Postagens

Mostrando postagens com o rótulo SAIPA

Com sanções norte-americanas, primeira geração do Renault Logan voltará a ser feito no Irã pela SAIPA

Imagem
O Irã deve voltar a produção de um modelo que tinha saído de linha por lá em 2018 voltar a ser produzido em breve. As sanções do governo norte-americano no país fizeram com que a atividade econômica de algumas empresas europeias fosse afetada na região. Com isso, a Saipa, uma empresa local iraniana, resolveu voltar a produção do Pars Tondar, L90 e Tondar 90. Segundo a Saipa, a empresa conseguiu obter cerca de 85% das peças, componentes e ferramentas para a produção inteiramente do modelo, sem a assistência da Renault. A marca francesa não pode mais produzir o carro no país por conta do embargo. Inicialmente o plano era a produção retornar dentro de 18 meses após a saída da Renault do mercado iraniano, mas a Saipa confirmou que o modelo deve voltar ao mercado com um elevado nível de qualidade construtiva. O sedã romeno da Dacia deve voltar ao mercado como o novo modelo de acesso da Saipa, sendo uma espécie de modelo de entrada em relação ao Sahin, um sedã da Saipa, mais sofisticado. “Qu

Postagens mais visitadas deste blog

Chery desenvolve a chegada do eQ1 ao mercado brasileiro, candidato a elétrico mais barato

Renault vai trazer 1º lote de 500 unidades do Kwid E-Tech Electric a partir de agosto

Volkswagen desenvolve um Polo Hybrid com motor eTSI, que chega na reestilização

Volvo abre pré-venda do novo XC40 Recharge Electric P6, com motor de 231cv, por R$ 309.950

Surgem projeções de como pode ficar o Renault 'StepWay', que estreia no Brasil em 2023

Chery fecha fábrica de Jacareí (SP) até 2025, quando retoma produzindo híbridos e elétricos

Com fechamento da fábrica, Chery Tiggo 3X sai de linha e Arrizo 6 virá importado da China

Site confirma a escolha da Fiat para o nome do SUV oriundo do Projeto 376: Fastback

Jeep confirma o lançamento da Gladiator para breve no Brasil; picape terá motor 3.6 V6

Kia Soul ganha reestilização nesta terceira geração e traz mais tecnologia, no exterior