Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Emissões de Poluentes

Suzuki Jimny sai de linha no Brasil por não conseguir atender as regras do Proconve L7

Imagem
Lá se foram 24 anos de venda do Jimny no mercado brasileiro. A conhecida terceira geração do Jimny chegou importado do Japão no Brasil em 1998 e seguiu em linha até 2003, quando a Suzuki decidiu sair do país. Em 2008, ele voltou a ser importado com o retorno da marca ao nosso país. Em 2012, o já veterano começou a ser produzido em Itumbiara (GO), onde a Suzuki chegou a ter uma fábrica própria para a produção do Jimny, mas logo depois passou a ser produzido em Catalão (GO), com sua produção transferida. Conhecido como um dos 4x4 mais valentes do país, o Jimny não conseguiu sobreviver ao Proconve L7. De acordo com informações, a atualização do seu motor 1.3 16v a gasolina seria muito custosa para a HPE adaptar e seguir com a produção do modelo, que já tinha saído de linha em outros mercados em 2018, quando a marca apresentou o Jimny Sierra, que é a nova geração do compacto – e que segue em linha. O motor do Jimny é o valente 1.3 16v a gasolina que desenvolve 85cv e 11,2kgfm, acoplado a u

Zem Vehicle é um protótipo de carro de limpa o ar do CO2 criado por estudantes holandeses

Imagem
Estudantes da Holanda desenvolvem um conceito de um carro que consegue consumir CO2. O conceito foi desenvolvido por alunos da Universidade de Tecnologia de Eindhoven, na Holanda. O carro seria considerado ideal para países onde existem muitas emissões de CO2. Chamado de Zem, o nome do carro parte de Zero Emissions Vehicle. “Este carro foi feito com o objetivo de minimizar o CO2 emitido durante a fase de fabricação, a fase de vida útil e a fase de fim de vida” , disse Jens Lahaije, Membro da Equipe da Universidade de Tecnologia de Eindhoven, à EuroNews . O carro ainda foi desenvolvido com uma série de materiais em plástico reciclado, trazendo linhas de design bem simples. Ele ainda teve materiais impressos em 3D, como o monocoque e os painéis da carroceria. Estes estão com o uso de materiais reciclados. Ele é equipado com um filtro que captura CO2 e consegue pegar 2kg de CO2 a cada 20.000km. Apesar de não ser uma quantidade enorme, os estudantes entendem que a tecnologia ainda é um iní

Kia lança a linha 2023 do Bongo no Brasil, que chega com novidades por conta do Proconve L7

Imagem
A Kia apresentou a linha 2023 do Bongo no mercado brasileiro, que passa a vir adaptado ao Proconve L7. Ele será vendido nas versões K.788 e K.798, por R$ 148.990 e R$ 155.990, respectivamente. O Bongo é equipado com um motor 2.5 Diesel que passa a desenvolver 130cv de potência com troque de 26kgfm, uma perca de 2cv. Ele ainda manteve o câmbio manual de 6 marchas e o tanque de combustível passa a ter uma capacidade de 60 litros de capacidade. De série, ele vem com console central com descansa-braço rebatível e porta-objetos com 2 porta-copos, odômetro digital com medições parciais A e B, vidros com comando elétrico nas portas, faróis com lâmpadas halógenas e lentes de policarbonato, limpador do para-brisa com acionamento intermitente de frequência variável, retrovisores externos bipartidos com espelho convexo complementar, rodas de aço aro 15” (rodeiro simples) com pneus 195/70, acelerador eletrônico tipo Drive-by-Wire, cintos de segurança de 3 pontos para todos os ocupantes, direção hi

Recalibrado, Nissan Kicks perde potência com motor 1.6 16v Flex, que passa a ter 113/110cv

Imagem
A Nissan revelou mais informações sobre as novidades que o Proconve L7 trouxe ao motor 1.6 16v Flex que equipam Kicks e Versa no Brasil. No caso do SUV, a marca confirmou que o motor recebeu ajustes para estar de acordo com as regras de emissões. Antes, o motor desenvolvia 114/114cv de potência com torque de 15,5/15,5kgfm. Agora o mesmo desenvolve 113/110cv e 15,3/15,2kgfm, ou seja, uma perda de 1/4cv de potência e 0,2/0,3kgfm quando abastecido com etanol/gasolina. O câmbio se mantém os mesmos, manual de 5 marchas ou o automático CVT X-TRONIC, que conta com as funções S-Step e Sport. De acordo com a Nissan, a boa notícia é que ele fica mais econômico, tendo consumo de 7,8km/l na cidade e 8,9km/l na estrada com etanol e 10,9km/l na cidade e 12,7km/l na estrada com gasolina, com câmbio manual. As versões equipadas com câmbio CVT, o consumo na cidade é de 7,6km/l e 9,3km/l na estrada com etanol e respectivamente de 11,3km/l e 13,6km/l com gasolina. Isso na linha 2022. Com o modelo 2023, o

HPE retoma produção do Mitsubishi Outlander Sport em Catalão (GO); Suzuki Jimny é dúvida

Imagem
Com produção paralisada desde dezembro de 2021 por conta de não estarem adequados ao Proconve L7, a HPE, responsável pelas operações da Mitsubishi e Suzuki no país, confirmaram que seguem trabalhando no motor de Mitsubishi Outlander Sport e Suzuki Jimny. De acordo com o grupo, o Mitsubishi Outlander Sport já está apto a retomar a sua produção, enquanto o Jimny ainda era dúvida. Dois projetos antigos, os modelos devem ter dado mais trabalho para o grupo, a fim de fazer com que seus motores envelhecidos ainda consigam atender as normas. O Outlander Sport foi lançado em julho de 2020 como uma aposta de um ASX renovado e com um novo nome, mas mantendo basicamente o mesmo do ASX que conhecemos – lançado aqui em 2010. O SUV compacto é vendido com a tração 4x2 e AWD, ambos com motor 2.0 16v Flex de 170/160cv, torque de 22,9/21,9kgfm e câmbio automático CVT. Já o Suzuki Jimny é um dos projetos mais antigos ainda em linha, datado do final do século passado. Ele é equipado com motor 1.3 16v a ga

Mercedes-Benz confirma plano para reduzir emissões de poluentes em 50% até 2030

Imagem
A Mercedes-Benz confirmou que seus carros devem ajudar a marca a diminuir a quantidade de emissões de poluentes pela metade, até o final desta década. De acordo com a Mercedes, a estimativa prevê a diminuição em 50% até 2030 a vai começar a mudar também sua postura na fabricação de veículos, usando materiais que também são livres da emissão de CO2, a fim de buscar ser uma marca neutra na emissão de gases. Tendo os números de 2020 como meta, a alemã quer buscar, primeiro, encontrar uma solução para produzir baterias sem emitir, o que já resolveria o problema em cerca de 20%. Depois do fim da vida útil destas baterias, a Mercedes já tem planos de reciclar as baterias usadas, com uma instalação de reciclagem neutra em CO2 na cidade de Kuppenheim, na Alemanha. A taxa de reciclagem das baterias será de 96%, graças a um novo processo hidrometalúrgico. O metal usado nos carros também deve ter providência neutra em emissão, enquanto o interior dos carros deve achar uma alternativa para substit

JLR confirma que vai reduzir quase pela metade a emissão de poluentes, em 46%, até 2030

Imagem
A Jaguar-Land Rover confirmou que trabalha na eletrificação de sua linha no mercado global. Tanto a Jaguar como a Land Rover confirmaram suas metas de sustentabilidade para essa década até meados de 2030. A JLR confirma que vai reduzir as emissões diretas de gases do efeito estufa na fabricação dos seus carros em até 46%, considerando o valor absoluto em comparação com a linha base de 2019. A empresa ainda confirmou que vai diminuir em 54% as emissões médias dos veículos em sua cadeia, com redução de 60% na fase de utilização. “A sustentabilidade é a chave da nossa estratégia ‘Reimagine’, cuja meta é atingir a neutralidade de carbono antes de 2039 enquanto criamos os veículos modernos de luxo mais cobiçados do mundo. Ao passarmos de uma ambição climática à ação, temos de integrar a sustentabilidade no ADN da Jaguar Land Rover para minimizar a pegada de carbono em toda a nossa cadeia de valor. Os objetivos científicos permitem-nos determinar a quantidade e a velocidade necessárias para

Volkswagen troca o motor do Delivery Express por um 3.0 diesel de 156cv da FPT

Imagem
A Volkswagen trocou o motor do Delivery Express. Agora, o novo conjunto desenvolvido pela FPT Industrial representa maior potência, desempenho e economia, além de um consumo de combustível que é 5% menor. A novidade passa a equipar o Delivery Express+, com o F1C Euro VI, que é um motor 3.0 Diesel que desenvolve 156cv de potência com torque de 36,7kgfm, de acordo com o Proconve L8 do Programa de Controle de Emissões Veiculares (PROCONVE) traz uma calibração exclusiva para o modelo. De acordo com a FPT, o motor possui injeção eletrônica Commom Rail que oferece maior torque em baixas velocidades. O novo motor garante arrancadas mais vigorosas, até mesmo em subidas. Isso tudo emitindo menos óxidos de nitrogênio e hidrocarbonetos. “O motor FPT F1C é o melhor da classe em potência e torque. Ele alia baixo consumo de combustível e baixo custo operacional, com máxima eficiência. Também demanda menos paradas para manutenção” , explica o diretor de Engenharia de Produto da FPT Industrial, Alexan

Renault segue trabalhando para eletrificar Fernando de Noronha e descarbonizar a ilha

Imagem
A Renault confirmou a estreia do Projeto Trilha Verde, que está alinhado ao programa Noronha Carbono Zero, em evento realizado no Palácio do Campo das Princesas, sede administrativa do Governo do Estado de Pernambuco. A marca entregou 10 unidades do Zoe E-Tech Electric, que serão usados em Fernando de Noronha pelo projeto de Pesquisa e Desenvolvimento da Neoenergia Pernambuco, companhia energética do estado. O conjunto de ações do projeto contempla ainda a instalação de duas usinas de geração de energia limpa por meio de placas solares, construídas pela Neoenergia, além do desenvolvimento e avaliação de soluções e modelos de negócios aderentes à realidade da ilha. “Para a Renault, é um grande privilégio dar continuidade à nossa parceria que visa contribuir com o programa Noronha Carbono Zero, e assim ajudar na preservação da ilha de Fernando de Noronha, um patrimônio ecológico da humanidade” , destacou Ricardo Gondo, Presidente da Renault do Brasil. O evento contou ainda com a presença

Subaru descarta chances do novo WRX ter versão STI a combustão por conta da vida útil

Imagem
A Subaru confirmou que a nova geração do WRX não deve receber uma versão STI. Pelo menos, não do jeito que a gente conhece. Em comunicado, a Subaru confirmou dizendo que “o mercado automotivo continua a se mover em direção à eletrificação, focados em como nossos futuros carros esportivos e de desempenho devem evoluir para atender às necessidades do mercado em mudança, e os regulamentos e requisitos para gases de efeito estufa, veículos com zero emissões e Economia Média de Combustível Corporativa, explorando oportunidades para a próxima geração do Subaru WRX STI, incluindo eletrificação, mas um motor de combustão interna de próxima geração WRX STI não será produzido com base na nova plataforma WRX. À medida que olhamos para o futuro, também esperamos incorporar a essência da STI em nossa próxima geração de veículos [elétricos]” , ou seja, a Subaru deve fazer com que o novo WRX STI possa ser um modelo eletrificado, morrendo pelo menos nessa geração. A informação foi confirmada por conta

Mercedes-Benz planeja que 40% dos seus novos carros possuam materiais recicláveis

Imagem
A Mercedes-Benz confirmou que vai desenvolver uma série de mudanças em seus carros durante o seu processo de eletrificação. Além de passar a fazer carros com motores elétricos, a Mercedes quer fazer com que seus veículos com componentes que provém de materiais reciclados, a fim de atingir a sua meta de ser neutra em carbono até 2039. Cerca de 40% dos seus modelos contarão com materiais reciclados. “Nossa visão é transformar toda a nossa cadeia de valor em um ciclo tão fechado quanto possível. Nossos veículos de produção em série já contêm um grande número de materiais reciclados. Nos próximos dez anos, aumentaremos a participação de matérias-primas secundárias em nossa frota de carros de passeio para uma média de 40%” , disse Markus Schäfer, Diretor de Tecnologia da Mercedes. Isso deve fazer com que a Mercedes-Benz siga os passos de marcas como a Volvo e MINI, que já confirmaram que vão abolir o uso de materiais em couro. Os materiais substitutos que vão aparecer nos carros serão mater

Nissan GT-R sai de linha na Europa por conta das regras de emissões no Velho Continente

Imagem
A Nissan confirmou que o GT-R não será mais vendido na Europa, por conta das regras de emissões de poluentes. Lançado em 2007, a atual geração já conta com 15 anos de mercado e já começa a demonstrar suas limitações de projeto. Esse também não é o primeiro mercado a cancelar as vendas do esportivo, visto que o GT-R também saiu de linha na Austrália. A Nissan confirmou que, com “13 anos após sua introdução na Europa como ícone de alto desempenho automotivo acessível, podemos confirmar que a produção europeia de GT-R terminará em março de 2022 devido à nova União Europeia & Reino Unido devido a regulamentos a partir de 1º de julho de 2021.”, disse a Nissan Reino Unido. A informação foi confirmada também por informações que o site Autoblog Netherlands destacou, dizendo que o modelo já não estava mais disponível em vários países da Europa. Apenas Alemanha e Bélgica ainda mantinham unidades do esportivo no catálogo, mas provavelmente em fim de estoque. A nova geração do Godzilla deve s

Polestar revela mais informações sobre seu projeto livre de emissões, o Polestar 0 Project

Imagem
A Polestar revelou novas informações sobre o desenvolvimento do Polestar 0 Project, que prevê a neutralidade da emissão de carbono até 2030. A marca sueca quer até mesmo que o desenvolvimento dos seus novos veículos já sejam livres de emissões de poluentes, além da produção, vendas e suporte. O projeto, chamado de Polestar 0 Project, não vai recorrer ao sistema de compensação de emissões pelo plantio de árvores, sendo uma maneira ainda mais avançada para a marca por a tarefa em prática. O esforço deve gerar toda uma cooperação sistemática de uma cadeira de suprimentos que deve ser revisto. “Outros fornecedores, pesquisadores, universidades, empreendedores, investidores e organizações governamentais e não governamentais, para possível colaboração. Além da chamada aberta, a Polestar chegará a pesquisadores de todo o mundo através da SDSN, a maior rede acadêmica do mundo, trabalhando em apoio aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e ao Acordo de Paris” , disse a marca. A Polestar ai

Fábrica de Araquari (SC) da BMW passa a contar com segunda etapa de energia solar na unidade

Imagem
A fábrica de Araquari (SC) da BMW passou a contar com painéis solares fotovoltaicos, que ganhou novas placas no teto da fábrica. Em 2020, a BMW começou a instalação da primeira fase, com 562 placas na unidade fabril. Agora, a marca completou a segunda etapa da instalação, com 520 novas placas que totalizaram 1.082, montadas acima do prédio de Montagem e Carroceria. Essa segunda etapa foi concluída no mês passado, tendo uma área que cobre 2.543m² e com capacidade de gerar 600MWh de energia por ano. A instalação começou a ser feita no fim de 2020 e com essa ampliação, a fábrica deve deixar de emitir cerca de 157,2 toneladas de CO2 por ano, ocupando 5% do telhado do prédio da Montagem. Com isso, a planta segue também a meta do BMW Group no mundo de reduzir a emissão de CO2. Uma das metas atingidas, que devia ser alcançados até 2030 – é reduzir em 80% a emissão de CO₂ na produção, por veículo. Outras metas que estão na lista é reduzir em 20% a emissão de CO₂ por veículo na cadeia produtiva

Motor 1.6 16v FlexStart da Stellantis ganha mais potência e estreia no Citroën C4 Cactus

Imagem
A Citroën será a primeira marca a receber as atualizações sobre o motor 1.6 16v FlexStart, rebatizado para 1.6 VTI 120. O C4 Cactus será o primeiro carro a vir com esse motor, atualizado para atender as regras do Proconve L7. Se o motor poderia sentir essas mudanças, elas com certeza seria agridoces. O motivo é que o 1.6 ficou mais forte e mais fraco ao mesmo tempo, em termos de cavalaria. Isso porque o motor passou a desenvolver 120/113cv de potência e o torque baixou para 15,7/15,5kgfm, ante os 16,1kgfm de ambos os combustíveis até o modelo 2021. O motor desenvolvia antes 118/115cv de potência, com torque de 16,1kgfm, ou seja, um ganho/perda de 2cv com etanol/gasolina e o toque caiu em 0,4/0,6kgfm com os mesmos combustíveis, respectivamente. O câmbio automático continua o mesmo, de 6 marchas. Outra mudança ficou por conta do rpm, visto que a potência dos 120cv é entregue em 6.000rpm (com 118cv entregava em 5.750rpm), enquanto que com os 113cv também é entregue em 6.000rpm. No torque,

No Brasil, Volkswagen consegue contratar linha de crédito com Bradesco para demandas ESG

Imagem
A Volkswagen confirmou que fechou uma parceria com o Banco Bradesco para dívidas relacionadas com metas ESG (Ambiental, Social e Governança). Com isso, a marca vai ser a primeira montadora do país a ter um acordo de captação de uma dívida bancária, por meio de Notas de Crédito à Exportação (NCE), com compromissos ESG, chamada Sustainable-Linked Loan (título de dívida sustentável). A operação, realizada com o Bradesco, foi fechada no valor de R$ 500 milhões, com prazo de três anos, e está atrelada a compromissos claros da montadora de aumentar a participação de mulheres na liderança e a redução nas emissões de CO2 de origem fóssil em suas operações. “Global e localmente, a VW tem atuado fortemente na estratégia Way to Zero, de descarbonização de suas operações em todo o mundo até 2050, assim como no aumento da diversidade de seus colaboradores, em todos os níveis hierárquicos. Com a emissão dessa dívida, nos comprometemos publicamente a cumprir com metas desafiadoras e que vão acelerar

Fiat Toro chega à linha 2022 com tanque Arla 32 e fica até 7,4% mais econômica que a linha 2021

Imagem
A Fiat apresentou a chegada da linha 2022 da Toro ao mercado com algumas novidades. A picape passa a ficar mais eficiente na linha 2022 quando equipada com o motor 2.0 MultiJet Turbo Diesel, que desenvolve 170cv e 35,7kgfm, acoplado ao câmbio automático de 9 marchas e a tração 4x4. Para atender ao Proconve L7, a Fiat fez a picape receber o sistema de injeção de ureia para controle de emissões. O tanque de Arla 32 tem 13 litros e autonomia de até 10.000km, representando um gasto extra aproximado de R$ 5,20 a cada 1.000km rodados. Com a chegada desse novo tanque, não impactou o tamanho do tanque de 60 litros e faz a Toro rodar cerca de 760km. O consumo médio é de 12,7km/l. A Fiat ainda confirmou que, com o motor 1.3 16v Turbo Flex, a picape também ficou mais econômico quando comparado ao propulsor regido pela legislação anterior, com uma melhora de até 7,4% no consumo de combustível. Nas versões com motor TD350, o intervalo de revisões é a cada 20.000km ou um ano e as três primeiras revi

BMW Group investe em aço de baixa emissão de carbono em suas quatro fábricas da Europa

Imagem
A BMW confirmou que vai ser mais uma montadora a ingressar na extração e produção de materiais de baixa emissão de poluentes. O grupo alemão vai focar especificamente em escolher aços de extração e produção que não agridam o meio ambiente, ajudando os alemães a alcançarem sua meta de neutralização do carbono. A BMW assinou um acordo com a empresa alemã Salzgitter, que vai fornecer os materiais para a marca a partir de 2026. Esse deve ser o segundo fornecedor da marca com baixo carbono. O grupo prevê que 40% de suas operações industriais na Europa possa contar com esse tipo de premissa até meados de 2030. Com isso, a alemã pretende diminuir as suas emissões de poluentes em até 400 toneladas ao ano. Só na Europa, a BMW conta com quatro fábricas e que emitem mais de meio milhão de toneladas de aço anualmente. Outra medida que o grupo já tinha tomado é que a BMW estaria livrando o combustível necessário para a produção do aço em combustíveis fósseis, usando maquinários movidos a hidrogênio

Fiat Argo também traz novidades para o motor 1.0 6v Firefly, por conta do Proconve L7

Imagem
Depois de atualizar os motores 1.3 8v Firefly, 1.4 8v Fire EVO Flex e o 1.0 8v Fire EVO Flex, a Stellantis trouxe novidades para o motor 1.0 6v Firefly Flex, que chega com menos potência e torque e mais econômico. Atendendo as regras do Proconve L7, o motor passou de 77/72cv de potência e 10,9/10,4kgfm para 75/71cv e 10,7/10kgfm de torque quando abastecido com etanol/gasolina. Com isso, o motor perdeu até 2cv e 0,4kgfm. O consumo, no entanto, passou para 9,6km/l na cidade e 10,6km/l na estrada quando abastecido com etanol e 13,6km/l e 15,1km/l quando abastecido com gasolina no mesmo ciclo cidade/estrada. O consumo melhorou em até 0,2km/l. A potência máxima do motor 1.0 6v agora chega aos 6,250rpm e o torque atinge seu pico de força em 4.200rpm com gasolina e em 4.000rpm com etanol. Atualmente, apenas o Argo usa esse motor, mas em breve o conjunto chega também aos Cronos, quando o sedã substituir de vez o Grand Siena. Esse motor ainda poderia voltar ao Mobi, em substituição ao velho mot

Postagens mais visitadas deste blog

Única Lamborghini Aventador Ultimae no Brasil está à venda, mas por R$ 8,7 milhões

Curiosidades: Quantos BTUs possui o ar-condicionado de um carro?

Lamborghini apresenta o novo Huracán Super Trofeo Evo 2, com evoluções aerodinâmicas e visuais

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

Novo Chevrolet SS poderá ser nosso novo Chevrolet Omega!

SsangYong apresenta o Torres e espera que SUV marque recuperação da marca coreana

Curiosidades: Os carros mais vendidos do Brasil em 2003!

Jeep Commander vai receber dupla de motores maiores, com o 2.0 Turbo e o 2.2 Turbo Diesel

Jeep já vende o novo Renegade com descontos para consumidores com CNPJ em até R$ 13.063