Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Dodge

Dodge apresenta a segunda geração do Journey, com alma chinesa e que estreia no México

Imagem
A Dodge apresentou oficialmente a segunda geração do Journey, que será limitado a ser vendido em 26 países. O SUV estreia primeiro no México, estreando primeiro na América Latina como um rebadge de um utilitário esportivo da GAC, o GS5. Apresentado em 2018, o GAC GS5 é a base do novo Dodge Journey e que usa boa parte do desenho, mudando grade e para-choque dianteiro, tampa do porta-malas, para-choque traseiro e lanternas. Visualmente, o novo Joruney se destaca por contar com faróis que trazem luzes diurnas em LED e com três projetores de luz. Os faróis são diretamente ligados com a grade dianteira, toda com acabamento em preto brilhante e com o logotipo da Dodge no lado direito. A grade dianteira, por exemplo, lembra bastante a do Durango. O para-choque dianteiro possui faróis de neblina em LED com um desenho em “T”, nas extremidades. A parte inferior ainda possui um acabamento em tom prateado com uma entrada de ar inferior. O SUV ainda possui capô com linhas mais suaves. Nas laterais,

Dodge revela as imagens do início da produção e exportação da nova geração do Journey

Imagem
A Dodge apresentou as primeiras imagens da nova geração do Journey, que começa a ser vendido no México dentro de algumas semanas. Enquanto a produção não começa, ele será vendido como um rebadge do GAC GS5 e será vendido como Journey, substituindo o modelo que saiu de linha recentemente. Se seguir o utilitário da GAC, ele vai ter 4,695 metros de comprimento, 2,710 metros entre os eixos, 1,885 metro de largura e 1,700 metro de altura. Visualmente, o carro vai contar com faróis triplos de LEDs e lanternas traseiras que até lembram a identidade visual da marca, conectada por uma faixa em LEDs. Na China, o GAC possui motor 1.5 Turbo a gasolina que desenvolve 168cv de potência com torque de 26,9kgfm, com câmbio automático de 6 marchas e tração dianteira. De acordo com as imagens divulgadas, ele basicamente é o mesmo modelo da GAC, com uma nova grade dianteira com acabamento em preto brilhante e com o logotipo da Dodge no lado direito. A produção acontece na fábrica de Hangzhou, na China. De

Dodge revela primeira imagem teaser de novo SUV médio baseado no GAC GS5, para o México

Imagem
A Dodge revelou as primeiras imagens de um novo modelo que vai apresentar no México. Esse novo carro em questão será um SUV médio baseado em um modelo chinês, que pode ser produzido no México. O carro em questão será desenvolvido a partir do GAC GS5 e será um SUV com espaço para cinco ocupantes. Como se conhece da Dodge México, que não é uma marca que segue a Dodge norte-americana, ele será mais um rebadge da marca para o mercado mexicano. Se seguir o utilitário da GAC, ele vai ter 4,695 metros de comprimento, 2,710 metros entre os eixos, 1,885 metro de largura e 1,700 metro de altura. Visualmente, o carro vai contar com faróis triplos de LEDs e lanternas traseiras que até lembram a identidade visual da marca, conectada por uma faixa em LEDs. Na China, o GAC possui motor 1.5 Turbo a gasolina que desenvolve 168cv de potência com torque de 26,9kgfm, com câmbio automático de 6 marchas e tração dianteira. A Dodge ainda não revelou qual será o nome da novidade, mas ele poderá ser enviado pa

Dodge deve apresentar seu primeiro protótipo elétrico em alguns meses, até o final de 2022

Imagem
A Dodge confirmou que trabalha no desenvolvimento do seu primeiro carro elétrico, que pode ser antecipado ainda em 2021. De acordo com o CEO da marca, Tim Kuniskis, destacou que a empresa deve apostar em novas gerações de Charger e Challenger como modelos elétricos. Esses carros serão lançados entre 2023 a 2024 e que devem conviver certo tempo com os modelos atuais, com motor a combustão. O primeiro protótipo/conceito deve ser apresentado em breve, sendo revelado entre este ano e o ano que vem. Desenvolvido do zero, o carro deve manter apenas o nome, mas pode ter a proximidade de linhas mais retro como os carros atuais. Em julho, Kuniskis disse que o carro deve ter tração total e isso indica que ele deve ser equipado com dois ou quatro motores elétricos, podendo desenvolver cerca de 1.000cv de potência. Isso fica claro quando o carro aparece queimado pneus nas quatro rodas. “Rasgue as ruas … Não o planeta.” , disse a marca em comunicado nos últimos meses. O novo esportivo ainda deve se

Surge novos detalhes do Dodge Hornet, que será o primeiro híbrido da marca e estreia em 2022

Imagem
A Dodge segue desenvolvendo o seu novo utilitário esportivo, o Hornet, que deve ser apresentado em 2022. Primo do Alfa Romeo Tonale, o novo modelo deve ser apresentado como o primeiro híbrido da Dodge. Ainda não se tem muitas informações sobre o novo SUV da Dodge, mas ele deve substituir o Journey no lineup e deve ser mais esportivo que familiar. De acordo com o site Mopar Insiders , o novo modelo deve ter um porte semelhante ao do Jeep Compass mas baseado no Alfa Romeo Tonale. O Hornet deve ser bem menor, com cerca de 4,45 metros. Ele deve ser produzido na fábrica Pomigliano D’Arco, em Nápoles, na Itália. Conhecido internamente com os códigos como Projeto GG ou Projeto 5920, o Hornet deve ter espaço para cinco ocupantes e pode estrear a nova filosofia de design da Dodge. É bem possível que o Hornet use o mesmo motor híbrido do Jeep Wrangler 4xe, que traz o motor 2.0 Turbo da família Hurricane que desenvolve 272cv de potência e 40,7kgfm de torque, acoplado sempre ao câmbio automático d

Stellantis confirma lançamento de 20 eletrificados até 2023, sendo dez só elétricos

Imagem
A Stellantis confirmou que deve investir massivamente em seu processo de eletrificação, que deve ser sustentado por quatro plataformas reveladas recentemente. O grupo ítalo-franco-americano deve apostar, dentro de dois anos, 20 novos modelos eletrificados. Dez desses carros devem ser completamente elétricos e os outros dez devem ser híbridos. Esses híbridos podem ser tanto HEV (híbrido) como PHEV (híbrido plug-in). Destes, são 10 carros apenas elétricos, 9 modelos apenas com motor híbrido plug-in e um carro com motor híbrido plug-in e com opção elétrica. Ainda em 2021, a Citroën, Opel/Vauxhall e Peugeot devem apresentar modelos elétricos, enquanto a DS, Jeep e Peugeot terão um modelo híbrido cada, que estreiam neste segundo semestre. Em 2022, Citroën, Fiat Professional (duas novidades) e Maserati terão elétricos e Alfa Romeo, Citroën, Dodge, Opel/Vauxhall (duas novidades) e Peugeot apostarão em modelos híbridos. No primeiro semestre de 2023, a Citroën, Jeep, Maserati e Peugeot terão no

Stellantis confirma que Dodge terá seu primeiro modelo híbrido em 2022 e pode ser o Hornet

Imagem
A Dodge revelou informações que deve apresentar um novo utilitário esportivo, que deve ser um esportivo verdadeiramente. O modelo é conhecido como Hornet e deve ser o substituto do Journey. A diferença é que o modelo deve ser menor, com espaço para cinco ocupantes. Este modelo deve ser apresentado em 2022 e será um híbrido, primeiro eletrificado da Dodge. A informação foi confirmada por conta de uma imagem que mostra os planos da Stellantis nos próximos dois anos. O Dodge Hornet deve ser primo do Alfa Romeo Tonale e também deve ser produzido na Europa. O Dodge Hornet deve ser o primo ainda mais invocado do Alfa Romeo Tonale. Ele deve ser desenvolvido sobre a mesma plataforma do Jeep Compass, a Small Wide 4x4. O modelo da Dodge deve ser construído junto do Tonale, ou seja, ele vai ser produzido na unidade de Pomigliano D’Arco, na Itália. O SUV da Dodge deve ser equipado com o motor 2.0 Turbo da família Hurricane que desenvolve 272cv de potência e 40,7kgfm de torque, acoplado sempre ao c

Dodge também deve ganhar elétrico dentro da Stellantis e confirma esportivo para 2024

Imagem
Depois de ficar no ostracismo por algum tempo, a Dodge deve dar um passo bem largo para se tornar uma marca de elétricos. As novidades devem fazer com que a marca passe a ter modelos elétricos a partir de 2024, de acordo com o que foi comentado no Stellantis EV Day, que revelou os planos de cada marca. No caso da Dodge, a marca deve focar em seus automóveis de alto desempenho. Tim Kuniskis, CEO da Dodge, confirmou que a marca não deve focar em carros elétricos, mas sim em “eMuscles Cars”, com uma nova geração de automóveis que deve aumentar ainda mais a sua potência. O primeiro automóvel da Dodge deve ser apresentado em 2024 e pode ser o substituto do Challenger. O carro deve ter tração total e isso indica que ele deve ser equipado com dois ou quatro motores elétricos, podendo desenvolver cerca de 1.000cv de potência. Isso fica claro quando o carro aparece queimado pneus nas quatro rodas. “Rasgue as ruas … Não o planeta.”, disse a marca em comunicado. O novo esportivo ainda deve ser de

Provável nova geração do Dodge Challenger, elétrico, pode ser o mais rápido dos novos esportivos

Imagem
Recentemente, a Dodge confirmou que deve começar a desenvolver modelos elétricos que devem fazer com que a Dodge tenha o seu novo carro mais rápido já desenvolvido. Além de quebrar um recorde próprio, a Dodge deve fazer com que seu esportivo seja um dos carros mais rápidos já desenvolvidos. A marca comentou sobre o desempenho dos carros da Tesla, como o Model S Plaid. O sedã criado por Elon Musk possui capacidade de acelerar de 0 a 100km/h em 1,99 segundo. "Os dias dos carros com motor Hellcat estritamente térmico estão contados: esta é uma tecnologia que não é sustentável em um futuro dedicado ao combate às emissões" , destacou Sam Abuelsamid, analista do setor automotivo. Recentemente se revelou informações de uma fonte anônima, disse que um dos elétricos que estão em desenvolvimento “será o Dodge mais rápido de todos os tempos”, ou seja, deve conseguir superar o Challenger SRT Demon, revelado em 2017. O modelo possui capacidade de acelerar de 0 a 100km/h em 2,5 segundos, e

Dodge mais rápido já produzido será um elétrico e pode ser substituto do Challenger

Imagem
Depois e confirmar que deve desenvolver esportivos elétricos, a Dodge revelou em entrevista que deve se despedir do seus motores V8 e que os consumidores deveriam aproveitar essa fase de “despedida de solteiro” que os carros da marca devem trazer. Apesar de elétricos, a Dodge confirmou que os modelos não devem deixar de serem esportivos e não deixam de ser um Dodge por conta da sua mecânica. Segundo a marca, o desenvolvimento de um esportivo com motor elétrico deve ser tão emocionante quanto. Segundo informações reveladas pelo site The Detroit Bureau , que recebeu as informações de uma fonte anônima, disse que um dos elétricos que estão em desenvolvimento “será o Dodge mais rápido de todos os tempos”, ou seja, deve conseguir superar o Challenger SRT Demon, revelado em 2017. O modelo possui capacidade de acelerar de 0 a 100km/h em 2,5 segundos, extraídos de ajustes de um modelo de arrancada e que extraía essa potência de um motor 6.2 V8 de 852cv e 99,1kgfm. Por se tratar de um carro elé

Dodge deve desenvolver um SUV esportivo, o Hornet, do tamanho do Jeep Compass

Imagem
Desde o fim de linha do Dodge Journey, a marca norte-americana conta apenas com o envelhecido Durango em linha. No entanto, a marca deve prepara uma novidade para os próximos. Trata-se de um novo SUV, que deve ser desenvolvido como u utilitário esportivo realmente esportivo. O modelo pode ser enfim o SUV que seria batizado de Hornet que teve seu nome registrado recentemente nos EUA. Atualmente, o lineup da Dodge se limita em Challenger, Charger e Durango. O Dodge Hornet deve ser o primo ainda mais invocado do Alfa Romeo Tonale. Ele deve ser desenvolvido sobre a mesma plataforma do Jeep Compass, a Small Wide 4x4. O modelo da Dodge deve ser construído junto do Tonale, ou seja, ele vai ser produzido na unidade de Pomigliano D’Arco, na Itália. O SUV da Dodge deve ser equipado com o motor 2.0 Turbo da família Hurricane que desenvolve 272cv de potência e 40,7kgfm de torque, acoplado sempre ao câmbio automático de 8 velocidades. Ainda não se tem informações se o modelo da Dodge deve contar co

Dodge planeja desenvolver substitutos de Charger, Challenger e Durando como elétricos

Imagem
Esquecida dentro da FCA e agora dentro da Stellantis, enfim a Dodge deve ganhar um processo de renovação completo da marca. Com modelos envelhecidos, a Dodge deve passar por um longo investimento que deve fazer com que Challenger, Charger e Durango ganhem uma nova geração ou até mesmo sejam substituídos. A Dodge estaria cogitando desenvolver novas gerações do trio com um motor puramente elétrico. “Não houve uma data desenhada na areia dizendo que você não poderá mais comprar um bloco de ferro HEMI, mas todo mundo sabe que está chegando e querem aproveitar (hoje) enquanto podem… Vai chegar a um fim, mas as substituições serão muito mais emocionantes. Acho que mais do que qualquer coisa as pessoas estão procurando a próxima geração. Todo mundo sabe que a eletrificação está chegando, vamos reinventar o muscle car no que diz respeito ao Dodge. Estou extremamente empolgado com o rumo que o futuro está tomando, mas agora todo mundo está curtindo a ‘despedida de solteiro’. Este é o último gri

Dodge amplia a produção do Durango SRT Hellcat nos Estados Unidos, após ter sucesso

Imagem
A Dodge confirmou que nos Estados Unidos, a marca teve que aumentar a produção da versão SRT Hellcat do Durango. Apesar de estar envelhecido, o Durango recebeu uma versão SRT Hellcat em 2017 e que no ano passado foi reestilizado junto com as demais versões. O SUV usa o motor 6.2 V8 que desenvolve 720cv de potência com torque de 89,1kgfm, que acelera de 0 a 100km/h em 3,5 segundos e chegam a velocidade máxima de 290km/h. O Durango SRT Hellcat possui capacidade de reboque de 3.946kg e traz o câmbio automático de 8 marchas e a tração integral. O modelo foi apresentado com uma produção limitada, onde ele seria produzido por apenas seis meses, mas a Dodge resolveu ampliar a sua produção. Inicialmente seriam cerca de 2.000 unidades produzidas neste período, mas segundo o executivo da marca, Bob Broderdorf, disse que a produção deve ser ligeiramente maior. A produção dessa nova leva de unidades deve começar a ser produzido em junho deste ano, na fábrica de Jefferson North Assembly Plant, em D

Depois do fim do Journey, Dodge não deve apostar em novos modelos no Brasil

Imagem
Para quem acreditava que a Dodge poderia trazer novos modelos ao mercado brasileiro, o que chegou a ser cogitado nos últimos anos, a informação é que a marca deve sair mesmo do Brasil. De acordo com informações da revista Quatro Rodas, a marca norte-americana deixa o nosso mercado pela terceira vez. A marca esteve entre 1967 a 1981, entre 1996 a 2002 e de 2005 a 2021. Em 2018, a Dodge tinha tido que apresentaria novidades no nosso mercado, conforme relatou no Salão do Automóvel de São Paulo daquele ano. Na época, a Dodge até tinha apresentado o Durango, que estava fora do nosso país desde 2016. Naquela edição do Salão, a Dodge ainda tinha levado o Challenger Hellcat, que poderia concorrer com o Chevrolet Camaro SS no país e ao já confirmado Ford Mustang, que chegou ao nosso mercado um ano depois. Em julho do ano passado, a Dodge deveria contar com novidades em nosso mercado. A marca norte-americana deve oferecer novidades entre os próximos meses, a fim de tentar conter que a marca acab

Postagens mais visitadas deste blog

Jeep Compass possui fila de espera até 2022 pra algumas versões por falta de semicondutores

Sem nenhum emplacamento, Jeep Commander já possui longa fila de espera de até 6 meses

Chery Arrizo 6 Pro terá condições especiais no seu mês de lançamento, para financiamento

Último Troller T4 produzido será vendido por R$ 299.990; unidade está localizada em Natal (RN)

Fiat Pulse Abarth está em desenvolvimento e será apresentado em 2022, de acordo revista

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

Ford testa novas versões para a Ranger na Argentina, como a FX4; será que vem pra cá?

Novo Honda Civic Si é apresentado nos Estados Unidos só como sedã e com motor de 203cv

Com lançamento para amanhã, Fiat Pulse Impetus T200 aparece custando R$ 125.790

BYD também testa o D1 no Brasil, que pode ser o quinto lançamento da marca para 2022