Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Dodge

Stellantis anuncia investimento de US$ 2,8 bilhões nas fábricas de Brampton e Windsor

Imagem
A Stellantis confirmou um investimento de US$ 2,8 bilhões nas fábricas de Windsor e Brampton, em Ontário, no Canadá. O montante também será usado para expandir seu Centro de Pesquisa e Desenvolvimento Automotivo (ARDC) para acelerar a mudança da empresa para um futuro sustentável. Este anúncio também apoia o plano estratégico Dare Forward 2030 da empresa e sua estratégia de eletrificação de longo prazo para investir US$ 35 bilhões até 2025 em eletrificação e software globalmente. O evento contou com a presença do Diretor de Operações da Stellantis North America, Mark Stewart, ao lado do Primeiro-Ministro, Justin Trudeau, que fez um anúncio durante um evento no ARDC, que também contou com a presença do Primeiro-Ministro de Ontário, Doug Ford; Ministro da Inovação, Ciência e Indústria François-Philippe Champagne; Ministro do Desenvolvimento Econômico de Ontário, Vic Fedeli; e Unifor Assistente do Presidente Nacional Shane Wark, bem como outros oficiais eleitos e líderes comunitários. “Es

Dodge confirma que Hornet terá opção híbrida, com motor de até 275cv, destaca CEO

Imagem
A Dodge trabalha no desenvolvimento de um novo modelo, um utilitário esportivo, o Hornet. O modelo será um primo do Alfa Romeo Tonale e ganhará uma versão híbrida plug-in, de acordo com o CEO da Dodge, Tim Kuniskis. Esse deve ser o primeiro carro eletrificado da Dodge a ser apresentado. A aposta é que ele venha com um motor 2.0 Hurricane Turbo de 260cv e 40,8kgfm, acoplado a um câmbio automático de 9 marchas, e um conjunto formado pelo motor 1.3 Turbo Hybrid Plug-in Q4, com o motor 1.3 Turbo de 180cv junto de um elétrico de 122cv, instalado no eixo traseiro. Juntos, o conjunto traz 275cv e acelera de 0 a 100km/h em 6,2 segundos. O Hornet é esperado para meados de agosto deste ano e será produzido na fábrica de Pomigliano D’Arco, em Nápoles, na Itália. Como é baseado no Alfa Romeo Tonale, o Dodge Hornet vai ganhar novos faróis com novo layout interno, assim como novo capô com saídas de ar e de linhas mais agressivas, assim como uma nova grade dianteira que interliga os dois faróis, mas

Dodge confirma barulho de motor chocante para substituto do Challenger, que será elétrico

Imagem
A Dodge segue trabalhando no substituto do atual Challenger. O esportivo deve nascer como um elétrico, usando a base STLA. Segundo Carlos Tavares, CEO da Stellantis, disse que a Dodge trabalha para que o carro tenha um som “chocante”, mesmo sendo um carro elétrico. “Estamos criando um som que você não pode imaginar. É algo que choca. Depois de criar o som, eles estão pensando em como tornar o som mais alto e mais potente em função da maneira como você está usando o carro.” , disse Tavares ao Automotive News . Ainda trabalhando para que a marca passe por esse processo de eletrificação, o Challenger será o primeiro modelo dessa nova geração de esportivos, visto que a Dodge não possui nenhum modelo eletrificado em linha, por exemplo. Com o amadurecimento dos carros elétricos, que tem ganhado cada vez mais em autonomia, a Dodge acredita que isso já não seja mais um problema para o desenvolvimento de um esportivo com essa mecânica. O Challenger 2024 será apresentado com desenho inspirado no

Stellantis confirma o lançamento de 18 novos modelos entre 2022-2023 em conferência

Imagem
A Stellantis confirmou durante o lançamento dos resultados financeiros de 2021 que vai apresentar 18 novos modelos até o final de 2023 entre todas as marcas do grupo. A marca apresentou o seu “Long Term Strategic Plan”, ou ‘Plano Estratégico de Longo Prazo’ para seus investidores, que prevê o lançamento de uma série de modelos para as marcas do grupo. A Stellantis confirmou o lançamento de 17 novos modelos eletrificados, que se unem aos 17 modelos atuais. Dentro da Alfa Romeo, o grupo terá o Tonale. A Chrysler não contará com nenhuma novidade no período. A Citroën terá dois novos elétricos, sendo um em 2022 e outro em 2023, sendo um novo ë-C3 e a chegada do C5 X Hybrid. Assim como a DS, não conta com novos modelos, tendo apenas novas opções de motores eletrificados, como aconteceu com o DS 9. A Dodge terá o Hornet, que terá algum nível de eletrificação. Já a Fiat terá um novo modelo elétrico, enquanto a Fiat Professional terá dois modelos, sendo um o e-Ulysse e outro modelo, que pode s

Decepção! Dodge Hornet será um Alfa Romeo Tonale com rebadge norte-americano

Imagem
Depois de muitos anos sem um modelo novo na linha, a Dodge vai ganhar um novo SUV compacto, que vai substituir o espaço deixado pelo Journey. O novo modelo não terá um espaço para sete ocupantes e será menor, tendo o mesmo tamanho de SUVs médios de marcas generalistas. O modelo é o Dodge Hornet, que foi flagrado sem nenhuma camuflagem na fábrica de Pomigliano D’Arco, em Nápoles, na Itália. O modelo foi confirmado que seria o primo do Alfa Romeo Tonale, apresentado no mês passado, o que justificaria a sua produção na Itália. O que ninguém imaginava, é que o modelo é, na verdade, um Alfa Romeo Tonale com cara de Dodge, ou seja, nada mais que um rebadge. Esse deve ser o primeiro rebadge que a Dodge vai oferecer nos Estados Unidos e Canadá, visto que o lineup da marca no México é composto por modelos Fiat e até mesmo da chinesa GAC, com o GS5, que virou o novo Journey. Em imagens que vazaram, o Hornet apresenta o mesmo design do Tonale, mas ganhando faróis com novo layout interno, assim co

Nova geração do Dodge Charger será elétrico e deve ser lançado até meados de 2025

Imagem
Ano passado a Stellantis apresentou as primeiras informações do seu EV Day. Na época, a Stellantis apresentou as plataformas STLA, que vão equipar seus futuros carros. Um desses modelos que apareceram como forma de antecipação é o Dodge Charger, que deve se tornar um modelo elétrico e será apresentado em meados de dois a três anos. O modelo deve deixar de ser um sedã tradicional para virar um sedã cupê, visto que os elétricos buscam a máxima da aerodinâmica para oferecer uma autonomia maior. O modelos usará a plataforma STLA Large, a mesma que deveremos ver no substituto do Challenger atual. A base STLA Large deve ser usada em modelos com tração AWD e muscle cars norte-americanos, usada em carros de 4,80 metros de comprimento a 5,50 metros de comprimento, com baterias de 101kWh a 118kWh e autonomia de até 800km. Para essa plataforma, a Stellantis deve oferecer as opções de motor como 170cv, 245cv, 204cv e 449cv. Com motores duplos, a plataforma ainda permitir ter modelos de 897km e com

Monstro com 720cv, Dodge Durango Hellcat SRT sai de linha nos Estados Unidos por emissões

Imagem
Foi bom enquanto durou. Apresentado no ano passado nos Estados Unidos, o Durango Hellcat SRT saiu de linha na América do Norte. Além das regras de emissões dos Estados Unidos, a falta de semicondutores encurtou a produção da versão esportiva do SUV. Produzido como versão topo de linha do Durango, o Hellcat SRT ficou em produção por mais de seis meses que foram prometidos para a versão. De acordo com o CEO da Dodge, Tim Kuniskis, o SUV tinha um semestre de produção confirmado na sua apresentação. Produzido na unidade de Jefferson North, em Detroit, a Dodge confirmou que foram menos de 2.000 unidades produzidas neste período. A versão SRT Hellcat conta com motor 6.2 V8 que desenvolve 720cv de potência com torque de 89,1kgfm, que acelera de 0 a 100km/h em 3,5 segundos e chegam à velocidade máxima de 290km/h. O Durango SRT Hellcat possui capacidade de reboque de 3.946kg. O câmbio é o automático de 8 marchas e a tração é integral. De acordo com a Dodge, o Durango na sua versão mais esportiv

Atuais Dodge Challenger e Charger Hellcat se despedem em 2023; demais saem em 2024

Imagem
A Dodge já estipulou datas de quando os clássicos modernos Challenger e Charger vão podem se manter no mercado norte-americano. De acordo com a Stellantis, as versões com motor V8 vão sair de cena já em meados de 2023. A informação foi confirmada pelo CEO da Dodge, Tim Kuniskis, em entrevista ao Motor Authority . Essa deve ser a data limite dos modelos equipados com motor Hellcat. “Eu terei este carro, esta plataforma, este motor como o conhecemos até o final de 2023. Há mais dois anos para comprar um Hellcat, depois é história" , disse Kuniskis. Já as demais versões de Challenger e Charger vão se manter em linha por mais alguns meses, em meados de 2024, pouco antes da apresentação dos substitutos elétricos serem apresentados. Desenvolvidos do zero, os carros elétricos devem até manter apenas os nomes, mas pode ter a proximidade de linhas mais retro como os carros atuais. Em julho, Kuniskis disse que o carro deve ter tração total e isso indica que ele deve ser equipado com dois ou

Dodge apresenta a segunda geração do Journey, com alma chinesa e que estreia no México

Imagem
A Dodge apresentou oficialmente a segunda geração do Journey, que será limitado a ser vendido em 26 países. O SUV estreia primeiro no México, estreando primeiro na América Latina como um rebadge de um utilitário esportivo da GAC, o GS5. Apresentado em 2018, o GAC GS5 é a base do novo Dodge Journey e que usa boa parte do desenho, mudando grade e para-choque dianteiro, tampa do porta-malas, para-choque traseiro e lanternas. Visualmente, o novo Joruney se destaca por contar com faróis que trazem luzes diurnas em LED e com três projetores de luz. Os faróis são diretamente ligados com a grade dianteira, toda com acabamento em preto brilhante e com o logotipo da Dodge no lado direito. A grade dianteira, por exemplo, lembra bastante a do Durango. O para-choque dianteiro possui faróis de neblina em LED com um desenho em “T”, nas extremidades. A parte inferior ainda possui um acabamento em tom prateado com uma entrada de ar inferior. O SUV ainda possui capô com linhas mais suaves. Nas laterais,

Dodge revela as imagens do início da produção e exportação da nova geração do Journey

Imagem
A Dodge apresentou as primeiras imagens da nova geração do Journey, que começa a ser vendido no México dentro de algumas semanas. Enquanto a produção não começa, ele será vendido como um rebadge do GAC GS5 e será vendido como Journey, substituindo o modelo que saiu de linha recentemente. Se seguir o utilitário da GAC, ele vai ter 4,695 metros de comprimento, 2,710 metros entre os eixos, 1,885 metro de largura e 1,700 metro de altura. Visualmente, o carro vai contar com faróis triplos de LEDs e lanternas traseiras que até lembram a identidade visual da marca, conectada por uma faixa em LEDs. Na China, o GAC possui motor 1.5 Turbo a gasolina que desenvolve 168cv de potência com torque de 26,9kgfm, com câmbio automático de 6 marchas e tração dianteira. De acordo com as imagens divulgadas, ele basicamente é o mesmo modelo da GAC, com uma nova grade dianteira com acabamento em preto brilhante e com o logotipo da Dodge no lado direito. A produção acontece na fábrica de Hangzhou, na China. De

Dodge revela primeira imagem teaser de novo SUV médio baseado no GAC GS5, para o México

Imagem
A Dodge revelou as primeiras imagens de um novo modelo que vai apresentar no México. Esse novo carro em questão será um SUV médio baseado em um modelo chinês, que pode ser produzido no México. O carro em questão será desenvolvido a partir do GAC GS5 e será um SUV com espaço para cinco ocupantes. Como se conhece da Dodge México, que não é uma marca que segue a Dodge norte-americana, ele será mais um rebadge da marca para o mercado mexicano. Se seguir o utilitário da GAC, ele vai ter 4,695 metros de comprimento, 2,710 metros entre os eixos, 1,885 metro de largura e 1,700 metro de altura. Visualmente, o carro vai contar com faróis triplos de LEDs e lanternas traseiras que até lembram a identidade visual da marca, conectada por uma faixa em LEDs. Na China, o GAC possui motor 1.5 Turbo a gasolina que desenvolve 168cv de potência com torque de 26,9kgfm, com câmbio automático de 6 marchas e tração dianteira. A Dodge ainda não revelou qual será o nome da novidade, mas ele poderá ser enviado pa

Dodge deve apresentar seu primeiro protótipo elétrico em alguns meses, até o final de 2022

Imagem
A Dodge confirmou que trabalha no desenvolvimento do seu primeiro carro elétrico, que pode ser antecipado ainda em 2021. De acordo com o CEO da marca, Tim Kuniskis, destacou que a empresa deve apostar em novas gerações de Charger e Challenger como modelos elétricos. Esses carros serão lançados entre 2023 a 2024 e que devem conviver certo tempo com os modelos atuais, com motor a combustão. O primeiro protótipo/conceito deve ser apresentado em breve, sendo revelado entre este ano e o ano que vem. Desenvolvido do zero, o carro deve manter apenas o nome, mas pode ter a proximidade de linhas mais retro como os carros atuais. Em julho, Kuniskis disse que o carro deve ter tração total e isso indica que ele deve ser equipado com dois ou quatro motores elétricos, podendo desenvolver cerca de 1.000cv de potência. Isso fica claro quando o carro aparece queimado pneus nas quatro rodas. “Rasgue as ruas … Não o planeta.” , disse a marca em comunicado nos últimos meses. O novo esportivo ainda deve se

Surge novos detalhes do Dodge Hornet, que será o primeiro híbrido da marca e estreia em 2022

Imagem
A Dodge segue desenvolvendo o seu novo utilitário esportivo, o Hornet, que deve ser apresentado em 2022. Primo do Alfa Romeo Tonale, o novo modelo deve ser apresentado como o primeiro híbrido da Dodge. Ainda não se tem muitas informações sobre o novo SUV da Dodge, mas ele deve substituir o Journey no lineup e deve ser mais esportivo que familiar. De acordo com o site Mopar Insiders , o novo modelo deve ter um porte semelhante ao do Jeep Compass mas baseado no Alfa Romeo Tonale. O Hornet deve ser bem menor, com cerca de 4,45 metros. Ele deve ser produzido na fábrica Pomigliano D’Arco, em Nápoles, na Itália. Conhecido internamente com os códigos como Projeto GG ou Projeto 5920, o Hornet deve ter espaço para cinco ocupantes e pode estrear a nova filosofia de design da Dodge. É bem possível que o Hornet use o mesmo motor híbrido do Jeep Wrangler 4xe, que traz o motor 2.0 Turbo da família Hurricane que desenvolve 272cv de potência e 40,7kgfm de torque, acoplado sempre ao câmbio automático d

Stellantis confirma lançamento de 20 eletrificados até 2023, sendo dez só elétricos

Imagem
A Stellantis confirmou que deve investir massivamente em seu processo de eletrificação, que deve ser sustentado por quatro plataformas reveladas recentemente. O grupo ítalo-franco-americano deve apostar, dentro de dois anos, 20 novos modelos eletrificados. Dez desses carros devem ser completamente elétricos e os outros dez devem ser híbridos. Esses híbridos podem ser tanto HEV (híbrido) como PHEV (híbrido plug-in). Destes, são 10 carros apenas elétricos, 9 modelos apenas com motor híbrido plug-in e um carro com motor híbrido plug-in e com opção elétrica. Ainda em 2021, a Citroën, Opel/Vauxhall e Peugeot devem apresentar modelos elétricos, enquanto a DS, Jeep e Peugeot terão um modelo híbrido cada, que estreiam neste segundo semestre. Em 2022, Citroën, Fiat Professional (duas novidades) e Maserati terão elétricos e Alfa Romeo, Citroën, Dodge, Opel/Vauxhall (duas novidades) e Peugeot apostarão em modelos híbridos. No primeiro semestre de 2023, a Citroën, Jeep, Maserati e Peugeot terão no

Stellantis confirma que Dodge terá seu primeiro modelo híbrido em 2022 e pode ser o Hornet

Imagem
A Dodge revelou informações que deve apresentar um novo utilitário esportivo, que deve ser um esportivo verdadeiramente. O modelo é conhecido como Hornet e deve ser o substituto do Journey. A diferença é que o modelo deve ser menor, com espaço para cinco ocupantes. Este modelo deve ser apresentado em 2022 e será um híbrido, primeiro eletrificado da Dodge. A informação foi confirmada por conta de uma imagem que mostra os planos da Stellantis nos próximos dois anos. O Dodge Hornet deve ser primo do Alfa Romeo Tonale e também deve ser produzido na Europa. O Dodge Hornet deve ser o primo ainda mais invocado do Alfa Romeo Tonale. Ele deve ser desenvolvido sobre a mesma plataforma do Jeep Compass, a Small Wide 4x4. O modelo da Dodge deve ser construído junto do Tonale, ou seja, ele vai ser produzido na unidade de Pomigliano D’Arco, na Itália. O SUV da Dodge deve ser equipado com o motor 2.0 Turbo da família Hurricane que desenvolve 272cv de potência e 40,7kgfm de torque, acoplado sempre ao c

Dodge também deve ganhar elétrico dentro da Stellantis e confirma esportivo para 2024

Imagem
Depois de ficar no ostracismo por algum tempo, a Dodge deve dar um passo bem largo para se tornar uma marca de elétricos. As novidades devem fazer com que a marca passe a ter modelos elétricos a partir de 2024, de acordo com o que foi comentado no Stellantis EV Day, que revelou os planos de cada marca. No caso da Dodge, a marca deve focar em seus automóveis de alto desempenho. Tim Kuniskis, CEO da Dodge, confirmou que a marca não deve focar em carros elétricos, mas sim em “eMuscles Cars”, com uma nova geração de automóveis que deve aumentar ainda mais a sua potência. O primeiro automóvel da Dodge deve ser apresentado em 2024 e pode ser o substituto do Challenger. O carro deve ter tração total e isso indica que ele deve ser equipado com dois ou quatro motores elétricos, podendo desenvolver cerca de 1.000cv de potência. Isso fica claro quando o carro aparece queimado pneus nas quatro rodas. “Rasgue as ruas … Não o planeta.”, disse a marca em comunicado. O novo esportivo ainda deve ser de

Postagens mais visitadas deste blog

Renault vai trazer 1º lote de 500 unidades do Kwid E-Tech Electric a partir de agosto

Chery desenvolve a chegada do eQ1 ao mercado brasileiro, candidato a elétrico mais barato

Volvo abre pré-venda do novo XC40 Recharge Electric P6, com motor de 231cv, por R$ 309.950

Surgem projeções de como pode ficar o Renault 'StepWay', que estreia no Brasil em 2023

Site confirma a escolha da Fiat para o nome do SUV oriundo do Projeto 376: Fastback

Com fechamento da fábrica, Chery Tiggo 3X sai de linha e Arrizo 6 virá importado da China

Porsche Panamera receberá nova geração em 2023 e central antecipa desenho do carro

Jeep confirma o lançamento da Gladiator para breve no Brasil; picape terá motor 3.6 V6

Volkswagen desenvolve um Polo Hybrid com motor eTSI, que chega na reestilização

Chery fecha fábrica de Jacareí (SP) até 2025, quando retoma produzindo híbridos e elétricos