Postagens

Mostrando postagens com o rótulo BYD

Estrategicamente cirúrgica, BYD pode mudar nome do Tang no Brasil para Tan em 2022

Imagem
A BYD vai lançar em 2022 no Brasil uma série de automóveis que vão estar disponíveis para consumidores físicos, pela primeira vez desde que a marca chegou ao nosso país, em 2015. Por aqui, a marca vai lançar o Han, o Qin e o Song Plus, podendo trazer até mesmo o D1, que é uma minivan compacta que seria ideal para motoristas de aplicativos. Além deles, o Tang virá ao nosso mercado, mas não com esse nome. De acordo com a apuração do Mobiauto , o Tang será rebatizado para Tan no Brasil, a fim se não ser confundido com uma marca de sucos em pó. Na pronúncia do nome Tang em mandarim, o ‘g’ já é mudo, ou seja, mesmo que o nome de batismo do carro fosse Tang aqui, ele seria chamado de “Tan”, assim como vai acontecer com o Song Plus (leia-se como Son Plus). Além disso, o nome Tan já fica alinhado com Han e Qin, com três letras e com a última em ‘n’. O Tan, que será lançado no início de 2022 e em sua segunda geração, ele possui 4,87 metros de comprimento, 2,82 metros de entre-eixos, 1,94 metro

BYD também testa o D1 no Brasil, que pode ser o quinto lançamento da marca para 2022

Imagem
Até o presente momento, a BYD confirmou que vai lançar quatro novos veículos para o mercado brasileiro em 2022, expandindo suas vendas para pessoas físicas, depois de passar a vender apenas para pessoa jurídica. Os modelos “confirmados” foram o Han, Tang, Qin e Song Plus. No entanto, um recente flagrante postado no @exclusivosnobrasil mostra que a marca teste um quinto modelo. Ele foi avistado escondendo seus logotipos. Trata-se do BYD D1, apresentado no final do ano passado no Salão do Automóvel de Guangzhou, na China. O D1 foi criado em parceria com a Didi Chuxing, uma espécie de 99 ou Uber chinesa. O carro foi focado para ter espaço para os ocupantes que usam aplicativos de transporte. Talvez esse possa ser o público que a BYD queira explorar no Brasil com o D1. Visualmente, o carro lembra bastante o Volkswagen ID.3 em alguns elementos. A minivan compacta e elétrica possui uma dianteira bem compacta, com faróis afilados e compridos, que trazem uma grade dianteira em preto brilhante

BYD registra imagens de patente do Song Plus, híbrido que vai estrear no Brasil em 2022

Imagem
A BYD confirmou a estreia de novos modelos para 2021 no Brasil, expandindo para consumidores comuns a venda dos seus automóveis. Depois de uma experiência não muito boa com o e6 em meados de 2015, a BYD terá quatro lançamentos em 2022. Um deles será o Song Plus, que teve as primeiras imagens registradas em patentes no Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI). Híbrido, o SUV de porte médio possui 4,70 metros de comprimento, 2,76 metros entre os eixos, 1,89 metro de largura e 1,68 metro de altura. O porta-malas varia de 574 litros de capacidade até 1.447 litros com os bancos traseiros rebatidos, sendo um dos primeiros dessa nova geração de veículos da BYD, com a identidade visual chamada de Dragon Face. Ele traz um motor 1.5 Turbo a gasolina de 110cv e 13,8kgfm com câmbio automatizado de dupla embreagem de 7 marchas junto de um motor elétrico, que juntos desenvolvem 180cv e 32,3kgfm ou 198cv e 33,2kgfm, dependendo da versão do SUV. Ele possui autonomia puramente elétrica de 51

BYD dá detalhes de como deve fazer para vender seus carros no Brasil a partir de 2022

Imagem
A BYD confirmou que vai trazer quatro lançamentos ao Brasil em 2022, mas não tinha confirmado quais seriam esses modelos. Han, Qin, Song e Tang serão os modelos que vão marcar a reabertura da BYD aos consumidores físicos. Depois de atuar há seis anos como uma marca que vende para empresas e consumidores jurídicos, a BYD vai revelar mais informações do seu plano estratégico a partir de novembro. A marca vai começar 2022 com o lançamento dos seus carros mais caros, Han e Tang. Puramente elétricos, a dupla estreia antes dos híbridos Qin e Song Plus. A marca ainda deve criar uma rede de concessionárias que, além de automóveis, vão vender também painéis solares e baterias. O sistema deve ser de venda dos carros e uma alternativa para quem quiser recarregar seus carros sem custo adicional na conta de luz. “Nosso conceito será o de [comprar não apenas o produto, mas sim a] experiência. Esse será o primeiro pilar de nossa estratégia. Queremos criar um engajamento do consumidor com a marca, atr

Quarto veículo da BYD no Brasil para 2022 será o Qin, que já é visto rodando em testes no país

Imagem
A BYD prepara uma ofensiva como nunca antes vista no Brasil. Depois de seis anos vendendo para empresas e pessoas físicas, a marca vai apostar na venda para pessoas físicas com quatro novos modelos. Até o momento, se sabia sobre o Han, Song Plus e Tang ( veja aqui ), que já foram vistos no Brasil. A quarta novidade será a nova geração do Qin, que será um sedã abaixo do Han. Ele é o primeiro BYD a adotar a tecnologia Super Hybrid DM-i, composto pelo motor 1.5 16v a gasolina junto a um motor elétrico. Com ciclo desse motor, ele consegue ser 43% mais eficiente que um motor de ciclo Atkinson, com uma taxa de compressão de 15,5 e recirculação de gases no escape EGR. O motor conta com um consumo de 142km/l! Isso mesmo, cento e quarenta e dois quilômetros por litro! O Qin Plus possui 4,765 metros de comprimento e 2,718 metros entre os eixos e é o responsável por trazer a nova identidade visual da BYD, chamada de Dragon Face. Visualmente, o Qin Plus se destaca pela dianteira com uma enorme gra

BYD confirma o lançamento dos elétricos Han, Song Plus e Tang no Brasil ao longo de 2022

Imagem
A BYD confirmou oficialmente que vai passar por uma expansão no mercado brasileiro a partir de 2022. A marca deve trazer três novos modelos e terá lançamento de carros elétricos e híbridos para consumidores físicos. A confirmação veio no Salão da Mobilidade Elétrica e Cidades Inteligentes, finalizado no último dia 25. De acordo com informações apuradas pelo site InsideEVs Brasil, a BYD quer lançar um carro a cada três meses, ou seja, a marca pode ter quatro lançamentos em 2022. Serão três novos veículos: Han, Song Plus e Tang que serão apresentados. Os três modelos possuem opções de motor híbrido e elétrico. De acordo com informações da revista Quatro Rodas, o primeiro modelo dessa nova fase da BYD será o Tang, que será lançado no início de 2022. A segunda geração do Tang (SUV vermelho, última foto) possui 4,87 metros de comprimento, 2,82 metros de entre-eixos, 1,94 metro de largura e 1,72 metro de altura. O SUV possui dois motores elétricos que juntos desenvolvem 496cv de potência com

BYD Tang e Han também podem ser vendidos no Brasil em 2022, junto com o Song Plus

Imagem
A BYD pode estar chegando em uma nova fase no mercado brasileiro. Depois de seis longos anos vendendo carros para pessoas jurídicas e empresas, a BYD pode enfim chegar a uma nova fase no Brasil. Bem silenciosa, diga-se de passagem. Nas últimas semanas, foi flagrada duas unidades de modelos da BYD que não são vendidos no Brasil. Na primeira quinzena deste mês, o site Auto+ flagrou uma unidade do Song Plus rodando em testes no Brasil. Agora, o site Primeira Marcha flagrou uma unidade do Tang, ambos elétricos, em nosso mercado. De acordo com informações da revista Quatro Rodas , o primeiro modelo dessa nova fase da BYD será o Tang, que será lançado no início de 2022. A segunda geração do Tang (SUV vermelho, última foto) possui 4,87 metros de comprimento, 2,82 metros de entre-eixos, 1,94 metro de largura e 1,72 metro de altura. O SUV possui dois motores elétricos que juntos desenvolvem 496cv de potência com autonomia de 500km, graças ao conjunto de baterias de 86,4kWh, no ciclo WLTP. O B

BYD apresenta oficialmente detalhes da sua nova plataforma para elétricos, a e-platform 3.0

Imagem
A BYD confirmou mais detalhes da sua plataforma e-platform 3.0, que já está sendo usada em modelos como o Delphi e o Yuan Plus. A nova base dos seus carros elétricos deve permitir que a BYD crie carros mais eficientes, que promete uma série de avanços em termos de inteligência, eficiência, segurança e estética. Segundo a BYD, a nova plataforma vai permitir que os carros tenham uma chamada de veículos de nova energia, em segurança e autonomia em baixas temperaturas. Essa nova base vai permitir que os carros que tenham a plataforma e-platform 3.0 sejam mais abrangentes de vários tamanhos de veículos com um código aberto que vai facilitar à indústria que promove o desenvolvimento de veículos elétricos mais inteligentes no mundo todo. Isso porque os carros vão contar com um conceito de um sedã que vai antecipar algumas novas informações sobre o desenvolvimento da bateria com desempenho e direção inteligente graças às baterias Blade que são integradas na estrutura do carro, com um trem de f

BYD pode estar estudando expansão do mercado para clientes físicos com o Song Plus

Imagem
A BYD atua no Brasil desde 2015, mas vende seus carros apenas para pessoas jurídica e empresas. Atualmente, o lineup da marca conta com o sedã e5 e o furgão compacto T3. A marca vem crescendo no mercado brasileiro e desde a sua chegada se cogita que ela passe a vender também para pessoa física. Atualmente a marca já possui uma fábrica de ônibus no país e pode aumentar sua participação para os automóveis, abrindo seu negócio. Isso porque o Song Plus foi flagrado rodando em testes no Brasil pelo site Auto+, indicando que a marca pode estar preparando novidades. Híbrido, o SUV de porte médio possui 4,70 metros de comprimento, 2,76 metros entre os eixos, 1,89 metro de largura e 1,68 metro de altura. O porta-malas varia de 574 litros de capacidade até 1.447 litros com os bancos traseiros rebatidos, sendo um dos primeiros dessa nova geração de veículos da BYD, com a identidade visual chamada de Dragon Face. Ele traz um motor 1.5 Turbo a gasolina de 110cv e 13,8kgfm com câmbio automatizado de

Na China, BYD apresenta o Yuan Plus no Salão do Automóvel de Chengdu como SUV elétrico

Imagem
A BYD apresentou as primeiras imagens e informações do seu novo utilitário esportivo elétrico para a China, chamado de Yuan Plus. Desenvolvendo novos modelos elétricos, o carro faz parte da nova família de carros elétricos mais eficientes da empresa. Revelado no Salão do Automóvel de Chengdu, na China, o carro é feito sobre a plataforma modular e-platform3.0. Maior que o Yuan Pro, o Plus conta com 4,455 metros de comprimento, 2,720 metros entre os eixos, 1,875 metro de largura e 1,615 metro de altura. Visualmente, o carro se destaca por trazer a nova identidade visual da marca, batizada de Dragon Face 3.0, que traz faróis conectados com a grade dianteira, que é cromada. Ele ainda possui um para-choque dianteiro com entrada de ar inferior e duas entradas de ar maiores nas extremidades. Nas laterais, o carro se destaca pela frente mais curta, acabamento inferior com acabamento plástico preto que está tanto nas caixas de rodas como na parte inferior da carroceria, linhas bem vincadas e um

BYD revela novas informações do Delphi, que começa a ser vendido na China em setembro

Imagem
Apresentado no Salão do Automóvel de Xangai, na China, no último mês de abril, o BYD Dolphin teve mais informações reveladas no gigante país asiático. Por lá, o também conhecida EA1 (como também deve ser chamado) deve ser vendido em quatro versões. Primeiro carro desenvolvido sobre a plataforma modular e-platform3.0, o Dolphin possui 4,070 metros de comprimento, 2,700 metros entre os eixos, 1,770 metro de largura e 1,570 metro de altura. Na mecânica, ele deve contar com um motor elétrico que desenvolve 95cv e 18,3kgfm com uma bateria de 30,1kWh que permite uma autonomia de 301km, no ciclo NEDC. Essa mesma versão ainda pode contar com uma bateria maior, de 44,9kWh com autonomia de 405km. Essas duas versões possuem velocidade máxima de 150km/h e possuem potência de recarga em 60kW. Ele ainda deve ser vendido com um motor mais potente, de 177cv e 29,5kgfm de torque, usando as mesmas baterias de 44,9kWh com autonomia de 401km, com velocidade máxima de 160km/h. Essa opção acelera de 0 a 50k

Importados, julho de 2021: Volvo e XC60 lideram em rankings; Chery e Tiggo5X também são líderes

Imagem
As marcas mais vendidas de importados em julho de 2021 se permaneceram quase que sem alterações em relação ao último mês, junho. Foram 2.555 unidades em julho de 2021, o que representa uma queda de 9,8% em relação ao mesmo período de 2020 e uma queda de 3,7% em relação ao mês de junho. No acumulado do ano, as vendas se mantém em crescimento, com 15.736 unidades, o que representa um aumento de 9,9% em relação ao mesmo período do ano passado. Entre as marcas que produzem nacionalmente, julho teve 4.843 unidades contra as 4.307 unidades de junho, aumento de 12,4% nas vendas. Contra julho de 2020, o aumento é de 77,8%. O acumulado do ano possui um aumento de 79,9%. Juntos, as importadas e as marcas que produzem nacionalmente já crescem 45,2% no acumulado de 2021. Entre os ranking, o Volvo XC60 lidera com 419 unidades emplacadas, seguido por dois Kias: Bongo em segundo, com 293 unidades, e o Cerato em terceiro com 155 unidades. Com produção nacional, a liderança foi inteiramente da Chery. F

BYD comemora mês recorde de vendas no Brasil, graças ao resultado de vendas do T3

Imagem
A BYD comemorou o resultado de vendas do T3 no mercado brasileiro. O furgão compacto elétrico foi destaque no mês de junho com suas 82 unidades vendidas, que só com este resultado representa mais que todo o ano comercial do furgão em 2020. Além disso, o número do T3 é um dos melhores resultados de um carro elétrico em nosso país, junto do Porsche Taycan. Segundo a BYD, todas as unidades do T3 vendidas em junho foram destinadas para a TB Green, uma empresa de soluções integradas de locação de frotas verdes, fornecimento de mão de obra e gestão de resíduos e limpeza urbana. Os carros devem ser oferecidos em e-commerce no Rio de Janeiro (RJ) e São Paulo (SP). "De um lado, governos locais criam incentivos para a logística verde, e de outro, as empresas vem fortalecendo sua agenda ESG, com a mobilidade elétrica sendo uma das melhores formas de reduzir emissões e construir um ambiente urbano mais limpo e saudável a todos." , disse o Diretor de Marketing e de Sustentabilidade da BYD

Postagens mais visitadas deste blog

Nova geração da Ford Ranger é vista novamente em flagrante que revela mais da dianteira

Jeep Compass possui fila de espera até 2022 pra algumas versões por falta de semicondutores

Sem nenhum emplacamento, Jeep Commander já possui longa fila de espera de até 6 meses

Peugeot inicia pré-produção do SUV cupê 4008 na Europa, na fábrica de Mulhouse, na França

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

Fiat Pulse Abarth está em desenvolvimento e será apresentado em 2022, de acordo revista

BYD também testa o D1 no Brasil, que pode ser o quinto lançamento da marca para 2022

Nova geração do BMW Série 3 chega em 2025, com opção de motor puramente elétrico

Jeep Renegade 2023 não vai ganhar novo painel, mas terá novo volante e cluster digital

Chevrolet Onix ainda tem complicações com a produção para atender a demanda do cliente