Imagem
A Tesla acaba de chegar a um novo feito com os seus elétricos. O Model S passa a ser o primeiro automóvel do mundo a ter mais de 640km de autonomia com uma recarga, de acordo com o padrão norte-americano EPA de consumo. A versão Long Range Plus passa a contar com 20% a mais de autonomia graças a melhorias que a Tesla introduziu ao seu sedã elétrico. Entre as mudanças, a linha 2021 do Model S passa a contar com uma aerodinâmica melhorada ao contar com novas rodas que diminuem o arrasto aerodinâmico e que melhoraram a autonomia em 2%. Há ainda outras peças que ajudaram a deixar o Model S mais eficiente, que a Tesla não revelou. O freio regenerativo também passou por mudanças, atuando em velocidades mais baixas também. Com isso, o Tesla Model S passa a ser oficialmente o primeiro carro com autonomia de 640km (ou 400 milhas). Lançado em 2013, o sedã vem recebendo várias melhorias desde então. A Tesla recentemente confirmou que desenvolve uma nova bateria, capaz de ter uma autonomia mai

Volkswagen desenvolve Gol e Voyage com versão Patrulheiro, destinado a segurança pública

Imagem
A Volkswagen parece estar interessada em desenvolver uma versão específica para o Gol e o Voyage que são vendidos para a Polícia no Brasil. De acordo com informações com o site Autos Segredos, a marca desenvolve a versão Patrulheiro do hatch e do sedã compacto no país. As informações foram encontradas na listagem de consumo do Conpet do InMetro, onde as versões aparecem na listagem dos modelos. De acordo com informações com a Volkswagen, o site disse que a marca alemã desenvolveu uma versão específica do Gol e do Voyage, que devem ser oferecidos para instituições ligadas à segurança pública. A versão deve contar com uma homologação específica. Ainda não se tem informações específicas sobre essa versão, mas se nos basearmos com as versões voltadas ao uso policial de outros países, como os Estados Unidos, os carros são bem mais simples, com para-choque dianteiro e traseiro pintado de preto, rodas de aço sem calotas, retrovisores e maçanetas em preto e arcos das caixas de rodas com acabam

InMetro revela consumo da versão M340i do BMW Série 3, que deve ser lançada no Brasil no segundo semestre

Imagem
A BMW deve apresentar uma nova versão topo de linha para o Série 3 no Brasil. A novidade deve ser apresentado no Brasil no segundo semestre, provavelmente no mês de setembro. Trata-se da versão M340i, que teve os dados do seu consumo registrados no InMetro. Revelado pelo Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular do InMetro/Conpet (PBEV), o sedã bebe só gasolina e consome 9km/l na cidade e 12,3km/l na estrada, um consumo excelente para a mecânica que possui. A descoberta foi da revista Autoesporte . Ele usa o motor 3.0 TwinPower Turbo a gasolina que desenvolve 387cv e 51kgfm, associado ao câmbio automático Septronic de 8 marchas. Segundo a BMW, ele acelera de 0 a 100km/h em 4,4 segundos com tração integral xDrive. Cerca de 55kg mais leve que o antecessor, ele melhora ainda mais o seu desempenho. Ele ainda conta com os modos de condução Sport, Sport+, Eco e Normal. M340i parece ser um ótimo carro para ser dirigido. Com distribuição de peso 50/50, diferencial M de deslizamento limitado,

Toyota diz que Corolla Hybrid deve ser mais econômico que o próprio Prius

Imagem
A Toyota confirmou que a nova geração do Corolla com motor híbrido deve ser mais econômico que o Prius. O sedã médio deve ser vendido em cerca de 90 países. De acordo com o U.S. Environmental Protection Agency (EPA), o consumo de combustível do Corolla híbrido é animador. Segundo o órgão, ele registra 22,4km/l na cidade e 22,1km/l na estrada. Em relação ao Prius, que marca 22,9km/l na cidade e 21,2km/l na estrada. Apesar do consumo não ser melhor na cidade, ele é melhor na estrada. Com o investimento de R$1 bilhão para ampliação e modernização da fábrica, tornando a mesma capaz de produzir carros com a plataforma TNGA, a Toyota disse que só consegue produzir carros com essa plataforma dentro de 18 meses (um ano e meio), o que empurraria o seu lançamento para abril/maio de 2020. Lembrando que o nosso Corolla deve se basear no modelo europeu/chinês, com linhas com sóbrias. Este traz faróis mais retangulares com duplo projetor de LED, bem como duas luzes diurnas em LED nas lentes. Ess

Terceiro SUV da Chery, Tiggo7 tem dados de consumo revelados pelo InMetro

Imagem
A Chery confirmou que o seu novo utilitário esportivo a ser vendido no Brasil, o Tiggo7, estreia ainda nesse mês. O SUV médio deve ser vendido nas versões T e TXS e deve ter preço acima dos R$100 mil, visto que a versão topo de linha do Tiggo5X custa R$96.990. O InMetro revelou os dados de consumo do motor 1.5 Turbo Flex, que é o mesmo usado pelo Tiggo5X e Arrizo5, mas o Tiggo7 é um pouco mais pesado. De acordo com o InMetro, ele deve consumir 6.6km/l na cidade e 7,6km/l na estrada com Etanol. Com Gasolina, o consumo será de 9,7km/l na cidade e 10,9km/l na estrada. Produzido na fábrica de Anápolis (GO), o SUV possui 4,50 metros de comprimento, 2,67 metros de entre-eixos, 1,84 metro de largura e 1,67 metro de altura, com porta-malas de 440 litros, podendo chegar a 1.100 litros com os bancos rebatidos. A plataforma é a mesma do Tiggo5X, a T1X e tem mais de 60% de aços de alta resistência. O motor será o mesmo também, o 1.5 16v Turbo Flex, que deve desenvolver 150/147cv de potência co

Toyota Corolla Hybrid Flex, no Brasil, deve ter dados de consumo próximos ao do Prius

Imagem
A Toyota revelou os primeiros dados do Corolla com motor híbrido nos últimos meses. Previsto para ser apresentado dentro de alguns meses no Brasil, o sedã médio já teve dados de consumo revelado com a versão híbrida no exterior, podendo chegar a 22km/l. De acordo com a Toyota, o sedã médio deve ser capaz de ter médias parecidas com do Prius, que de acordo com o InMetro 2019 consegue rodar 18,9km/l na cidade e 17,0km/l na estrada com gasolina. A fábrica de Indaiatuba (SP) não deve produzir o carro em 2019 como era esperado. Com o investimento de R$1 bilhão para ampliação e modernização da fábrica, tornando a mesma capaz de produzir carros com a plataforma TNGA, a Toyota disse que só consegue produzir carros com essa plataforma dentro de 18 meses (um ano e meio), o que empurraria o seu lançamento para abril/maio de 2020. Lembrando que o nosso Corolla deve se basear no modelo europeu/chinês, com linhas com sóbrias. Este traz faróis mais retangulares com duplo projetor de LED, bem como

Agora vai: Kia Rio já aparece no programa de consumo do InMetro e chega no Salão

Imagem
Agora enfim deve ir. A Kia confirmou a presença do Rio no Conpet do InMetro, o PBEV (Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular) apenas na carroceria hatchback e equipado com o motor 1.6 16v Flex de 128/122cv de potência, com câmbio manual de 6 marchas ou automático de 6 velocidades, usando o mesmo conjunto do Hyundai HB20. Tudo indica que o Rio deva ser lançado oficialmente no Salão do Automóvel de São Paulo deste ano e segundo os dados de consumo do hatch sul-coreano, o Rio com câmbio manual faz 7km/l e 9,4km/l com etanol na cidade/estrada. Os mesmos números valem para quando abastecido com gasolina em ciclo urbano e rodoviário, de 10,5km/l e 13,4km/l respectivamente. Ele é um pouco mais beberrão que o Hyundai HB20 com seus 11,6km/l e 13,8km/l na cidade/estrada com o mesmo motor, mas vale lembrar que o Rio é maior e mais pesado. Importado do México, o Rio teve seu lançamento adiado por definições do Rota 2030, já que seu lançamento era previsto para o primeiro semestre deste ano

Segundo InMetro, BMW i8 é o esportivo mais econômico no mercado com média de 12,4km/l

Imagem
O InMetro acaba de testar o consumo do BMW i8, recebendo o título de esportivo mais eficiente do nosso mercado. Segundo o Programa Brasileiro de Etiquetagem (PBE) e do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), o superesportivo híbrido BMW i8 consegue entregar consumo de combustível melhor que de muitos carros compactos à venda no mercado. Equipado com motor 1.5 12v TwinPower Turbo que desenvolve 234cv de potência junto a um elétrico de 132cv de potência que juntos desenvolvem 362cv de potência e 58,1kgfm de torque, com tração traseira no motor a gasolina, dianteira com motor elétrico e tração integral com ambos motores. A transmissão é automática de 6 velocidades. Este conjunto é suficiente para proporcionar consumo de 11,3km/l na cidade e 13,6km/l na estrada. A média é de 12,4km/l. Com isso, o carro obtém o selo Conpet de eficiência energética. O i8 acelera de 0 a 100km/h em 4,4 segundos e chega a velocidade máxima de 250km/h. O i8 é um dos modelos mais ca

Chevrolet Cruze Turbo Diesel se torna o automóvel não-híbrido mais econômico dos EUA com 22,1km/l

Imagem
Depois dos escândalos da Volkswagen com o Dieselgate, que levantou a questão de abolir o uso de motores diesel em diversos países, a Chevrolet apresentou nesta semana o Cruze Turbo Diesel nos EUA. O médio norte-americano se tornou o modelo não-híbrido mais econômico dos EUA. Antes de ser lançado, Mark Reuss, chefe de desenvolvimento de produtos da GM, insinuou que o Chevrolet Cruze 2017 a diesel poderia alcançar uma classificação da EPA que "começará com um 5", insinuando 52mpg, ou algo acima de 20km/l. A prova veio agora com 22,1km/l na estrada e segundo a GM "o consumo de combustível mais baixo na estrada entre todos os carros não-híbridos/elétricos na América". Equipado com câmbio manual, ele consegue 12,7km/l na cidade e com câmbio automático de 9 velocidades ele faz 13,1km/l na cidade e 19,9km/l na estrada. O novo motor 1.6 Turbo Diesel desenvolve 138cv de potência e 33,1kgfm de torque, acoplado ao câmbio manual de 6 marchas ou automático de 9 velocidades. E

Mazda lança tecnologia HCCI para Mazda3 em nova geração dos médios, em meados de 2018

Imagem
Depois de muitas tentativas, a Mazda foi a primeira marca a apresentar a tecnologia HCCI. Presente para os médios Mazda3 de nova geração, que chegam em 2018, a nova motorização acompanha a nova encarnação dos médios com motor que entrega mais e consome menos. Os motores HCCI são motores a gasolina que são bons em termos de emissões, mas nem tanto em eficiência energética. Totalmente o contrário dos motores movidos a diesel. Engenheiros de todo o mundo estão tentando juntar os dois mundos. A sigla significa “Homogenous Charge Compression Ignition”, ou motor de ignição por compressão com carga homogênea. A carga homogênea se refere à mistura de combustível e de ar. Ela tem de ser a mais homogênea possível, ou seja, não deve haver uma concentração de combustível dentro do pistão, como normalmente acontece em motores com injeção direta ou common rail. A ignição por compressão é o que os motores movidos a diesel fazem: dispensam velas de ignição para atear fogo à mistura. Nissan e Genera

Chevrolet deve lançar câmbio manual de 6 marchas para Cobalt e Spin na linha 2017, que chega em breve

Imagem
A linha 2017 de Cobalt e Spin está muito próxima de ser revelada no mercado brasileiro. Não que a dupla deve trazer várias novidades, mas ao que tudo indica, deve trazer certos ajustes mecânicos na lista de itens de série. Com a imposição do Inovar Auto sobre motores mais velhos, a Chevrolet se viu obrigada a trazer algumas mudanças no motor 1.8 8v FlexPower qu equipa a dupla. Os compactos deverão ganhar direção elétrica no lugar da direção hidráulica e o câmbio deve passar a ser manual de 6 marchas no lugar do manual de 5 marchas. Outra mudança para os modelos ficarem mais econômicos é a adoção do Pacote de eficiência energética ECO. As versões equipadas com câmbio manual passarão a vir de série com indicador de troca de marchas no quadro de instrumentos e peças aerodinâmicas na parte inferior do carro. Para identificar a nova tecnologia os modelos terão o selo ECO estampado na tampa traseira. As informações são do site Autos Segredos. Embora tenham um ajuste mecânico pequeno, o se

Ford roda 1.249km com o Mustang Ecoboost com um tanque de combustível e atinge 20,53km/l

Imagem
A Ford está informando que bateu um recorde de consumo de combustível com o Mustang com o motor EcoBoost. Sucesso de vendas nos EUA e Europa, o coupé veio para desmitificar a ideia que esportivo é beberrão. Em viagem na Noruega, o Mustang EcoBoost rodou 1.249,3km com um tanque de combustível, que deu a média de 20,53km/l. A empreitada foi capitaneada por dois pilotos noruegueses: Knut Wilthil e Henrik Borchgrevink. Extra-oficialmente registrado pela Ford, o Mustang EcoBoost conta com motor 2.3 de quatro cilindros, capaz de desenvolve 314cv de potência com torque de 44,2kgfm. Este é considerado um dos motores mais modernos da Ford atualmente. O trajeto foi iniciado em Bodo, no Círculo Ártico e finalizado no sul de Oslo, capital do país, quando a gasolina finalmente acabou. Segundo a dupla, a velocidade média foi baixa e não foi revelada pela Ford. Mas, ao se observar pelo consumo de 20km/l, deve ter sido meio lento. Principalmente para um Mustang, um dos muscle cars mais icônicos.

Postagens mais visitadas deste blog

Nova geração da Ford Ranger é vista novamente em flagrante que revela mais da dianteira

Jeep Compass possui fila de espera até 2022 pra algumas versões por falta de semicondutores

Sem nenhum emplacamento, Jeep Commander já possui longa fila de espera de até 6 meses

Peugeot inicia pré-produção do SUV cupê 4008 na Europa, na fábrica de Mulhouse, na França

Fiat Pulse Abarth está em desenvolvimento e será apresentado em 2022, de acordo revista

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

BYD também testa o D1 no Brasil, que pode ser o quinto lançamento da marca para 2022

Nova geração do BMW Série 3 chega em 2025, com opção de motor puramente elétrico

Jeep Renegade 2023 não vai ganhar novo painel, mas terá novo volante e cluster digital

Chevrolet Onix ainda tem complicações com a produção para atender a demanda do cliente