Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Hatch Popular

Renault vai trazer 1º lote de 500 unidades do Kwid E-Tech Electric a partir de agosto

Imagem
A Renault confirmou que o Kwid E-Tech Electric começa a ser entregue aos seus primeiros proprietários a partir do mês de agosto. Até o mês de julho, ele será vendido em regime de pré-venda com o mesmo preço de R$ 142.990. O lote inicial, de acordo com a Renault, será de 500 unidades. Algumas dessas unidades serão direcionadas para as concessionárias, com modelos de test-drive, ou seja, cerca de 300 unidades serão destinadas ao público. Além desse primeiro lote, a Renault confirmou que um segundo lote de unidades já está encomendado. A Renault ainda confirmou que ele será vendido com motor elétrico de 65cv, mas sem divulgar o torque. De acordo com a Renault, o Kwid E-Tech Electric acelera de 0 a 50km/h em 4,1 segundos e chega até os 100km/h em 14,6 segundos, contando com uma autonomia de 298km em ciclo urbano ou 265km em ciclo misto, ao ser equipado com uma bateria de 26,8kWh. A velocidade máxima é de 130km/h. Ela pode ser recarregada em tomadas de 20A, aterrada. A autonomia da bateria

Fiat comemora resultado de abril e vê Pulse bater recorde e ser o SUV mais vendido do país

Imagem
A Fiat está comemorando o bom resultado em vendas que a marca teve em abril de 2022, com amplo destaque ao Pulse. Essa é a primeira vez que o Pulse liderou o segmento de SUVs no Brasil, desde seu lançamento, em outubro de 2021. Além dele, a Fiat comemora o resultado da Strada, que mantém a liderança de vendas. Em abril, a marca fechou com 25,1% de Market Share, um crescimento de 3,7 pontos percentuais em comparação ao mês anterior. Foram 34.372 unidades emplacadas, mais de 13 mil unidades à frente da segunda colocada. Todos esses números, colocam a Fiat pelo 16° mês consecutivo na liderança do mercado. Sucesso desde que foi lançada, a nova Strada continua sendo o veículo mais vendido do país com 7.983 emplacamentos, 5,8% de participação total de mercado e ainda bateu o seu próprio recorde no segmento, com a impressionante marca de 99,5% da fatia da categoria. Já o Pulse fechou na liderança do segmento de utilitários esportivos com 5.522 unidades comercializadas e 11,2% de participação

Previsto para este mês de maio, novo Citroën C3 começa a ser antecipado em websérie

Imagem
A Citroën lança um websérie de três episódios no canal da Stellantis Latam para promover a nova geração do C3. O primeiro episódio dessa websérie conta com a participação de Ricardo Dilser, Gerente de Imprensa Produto na Stellantis, bate um papo muito especial com Érica Oliveira, Auditora de Qualidade da fábrica de Porto Real (RJ), onde ele será produzido. A terceira geração do C3 é produzido a partir da moderníssima plataforma CMP (Common Modular Platform) e será o primeiro veículo da Stellantis produzido no Brasil a utilizá-la. A variante da plataforma CMP será a base do projeto C-Cubed, um conjunto de três novos veículos, que começar a chegar ao mercado com o novo C3. O novo Citroën C3 será vendido em quatro versões: Live, Feel, Feel Pack e First Edition. Outra confirmação veio da mecânica que o hatch chega ao nosso mercado. Aqui, o novo C3 terá motor 1.0 6v Firefly que desenvolve 75/71cv de potência com torque de 10,7/10,0kgfm, acoplado a um câmbio manual de 5 marchas. Outra opção

Renault Kwid E-Tech Electric chega oficialmente ao Renault On Demand, por até R$ 4.039

Imagem
A Renault já oferece por assinatura, no Renault On Demand, o Kwid E-Tech Electric. O modelo será vendido com planos de 12 a 48 meses, com franquias de 1.000km, 2.000km ou 3.000km mensais. De acordo com a marca francesa, os interessados em adquirir o Kwid E-Tech Electric terão que desembolsar R$ 999,00 como sinal, que será abatido posteriormente na primeira mensalidade. A primeira mensalidade será de R$ 12.447 e as 11 demais valerão por R$ 3.055,93 no plano de 12 meses e 1.000km de franquia. Com 2.000km, os valores sobem para R$ 13.647 e R$ 3.336,11 e com 3.000km passou de R$ 15.447 e R$ 3.744,63, respectivamente. Em 24 meses e 1.000km, os valores começam em R$ 11.697 e mais 23 parcelas de R$ 3.346,02, em 2.000km com R$ 12.657 e 23 parcelas de R$ 3.618,95 ou com 3.000km custa R$ 14.157 e 23 parcelas de R$ 4.039,76. Com 36 meses e franquia de 1.000km, a primeira parcela custa R$ 10.497 e 35 parcelas de R$ 3.132.87, com 2.000km mensais passa a R$ 11.667 e R$ 3.480,89 e com 3.000km no mês

Lumin Corn aparece como um simpático subcompacto elétrico no Salão de Pequim

Imagem
A Lumin apresentou as primeiras imagens do seu primeiro carro, o Corn. O subcompacto apareceu como um elétrico como o Wuling Hong Guang Mini EV, sendo um elétrico de pequeno porte. A Lumin é uma marca que nasce a partir da Changan, na China, potencialmente sendo uma marca de carros subcompactos. O Lumin Corn possui 3,270 metros de comprimento, 1,980 metro de entre-eixos, 1,700 metro de largura e 1,545 metro de altura. Com um design bem carismático, o Corn se destaca pelos faróis circulares com projetor único e uma dianteira quase que limpa, tendo apenas o logotipo ao centro, com o nome da marca escrito por extenso. Ele possui apenas uma entrada de ar inferior, retangular. Visto de lateral, ele possui um bocal de recarga no para-lama dianteiro e possui duas portas. O carro ainda tem maçanetas retráteis e a parte superior da carroceria é pintado em preto. As rodas possuem um desenho bem carismático também, com três raios. Na traseira, o hatch elétrico possui lanternas circulares, o nome

Datsun está oficialmente morta novamente; operação atual durou apenas dez anos

Imagem
E a Datsun virou história pela segunda vez. A marca pertencente ao Nissan Group deixou de existir novamente, depois de dez anos do seu retorno como uma marca. Focando em mercados emergentes, a Datsun não deu certo como esperava a Nissan e nesses dez anos, foram tentativas de fazer com que os modelos tivessem algum êxito nas vendas. Em mercados como na Rússia e países próximos, a Datsun teria modelos com base em carros da Lada, adaptados as necessidades dos consumidores locais. Na Ásia, a Datsun ofereceu modelos de baixo custo, com opções de subcompactos e compactos. Para ser de baixo custo, muitos modelos eram bem espartanos, o que não chamou nenhum um pouco a atenção de uma grande parte dos consumidores. Assim, a Datsun voltou para buscar o fracasso comercial. Neste período, a marca vendeu modelos como redi-Go, Go, Go+, mi-Do e on-Do, a maioria com design de gosto bem duvidoso – principalmente os modelos oriundos de carros da Lada. O modelo mais interessante da linha era o menor deles

Renault reajusta os preços do Kwid em até R$ 2.000 e carro abaixo dos R$ 60 mil desaparece

Imagem
Depois da baixa dos preços por conta do IPI menor, a Renault reajustou os preços do Kwid novamente em nosso mercado. Com isso, o hatch subcompacto passa a ser vendido com preços até R$ 2.000 mais caro. Vendido em três versões, o Kwid viu os preços crescerem entre R$ 1.000 a R$ 2.000, sendo a versão Zen, a mais em conta, ter ficado mais cara das três opções. Ele passou de R$ 59.090 para R$ 61.090. Já a versão Intense passa a ser vendida por R$ 65.190 e a Outsider sai de uma concessionária por R$ 68.690, ambas com preços R$ 1.000 a mais. De série, ele é equipado com 4 airbags (2 frontais e 2 laterais), controle eletrônico de estabilidade (ESP), assistente de partida em rampa (HSA), alerta visual e sonoro de não utilização do cinto de segurança de todos os ocupantes, sistema Start & Stop, sistema de monitoramento da pressão dos pneus (TPMS), luzes de circulação diurna (DRL) em LED, painel de instrumentos com mostradores em LED, indicador de temperatura externa, computador de bordo, ta

Próximo lançamento da Stellantis no Brasil, nova geração do Citroën C3 estreia em maio

Imagem
O Citroën C3 será lançado no Brasil no mês que vem, em maio. O hatch subcompacto deve ser concorrente de modelos como Fiat Mobi e Renault Kwid, sendo um modelo levemente maior. O novo Citroën C3 inaugura em Porto Real a variante da moderníssima plataforma CMP (Common Modular Platform) e será o primeiro veículo da Stellantis produzido no Brasil a utilizá-la. A variante da plataforma CMP será a base do projeto C-Cubed, um conjunto de três novos veículos, que começar a chegar ao mercado com o novo C3. O novo Citroën C3 será vendido em quatro versões: Live, Feel, Feel Pack e First Edition. Outra confirmação veio da mecânica que o hatch chega ao nosso mercado. Aqui, o novo C3 terá motor 1.0 6v Firefly que desenvolve 75/71cv de potência com torque de 10,7/10,0kgfm, acoplado a um câmbio manual de 5 marchas. Outra opção será o motor 1.6 16v Flex de 120/113cv de potência e 15,5/15,4kgfm de torque, com câmbio manual de 5 marchas ou automático de 6 marchas. A Stellantis terá capacidade de produzi

Renault lança novo Kwid E-Tech Electric no Brasil, em regime de pré-venda, por R$ 142.990

Imagem
A Renault começa a vender o Kwid E-Tech Electric em regime de pré-venda a partir de hoje, 14/04, em todo mercado brasileiro. Elétrico, o Kwid vem da China e chega ao nosso mercado como o elétrico mais em conta do país: R$ 142.990. Além de poder ser vendido aos consumidores, o Kwid E-Tech também poderá ser vendido pelo Renault On Demand, com plataforma de aluguel de carros. Este, inclui assinatura de longa duração customizáveis. Todos os planos incluem os serviços de revisões preventivas, gestão de documentos e taxas relacionadas ao veículo como IPVA e licenciamento, além de seguro. “A gama Renault E-TECH conecta inovação e tecnologia a um mundo mais sustentável e o Kwid E-TECH chega para ampliar essa oferta para o consumidor brasileiro” , afirma Ricardo Gondo, presidente da Renault do Brasil. A Renault ainda confirmou que ele será vendido com motor elétrico de 65cv, mas sem divulgar o torque. De acordo com a Renault, o Kwid E-Tech Electric acelera de 0 a 50km/h em 4,1 segundos, contand

Fiat comemora resultado de março com Strada e Mobi no pódio dos mais vendidos no Brasil

Imagem
A Fiat comemorou os resultados de março de 2022, com destaque para Strada e Mobi. Com 28.981 unidades vendidas no mês, a Fiat ainda viu uma confortável folga de quase 10.000 unidades para o segundo colocado. Além disso, teve uma participação de 21,4%. Em seu 15º mês na liderança, o destaque ficou por conta de Strada com 7.567 unidades e o Mobi com 6.581 unidades vendidas, ambos no pódio dos mais vendidos. Entre os 10 veículos mais vendidos do país em março, a marca também colocou a Toro na 8ª posição (4.442 unidades e 3,3% de Market Share). Além destes destaques, o Pulse, mais recente lançamento da Fiat, emplacou 3.650 unidades, o que corresponde a 10,5% de participação em sua categoria. “Essa ação demonstrou mais uma vez a nossa capacidade de engajar a rede de concessionárias, em um trabalho conjunto, para oferecer ótimos negócios ao consumidor, que tem na marca um portfólio de produtos extremamente moderno e competitivo atualmente” , comentou Herlander Zola, Vice-Presidente Sênior da

Fiat anuncia um hatch e três SUVs eletrificados para a Europa até meados de 2027, diz CEO

Imagem
A Fiat confirmou que pretender ser uma marca elétrica que vai desenvolver modelos acessíveis na Europa, como um dos maiores planos de expansão da marca italiana nos últimos anos. A Fiat terá um lineup de dez novos modelos na Europa, sendo que cinco destes novos modelos serão globais e quatro serão comerciais leves. A Fiat confirmou que vai apresentar um novo subcompacto na Europa em 2023, que será a nova geração do Panda. Além disso, a marca está desenvolvendo o lançamento de três novos utilitários esportivos. De acordo com Olivier François, CEO da Fiat, já confirmou que o design dos quatro modelos já está definido. “Agora entramos em um novo mundo. Finalmente, somos capazes de realizar nossos sonhos. Nos próximos cinco anos, vamos lançar um carro novo por ano por região – e globalmente podemos criar carros que são comuns em todo o mundo, algo com o qual lutamos no passado. Haverá um grande retorno no segmento B e crossovers. Voltamos aos segmentos mais relevantes. Só temos o 500X agor

Renault Kwid some da rede de concessionárias, por demanda e crise dos semicondutores

Imagem
Com a parada na produção durante toda a semana passada, a alta procura e a crise dos semicondutores fizeram o Kwid sumir da rede de concessionárias. O hatch subcompacto é o carro mais vendido da Renault em nosso mercado. De acordo com informações do UOL, em concessionárias do Sudeste do país já está difícil de encontrar unidades a pronta entrega do carro, por conta da demanda, que cresceu com a chegada do modelo reestilizado. Visualmente, o hatch passa a contar com grade dianteira em forma de “U”, idêntica ao do modelo atual, com cromados rodeando o logotipo da marca. Há luzes diurnas em LED bem finas e na parte superior dos faróis ainda conta com repetidores de seta. Mais abaixo estão os faróis principais, de parábola dupla, e a traseira recebe lanternas com novo desenho interno, mas sem LEDs. O para-choque dianteiro também foi redesenhado e traz uma nova entrada de ar inferior, com quatro barras horizontais. As laterais ganharam apenas novas calotas e novas rodas de liga leve diamant

Renault encerra atual ciclo de investimento após lançamentos de Kwid elétrico e nova Oroch

Imagem
O investimento da Renault, anunciado no início de 2021, de R$ 1,1 bilhão no Brasil, deve encerrar um ciclo bem curto de investimentos da marca em nosso mercado. Todo o investimento foi direcionado para a renovação dos seus carros, além da chegada do motor 1.3 12v TCe Flex. O investimento começou com o novo Zoe, que recebeu uma reestilização, o mesmo que aconteceu com Captur, Kwid, Master e vai finalizar com a Oroch, que estreia no próximo dia 12. O ciclo ainda prevê o lançamento da versão elétrica do Kwid, o E-Tech Electric, que também faz parte do investimento. A Renault ainda deve lançar um novo ciclo de investimentos em breve, que serão usados em outros modelos da marca que já estão em desenvolvimento, como o substituto de Sandero e Logan, um SUV subcompacto, e um SUV médio de sete lugares. Recentemente, a Renault investiu na chegada da plataforma CMF-B na unidade de São José dos Pinhais (PR) e na chegada do inédito motor 1.0 12v TCe Flex, que será o substituto do 1.6 16v SCe Flex.

Citroën C3 será fabricado com três motores, 2 opções para o Brasil e um para a Argentina

Imagem
Alguém lembra do motor 1.2 12v PureTech Flex oferecida pela antiga PSA em Citroën C3 e Peugeot 208 de gerações anteriores? Pois esse motor está muito vivo, obrigado. O conjunto deve ser usado na Argentina, onde ele deve ser a única opção de motor do novo C3 por lá. Esse motor desenvolve 90/84cv e 13,0/12,2kgfm de torque, mas que na Argentina, abastecido apenas com gasolina, ele terá só os 84cv e 12,2kgfm. Aqui, o nosso novo C3 terá motor 1.0 6v Firefly que desenvolve 75/71cv de potência com torque de 10,7/10,0kgfm, acoplado a um câmbio manual de 5 marchas. Outra opção será o motor 1.6 16v Flex de 120/113cv de potência e 15,5/15,4kgfm de torque, com câmbio manual de 5 marchas ou automático de 6 marchas. A Stellantis terá capacidade de produzir cerca de 8.000 unidades do modelo por mês, o que é um bom volume. Com capacidade de produzir cerca de 150.000 por ano, a unidade fabril fará o C3 tanto para o Brasil como para exportar para todos os mercados vizinhos. O carro ainda virá com a nova

Renault já testa Kwid E-Tech Electric no país e é homologado nas versões Cargo e Intense

Imagem
A Renault já testa o Kwid elétrico no mercado brasileiro para fazer os últimos ajustes antes do seu lançamento no mercado. Importado da China, o modelo roda em testes para avaliar o novo conjunto mecânico com a bateria, que será a principal novidade para nosso mercado. O site Autos Segredos ainda confirmou que sua homologação será em duas versões: Cargo e Intense. A primeira será destinada para atender pequenas empresas para fazer entregas de cargas leves e o segundo será destinado como uma versão Intense com motor 1.0 12v Flex, para consumidores. O Cargo se diferencia por perder o banco traseiro em favor de mais espaço interno para o porta-malas. Com isso, ele deve ampliar a zona de carga para cerca de 1.100 litros de capacidade. Ele terá capacidade de levar cerca de 325kg, podendo levar objetos de até 1 metro de comprimento. Para separar a parte do compartimento com o habitáculo, o Kwid deve ter uma tela que vai separar esses dois compartimentos. O hatch ainda terá instalados quatro

Dongfeng EX1 Pro antecipa novidades do novo Renault Kwid E-Tech e ganha reestilização

Imagem
A Dongfeng apresentou na China a sua versão do Renault Kwid com novidades. O EV1 passa a ser vendido como EX1 Pro e ganha mudanças sutis visuais e na sua mecânica. Parceira da Renault em joint-venture na China, a Dongfeng se aproveitou do hatch subcompacto. O EX1 Pro passa a contar com novo desenho dos faróis, com um novo layout da iluminação, além de ganhar uma nova grade dianteira, que recebe um friso cromado que invade os faróis. Ele ainda ganha um novo para-choque dianteiro, que possui uma entrada de ar inferior e nas extremidades ele imita uma entrada de ar vertical. Nas laterais, as novidades ficam por conta de novas calotas/rodas, dependendo da versão. De traseira, as mudanças ficam pelo novo desenho do para-choque traseiro, que recebe uma imitação de saídas de ar nas extremidades. A unidade na cor preta das imagens ainda representa uma série especial de lançamento do modelo reestilizado, chamada de Black Tiger Yao Edition, limitado a 1.000 unidades, que se destaca pela carrocer

Fiat Mobi 2023 chega com mais equipamentos de segurança, como opcional, por R$ 61.990

Imagem
A Fiat apresentou a linha 2023 do Mobi no mercado brasileiro. O subcompacto chega com algumas novidades e passa a ser equipado com a opção de controle de estabilidade (ESP) e controle de tração (ASR). Tanto o ESP como o ASR serão oferecidos como opcional. Com essa oferta, pela primeira vez todos os carros da Fiat podem ser vendidos com os sistemas como itens de série. Os controles de estabilidade e tração coletam informações de sensores para identificar situações que podem ocasionar a perda da direção do veículo. Quando isso acontece, o ESC + ASR atuam no freio de uma ou mais rodas para que o condutor mantenha a trajetória do Mobi mesmo nas condições mais diversas. Vinculado ao ESC, o assistente de partida em rampa (Hill Holder) facilita saídas em semáforos mesmo nas ruas mais íngremes. Ao detectar que o Mobi está em uma via inclinada, os freios são mantidos acionados por alguns segundos mesmo quando o pedal é solto. ESP e ASR serão vendidos como opcionais nas versões Like e Trekking.

Postagens mais visitadas deste blog

Chery desenvolve a chegada do eQ1 ao mercado brasileiro, candidato a elétrico mais barato

Renault vai trazer 1º lote de 500 unidades do Kwid E-Tech Electric a partir de agosto

Volkswagen desenvolve um Polo Hybrid com motor eTSI, que chega na reestilização

Volvo abre pré-venda do novo XC40 Recharge Electric P6, com motor de 231cv, por R$ 309.950

Surgem projeções de como pode ficar o Renault 'StepWay', que estreia no Brasil em 2023

Chery fecha fábrica de Jacareí (SP) até 2025, quando retoma produzindo híbridos e elétricos

Com fechamento da fábrica, Chery Tiggo 3X sai de linha e Arrizo 6 virá importado da China

Site confirma a escolha da Fiat para o nome do SUV oriundo do Projeto 376: Fastback

Jeep confirma o lançamento da Gladiator para breve no Brasil; picape terá motor 3.6 V6

Kia Soul ganha reestilização nesta terceira geração e traz mais tecnologia, no exterior