Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Peças

BYD Dolphin Mini pode ser lançado no Brasil com preço inicial de R$ 89.800 ou R$ 99.800

Imagem
Candidato a ser o maior lançamento deste ano, BYD Dolphin Mini pode ter preços abaixo dos R$ 100.000; concessionários falam em R$ 89.800 no primeiro lote A BYD vem se tornando uma das marcas mais temidas pelas montadoras no mercado brasileiro, principalmente quando o assunto são veículos elétricos. Depois do lançamento meteórico do Dolphin ano passado, a marca chinesa quer causar ainda mais com a chegada do Dolphin Mini, que pode duplicar esse sucesso em nosso país. Se apenas o Dolphin conseguiu fazer vários carros ficarem mais em conta no mercado, o Dolphin Mini terá potencial parecido. E muito se discute sobre preços, porque o preço dele no país será fundamental para causar essa onda nova. A sua atuação de preço no país abre um leque de concorrência que possui várias marcas ‘de peso’ no Brasil – e com tradição também. Apesar de não concorrer com os hatchs compactos, a BYD terá em seu favor o fator preço e o fator elétrico para fisgar consumidores deste tipo de veículo. Isso porque

GWM revela detalhes de como funciona e os valores de pós-venda do Haval H6 e H6 GT

Imagem
GWM revela mais detalhes do seu plano estratégico em termos de pós-venda no Brasil, com preço das revisões da dupla da Haval, H6 e H6 GT Depois do lançamento da dupla da Haval pela Great Wall Motors (GWM) em nosso mercado, o grupo chinês revelou as primeiras informações sobre o seu pós-venda no país. Aqui, a empresa quer trabalhar o seu ‘foco no cliente’, querendo ser uma das três maiores marcas com melhor pós-venda no nosso mercado. Para isso, foi confirmado que uma das normas será o atendimento humanizado, onde todas as áreas serão operadas por pessoas, não tendo nada operado por robôs ou atendimento automatizado. Para isso, há pessoas que trabalham no gerenciamento de redes sociais, lojas e no WhatsApp. O grupo também confirmou que seu pilar de atendimento se baseará em quatro pilares. O primeiro deles é o pilar de vendas. Todos os estados vão vender os carros com o mesmo preço e garante uma recompra dos seus produtos com minimamente 85% do valor da tabela Fipe do atual em favor d

MINI revela suas rodas 100% feitas de alumínio reciclado, que estreiam com o Cooper SE Cabrio

Imagem
MINI confirma que seus carros usam rodas de alumínio 100% reciclado; novidade estreia com o Cooper SE Cabrio, diminuindo emissões de carbono em 75% A MINI confirmou que o Cooper SE Cabrio estreou com uma forma de produzir rodas. As rodas usadas no conversível é o primeiro carro a ter rodas de liga leve feitas inteiramente de alumínio reciclado, o que contribui com a diminuição de emissões de poluentes. Usando 100% de materiais reciclados, a roda foi desenvolvida em conjunto com a Ronal, usando um material oriundo de alumínio reciclado que vai conservar as fontes de matéria-prima, eliminando o processo de eletrólise. “Como fabricante premium, consolidamos a sustentabilidade no desenvolvimento desde o início. As rodas de liga leve do conversível totalmente elétrico de quatro lugares são um excelente exemplo de uso sustentável de recursos e representam um marco importante no caminho para a economia circular para o BMW Group.”, disse o Dr. Nicolai Martin, Vice-Presidente Sênior de Desenv

Citroën destaca as qualidades do pós-venda do novo C3 no Brasil, pensado no custo/benefício

Imagem
Citroën destaca o bom custo/benefício e baixo custo de manutenção do novo C3, com um pacote de revisão que faz ele custar menos de R$ 2 por dia em três anos A Citroën pensou no desenvolvimento dessa terceira geração do C3 como um carro bastante acessível de ser produzido e comercializado. Apesar de ser um pouco maior que Renault Kwid e Fiat Mobi, o C3 nasce com uma proposta de atender um bom custo/benefício, mudando completamente a proposta do hatch no Brasil. A marca francesa também confirmou que o novo C3 foi pensado nas necessidades dos consumidores locais, desde estilo até mesmo às peças usadas no cofre do motor. O novo Citroën C3 está disponível com um dos menores índices de reparabilidade e manutenção do mercado, facilitando ao máximo a manutenção periódica, como troca de filtros e óleo. Com o motor Firefly, o 1.0 6v, o C3 tem um “posicionamento inteligente do elemento filtrante e localizado em um compartimento que pode ser facilmente aberto após a retirada de alguns parafusos.

Renault lança a plataforma Peça Renault, que vai melhorar pós-venda para elétricos no Brasil

Imagem
Com a chegada de novos eletrificados, Renault anuncia uma revitalização no Centro de Distribuição de peças em Quatro Barras (PR) com o Peça Renault A Renault apresentou novidades com o pós-venda no mercado brasileiro com seu Centro de Distribuição de peças em Quatro Barras (PR). Com o avanço da sua linha E-Tech no Brasil, a marca está criando uma área dedicada para peças de reposição para modelos elétricos. A operação permite entrega de peças de modelos elétricos, em até um dia útil, para todas as capitais do país. No caso de baterias, o prazo de envio será de até três dias úteis. No seu novo centro de distribuição, a empresa confirmou que 7.100 componentes diferentes de modelos como Kwid E-Tech, Zoe E-Tech e Kangoo E-Tech totalizando mais de 170.000 peças disponíveis para envio imediato para qualquer local do Brasil. A Renault também apostou em uma estratégia de estoque de peças que garante uma cobertura constante de seis meses de demanda na rede de concessionárias. “Desenvolvemos

Provável lanterna da nova Volkswagen Saveiro vaza antes da estreia em plataforma de vendas

Imagem
Prevista para ser apresentada no segundo semestre de 2023, nova Volkswagen Saveiro tem uma provável peça vazada em plataforma de vendas online  A Volkswagen segue trabalhando no desenvolvimento de uma nova Saveiro, que ganhará a terceira reestilização dessa terceira geração da picape. O modelo está previsto para estrear neste ano de 2023, ainda neste segundo semestre. O que mais surpreende é que uma peça original da Saveiro 2024 já está à venda no Mercado Livre, uma das maiores plataformas de vendas online do país. Lá, o anúncio destacada que se trata de uma peça original e tem o logotipo da Volkswagen, mas é uma peça usada. A nova lanterna casa com um flagrante do BFMS (veja abaixo), que mostra que a picape está realmente com essa lanterna, apesar de ter uma pequena camuflagem que tenta esconder as linhas do novo layout da lanterna. A lanterna foi colocada à venda pelo valor de R$ 421,21, mas o anúncio já está pausado. Por ser usada, a lanterna da picape aparece com pequenos detalhe

Mitsubishi segue Stellantis e vai oferecer opção de peças recondicionadas no Brasil

Imagem
Mitsubishi também lançou uma nova opção de compra de peças no mercado, recondicionadas, que são mais acessíveis em até 50% que peças 100% novas A Mitsubishi passa a oferecer no mercado brasileiro o Mit Renova, uma plataforma de peças recondicionadas. A marca japonesa, que sempre foi criticada por ser pós-venda no passado, quer mudar a ideia do consumidor ao oferecer uma variedade de peças recondicionadas que podem ser usadas com a devida restauração a um custo muito mais acessível. Isso pode ajudar nas peças de modelos mais antigos, como Pajero TR4, as gerações antigas da L200 Triton e da linha Pajero, como Sport/Dakar e Full. O Mit Renova vai funcionar da seguinte maneira. Vai poder recondicionar peças de modelos antigos, nacionais ou importados. O foco é atender os consumidores principalmente com peças mais caras, como motor, transmissão, turbo, caixas de direção e outras peças, por exemplo. Os conjuntos são mais caros para substituição, principalmente dos modelos mais caros e pior

Mercedes-Benz vai usar alumínio mais limpo na produção dos seus carros com a Hydro

Imagem
Mercedes-Benz e Hydro fecham parceria para ter acesso a alumínio que ajudará a marca a diminuir a sua pegada em carbono em até 70% A Mercedes-Benz e a Hydro fecharam uma parceria para fornecimento de alumínio que é 70% mais reciclável que o alumínio que a marca recebe atualmente. Em busca da sua menor pegada de emissões de poluentes, a Mercedes tem buscando por fornecedores mais eficientes, para facilitar seu processo de descarbornização. O alumínio fornecido pela Hydro tem 70% a menos de emissões de poluentes que a média europeia já no próximo ano. “O alumínio está se tornando cada vez mais importante como material leve em veículos elétricos. Estamos trabalhando intensamente com nossos parceiros para encontrar alavancas para reduzir as emissões de CO₂ na cadeia de fornecimento de alumínio. Portanto, estou muito feliz por unirmos forças com a Hydro como um especialista de longa data na produção de energias renováveis ​​para enfrentar um dos maiores desafios da indústria automotiva. E

Neste 1º trimestre, Chevrolet já terá que parar três vezes por falta de peças e ajustes

Imagem
Em menos de três meses, Chevrolet parou a produção duas vezes no Brasil por conta da baixa demanda do mercado entre fevereiro e março A GM confirmou que as fábricas de Gravataí (RS) e São José dos Campos (SP) tiveram períodos que pararam a produção, entre os meses de fevereiro e março. Em fevereiro, a Chevrolet teve uma parada na produção de Gravataí (RS), responsável pela produção de Onix e Onix Plus. De acordo com informações, a parada na unidade gaúcha não tem nada a ver com falta de peças ou readequação do mercado. De acordo com informações, a unidade de Gravataí ficou um tempo parada para adequação e modernização da unidade. A parada aconteceu dia 6 de fevereiro e foi até depois do Carnaval, voltando no dia 23/02. A situação foi diferente na unidade de São José dos Campos (SP), onde é produzida a S10 e o TrailBlazer. Por lá, a falta de peças fez a unidade ficar parada por alguns dias. Cerca de 80% do quadro de funcionários, de um total de 4.000 funcionários, ficou em férias co

Renault consegue solução do problema do Captur e produção deve ser retomada no país

Imagem
Renault parece ter encontrado solução para dar continuidade na produção do Captur no Brasil, afetado pela falta de peças com a guerra entre Ucrânia e Rússia Você diria que a guerra não afetaria a nossa indústria automotiva, não é mesmo? De fato, não afetou. Mas um carro sentiu bastante o baque. Trata-se do Renault Captur. Com projeto compartilhado com o Kaptur russo (com K mesmo), nosso modelo recebia algumas peças importadas do modelo que também era produzido por lá. Mas desde a saída da Renault da Rússia, nosso Captur ficou sem ser produzido por falta de peças. Desde maio do ano passado que a Renault não consegue produzir novas unidades do Captur e há quem acreditasse que ele sairia de linha. No entanto, a Renault parece ter encontrado uma solução. De acordo com a Quatro Rodas , a Renault até tentou nacionalizar alguns processos como estamparia e a produção de cerca de 30 peças que, de acordo com a revista, está em fase de ser solucionado. Foi dito que a Renault conseguiu comprar u

Stellantis confirma estreia da SUSTAINera no país, com peças remanufaturadas e baratas

Imagem
Stellantis apresenta oficialmente o SUSTAINera, que estreia fazendo parte do plano estratégico Dare Forward 2030 e da Unidade de Negócios de Economia Circular A Stellantis confirmou a estreia do SUSTAINera, uma plataforma que tem base na Unidade de Negócios de Economia Circular e que vai poder gerar receitas de até 2 bilhões de euros em receita até meados de 2030, como parte da descarbonização da empresa e com balanço líquido zero de carbono até 2038. Fazendo parte do plano estratégico Dare Forward 2030, a novidade se expande em 4Rs: Reman, Repair, Reuse e Recycle ou Remanufaturar, Reparar, Reutilizar e Reciclar. “A Stellantis está na corrida para construir um negócio sustentável e lucrativo com base nos princípios da economia circular nos mercados em que operamos. Temos colegas qualificados e parceiros confiáveis ​​para lidar com nossas atividades atuais. Com nossa mentalidade 4R, agora estamos ampliando com um rigor intenso, construindo nossas capacidades, equipes e instalações, cr

Bugatti estreia programa de certificação para Veyron e Chiron seminovos e usados

Imagem
Bugatti estreia o Programa Usado Certificado, plataforma que vai ajudar consumidores que querem comprar usados da francesa e que analisa uma série de elementos A Bugatti apresentou o seu novo Programa Usado Certificado, que estreia com a missão de ser uma avaliador de unidades seminovas e usadas antes da venda. Com isso, os interessados em comprar um Veyron ou um Chiron vão poder contar com o Certified Program, caso o carro tenha sido adquirido por uma concessionárias da marca. Com isso, será autorizado fazer uma revisão de uma série de componentes. De acordo com a marca francesa, o novo sistema vai estar cobrindo todas as peças e mão de obra para problemas mecânicos, elétricos, corrosão ou pintura. Para Veyron, a garantia limitada refere-se a todos os itens mecânicos e elétricos e cobre o custo de peças e mão de obra. A marca destaca ainda que o programa valerá para todo o proprietário de um carro da marca. Para qualquer trabalho de garantia realizado, apenas os Parceiros de Servi

Cruise confirma que vai produzir seus próprios semicondutores para usar no Origin

Imagem
Cruise, braço-direito de condução autônoma da General Motors, confirma que vai produzir seus próprios semicondutores em meio a escassez do componente A Cruise confirmou que vai passar a produzir seus próprios semicondutores. A marca faz parte da General Motors (GM) e vai criar seus semicondutores após a escassez do componente. Extremamente necessário para a tecnologia ser viável nos seus veículos, a Cruise vai usar esses semicondutores nos demais carros da GM, quando equipados com sistemas de condução autônoma. Até o momento, a Cruise confirmou que usava os semicondutores fornecidos pela NVIDIA, com os primeiros protótipos do Origin. No entanto, a versão de produção usará semicondutores já criados pela própria Cruise. “Dois anos atrás, pagávamos muito dinheiro por uma GPU de um fornecedor famoso. Não há negociação porque somos um volume pequeno. Não conseguimos negociar nada. Então é por isso que eu disse, ok, então temos que assumir o controle de nosso próprio destino.” , disse o Ch

Volvo vai estender para garantia vitalícia, peças para seus carros no mercado brasileiro

Imagem
Para melhorar seu pós-venda, Volvo confirma que vai conceder garantia vitalícia para peças de seus carros novos e usados no mercado brasileiro A Volvo confirmou que seus carros passam a ter melhorias em termos de pós-venda em nosso mercado. A partir de agora, a marca sueca passa a conceder uma garantia vitalícia para seus carros zero-quilômetro e usados. De acordo com a marca, o programa vai oferecer garantia ilimitada contra falhas de pelas de reposição que forem adquiridas e instaladas na Rede de Concessionárias Autorizadas Volvo. E o programa é válido para todos os veículos Volvo que já passaram do período de garantia de fábrica. “Estamos dando um novo passo e oferecendo algo inédito. Queremos dar uma tranquilidade ainda maior para nossos clientes durante o uso do seu veículo, garantindo que peças que venham eventualmente apresentar alguma falha que não seja decorrente de desgaste natural em razão do uso ou de má utilização sejam substituídas ou reparadas por prazo indeterminado”

Segundo Renault, Captur sofre com a falta de semicondutores e não sai de linha tão cedo

Imagem
Afetado pela Guerra entre Rússia e Ucrânia, nosso Renault Captur deve recuperar seu espaço na linha de produção de São José dos Pinhais (PR) Mesmo estando tão longe, a guerra entre a Rússia e a Ucrânia causou problemas para a produção de um modelo no Brasil: o Renault Captur. Com o projeto compartilhado com o Kaptur russo, o nosso recebia alguns componentes que vinham dos países envolvidos no conflito. A Renault confirmou que a produção do SUV foi abalada por conta das oscilações na cadeia global de fornecedores. Aqui no Brasil, a produção em São José dos Pinhais (PR) foi interrompida para o SUV. Sem parte dos componentes, não há motivo para produzir novas unidades. De acordo com o site AUTOO , a marca confirmou que trabalha na solução do problema, garantindo que o Captur continue em linha no nosso país. Com isso, é possível afirmar que ele não sairá de linha do país. O Captur foi reestilizado no ano passado no Brasil, ganhando mudanças sutis como novo para-choque dianteiro, que se

Jeep lança um novo tipo de limpadores para Wrangler e Gladiator nos Estados Unidos

Imagem
A Jeep lança nos Estados Unidos para um novo sistema limpador de retrovisores. O novo sistema revelado pela Jeep são lâminas do limpador de para-brisa que foram registradas como Jeep Performance Parts e visam resolver o problema da marca em sujeiras que se criam no para-brisa e que o limpador não consegue limpar. O novo limpador funciona com 12 furos cortados a laser em cada palheta. A água sai das aberturas à medida que a palheta faz o seu movimento de limpeza. De acordo com a Jeep, o sistema possui um limpador que remove a sujeira em uma única passada sobre o vidro. Vendido por US$ 100, o sistema chega primeiro para Wrangler e Gladiator e vai pode ser instalado na rede de concessionárias da Jeep. "Nossas novas e inovadoras palhetas limpadoras de para-brisa de desempenho JPP restabelecem rapidamente a visibilidade, ao mesmo tempo em que enfrentam as trilhas mais difíceis, mantendo o líquido de lavagem onde ele pertence - no vidro" , disse Mark Bosanac, Vice-Presidente Sênior

Renault Captur pode sair de linha em breve por falta de peças que vinham da Rússia

Imagem
A Renault sofre em conseguir produzir o Captur no Brasil. Isso porque o nosso modelo tinha peças importadas do modelo russo, conhecido como Kaptur. Diferente do modelo europeu, o nosso SUV compacto é mais comprido. Como o nosso Captur é próximo do Kaptur russo, há componentes que chegavam importados ao nosso mercado, o que impossibilita que a Renault consiga produzir novas unidades sem esses componentes. Desde o início deste ano, a produção está suspensa por falta da guerra entre Rússia e Ucrânia. De acordo com o site Mobiauto , um levantamento foi feito e a marca francesa já retirou o Captur do catálogo de venda direta, o que pode ser uma atitude de momento, favorecendo os interessados de vendas de varejo. Ao mesmo tempo, isso pode indicar um fim de linha prematuro do SUV, o que não pode ser descartado. O site ainda destaca que a Renault ainda cogita nacionalizar a produção dos componentes que vinham importados, mas isso exigiria um custo e o Captur não é um modelo bom de loja, sendo

Postagens mais visitadas deste blog

Alfa Romeo surpreende e confirma nome Milano para SUV subcompacto que estreia em abril

Fiat reajusta os preços da Toro em versões com motor T270, com cortes de até R$ 10.000

RAM reajusta os preços de Rampage, 1500, 2500 e 3500 no Brasil, em até R$ 5.000

Lamborghini comemora aniversário de 60 anos de Sant'Agata Bolognese e revela três séries

Ford desenvolve um SUV elétrico de 7 lugares que será apresentado em meados de 2025

Nosso novo Peugeot 2008 será igual ao modelo europeu, recém reestilizado; terá motor T200

Chevrolet Camaro ganha séries especiais Collector's Edition e Garage 56 Edition nos EUA

Nio ET5 Touring é a primeira station wagon da marca; estreia na China de olho na Europa

Ferrari apresenta a SF90 XX Stradale e Spider na Europa, com motor híbrido de 1.030cv

Stellantis pode deixar de produzir no Reino Unido por conta de acordos comerciais do Brexit