Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Plano Estratégico

Ford confirma investimento de US$ 50 bilhões em modelos elétricos em apenas quatro anos

Imagem
A Ford voltou a confirmou que vai investir US$ 50 bilhões em modelos elétricos dentro dos próximos anos. De acordo com um vídeo da marca, a norte-americana confirmou que todo esse montante de dinheiro será investido até 2026. A Ford tinha confirmado o investimento de US$ 22 bilhões até 2025 e logo depois passou para US$ 30 bilhões. Alguns meses depois, a Ford disse que adicionaria US$ 20 bilhões a mais em mais um ano, chegando até 2026. A informação foi confirmada pelo CEO da Ford, Jim Farley. “E em quatro curtos anos, até 2026, teremos investido mais de US$ 50 bilhões em veículos elétricos e desenvolvimento de novas tecnologias” , disse Farley. Até o momento período, a marca cogita produzir cerca de 600.000 unidades de elétricos ao ano. No mês de março, a Ford confirmou que iria se dividir em duas divisões, sendo a Ford Blue e Ford Model e. A divisão Ford Model e se baseou no sucesso das equipes da Ford que desenvolveram o Ford GT, Mustang Mach-E e F-150 Lightning, assim como a divisã

JAC vai produzir elétricos da VW na China, na fábrica de Anhui, que está em modernização

Imagem
Depois da Volkswagen adquirir uma parte considerável da JAC (50%) em 2020, a marca chinesa deve passar a produzir elétricos da Volkswagen também em suas fábricas na China. A fábrica de Anhui, por exemplo, deve passar por uma expansão e vai passar a produzir modelos da Volkswagen também, desenvolvidos a partir da plataforma modular MEB. Rebatizada de Volkswagen-Anhui, a fábrica vai concluir os processos de renovação ainda neste ano de 2022 e terá uma capacidade de produzir cerca de 350.000 unidades ao ano. Assim, Anhui será a terceira fábrica apta a produzir automóveis com a base MEB, depois das fábricas da VAG, em Foshan e Xangai. A fábrica deve ter um diferencial entre as outras duas que é a fabricação das próprias baterias, tendo uma fábrica de baterias que será erguida ao lado da unidade de Anhui, com capacidade de produzir cerca de 150.000 a 180.000 baterias ao ano. A fábrica ainda terá uma pista de 10km no Campo de Provas, que serão usados para testes dos carros antes de ser entre

Futuramente, Nissan Group pode reviver Datsun como marca de elétricos de baixo custo

Imagem
A Datsun não faz nem um mês que voltou a ser história e já tem uma previsão de retorno. De acordo com algumas informações, a Nissan estuda a possibilidade de fazer com que a marca de baixo custo retorne como uma marca de elétricos baratos. Segundo informações do site Automotive News, há relatos de que a Nissan Group queira fazer da Datsun uma marca elétrica, mas, ainda assim, de baixo custo. O foco da Datsun, inclusive, continuaria acontecendo em mercados emergentes, chegando até mesmo em mercados onde essa segunda passagem da marca não chegou, como na América do Sul, onde ele ficou restrita a poucos mercados. "Como parte de sua estratégia global de transformação, a Nissan está focada em modelos e segmentos que trazem os maiores benefícios para clientes, concessionárias e parceiros. Para muitos milhares de proprietários em todo o mundo, a Datsun continua a fornecer uma experiência de condução imersiva, paz de espírito e um grande custo-benefício." , diz um comunicado da Nissa

Changan cria uma divisão chamada de Deep Blue, que terá o sedã C385; estreia em 2022

Imagem
Depois de apresentar as primeiras imagens do seu novo modelo elétrico em abril, chamando o carro apenas de C385, nome do código de desenvolvimento do carro, a Changan confirmou que vai criar uma nova subdivisão. Chamada de Shenlan para a China e de Deep Blue para mercados internacionais (aqueles fora da China, para a marca), a subdivisão contará com uma parceria com a Huawei e a CATL. Especificamente para carros elétricos, a subdivisão deve ser a ‘casa’ do ‘C385’. A informação da criação dessa nova divisão foi confirmada durante o Changan Automobile Global Partner Conference. A Changan Deep Blue deve fazer companhia com a Avatr, mas existirá uma diferença de mercado entre as duas empresas. A primeira é mais mainstream e a Avatr mais premium. A Changan já confirmou que a Deep Blue deve contar com alguns valores que vão ser levados em conta no desenvolvimento de cada carro: ‘Reconstrução Inovada’, que para a marca significa “satisfazer a imaginação de viagem ilimitada” , ou seja, os carr

Lexus quer vender 1 milhão de elétricos a partir de 2030; atualmente marca só tem dois EVs

Imagem
A Lexus confirmou, depois de apresentar o seu primeiro automóvel puramente elétrico, o RZ, que pretende vender cerca de 1.000.000 de unidades de elétricos por ano até o final da década. Atualmente, a marca conta com o UX 300e e o RZ 450e como elétricos. Em entrevista ao Automotive News, Takashi Watanabe, Engenheiro-Chefe da Lexus Electrified, confirmou que a Lexus quer migrar completamente para os elétricos. “É um desafio extremamente difícil migrar totalmente para elétricos e manter um negócio sustentável. Precisamos reduzir o custo da bateria e inovar todo o processo de fabricação do carro.” , disse Watanabe. A Lexus ainda confirmou que capacidade de produção ainda é um desafio para a marca alcançar este objetivo. A Lexus ainda estuda a possibilidade de erguer novas fábricas, além de renovar outras existentes, a fim de conseguir atingir a meta. O carro usa uma bateria 71,4kWh junto de um motor dianteiro elétrico de 204cv e torque de 27,2kgfm e um motor traseiro elétrico de 109cv. Com

Aston Martin confirma que quer vender 10.000 unidades ao ano até 2025 e ser rentável

Imagem
Mais ativa nos últimos anos e com a estreia de novidades, a Aston Martin quer voltar a ser lucrativa e expandir seus mercados e crescer no mercado. De acordo com informações, a marca quer aumentar suas vendas apostando em novos modelos e também na personalização dos seus carros. De acordo com Lawrence Stroll, Presidente da Aston Martin, a marca tem um plano de aproximar sua gestão ao o que a Ferrari tem feito ultimamente. Tendo a Mercedes-Benz como braço direito, a Aston Martin trabalha na sua eletrificação e recentemente confirmou que quer vender apenas elétricos a partir de 2030. Tobias Moers, CEO da Alfa Romeo, será encarregado de aumentar a lucratividade da marca. “Quando entrei, a empresa era dominada pela fabricação em vez de liderada pela engenharia, o que para um negócio de luxo automotivo é insano. Em uma empresa desse porte, você precisa do máximo de flexibilidade e agilidade.” , destacou Moers em entrevista para a Agência Reuters. Desde a chegada do executivo na marca ingles

BYD dá continuidade a sua rede de expansão de concessionárias no Nordeste e Centro-Oeste

Imagem
A BYD confirmou que fechou parceria com mais dois grupos de concessionárias para novas regiões. Com a meta de chegar a 45 concessionárias ainda em 2022, a BYD confirmou que nomeou o Grupo Saga para ter concessionárias em Brasília (DF), Cuiabá (MT) e Sinop (MT). “Representar a maior fabricante de veículos elétricos da China e uma das montadoras mais valiosas do mundo é uma grande honra. Seus automóveis de alta tecnologia, sofisticação e design futurístico, aliado às soluções de energia solar, vem ao encontro do plano estratégico do grupo em diversificar os negócios.” , afirma Sérgio Maia, Presidente do Grupo Saga. “Atuar no Centro-Oeste é fundamental para o crescimento e a consolidação da marca no Brasil. E a Saga é o parceiro ideal, pois dispõe de credibilidade e tradição na comercialização de automóveis na região” , destaca Henrique Antunes, Diretor de Vendas da BYD Brasil. Além dessas três novas concessionárias, a BYD também chegou um acordo para nomear o Grupo Carmais para ser o rep

Lucid quer vender 100 mil unidades do Air no Oriente Médio; sedã vai à Europa neste ano

Imagem
A Lucid confirmou detalhes da sua expansão para outros mercados. Mesmo com a redução na expectativa da produção em 2022 por conta da crise dos semicondutores, a marca já planeja chegar a dois novos mercados: o Oriente Médio e a Europa. O velho continente europeu será o primeiro a receber o sedã, que será vendido primeiro com a versão Dream Edition. “A expansão para a Europa e a decisão de oferecer o Lucid Air Dream Edition neste mercado servem para fortalecer a posição da Lucid como marca global e apoia ainda mais nossa missão de elevar os padrões da indústria de veículos elétricos” , disse Zak Edson, Vice-Presidente de Vendas e Serviço da Lucid. O sedã começa a desembarcar na Europa no final de 2022 e logo em 2023 começa a ser enviada as versões mais simples como a Pure, Touring e Grand Touring.  Na Europa, o Dream Edition terá autonomia em torno dos 900km, no ciclo WLTP.  Até o momento, está confirmada a ida do sedã para mercados como a Alemanha, Holanda, Suíça e Noruega. A primeira

Parte da reestruturação, Lotus revela a sua primeira nova concessionária em Londres

Imagem
A Lotus apresentou o novo padrão de concessionárias que a marca terá nos próximos anos. De acordo com informações reveladas pela marca inglesa, os modelos devem ser vendidos em espaços atualizados. A nova concessionária padrão inaugurou no distrito de Mayfair, em Londres, na Inglaterra. A loja estará localizada na rua Piccadilly, uma das mais famosas do Reino Unido. As novas lojas terão o logotipo da marca, tendo mais de 450m² de espaço comercial deslumbrante em dois andares e servirá como a vitrine para Eletre, Emira e o Evija. O piso térreo tem espaço para mostrar três carros da Lotus em um ambiente espetacular e incluirá uma loja de varejo completa da Lotus. Abaixo, haverá uma sala VIP para clientes visitantes – existentes ou futuros – e um conjunto completo de configuração digital da Lotus. A loja também fornecerá uma casa discreta em Londres para os clientes da Lotus Advanced Performance, a divisão sob medida e experimental da empresa lançada no início deste ano. De acordo com inf

Bentley revela que, para plano estratégico de eletrificação, vai contratar mais engenheiros

Imagem
A Bentley confirmou que quer trazer novos engenheiros para o desenvolvimento do seu plano estratégico de ser uma marca que vai passar por um plano estratégico. A marca apresentou detalhes do seu plano estratégico ‘Five in Five’, que constituirá num lançamento de um modelo elétrico, que será apresentado em meados de 2025 a 2030. A Bentley confirmou que quer se tornar neutra na emissão de poluentes até 2030. Voltando ao assunto dos engenheiros, a Bentley confirmou que planeja contratar novo pessoal nessa área, a fim de trabalhar na linha de elétricos. Os novos membros ainda vão poder trabalhar em áreas como UX/UI, engenharia de chassis e gerenciamento de design, apenas para citar alguns. “A Bentley está no meio da fase de transformação mais significativa na longa e ilustre história da empresa. Produtos extraordinários sempre estiveram no centro de nossos negócios, mas os engenheiros de amanhã enfrentam os desafios mais empolgantes de uma geração à medida que nos tornamos um negócio exclu

Lucid está pronta para expandir para a Europa, Oriente Médio e China entre 2022 e 2023

Imagem
A Lucid confirmou que quer expandir seu mercado para outros continentes. Além da América do Norte, sua terra natal, a Lucid deve chegar na Europa e também no Oriente Médio. Neste último, inclusive, a marca planeja ter a sua segunda fábrica. A Lucid já busca mercados no Reino Unido e trabalha para fazer com que os carros tenham volante no lado direito, podendo ser apresentado já no final deste ano de 2022. Em 2023, a Lucid quer chegar na China, mas provavelmente com a exportação a partir dos Estados Unidos. De acordo com um Porta-Voz da Lucid, a marca chega à Europa e ao Oriente Médio, em junho ou julho de 2022, enquanto a China é aposta para 2023. Na Europa, a Lucid começa a atender pela Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Finlândia, Islândia, Itália, Mônaco, Holanda, Espanha, Suécia, Suíça e Noruega. O Reino Unido também receberá os carros da marca, mas esse último acontece no final de 2022, com entregas em meados de 2023. A notícia boa vem logo depois da marca anunciar que vai pre

Recorde: Volvo comemora marca de 500 unidades vendidas de elétricos apenas em 2022

Imagem
A Volvo está comemorando a marca de 500 elétricos vendidos apenas em 2022. Isso torna a Volvo a marca que mais vendeu elétricos em apenas um ano no país, superando os resultados da Nissan de 2021. Vendendo XC40 e C40, a Volvo vem apostando cada vez mais em modelos elétricos e em breve apresenta o substituto do XC90, o Embla. “Para a Volvo é mais uma grande conquista, estamos transformando a indústria no Brasil. Bater o recorde de vendas apenas no quarto mês do ano significa muito para nós que sempre acreditamos na eletrificação e temos feito um trabalho contínuo para a expansão, investindo não somente em novos modelos, mas também em infraestrutura no país” , celebra João Oliveira, Diretor Geral de Operações e Inovação da Volvo Car Brasil. O primeiro elétrico da Volvo foi lançado em setembro de 2021 e hoje a Volvo lançou o C40 no primeiro trimestre deste ano. Os dois modelos são os dois mais vendidos elétricos no país. Desde que lançou seu primeiro veículo 100% elétrico, a Volvo tem se

Primeiro Alfa Romeo elétrico surge mesmo em 2024, possivelmente com um SUV, o Brennero

Imagem
A Alfa Romeo confirmou que o seu primeiro automóvel elétrico aparece mesmo em 2024. Mirando num mercado onde tenha apenas elétricos em 2028, em dois anos a marca apresenta o seu primeiro carro elétrico, que deve agregar ao lineup atual, com chances de ser um SUV menor que o Tonale, chamado de Brennero. Enquanto o Tonale apareceu como o primeiro híbrido da Alfa Romeo neste ano, o Brennero deve ser o primeiro elétrico. E depois dele, em 2025, a nova geração do Giulia já nasce como um elétrico puro. O mesmo deve acontecer com o Stelvio, que pode receber uma nova geração em meados de 2027. Os modelos trocam a plataforma Giorgio pela STLA Larga, que possui capacidade de trazer uma autonomia de até 800km. Em uma estação de recarga, a bateria recupera 32km a cada minuto. Segundo o Chefe da Alfa Romeo América do Norte e Vice-Presidente Sênior da Alfa, Larry Dominique, destacou que a Alfa Romeo deve trabalhar ainda com o sistema de som que os carros devem emitir. “Existem requisitos regulatório

Audi reafirma que foca em elétricos; motores a combustão vão até meados de 2040

Imagem
A Audi confirmou mais detalhes da sua eletrificação na Europa. No Velho Continente, a marca das argolas confirmou que a partir de 2026 todos os carros novos da marca serão vendidos com bateria, seja como um híbrido ou elétrico. Até meados de 2033, todos os carros movidos com motores a combustão devem ser substituídos por variantes elétricas. A informação foi confirmada por meio de Markus Duesmann, CEO da Audi, durante o Ludwig Erhard Summit. Os modelos da marca, fora da Europa, ainda devem manter os motores a combustão por mais algum tempo. Apesar disso, a marca acredita que o ideal seria deixa de produzir automóveis movidos a combustíveis a partir de 2040 no mundo todo. “Vamos ser corajosos como europeus e assumir a responsabilidade de desistir completamente dos combustíveis fósseis a partir de 2040. Devemos colocar toda a nossa energia em veículos elétricos a bateria para mobilidade individual” , destacou Duesmann. Ao que tudo indica, mercados como China, América do Norte e outras re

Aston Martin lança plano estratégico Racing Green, prevê híbrido para 2024 e EV em 2025

Imagem
A Aston Martin apresentou oficialmente as primeiras informações do seu plano estratégico, chamado de Racing Green. De acordo com a Aston Martin, a marca deve começar a pôr em prática seu plano a partir de 2024, com um modelo híbrido que chega em dois anos. Já o primeiro elétrico deve ser apresentado em meados de 2025, tendo uma gama totalmente elétrica a partir de 2030. Para isso, a Aston Martin vai lançar o híbrido plug-in em 2024 e não há informação de um elétrico a partir de 2025, mas pode ser um substituto do DB11 (um possível DB12?) ou até mesmo um substituto do Vantage. Esse modelo pode ser mais um ‘Powered by Mercedes’, com uma plataforma modular EVA2, a mesma do Mercedes-Benz EQS. Até 2026, a Aston Martin confirmou que vai apresentar uma gama completa de modelos eletrificados, com carros híbridos. A Aston Martin ainda confirmou que será parceira da Science Based Targets (SBTi), se alinhando com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU. Além de eletrificar toda a linha

XPeng expande sua presença na Europa com a chegada do P5 em quatro mercados na região

Imagem
A XPeng confirmou que começou a vender o P5 em mercados da Europa como Dinamarca, Holanda, Noruega e Suécia. O modelo marca a expansão da XPeng para os mercados europeus, que já oferecem P7 e G3. O P5 conta com 4,808 metros de comprimento, 2,768 metros entre os eixos e um design que é parecido com o do seu irmão maior. Na dianteira, o sedã conta com faróis de LED que ficam mais largos nas extremidades. Em posição horizontal, os faróis possuem uma grade dianteira que possui um friso cromado que conecta os faróis diurnos em LED da parte superior dos faróis. O para-choque dianteiro possui linhas bem suaves e traz uma entrada de ar inferior para refrigerar a baterias. Nas laterais, o sedã possui bocal da recarga das baterias, frisos cromados na base inferior das janelas e que só terminam na coluna D do sedã. Na parte inferior das laterais, o P5 possui um acabamento em preto brilhante que percorre toda a parte inferior da carroceria. O sedã ainda possui teto solar panorâmico. O caimento do

Jeep vai usar lucros de Wagoneer e Grand Wagoneer para bancar sua eletrificação

Imagem
Apostando em um plano de reestruturação no mercado global, a Jeep confirmou que deve trazer cada vez mais modelos eletrificados dentro dos próximos anos. Até 2025, a Jeep espera que 70% das suas vendas sejam de modelos elétricos e híbridos. De acordo com Christian Meunier, Chefe Global da Jeep, em entrevista a Agência Bloomberg , destacou que os maiores utilitários esportivos da Jeep, Wagoneer e Grand Wagoneer, serão os modelos de base para financiar os carros eletrificados. “Estamos em um período de transição e há clientes que têm algumas necessidades. A visão é liberdade de emissão zero, ponto final – é para onde estamos indo para a Jeep. O problema é que você não pode fazer isso da noite para o dia.” , destacou Meunier. De acordo com o Bloomberg, após a Jeep apresentar os modelos Wagoneer L e Grand Wagoneer L no Salão do Automóvel de Nova Iorque, que são modelos puramente a combustão, são os carros que financiarão o futuro elétrico. Enquanto outras marcas globais estabeleceram metas

Ainda sem elétricos, Seat pode ganhar um destino diferente dentro do Grupo VAG

Imagem
A Seat é uma das poucas marcas generalistas que ainda não possui um modelo elétrico feito a partir da plataforma modular MEB. Ao que tudo indica, a Cupra assume um papel mais premium, ao ponto de que a marca quer concorrer com a Alfa Romeo. Já a Seat deve continuar com uma proposta mais generalista e que pode acabar exercendo um papel de marca baixo custo, ficando até mesmo abaixo da Skoda. Isso porque até mesmo a Skoda já possui elétricos com plataforma MEB, com Enyaq e Enyaq Coupé. Atualmente, o Seat conta apenas com o Mii como um elétrico, mas é um modelo baseado no Volkswagen e-up!, ou seja, já é um projeto antigo. Com esse papel, a Seat teria a função de concorrer com marcas como Fiat, Dacia, Citroën e outras marcas que vendem modelos mais baratos. Tanto dentro da Renault Group como na Stellantis, as marcas de baixo custo tem conseguido alcançar bons resultados, justamente por conta da eletrificação contar com um preço mais elevado, o que deixa os carros caros para boa parte da po

Mercedes-Benz confirma plano para reduzir emissões de poluentes em 50% até 2030

Imagem
A Mercedes-Benz confirmou que seus carros devem ajudar a marca a diminuir a quantidade de emissões de poluentes pela metade, até o final desta década. De acordo com a Mercedes, a estimativa prevê a diminuição em 50% até 2030 a vai começar a mudar também sua postura na fabricação de veículos, usando materiais que também são livres da emissão de CO2, a fim de buscar ser uma marca neutra na emissão de gases. Tendo os números de 2020 como meta, a alemã quer buscar, primeiro, encontrar uma solução para produzir baterias sem emitir, o que já resolveria o problema em cerca de 20%. Depois do fim da vida útil destas baterias, a Mercedes já tem planos de reciclar as baterias usadas, com uma instalação de reciclagem neutra em CO2 na cidade de Kuppenheim, na Alemanha. A taxa de reciclagem das baterias será de 96%, graças a um novo processo hidrometalúrgico. O metal usado nos carros também deve ter providência neutra em emissão, enquanto o interior dos carros deve achar uma alternativa para substit

BMW é contra o fim dos motores a combustão do jeito que está sendo proposto, diz CEO

Imagem
A BMW voltou a comentar sobre o desenvolvimento de modelos elétricos e falou que os carros a combustão não podem ser facilmente descartados como está se dando a entender. De acordo com o CEO da BMW Group, Oliver Zipse, os motores a combustão interna não deveriam ser extintos. Isso porque a BMW vê que não será em todos os mercados em que ela poderá ter uma eletrificação quase que total, além da Europa. Isso porque outras regiões do globo ainda estão mais flexíveis. "Quando você olha para a tecnologia que está sendo lançada, o impulso do EV, devemos ter cuidado porque, ao mesmo tempo, você aumenta a dependência de muitos poucos países. Se alguém não pode comprar um EV por algum motivo, mas precisa de um carro, você prefere propor ele continua dirigindo seu carro velho para sempre? Se você não está mais vendendo motores de combustão, alguém o fará." , disse Zipse em entrevista para a Agência Reuters durante o Salão de Nova Iorque. A saída seria oferecer modelos híbridos nestes

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat Scudo chega ao Brasil no 2º semestre, com produção uruguaia e duas opções de motor

NBR é marca brasileira que surge como aposta de buggy e terá fábrica em Pernambuco

Audi lança a linha 2023 de A4 e A5 Sportback com motor híbrido-leve 40 TFSI, de 204cv

Fiat Scudo será vendido nas mesmas versões de Citroën Jumpy e Peugeot Expert, Cargo e Multi

BMW lança o Série 3 2022, com novidades nas versões 320i, que estreia por R$267.950

Stellantis já testa o Fiat Scudo no Brasil; lançamento vai acontecer ainda em 2022

Peugeot 4008 será apresentado em 2022 como um SUV médio cupê com base no novo 308

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

Volvo abre pré-venda do novo XC40 Recharge Electric P6, com motor de 231cv, por R$ 309.950

Nova Chevrolet Spin não deve ser baseada no Orlando, como era estipulado