Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Importação

Carros importados começam 2021 com queda de 16,5% nas vendas, segundo Abeifa

Imagem
Depois de um 2020 com vendas que foram bem fracas, a Associação Brasileira das Empresas Importadoras e Fabricantes de Veículos Automotores, a Abeifa, começou 2021 com vendas que caíram 16,49% em relação ao mesmo período de 2020, em janeiro. Em comparação com dezembro de 2020, as vendas tiveram uma queda de 17%. Foram 2.010 unidades importadas emplacadas em janeiro de 2021, contra as 2.407 unidades de janeiro de 2020 e 2.422 unidades de dezembro de 2020. Segundo o Presidente da Abeifa, João Henrique Oliveira, “o ano de 2020 foi extremamente difícil para o nosso setor, por conta da pandemia e da desvalorização do câmbio. Agora o ano começa, para a importação, ainda muito lento, registrando reduções expressivas de vendas sobre bases fracas do ano passado” . De acordo com a entidade, diante de altas constantes do Dólar e do Euro, é necessário reduzir a alíquota de importação de carros no nosso mercado, em atuais 35% para cerca de 20%, um percentual que deve equivaler a Tarifa Externa Comum

Suzuki Jimny produzido na Índia começa a chegar importado na América do Sul

Imagem
A Suzuki começou a importação do Jimny produzido na Índia para os primeiros países da América Latina. O modelo começou a ser enviado em lotes de 184 unidades, que serão destinados para os mercados do Peru e Colômbia. Os modelos fora produzidos em Gurugram, Índia, que deve compartilhar a linha de produção com Kosai, no Japão. O modelo indiano segue as mesmas formas de produção do Jimny japonês. “O Jimny fabricado na fábrica Gurugram compartilha as mesmas especificações dos modelos de exportação produzidos na fábrica de Kosai. Estamos confiantes de que seremos capazes de aumentar nossas exportações em geral" , disse Kenichi Ayukawa, diretor executivo da Maruti Suzuki. Por aqui, o Jimny Sierra deve continua vindo do Japão. Essa nova geração é produzida sobre chassi de longarinas (que foi reforçado e pensado para proteger a caixa de transferência) e suspensão rígida de três braços, além de ter tração nas 4 rodas com reduzida. Agora, a redução é acionada por alavanca, não mais por botã

Abeifa revela a lista dos importados mais vendidos; em 2020, importados tiveram queda de 20,6%

Imagem
A Associação Brasileira de Empresas Importadoras e Fabricantes de Veículos Automotores (Abeifa), disse que 2020 foi mais um ano ruim para os modelos importados no Brasil. As 15 marcas que fazem parte da associação contou que foram 27.421 unidades vendidas em 2020, uma queda de 20,7% em relação ao ano de 2019. Pela primeira vez, a produção nacional das marcas afiliadas à Abeifa foi maior que o número de modelos importados, chegando a 31.646 unidades. “Foi um ano extremamente difícil para o setor automobilístico brasileiro, que vislumbrava a retomada no início de 2020. Mas, como em todas as demais atividades econômicas, o impacto da pandemia de Covid-19 a partir da segunda quinzena de março foi devastador. Aliado a essa nova realidade, nosso setor ainda sentiu as consequências nefastas da desvalorização cambial” , afirmou João Henrique Oliveira, presidente da entidade. A expectativa é que em 2021 esse número seja de 68 mil unidades emplacadas, entre importados e marcas associadas que pro

Land Rover deixar de importar versão topo de linha P300 do Range Rover Evoque; Porsche 911 encarece R$120 mil!

Imagem
Com o Dólar e o Euro nas alturas no Brasil, com preços acima de R$5 e R$6, respectivamente, nos últimos dois anos, as marcas que trazem carros importados no Brasil tiveram que reajustar os preços dos modelos. Depois de fazer muito sucesso no mercado brasileiro em 2020, o Porsche 911 viu seu preço subir em R$120 mil! O modelo já está quase zerado com o estoque com os preços antigos e os primeiros 911 com preços maior já começaram a ser vendidos em janeiro. Além da Porsche, os britânicos também tiveram que reajustar o preço de alguns de seus modelos no mercado. Com os preços da Libra em R$7,38 (hoje, sábado, 6/02), a Land Rover teve que reajustar os preços do Range Rover Evoque, um dos modelos mais acessíveis da marca. Com isso, os preços do SUV britânico passou para próximo dos R$400.000! Com isso, a Land resolveu tirar a versão P300 do catálogo, mantendo o modelo apenas na versão P250, mais acessível, mas ainda assim sofrendo com os preços nas alturas. A solução para a Land Rover deve

Peugeot apresenta a Landtrek no mercado uruguaio, que chega de Shenzen, na China

Imagem
Surgiram as primeiras imagens das primeiras unidades da Peugeot Landtrek desembarcando no Uruguai. A picape passou a ser importada da China enquanto não começa a ser produzida em Nórdex, em Montevideo. As primeiras unidades vieram da fábrica da PSA em Shenzen, na China, única fábrica a produzir a picape por enquanto. A picape roda em testes na região e em vários países latinos, tendo acumulado mais de 2 milhões de quilômetros. Visualmente, a picape mantém a identidade visual da marca do leão. Na mecânica, a Peugeot fez a picape com motor 2.4 Turbo a gasolina, que desenvolve 210cv de potência com torque de 32,6kgfm e o 1.9 Turbo Diesel de 150cv de potência e 35,7kgfm de torque. O câmbio pode ser manual de 6 marchas ou automático de 6 marchas. Primeiramente, a picape deve ser lançada no México, Equador, Peru, Guatemala, Panamá, Paraguai, República Dominicana, Uruguai, Haiti e Chile. Os três maiores mercados, Argentina, Brasil e Colômbia, recebem a picape depois. “A Nova Peugeot Landtrek

Fiat Toro, Jeep Compass e Jeep Renegade Diesel tem fila de espera de até 2 meses no Brasil

Imagem
A Jeep e a Fiat estão com uma fila de espera que pode chegar a dois meses para atender as versões 2.0 MultiJet Turbo Diesel de Jeep Renegade, Jeep Compass e Fiat Toro. No caso do Renegade Diesel, a fila de espera chega a dois meses, principalmente nas capitais. As versões Moab e Longitude estão em falta nas principais concessionárias da Jeep no país, enquanto a Trailhawk também está em falta em algumas. De acordo com informações recebidas pela revista Autoesporte , a FCA vem sofrendo com a lentidão em trazer os motores da Itália, de onde são importados. Isso porque a pandemia tem atrasado a entrega dos motores. De acordo com a FCA, em nota para a revista, "a pandemia de Covid-19 afetou o ritmo de produção de veículos ao longo de 2020, com impacto sobre o planejamento da cadeia de produção; e tem dialogado com sua cadeia de suprimentos em busca da regularidade de volumes e prazos de fornecimento. O motor é o conhecido 2.0 16v MultiJet Turbo Diesel de 170cv de potência e 35,7kgfm de

Ford Bronco Sport já está na Argentina e no Brasil; aqui, estreia no segundo trimestre de 2021

Imagem
A Ford confirmou que deveria trazer o Bronco Sport ainda em 2021 no mercado brasileiro, mas se esperava seu lançamento apenas para o segundo semestre. Após o baque da saída da Ford no dia 11 de janeiro, a Ford parece que está apressada em trazer novidades. Com um lineup de apenas quatro modelos em linha, a Ford deve reforçar com a estreia de um novo SUV médio. Enquanto o Ford Territory já está no mercado mirando nas versões civis do Jeep Compass, o Bronco Sport chega para brigar com o Jeep Compass Trailhawk. O modelo já começou a desembarcar na Argentina e no Brasil. Por aqui, ele será lançado ainda no segundo trimestre de 2021, entre abril a junho. De acordo com o @placadoscarros , 28 unidades do Bronco Sport já foram registradas no Brasil, com emplacamento. O modelo ainda deve ter algumas unidades da série especial First Edition, como mostrou o flagrante de @janacletos . O modelo foi flagrado em Camaçari (BA), onde a Ford tem estocado os modelos por enquanto. Construído em monobloco,

Abeifa pede ao Governo Federal para diminuir taxa de importação de 35% para 20%; vendas caem 20,7%

Imagem
A Associação Brasileira das Empresas Importadoras e Fabricantes de Veículos Automotores, a Abeifa, pede ao Governo Federal uma redução do imposto de importação de 35% para 20%. Com o Dólar acima de R$5, o setor sofreu gravemente o impacto das vendas em 2020, afetado ainda mais pela pandemia do Coronavírus. “Desde o início de nossa gestão à frente da entidade, a partir do dia 16 de março último, temos enfatizado que o setor de veículos importados não suportaria período prolongado de pressão sobre os preços praticados em reais ocasionada pela valorização contínua das principais moedas estrangeiras, notadamente o dólar e o euro. Passados quase oito meses, o setor está no limite da exaustão financeira. Algo precisa ser feito para aliviar os grupos empresariais nacionais e, com isso, proteger redes de concessionários e empregos do setor, evitando que os consumidores brasileiros de carros importados fiquem desassistidos de peças, componentes e serviços de pós-vendas” , disse João Henrique Ol

Opel deve chegar ao Uruguai no primeiro semestre de 2021, com novos Corsa e Mokka

Imagem
Depois de dizer que voltaria para a América do Sul, a Opel parece que volta a colocar suas quatro rodas em terrenos vizinhos. Depois de voltar à Rússia, a Opel deve começar a expandir seus mercados na América Latina, começando pelo nosso vizinho Uruguai, no primeiro semestre de 2021. Quem mora na fronteira ao menos vai poder babar pela beleza dos modelos da marca alemã. A investida da Opel no Uruguai deve começar com Corsa e Mokka, os dois modelos com mais chances de sucesso no mercado uruguaio que, assim como o Brasil, tem preferência por modelos compactos. Ambos são produzidos com a plataforma modular CMP e marcaram o início do processo de renovação da Opel, ainda em andamento na Europa. Atualmente a Opel possui presença apenas no mercado chileno, mas a Opel vê potencial em mercados como Colômbia e México. A presença da marca em outros mercados fica em aberto, apesar de já ter mencionado que poderia vir a mercados como Argentina e Brasil, já que a PSA tem estrutura fabril para a prod

Primeiras unidades do novo Nissan Versa desembarcam no Brasil; lançamento é amanhã

Imagem
A dupla Chevrolet Onix Plus e Volkswagen Virtus deve receber um novo concorrente de peso: o novo Nissan Versa. Previsto para ser lançado amanhã, 28, o Versa já está no Brasil e já está a caminho das concessionárias. O primeiro lote do sedã já está em nosso mercado e desembarcou no porto do Rio de Janeiro, onde devem seguir para os pátios do Complexo Industrial de Resende, no Rio de Janeiro. Importado do México, o novo Versa marca o retorno da vinda de algum compacto que venha de Aguascalientes. No final do mês passado, a Nissan confirmou que realizou mais de 1 milhão de quilômetros em testes com o modelo, adaptando e deixando o carro ao gosto do consumidor brasileiro. “Foram mais de um milhão de quilômetros rodados por toda a América Latina com protótipos na preparação para deixar o sedã pronto e totalmente adaptado ao gosto dos brasileiros e as condições locais de uso” , disse a marca. Segundo a japonesa, os testes foram conduzidos pela equipe de Pesquisa e Desenvolvimento da Nissan n

Chevrolet deve trazer 80 unidades do Tahoe ao Brasil, de geração anterior e sem garantia

Imagem
A Chevrolet pode fazer um teste de mercado com um SUV grandão que oferece nos Estados Unidos. O modelo em questão é o Tahoe, nunca vendido em nosso mercado. O modelo mais caro atualmente da marca é o TrailBlazer, dentro do segmento SUV, que custa R$269.850. No entanto, o Tahoe deve chegar ao mercado brasileiro... envelhecido. As unidades do modelo são 2020, mas uma nova geração com ano/modelo 2020/2021 já foi apresentado. O que a Chevrolet diz ser um teste de mercado, parece mais o estoque de uma antiga geração que está no pátio das concessionárias norte-americanas. Isso porque o modelo deve vir ao mercado brasileiro dentro de 14 semanas, de acordo com informações do colunista Jorge Moraes, do UOL Carros . Por aqui ele será comercializado nas versões LT e Premier, num lote de 80 unidades. As versões devem ter preços entre R$400.000 a R$450.000, sendo que o modelo deve ser comercializado sempre com o motor 5.3 V8 a gasolina que desenvolve 358cv de potência com torque de 52,9kgfm de torq

Chevrolet Silverado começa a desembarcar na Argentina, mas para abastecer o Paraguai

Imagem
A Chevrolet já se prepara para o lançamento da Silverado em vários mercados vizinhos. O primeiro deles parece ser o mercado paraguaio, que deve receber a picape ainda este ano. A Silverado desembarcou na Argentina e um cegonha com cinco unidades da picape foi flagrada na região de Rosário, na Argentina. Os modelos desembarcaram no porto de Zárate e estavam a caminho do Paraguai, que deve lançar a picape dentro de alguns dias. A versão escolhida no mercado paraguaio é a Trail Boss Z71S, que deve ser vendida nas opções 5.3 V8 a gasolina ou 3.0 V6 Turbo Diesel, sempre com câmbio automático de 10 marchas e tração 4x4. Em recente entrevista para o Vision Motor, o Vice-Presidente de Operações da GM América do Sul, Ernesto Ortiz, confirmou que a picape deve ser oferecida nos dois países: “Vamos apresentar o Silverado na Argentina antes do Brasil.” , disse ao Vision Motor. Na região, a Silverado é vendida apenas no Chile e no Paraguai. No Brasil, a Chevrolet Silverado deve retornar em 2021, qu

Mitsubishi confirma que deve começar a deixar de exportar alguns modelos para Europa já em setembro

Imagem
A Mitsubishi confirmou que passa por um momento complicado na Europa e também no Japão. No país sede da marca, o presidente renunciou ao cargo bem num período complicado, mas na Europa a situação é ainda pior. Osamu Masuka, Presidente da Mitsubishi, empresa que confirmou estar desde 1972, informou a renúncia do cargo de CEO da empresa, alegando problemas de saúde. O afastamento se dá num momento de crise na montadora. Segundo o Automotive News, fontes da empresa revelaram que o embarque de automóveis para a Europa deve cessar em setembro. Modelos como Outlander, ASX e Eclipse Cross, deixariam de ser vendidos em dezembro. Recentemente, a Mitsubishi tinha confirmado que não cancelaria os modelos do nada na Europa e que respeitaria a vida útil dos carros. Já modelos como Colt e L200 seriam mantidos até o final de 2021, ou seja, a saída da Mitsubishi não deve ser gradual como esperado, mas sim algo para ser concretizado já no ano que vem. Por lá, as vendas de Outlander, ASX e Eclipse Cross

Importados já estão em situação melhor que as marcas nacionais; em relação a jul/2019, queda de 4,1%

Imagem
De acordo com a Associação Brasileira de Empresas Importadoras e Fabricante de Veículos Automotores (Abeifa), as vendas em julho de 2020 foram de 2.831 unidades de veículos importados, o que representara um crescimento de 11% sobre o mês anterior, de junho de 2020. Em relação ao mesmo período de 2019, a queda é de apenas 4,1%, quando foram emplacadas 2.952 unidades. No acumulado do ano, no entanto, a queda é de 25,4%. São 14.304 unidades contra as 19.168 unidades do mesmo período do ano anterior. “Aos poucos, as nossas associadas retomam vendas mais expressivas, mesmo diante dos impactos da pandemia e da valorização das moedas dólar e euro. Vale lembrar, no entanto, que essas vendas estão ainda lastreadas em estoques de unidades importadas antes dessa elevação acentuada do câmbio, mesmo com esse cambial desfavorável, as nossas associadas têm sido capazes de seguir cumprindo a missão de renovação tecnológica do parque circulante brasileiro, sendo responsáveis por 46,3% dos veículos híbr

Direto da China: Kandi apresenta sua gama de elétricos que deve vender nos Estados Unidos

Imagem
A chinesa Kandi Automobile confirmou que deve lançar seus carros nos Estados Unidos no próximo dia 18 de agosto. A marca chinesa desembarca no mercado e cresceu na China sobre a sombra da Geely, até começar a engatinhar. A subsidiária Kandi América deve chegar ao mercado com dois modelos: K23 e K27. Os modelos devem começar a serem vendidos nos EUA com um depósito de US$100 para uma fila de espera. Os carros serão entregues a partir do último trimestre e tem como missão inaugurar uma nova maneira de carros elétricos nos EUA, focado em modelos mais simples e acessíveis. De série, todos os carros da marca devem ser equipados com proteção da bateria, proteção contra furto, ABS com EBD, limitador de velocidade, câmera de visão traseira, central multimídia com conexão Bluetooth e airbags frontais. Nos EUA, deve ser apresentado o K27 (foto abaixo), que será vendido por US$12.999 com subsídios (o seu preço será de US$19.999). O K23 deve ser o modelo da foto acima e custa mais caro: US$29.

Depois de um ano, BMW deixa de produzir X5 no Brasil e volta a importá-lo da Europa

Imagem
Depois de um investimento de R$7 milhões para a produção do X5 no mercado brasileiro, a BMW voltou a importar o modelo para o Brasil e, consequentemente, deixou de fabricá-lo em Araquari (SC). De acordo com a Assessoria da BMW, os clientes tem optado pelas versões híbridas plug-in e a “a interrupção da produção da versão a diesel do X5 visa atender a esta demanda”. Além das vendas abaixo da estimativa da BMW, os modelo a diesel saem de cena para deixar apenas o modelo híbrido e a versão esportiva, a M50i. Vale destacar que recentemente da BMW deixou de oferecer o M50d para apostar no modelo a gasolina. Com o fim da produção do X5 em Santa Catarina, o X5 volta a ser importado da Europa. Já a fábrica de Araquari deve manter a produção de Série 3, X1, X3 e X4. Na época, para a sua produção, foram investidos R$7 milhões, além de R$125 milhões injetados na fábrica para produzir os novos X4 e Série 3. Vendido em quatro versões na época, a BMW produziu três versões do modelo: o xDrive30d

CAOA chega a marca de 1 milhão de unidades de Hyundai vendidos no Brasil desde 2000

Imagem
A CAOA está comemorando a marca de 1 milhão de carros da Hyundai vendido no Brasil. Parceiras há mais de 20 anos no mercado brasileiro, a CAOA e a Hyundai estabeleceram um contrato de representação no país após tentativas frustradas de outros grupos de emplacar os carros da marca coreana no país. Desde então a CAOA criou uma imagem para a Hyundai, que ficou forte nos últimos 15 anos. Com uma parceria desde o início dos anos 2000, a Hyundai era desconhecida do consumidor brasileiro e tinha modelos bem desengonçados. A CAOA não tinha dado certo com a Renault, de quem cuidou na década de 1990 e depois a francesa assumiu de vez a operação brasileira. Na época, a Hyundai contava com o comercial leve H100, mas em 2005 a CAOA trouxe o Tucson ao mercado brasileiro. O modelo é considerado uma chave no sucesso da Hyundai no país ao ponto de em 2007 inaugurar a sua fábrica de Anápolis (GO). Além do Tucson, era montado lá também o VUC médio HR, mantendo a presença entre os comerciais leves.

Trazido por importadora, novo Chevrolet Corvette já vendeu 14 unidades; cada um custa R$600 mil

Imagem
Sem ser vendido oficialmente no mercado brasileiro em todos esses mais de 100 anos da Chevrolet no Brasil, o Corvette sempre chegou por aqui via importação independente. Não seria diferente na oitava geração. No entanto, a novidade tem causado um certo sucesso entre os afortunados consumidores locais. Isso porque o superesportivo norte-americano chega ao Brasil por um preço de R$600 mil e conta com uma fila de espera de 14 unidades. A Direct Imports, localizada em São Paulo (SP), deve receber o primeiro lote de 20 unidades do Corvette C8. Nessa faixa de preço, o Chevrolet Corvette concorre com Porsche 911 Carrera S, Mercedes-Benz Classe C 63 AMG S e BMW M4 CS. "O carro tem sido muito procurado mesmo neste cenário de dólar em alta" , disse Daniel Valerio, CEO da Directs Imports em entrevista à revista Autoesporte . Com mais de 60 anos de história, o Corvette passa a ser vendido com motor 6.2 V8, derivado do LT1, a gasolina que desenvolve 497cv de potência (ou 502cv com o Z

Postagens mais visitadas deste blog

Chevrolet Tracker PcD volta a ser vendido em breve, mas com mudanças de conteúdo

Fiat Toro recebe motor 1.3 Turbo em todas versões e catálogo vaza antes da estreia

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

Reestilização do Volkswagen Jetta chega até 2022, com o inédito motor 1.5 TSI

Volkswagen não vê chances em desenvolver modelos com a tecnologia do hidrogênio

Tesla revela nova informação sobre design da Cybertruck, que estreia no fim do ano

Volkswagen deve receber pedidos pelo up! até final de abril e produção vai até fim de maio

VAG pode vender ações da Porsche para custear processo de eletrificação do grupo?

GMA apresenta o T.50S Niki Lauda, que traz melhorias no motor e apenas 25 unidades

Chevrolet confirma Cruze e Cruze Sport6 2021 tem preços iniciais de R$116.530