Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Combustível

Porsche inicia construção de fábrica de metanol sintético no Chile, com produção em 2022

Imagem
A Porsche iniciou a construção da sua fábrica de combustíveis sintéticos, que deve ser localizada no Chile, aqui perto. Por lá, a marca confirma que vai produzir o metanol sintético para o uso de seus carros de corrida Porsche Mobil 1 Supercup de 2022, primeiramente. Cerca de 40% da produção de metanol seja convertida em gasolina sintética para carros comuns. O complexo será erguido em apoio com a Siemens. Com produção a partir de 2022, a Porsche tem meta de produzir cerca de 220.000 litros de metanol, chegando a 55 milhões de litros em meados de 2024 e 550 milhões de litros em 2026, com dois quintos disso sendo usado como gasolina sintética. De acordo com estimativas da empresa alemã, a iniciativa prevê que se reduza em 90% a emissão de CO2 e a fábrica seja totalmente sustentável, com aerogerador responsável por dar energia para a produção de energia elétrica da unidade. Chamado também de eFuel, o combustível será usado em competições que a empresa participa, sendo o combustível que s

BMW começa os testes de rodagem com o X5 iHydrogen Next na Europa; SUV estreia em 2022

Imagem
A BMW segue o desenvolvimento da sua nova opção mecânica para o X5, o movido a células de combustível de hidrogênio. O modelo ainda segue em estágio de desenvolvimento e anunciou que uma frota de unidades do utilitário esportivo alemão deve começar a ser testado pela Europa. A marca confirmou que nas próximas semanas devem ser avaliado o desempenho do carro, bem como a força do motor, chassis e sistemas eletrônicos. Previsto para ser lançado no final de 2022, a nova opção mecânica do X5 deve ser produzido em pequena escala. "A tecnologia de célula de combustível de hidrogênio pode ser uma opção atraente para trens de força sustentáveis, especialmente em categorias de veículos grandes. É por isso que o teste de rodagem de protótipos equipados com um trem de força de célula de combustível de hidrogênio é uma etapa importante em nossos esforços de pesquisa e desenvolvimento." , destaca Frank Weber, Membro do Conselho da BMW Responsável pelo Desenvolvimento. Segundo a BMW, o moto

GM confirma um novo investimento para elétricos e chega a US$35 bilhões investidos até 2025

Imagem
A General Motors acaba de aumentar o montante de dinheiro que deve investir no desenvolvimento dos seus carros elétricos. Agora, a GM revelou que investir US$35 bilhões entre 2020 a 2025, o que representa um aumento de 75% em relação ao plano inicial, antes da pandemia, com um volume de US$20 bilhões. Em fevereiro deste ano, o montante passou para US$27 bilhões e agora deve chegar aos US$35 bilhões, um aumento de US$8 bilhões. Todo esse investimento deve ser fracionado em modelos novos, a plataforma Ultium e as células de combustível e hidrogênio, chamado pelo grupo de Hydrotec. A GM ainda confirmou que deve preparar para ser a primeira empresa a vender a condução autônoma em grande escala, que deve estrear em meados de 2023. "Estamos investindo agressivamente em um plano abrangente e altamente integrado para garantir que a GM lidere em todos os aspectos da transformação para um futuro mais sustentável" , disse a Presidente e CEO da GM, Mary Barra. Até 2025, Barra possui como

Koenigsegg quer desenvolver biocombustível que usa dióxido emitido de vulcões para o Gemera

Imagem
Depois de apresentar o Gemera no ano passado, a Koenigsegg voltou a apresentar novidades e informações sobre o seu futuro. A marca confirmou que deve investir pesado em um tipo de combustível não-poluente. Segundo Christian von Koenigsegg, fundador e CEO da marca, disse que existem planos detalhados em entrevista à Agência Bloomberg e ao Jalopnik . O executivo confirmou recentemente que deve apostar em modelos com uma estratégia de produzir novidades com células de energia de alta tensão para o seu processo de eletrificação, o que deve ajudar a marca com a redução de emissões de poluentes. “Sou fã dos elétricos puros. Na maioria dos aspectos, eles são melhores que os carros que substituem; principalmente em modelos pequenos, onde as baterias são compactas. O problema é que são mais pesados e de recarga demorada. Além disso, as baterias geram resistência à rolagem e não ficam mais leves à medida que se descarregam, sem diminuição de massa à medida que são gastas” , disse o Sr. Koenigseg

Geely pode desenvolver motores com tecnologias usando metanol na China, reduzindo emissões

Imagem
A Geely apresentou oficialmente alguns detalhes sobre o seu futuro na China. Isso porque a marca pode apresentar novidades nas opções de motores. Além dos carros a combustão, híbridos e elétricos, a marca também pode acabar apostando em motores elétricos movidos a etanol. Curiosamente, no Brasil, essa tecnologia já parece ser o alvo de desenvolvimento da Nissan. Aqui se comenta que o etanol pode ser o combustível usado como gerador de energia para a bateria dos carros elétricos. Segundo a Geely, o metanol pode ser uma opção também para a China, como uma forma de eletrificar sua linha de forma mais acessível que partir diretamente para os carros puramente elétricos. A Geely já usa o metanol em alguns dos seus carros na China, usando em uma frota de táxis movidos a metanol, além de usá-los em caminhões e comerciais leves. Segundo o Presidente da Geely, Li Shufu, a Geely já produziu 10 mil automóveis com este tipo de combustível rodando na China. “Continuaremos explorando tecnologias de m

Bentley revela o Continental GT3 Pikes Peak, que deve subir a famosa estrada no dia 27/06

Imagem
A Bentley apresentou oficialmente as primeiras imagens do seu Continental GT3 Pikes Peak. Previsto para subir a famosa estrada no próximo dia 27 de junho, a Bentley apresentou o seu modelo que vai participar do evento. A largada do Continental GT3 Pikes Peak começa em uma altitude de 2,835 metros acima do nível do mar e a chegada está a 4,298 metros na altura do mar, onde o ar é mais denso. O evento ainda é conhecido por trazer inovações na mecânica, onde vários modelos elétricos já foram testados nos últimos anos. No caso da Bentley, a marca apresentou o Continental GT3 com um motor abastecido com combustível renovável, chamada pela marca inglesa de eFuel. O carro ainda conta com uma série de modificações em seu chassi, pacote aerodinâmico e no motor. Falando em motor, ele estreia com o motor 4.0 V8 biturbo que desenvolve 750cv de potência com torque de 101,9kgfm. Para chegar a essa potência, o esportivo inglês ganha novos pistões e bielas para converter a pressão de sobrealiemtnação

Argentina deve desenvolver plano para exportação do hidrogênio dentro de 10 anos

Imagem
A Argentina confirmou um plano de início de exportação de hidrogênio para automóveis dentro de dez anos. O plano prevê que o nosso país vizinho se tornar um dos países fornecedores de hidrogênio. A novidade foi apresentada por meio do Presidente Argentino, Alberto Fernández, durante o “Rumo a uma Estratégia Nacional do Hidrogênio 2030”. Tido como um plano de mobilidade a hidrogênio, Fernández confirmou que a Argentina espera apresentar mais detalhes do projeto dentro de alguns meses. Segundo informações da Agência Telám o presidente confirmou que vai defender uma “política econômica baseada no hidrogênio com amplo potencial”. “A Argentina tem um enorme potencial para a produção de hidrogênio verde, extraído, dessa forma, com auxílio de energia eólica ou solar. A energia limpa e livre de carbono é a energia do futuro. O desenvolvimento de uma política do hidrogênio é, portanto, uma questão com amplo potencial econômico e ambiental para nosso país” , disse Fernández. Com esse investiment

Mazda deve apostar em desenvolver motores movidos a combustíveis sintéticos

Imagem
A Mazda confirmou a sua parceria com a eFuel Alliance, que deve ajudar a desenvolver combustíveis sintéticos e que são menos poluidores A marca japonesa se tornou a primeira a se juntar para criar combustíveis renováveis, como os biocombustíveis e os combustíveis sintéticos. Essa aparece como uma nova opção aos motores elétricos e substitutos dos motores a combustão fóssil. Isso porque a Mazda acredita que os motores a combustão possuem muito a se desenvolver antes de partir para uma eletrificação pura, até porque nem todos os países devem aderir aos carros elétricos. Os combustíveis sintéticos envolveram a fabricação de hidrocarbonetos de combustíveis em fábricas de produtos químicos do dióxido de carbono atmosférico e do hidrogênio. Quando queimados, a mesma quantidade de dióxido de carbono do efeito estufa é emitida para a atmosfera e absorvida por plantas. Esses combustíveis deve fazer com que a proporção de CO2 na composição da atmosfera terrestre não se altera, fazendo com que a

Vídeos Automotivos - Drops #52: A tecnologia dos combustíveis (Interlagos)

Imagem

Audi desenvolve diesel sintético para seus modelos na Europa, a fim de manter os motores a combustão

Imagem
A Audi segue suas tentativas de manter o motor a combustão. Apesar de também apostar nos modelos verdes, a marca aposta no diesel sintético, chamado de e-Diesel. A busca da marca alemã é por combustíveis sintéticos, que diminuíram os índices de emissões de CO2 e retardariam os ditos 100% elétricos, aproveitando ainda a matriz energética em vigor e atendendo à frota de carros de motor a combustão que ainda estão sendo vendidos. A marca construiu uma usina de produção em Laufenburg, Suíça, feita em parceria com empresas locais Ineratec e Energiedienst. O investimento prevê produção de 400 mil litros por ano de diesel sintético. Segundo o chefe de desenvolvimento de produtos sustentáveis da Audi, Reiner Mangold, “no projeto de Laufenburg, graças às novas tecnologias, seremos capazes de produzir o e-Diesel com eficiência em unidades compactas, tornando-a mais econômica. O complexo piloto combina potência, calor e mobilidade, tornando possível armazenar energia renovável”. Embora tenha p

Desde lançamento do C-HR, Toyota não deve mais vender automóveis com motor diesel na Europa

Imagem
A Toyota já começou a mudar seu lineup na Europa a fim de substituir as opções de motor a diesel. Desde o lançamento do C-HR no velho continente que um modelo inédito não conta com opção diesel. Segundo a revista britânica AutoExpress, a Toyota não deve oferecer mais as opções por uma decisão de estratégia de longo prazo, no sentido de priorizar o lançamento de modelos menos poluentes, com uma pegada mais ecológica. "Minha opinião pessoal é de que não devemos lançar novos carros a diesel. Consideramos, há muito tempo, que não venderíamos o C-HR com motor a diesel. Na época, os distribuidores estavam contra a minha decisão. Eles disseram que precisavam de diesel para o mercado. Mas precisávamos seguir a tendência de longo prazo dos veículos ecológicos" , disse Didier Leroy, vice-presidente executivo da marca. Ainda existe alguns modelos que contam com opção de motor diesel, como o Yaris. "Existem algumas versões a diesel oferecidas apenas para frotistas, porque eles pe

Volvo descarta a possibilidade de lançar a Polestar no Brasil por problemas no combustível com etanol

Imagem
Vendo atualmente a linha RS da Audi, M Sport da BMW e AMG da Mercedes-Benz marcando presença cada vez mais no Brasil, a Volvo vai na contra-mão. A empresa sueca revelou que não deve trazer a divisão esportiva Polestar no nosso mercado. Segundo a Volvo, os carros preparados não conseguem entregar toda a potência disponível com a gasolina brasileira, que tem, segundo a lei, 27,5% de etanol, mesmo utilizando gasolinas premium com alta octanagem, à venda no país. A marca destaca que os bicos injetores dos motores já trabalham com a vazão máxima possível e por isso, não há possibilidade de melhorar a pressão de injeção e garantir que S60 e V60 Polestar entreguem os 367cv de potência extraídos do motor 2.0 Turbo. A Volvo agora os equipa com motores 2.0 16v biturbo de quatro cilindros que desenvolvem 367cv de potência e um torque de 47,9kgfm. Esse novo motor é o mesmo que equipa S90, V90 e XC90 e substitui o 3.0 com seis cilindros em linha. Quando comparado ao 3.0, o 2.0 biturbo possui 17c

Ford roda 1.249km com o Mustang Ecoboost com um tanque de combustível e atinge 20,53km/l

Imagem
A Ford está informando que bateu um recorde de consumo de combustível com o Mustang com o motor EcoBoost. Sucesso de vendas nos EUA e Europa, o coupé veio para desmitificar a ideia que esportivo é beberrão. Em viagem na Noruega, o Mustang EcoBoost rodou 1.249,3km com um tanque de combustível, que deu a média de 20,53km/l. A empreitada foi capitaneada por dois pilotos noruegueses: Knut Wilthil e Henrik Borchgrevink. Extra-oficialmente registrado pela Ford, o Mustang EcoBoost conta com motor 2.3 de quatro cilindros, capaz de desenvolve 314cv de potência com torque de 44,2kgfm. Este é considerado um dos motores mais modernos da Ford atualmente. O trajeto foi iniciado em Bodo, no Círculo Ártico e finalizado no sul de Oslo, capital do país, quando a gasolina finalmente acabou. Segundo a dupla, a velocidade média foi baixa e não foi revelada pela Ford. Mas, ao se observar pelo consumo de 20km/l, deve ter sido meio lento. Principalmente para um Mustang, um dos muscle cars mais icônicos.

Chevrolet Cruze norte-americano tem dados de consumo revelados e consegue fazer até 17,8km/l

Imagem
Com lançamento ainda recente, a nova geração do Chevrolet Cruze já se tornou o sedã compacto (vale destacar que os nossos sedãs médios aqui são considerados compactos lá) mais econômico do segmento. Com lançamento previsto entre Agosto e Setembro no Brasil, a nova geração chegou aos EUA com o motor 1.4 Ecotec Turbo que desenvolve 155cv e 24,4kgfm de torque. Com esse motor o sedã conseguiu média de 17,8km/l na estrada usando gasolina pura. Na medição, que vale para as versões L, LS e LT, o consumo médio foi de 42mpg (17,8km/l). Estes números deixam o Cruze à frente de concorrentes como o Ford Focus Sedan (17,0km/l), Nissan Sentra (17,0km/l), Mazda 3 Sedan (17,4km/l), Hyundai Elantra (15,7km/l) e VW Jetta (17,0km/l). O motor foi o principal fator que trouxe essa ótima média de consumo, além da redução de 113kg no peso. No perímetro urbano o Cruze conseguiu a média de 12,8km/l. “Com autonomia na estrada de até 913 km por tanque, você pode gastar menos tempo parado na bomba” , diz Steve

InMetro divulga dados de consumo do novo Renault Duster, que será lançado daqui há 5 dias!

Imagem
Cada vez mais próximo de ser lançado, o dados de consumo do novo Renault Duster foram divulgados pelo InMetro. Com lançamento esperado para o dia 31 de Março, o Duster deve receber um face-lift mais profundo que aquele apresentado pela Dacia, em 2014. Ele deve receber novos faróis, grade, para-choque dianteiro e traseiro, lanternas, rodas de liga leve, novos retrovisores, ele ganha um falso quebra-mato e um spoiler traseiro da mesma cor, com rack do teto renovado com a inscrição "Duster" e friso acima da placa que passa a ser na cor preta. No interior, o Duster muda o quadro de instrumentos, novo volante igual aos irmãos Sandero e Logan que ganha comandos do piloto automático, além de um possível novo revestimento dos bancos. Os motores são os conhecidos, os mesmos da gama atual: o 1.6 16v Flex capaz de desenvolver 115/110cv de potência, com torque de 15,5/15,1kgfm, sempre com câmbio manual de 6 marchas (há a possibilidade do câmbio automatizado Easy'R), enquanto as ve

Curiosidades: Entrevista com Anderson Luiz Dias, Engenheiro Mecânico que responde a perguntas!

Imagem
Há um bom tempo queríamos fazer uma entrevista aqui no Conexão Automotiva. Essa é a primeira. O que nos levou a fazer isso foi o aumento de Etanol na Gasolina, fato muito comentado e discutido na internet e nas redes sociais nos últimos dias. Para sanar algumas dúvidas, convidamos Anderson Luiz Dias, Engenheiro Mecânico que estuda na Universidade Federal do Ceará, além de ser Técnico em Mecânica Automotiva pelo Instituto Federal e pelo Senai, para tirarmos dúvidas sobre motor se é prejudicial ou não, se gasta componentes do motor e tudo mais. Fizemos no total seis perguntas, onde 3 foram por nossa parte, do Conexão Automotiva e outras 3 foram selecionadas por nós na página do CA no Facebook. Confira abaixo como foi a "sabatina" com Anderson. Anderson Luiz Dias 1. CA: A que ponto o aumento de porcentagem de etanol na gasolina pode diminuir a vida útil do motor? Anderson: Nenhum. A não ser em motores de injeção antiga pré 2003 e carburados. Nesse caso alguns componen

Postagens mais visitadas deste blog

Nova geração da Ford Ranger é vista novamente em flagrante que revela mais da dianteira

Jeep Compass possui fila de espera até 2022 pra algumas versões por falta de semicondutores

Sem nenhum emplacamento, Jeep Commander já possui longa fila de espera de até 6 meses

Fiat Pulse Abarth está em desenvolvimento e será apresentado em 2022, de acordo revista

Peugeot inicia pré-produção do SUV cupê 4008 na Europa, na fábrica de Mulhouse, na França

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

BYD também testa o D1 no Brasil, que pode ser o quinto lançamento da marca para 2022

Nova geração do BMW Série 3 chega em 2025, com opção de motor puramente elétrico

Jeep Renegade 2023 não vai ganhar novo painel, mas terá novo volante e cluster digital

Chevrolet Onix ainda tem complicações com a produção para atender a demanda do cliente