Postagens

Mostrando postagens com o rótulo PcD

Hyundai Creta Action volta a ser vendido para PcD, mas com o visual antigo e por R$ 88.368,10

Imagem
A Hyundai voltou a vender o Creta com o regime PcD, para Pessoas com Deficiência no Brasil. O SUV compacto será ofertado com descontos. Tabelado em R$99.290, ele pode ser vendido por R$88.368,10 após a isenção de IPI. Único na linha a manter o design do Creta antigo, ele é equipado com ar-condicionado, direção elétrica, rodas de liga leve de 16”, vidros elétricos dianteiros e traseiros com função one-touch para motorista, travas elétricas nas portas e porta-malas com comandos na chave. Há ainda chave principal tipo canivete com telecomando de travamento das portas e porta-malas, retrovisores externos com ajuste elétrico e luz indicadora de direção, computador de bordo, piloto automático com controles no volante, coluna de direção com regulagem de altura e profundidade, entre outros. Há também airbag duplo e freios ABS com EBD, fixação ISOFIX com Top Tether, apoios de cabeça em todas as posições e cinto de três pontos para todos os passageiros, imobilizador do motor, alarme perimétrico,

Chery estende os descontos para PcD ao Tiggo 3X na versão Plus até o final de setembro

Imagem
A Chery confirmou que vai manter os descontos para os consumidores PcD (Pessoas com Deficiência) para o Tiggo 3X. Apresentado no mês passado, o desconto fazia o SUV subcompacto ser vendido com o preço de R$84.807,17, diminuindo o valor de tabela do carro, que é de R$95.990. A promoção vale para todas as concessionárias da marca no país até o final de setembro. O Tiggo 3X estreia o motor 1.0 12v Turbo Flex que desenvolve 102/98cv de potência com torque de 17,1/16,8kgfm, acoplado a um câmbio automático CVT, que simula 9 marchas. Segundo a marca, ele acelera de 0 a 100km/h em 14,2 segundos. De série, a versão deve ser equipada com os modos de condução ECO/Sport, sensor de estacionamento traseiro, grade dianteira "Matrix", luzes diurnas em LEDs, rodas de 16", painel de instrumentos de 3,5", bancos em tecido, 2 airbags, alarme, indicador de pressão dos pneus, ar-condicionado, direção elétrica com ajuste de altura, vidros, travas e retrovisores elétricos, sistema multimíd

Volkswagen T-Cross Sense e 200TSI para PcD possuem fila de espera de até três meses

Imagem
A Volkswagen voltou a vender o T-Cross Sense no mercado brasileiro em junho deste ano e ainda ampliou o leque de mercado dele com a possibilidade de também ser adquirido por consumidor físico. Na época, o lançamento da versão era uma alusão para atender ao público PcD. No entanto, desde que o Governo Federal aumentou o preço para R$140.000, a opção 200TSI automática também pode ser vendida para consumidores PcD. Versão mais digna que a Sense, ela possui uma fila de espera de 90 a 120 dias. Com o desconto, ela baixa de R$119.790 para R$102.000 com descontos e bônus dados pela Volkswagen. Incluso ao desconto do carro está um bônus de fábrica de 8%. De série, ele será vendido com ajuste de altura dos faróis dianteiros, 6 airbags (2 frontais, 2 laterais nos bancos dianteiros e 2 de cortina), ar-condicionado com filtro de poeira e pólen, assistente de partidas em aclives/subidas (Hill Hold Control), controles de tração (ASR) e estabilidade (ESC), bloqueio eletrônico do diferencial (XDS+), d

Chery lança promoção para vendas PcD de Tiggo 2 e Tiggo 3X no Brasil até amanhã, 31

Imagem
A Chery passa a vender seus sedãs e utilitários esportivos com novidades. As principais promoções valem para o Tiggo 2 e Tiggo 3X, que devem ser vendidos com desconto adicional de fábrica de 5% além da isenção de IPI para os veículos vendidos até R$140.000 para o público PcD. Segundo a Chery, a promoção é válida para este mês e válida em toda a rede de concessionárias da marca. No caso do Tiggo 2, a versão Act deve ser vendida por R$77.946,65, enquanto sem os descontos começa em R$92.190. O Tiggo 2 1.5 Look MT sai por R$71.725,10. No caso do Tiggo 3X, o SUV conta com preço de R$83.923,67, mas na tabela é vendido por R$94.990. Além da dupla, outros modelos devem ser vendidos com descontos para PcD. Já o Tiggo 5X, vendido em versão única, a TXS, é vendido por R$115.160,33 com os descontos, sobre os R$124.990 da tabela. O Tiggo7 deve ser oferecido na versão TXS por R$125.597,28, contra os R$136.990 de tabela. Por fim, o Arrizo 6 é o único sedã apto a ser vendido para PcD, por R$105.001,10

Isenção de IPI para PcDs pode ser aprovada até o final de 2026 com uma nova medida

Imagem
O Governo Federal deve adiar a isenção de IPI reduzido para carros de até R$140.000 no Brasil. A medida, que está programada para valer até 31 de dezembro, pode ser estendida até 31 de dezembro de 2026. A Comissão de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência aprovou o Projeto de Lei 5149/20 aprovou a medida que prevê que o desconto seja praticado no prazo de cinco anos extras. As pessoas com deficiência auditiva também pode ser novamente inseridas como Pessoas com Deficiências (PcD), depois do veto de descontos para esse tipo de pessoa por motivos não declarados, apesar de claramente serem enquadrados como pessoas PcDs. Agora, o projeto deve percorrer um caminho até ele ser aprovado com uma nova sanção por parte do presidente. Antes, ele deve ser aprovado pela Câmera dos Deputados, e a medida foi pedida pela Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência, Finanças e Tributação e a Constituição e Justiça e de Cidadania. A lei permite que os consumidores de automóveis podem adquir

Toyota inicia vendas PcD com Yaris, Yaris Sedan e Corolla com descontos de até R$13 mil

Imagem
A Toyota iniciou as vendas dos seus modelos aptos a serem vendidos com descontos de Imposto sobre Produto Industrializado (IPI) para Pessoas com Deficiência (PcD). De acordo com a nova lei que permite que os carros de até R$140.000 possam ser vendidos com incentivos, Yaris Hatch, Yaris Sedan e Corolla podem ser vendidos em algumas versões. Dentro da gama do Yaris Hatch, apenas a versão X-Way não deve ser vendida com desconto. O hatch deve receber descontos de R$8.303,81 a R$10.136,85, com preços entre R$75.486,49 a R$92.153,15 ante os R$83.790 a R$102.290 de tabela. Já o Yaris Sedan pode ser vendido com descontos em todas as versões. Os descontos para o sedã variam de R$8.560,27 a R$10.523,33, ante os R$87.390 a R$106.190 de tabela. No caso do Corolla, apenas a versão GLi pode ser vendida dentro do limite dos preços. Com isso, o sedã médio poderá ser vendido com desconto de R$12.980,98, fazendo com que os R$130.990 de tabela possam ser reduzidos para R$118.009,02. “Atualmente a Toyota

Chery passa a oferecer descontos para PcD para Tiggo2, Tiggo3X, Tiggo5X, Tiggo7 e Arrizo6

Imagem
Assim como aconteceu com todas as marcas que vendiam carros com descontos para Pessoas com Deficiência (PcD), a Chery revelou os modelos que podem ser vendido com os descontos. Os modelos Tiggo2, Tiggo3X, Tiggo5X, Tiggo7 e Arrizo6 devem ser oferecidos com descontos do Imposto sobre Produto Industrializado (IPI), depois do Governo Federal sancionar descontos para os modelos com preço de até R$140.000, em nosso mercado. No caso do Tiggo2, o modelo mais acessível da Chery deve ser vendido com desconto nas versões Look e Look AT. O primeiro é vendido com câmbio manual e preço de tabela de R$79.590, mas que pode ser vendido por R$71.702,70 com os descontos. Já a versão AT é vendida por R$85.790, mas sai por R$77.288,29 com os descontos. Já o Tiggo3X é oferecido nas versões Plus (R$94.990) e Pro (R$99.990) com descontos que fazem ele ser adquirido por R$88.775,70 e R$93.448,60, respectivamente. Já o Tiggo5X, vendido em versão única, a TXS, é vendido por R$113.435,97 com os descontos, sobre o

Chevrolet volta a oferecer versões do Tracker para PcD, que tem descontos de até R$21.300

Imagem
A Chevrolet volta a vender o Tracker com descontos para Pessoas com Deficiência (PcD). O SUV compacto se enquadra dentro da Lei Nº14.183, que permite descontos do Imposto sobre Produto Industrializado (IPI) para carros de até R$140.000. Com esse novo teto, todas as versões Tracker podem receber descontos de IPI. Atualmente o Tracker é vendido com preços entre R$105.400 a R$131.430. Com isso, a versão LT 1.0 AT, vendida por R$105.400 pode ser adquirida por R$91.608,72, abatimento de $13.791,28. Já a versão LTZ 1.0 AT pode ser vendida por R$99.318,42 contra os R$114.270 da tabela. Já a versão Premier 1.0 AT pode ser vendida por R$106.776,09, contra os R$122.850 da tabela. Por fim, a versão Premier 1.2 AT pode ser vendida por R$110.116,65 contra os R$131.430 da tabela. Com isso, os descontos vão de R$13.791,28 a R$21.313,35, dependendo da versão. No entanto, o maior problema do Tracker não é os descontos – e sim da falta de unidades para venda. Sem ser produzido na unidade de São Caetano

Jeep Renegade volta a ter versão para PcD, com três opções e descontos de até R$25 mil

Imagem
A Jeep voltou a vender o Renegade com condições especiais para Pessoas com Deficiência (PcD) no Brasil. Com o teto que prevê descontos de Imposto sobre Produto Industrializado (IPI) para carros de até R$140.000, a Jeep poderá enquadrar quase todas as versões do SUV compacto dentro do limite de descontos previstos na Lei 8.989/95. A Jeep ainda confirmou que deve oferecer um desconto de até 12% sobre o valor de tabela do SUV compacto, junto com o desconto de IPI. Com isso, o Renegade Sport Flex poderá ser comercializado por R$84.235 (na tabela, o preço da versão é de R$103.890) e o Longitude Flex poderá ser vendido por R$97.981 (ante os R$123.590 da tabela), esse último com desconto de quase R$25 mil. A Limited Flex pode ser vendida por R$104.992. Essa versão é vendida atualmente por R$129.490. De acordo com a Jeep, a marca confirmou que os descontos de 12% devem valer em todas as concessionárias até o dia 4 de agosto. A versão Standard, de entrada, deve ser vendida por R$92.990, mas não

Citroën C4 Cactus confirma retorno de reduções de imposto para PcD; SUV parte de R$85.858

Imagem
A Citroën confirmou o retorno das vendas do C4 Cactus para Pessoas com Deficiência (PcD). Desde o ano passado que a francesa tinha interrompido as vendas do modelo mas com a aprovação da Lei 8.989/95, que concede desconto de IPI para carros de até R$140.000, o C4 Cactus voltou a estar dentro do preço para o abatimento do imposto. Com isso, a versão Live pode ser vendida por R$85.858, sendo que o preço de tabela é de R$99.990. Já a versão Feel pode ser vendida por R$88.468, contra os R$107.990 da tabela. As versões Feel Pack e Shine também podem ser vendidas com descontos para PcD. De série, ele deve ser equipado com central multimídia Citroën Connect Radio, com tela touch de 7” e conectividade com Apple Car Play® e Android Auto®. O volante tem regulagem de altura e profundidade e comandos integrados do rádio, câmera de ré, além do piloto automático com regulador e limitador de velocidade, faróis de neblina, vidros elétricos com subida e descida contínua e anti-esmagamento de dedos. O m

Teto de R$140 mil para aquisição de carros para PcDs é sancionado e é válido até 31/12

Imagem
O Governo Federal confirmou que sancionou a Lei Nº 14.183/21, aprovada no Congresso Nacional na segunda vez por conta de emendas diferentes, após a primeira ser recusada pelo Senado Federal. A lei permite que os consumidores de automóveis podem adquirir automóveis com descontos de Imposto sobre Produto Industrializado (IPI), com carros de teto de até R$140.000. Segundo as novas normas, a nova lei deve fazer com que os carros possam ser vendidos com descontos de IPI até dia 31 de dezembro de 2021. Depois disso, a pessoa pode trocar de carro a cada três anos. O Ministério Público precisa passar pelo Congresso Nacional para virar uma lei e a medida de dar descontos de IPI vale de maneira preventiva. Os descontos de IPI e ICMS ainda continua valendo para carros de até R$70.000. O que chega a ser um erro porque não existe mais carros automáticos abaixo dos R$70.000. Com o aumento de tudo no país, os carros passaram por um aumento de preços que fizeram com que todos passassem a custar mais d

Nissan volta a oferecer o Kicks Active no Brasil, para público PcD, que estreia por R$90.990

Imagem
A Nissan apresentou oficialmente o reestilizado Kicks no Brasil em fevereiro deste ano, com as versões Sense, Advance e Exclusive. Agora, o SUV compacto volta a ser vendido com a versão destinada ao público PcD, chamada de Active CVT. A novidade chega ao nosso mercado por R$92.990. Para quem pediu os documentos obtidos até o dia 28 de fevereiro, a isenção de IPI pelo governo federal e descontos extras de 10% sobre o preço de tabela. Para quem conseguiu os benefícios após 28/02, a Nissan pode vender o SUV compacto de maneira direta e com descontos de até 7%, fazendo ele ser vendido por R$84.620. Visualmente, a versão Active perde os faróis de neblina e o rack de teto, além das rodas de 16 polegadas passam a ser de calotas. Na traseira, ele mantém o mesmo design do Kicks pré-reestilização, sem as lanternas que se conectam por meio de um friso. No interior, ele perde sistema de som e central multimídia. De série, ele deve ser vendido com ar-condicionado com ajuste manual, direção com assi

Senado aprova teto de R$140.000 para carros PcD e tem prazo para ser aprovado por Presidente

Imagem
Após subir o teto para R$140.000 para carros para Pessoas com Deficiência (PcD) como uma Medida Provisória 1034/21, que modifica as leis para aquisição de automóveis para os PcD, o projeto de lei foi revisado pela Câmera dos Deputados, onde as alterações da MP acabaram sendo rejeitadas e com a remoção do teto do valor para a isenção do Imposto sobre Produto Industrializado (IPI), o intervalo de uso do abatimento tributário, que permite limitar a troca de automóveis a cada dois anos. Na Câmara, o limite dos R$140 foi debatido novamente e foi retomado de forma positiva durante reunião com parlamentares no último dia 23 de junho, mas o prazo para a troca dos automóveis passou a ser de quatro anos. Antes, os consumidores PcD poderiam fazer a renovação do IPI a cada dois anos e a troca de veículos só poderia ser feita a cada três anos. As sanções devem ser sancionadas agora pelo Presidente da República, que possui um prazo de 15 dias para aprovar ou reprovar as novas regras. Caso aprovado,

Carros PcD podem ter um teto máximo para descontos de IPI aumentado para R$140.000

Imagem
A Câmera dos Deputados confirmou a aprovação da Medida Provisória 1034/21, que limita o teto para carros para Pessoas com Deficiência (PcD) e que sofreu algumas importantes alterações. A novidade é que o preço foi reajustado de R$70.000 para R$140.000 como calor máximo para a compra de carros com isenção de IPI. Antes, o teto era de R$70.000, mas como o valor estava bem defasado, apenas cerca de quatro ou cinco carros ainda ofereciam uma versão PcD. A isenção só pode ser feita uma vez, exceto se o veículo tiver sido comprado há mais de quatro anos. A isenção de carros de até R$140 é válido até o final deste ano e o período de renovação da isenção tributária do IPI, cujo novo texto estipula o prazo de 3 anos, ante os 4 anos proposto anteriormente na MP redigida pelo Governo Federal. Com isso, quem é PcD e busca um carro 0km pode contar com uma quantidade de modelos a disposição que é muito maior do que se tem hoje. Isso porque com o aumento natural do preços dos carros, aliado com o aum

Volkswagen volta a oferecer o T-Cross Sense no Brasil, para consumidores comuns, por R$92.990

Imagem
A Volkswagen está relançando a versão Sense para o T-Cross no mercado brasileiro. O SUV compacto retorna como nova versão de acesso do T-Cross e que não deve ser oferecida apenas para Pessoas com Deficiência (PcD), mas para o consumidor comum também. A nova versão estreia como nova opção mais acessível do carro e deve ficar abaixo das versões 200TSI manual e automático. O modelo é equipado com rodas com calotas de 16 polegadas, ajuste de altura dos faróis dianteiros, 6 airbags (2 frontais, 2 laterais nos bancos dianteiros e 2 de cortina), ar-condicionado com filtro de poeira e pólen, assistente de partidas em aclives/subidas (Hill Hold Control), controles de tração (ASR) e estabilidade (ESC), bloqueio eletrônico do diferencial (XDS+), direção elétrica, faróis com função ‘Coming & Leaving Home’, faróis de neblina com função ‘Cornering Light’, DRL (Daytime Running Light) em LED na região dos faróis de neblina, lanternas traseiras em LED, rack de teto, alarme anti-furto, volante multi

Chevrolet deixa de aceitar pedidos pelos Onix Plus e Tracker para o público PcD no país

Imagem
A Chevrolet parece ter cancelado a versão para Pessoas com Deficiência (PcD) do Onix Plus. A informação confirma o desaparecimento da versão no site da Chevrolet. A versão era oferecida com motor 1.0 12v Turbo e câmbio automático de 6 marchas. O sedã tinha preço definido em R$68.390 e era vendido por R$55.709 com os descontos de ICMS e IPI. A informação do cancelamento de pedidos pela versão não foi definida, mas pode ter alguma relação com os problemas na produção na fábrica de Gravataí (RS). De série, é equipado com ar-condicionado, seis airbags, rodas de aço de 15", controle de estabilidade e tração, assistente de partida em rampas, direção elétrica progressiva, Isofix, travas elétricas, vidros elétricos com função one-touch, rádio com Bluetooth, volante multifuncional, computador de bordo, chave canivete, portas USB dianteira e traseira, desembaçador traseiro, banco traseiro bipartido e lanterna de neblina. O 1.0 12v Turbo Flex que entrega 116cv de potência para ambos os combu

Nissan Kicks Active, destinado ao público PcD, deve custar R$84.990, segundo site

Imagem
A Nissan já vende a sua versão para o público Pessoas com Deficiência (PcD). A diferença, é que a partir de agora, o modelo não tem mais como ficar abaixo dos R$70 mil e deve ser vendido por R$84.990 ganhando, assim, apenas o desconto de ICMS. A versão destinada ao público PcD deve ser chamada de Active e deve se unir às versões Sense, Advance e Exclusive. A versão Active deve se basear na versão Sense MT, com calotas nas rodas e sem faróis de neblina, com um estilo bem simples. As maçanetas das portas são pretas e ele não terá rack de teto. Na traseira, o Active não conta com o mesmo design do modelo reestilizado, mas sim com o estilo do Kicks anterior, sem o prolongamento das lanternas. A mudança da traseira é vista apenas pelo para-choque traseiro. Entre os itens de série, o Kicks deve perder central multimídia e alto-falantes. Com isso, ele deve manter apenas ar-condicionado, vidros elétricos nas quatro portas, direção elétrica, chave canivete, volante com ajuste de altura e profun

Nissan revela teaser do Kicks reestilizado, inicia produção no RJ e manterá versão PcD

Imagem
A Nissan deve apresentar o novo Kicks no mercado brasileiro dentro de algumas horas. A marca apresentou alguns detalhes sobre o modelo, como imagens teaser, o início da produção em Resende (RJ) e a confirmação de que ele deve manter a versão PcD ao consumidor. O reestilizado Kicks começou a ser produzido em Resende no dia 12 de fevereiro e trouxeram novidades técnicas como novos robôs e processos de aprimoramentos de manufatura na produção do carro. Segundo a Nissan, o carro deve começar a ser vendido em março na rede de concessionárias, sem especificar um dia para começar a venda. Assim como aconteceu em 2016, a Nissan confirma que deve manter a sua estratégia de oferecer uma versão voltada ao público PcD (Pessoas com Deficiência), em comunicado enviado à rede de concessionárias. “Estamos adequando nossa estratégia à nova realidade do mercado e fazendo tudo o possível para continuar oferecendo automóveis para todos os públicos, sem exceções. Há diferentes possibilidades de isenções e

Hyundai Creta com versão Attitude PcD tem vendas suspensas por tempo indeterminado

Imagem
A Hyundai não vende mais a versão para o público PcD para o Creta no mercado brasileiro. A versão deixou de ser oferecida no dia 11 de janeiro, dando uma pausa na comercialização da versão Attitude, o que representa uma “ruptura na cadeia de produção automobilística”, de acordo com a Hyundai para o site Auto Papo . Assim que a produção for normalizada, o modelo poderá retornar à linha de montagem ou não. Vale destacar que a maioria dos concorrentes do Creta deixaram de oferecer a versão PcD por não conseguir manter mais os preços de R$70.000. De série é equipado com roda de aço com calota 16”, banco revestido com novo tecido Woven, computador de bordo e comandos de áudio no volante, chave canivete com controle remoto, espelhos externos com ajuste elétrico, direção elétrica, ajuste do volante em profundidade e altura, ajuste de altura para o banco do motorista e ar-condicionado. Há ainda controle de velocidade, controle de tração e estabilidade, assistente de partida em rampas. A versão

Toyota Yaris e Yaris Sedan XL Live para PcD não são mais oferecidos com desconto de ICMS

Imagem
A Toyota confirmou que deve deixar de oferecer a versão para o público Pessoas com Deficiência (PcD) para a linha Yaris. A versão XL Live não deve ser mais vendida com isenções de IPI e ICMS. De acordo com o divulgado pela Toyota e segundo a apuração do Auto Papo, a alta do ICMS no estado de São Paulo, onde eles são produzidos (em Sorocaba), de manter os modelos abaixo dos R$70.000 ficaria inviável. A versão XL Live estava com suas vendas interrompidas desde dezembro e não vai retornar ao catálogo. Com os repasses do ICMS desde o último dia 15 de janeiro, passando de 12% para 13,3%, será o motivo. Com isso, o XL Live com motor 1.3 16v Flex deve passar a ser vendido por R$71.290. A Toyota ainda enviou um comunicado para toda a sua rede de concessionárias que deve continuar oferecendo desconto de IPI para o público PcD. Diferente da linha Yaris, a linha Etios deve continuar dentro do valor estipulado para esse tipo de compra, sendo que o Etios Sedan pode ser adquirido por R$53.288 com os

Postagens mais visitadas deste blog

Nova geração da Ford Ranger é vista novamente em flagrante que revela mais da dianteira

Jeep Compass possui fila de espera até 2022 pra algumas versões por falta de semicondutores

Sem nenhum emplacamento, Jeep Commander já possui longa fila de espera de até 6 meses

Peugeot inicia pré-produção do SUV cupê 4008 na Europa, na fábrica de Mulhouse, na França

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

Fiat Pulse Abarth está em desenvolvimento e será apresentado em 2022, de acordo revista

BYD também testa o D1 no Brasil, que pode ser o quinto lançamento da marca para 2022

Nova geração do BMW Série 3 chega em 2025, com opção de motor puramente elétrico

Jeep Renegade 2023 não vai ganhar novo painel, mas terá novo volante e cluster digital

Chevrolet Onix ainda tem complicações com a produção para atender a demanda do cliente