Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Rivian

Rivian revela mais informações sobre a sua nova fábrica da Georgia, em Atlanta, nos EUA

Imagem
A Rivian já confirmou que a sua segunda fábrica no estado da Geórgia, nos Estados Unidos. De acordo com informações, a Rivian vai receber de incentivos do governo do estado norte-americano, o equivalente a US$ 1,5 bilhão. A unidade será instalada em Atlanta, sendo uma das maiores fábrica do estado, de acordo com a Agência Bloomberg . Nos próximos 25 anos, a fábrica deve ter uma redução de US$ 700 milhões em impostos, além de US$ 476 milhões em créditos fiscais estatuários, mas só se conseguir cumprir a promessa de empregar cerca de 7.500 funcionários até 2028. "É uma grande vitória líquida. O estado sempre deu prioridade aos empregos – se você está criando empregos no estado, nós incentivamos esses empregos. A parceria econômica de longo prazo promete agregar valor à Rivian , ao povo da Geórgia e aos filhos de seus filhos” , destacou o comissário de desenvolvimento econômico da Geórgia, Pat Wilson. Apesar do investimento no estado norte-americano, a Rivian espera que os legislador

Rivian começa a acelerar suas entregas de R1T e R1S, com 2.500 unidades entregues no trimestre

Imagem
A Rivian comemorou o seu primeiro trimestre de 2022 com a produção de 2.553 unidades na unidade de Normal, Illinois, Estados Unidos. Desse total, a marca entregou 1.227 unidades aos seus donos, dentro do esperado pelas expectativas da própria Rivian. Em 2022, a Rivian estima produzir cerca de 25.000 unidades, crescendo a sua produção nos próximos trimestres. Em 2021, a Rivian produziu 1.015 unidades, sendo 920 unidades só no mês de dezembro. A produção da R1T, por exemplo, começou oficialmente em setembro e do utilitário esportivo R1S começou no final de dezembro. Recentemente, a marca norte-americana confirmou que pretende vender 1.000.000 de unidades por ano a partir de 2030, globalmente. A informação foi confirmada por meio de R.J. Scaringe, CEO da Rivian, que confirmou que a marca tem um plano de crescimento rápido e sólido que deve se concretizar dentro de nove anos. A marca tem a sua única fábrica no mundo, com uma capacidade de produzir 150.000 unidades ao ano e que com uma atua

Rivian vai investir US$ 5 bilhões na unidade da Geórgia, mas trava 'guerra' com legisladores

Imagem
A Rivian revelou as primeiras informações sobre a sua nova fábrica que será erguida na unidade de Geórgia, nos Estados Unidos. Essa nova fábrica custará US$ 5 bilhões para os cofres da empresa, e a fábrica será em Atlanta. Apesar do investimento no estado norte-americano, a Rivian espera que os legisladores da Geórgia mudem algumas leis estaduais para confirmar o investimento. Isso porque o estado da Geórgia não permite a venda direta (sem uma rede de concessionárias) de modelos e com a chegada da Rivian ao estado, os legisladores estão pensando nessa possibilidade de flexibilizar suas leis. A Rivian, como maior interessada na história, vem trabalhando para que possa permitir as vendas diretas nos últimos dois a três anos. “Esta é uma batalha de política apropriada e sólida versus influência política. Trata-se de escolha do consumidor, acesso à tecnologia, concorrência aberta, versus o fato de que os revendedores estão em todas as cidades, estados e cidades pequenas. Em muitos casos, e

Ford vende ações que tinha da Rivian e fatura US$ 8,2 bilhões apenas com a venda

Imagem
A Ford confirmou que vendeu suas ações que tinha na Rivian. A marca norte-americana confirmou que a venda das ações resultou em US$ 8,2 bilhões para a Ford. A venda das ações foi realizada ainda no ano passado, em 10 de novembro de 2021, quando a marca chegou a faturar os quase US$ 10 bilhões. Na compra, a Ford investiu US$ 1,2 bilhão nas ações da marca e isso foi em 2019. Desde então a marca viu a startup valorizar com o início da produção e o início da Rivian no IPO nos Estados Unidos, na bolsa de valores. De acordo com a Ford, o dinheiro ganho nas vendas de ações da marca novata vai fazer com que ela consiga investir pesado em outras áreas. A Ford ainda confirma que vai continuar lucrando com a conexão com a Rivian, cerca de US$ 3,9 bilhões em um ano. Também registrará US$ 1,7 bilhão adicionais em custos associados à recompra e resgate de mais de US$ 7,6 bilhões em dívidas de alto custo no quarto trimestre. Em entrevista ao Automotive News , Jim Farley, Presidente-Executivo da Ford,

Rivian inicia a produção do R1S, 1º utilitário esportivo da marca, na fábrica de Normal

Imagem
Apresentado em 2019, o Rivian R1S começou também a ser produzido na unidade de Normal Illinois, nos Estados Unidos. O utilitário esportivo passa a ser produzido junto com a picape R1T, que está em produção desde o início do segundo semestre de 2021. A primeira unidade do SUV (a unidade prata das imagens) foi entregue por RJ Scaringe, CEO da Rivian, junto da Diretora Financeira da Rivian, Claire Rauh McDonough. De acordo com Scaringe e McDonough, Rivian disse que está “trabalhando para aumentar a produção nos próximos meses em nosso caminho para a produção de volume total. Nossa principal meta para 2021 é certificar o R1T, R1S e EDV 700 para vendas e iniciar entregas através de nossas operações diretas ao cliente. O outono de 2021 foi repleto de marcos importantes. Entregamos nossos primeiros veículos de volume, a picape R1T e o veículo utilitário esportivo R1S ("SUV"), em setembro e dezembro, respectivamente, e completamos o processo de certificação para a venda da nossa Van

Rivian anuncia segunda fábrica em Atlanta, na Geórgia; investimento será de US$ 5 bilhões

Imagem
A Rivian confirmou que terá uma segunda fábrica para sua expansão comercial. Depois de sua fábrica em Normal, Illinois, nos Estados Unidos, a segunda fábrica da Rivian será sediada na cidade de Atlanta, na Geórgia, EUA. A informação do investimento em sua nova fábrica veio do Governador do estado da Geórgia, Brian Kemp, que disse que a nova unidade fabril será fruto de um investimento de US$ 5 bilhões, com capacidade de 7.500 funcionários. Cerca de 10.000 funcionários devem trabalhar na unidade e a fábrica terá 810 hectares, sendo uma das maiores fábricas do estado da Geórgia. Antes de definir qual seria a casa da sua segunda fábrica, a Rivian ainda chegou a cogitar as unidades nos estados de Arizona e Michigan. A escolha pela Geórgia veio de um pacote de incentivos de US$ 440 milhões para atrair a empresa. Em comunicado no mês passado, a “Rivian está em negociações com vários locais como parte de um processo competitivo para a localização de uma segunda instalação de manufatura; isso

Rivian chega a ser a terceira marca mais valiosa do mundo, avaliada em pico de US$ 152 bilhões

Imagem
Recém iniciada, a produção de automóveis da Rivian e a também recente estreia na bolsa de valores dos Estados Unidos, a Nasdaq, fez a Rivian decolar no valor de mercado. Tanto, ao ponto de a marca já ser a terceira mais valiosa no mundo, atrás apenas de Tesla e Toyota. Na última semana, a Rivian já se tornou a terceira mais valiosa, ultrapassando a Volkswagen. Em valor de mercado, a marca está avaliada em US$ 151,95 bilhões, enquanto a Volkswagen tem um montante de US$ 139,52 bilhões. A BYD já aparece em quinto lugar, sendo a primeira marca chinesa da lista. Daimler, GM e Lucid aparecem na sequência. Percebe-se como as marcas startups de carros elétricos tem crescido. Apesar de já terem alguns anos de estrada, marcas como Tesla e Rivian começaram a se destacar nos últimos cinco anos – o caso da Rivian é mega recente. Ford e Great Wall fecham a lista das dez marcas mais valiosas do mundo. No início do mês, a marca conseguiu alcançar US$ 12 bilhões de financiamento a fim de financiar o s

Rivian planeja 2º fábrica para produção de veículos ou baterias; escolha pode ser a Georgia

Imagem
Depois de começar a sua produção em Normal, Illinois, Estados Unidos e de fazer sua estreia na bolsa de valores nos Estados Unidos, a Rivian já tem planos de ter uma nova fábrica. Essa nova unidade deve ser erguida no estado da Georgia, na região próxima de Atlanta. No entanto, a própria Rivian confirmou que existem uma série de possibilidades de cidades que podem abrigar essa nova unidade fabril. Em comunicado, a “Rivian está em negociações com vários locais como parte de um processo competitivo para a localização de uma segunda instalação de manufatura; isso pode incluir envolvimento em certos processos voltados ao público em locais potenciais. O envolvimento nesses processos não indica uma decisão final.” . Enquanto a marca ainda estuda as possibilidades de onde vai erguer uma fábrica, a Rivian estuda e busca as regiões com maiores incentivos para a instalação de sua nova fábrica. Depois dessa segunda fábrica, acredita-se que a empresa norte-americana possa começar a pensar em suas

Rivian quer vender 1 milhão de carros por ano até 2030; ao menos, marca terá quatro fábricas

Imagem
A Rivian tem vivido momentos bem positivos nas últimas semanas. Depois de começar a produção da picape elétrica R1T na unidade de Normal, em Illinois, Estados Unidos, a marca fez sua estreia muito positiva na Nasdaq, uma das maiores bolsas de valores do mundo, com preços das ações acima da média esperada pela Rivian. Agora, a marca norte-americana confirmou que pretende vender 1.000.000 de unidades por ano a partir de 2030, globalmente. A informação foi confirmada por meio de R.J. Scaringe, CEO da Rivian, que confirmou que a marca tem um plano de crescimento rápido e sólido que deve se concretizar dentro de nove anos. "Seria melhor crescermos um pouco rápido; certamente antes do final da década é o que planejamos" , disse Scaringe em entrevista ao US News . "Isso realmente serve para abrir o guarda-chuva de nossa marca, sob o qual podemos adicionar uma série de produtos diferentes, formatos diferentes, segmentos diferentes, faixas de preço diferentes, faixas de preço mai

Rivian abre capital nos EUA na bolsa de valores e marca estreia com arrecadação de US$ 12 bi

Imagem
A Rivian estreou oficialmente no Nasdaq, também conhecida como bolsa de valores. É um dos mais importantes mercados de ações automatizado e que conta com mais de 2.800 empresas como forma de capitalização da empresa. A estreia da Rivian foi no último dia 10, onde a marca já conseguiu alcançar um valor de mercado de US$ 77 bilhões, chegando a picos de US$ 100 bilhões em alguns períodos de sua estreia na bolsa. A marca conseguiu alcançar US$ 12 bilhões de financiamento a fim de financiar o seu desenvolvimento e crescimento. Cada ação foi vendida por ação, ao abrir o pregão de quarta cotada, começou a US$ 106,75, superando em muito os US$ 78 do IPO estipulada pela marca. Após apresentar oficialmente a picape R1T e o utilitário esportivo R1S, além de apresentar a R1V, em parceria com a Amazon, a Rivian começou a produzir a picape recentemente. Com uma fábrica em Normal, Illinois, nos Estados Unidos, a Rivian conta com cerca de 54.500 pedidos de pré-venda pela picape R1T, além de já ter ven

Rivian surpreende em valor de mercado ao fazer sua estreia em bolsa de valores nos EUA

Imagem
Depois de começar a produzir seus carros na fábrica de Normal, em Illinois, Estados Unidos, a Rivian já pode custar mais no mercado financeiro que muita marca com anos de história. Fazendo sua estreia no Initial Public Offering (IPO, ou oferta inicial pública), a marca está avaliada em US$ 53 bilhões em sua estreia, tornando-se uma marca tão valiosa quanto a Honda. A marca quer levantar cerca de US$ 8,4 bilhões, sendo essa a sua terceira maior oferta inicial de ações na última década. Depois de quase US$ 1 bilhão em prejuízo nos últimos meses, a Rivian já teria um lucro muito acima do esperado, que poderia ser usado para a fabricação dos carros da marca, assim como também poderia ser usado para a construção de uma nova fábrica, em um outro continente, como a Europa. Desde 2019, a dívida passou de US$ 426 milhões para US$ 1,01 bilhão em 2020 e agora a marca conseguiu diminuir um pouco o seu prejuízo para US$ 994 milhões. Atualmente, a Rivian confirmou que possui US$ 3,7 bilhões em caixa

Rivian tem aumento de gastos nas últimos meses, mas tem suporte bilionário em caixa

Imagem
A Rivian confirmou, após começar a produção da R1T na fábrica de Normal, em Illinois, nos Estados Unidos, começou a ter gastos maiores. Em 2019 passou de US$ 426 milhões para US$ 1,01 bilhão em 2020 e agora a marca conseguiu diminuir um pouco o seu prejuízo para US$ 994 milhões. Atualmente, a Rivian confirmou que possui US$ 3,7 bilhões em caixa para começar a produção em série da R1T e do R1S. A maioria dos gastos da empresa são em Pesquisa e Desenvolvimento, sendo US$ 683 milhões no primeiro semestre de 2021, mas já tendo gasto US$ 766 milhões em 2020. A marca confirmou que tem, até o final de 2023, essa fase inicial de produção, que é mais suscetível a prejuízos. A sorte da Rivian é contar com aporte financeiro de empresas como a Ford e a Amazon, que ajudam a marca nas finanças. Como a R1T começou a ser produzida em setembro, o R1S deve começar a ser feito a partir de outubro ou novembro. Vendidos em regime de pré-venda até então, os carros poderiam ser adquiridos com um sinal de US$

Rivian começa a produção da R1T na fábrica de Normal, em Illinois, nos Estados Unidos

Imagem
A Rivian enfim chegou ao ponto de dar o início da produção em série da sua picape elétrica, a R1T. Primeiro veículo da Rivian em produção, a R1T marca o início de um novo período para a marca, que entra para hall de montadoras e vai deixando de ser uma empresa startup, depois de muitos perrengues que a empresa passou até o início desta produção. "Depois de meses construindo veículos de pré-produção, esta manhã nosso primeiro veículo de cliente saiu de nossa linha de produção em Normal! Os esforços coletivos de nossa equipe tornaram este momento possível. Mal posso esperar para colocá-los nas mãos de nossos clientes!" , destacou RJ Scaringe, CEO da Rivian. A fábrica de Normal, em Illinois, que era da Mitsubishi, passou por um longo processo de pré-produção e a primeira unidade da picape foi guiada pelo CEO até a entrega do primeiro consumidor da marca. Em seus últimos testes, a Rivian ainda deve passar por alguns últimos testes de validação, ferramental e a produção piloto, qu

Rivian inicia as entregas da R1T ainda neste mês de setembro, confirma executivo da marca

Imagem
A Rivian confirmou que deve começar a entregar as primeiras unidades da R1T ainda em setembro. Após adiar o início da produção por conta da falta de componentes, a Rivian deve investir massivamente em sua produção. “Nos últimos meses, temos nos concentrado não apenas em aumentar nossa taxa de produção, mas também em definir nossa qualidade em cada uma das cinco áreas de nossa fábrica: estamparia, carroceria, pintura, montagem e propulsão (baterias e unidades de propulsão). Este processo desafiador envolve várias fases de produção - muitos dos veículos dessas fases de pré-produção foram testados em uma variedade de ambientes durante o ano passado” , destacou o CEO da Rivian, RJ Scaringe, em entrevista ao site Electrek . Em seus últimos testes, a Rivian ainda deve passar por alguns últimos testes de validação, ferramental e a produção piloto, que serão concluídos ainda este mês e a produção em série deve começar logo em sequência. Com a R1T começando a ser produzida em setembro, o R1S de

Rivian revela mais informações sobre sua segunda fábrica nos EUA, para produzir baterias

Imagem
A Rivian confirmou que estuda a possibilidade de erguer uma nova fábrica nos Estados Unidos. A marca estaria cogitando ter uma fábrica no estado do Texas, na cidade de Forth Worth. Por lá, a fábrica teria um incentivo fiscal de até US$440 milhões. Contando com um investimento de US$5 bilhões e cerca de 7.500 funcionários até 2027, a fábrica ainda deve ser decidida pelo alto escalão da empresa. A Rivian ainda tentar conseguir benefícios extras como descontos em impostos locais por cerca de 15 anos para instalar junto à fábrica um centro de investigação e desenvolvimento. O complexo industrial ainda teria a produção de componentes e a fábrica estaria finalizada em meados de 2024. Junto da Rivian, está um rumor de que a Samsung SDI pode ter uma fábrica de baterias no mesmo complexo, em joint-venture. Internamente, essa segunda fábrica em solo norte-americano é conhecida internamente como Projeto Tera e deve incluir a produção de células de baterias, o que deve aumentar o custo e o tamanho

Rivian pode já estar planejando ter sua terceira fábrica, nos EUA, para produzir baterias

Imagem
A Rivian parece que está empolgada com a história de criar novas fábricas e investir na sua expansão comercial. Contando com US$5 bilhões em um plano de investimentos, a marca pode ter mais uma fábrica. Depois dos rumores de que a segunda fábrica poderia ser fora dos EUA, a Rivian pode ter uma segunda fábrica no seu país de origem. Segundo informações que foram apuradas pelo Sky News, a Rivian estaria em negociação com o governo britânico para uma fábrica em Briston, que até o momento é a segunda fábrica da marca. Essa terceira fábrica, que deve ser nos Estados Unidos (a segunda no país), ainda não tem um local específico para a produção. Internamente, essa segunda fábrica em solo norte-americano é conhecido internamente como Projeto Tera e deve incluir a produção de células de baterias, o que deve aumentar o custo e o tamanho da fábrica. “Embora ainda esteja no início de um processo de evolução, Rivian está explorando locais para uma segunda fábrica nos Estados Unidos. Estamos ansioso

Três países disputam a fábrica da Rivian, que pode ser a primeira fora dos Estados Unidos

Imagem
A Rivian confirmou que estuda ter uma segunda fábrica além da unidade de Illinois, na cidade de Normal, nos EUA. Além do próprio Estados Unidos, essa segunda fábrica chamou a atenção de novos países. Com um investimento que deve ser US$5 bilhões nos próximos anos, a Rivian pode ter a sua primeira fábrica fora da América do Norte. Entre os países mais cotados a receber essa fábrica estão o Reino Unido, Alemanha e Holanda. Segundo o site Automotive News Europe , a Rivian estaria em estágio avançado de conversas com a Inglaterra, na cidade de Bristol, onde pode ser a cidade escolhida para o investimento de US$1,4 bilhão. A região de Bristol é considerada uma das mais atraentes para a Rivian, por conta de um pacote de ajuda estatal pela possível fuga de investimentos da companhia para a União Europeia, depois do Brexit. “Enquanto estamos trabalhando para atrair investimento estrangeiro para o Reino Unido para acelerar o crescimento de novas indústrias, não podemos comentar sobre especulaçõ

Rivian registra novos nomes de veículos nos EUA, de picapes e utilitários esportivos

Imagem
Com o sucesso das pré-vendas dos modelos R1T e R1S, a Rivian já tem planos de ter até mesmo uma segunda fábrica ( veja aqui ), mas também deve apostar em novos modelos. Além da R1V, que deve ser o nome da van criada em parceria com a Amazon, a Rivian registrou nomes de novos modelos. Em registros de patentes, a Rivian registrou nomes de novas picapes, como R3T, R4T e R5T, que devem ser opções maiores da R1T. Além disso, a Rivian registrou nome de novos utilitários esportivos, como R3S, R4S e R5S, podendo ser modelos ainda maiores e menores da dupla que já conhecemos. Ao que tudo indica, os novos modelos não necessariamente devem ser de modelos maiores, podendo até mesmo ser de SUVs menores e utilitários esportivos cupês. Segundo RJ Scaringe, CEO da Rivian, disse que a norte-americana teria seis novos modelos até 2025, ou seja, isso é exatamente a quantidade de modelos que foi registrado em patente. Entre as picapes, a Rivian já sinalizou que tem interesse em criar uma picape média elét

Rivian já planeja ter uma segunda fábrica, que pode ser nos EUA ou em outro país

Imagem
A Rivian já trabalha para erguer uma nova fábrica, ainda num país indefinido. A Rivian conta apenas com a fábrica de Normal, Illinois, nos Estados Unidos. De acordo com informações obtidas pela Agência Reuters , a Rivian já confirmou que deve ter uma segunda fábrica de veículos, que pode ser a primeira fábrica fora dos Estados Unidos. Já o site Automotive News , essa segunda fábrica deve ser a segunda fábrica que deve marcar a expansão comercial da Rivian, mas com poucas informações sobre essa segunda unidade. "Embora esteja no início de um processo de evolução, Rivian está explorando locais para uma segunda fábrica nos Estados Unidos. Estamos ansiosos para trabalhar com uma comunidade de suporte avançada em tecnologia, a fim de criar uma parceria tão forte quanto a que temos com a unidade de Normal." , destaca Amy Mast, Porta-Voz da Rivian. Recentemente a Rivian confirmou que deve atrasar seus planos de produção de R1T e R1S nos EUA, que começariam a ser produzidos mais ou m

Rivian atrasa início da produção de R1T e R1S por falta de semicondutores, diz CEO

Imagem
A Rivian confirmou que deve atrasar o início da produção dos modelos R1T e R1S nos Estados Unidos. O motivo deste atraso é a falta de semicondutores em cadeia global. A marca confirmou que a falta do componente deve fazer com que a marca adie o início da produção, que estava previsto para ocorrer ainda em julho. Assim, a produção deve ficar para setembro, confirmou RJ Scaringe, CEO da Rivian. “Sabemos que você mal pode esperar para sentar ao volante do seu veículo. No início deste verão, anunciamos que as entregas começariam em julho; no entanto, o prazo para as primeiras entregas do R1T mudou para setembro, com o R1S em breve depois disso, no outono. Queria ter certeza de que você ouviu isso diretamente de mim” , destacou Scaringe. Com a R1T começando a ser produzida em setembro, o R1S deve começar a ser feito a partir de outubro ou novembro. A informação deve se confirmar porque a Rivian ainda precisa ter acesso aos semicondutores para a produção. Em entrevista ao Automotive News , o

Postagens mais visitadas deste blog

Chery desenvolve a chegada do eQ1 ao mercado brasileiro, candidato a elétrico mais barato

Renault vai trazer 1º lote de 500 unidades do Kwid E-Tech Electric a partir de agosto

Volvo abre pré-venda do novo XC40 Recharge Electric P6, com motor de 231cv, por R$ 309.950

Surgem projeções de como pode ficar o Renault 'StepWay', que estreia no Brasil em 2023

Volkswagen desenvolve um Polo Hybrid com motor eTSI, que chega na reestilização

Com fechamento da fábrica, Chery Tiggo 3X sai de linha e Arrizo 6 virá importado da China

Site confirma a escolha da Fiat para o nome do SUV oriundo do Projeto 376: Fastback

Jeep confirma o lançamento da Gladiator para breve no Brasil; picape terá motor 3.6 V6

Chery fecha fábrica de Jacareí (SP) até 2025, quando retoma produzindo híbridos e elétricos

Porsche Panamera receberá nova geração em 2023 e central antecipa desenho do carro