Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Bugatti

Bugatti inicia produção do Chiron Super Sport 300 na França e entregas as primeiras unidades

Imagem
A Bugatti começou a produção do Chiron Super Sport 300, apresentado em janeiro deste ano. O hiperesportivo começa a ser entregue aos primeiros proprietários. A Bugatti revelou que as primeiras em janeiro deste ano e iniciou as entregas com oito primeiras unidades, produzidas em Molsheim, na França. O carro manteve o mesmo motor 8.0 W16 quadriturbo que desenvolve 1.600cv de potência, com câmbio de dupla embreagem de 7 marchas. Apenas o sistema de escape teve as saídas deslocadas para cima para melhorar a aerodinâmica. Em parceria com a Dallara e a Michelin, a Bugatti teve auxílio para desenvolver pneus específicos para esta velocidade. A Dallara é uma especialista em suspensão e chassi, onde o Chiron ganhou 25 centímetros a mais de bodykit na traseira, com uma traseira alongada para efeito aerodinâmico. Ele não conta com asa traseira nem o freio aerodinâmico do modelo comum. A suspensão tem controle por laser na altura, contando com função aerodinâmica. No interior, o Chiron Super Sport

Rimac deve fazer Bugatti ter híbrido e elétrico até 2030; ambas já trabalham juntas

Imagem
Depois de revelar sua parceria em julho, a Rimac e a Bugatti já trabalham em conjunto para projetos futuros. Ambas as empresas devem anunciar o desenvolvimento de dois esportivos que devem ser eletrificados. De acordo com informações, a Bugatti deve contar com um modelo hibrido e um elétrico até meados de 2030. Os carros das duas empresas ainda vão ganhar sistemas de propulsão elétrica de alto desempenho, com a ajuda da Porsche. Segundo informações do Motor Trend , o primeiro Bugatti eletrificado deve ser um híbrido que será o sucessor do Chiron. O carro deve ficar em linha por cinco anos e será substituído por um elétrico puro. “Com esta plataforma, você pode fazer muito. Talvez um SUV ou um cupê de capô longo, ou algo absolutamente louco em que ninguém pensa” , disse Mate Rimac, CEO da Rimac em entrevista ao site. De acordo com Frank Heyl, Subdiretor de Design da Bugatti, tanto a francesa como a croata trabalham desenvolvendo novas ideias com seus planos de ter o Bolide nas ruas em 2

Bugatti apresenta o Bolide, seu hiperesportivo com motor de 1.600cv de um 8.0 W16

Imagem
Antecipado por conceito no final do ano passado, o Bugatti Bolide é apresentado oficialmente. O novo hiperesportivo da Bugatti deve ser o novo modelo mais potente da marca. De acordo com a marca francesa, o bólido (literalmente) mantém o motor 8.0 W16, mas calibrado para desenvolver 1.600cv de potência e torque de brutais 163,1kgfm, sendo que o carro em si pesa apenas 1.450kg, com as 2 toneladas do Chiron. Com esse conjunto, ele chegar a uma velocidade máxima que deve ser superior a 500km/h. A Bugatti ainda confirmou que os engenheiros da marca trabalharam para ele ser abastecido com gasolina comum, ao invés de opções como combustível de competição ou de alta octanagem. Com esse último, o conceito chegava a 1.850cv e 186,6kgfm. A Bugatti ainda destaca que o motor do modelo passou a contar com melhorias e que só deve terminar de ser desenvolvido em 2024. As 40 unidades que serão produzidas devem trazer melhorias como o novo sistema de admissão e escape para conseguir uma capacidade de r

Bugatti apresenta a última unidade do Divo produzida na fábrica de Molsheim, na França

Imagem
A Bugatti apresentou oficialmente a última unidade do Divo na Europa. O hiperesportivo francês foi apresentado com a última unidade feita na fábrica de Molsheim, na Alsácia, França. O carro foi apresentado com uma diferente combinação de cores, com a atraente opção de cor Azul EB110 LM, em combinação com a cor Blue Carmon, usada na textura em fibra de carbono. O esportivo ainda possui belas rodas de tom dourado e vários elementos de carbono exposto. No interior, as novidades ficam por conta do habitáculo e do revestimento em couro Alcântara em tons de azul. Visualmente, o carro possui um design bem diferente do que já foi visto. Revelado em 2018, o Divo teve uma produção limitada de 40 unidades. O Divo se destaca pelos faróis na vertical, com novas entradas de ar com fluxo de ar maior para a refrigeração e de um novo (e grande) spoiler dianteiro, que faz parte do pacote aerodinâmico do carro. O teto ganha um duto de ar que alimenta o W16 com um novo aerofólio ativo na traseira para man

Primeiro Bugatti com motor elétrico é confirmado para ser revelado até 2030, destaca Rimac

Imagem
Depois do anúncio da joint-venture entre a Bugatti-Rimac, com administração por meio da Porsche, tudo indica que a Bugatti pode se beneficiar dos conhecimentos da Bugatti para seu processo de eletrificação. Depois de rumores que indicavam essa parceria há meses, Rimac e Bugatti ainda terão anos para apresentar o primeiro elétrico da marca francesa com tecnologia “by Croácia”. Segundo Mate Rimac, CEO da Rimac, disse que o primeiro Bugatti elétrico deve ser visto ainda nesta década e que “dentro desta década, haverá modelos Bugatti totalmente elétricos” . Ainda sem comentar muito sobre o assunto, os modelos devem seguir em produção na unidade de Molsheim, na França, mesmo com a joint-venture, ou seja, cada marca deve continuar produzindo em suas próprias fábricas. “O que algumas pessoas esperam que aconteça é que peguemos um Nevera e coloquemos nele o emblema da Bugatti e o chamemos de Bugatti. Isso não vai acontecer de jeito nenhum. Não é isso que vamos fazer. Embora, é claro, queiramos

Bugatti e Rimac anunciam joint-venture inédita com apoio da Porsche, para eletrificação

Imagem
Depois dos rumores, eis que vem a confirmação de que a Bugatti e a Rimac devem se unir em uma joint-venture. Por conta da Porsche, que anunciou a joint-venture, disse que a Bugatti deve ser gerida pela Rimac Group, recém apresentado e que deve criar a joint-venture Bugatti-Rimac. A Bugatti-Rimac terá sede na cidade de Zagreb, na Croácia, onde as operações devem começar no final deste ano. Fundada em 2009 como uma marca de automóveis elétricos, a Rimac tem ganhado bastante destaque com os superesportivos apresentados recentemente. O mais recente deles foi o Nevera, apresentado no mês passado. Com uma nova investida da Porsche, que possui 24% das ações da marca croata, a Rimac deve trazer a Rimac Automobili e a Rimac Technology. A maior parte deve envolver as marcas Bugatti e a Rimac, mas a Porsche também deve atuar nesta joint-venture, tendo um papel estratégico no empreendimento. Segundo Oliver Blume, CEO da Porsche, e Lutz Meschke, Vice-Presidente da Porsche, e ambos Membros do Consel

VAG deve decidir sobre a Bugatti dentro de algumas semanas; saída é joint-venture com Rimac

Imagem
Depois de rumores indicarem que a Bugatti poderia ser compartilhada entre a VAG e a Rimac, surgiu informações que o Grupo VAG revelou. De acordo com informações do Conselho de Administração da VAG e CEO da Porsche, Oliver Blume, o futuro da Bugatti deve ser definido em breve. A informação foi revelada para o Automotive News Europe . O grupo alemão ainda avisou que trabalharia em uma parceria com uma marca de automóveis croata, o que recai 100% das suas chances de ser com a Rimac. Com isso, ao que tudo indica, a Bugatti deve ser uma joint-venture entre a Porsche (responsável pela Bugatti dentro da VAG) e a Rimac. Isso permite que a Bugatti possa viver com o melhor de dois mundos. A engenharia alemã junto com a tecnologia dos carros elétricos. Recentemente, vale lembrar, que a Porsche adquiriu ações da Rimac, passando de 15% para cerca de 24% e essa porcentagem por aumentar. Isso porque a Rimac pode ter a “guarda” compartilhada da Bugatti em troca de oferecer mais ações para a Porsche. C

Bugatti revela o Chiron Super Sport, limitado a 9 unidades e com motor W16 de 1.600cv

Imagem
A Bugatti apresentou oficialmente o Chiron Super Sport, que estreia com a versão de produção, depois de ser apresentado com a versão Super Sport 300, criada para quebrar recordes de velocidade. De acordo com a marca, serão 9 unidades produzidas, todas já vendidas, por 3,2 milhões de euros. Segundo Stephan Winkelmann, CEO da Bugatti, o Chiron Super Sport é "o grand tourer definitivo". De acordo com a marca, o Chiron Super Sport deve contar com uma velocidade máxima de 440km/h e o carro recebeu otimizações aerodinâmicas na traseira, que foi alongada em 25 centímetros, que traz um novo difusor de ar traseiro que foi redesenhado com turbos de escape realocados. Usando o motor 8.0 W16 quadriturbo (com quatro turbos), ele entrega 1.600cv e 163,1kgfm de torque, acoplado a um câmbio automático de dupla embreagem de 7 marchas. A sétima marcha é passada aos 403km/h! O carro recebeu mudanças nos turbos, bomba de óleo, cabeçotes, eixos de comando, transmissão e embreagem. Visualmente, o

Bugatti entrega e apresenta a versão de produção do La Voiture Noire na Europa, com 1.500cv

Imagem
A Bugatti produziu a unidade única do La Voiture Noire, o carro mais caro do mundo apresentado até 2019. O carro foi apresentado e entregue a um cliente que pagou 11 milhões de euros, onde o carro teve 65 mil horas gastas no desenvolvimento para finalizar a criação baseada no Chiron. O carro ganhou uma relação entre os eixos que é 25 centímetros maior que o Chiron, além de ficar 45 centímetros de largura a mais. O carro tem uma carroceria desenvolvida em fibra de carbono e uma camada de preto brilhante, em carbono. De acordo com a Bugatti, esse acabamento "gera virtualmente nenhum reflexo, mas muita tensão e drama.". Ele ainda possui faróis com mais de 25 elementos individuais em cada um deles e a grade dianteira feita em impressora 3D, com uma linha ultra-larga de LED na traseira em uma peça única, mas a Bugatti não revelou imagens do interior do carro. Ele conta com o mesmo motor 8.0 W16 de Chiron e Divo, desenvolvendo 1.500cv de potência e 163kgfm de torque com uma transmi

Bugatti confirma a marca de produção de 300 das 500 unidades do Chiron na França

Imagem
Apresentado no Salão do Automóvel de Genebra, na Suíça, de 2016, o Bugatti Chiron chegou à marca de 300 das 500 unidades produzidas. A versão 300º na linha de produção é da versão Pur Sport, pintado na cor Nocturne. A unidade ainda se destaca por contar com hastes dos retrovisores externos, limpadores do para-brisa dianteiro, grade dianteira e aerofólio traseiro pintados na cor Grey Carbon. Há ainda o número 16 na grade dianteira na cor Cinza Rafale. Na traseira, ele possui molduras das lanternas e as rodas nas laterais com acabamento Gun Powder e a tampa do compartimento do motor é de fibra de carbono. No interior ele possui detalhes em Beluga Black no acabamento, com detalhes em couro Alcantara e costuras Cinza Rafale. Ele é equipado com o mesmo motor 8.0 W16 quadriturbo que recebeu uma nova calibração para a transmissão automática de dupla embreagem de 7 marchas. O motor ainda desenvolve 1.500cv de potência, mas o corte de giro está 200rpm mais alto que o Chiron convencional, alcanç

Bugatti tem o futuro nas mãos de Porsche e Rimac, que podem criar joint-venture

Imagem
A Bugatti deve ter o seu futuro definido dentro de alguns meses. Ao que tudo indica, a marca francesa deve ser gerida pela Porsche e Rimac. Com o Grupo VAG delegando novas marcas chefes dentro do grupo (vulgo responsabilidade, direção e futuro), a Porsche deve desenvolver os novos projetos e ficará encarregada pelo desenvolvimento dos novos carros da marca, em parceria com a Rimac. Isso porque a Bugatti deve se tornar uma marca elétrica. A fábrica de Molsheim, na França, deve passar a produzir modelos eletrificados. De acordo com Herbert Diess, CEO da VAG, o futuro da marca francesa pode estar mais esclarecido agora. Se reforça a ideia de que a Bugatti se forme da joint-venture entre Porsche e Rimac, unindo o melhor de dois mundos distantes, o que encerra as teorias de que a Bugatti seria vendida para a croata Rimac. Recentemente a empresa passou a ter uma porcentagem da Bugatti e a Porsche aumentou a sua parcela nas ações da Rimac, o que também reforçava um vínculo entre as três empre

VAG não desistiu de vender Bugatti para a Rimac e decisão será tomada em breve

Imagem
Depois de confirmar que poderia vender a Bugatti, Lamborghini e Ducati, a VAG confirmou que marcas como a Lamborghini e a Ducati não seriam vendidas, enquanto a Bugatti ainda teria seu futuro definido. A marca francesa poderia acabar sendo vendida para a Rimac, como parte de um plano de união que envolve o aumento de participação da Porsche na Rimac. No mês passado, CEO da Porsche e Membro do Conselho Administrativo da VAG, Oliver Blume, disse ao Automobilwoche , disse: "Acredito que a questão será decidida pelo grupo ainda no primeiro semestre" , destacou em entrevista. Blume ainda destaca que "poderia ter um papel importante, porque as marcas são uma boa combinação tecnológica e que há vários cenários com estruturas diferentes. No momento, há intensas deliberações sobre como a Bugatti pode ser desenvolvida da melhor maneira possível" , concluiu. Ou seja, a marca ainda não tem um futuro definido dentro da gama de marcas da VAG, mas que essa decisão está próxima de

Bugatti inicia processe de produção do Centodieci, hiperesportivo de 1.600cv

Imagem
A Bugatti deu início à produção do Centodieci, na sua fábrica de Alsácia, na França. Com uma produção limitada a apenas 10 unidades, o hiperesportivo francês começou a ser feito, sendo que cada unidade será vendida por 8 milhões de euros. As primeiras unidades só devem começar a ser entregues a partir de 2022, ou seja, ainda se terá longos meses de produção dos carros. “O desafio para nós foi não ficar presos no design do lendário EB-110 e evitar o enfoque unicamente em uma abordagem retro. Nosso objetivo era criar uma interpretação moderna da forma e da tecnologia daquela época, mas ao mesmo tempo, não queríamos perder o encanto e o caráter do EB-110. Afinal, o superesportivo continua sendo fascinante hoje em dia, com seu design e tecnologia distintivos” , disse Achim Anscheidt, Diretor de Design da Bugatti. O processo de produção começa com os engenheiros, que precisam calcular para a carroceria, aerodinâmica, motor e transmissão, passando por simuladores de fluxo de ar para avaliar

Postagens mais visitadas deste blog

Nova geração da Ford Ranger é vista novamente em flagrante que revela mais da dianteira

Jeep Compass possui fila de espera até 2022 pra algumas versões por falta de semicondutores

Sem nenhum emplacamento, Jeep Commander já possui longa fila de espera de até 6 meses

Peugeot inicia pré-produção do SUV cupê 4008 na Europa, na fábrica de Mulhouse, na França

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

Fiat Pulse Abarth está em desenvolvimento e será apresentado em 2022, de acordo revista

BYD também testa o D1 no Brasil, que pode ser o quinto lançamento da marca para 2022

Nova geração do BMW Série 3 chega em 2025, com opção de motor puramente elétrico

Jeep Renegade 2023 não vai ganhar novo painel, mas terá novo volante e cluster digital

Chevrolet Onix ainda tem complicações com a produção para atender a demanda do cliente