Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Dodge

Dodge também deve ganhar elétrico dentro da Stellantis e confirma esportivo para 2024

Imagem
Depois de ficar no ostracismo por algum tempo, a Dodge deve dar um passo bem largo para se tornar uma marca de elétricos. As novidades devem fazer com que a marca passe a ter modelos elétricos a partir de 2024, de acordo com o que foi comentado no Stellantis EV Day, que revelou os planos de cada marca. No caso da Dodge, a marca deve focar em seus automóveis de alto desempenho. Tim Kuniskis, CEO da Dodge, confirmou que a marca não deve focar em carros elétricos, mas sim em “eMuscles Cars”, com uma nova geração de automóveis que deve aumentar ainda mais a sua potência. O primeiro automóvel da Dodge deve ser apresentado em 2024 e pode ser o substituto do Challenger. O carro deve ter tração total e isso indica que ele deve ser equipado com dois ou quatro motores elétricos, podendo desenvolver cerca de 1.000cv de potência. Isso fica claro quando o carro aparece queimado pneus nas quatro rodas. “Rasgue as ruas … Não o planeta.”, disse a marca em comunicado. O novo esportivo ainda deve ser de

Provável nova geração do Dodge Challenger, elétrico, pode ser o mais rápido dos novos esportivos

Imagem
Recentemente, a Dodge confirmou que deve começar a desenvolver modelos elétricos que devem fazer com que a Dodge tenha o seu novo carro mais rápido já desenvolvido. Além de quebrar um recorde próprio, a Dodge deve fazer com que seu esportivo seja um dos carros mais rápidos já desenvolvidos. A marca comentou sobre o desempenho dos carros da Tesla, como o Model S Plaid. O sedã criado por Elon Musk possui capacidade de acelerar de 0 a 100km/h em 1,99 segundo. "Os dias dos carros com motor Hellcat estritamente térmico estão contados: esta é uma tecnologia que não é sustentável em um futuro dedicado ao combate às emissões" , destacou Sam Abuelsamid, analista do setor automotivo. Recentemente se revelou informações de uma fonte anônima, disse que um dos elétricos que estão em desenvolvimento “será o Dodge mais rápido de todos os tempos”, ou seja, deve conseguir superar o Challenger SRT Demon, revelado em 2017. O modelo possui capacidade de acelerar de 0 a 100km/h em 2,5 segundos, e

Dodge mais rápido já produzido será um elétrico e pode ser substituto do Challenger

Imagem
Depois e confirmar que deve desenvolver esportivos elétricos, a Dodge revelou em entrevista que deve se despedir do seus motores V8 e que os consumidores deveriam aproveitar essa fase de “despedida de solteiro” que os carros da marca devem trazer. Apesar de elétricos, a Dodge confirmou que os modelos não devem deixar de serem esportivos e não deixam de ser um Dodge por conta da sua mecânica. Segundo a marca, o desenvolvimento de um esportivo com motor elétrico deve ser tão emocionante quanto. Segundo informações reveladas pelo site The Detroit Bureau , que recebeu as informações de uma fonte anônima, disse que um dos elétricos que estão em desenvolvimento “será o Dodge mais rápido de todos os tempos”, ou seja, deve conseguir superar o Challenger SRT Demon, revelado em 2017. O modelo possui capacidade de acelerar de 0 a 100km/h em 2,5 segundos, extraídos de ajustes de um modelo de arrancada e que extraía essa potência de um motor 6.2 V8 de 852cv e 99,1kgfm. Por se tratar de um carro elé

Dodge deve desenvolver um SUV esportivo, o Hornet, do tamanho do Jeep Compass

Imagem
Desde o fim de linha do Dodge Journey, a marca norte-americana conta apenas com o envelhecido Durango em linha. No entanto, a marca deve prepara uma novidade para os próximos. Trata-se de um novo SUV, que deve ser desenvolvido como u utilitário esportivo realmente esportivo. O modelo pode ser enfim o SUV que seria batizado de Hornet que teve seu nome registrado recentemente nos EUA. Atualmente, o lineup da Dodge se limita em Challenger, Charger e Durango. O Dodge Hornet deve ser o primo ainda mais invocado do Alfa Romeo Tonale. Ele deve ser desenvolvido sobre a mesma plataforma do Jeep Compass, a Small Wide 4x4. O modelo da Dodge deve ser construído junto do Tonale, ou seja, ele vai ser produzido na unidade de Pomigliano D’Arco, na Itália. O SUV da Dodge deve ser equipado com o motor 2.0 Turbo da família Hurricane que desenvolve 272cv de potência e 40,7kgfm de torque, acoplado sempre ao câmbio automático de 8 velocidades. Ainda não se tem informações se o modelo da Dodge deve contar co

Dodge planeja desenvolver substitutos de Charger, Challenger e Durando como elétricos

Imagem
Esquecida dentro da FCA e agora dentro da Stellantis, enfim a Dodge deve ganhar um processo de renovação completo da marca. Com modelos envelhecidos, a Dodge deve passar por um longo investimento que deve fazer com que Challenger, Charger e Durango ganhem uma nova geração ou até mesmo sejam substituídos. A Dodge estaria cogitando desenvolver novas gerações do trio com um motor puramente elétrico. “Não houve uma data desenhada na areia dizendo que você não poderá mais comprar um bloco de ferro HEMI, mas todo mundo sabe que está chegando e querem aproveitar (hoje) enquanto podem… Vai chegar a um fim, mas as substituições serão muito mais emocionantes. Acho que mais do que qualquer coisa as pessoas estão procurando a próxima geração. Todo mundo sabe que a eletrificação está chegando, vamos reinventar o muscle car no que diz respeito ao Dodge. Estou extremamente empolgado com o rumo que o futuro está tomando, mas agora todo mundo está curtindo a ‘despedida de solteiro’. Este é o último gri

Dodge amplia a produção do Durango SRT Hellcat nos Estados Unidos, após ter sucesso

Imagem
A Dodge confirmou que nos Estados Unidos, a marca teve que aumentar a produção da versão SRT Hellcat do Durango. Apesar de estar envelhecido, o Durango recebeu uma versão SRT Hellcat em 2017 e que no ano passado foi reestilizado junto com as demais versões. O SUV usa o motor 6.2 V8 que desenvolve 720cv de potência com torque de 89,1kgfm, que acelera de 0 a 100km/h em 3,5 segundos e chegam a velocidade máxima de 290km/h. O Durango SRT Hellcat possui capacidade de reboque de 3.946kg e traz o câmbio automático de 8 marchas e a tração integral. O modelo foi apresentado com uma produção limitada, onde ele seria produzido por apenas seis meses, mas a Dodge resolveu ampliar a sua produção. Inicialmente seriam cerca de 2.000 unidades produzidas neste período, mas segundo o executivo da marca, Bob Broderdorf, disse que a produção deve ser ligeiramente maior. A produção dessa nova leva de unidades deve começar a ser produzido em junho deste ano, na fábrica de Jefferson North Assembly Plant, em D

Depois do fim do Journey, Dodge não deve apostar em novos modelos no Brasil

Imagem
Para quem acreditava que a Dodge poderia trazer novos modelos ao mercado brasileiro, o que chegou a ser cogitado nos últimos anos, a informação é que a marca deve sair mesmo do Brasil. De acordo com informações da revista Quatro Rodas, a marca norte-americana deixa o nosso mercado pela terceira vez. A marca esteve entre 1967 a 1981, entre 1996 a 2002 e de 2005 a 2021. Em 2018, a Dodge tinha tido que apresentaria novidades no nosso mercado, conforme relatou no Salão do Automóvel de São Paulo daquele ano. Na época, a Dodge até tinha apresentado o Durango, que estava fora do nosso país desde 2016. Naquela edição do Salão, a Dodge ainda tinha levado o Challenger Hellcat, que poderia concorrer com o Chevrolet Camaro SS no país e ao já confirmado Ford Mustang, que chegou ao nosso mercado um ano depois. Em julho do ano passado, a Dodge deveria contar com novidades em nosso mercado. A marca norte-americana deve oferecer novidades entre os próximos meses, a fim de tentar conter que a marca acab

O fim de uma Journey: após fim do SUV, Dodge de despede (de novo) do mercado

Imagem
Após o fim de linha da Town&Country, a Chrysler deixou de contar com uma presença no mercado brasileiro. Agora, o fim do Journey marca o fim da Dodge em nosso mercado. Mais uma vez. Assim como a Chrysler, a marca vive de períodos em nosso mercado, desde que chegou ao nosso mercado, no final da década de 1960. O fim de linha do Journey, no final do ano passado e o consequente fim de estoque do utilitário esportivo fez com que a marca norte-americana passe a vir ao nosso mercado apenas com as importação independentes de Challenger e Charger. Desde 2016 que a operação oficial da Dodge no Brasil contava apenas com o Journey, após o fim de linha do Durango. Curiosamente, o nome Journey finaliza a segunda jornada da marca em nosso mercado. Por aqui, o Journey chegou em 2008, ou seja, o SUV foi o carro mais vendido da Dodge nos últimos doze anos. Após do fim de operação com modelos zero quilômetros, a Dodge deve se unir com a Chrysler e vão continuar operando em nosso mercado para atender

Stellantis deve matar a SRT, única marca que deve ser "rebaixada" a versões de esportivos

Imagem
A SRT será a única marca a ser extinta dentro da Stellantis. Braço direito do desenvolvimento das versões esportivas de modelos da Chrysler, Dodge e Jeep, a SRT até mesmo se alçou como marca ao lançar a última geração do Viper, em 2012. Embora a SRT vire história dentro da ex-FCA, todos os engenheiros e funcionários devem ser convertidos para a Stellantis, ou seja, a SRT só deixa de existir no papel. A marca-preparadora também não deve contar com prejuízos muitos grandes, porque não tinha nenhuma fábrica com dedicação exclusiva para seus carros. A informação é do site Mopar Insiders , que tiveram informações com representantes do Grupo Stellantis e que confirmaram a informação. “Todos os elementos centrais da equipe de engenharia de desempenho da SRT foram integrados na organização global de engenharia de nossa empresa. Esta ação terá o benefício bidirecional de garantir que as ofertas de produtos SRT e centradas no desempenho de nossas marcas continuarão cumprindo com os mais altos pa

Dodge confirma fim do motor V8 Hellcat para breve; Stellantis visa eletrificação

Imagem
Depois de anos de desenvolvimento e inovações, a Dodge deve sofrer um baque: o fim de uma era com os motores Hellcat. Com motores que chegaram a desenvolver quase 800cv de potência devem deixar de serem produzidos pela Stellantis. Nos últimos anos, a Dodge desenvolveu uma série de modelos com o poderoso motor. O fim dessa era foi confirmada por Tim Kuniskis, CEO da Dodge. Em entrevista ao CNBC, o executivo confirmou que a eletrificação é o lema do grupo, numa marca que ainda não conta com nenhum modelo eletrificado e pior: que não tem um produto moderno. "Os dias do bloco de ferro V8 6.2 supercharger estão contados. E isso também pelos custos, mas a performance que eles produzem seguirá viva" , disse o executivo. Kuniskis ainda não confirmou qual deve ser o futuro da marca Dodge, mas confirmou que os carros do futuro da marca devem contar com motores eletrificados, possivelmente a partir de um V6 Hybrid. "Estou empolgado com o futuro elétrico pois ele nos ajudará a não m

Dodge e Jeep convocam recall de Durango e Grand Cherokee em segunda fase

Imagem
A FCA está convocando uma segunda fase do recall que envolve as unidades do Dodge Durango e Jeep Grand Cherokee no Brasil. São 5.143 unidades de Dodge Durango e Jeep Grand Cherokee. O chamado envolve 764 unidades do SUV da Dodge com ano/modelo 2011 a 2013 e 4.379 unidades do Jeep, com ano/modelo 2012 a 2013, que apresentam um problema no relé da bomba de combustível. De acordo com a Jeep e a Dodge em comunicado, “ foi identificada a possibilidade de falha no relé da bomba de combustível, ocasionando a dificuldade de partida do motor e, em casos extremos, o desligamento inesperado do veículo em movimento, comprometendo as condições de dirigibilidade e aumentando o risco de colisão, com potenciais danos materiais, físicos ou até mesmo fatais aos ocupantes do veículo ou terceiros ” . A Stellantis não confirma qual deve ser o reparo escolhido para a dupla, já que não se sabia qual seria a solução do defeito. O serviço terá duração de 1h30 e pode ser realizado em concessionárias da marcas d

Adeus FCA e PSA: Stellantis é criada oficialmente e se torna o quarto maior grupo do mundo

Imagem
A Stellantis oficialmente está formada. O quarto maior grupo automotivo do mundo foi criado graças a união de FCA e PSA. Ao todo serão 20 empresas sobre a guarda da Stellantis. Entre uma das principais acionistas deve estar a Exor, dona da FCA, que terá uma fatia de 14,4% de participação, seguida pela família Peugeot com 7,2% e o Governo da França com 6,2%, além da Dongfeng com 5,6%. A Stellantis Group ainda confirmou John Elkann como Presidente, tendo Carlos Tavares como CEO e Mike Manley como CEO na América do Norte. Tavares era o CEO da PSA há alguns anos e conseguiu bons resultados e reverteu o desempenho da Opel, que estava operando no negativo há anos nas mãos da GM. Ainda há outros nomes importantes dentro do grupo como Robert Peugeot (vice-presidente), Henri de Castries (diretor independente sênior), Andrea Agnelli, Fiona Clare Cicconi, Nicolas Dufourcq, Ann Frances Godbehere, Wan Ling Martello, Jacques de Saint-Exupéry e Kevin Scott. Com base nos dados de 2019, a Stellantis de

Foi tarde, 2020: oficialmente, Brasil se despediu de 16 carros; três estão na corda bamba e Dodge entra em stand-by

Imagem
O ano de 2020 deve ficar marcado por muitas tragédias. O próprio Corona Vírus, por exemplo, foi um grande exemplo disso. Mas ninguém esperava, é claro. Em doze meses, muitas coisas aconteceram e muitos modelos chegaram ao país e outros se despediram. Em 2020, ficou marcado por fim de linha do Hyundai Elantra, que já tinha saído do mercado em 2019 mas nada oficial ainda. A confirmação veio no início desse ano. O sedã médio pode voltar ao nosso mercado, podendo fazer parte do montante de investimento que a CAOA deve fazer na linha de modelos a serem produzidos em Anápolis, Goiás. Depois, a Citroën deixou de importar o Berlingo, depois de pouco mais de um ano do seu retorno ao mercado. A multivan saiu do mercado novamente enquanto o seu irmão da Peugeot, o Partner, segue na ativa. A Chevrolet também se despediu do Cobalt. O sedã chegou a conviver um pouco com o Onix Plus, mas o sedã novato matou com apenas uma cajadada o Prisma e o Cobalt. De entrada, se manteve apenas o Joy Plus, que tem

Postagens mais visitadas deste blog

BYD comemora mês recorde de vendas no Brasil, graças ao resultado de vendas do T3

Retrômobilismo#80: Botinha ortopédica? Fiat Uno tem mais de 30 anos de boas histórias - Parte 02!

Fiat Pulse tem as primeiras imagens do seu interior revelado antes da sua estreia

Xpeng apresenta a reestilização do G3 na China, que recebe a nova identidade visual da chinesa

Mercedes-Benz revela as primeiras imagens teaser do EQE, que estreia no Salão de Munique

Toyota Aqua ganha segunda geração no Japão, que estreia com ótimo consumo de 35,8km/l

Toyota e Panasonic devem trabalhar para reduzir custo das baterias em joint-venture PPES

Chevrolet já vende a linha 2022 de Cruze e Cruze Sport6, que chega ao país por R$120.680

Novo Volkswagen Lamando é registrado em imagens de patentes, na China, com design polêmico

CAOA ganha ação sobre a Hyundai e renova parceria por mais 10 anos a operação de importados