Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Projeto

Projeto Polo Track: Sindicato dos Metalúrgicos antecipam novidade da VW para Taubaté (SP)

Imagem
A Volkswagen deve desenvolver mudanças para a sua linha de compactos nos próximos anos. Depois de algumas semanas negociando com o Sindicatos dos Metalúrgicos de Taubaté e Região, a Volkswagen chegou ao acordo de congelar os investimentos para o completo que deve produzir um modelo chamado de Polo Track. Essa versão do Polo deve ser produzida apenas em Taubaté (SP), mas as demais versões do hatch são feitas em São Bernardo do Campo (SP). O hatch deve ser o primeiro modelo da marca a contar com a plataforma modular MQB na unidade. O acordo ainda garante a produção de um segundo modelo na linha. Esse novo modelo pode ser o Gol ou o Voyage, que Taubaté terá a negociação como prioridade para a montagem do carro. Mas o que seria esse Polo Track? Ainda é cedo para afirmar o que seria esse modelo, mas uma das possibilidades é que o modelo seja revelado como uma opção aventureira, ficando abaixo do Nivus, como já aconteceu com Gol, Fox e up!. Outros acreditam que seja uma versão de entrada do

Dyson apresenta como seria o seu carro elétrico, que teria uma autonomia de impressionantes 960km

Imagem
A Dyson apresentou as primeiras imagens do seu protótipo de automóvel elétrico que seria apresentado. O modelo foi cancelado, mas chegou a ser desenvolvido em modelo em escala de tamanho real. Conhecida por ser uma marca de eletrodomésticos, a Dyson por pouco não deu um passo adiante no desenvolvimento do carro. O projeto custou US$606 milhões mas nunca se materializou. O modelo seria um utilitário esportivo elétrico com espaço para sete ocupantes e de acordo com informações obtidas pelo The Times , o modelo era conhecido como Projeto N526 e teria uma autonomia elétrica de 960km. De acordo com informações, o carro ainda atingiria essa marca em condições de baixa temperatura, enquanto roda a expressivos 110km/h. Ele teria um motor que faria acelerar de 0 a 100km/h em 4,8 segundos e ter a velocidade máxima de 201km/h. O motor elétrico desenvolveria 543cv de potência e torque de 66,2kgfm. Visualmente o carro não chamaria muita atenção pelas linhas simples, enquanto o interior também teria

SUV subcompacto da Jeep, “Projeto Junior”, é adiado para 2022 após a pandemia de COVID-19

Imagem
Previsto para 2022 anteriormente e depois antecipado para 2021, a pandemia do Corona Vírus fez com que a Jeep adiasse seu projeto novamente para 2022. Com menos de 4 metros de comprimento, ele deve entrar com força num território um tanto quanto inexplorado pela Jeep e por muitas marcas, uma vez que o carro deve manter suas aptidões off-road assim como o Suzuki Jimny conseguiu manter. O planejamento para desenvolver esse carro já vem de tempos e era questão de tempo para fazê-lo tornar realidade. O que sabe que muda agora é a base do projeto. Se a FCA estava convicta de desenvolvê-lo a partir da plataforma do Fiat Panda, a fusão com a PSA parece que deu ao modelo a possibilidade de ser desenvolvido a partir da plataforma CMP. Essa deve ser a primeira vez que um produto específico da fusão teve informações reveladas. O modelo ainda deve dar origem ao tão esperado Peugeot 1008, comentado desde o lançamento da primeira geração do 2008. Com cerca de 2,54 metros entre os eixos, a plataforma

Volvo pode adiar projetos e não desenvolver face-lifts para cortar custos causados pela COVID-19

Imagem
A Volvo confirmou que a pandemia de COVID-19 deve trazer algumas medidas econômicas para a marca sueca nos próximos anos. O plano estratégico prevê que a marca deve conter o desenvolvimento de mudanças em seus carros como parte do seu plano de enxugamento em setores considerados importantes para preservar a saúde econômica da marca. A informação foi revelada por Hâkan Samuelsson, CEO da Volvo, em entrevista ao Automotive News Europe . O executivo confirmou que a marca deve minimizar as pesquisas e desenvolvimento de reestilizações de meia-vida dos seus carros. Já as áreas destinadas ao desenvolvimento tecnológico não deve ser atingido. Com isso, o desenvolvimento de condução autônoma e a eletrificação devem ser dois dos focos da marca para os próximos anos. "São prioridade absoluta. Qualquer mudança nessas áreas comprometeria nossa estratégia" , disse Samuelsson. Com isso, as mudanças de meia-vida que a Volvo desenvolve, que já bem tímidas como aconteceu recentemente com a li

Em 1996, Dodge chegou a desenvolver Viper de motor central, mas desistiu

Imagem
As vezes se demora para saber de um projeto de uma montadora como se soube dessa da Dodge. Em meados de 1996, uma série de engenheiros da Dodge criaram um desenho CAD e dois modelos em escala para tratar de verificar quantos elementos da primeira geração do Dodge Viper poderiam ser utilizados em uma nova geração do superesportivo, mas com motor central. Assim, o modelo resultante foi uma espécie de retrofit da primeira geração do esportivo com proporções bastante diferentes do que pensamos em um Viper. O motivo não era outro senão tratar de realizar o projeto com um impacto econômico mínimo, assim seriam utilizados todos os elementos possíveis da primeira geração do modelo, incluindo o motor 8.0 V10, que pesava 332kg. Foram montadas duas mulas de testes completas, que incluíram chassis e painéis de carroceria, assim como todos elementos de estrutura e mecânica. Na época o projeto nem chegou a ser revelado à cúpula da Chrysler, já que o desenvolvimento do projeto foi levado totalmen

Projeto da Alfa Romeo Giulia Sportwagon é cancelado por ficar próximo demais dos SUVs da marca

Imagem
Depois de confirmar dois novos utilitários esportivos para serem lançados entre o final de 2018 e início de 2019, parece que um outro projeto que estava engavetado passou a ter uma névoa pairando sobre seu destino. Até então confirmado para o Salão do Automóvel de Frankfurt, a Giulia Sportwagon corre o risco de subir ao telhado. Segundo Alfredo Altavilla, executivo da FCA, a perua derivada do sedã Giulia foi cancelada por se aproximar demais do Stelvio. Reid Bigland, chefe da Alfa Romeo, havia dito anteriormente que o modelo familiar seria apresentado neste ano. Embora detalhes sobre o projeto ainda sejam restritos, tudo indica que a perua manteria uma pegada esportiva do sedã. Será herdeira da finada 159 Sportwagon e terá missão de ampliar a participação da Alfa nos mais variados países da Europa. “Uma perua para o segmento D é praticamente imprescindível”, declarou um informante. Quando chegar ao mercado, o modelo terá como rivais Volkswagen Passat Variant, Ford Mondeo ST (carroce

Volkswagen cogita uma nova picape entre a Saveiro e a Amarok para ser lançada no Brasil em 2018

Imagem
A Volkswagen parece que deve investir pesado no segmento de picapes nos próximos anos. A marca deve lançar uma nova picape, que deve ficar entre a Saveiro e a Amarok no Brasil. Segundo a revista Auto Esporte, a nova picape chega ao nosso mercado em meados de 2018 para beliscar uma fatia de mercado de Fiat Toro e Renault Oroch. A picape é a última chave dos quatro lançamentos que a Volkswagen terá no Brasil em 2018, possivelmente no segundo semestre deste ano. As novas gerações de Gol e Voyage eram 50% do planejado e o inédito SUV Compacto baseado no T-Cross Breeze Concept fechava três modelos. A picape vem para completar essa lacuna. Não, ela não deve ser a nova geração da Saveiro. Será uma picape inédita e que ficará entre a Saveiro e a Amarok (falando em Saveiro, ela deve receber uma nova geração em 2019). Ela deve ser construída sobre a plataforma MQB-A0 e deve ter entre 4,70 a 4,90 metros de comprimento, vendida sempre com cabine dupla e carroceria de quatro portas e espaço sufi

Vazam novas imagens da geração "regeitada" do Jeep Wrangler em miniatura e nova geração chega em 2018

Imagem
Antes de você pensar que o modelo das fotos é a nova geração do Jeep Wrangler, acalme-se. Bom, essa poderia ser a nova geração do Wrangler se ela não tivesse sido descartada pela Jeep. Antes de lançar um automóvel as marcas criam várias opções de estudos em argila e parece que esse modelo das fotos foi um dos negados pela FCA. Porém nada impede que algumas partes dele inspire o modelo escolhido pela marca, já que a diferença, as vezes, entre protótipos é mínima. Talvez um dos motivos que tenha levado sua desistência tenha sido o grande parentesco com a atual geração. Elementos familiares como os faróis circulares e grade de sete aberturas. O capô curvilíneo que cascatas sobre os lados parece muito moderno, e a trava horizontal é um toque agradável. No entanto, a frente não tem as luzes de LEDs, que se tornariam interessantes sobre os pára-lamas de uma foto vazou recentemente. Os estilistas também inclinar o pára-brisa de volta um pouco mais do que na atual Wrangler, o que provavelme

Ford engaveta projeto de nova família de compactos para mercados emergentes que seria lançada em 2018

Imagem
A Ford congelou os planos de uma nova família de automóveis compactos para mercados emergentes. Ainda desconhecidos, o projeto era formado por um hatch, um sedã e um SUV e eram inéditos, com lançamento previsto para meados de 2018. Eles teriam produção na China, Índia e no Brasil. Conforme relata a agência de notícias Reuters, a decisão de congelar o projeto foi comunicada internamente em Julho, baseada no fato de as vendas de compactos estarem caindo em detrimento da crescente demanda por SUVs. Batizado de B500, o projeto deveria consumir pelo menos US$5 bilhões em investimentos. Procurada pela Reuters, no entanto, a Ford não quis entrar em detalhes. “Estamos constantemente avaliando oportunidades para atender melhor às necessidades dos consumidores e não comentamos especulações sobre planos de futuros produtos”, afirmou um porta-voz, em resposta à agência. Além da Índia e da China, os novos modelos da Ford seriam oferecidos no Brasil, Rússia e Tailândia, provavelmente como sucesso

Por custos altos, FCA desiste do Jeep "Junior", que seria o irmão menor do Renegade e chegaria em 2018

Imagem
Tudo mudou muito rapidamente. O que até então era dado como certo parece que afundou rapidamente. A ideia da FCA, de lançar um irmão menor do Renegade e com a plataforma da nova geração de Palio, Siena e Strada (conhecidos pelo código X6) foi do céu ao inferno. Segundo a revista Auto Esporte, a FCA decidiu pelo arquivamento do projeto por questão de custos. Em base avançada de desenvolvimento, o "Junior" tinha lançamento previsto para 2018 e seria o primeiro SUV Subcompacto com tração 4x4. Sua produção seria em Betim (MG). A reprovação veio da matriz, que riscou o projeto e o engavetou, dando todas as suas atenções para os substitutos de Compass e Patriot a ser lançado no Salão do Automóvel de São Paulo, em Novembro. Tratado como Jeep "Junior", o subscompacto deve ter cerca de 4,00 metros de comprimento e teria missão de substituir a linha Adventure da Fiat (leia-se Weekend Adventure e Idea Adventure), que será descontinuada em breve com o fim de Weekend, Idea e

Grupo Volkswagen deve deixar de produzir 40 automóveis no mundo até meados de 2025, segundo CEO

Imagem
A Volkswagen tem planos até 2025 para seus automóveis elétricos e seu portfólio, que deve mudar bastante até lá. Para se recuperar do prejuízo do Dieselgate, o grupo alemão fará cortes em automóveis existentes. De acordo com o jornal alemão Handelsblatt, serão retirados de produção mais de 40 veículos, reduzindo o total da oferta das marcas VW, Audi, Porsche, Seat e Skoda para menos de 300 diferentes carros. O Grupo também considera a venda de algumas de suas marcas, como a MAN caminhões, a Lamborghini e até a Ducati – embora a Audi já tenha vindo a público dizer que a fabricante de Borgo Panigale não está à venda. O número total de carros a saírem de linha ainda não foi definido, mas faz parte do movimento de tornar a Volkswagen uma empresa mais “verde” e ajudar a superar o dieselgate, que gerou prejuízos da ordem de 16 bilhões de euros para a companhia. Recentemente a marca alemã confirmou que o Beetle poderia ser cortado pelas baixas vendas, além de automóveis mais longevos como

Grupo PSA revela seu plano para automóveis elétricos e híbridos, que deverá ser concluído até 2021

Imagem
A Peugeot enfim revelou detalhes de como deverá ser a sua tecnologia híbrida e elétrica, que deve ser lançada nas marcas Citroën, DS e Peugeot até 2021. O projeto envolve 11 automóveis, sendo 7 híbridos e 4 elétricos, que deverão ser produzidos sobre as novas plataformas EMP1 e EMP2. As novas geração de 308 e 3008 e Citroën C4 Picasso estão entre os automóveis que deverão receber opção de motor híbrido. Nesse caso, a motorização a gasolina (presumivelmente baseada no 1.2 PureTech Turbo) seria acompanhada por um motor elétrico traseiro e baterias capazes de dar 60km de autonomia no modo EV. Os híbridos da PSA ainda terão tração integral, como ocorre com os Hybrid4. A redução estimada de consumo será de 40%, além da plataforma modular CMP, que será desenvolvida em parceria com a Dongfeng, também receberá automóveis elétricos e híbridos. Esta CMP vai sustentar os quatro modelos elétricos previstos pela PSA. A ideia é que hatch, sedã e crossover tenham propulsão 100% elétrica e com auto

PSA Peugeot-Citroën confirma uma picape média da Peugeot baseada na Toyota Hilux e 34 lançamentos

Imagem
A Peugeot deve ter uma nova picape nos próximos anos. Dessa vez, será uma média e baseada na Toyota Hilux. Depois dos fracassos da 504 Pickup e a 207 Hoggar, a nova picape pode ganhar um caminho diferente, uma vez que deve seguir os passos da picape japonesa. A picape terá capacidade de carga de 1 tonelada na caçamba, mas a PSA ainda mantém segredo sobre. A PSA Peugeot Citroën confirmou os planos de desenvolver, nos próximos cinco anos, uma picape média com capacidade de até uma tonelada. O projeto faz parte do “Push to Pass” (Forçar Passagem, em tradução livre), que é como foi batizado o plano de crescimento do grupo francês para os próximos cinco anos. Até 2021, as três marcas da PSA (Peugeot, Citroën e DS) planejam lançar 26 novos carros de passeio e oito veículos comerciais leves, atingindo a meta de lançar anualmente um novo carro de cada marca em cada região.  Além da picape, este total inclui também sete veículos híbridos e quatro de propulsão elétrica. As marcas Peugeot, Cit

Nova geração do Land Rover Defender deve estrear em 2019 e usará componentes em alumínio

Imagem
Depois do Defender deixar de ser produzido, agora começam a surgir os primeiros detalhes da nova geração do jipão, que só deve ser lançado no ano de 2019. Considerado de alta prioridade para a JLD (Jaguar-Land Rover), o novo Defender pode esbarrar no preço. Isso por que o principal desafio é torná-lo viável um carro com preço realista mesmo com volume de produção relativamente baixo, cerca de 50.000 unidades por ano, sem contar que ele precisará ter capacidade off-road tão boa quanto o modelo anterior. Espera-se que a nova geração do Defender use muitos equipamentos dos irmãos, economizando dinheiro e tempo em pesquisa. A arquitetura do Defender deverá ser monobloco em alumínio, motores longitudinais, suspensão independente em todos os eixos e terá 4×4 com uma caixa reduzida e caixa de transferência. As dimensões, porém, ficarão muito próximas do Defender original, para manter o aspecto "retrô" do utilitário. Segundo a Land Rover, estão previstas variantes de duas e quatro

Riversimple Rasa é automóvel de Gales, movido com hidrogênio e de design nada comum

Imagem
Não, você não está lendo o caderno de ufologia. O Riversimple Rasa é uma alternativa do País de Gales para a mobilidade urbana movida com hidrogênio, combustível limpo e sem emissões. Desenvolvido no Reino Unido, ele foi projetado para ser o mais eficiente possível e com um tanque de hidrogênio, pode percorrer 482km sem recarga. O chassi é feito em fibra de carbono e carroceria em fibra de vidro, o que influencia e muito na sua redução de peso. Segundo a marca, o Rasa pesa apenas 580km. Com um coeficiente aerodinâmico de apenas 0,22Cx, seria evidente que o design faria dele parece aqueles automóveis de desenho animado futurista, com que o faz parecer "extraterrestre" ao lado dos demais. Mas tudo a favor da aerodinâmica e eficiência energética. Segundo a marca, ele acelera de 0 a 100km/h em 10 segundos e atinge a velocidade máxima de 100km/h. O projeto teve um financiamento de 2 milhões de libras do governo britânico. Agora, a ideia é fabrica-lo e disponibiliza-lo através d

Um "up! altinho", Volkswagen confirma descarte do Taigun Concept por ser compacto demais

Imagem
A Volkswagen veio a público confirmar que abortou o projeto do Taigun Concept, que seria seu utilitário esportivo subcompacto. Apresentado mundialmente no Salão do Automóvel de São Paulo de 2012, o Taigun era uma promessa para o Brasil em 2014, mas o conceito de fato nunca vingou. Nos últimos estava sendo avaliado pela Volkswagen caso pudesse ser vendidos onde automóveis pequenos fazem sucesso, como na Índia, mas acabou cancelado por ser compacto demais. A confirmação veio do executivo da Volkswagen na Europa confirmou a revista alemã Focus que o projeto foi definitivamente cancelado. Conceito de mini SUV feito sobre a mesma plataforma do up!, o Taigun foi anunciado como a grande aposta da Volks para brigar com os SUVs compactos do mercado e, ao mesmo tempo, inaugurar uma espécie de sub-segmento. Medindo apenas 3,86 metros de comprimento, o Taigun não seria vendido nem mesmo na Índia, onde a maioria dos rivais mede 3,99 metros, ficando apenas 1 centímetro para pagar menos imposto. N

Rolls-Royce dá início a estudo da plataforma de alumínio, que será lançada em 2018 no Cullinan

Imagem
A Rolls-Royce também deve apostar em uma plataforma mais moderna e seguir as exigências do rigoroso padrão europeu. A marca de ultra luxo inglês deve apresentar a plataforma de alumínio no Cullinan, o seu primeiro utilitário esportivo que chega em 2018 para tentar bater o Bentley Bentayga no quesito luxo. Em busca de melhorar o rendimento de seus veículos e também melhora na dirigibilidade, a fabricante britânica iniciou os testes de sua nova plataforma construída totalmente em alumínio. A nova plataforma deve ser apresentada com o utilitário esportivo, mas deve ser compartilhada com as novas gerações de Phanton, Ghost, Wraith, Dawn, entre outros. A Rolls-Royce quer que sua nova plataforma mantenha o característico “rodar de tapete mágico” que a consagrou, além de ser resistente a condições extremas de clima. A segurança também será prioridade, mantendo a estrutura do carro forte e sólida. Falando um pouco mais sobre o Cullinan, primeiro a receber a nova plataforma, ele deve seguir

Chevrolet e Ford estudam rivais para Renault Oroch e Fiat Toro no Brasil, mas crise atrapalha os planos

Imagem
Ainda há muito segredo sobre os futuros projetos de Chevrolet e Ford para o mercado brasileiro. Mas, segundo a revista Quatro Rodas de Dezembro, as marcas norte-americanas podem estar preparando um contra-ataque para Renault Oroch e Fiat Toro no segmento de SUPs (Sport Utility Pickups), que pode despontar como uma tendência para o futuro. No primeiro caso, a Chevrolet estaria na frente, para lançar uma variante mais simples da S10, com estilo próximo ao da primeira geração da picape, lançada aqui em 1995. A diferença entre as duas gerações em relação ao tamanho ficou evidente em 2012, quando a segunda geração foi lançada. No caso da Ford, a marca do oval-azul tem uma maquete de uma picape no seu centro de desenvolvimento que lembra bastante o EcoSport, o que reforça a ideia que a Ford seguiria o mesmo caminho da Renault, em transformar o Duster em uma picape. No caso do EcoSport seria praticamente a mesma coisa. A Ford planejava uma substituta para a Courier, mas com sua estratégia

FCA muda os planos da Chrysler e marca pode receber utilitário esportivo de luxo urbano

Imagem
A Chrysler hoje vende poucos produtos no mercado norte-americano. Apenas 200, 300 e Town&Country fazem parte do portfólio da empresa. Mas, o line-up da marca deve crescer nos próximos anos com a chegada de um utilitário esportivo. A Chrysler deve cortar o projeto do sedã chamado 100, que concorreria com Honda Civic e Toyota Corolla, função que o Dodge Dart já faz dentro da FCA. Por isso, a FCA decidiu que o dinheiro gasto com o projeto do sedã será feito para um utilitário de porte grande, parecido com o do primo Dodge Durango. Mas por que oferecer um outro modelo dentro da FCA com preços próximos? Segundo a FCA, o segmento de SUVs cresce de uma maneira rápida e não há muita canibalização como outros segmentos. A FCA quer fazer da Chrysler a "Chevrolet da GM", oferecendo automóveis mais populares dentro da FCA. Aparentemente a Chrysler não se importa em ter modelos que estejam no mesmo segmento da Jeep, nesta situação. Os SUVs Chrysler seriam mais urbanos e com estilo

FCA muda o cronograma de lançamentos da Maserati e Alfa Romeo em alguns meses graças a China

Imagem
A FCA resolveu adiar algumas novidades das marcas Alfa Romeo e Maserati. Ambas devem ter quatro automóveis adiados por alguns meses. A decisão veio do chefão Sergio Marchionne, que bateu o martelo para o lançamento desses automóveis. A culpa da mudança de data não tem a ver com mudanças na engenharia, ou até mesmo melhorias de produto, mas sim a desaceleração da economia da China. Com expansão global, as marcas Alfa Romeo e Maserati e tendo a China como um dos principais mercados desses automóveis, a FCA deve adiar em pouco tempo o processo de desenvolvimento dos quatro automóveis, sendo dois da Alfa Romeo e dois da Maserati. Os quatro fazem parte da estratégia da FCA. O Maserati Levante, o mais próximo a ser lançado, foi confirmado para o Salão do Automóvel de Genebra, que acontece na Suíça em Março, sendo o primeiro utilitário esportivo da marca do tridente. Ele deve competir com Porsche Cayenne e Bentley Bentayga para conseguir se destacar entre os utilitários de luxo. O sedã da

Postagens mais visitadas deste blog

O jogo virou: Ford recorre à Volvo e compra créditos de emissões da sueca para não pagar multa

Chevrolet Tracker PcD volta a ser vendido em breve, mas com mudanças de conteúdo

Ford oficializa venda da fábrica de São Bernardo do Campo (SP) para Construtora São José e FRAM Capital

Curiosidades: Quantos BTUs possui o ar-condicionado de um carro?

BMW apresenta o X1 M Sport 25 Anos Edition no Brasil, que comemora aniversário da BMW Brasil

Reestilizado Peugeot 3008 deve ser apresentado no Brasil em 2021, no meio do ano que vem

Volvo desenvolve os primeiros motores internos para carros puramente elétricos, na China

Depois de 60 anos, Berkeley confirma regresso com o Bandit, com carrocerias cupê e roadster

Nissan apresenta oficialmente a reestilizada Frontier, que virá ao Brasil em 2021, via Argentina

Volkswagen T-Cross também pode perder a versão destinada ao público PcD, a Sense