Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Bowler

Bowler consegue licença da Land Rover para produzir o CSP-575, um jipão inspirado no Defender

Imagem
Depois de uma disputa judicial entre a Jaguar-Land Rover (JLR) e a Ineos para manter a produção do antigo Defender sob a marca da Ineos. Como não conseguiu, a startup criou o seu próprio modelo, onde a Land Rover julgou ser parecido demais com o seu clássico e entrou na justiça para impedir a sua comercialização. Como a Land Rover perdeu o processo, a Ineos deve conseguir produzir o seu próprio modelo, o Grenadier. Agora, a Land Rover concedeu o direito/licença da Bowler produzir o CSP-575, que é uma cópia do antigo Defender. A Bowler, propriedade da Land Rover desde dezembro do ano passado, deveria ter recebido a preferência pelo modelo antes mesmo da Land Rover e a Ineos causarem toda uma confusão nos tribunais. A Bowler poderá usar as formas básicas do Defender, que usa as linhas da carroceria 110 e tem um motor 5.0 V8 Supercharged que desenvolve 575cv de potência e torque de 71,1kgfm, desenvolvidos pela Special Operations Vehicle (SVO). Ainda não se sabe qual deve ser a transmissão

Postagens mais visitadas deste blog

Jeep Compass possui fila de espera até 2022 pra algumas versões por falta de semicondutores

Sem nenhum emplacamento, Jeep Commander já possui longa fila de espera de até 6 meses

Último Troller T4 produzido será vendido por R$ 299.990; unidade está localizada em Natal (RN)

Chery Arrizo 6 Pro terá condições especiais no seu mês de lançamento, para financiamento

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

Lifan apresenta as primeiras novidades, agora no controle da Geely Group, e retoma produção

Ford testa novas versões para a Ranger na Argentina, como a FX4; será que vem pra cá?

Fiat Pulse Abarth está em desenvolvimento e será apresentado em 2022, de acordo revista

Nova geração do Audi A4 será apresentada em 2023 e será geração de transição para o elétrico

Renault segue estudando a chegada do Kwid ZE ao Brasil, puramente elétrico, para 2022