Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Sedãs

Jaguar-Land Rover muda seu plano estratégico e Jaguar terá apenas elétricos em 2025

Imagem
O último anúncio do seu plano estratégico definido pela Jaguar-Land Rover foi em agosto de 2018, quando os grupos definiram que teriam apenas duas plataformas, sendo a MLA e a PTA. Três anos depois, as marcas britânicas mudaram seus planos e a partir de 2025 devem focar no desenvolvimento de modelos elétricos, de acordo com informações da revista Autocar, especialmente a Jaguar, que a partir de 2025 terá carros elétricos, desenvolvido sobre uma nova plataforma modular exclusiva e inédita. A Land Rover ainda deve ter duas plataformas, sendo a MLA nos modelos mais acessíveis e a PTA deve ser substituída pela EMA. Ambas plataformas devem ter modelos híbridos e elétricos. Sabe-se que o primeiro elétrico da marca deve ser apresentado em meados de 2024, ou seja, ainda não se tem informações sobre qual seria esse modelo, mas que nesse ano deve ser apresentada uma nova geração do Discovery Sport. A Jaguar deve partir para a eletrificação completa, não tendo mais versões a combustão dos seus ca

Lexus revela teaser do modelo inédito, que deve ser antecipado primeiro como conceito

Imagem
A Lexus confirmou que deve anunciar um novo modelo ainda em 2021. Esse novo carro deve ser puramente elétrico e teve mais uma imagem teaser revelada. Considerado estratégico para a marca, esse novo modelo deve ser equipado com motor puramente elétrico e teve imagem da traseira revelada em teaser. O modelo deve contar com linhas bem volumosas, com dois arcos de roda largos e um terceiro volume ligeiramente marcado pela tampa do porta-malas. O modelo parece ser um sedã elétrico, diferente do que se esperava, um hatch de porte médio substituto do CT. A Lexus ainda confirmou que o modelo deve ser apresentado com um novo sistema de controle de transmissão elétrica desenvolvido para a nova geração de elétricos do Toyota Group. Apresentada como DIRECT4, essa tecnologia controla com precisão a entrega de torque nos motores elétricos (se ele tiver um na dianteira e outro na traseira, por exemplo), assim como a força de frenagem nas quatro rodas. Com o ajuste automático do equilíbrio da tração d

Chevrolet reajusta os preços de toda a linha de automóveis no Brasil neste mês de janeiro

Imagem
A Chevrolet resolveu começar 2021 com um preço maior em todos os seus modelos. Desde o Onix ao Camaro, todos os carros sofreram algum tipo de reajuste. Começando pelo mais acessível da marca, o Onix começa em R$58.290 na versão Joy. Com a segunda geração, o Onix começa em R$60.790 na versão 1.0 e com motor Turbo começa a partir de R$65.390. A versão topo de linha passou de R$75.790 para R$78.090. Já o Joy Plus começa em R$62.590 e o Onix Plus parte de R$66.190. A versão topo de linha, Premier, chega aos R$86.190. A Spin também passou por reajuste e vai de R$69.990 para R$106.490; o Cruze começa em R$114.800 e chega aos R$126.590; o Cruze Sport6 começa em R$114.800 e vão aos R$127.690; o Tracker começa em R$92.390 e vai até os R$126.190! O mesmo acontece com o Equinox, que começa em R$149.990 e chega aos R$188.200; a Montana passa a ser vendida por R$77.980; e a S10 começa em R$150.090 e vai aos R$233.190. Por fim, os modelos mais caros da Chevrolet, a TrailBlazer começa em R$293.500, b

Chery confirma que deve ter três SUVs elétricos sobre uma nova plataforma modular, a NET

Imagem
Após apresentar o eQ5, a Chery deve desenvolver mais modelos puramente elétricos para o mercado chinês. De acordo com informações, a marca deve desenvolver uma nova plataforma, batizada de NET. Sobre essa nova plataforma serão desenvolvidos três novos utilitários esportivos, que devem contar com a companhia ainda de um sedã. A plataforma New Energy Technology (NET), deve contar com uma boa distância entre os eixos para suportar as baterias de lítio. A plataforma modular da Chery ainda pode ser usada em outras marcas do grupo, como a premium Exeed. A Chery ainda confirmou que a plataforma NET deve diminuir drasticamente os custos de desenvolvimento e produção destes novos modelos. Vale destacar que o eQ5 foi desenvolvido sobre uma plataforma específica para carros elétricos também, batizada de LFS. Na mecânica, ele deve contar com um motor elétrico que desenvolve 163cv de potência e 177cv de potência. Nos dois casos, a bateria será de íon de lítio, que deve fornecer uma autonomia em tor

Jaguar diz que não deve desistir de desenvolver sedãs apesar da investida em utilitários esportivos

Imagem
A Jaguar conta com três utilitários esportivos atualmente em linha se formos contar o crossover I-Pace como um utilitário esportivo por ter uma denominação próxima dos irmãos E-Pace e F-Pace. Além do trio, a marca britânica ainda desenvolve um modelo maior, o J-Pace. No entanto, apesar de ter esses quatro modelos, a Jaguar confirmou que não deve deixar de contar com sedãs em seu lineup. Tradicionais dentro da marca, a Jaguar conta com XE, XF e XJ em linha, sendo que esse último deve ganhar uma nova geração no ano que vem. A informação da continuidade de desenvolvimento de sedãs na marca foi confirmada por Joe Eberhardt, Presidente e CEO da Jaguar na América do Norte, em entrevista ao site Motor Trend . "O futuro dos sedãs é um desafio para toda a indústria. Muitos de nossos concorrentes já disseram que irão se afastar dos sedãs. Nós não temos a intenção de fazer isso. O fato de que acabamos de lançar o F-Type reestilizado é prova de que ainda acreditamos em carros esportivos, espe

Mesmo com ascensão dos SUVs, BMW diz que não deve deixar de investir nos clássicos sedãs

Imagem
Em 2019, a BMW fechou o ano com cerca de 60% das suas vendas sendo de utilitários esportivos. A informação poderia fazer com que a marca alemã retornasse todo seu investimento e desenvolvimento em modelos deste segmento, correto? Não, pelo menos na BMW. De acordo com a marca bávara, o segmento de sedãs é um dos segmentos que devem continuar firmes e fortes dentro da marca. Por anos, os sedãs dominaram as vendas da marca com os clássicos Série 3, Série 5 e Série 7. A BMW ainda conta com os novatos Série 2 Gran Coupé e Série 8 Gran Coupé em linha, com perfil mais cupê. Em entrevista ao site Autoblog , o Chefe de Design da BMW, Domagoj Durek, disse que os sedãs devem se manter em linha ativamente nos planos estratégicos da marca. De acordo com Durek, os sedãs possuem uma elegância que os utilitários esportivos não possuem. "Algo certo é a modernização, ou evolução, do estilo da carroceria. Não precisa ser um três volumes clássico, pode ser um 2,5 volumes", disse Dukec, destacand

Demanda por SUVs e sedãs da Cadillac fará GM recontratar para a fábrica de Michigan, nos EUA

Imagem
A General Motors confirmou que deve contratar mais funcionários para a fábrica de Michigan, nos Estados Unidos. A unidade deve receber 1.200 novos funcionários que devem auxiliar no aumento da demanda pelos utilitários esportivos da Cadillac. A GM confirmou que além da demanda pelos carros da Cadillac, a demanda por Chevrolet Traverse e Buick Enclave também causa essa contratação de novos funcionários. A Cadillac ainda deve atender a demanda por CT4 e CT5. Cerca de 800 funcionários devem ser colocados na linha de montagem para dar início ao terceiro turno da unidade de Lansing Delta Township. Outros 400 funcionários devem ser contratados para a unidade de Lansing Grand River, onde deve ser adicionado um segundo turno para a produção dos sedãs CT4 e CT5. Ambas contratações devem valer a partir do segundo trimestre de 2020, entre os meses de abril a junho. Inaugurada em 2006, a unidade de Delta Township é a mais nova fábrica da GM nos Estados Unidos. A unidade já produziu cerca de 3

Toyota se une à BYD para desenvolver sedãs e SUVs elétricos para a China

Imagem
A BYD e a Toyota lançaram uma parceria na China para o desenvolvimento de carros elétricos. Depois de Ford e Volkswagen, as duas gigantes se uniram para o desenvolvimento de novos elétricos. A BYD, uma das maiores marcas com portfólio de carros elétricos na China, anunciou uma parceria com a maior montadora do mundo, a Toyota. A assinatura da parceria acontecer no dia 19 de julho desse ano, conforme explicou a nota oficial. Ambas devem desenvolver sedãs e utilitários esportivos elétricos, com o objetivo de lançar os carros no mercado chinês com a marca da Toyota a partir da primeira metade do ano de 2020. A marca japonesa conta com um bom know-how com o desenvolvimento de híbridos e carros movimentos a células de hidrogênio, mas recém começou a desenvolver carros elétricos. Fundada em 1995, a BYD se transformou em uma empresa de soluções de energia limpa, fabricando não apenas carros elétricos, mas outros produtos como células de armazenamento de energia de grande porte e peças cen

Até 2021, Citroën confirma desenvolvimento de três novos sedãs, mesmo com "onda SUV"

Imagem
Com Chevrolet e Ford indo dizimar os seus sedãs quase que a nível global, a Citroën veio na “contramão” do mercado para dizer que vai continuar apostando em sedãs. Até 2021, a marca confirmou a apresentação de três sedãs e a marca diz que esse movimento “único, mas não arriscado”. O motivo é a onda crescente de SUVs que se está dominando o mercado global e isso pode significar alguns problemas para o desenvolvimentos desses novos sedãs. De acordo com Arnauld Belloni, Diretor de Marketing da Citroën, em entrevista ao site Autocar , insinuou que os novos carros não devem trazer a atual filosofia de design da Citroën. “Acreditamos que ainda há lugar para o sedã. Quando você considera nossa promessa que todos os nossos carros terão opções híbridas elétricas ou plug-in do próximo ano e as mudanças de plataforma que trazem, considere as oportunidades que nos proporcionam inovar estilisticamente” , disse Belloni. “O que eu prometo a você é que esses carros serão compatíveis com a herança

Smart pode desenvolver concorrente para Tesla Model 3, elétrico puro, para se salvar

Imagem
Ainda com um futuro indefinido pela Daimler, a Smart pode acabar desenvolvendo um carro para competir com Tesla Model 3. O elétrico da marca francesa ainda pode não ser o suficiente para manter a Smart viva, mas pode ser o primeiro passo do grupo alemão. Embora rumores indiquem que a marca possa deixar de existir se a Renault não quiser mais colaborar com a Daimler no desenvolvimento de novos Twingo/ForTwo-ForFour, visto que a parceria foi boa para o grupo alemão, mas nem tão boa para a Renault. Por outro lado, a Mercedes-Benz saiu-se muito bem com o novo A Class e percebeu que a sua imagem não é prejudicada por descer na escala dos segmentos, e agora com a marca EQ assegurando a parte elétrica da linha, a Mercedes-Benz considera descer um pouco mais na linha e oferecer utilitários e modelos urbanos com a estrela de três pontas ornamentando o capô. Recentemente foi confirmado que a marca desenvolve um carro ainda menor, que deve ser batizado em breve. Vale destacar que o modelo que

Chevrolet confirma investimento e renovação de sedãs após saída da Ford do segmento

Imagem
A Chevrolet iria tirar de linha um certo número de carros de linha e um deles era o sedã Impala. Porém, com a decisão da Ford de retirar todos os sedãs do mercado norte-americano a apostar somente em SUVs e picape (praticamente), a Chevrolet reconsiderou a ideia sobre seus sedãs. Em entrevista ao Automotive News , o diretor de marketing da marca, Steve Majoros, disse que essa seria “uma grande oportunidade para nós” , confirmando que a Chevrolet deve apostar desde sedãs pequenos até modelos full-size. "Algumas pessoas estão fazendo barulho sobre deixar o mercado de automóveis para recuperar seu portfólio, mas ainda há negócios por aí. A questão é saber fazer de maneira inteligente" , explicou. A participação de carros de passeio nos EUA caiu de 46% em 2014 para 32% em 2018, mas ainda representa pouco menos de 1/3 do mercado. "Se outros concorrentes estiverem saindo, ficaremos muito felizes em aceitar esse negócio e certamente o faremos. Ainda há muito volume" ,

EUA: Cadillac registra patente de 19 novos nomes da linha CT e XT para futuros lançamentos

Imagem
A GM confirmou que a Cadillac deve passar por investimento nos próximos anos e parte disso foi mostrado com o amplo registro de nomes da Cadillac, que recebeu novas nomenclaturas com os sufixos CT e XT nos EUA, pelo departamento de patentes do país, que são encontrados em quase todos os lançamentos da empresa. Foram 19 registros, embora muitas delas sejam somente combinações da denominação com o nome Cadillac, como podemos ver abaixo. E todas contemplam novidades que vão do numeral 2 ao 8. Não chama atenção o grande número de denominações e combinações registradas em um só dia, como surpreende que algumas, por logística, esperava-se que já houvessem sido registradas há tempos pela Cadillac, já que poderia impedir o lançamento de futuros automóveis da marca. Foram registrados os seguintes nomes: Cadillac CT2, Cadillac CT3, Cadillac CT4, Cadillac CT7 e Cadillac CT8 para o caso de sedãs. E Cadillac XT2, Cadillac XT3, Cadillac XT4, Cadillac XT6, Cadillac XT7 e Cadillac XT8 para utilitá

Diferente da Ford, Volkswagen confirma desenvolvimento de novos sedãs... e SUVs

Imagem
Seguindo o caminho oposto da Ford, a Volkswagen confirmou que deve manter o desenvolvimento de novos sedãs no seu lineup global. Em entrevista para o Digital Trends , o CEO da Volkswagen, Hinrich Woebcken, confirmou que os sedãs são muito importantes para a Volkswagen. "Estamos pretendendo ser uma fabricante de carros capaz de oferecer uma linha completa", disse. Em relação aos sedãs, o executivo lembrou o recente lançamento do novo Jetta e modelos como o Passat. Um dos sedãs mais recentes da Volkswagen também é o Virtus, sedã do Polo. “Quando você está falando sobre carros elétricos, os sedãs têm mais vantagens. A forma e o coeficiente de arrasto têm efeito na autonomia. Portanto, talvez tenham maior participação entre elétricos do que outras categorias". Apesar de confirmar o desenvolvimento de novos sedãs, o executivo ainda deixou claro que deve manter o desenvolvimento de novos SUVs, hoje a principal demanda dos engenheiros da Volkswagen.

Lincoln confirma que deve manter seus sedãs em linha e a manutenção deles nos próximos anos

Imagem
O possível de alguns sedãs da Ford fez com que a Lincoln se antecipasse. A marca premium norte-americana revelou que não deve deixar de desenvolver sedãs em seu lineup. Com o provável fim de linha do Ford Fusion, o Lincoln MKZ corre o risco de não ganhar uma nova geração. Porém, segundo a revista Automobile Mag , o MKZ deve ter um pé na China, já que por lá o Fusion segue na ativa. A afirmação do representante da Lincoln poderia ser uma forma de evitar um choque com os clientes e uma queda antecipada nas vendas, mas uma convenção realizada com concessionários dos EUA, revelou que a marca pretende em breve ter novamente as famosas portas traseiras suicidas em um sedã. Tudo indica que as portas suicidas sejam usadas no Continental, mas esse ainda não tem previsão de ganhar essa antiga solução, mas tudo indica que seja apenas na próxima geração do sedã, prevista para 2022. 

Linha EQ da Mercedes-Benz terá sedã elétrico com porte parecido com de um Classe C

Imagem
Depois de apresentar o Generation EQ Concept e o EQA Concept, a Mercedes-Benz confirmou que deve desenvolver um sedã elétrico também, além do SUV e do hatch. Enquanto teremos o EQA como um hatch e o EQC como um SUV, a Mercedes aposta num sedã (que pode ser o EQB?) em entrevista à revista britânica Autocar. Ao invés de apostar numa versão elétrica do Classe C, a marca alemã deve desenvolver um sedã do zero. O tamanho desse sedã deve ser bem próximo ao tamanho do Classe c atual. O terceiro membro faz parte do desenvolvimento de 10 novos elétricos até 2025. Os modelos devem ter design semelhante entre si, seguindo caminhos diferentes entre elétricos e híbridos. O EQC deve ser o primeiro a ser lançado, em 2019. Fala-se que a versão de produção do utilitário esportivo terá cerca de 500km de autonomia. Ele terá ainda porte semelhante com o GLC, enquanto o EQA deve ser inspirado no Classe A.  Fonte: Autocar

Vídeos automotivos: Relembre - Volkswagen Fusca 1970 e Fusca TSi

Imagem

Vídeos Automotivos: Volkswagen Fusca German Look

Imagem

Produção do Ford Model E agora é dúvida entre Cuautitlán (México) ou Michigan (Estados Unidos)

Imagem
A Ford deve apresentar um novo automóvel elétrico, chamado de Model E. Sim, é um Ford e não um Tesla. O modelo deve substituir o Focus Electric e houve mudanças nos planos da Ford. O México, calcanhar de aquiles da Ford, deve sofrer mudanças em breve. A produção do Model E, antes confirmada para a fábrica mexicana de Cuautitlán, agora pode ser em Michigan, EUA, mas ainda sem confirmação. Após uma disputa com a Tesla pelo nome Model E, a Ford conseguiu manter o nome do elétrico e a produção caminha para os EUA. A Ford também confirmou que o Model E terá uma família de automóveis elétricos a partir de 2019. Também se fala que vários estilos de carroceria serão disponibilizados, sendo um crossover o mais esperado, devido às vendas em alta nos EUA. Um hatch e um sedã também são esperados. Como forma de reduzir os custos, rumores apontam em uma plataforma modular única, podendo ser até mesmo a mesma plataforma do novo Focus, que já está preparada para automóveis elétricos. A autonomia se

Nissan revela que não deve abandonar desenvolvimento de sedãs em favorecimento dos SUVs

Imagem
Se algumas marcas ainda não sabem se vão investir em sedãs nos próximos anos, a Nissan já bateu o martelo que vai. Apesar da crescente demanda por SUVs, a marca nipônica disse que é o momento de se reinventar. Durante o Salão de Los Angeles, Michael Bunce, vice-presidente de planejamento de produtos, confirmou que SUVs são importantes, mas sedãs ainda devem ter espaço nos investimentos da marca. "Os sedãs não estão mortos. Temos agora uma boa oportunidade para reinventá-los", declarou. Segundo o executivo, a onda dos SUVs pode ser uma moda do mercado, assim como pode ter vindo para ficar. A Nissan estuda diversos mercados e saberá quando terá que reinventar os seus sedãs, deu a entender durante a entrevista. A Nissan declarou que a próxima geração pode não estar focado e seduzida por SUVs e os sedãs sempre tiveram em alta. Atualmente a Nissan conta com vários sedãs pelo mundo: Lannia, Versa, Sentra, Altima e Maxima são alguns dos exemplos.

Volkswagen deve ter dois sedãs elétricos na China da família ID, que são desenvolvidos na Alemanha

Imagem
A Volkswagen não terminou de desenvolver modelos da sua linha ID. Depois de um hatch, uma van de passageiros e um utilitário esportivo, a Volkswagen desenvolve dois sedãs elétricos para a China. Os modelos estão em desenvolvimento na Alemanha, mas devem focar o mercado chinês, em especial. A informação é do site VW Vortex, citando a afirmação de Greg Lucia, chefe de marketing experiencial da Volkswagen. Lucia teria relatado que viu, em uma reunião na sede da VW, vários projetos de elétricos e a maioria seria SUV. Mas, havia dois modelos de descritos como sedãs. Com o ID Lounge sendo mais um utilitário, as ficas recaem sobre o ID AEROe, que pode ser lançado como um sedã esportivo. Tudo leva a crer que um sedã de maior porte seria interessante nos mercados da China e EUA, sendo assim uma releitura elétrica e futurista do Passat. O modelo não deve demorar para ser revelado como conceito. Fonte: VW Vortex

Postagens mais visitadas deste blog

Chevrolet Tracker PcD volta a ser vendido em breve, mas com mudanças de conteúdo

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

Reestilização do Volkswagen Jetta chega até 2022, com o inédito motor 1.5 TSI

Volkswagen não vê chances em desenvolver modelos com a tecnologia do hidrogênio

Volkswagen deve receber pedidos pelo up! até final de abril e produção vai até fim de maio

VAG pode vender ações da Porsche para custear processo de eletrificação do grupo?

Novo Citroën C3 Sporty deverá ser lançado em outubro no Brasil, antes da Índia

Fiat Toro recebe motor 1.3 Turbo em todas versões e catálogo vaza antes da estreia

Nova Chevrolet Spin não deve ser baseada no Orlando, como era estipulado

Ferrari confirma desenvolvimento e lançamento do primeiro elétrico até 2030