Postagens

Mostrando postagens com o rótulo BYD

BYD coloca seu plano de expansão para mercados internacionais com a Oceania

Imagem
Depois de muitos anos em crescimento interno, a BYD deve começar a se arriscar em novos mercados. A marca quer construir seus sonhos em outros continentes e confirmou que a Oceania deve ser um deles. O processo ambicioso de desenvolvimento e expansão da BYD para além da China deve começar a ser colocado em prática e a marca confirmou sua estreia na Austrália e Nova Zelândia. Além da Ásia e Europa (esse último com uma participação em alguns países), a Oceania parece um continente mais fácil de apostar suas fichas com seus novos modelos. A partir da chegada da BYD em mercados como os dois países deve ser também um termômetro para a recepção da chinesa em mercados internacionais. A BYD pode ter um acordo de colaboração com a australiana Nexport, acordo que foi anunciado há alguns meses e do qual ainda não definido quais são as pretensões. “BYD Auto Industry Co. Ltd. (BYD) e Nexport Pty Ltd. (Nexport) assinaram em 12 de fevereiro um acordo de longo prazo para colaborar no desenvolvimento e

Mercado Livre deve apostar em BYD T3 e Renault Kangoo ZE para entregas no Brasil; DHL vai de Renault

Imagem
A DHL e o Mercado Livre anunciaram que devem começar a fazer entregas com modelos elétricos no Brasil. Começando pela DHL, a empresa comprou as primeiras unidades dos seus modelos a bateria no Brasil com o Renault Kangoo ZE. Serão cinco novas unidades do modelo, que serão unidos aos outras 20 unidades de modelos elétricos que a empresa já possui. Com isso, a Renault chegou à marca de 350 veículos comerciais com motor puramente elétrico circulando no Brasil. A DHL Supply Chain ainda quer triplicar sua frota de elétricos nos próximos anos. “O Kangoo Z.E é uma ótima solução de transporte nos grandes centros urbanos com zero emissão de poluentes no uso” destaca Ricardo Gondo, presidente da Renault do Brasil. O Kangoo ZE conta com motor elétrico de 60cv e tem autonomia de 200km, além de uma capacidade de carga de 670kg. A DHL deve colocar os modelos para operar nos estados de São Paulo e Rio de Janeiro, sendo que instalou pontos de recarga em Louveira (SP), ponte entre Campinas e São Paulo

BYD apresenta o Qin Plus, um sedã híbrido tecnológico que faz 142km/l com 1 litro de gasolina

Imagem
Depois do Han EV, a BYD apresentou oficialmente na China o Qin Plus, a versão híbrida do seu sedã. O Plus é um híbrido plug-in que teve os primeiros dados e especificações recentemente divulgados pela imprensa. Desenvolvido sobre a nova plataforma, o Qin Plus é o primeiro BYD a adotar a tecnologia Super Hybrid DM-i, composto pelo motor 1.5 16v a gasolina junto a um motor elétrico. Com ciclo desse motor, ele consegue ser 43% mais eficiente que um motor de ciclo Atkinson, com uma taxa de compressão de 15,5 e recirculação de gases no escape EGR. O motor conta com um consumo de 142km/l! Isso mesmo, cento e quarenta e dois quilômetros por litro! O Qin Plus possui 4,765 metros de comprimento e 2,718 metros entre os eixos e é o responsável por trazer a nova identidade visual da BYD, chamada de Dragon Face. Visualmente, o Qin Plus se destaca pela dianteira com uma enorme grade dianteira hexagonal e pelos faróis nas extremidades da carroceria, retangulares. Já uma grade superior que interliga o

No Salão de Guangzhou, BYD apresenta o D1, carro que deve ser usado por Didi Chuxing, Uber chinês

Imagem
Atualmente se tem muitos aplicativos de mobilidade. Uber, Garupa, 99 e outras várias opções existentes no Brasil. Na China, existe o Didi Chuxing, um dos principais rivais internacionais da Uber. Mas o que isso tem a ver com o carro das imagens? De acordo com informações, o BYD D1 deve ser o carro oficial da Didi Chuxing. Com mais de 550 milhões de passageiros cadastrados no aplicativo na China, a empresa convocou a BYD para o desenvolvimento do seu carro próprio. “Durante o processo de inúmeras atualizações do produto, percebemos que não estávamos satisfeitos com o progresso que fizemos para melhorar a experiência do usuário. Por isso, decidimos focar nossos esforços no próprio veículo”, disse o presidente da DiDi, Jean Liu. Visualmente, o carro lembra bastante o Volkswagen ID.3 em alguns elementos. A minivan compacta e elétrica possui uma dianteira bem compacta, com faróis afilados e compridos, que trazem uma grade dianteira em preto brilhante e com o logotipo da BYD. O para-choque d

Na China, BYD comemora 20 mil unidades vendidas do elétrico Han em apenas quatro meses

Imagem
A BYD está comemorando os resultados comerciais do Han na China. O sedã elétrico chegou a marca de 20.000 unidades produzidas em apenas quatro meses. Apresentado em julho, o modelo chegou a essa marca no dia 12 de novembro do ano passado e nos próximos meses a marca espera aumentar a quantidade de unidades vendidas. A BYD tem a ambição de vender cerca de 10 mil unidades mensais do modelo, mas confirma que conta com uma fila de espera que chega a 40 mil unidades. O modelo é vendido como concorrente do Tesla Model S, mas conta com preços mais próximos ao de um Tesla Model 3. De acordo com a marca, ele conta com um motor dianteiro, elétrico, capaz de desenvolver 221cv de potência com torque de 33,6kgfm, enquanto o segundo modelo conta com tração integral e um motor para cada eixo. Este desenvolve 493cv de potência e 69,3kgfm de torque. O primeiro acelera de 0 a 100km/h em 7,9 segundos e o segundo em apenas 3,9 segundos. Ambos devem ser equipados com bateria de 76,9kWh que promete uma auto

BYD lança a sua terceira fábrica no Brasil para a produção de baterias, em Manaus (AM)

Imagem
A chinesa BYD se tornou a primeira marca a produzir baterias para veículos elétricos no mercado brasileiro. A marca ergueu uma fábrica para a produção de baterias de fosfato de ferro-lítio na fábrica no Polo Industrial de Manaus (AM). Fruto de um investimento de R$15 milhões, a unidade deve representar a terceira fábrica da BYD no Brasil, que já conta também com a produção de ônibus elétricos. A fábrica de Manaus conta com uma área de 5.000m² e foi projetada para expandir e abrigar novas linhas de produção no futuro. As baterias, chamadas de LiFePO4, devem ser destinadas para o abastecimento da fábrica de Campinas (SP), onde são produzidos chassis de ônibus 100% elétricos. Além dessa unidade, a marca conta com fábrica em São José dos Campos para a produção de ônibus articulados. A nova fábrica da BYD possui a capacidade de produção de 1.000 baterias por ano, sendo que neste primeiro ano de produção serão 272 unidades produzidas. "Com o nosso investimento, também poderemos fazer pa

BYD revela mais novidades da parte mecânica híbrida e elétrica do Han, além de novas imagens

Imagem
A BYD apresentou mais informações e imagens do seu novo sedã elétrico, o Han. O modelo começou a ser vendido no gigante asiático, com motores elétrico e híbrido. Com 4,96 metros de comprimento e 2,92 metros entre os eixos, o Han deve ser vendido com três opções de motorização, sendo dois modelos elétricos e o híbrido. No caso do modelo elétrico, ele deve contar com um motor dianteiro, elétrico, capaz de desenvolver 221cv de potência com torque de 33,6kgfm, enquanto o segundo modelo conta com tração integral e um motor para cada eixo. Este desenvolve 493cv de potência e 69,3kgfm de torque. O primeiro acelera de 0 a 100km/h em 7,9 segundos e o segundo em apenas 3,9 segundos. Ambos devem ser equipados com bateria de 76,9kWh que promete uma autonomia de 605km, no ciclo NEDC. No padrão WLTP, a BYD disse que sua autonomia será de 559km e com tração integral a autonomia é de 550km nos dois ciclos. Contando com bateria Blade Battery, feitas de lítio-ferro-fosfato, elas possuem células de e

Jaguar-Land Rover pode criar parceria com a BYD para ter acesso a baterias para elétricos e híbridos

Imagem
A Jaguar-Land Rover pode estar próxima de fechar uma negociação com a BYD para a aquisição de baterias para seus carros elétricos e híbridos. De acordo com informações, a área potencial da parceria pode ser o uso de baterias da BYD nos novos modelos híbridos plug-in da marca, assim como a BYD estuda a possibilidade de erguer uma fábrica no Reino Unido para a produção de baterias e vende-las para as marcas próximas que queiram usar as baterias. Tudo indica que as baterias dos modelos híbridos e JLR devem ser produzidas no novo Centro de Montagem de Baterias no Hams Hall, a partir deste ano, com capacidade de produção de 150 mil unidades por ano. Rumores também confirmaram que a JLR e a BYD estudam uma parceria em sistemas de propulsão elétrica, apesar de ser bem mais interessante a parceria de compra das baterias da BYD por parte da JLR. Recentemente a Land Rover apresentou Discovery Sport e Range Rover Evoque com a versão P300e, equipadas com motor 1.5 12v Turbo a gasolina que de

Fábrica da Nissan na Espanha pode ser vendida para uma marca chinesa; há três interessadas

Imagem
O processo de reestruturação da Renault-Nissan-Mitsubishi deve fazer com algumas fábricas do grupo sejam fechadas na Europa – ou vendidas. Com isso, a unidade da Nissan em Barcelona pode ser a primeira fábrica a ser colocada à venda. Atualmente responsável pela produção da Nissan Frontier, Renault Alaskan e a Mercedes-Benz Classe X. A unidade também é o local da produção da Nissan e-NV200. Antes mesmo do processo de renovação, a Nissan já cogitava o fechamento da unidade de Barcelona. Uma proposta local permite que a Nissan invista 300 milhões de euros em Barcelona, provavelmente muito ou tudo isso financiado pelo governo, a fim de não fechar a unidade espanhola. No local, seria produtivo um modelo elétrico por cerca de 10 anos. De acordo com o Ministério da Indústria da Espanha, diz que a Nissan terá o custo de 1 bilhão de euros apenas para a fechar a unidade. São cerca de 3 mil funcionários e outros 30 mil funcionários que trabalham indiretamente. Assim como acntceu com o Brasil, na

BYD Tang começa a ser vendido na Europa no segundo semestre, junto do sedã elétrico Han

Imagem
A BYD confirmou sua ida à Europa com o Tang e não mais com a Han. Não que o sedã não vá para o mercado, até porque a marca chegou a confirmar à ida do sedã ao mercado europeu, mas o Tang também foi confirmado. Ele começa a ser vendido na Noruega e na China o SUV chegou a sua segunda geração com duas versões com motor, um a combustão e um híbrido. Derivado do Dynasty Concept, o SUV foi desenvolvido por um grupo de designers liderado por Wolfgang Egger, que já trabalhou para a Audi e Alfa Romeo. O Tang possui 4,87 metros de comprimento, 2,82 metros de entre-eixos, 1,94 metro de largura e 1,72 metro de altura. Segundo Isbrand Ho, Diretor Administrativo da BYD Europa, a chegada do SUV elétrico na Europa se baseou em "avaliar de perto como esse primeiro modelo acolhe o mercado europeu e, a longo prazo, expandir as vendas de automóveis de passageiros além da Noruega" . Com motor elétrico, ele conta com um motor de dois motores elétricos que desenvolvem 496cv de potência e com bater

BYD inicia investimento na Europa pela Noruega com a sua gama de automóveis elétricos

Imagem
A BYD confirmou que deve dar uma nova investida no seu plano de expansão comercial pelo mundo. Apostando em carros elétricos, a BYD deve começar a vender seus carros na Europa, a começar pela Noruega. A partir do final de 2020, no país será possível comprar o Tang EV 600, um SUV totalmente elétrico. A BYD escolheu a Noruega de propósito. O país é um dos países que mais adquirirem carros elétricos no mundo e logo depois de desembarcar na Noruega, o SUV começa a ser vendido em outros mercados do continente europeu. “A Noruega é o mercado mais avançado da Europa no que diz respeito à adoção e uso generalizado de carros elétricos, além de possuir uma rede de carga integral. Avaliaremos de perto como funciona o mercado, mas a longo prazo, nosso objetivo é expandir as ventas de automóveis elétricos mais além da Noruega” , disse Isbrand Ho, Diretor Geral da BYD Europa. O novo Tang possui 4,87 metros de comprimento, 2,82 metros de entre-eixos, 1,94 metro de largura e 1,72 metro de altura. O Ta

Toyota e BYD fecham uma parceria para desenvolvimento de carros elétricos na China

Imagem
Depois de alguns rumores, a confirmação. A Toyota e a BYD são oficialmente parceiras na China. A joint-venture deve ser criada para o desenvolvimento de um conjunto de tecnologias e veículos elétricos. A nova empresa formada é a BYD Toyota EV Technology Co. LTD (BTET), que deve ser controlada igualmente pelas duas empresas de maneira 50%. A parceria é vista como o primeiro passo para uma aliança comercial bem profunda nos próximos anos. "A BYD e a Toyota trabalharão juntas para atender às diversas necessidades dos clientes pesquisando e desenvolvendo BEVs que atraem os clientes e promovendo sua ampla adoção e também esperam contribuir para melhorar o ambiente na China" , disse a empresa em comunicado. "Com os engenheiros da BYD e da Toyota trabalhando juntos sob o mesmo teto, pretendemos desenvolver BEVs com desempenho superior e atender às necessidades dos clientes na China, mesclando os pontos fortes das duas empresas e também através de uma rivalidade amigável" ,

BYD apresenta o sedã eletrificado Han, que conta com motor elétrico e híbrido de até 476cv

Imagem
A BYD apresentou seu novo carro elétrico na China. Chamado de Han, o sedã deve começar a ser vendido na China em junho, durante o Salão do Automóvel de Pequim. Ele deve ser vendido com motores híbridos e elétrico, trazendo uma nova identidade visual da marca, bastante atraente. Visualmente, o Han se destaca por trazer um design que prima pela esportividade, especialmente na parte dianteira, com faróis extremamente finos e com diodos de LED, que se conectam com a grade dianteira prateada. A grade, vale destacar, é fechada. O capô meio em cunha chama atenção também. No híbrido, o desenho frontal é diferenciado, apenas de não ter imagens oficiais que revelem o visual. Ele conta com novos faróis, mais retangulares e uma ampla grade dianteira. O elétrico, apresentado nestas imagens, possui um desenho mais acertado. Visto de lateral, chama atenção a linha do teto com uma curvatura de sedã cupê. A traseira se diferencia pelo acabamento escurecido no para-choque e a presença de um pequeno

BYD apresenta o e3, um sedã compacto elétrico capaz de entregar 405km de autonomia

Imagem
A BYD acaba de apresentar na China uma nova cartada para os carros elétricos: o sedã compacto e3. Com 4,45 metros de comprimento, o sedã é baseado no hatch e2 e chega ao mercado chinês com um motor elétrico capaz de desenvolver 95cv de potência e torque de 18kgfm. As versões mais simples contam com uma bateria de 35,2kWh e as versões mais caras devem ser vendidas com bateria de 47,3kWh, oferecendo autonomia de 305km e 405km respectivamente. Ambas as baterias oferecem opção de carga rápida, capaz de recuperar de 30% a 80% da autonomia em 30 minutos. Visualmente, o e3 se destaca pela proximidade que foi baseado no e2. Ele traz um design simples, com destaque para a grade dianteira e os faróis delgados e estreitos, com luzes diurnas de LEDs. Visto de lateral, o sedã possui linhas bem tradicionais, trazendo uma terceira janela, que dá um visual mais caprichado para o carro e os vincos são destaque do e3. Na traseira, ele apresenta lanternas horizontais que invadem a tampa do porta-mala

Toyota e BYD confirmam desenvolvimento de joint-venture para desenvolvimento de eletrificados

Imagem
A Toyota deve se aliar com a BYD na China para desenvolver novos carros elétricos. A gigante japonesa deve se unir com a marca chinesa líder do mercado de carros elétricos, o que deve fazer um grande bem para a Toyota, que focou todas suas fichas em híbridos e carros movidos a célula de hidrogênio. A joint-venture deve focar no desenvolvimento de eletrificados, que devem ser colocados à venda na China. Dividindo investimentos em desenvolvimento, há chances da Toyota acabar desenvolvendo alguns projetos que tenham uma visão mais global. Essa joint-venture deve ser assinada ainda em 2020 e deve ter capital dividido em 50% cada. Ainda não se sabe os valores de investimento de cada uma para a parceria. Faz tempo que a japonesa procura uma parceira de desenvolvimento em carros elétricos. Atrasada no setor, a nipônica deve tentar fazer frente à marcas como a Nissan, que já possui experiências de desenvolvimento com o Leaf desde 2010. Vale destacar que a Toyota também confirmou que até 20

Postagens mais visitadas deste blog

Chevrolet Tracker PcD volta a ser vendido em breve, mas com mudanças de conteúdo

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

Ferrari confirma desenvolvimento e lançamento do primeiro elétrico até 2030

Reestilização do Volkswagen Jetta chega até 2022, com o inédito motor 1.5 TSI

Assim como o Bolt, Chevrolet Bolt EUV deve ser vendido no Brasil dentro de alguns meses

Volkswagen não vê chances em desenvolver modelos com a tecnologia do hidrogênio

Novo Citroën C3 Sporty deverá ser lançado em outubro no Brasil, antes da Índia

Mitsubishi apresenta a nova (e quarta) geração do Outlander nos Estados Unidos

Volkswagen deve receber pedidos pelo up! até final de abril e produção vai até fim de maio

Ford Figo pode ter dado os primeiros indícios do fim de linha também na Índia