Postagens

Mostrando postagens com o rótulo BYD

BYD deve investir em novas baterias para seus carros; 'Blade Battery' segue em desenvolvimento

Imagem
A BYD confirmou que deve desenvolver novas baterias para seus carros elétricos. Apostando em breve em um futuro anúncio, a marca deve revelar uma bateria para seus carros elétricos, que devem ser batizadas de Blade. A “Blade Battery” ainda está em fase de testes, que a BYD destaca que estão numa fase de testes bem rigorosos, com a fase de penetração de pregos e as provas que a bateria nunca pegue fogo espontaneamente, além de testes de resistência extrema com um caminhão de 46 toneladas passando por cima do kit de baterias. Considerada uma marca líder de carros elétricos na China, a BYD conformou as baterias Blade para seus futuros carros elétricos, que deve ser considerada uma nova geração de baterias para os elétricos. O primeiro carro confirmado a usar essa bateria deve ser o sedã Han, que já vendeu mais de 10.000 unidades em alguns meses. Apresentado em julho do ano passado, o sedã possui uma autonomia de 605km no ciclo NEDC e além dele, quatro outros modelos elétricos devem contar

BYD apresenta novidades para o T3, que chega com nova bateria por R$229 mil

Imagem
A BYD está apresentando a linha 2021 do T3 no mercado brasileiro. O modelo mais vendido da marca no país passa a ser vendido com uma nova bateria, que possui uma maior autonomia e é mais leve que a que equipava o modelo anterior. O modelo, chamado de eT3 pela BYD, chega ao nosso mercado com uma pack de baterias atualizado que permite que ele tenha seu peso reduzido de 1.870kg para 1.700kg, melhorando a sua eficiência. Essa nova bateria permitiu que a BYD aumentasse sua velocidade máxima para 100km/h. Essas melhorias ainda fizeram com que ele ganhasse um novo carregador DC, que é mais rápido e estável para recarga das baterias. A autonomia passa a ser de 300km e a possibilidade do modelo ter uma recarga rápida da bateria, de 20% para 80%, em apenas 30 minutos. Ele garante 180km a mais de autonomia. Para recarga completa, a bateria precisa de 2 horas numa estação de recarga rápida. O T3 possui capacidade de 720kg de carga e compartimento de 3.300 litros de capacidade. O modelo ainda ganh

GTN #3: os novos japoneses e coreanos, serão os carros chineses?

Imagem
Você já deve ter percebido que os carros chineses têm evoluído muito em questão de menos de dez anos. Pegando um cenário dos últimos dez anos, de 2011 para cá, a mudança é notável. Enquanto os japoneses demoraram cerca de 20 anos para conseguir desenvolver seus produtos, os coreanos levaram cerca de 15 anos para ter produtos mais maduros, os chineses estão conseguindo diminuir ainda mais essa média de anos para cerca de 10, apenas. No Brasil, assim como em outros países, principalmente alguns vizinhos da América Latina, como o Uruguai (grande consumidor de carros chineses), as primeiras unidades de carros chineses não opções vistas com bons olhos.     De acordo muito com o nosso padrão, pontos como suspensão macia e o acabamento de alguns carros em bege ou tons mais claros, afastavam alguns consumidores. Mas, vejamos o cenário das duas marcas chinesas mais importantes do Brasil: Chery e JAC. Se formos pegar como a Chery era em 2011, você poderá se assustar. Nós tínhamos: QQ, S-18, Face

BYD coloca seu plano de expansão para mercados internacionais com a Oceania

Imagem
Depois de muitos anos em crescimento interno, a BYD deve começar a se arriscar em novos mercados. A marca quer construir seus sonhos em outros continentes e confirmou que a Oceania deve ser um deles. O processo ambicioso de desenvolvimento e expansão da BYD para além da China deve começar a ser colocado em prática e a marca confirmou sua estreia na Austrália e Nova Zelândia. Além da Ásia e Europa (esse último com uma participação em alguns países), a Oceania parece um continente mais fácil de apostar suas fichas com seus novos modelos. A partir da chegada da BYD em mercados como os dois países deve ser também um termômetro para a recepção da chinesa em mercados internacionais. A BYD pode ter um acordo de colaboração com a australiana Nexport, acordo que foi anunciado há alguns meses e do qual ainda não definido quais são as pretensões. “BYD Auto Industry Co. Ltd. (BYD) e Nexport Pty Ltd. (Nexport) assinaram em 12 de fevereiro um acordo de longo prazo para colaborar no desenvolvimento e

Mercado Livre deve apostar em BYD T3 e Renault Kangoo ZE para entregas no Brasil; DHL vai de Renault

Imagem
A DHL e o Mercado Livre anunciaram que devem começar a fazer entregas com modelos elétricos no Brasil. Começando pela DHL, a empresa comprou as primeiras unidades dos seus modelos a bateria no Brasil com o Renault Kangoo ZE. Serão cinco novas unidades do modelo, que serão unidos aos outras 20 unidades de modelos elétricos que a empresa já possui. Com isso, a Renault chegou à marca de 350 veículos comerciais com motor puramente elétrico circulando no Brasil. A DHL Supply Chain ainda quer triplicar sua frota de elétricos nos próximos anos. “O Kangoo Z.E é uma ótima solução de transporte nos grandes centros urbanos com zero emissão de poluentes no uso” destaca Ricardo Gondo, presidente da Renault do Brasil. O Kangoo ZE conta com motor elétrico de 60cv e tem autonomia de 200km, além de uma capacidade de carga de 670kg. A DHL deve colocar os modelos para operar nos estados de São Paulo e Rio de Janeiro, sendo que instalou pontos de recarga em Louveira (SP), ponte entre Campinas e São Paulo

BYD apresenta o Qin Plus, um sedã híbrido tecnológico que faz 142km/l com 1 litro de gasolina

Imagem
Depois do Han EV, a BYD apresentou oficialmente na China o Qin Plus, a versão híbrida do seu sedã. O Plus é um híbrido plug-in que teve os primeiros dados e especificações recentemente divulgados pela imprensa. Desenvolvido sobre a nova plataforma, o Qin Plus é o primeiro BYD a adotar a tecnologia Super Hybrid DM-i, composto pelo motor 1.5 16v a gasolina junto a um motor elétrico. Com ciclo desse motor, ele consegue ser 43% mais eficiente que um motor de ciclo Atkinson, com uma taxa de compressão de 15,5 e recirculação de gases no escape EGR. O motor conta com um consumo de 142km/l! Isso mesmo, cento e quarenta e dois quilômetros por litro! O Qin Plus possui 4,765 metros de comprimento e 2,718 metros entre os eixos e é o responsável por trazer a nova identidade visual da BYD, chamada de Dragon Face. Visualmente, o Qin Plus se destaca pela dianteira com uma enorme grade dianteira hexagonal e pelos faróis nas extremidades da carroceria, retangulares. Já uma grade superior que interliga o

No Salão de Guangzhou, BYD apresenta o D1, carro que deve ser usado por Didi Chuxing, Uber chinês

Imagem
Atualmente se tem muitos aplicativos de mobilidade. Uber, Garupa, 99 e outras várias opções existentes no Brasil. Na China, existe o Didi Chuxing, um dos principais rivais internacionais da Uber. Mas o que isso tem a ver com o carro das imagens? De acordo com informações, o BYD D1 deve ser o carro oficial da Didi Chuxing. Com mais de 550 milhões de passageiros cadastrados no aplicativo na China, a empresa convocou a BYD para o desenvolvimento do seu carro próprio. “Durante o processo de inúmeras atualizações do produto, percebemos que não estávamos satisfeitos com o progresso que fizemos para melhorar a experiência do usuário. Por isso, decidimos focar nossos esforços no próprio veículo”, disse o presidente da DiDi, Jean Liu. Visualmente, o carro lembra bastante o Volkswagen ID.3 em alguns elementos. A minivan compacta e elétrica possui uma dianteira bem compacta, com faróis afilados e compridos, que trazem uma grade dianteira em preto brilhante e com o logotipo da BYD. O para-choque d

Na China, BYD comemora 20 mil unidades vendidas do elétrico Han em apenas quatro meses

Imagem
A BYD está comemorando os resultados comerciais do Han na China. O sedã elétrico chegou a marca de 20.000 unidades produzidas em apenas quatro meses. Apresentado em julho, o modelo chegou a essa marca no dia 12 de novembro do ano passado e nos próximos meses a marca espera aumentar a quantidade de unidades vendidas. A BYD tem a ambição de vender cerca de 10 mil unidades mensais do modelo, mas confirma que conta com uma fila de espera que chega a 40 mil unidades. O modelo é vendido como concorrente do Tesla Model S, mas conta com preços mais próximos ao de um Tesla Model 3. De acordo com a marca, ele conta com um motor dianteiro, elétrico, capaz de desenvolver 221cv de potência com torque de 33,6kgfm, enquanto o segundo modelo conta com tração integral e um motor para cada eixo. Este desenvolve 493cv de potência e 69,3kgfm de torque. O primeiro acelera de 0 a 100km/h em 7,9 segundos e o segundo em apenas 3,9 segundos. Ambos devem ser equipados com bateria de 76,9kWh que promete uma auto

BYD lança a sua terceira fábrica no Brasil para a produção de baterias, em Manaus (AM)

Imagem
A chinesa BYD se tornou a primeira marca a produzir baterias para veículos elétricos no mercado brasileiro. A marca ergueu uma fábrica para a produção de baterias de fosfato de ferro-lítio na fábrica no Polo Industrial de Manaus (AM). Fruto de um investimento de R$15 milhões, a unidade deve representar a terceira fábrica da BYD no Brasil, que já conta também com a produção de ônibus elétricos. A fábrica de Manaus conta com uma área de 5.000m² e foi projetada para expandir e abrigar novas linhas de produção no futuro. As baterias, chamadas de LiFePO4, devem ser destinadas para o abastecimento da fábrica de Campinas (SP), onde são produzidos chassis de ônibus 100% elétricos. Além dessa unidade, a marca conta com fábrica em São José dos Campos para a produção de ônibus articulados. A nova fábrica da BYD possui a capacidade de produção de 1.000 baterias por ano, sendo que neste primeiro ano de produção serão 272 unidades produzidas. "Com o nosso investimento, também poderemos fazer pa

BYD revela mais novidades da parte mecânica híbrida e elétrica do Han, além de novas imagens

Imagem
A BYD apresentou mais informações e imagens do seu novo sedã elétrico, o Han. O modelo começou a ser vendido no gigante asiático, com motores elétrico e híbrido. Com 4,96 metros de comprimento e 2,92 metros entre os eixos, o Han deve ser vendido com três opções de motorização, sendo dois modelos elétricos e o híbrido. No caso do modelo elétrico, ele deve contar com um motor dianteiro, elétrico, capaz de desenvolver 221cv de potência com torque de 33,6kgfm, enquanto o segundo modelo conta com tração integral e um motor para cada eixo. Este desenvolve 493cv de potência e 69,3kgfm de torque. O primeiro acelera de 0 a 100km/h em 7,9 segundos e o segundo em apenas 3,9 segundos. Ambos devem ser equipados com bateria de 76,9kWh que promete uma autonomia de 605km, no ciclo NEDC. No padrão WLTP, a BYD disse que sua autonomia será de 559km e com tração integral a autonomia é de 550km nos dois ciclos. Contando com bateria Blade Battery, feitas de lítio-ferro-fosfato, elas possuem células de e

Jaguar-Land Rover pode criar parceria com a BYD para ter acesso a baterias para elétricos e híbridos

Imagem
A Jaguar-Land Rover pode estar próxima de fechar uma negociação com a BYD para a aquisição de baterias para seus carros elétricos e híbridos. De acordo com informações, a área potencial da parceria pode ser o uso de baterias da BYD nos novos modelos híbridos plug-in da marca, assim como a BYD estuda a possibilidade de erguer uma fábrica no Reino Unido para a produção de baterias e vende-las para as marcas próximas que queiram usar as baterias. Tudo indica que as baterias dos modelos híbridos e JLR devem ser produzidas no novo Centro de Montagem de Baterias no Hams Hall, a partir deste ano, com capacidade de produção de 150 mil unidades por ano. Rumores também confirmaram que a JLR e a BYD estudam uma parceria em sistemas de propulsão elétrica, apesar de ser bem mais interessante a parceria de compra das baterias da BYD por parte da JLR. Recentemente a Land Rover apresentou Discovery Sport e Range Rover Evoque com a versão P300e, equipadas com motor 1.5 12v Turbo a gasolina que de

Fábrica da Nissan na Espanha pode ser vendida para uma marca chinesa; há três interessadas

Imagem
O processo de reestruturação da Renault-Nissan-Mitsubishi deve fazer com algumas fábricas do grupo sejam fechadas na Europa – ou vendidas. Com isso, a unidade da Nissan em Barcelona pode ser a primeira fábrica a ser colocada à venda. Atualmente responsável pela produção da Nissan Frontier, Renault Alaskan e a Mercedes-Benz Classe X. A unidade também é o local da produção da Nissan e-NV200. Antes mesmo do processo de renovação, a Nissan já cogitava o fechamento da unidade de Barcelona. Uma proposta local permite que a Nissan invista 300 milhões de euros em Barcelona, provavelmente muito ou tudo isso financiado pelo governo, a fim de não fechar a unidade espanhola. No local, seria produtivo um modelo elétrico por cerca de 10 anos. De acordo com o Ministério da Indústria da Espanha, diz que a Nissan terá o custo de 1 bilhão de euros apenas para a fechar a unidade. São cerca de 3 mil funcionários e outros 30 mil funcionários que trabalham indiretamente. Assim como acntceu com o Brasil, na

BYD Tang começa a ser vendido na Europa no segundo semestre, junto do sedã elétrico Han

Imagem
A BYD confirmou sua ida à Europa com o Tang e não mais com a Han. Não que o sedã não vá para o mercado, até porque a marca chegou a confirmar à ida do sedã ao mercado europeu, mas o Tang também foi confirmado. Ele começa a ser vendido na Noruega e na China o SUV chegou a sua segunda geração com duas versões com motor, um a combustão e um híbrido. Derivado do Dynasty Concept, o SUV foi desenvolvido por um grupo de designers liderado por Wolfgang Egger, que já trabalhou para a Audi e Alfa Romeo. O Tang possui 4,87 metros de comprimento, 2,82 metros de entre-eixos, 1,94 metro de largura e 1,72 metro de altura. Segundo Isbrand Ho, Diretor Administrativo da BYD Europa, a chegada do SUV elétrico na Europa se baseou em "avaliar de perto como esse primeiro modelo acolhe o mercado europeu e, a longo prazo, expandir as vendas de automóveis de passageiros além da Noruega" . Com motor elétrico, ele conta com um motor de dois motores elétricos que desenvolvem 496cv de potência e com bater

BYD inicia investimento na Europa pela Noruega com a sua gama de automóveis elétricos

Imagem
A BYD confirmou que deve dar uma nova investida no seu plano de expansão comercial pelo mundo. Apostando em carros elétricos, a BYD deve começar a vender seus carros na Europa, a começar pela Noruega. A partir do final de 2020, no país será possível comprar o Tang EV 600, um SUV totalmente elétrico. A BYD escolheu a Noruega de propósito. O país é um dos países que mais adquirirem carros elétricos no mundo e logo depois de desembarcar na Noruega, o SUV começa a ser vendido em outros mercados do continente europeu. “A Noruega é o mercado mais avançado da Europa no que diz respeito à adoção e uso generalizado de carros elétricos, além de possuir uma rede de carga integral. Avaliaremos de perto como funciona o mercado, mas a longo prazo, nosso objetivo é expandir as ventas de automóveis elétricos mais além da Noruega” , disse Isbrand Ho, Diretor Geral da BYD Europa. O novo Tang possui 4,87 metros de comprimento, 2,82 metros de entre-eixos, 1,94 metro de largura e 1,72 metro de altura. O Ta

Postagens mais visitadas deste blog

Reestilização do Volkswagen Jetta chega até 2022, com o inédito motor 1.5 TSI

Chevrolet lança a linha 2022 da S10, com duas opções de motor Flex; parte de R$156.890

Chevrolet Tracker PcD volta a ser vendido em breve, mas com mudanças de conteúdo

Volkswagen revela mais informações sobre a linha ID e VAG terá nova bateria

Chery convoca recall de Arrizo5, Tiggo5X e Tiggo7 no Brasil com defeito no motor 1.5 Turbo

Citroën confirma fim de linha de C3, AirCross e C4 Lounge; trio sai do site da marca

Citroën "C2 AirCross/C3/C3 Sporty" deve ser apresentado no próximo dia 20 de maio

Lançado há quatro anos, Seat Ibiza também ganha reestilização de meia-vida na Europa

Chevrolet comemora a marca de 150.000 unidades do Cruze, produzidos na Argentina

Volkswagen Up! aumenta o time de compactos fora de linha, depois de 7 anos no mercado