Mercedes-Benz vai usar alumínio mais limpo na produção dos seus carros com a Hydro

Mercedes-Benz e Hydro fecham parceria para ter acesso a alumínio que ajudará a marca a diminuir a sua pegada em carbono em até 70%



A Mercedes-Benz e a Hydro fecharam uma parceria para fornecimento de alumínio que é 70% mais reciclável que o alumínio que a marca recebe atualmente. Em busca da sua menor pegada de emissões de poluentes, a Mercedes tem buscando por fornecedores mais eficientes, para facilitar seu processo de descarbornização. O alumínio fornecido pela Hydro tem 70% a menos de emissões de poluentes que a média europeia já no próximo ano.

“O alumínio está se tornando cada vez mais importante como material leve em veículos elétricos. Estamos trabalhando intensamente com nossos parceiros para encontrar alavancas para reduzir as emissões de CO₂ na cadeia de fornecimento de alumínio. Portanto, estou muito feliz por unirmos forças com a Hydro como um especialista de longa data na produção de energias renováveis ​​para enfrentar um dos maiores desafios da indústria automotiva. Este é um sinal importante para acelerar a mudança na indústria do alumínio e aumentar a disponibilidade de alumínio com baixo teor de carbono.”, destaca Markus Schäfer, Membro do Conselho de Administração da Mercedes-Benz Group AG e Diretor de Tecnologia, Desenvolvimento e Compras.

A Hydro vai oferecer para a Mercdes-Benz um alumínio com redução de CO2 para sua fundição em Stuttgart, na Alemanha. O alumínio menos poluente será empregado na produção dos automóveis da marca alemã. Fazendo parte do plano estratégico da Mercedes-Benz de reduzir suas emissões de carbono e também dos seus fornecedores até meados de 2039, com o plano Ambition 2039, a marca confirmou o uso responsável de recursos ao longo de toda cadeia de suprimentos.

Para que o alumínio seja menos poluente no seu preparo, a empresa confirma que é necessário otimizar o processo de produção do alumínio primário, começando com uma produção de óxido de alumínio otimizado de CO2, assim como também reduzir as emissões na produção, com processos de eletrólise. O aumento do uso de material reciclável desempenha um papel importante na obtenção de reduções adicionais de CO2. A produção do alumínio usando material secundário requer apenas 5% de energia em comparação com o que era necessário antes.

“A Mercedes-Benz é uma empresa voltada para o futuro e uma parceira perfeita para a Hydro. A ambição de tornar toda a sua frota de automóveis de passageiros neutra em CO₂ até 2039 corresponde à ambição da Hydro de fornecer alumínio com carbono zero em escala industrial até 2030. Parcerias e colaboração nas cadeias de valor podem acelerar os desenvolvimentos tecnológicos necessários para reduzir as emissões, e estamos entusiasmados por ter a Mercedes se juntando a nós em nosso caminho para o alumínio zero carbono.”, disse Hilde Merete Aasheim, Presidente e CEO da Hydro.



Fotos: Mercedes-Benz / divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

RAM reajusta os preços de Rampage, 1500, 2500 e 3500 no Brasil, em até R$ 5.000

Ford desenvolve um SUV elétrico de 7 lugares que será apresentado em meados de 2025

Fiat reajusta os preços da Toro em versões com motor T270, com cortes de até R$ 10.000

Nosso novo Peugeot 2008 será igual ao modelo europeu, recém reestilizado; terá motor T200

Alfa Romeo surpreende e confirma nome Milano para SUV subcompacto que estreia em abril

Nio ET5 Touring é a primeira station wagon da marca; estreia na China de olho na Europa

Lamborghini comemora aniversário de 60 anos de Sant'Agata Bolognese e revela três séries

Chevrolet Camaro ganha séries especiais Collector's Edition e Garage 56 Edition nos EUA

Jetour apresenta o X90 Plus no Salão do Automóvel de Guangzhou, que é reestilizado

Ferrari apresenta a SF90 XX Stradale e Spider na Europa, com motor híbrido de 1.030cv