Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Multivans/Cargo

Volkswagen Caddy de nova geração começa a ser produzida na unidade de Poznam

Imagem
A Volkswagen deu início à produção do Caddy, na Europa. A multivan começou a ser produzida na unidade de Poznam, na Polônia. O modelo deve ser produzido mundialmente e a primeira opção a ser vendida é a versão Maxi.  Desenvolvido a partir da plataforma modular MQB, a nova (e quarta) geração estreia com muito mais tecnologia e foi apresentado em versões de transporte de carga e passageiros. Tanto o modelo de transporte de cargas como o de passageiros se caracterizam com o visual de acordo com a nova identidade visual da Volks. Visualmente ele conta com faróis de LED que se fundem com a grade dianteira mais fina, herdada da nova geração do Golf. Ele ainda conta com para-choque que à primeira vista parece estar fechado, mas possui várias aberturas redondas para entrada de ar, especialmente nas extremidades do para-choque dianteiro. Há uma entrada de ar inferior, com abertura convencional. Nas laterais, ele conta com desenho das janelas parecida com a da geração anterior, até porque estamo

Peugeot apresenta o e-Rifter, a versão elétrica da opção de passageiros do Partner

Imagem
A Peugeot apresentou na Europa a versão elétrica de mais um modelo. Dessa vez, a francesa revelou o e-Rifter, a versão de passageiros do novo Partner. O modelo deve começar a ser vendido na Europa no segundo semestre de 2021 e será mais um modelo puramente elétrico da Peugeot à disposição dos consumidores. Ela deve ser oferecida com espaço para cinco ou sete ocupantes, oferecida nas carroceria Standard com 4,40 metros de comprimento e a XL com 4,75 metros de comprimento. O porta-malas vai desde os 775 litros abaixo da bandeja até os 4.000 litros até o teto. A van possui motor de 136cv de potência com torque de 26,5kgfm, acoplado a uma bateria de íons de lítio de 50kWh abaixo dos bancos, na plataforma EMP2. A bateria possui autonomia de 280km, no ciclo WLTP. A aceleração de 0 a 100km/h é realizada em 11,2 segundos, com velocidade máxima do modelo é de 130km/h e a bateria possui oito anos de garantia ou 160.000km. Ela deve ser recarregada em uma tomada doméstica por meio de um cabo de mo

Opel apresenta o Combo e-Life, a versão elétrica da versão de passageiros da multivan

Imagem
A Opel se tornou a primeira das marcas que faziam parte do grupo PSA a apresentar a versão de passageiro elétrica das multivans. Até o momento, Citroën e Peugeot tinham apresentado as versões elétricas de Berlingo e Partner, mas ambos na carroceria furgão. A Opel revelou a Combo e-Life, a versão de passageiros com motor elétrico. Ela deve ser oferecida com espaço para cinco ou sete ocupantes, oferecida nas carroceria Standard com 4,40 metros de comprimento e a XL com 4,75 metros de comprimento. A van possui motor de 136cv de potência com torque de 26,5kgfm, acoplado a uma bateria de íons de lítio de 50kWh abaixo dos bancos, na plataforma EMP2. A bateria possui autonomia de 280km, no ciclo WLTP. A aceleração de 0 a 100km/h é realizada em 11,2 segundos, com velocidade máxima do modelo é de 130km/h e a bateria possui oito anos de garantia ou 160.000km. Ela deve ser recarregada em uma tomada doméstica por meio de um cabo de modo 2, que pode carregar completamente em 15 horas ou obter 100km

Peugeot apresenta o novo e-Partner, com motor elétrico, que desenvolve 136cv

Imagem
A Peugeot apresentou oficialmente a versão elétrica da nova geração da multivan Partner, que também ganhou a versão puramente elétrica. A e-Partner deve se juntar com as irmãs e-Expert e e-Boxer. Desenvolvida sobre a plataforma modular EMP2, as especificações dos modelos devem ser as mesmas das primas de Citroën, Opel, Vauxhall e Toyota. Produzida na cidade de Vigo, na Espanha, o novo Partner elétrico quase não traz novidades visuais. Ele conta apenas com o logotipo “e” na frente do nome Berlingo na tampa traseira, com uma tomada de carga que fica no mesmo lugar de onde estaria a tampa do bocal do tanque de combustível. A versão elétrica deve ser vendida com as carrocerias M (4,40 metros de comprimento) e XL (4,75 metros de comprimento). O volume de carga varia de 3,3m³ a 4,4m³, com carga útil de 800kg e uma capacidade de reboque de 750kg. A van possui motor de 136cv de potência com torque de 26,5kgfm, acoplado a uma bateria de íons de lítio de 50kWh abaixo dos bancos, na plataforma EM

Ford pode voltar a produzir no Brasil, em fábricas da VW e com novos comerciais leves

Imagem
A Ford confirmou o fechamento das fábricas de Camaçari (BA) e Taubaté (SP), encerrando a sua produção no mercado brasileiro. Com isso, todo Ford que teremos no Brasil serão importados. Mas, isso não significa que a Ford deve encerrar a produção totalmente no país. Por enquanto, sim. Mas de acordo com o jornalista Fernando Calmon, da coluna Alta Roda, do UOL, disse que a marca pode voltar a produzir no Brasil, mas com a Volkswagen. A parceria de comerciais leves entre as duas marcas pode permitir que até três comerciais sejam feitos no Brasil. De acordo com o plano de parceria entre a marca norte-americana e a alemã, as marcas possuem os modelos Ranger, Connect/Courier, Tourneo e Transit, enquanto a Volkswagen tem Amarok, Caddy, Transporter e Crafter. Todos os quatro modelos são semelhantes e podem ser desenvolvidos de maneira conjunta. Isso deve permitir que esses modelos sejam oferecidos em outros mercados, em fábricas da Volkswagen ou da Ford. Com a produção de Ranger e Amarok na Arg

Mercado Livre deve apostar em BYD T3 e Renault Kangoo ZE para entregas no Brasil; DHL vai de Renault

Imagem
A DHL e o Mercado Livre anunciaram que devem começar a fazer entregas com modelos elétricos no Brasil. Começando pela DHL, a empresa comprou as primeiras unidades dos seus modelos a bateria no Brasil com o Renault Kangoo ZE. Serão cinco novas unidades do modelo, que serão unidos aos outras 20 unidades de modelos elétricos que a empresa já possui. Com isso, a Renault chegou à marca de 350 veículos comerciais com motor puramente elétrico circulando no Brasil. A DHL Supply Chain ainda quer triplicar sua frota de elétricos nos próximos anos. “O Kangoo Z.E é uma ótima solução de transporte nos grandes centros urbanos com zero emissão de poluentes no uso” destaca Ricardo Gondo, presidente da Renault do Brasil. O Kangoo ZE conta com motor elétrico de 60cv e tem autonomia de 200km, além de uma capacidade de carga de 670kg. A DHL deve colocar os modelos para operar nos estados de São Paulo e Rio de Janeiro, sendo que instalou pontos de recarga em Louveira (SP), ponte entre Campinas e São Paulo

Citroën apresenta o ë-Berlingo na Europa, a versão elétrica com autonomia de 275km

Imagem
A Citroën apresentou a primeira versão elétrica do Berlingo, o ë-Berlingo, que chega ao mercado europeu. O comercial leve deve ser mais uma opção eletrificada da PSA, sendo destinado para os mercados europeus mais exigentes e mais abertos para o segmento de cargas com modelos elétricos. Com produção em Vigo, na Espanha, o novo Berlingo elétrico quase não traz novidades visuais. Ele conta apenas com o logotipo “ë” na frente do nome Berlingo na tampa traseira, com uma tomada de carga que fica no mesmo lugar de onde estaria a tampa do bocal do tanque de combustível. A versão elétrica deve ser vendida com as carrocerias M (4,40 metros de comprimento) e XL (4,75 metros de comprimento). O volume de carga varia de 3,3m³ a 4,4m³, com carga útil de 800kg e uma capacidade de reboque de 750kg. A van possui motor de 136cv de potência com torque de 26,5kgfm, acoplado a uma bateria de íons de lítio de 50kWh abaixo dos bancos, na plataforma EMP2. A bateria possui autonomia de 275km, no ciclo WLTP. A

Renault apresenta as primeiras imagens da terceira e nova geração do Kangoo na Europa

Imagem
A Renault apresentou oficialmente a nova geração do Kangoo, na Europa. A multivan chega a sua terceira geração desde 1997 como uma das multivans mais vendidas da Europa. Por lá, o modelo chegou nas carrocerias passageiros e Express, destinado para transporte de carga. A nova Kangoo será vendida na Europa com cinco opções de carroceria, sendo três de passageiro e duas da Kangoo Express. O modelo ainda deve contar, mais adiante, com a opção Van para passageiro e carga, além da nova Kangoo ZE. Vale destacar ainda que o Kangoo de passageiros é desenvolvido sobre uma plataforma diferente ao da Kangoo Express, a CMF. Isso porque a Express conta com base da Dacia, enquanto a Kangoo de passageiros tem uma plataforma Renault. O modelo Express será feito em Tanger, no Marrocos. Já o Kangoo de passageiros, na França, junto de modelos da Mercedes-Benz e Nissan. O Kangoo será oferecido nas carrocerias de 3,3m³ ou 3,9m³ na versão padrão ou de 4,2m³ a 4,9m³ na versão longa. Visualmente, o novo Kangoo

Produzidos na Argentina, Citroën retira de linha os modelos C4 Lounge e Berlingo no Brasil

Imagem
A Citroën deve retirar de linha mais um modelo de linha. Depois da C4 Picasso e Grand C4 Picasso no ano passado, a Citroën deve reduzir drasticamente o seu lineup com os modelos que já estão envelhecidos. Com isso, o C4 Lounge deve sair de cena. O modelo era disponível em versão única, tabelada em R$103.990. O modelo já não é mais importado da Argentina, na fábrica da unidade de El Palomar. De acordo com informações, o modelo já tem unidades novas em muitas concessionárias desde o início desse ano. De acordo com Vàlere Lourme, Diretora de Marketing da Citroën na Argentina, deu uma entrevista ao Argentina Autoblog e disse que nenhum modelo da marca, feito na Argentina, era enviado para o Brasil. Com isso, o C4 Lounge está sendo produzido apenas para os mercados da Argentina e o Uruguai. Por aqui, o sedã médio é vendido apenas na versão Shine, com motor 1.6 THP com câmbio automático de 6 marchas, com unidades com ano/modelo 2019/2019. Nas vendas, o C4 Lounge já aparenta estar se despedin

Fiat Fiorino ganha duas novas versões, Working e Endurance, que se unem à linha 2021

Imagem
A Fiat já tinha apresentado a linha 2021 da Fiorino em junho, mas a marca italiana trouxe novidades para a multivan em nosso mercado. A linha “2021 Parte II” passa a contar com duas novas versões. Agora, ela deve ser vendida nas versões 1.4 Working, 1.4, Endurance e Hard Working, seguindo a nova nomenclatura dos comerciais leves da marca, como Strada e Toro. De série, a Working deve contar com alerta de manutenção programada (luz espia), Brake-light, frisos de proteção laterais com inscrição Fiorino, ganchos para amarração de carga, HSD (High Safety Drive) – Airbag duplo (motorista e passageiro) e Freios ABS com EBD, proteção parcial das laterais internas, quadro de instrumentos com iluminação branca, relógio digital, vidros climatizados verdes, hodômetro digital (total e parcial), iluminação no compartimento de carga, parede divisória em chapa, portas traseiras assimétricas sem vidro, predisposição para som (2 alto-falantes dianteiros, 2 tweeters e antena) e volante espumado. Já a ver

Postagens mais visitadas deste blog

Chevrolet Tracker PcD volta a ser vendido em breve, mas com mudanças de conteúdo

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

Ferrari confirma desenvolvimento e lançamento do primeiro elétrico até 2030

Reestilização do Volkswagen Jetta chega até 2022, com o inédito motor 1.5 TSI

Volkswagen não vê chances em desenvolver modelos com a tecnologia do hidrogênio

Novo Citroën C3 Sporty deverá ser lançado em outubro no Brasil, antes da Índia

Volkswagen deve receber pedidos pelo up! até final de abril e produção vai até fim de maio

VAG pode vender ações da Porsche para custear processo de eletrificação do grupo?

Ford Figo pode ter dado os primeiros indícios do fim de linha também na Índia

Nova Chevrolet Spin não deve ser baseada no Orlando, como era estipulado