Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Emissões de Poluentes

Stellantis vai testar combustíveis sintéticos eFuel em 28 famílias de motores mais antigos

Imagem
Stellantis finaliza testes de 28 famílias de motores que estão em testes com eFuels, combustíveis sintéticos, produzidos em carros desde 2014 na Europa A Stellantis confirmou que vai finalizar os testes de eFuels em uma gama de 28 famílias de motores usadas pelas marcas desde 2014 por Abarth, Alfa Romeo, Citroën, Chrysler, Dodge, DS, Fiat, Jeep, Maserati, Peugeot, Opel, Vauxhall, RAM e Ferrari, sendo que essa última ainda não tinha sido emancipada em 2014, no lançamento do Euro6. Com esses testes e com o possível uso de combustíveis sintéticos, poderia economizar emissões de poluentes de 28 milhões de motores. O uso de eFuels pode ajudar na rápida emissão de poluentes em motores a combustão, por ser um combustível produzido a partir de CO2 atmosférico capturado e de energia renovável. “Estamos redobrando a nossa luta contra o aquecimento global, testando combustíveis neutros em carbono como uma solução complementar à nossa abordagem holística de descarbonização. Embora permaneçamos f

Surgem informações do Projeto T3 da Ford, que será produzida em fábrica nova no Tennessee

Imagem
Ford confirma investimento na unidade chamada de Blue Oval City, localizada no Tennessee, nos Estados Unidos; unidade vai produzir picape elétrica do ‘Projeto T3’ A Ford confirmou um novo investimento nos Estados Unidos para a produção da as segunda picape elétrica, conhecida como Projeto T3. O modelo será produzido na nova fábrica chamada pela Ford de Blue Oval City, que será erguida no estado de Tennessee, nos Estados Unidos. A unidade vai produzir picapes elétricas, além de desenvolvimento de softwares e veículos com foco em aerodinâmica. Além disso, o conjunto industrial vai produzir veículos elétricos, baterias e polo de fornecedores de carbono zero. Essa nova picape deve ser apresentada em meados de 2025, sendo conhecida apenas como Projeto T3. A nova fábrica que vai produzir o modelo terá uma capacidade anual de produzir 500.000 veículos e a unidade terá uma parceria com a SK On, que é uma fornecedora de baterias. Para a fábrica, serão investidos US$ 5,6 bilhões. “A BlueOval C

Peugeot confirma fim de linha do motor diesel para 2024; 3008 é o primeiro a abandonar motor

Imagem
Peugeot também inicia movimento de despedida da oferta de motores diesel na Europa e em outros mercados e terceira geração do 3008 é a primeira a não oferecer motor A Peugeot é uma das marcas que está se despedindo rapidamente dos motores a diesel, conhecidos na marca como BlueHDi. Os conjuntos estão sendo desligados aos poucos, tanto na Europa como em outros mercados, como é o caso da Austrália, que perdeu a opção a diesel para o 3008 atual, de segunda geração. Aliás, falando no SUV médio, a terceira geração será o primeiro lançamento da marca a não vir com nenhuma opção de motor BlueHDI. No mês passado, a marca francesa retirou do catálogo a oferta de motores diesel para 208 e 2008, assim como confirmou que apenas as atuais gerações de 3008 e 5008 (ambos de segunda geração) vão ter o motor por mais algum (pouco) tempo. E pouco mesmo, até meados do início de 2024. O motor deve seguir em linha por um pouco mais de tempo na linha de comerciais leves como é o caso de Expert e Boxer, ma

Europa permite combustível sintéticos no pós-2035 em carros, desde que não emita CO2

Imagem
Carros com motor sintético vão poder continuar em linha na Europa depois de 2035, após Itália e Alemanha ganharem apoio; combustíveis terão que ser neutros em CO2 A União Europeia confirmou que vai conseguir deixar que a indústria europeia consiga manter os motores a combustão em linha, desde que eles sejam abastecidos com combustíveis sintéticos livres de emissões de poluentes. Após muitas discussões, a Alemanha ganhou um ponto que vai permitir o desenvolvimento e vendas desse tipo de veículo após o ano de 2035, que será o último para muitos motores a combustão. Além da Alemanha, o pedido também conta com países como Itália, República Checa, Eslováquia, Polônia, Romênia e Hungria. Vale destacar que países como Alemanha e Itália são os que estavam pedido para que ao menos esse tipo de combustível pudesse ser usado, visto que tem marcas como Porsche, Ferrari e Lamborghini, por exemplo, confirmou a Agência Reuters . Com isso, a União Europeia criou uma categoria de veículos de vão usar

MINI revela suas rodas 100% feitas de alumínio reciclado, que estreiam com o Cooper SE Cabrio

Imagem
MINI confirma que seus carros usam rodas de alumínio 100% reciclado; novidade estreia com o Cooper SE Cabrio, diminuindo emissões de carbono em 75% A MINI confirmou que o Cooper SE Cabrio estreou com uma forma de produzir rodas. As rodas usadas no conversível é o primeiro carro a ter rodas de liga leve feitas inteiramente de alumínio reciclado, o que contribui com a diminuição de emissões de poluentes. Usando 100% de materiais reciclados, a roda foi desenvolvida em conjunto com a Ronal, usando um material oriundo de alumínio reciclado que vai conservar as fontes de matéria-prima, eliminando o processo de eletrólise. “Como fabricante premium, consolidamos a sustentabilidade no desenvolvimento desde o início. As rodas de liga leve do conversível totalmente elétrico de quatro lugares são um excelente exemplo de uso sustentável de recursos e representam um marco importante no caminho para a economia circular para o BMW Group.”, disse o Dr. Nicolai Martin, Vice-Presidente Sênior de Desenv

Fornecedora de alumínio da Ford é acusada de poluição na Amazônia, em Barcarena (PA)

Imagem
Mineradora brasileira, responsável por enviar alumínio para a produção da Ford F-150 Lightning, é acusada de poluição em Barcarena (PA), próximo da Amazônia Chamada de Chernobyl na Amazônia brasileira, a cidade de Barcarena (PA) vem sofrendo com o parque industrial que possui ao sul da cidade. Instalada na década de 1990, a refinaria da Hydro Alunorte vem sendo acusada pela população por contribuir com a poluição de lixo tóxico que estão contaminando o abastecimento de água da região. O processo levantado por cerca de 11.000 habitantes alega que a refinaria, a maior de alumínio do mundo fora da China, estaria liberando vestígios de alumínio e outros metais no meio ambiente, especialmente nas águas. Isso tem motivado que várias pessoas sofram com doenças como câncer e defeitos congênitos. Pertencente a norueguesa Norsk Hydro, a empresa é fornecedora da Ford, que produz a F-150 Lightning com os componentes minerados no Brasil. O alumínio é enviado para a Pensilvânia e uma fundição no C

BMW anuncia corte de emissões de poluentes com alumínio em 70% em fábrica dos EUA

Imagem
BMW confirma corte das emissões de carbono na produção de alumínio para seus utilitários esportivos em 70% na unidade de Spartanburg, nos Estados Unidos A BMW confirmou que a produção na unidade de Spartanburg, na Carolina do Sul, nos Estados Unidos, recebeu um investimento para a redução de emissão de carbono para a produção de utilitários esportivos que usam alumínio na carroceria, como é o caso do XM, produzido na unidade. A marca alemã confirmou que a unidade vem recebendo uma série de investimentos para reduzir emissões na produção de alumínio, aço e plásticos. A BMW ainda destaca que vai reduzir a dependência das operações hidrelétricas do Rio Tinto, do Canadá, a partir de 2024, que ajudará a reduzir as emissões. A alemã confirmou que materiais como alumínio são usados no capô e em outros componentes do XM. Informações dão conta que a produção de modelos eletrificados tem, no alumínio, ¼ do volume de emissões de carbono, o que explica os esforços em investimentos na área. “Te

Polestar quer produzir o primeiro automóvel livre de emissões de poluentes até 2030

Imagem
Polestar lança projeto ‘Polestar 0’ para criar carros neutros em emissões de poluentes e fecha parceria com oito empresas para alcançar tais metas Depois de ter lançado a dupla Polestar 1 e Polestar 2, além de, mais recentemente, o Polestar 3, a empresa confirmou que vai trabalhar em novos veículos a partir de um novo projeto. Trata-se do ‘Polestar 0’, projeto que a marca quer trabalhar e apostar em carros que sejam livres de emissões de CO2. Mas aí você me pergunta: ‘Mas os carros da marca já não são 100% elétricos?’. Sim, mas a sueca comenta também sobre a cadeia de suprimentos. O projeto prevê que, até 2030, os carros da marca sejam desenvolvidos com emissões neutras em poluentes. Para isso, assinou uma parceria com oito parceiros. São eles: Vitesco Technologies, Schloetter, Autoneum, Stora Enso, TMG Automotive, Gränges, Borgstena e Stena Aluminium. Esses parceiros serão fornecedores de componentes como áreas de inversores elétricos, galvanoplastia, materiais para interiores e ext

Durante E-Lion Day, Peugeot confirma detalhes do novo plano estratégico para elétricos

Imagem
Peugeot revela detalhes do seu plano estratégico no Peugeot E-Lion Day, que confirma o lançamento de cinco novos modelos elétricos até meados de 2025 A Peugeot confirmou detalhes do seu novo plano estratégico, chamado de Peugeot E-Lion Day, que confirma promessa da marca francesa de fazer com que todos os carros da marca sejam eletrificados ainda em 2023. Até meados de 2025, a marca espera já ter uma gama 100% elétrica. Baseado em dois pilares, a Peugeot confirmou que o E-Lion Project está ligado com a filosofia orientadora para responder a estas necessidades na próxima geração da marca. O E-Lion Project ainda não é apenas sobre eletrificação, é um projeto holístico, uma abordagem de 360° baseada nos 5 E’s. Esses três ‘E’s ficam por conta de: 1. Ecossistema: nosso ecossistema de produtos e serviços, baseado na tecnologia STLA; 2. Experiência: a experiência do cliente de ponta a ponta, desde o carregamento até a conectividade; 3. Elétrica: tudo isso é baseado em bateria 100% elétrica

Mercedes-Benz vai usar alumínio mais limpo na produção dos seus carros com a Hydro

Imagem
Mercedes-Benz e Hydro fecham parceria para ter acesso a alumínio que ajudará a marca a diminuir a sua pegada em carbono em até 70% A Mercedes-Benz e a Hydro fecharam uma parceria para fornecimento de alumínio que é 70% mais reciclável que o alumínio que a marca recebe atualmente. Em busca da sua menor pegada de emissões de poluentes, a Mercedes tem buscando por fornecedores mais eficientes, para facilitar seu processo de descarbornização. O alumínio fornecido pela Hydro tem 70% a menos de emissões de poluentes que a média europeia já no próximo ano. “O alumínio está se tornando cada vez mais importante como material leve em veículos elétricos. Estamos trabalhando intensamente com nossos parceiros para encontrar alavancas para reduzir as emissões de CO₂ na cadeia de fornecimento de alumínio. Portanto, estou muito feliz por unirmos forças com a Hydro como um especialista de longa data na produção de energias renováveis ​​para enfrentar um dos maiores desafios da indústria automotiva. E

Hyundai i30 N pode não ganhar uma nova geração, por conta de regras de emissões

Imagem
Nova geração do Hyundai i30, se seguir na mesma fórmula, pode não receber a versão esportiva N, destaca executivo em entrevista A Hyundai confirmou que uma nova geração do i30 deve acontecer. O modelo ainda não está confirmado como um hatch médio, mas há indícios que pode seguir como um. Mesmo assim, terá baixas. A mais importante dela será a perda da versão N do i30, a mais esportiva, que estreou na atual geração do hatch e também do i30 Fastback. De acordo com informações, uma quarta geração do i30 com versão N parece improvável. A informação foi confirmada em entrevista com Albert Biermann, Presidente e Chefe da Divisão de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) do Grupo e ex-Chefe da Divisão de Desempenho N, confirmou: “O i30 N é bastante seguro, pelo menos a versão sedã, então veremos o carro da próxima geração com um novo motor a gasolina, pois já está em nossos planos de longo alcance. Na Austrália, estamos em uma boa posição. Outros mercados como a Europa estão sonhando e há uma

Volkswagen lança Centro de Descarbonização Way to Zero na fábrica de São Bernardo

Imagem
Volkswagen inaugura unidade de Pesquisa & Desenvolvimento chamada de Way to Zero Center, instalada na unidade de São Bernardo do Campo (SP) A Volkswagen inaugurou o seu Centro de Pesquisa & Desenvolvimento chamado de Way to Zero Center, que é inaugurado na fábrica de São Bernardo do Campo (SP). O novo centro vai abranger projetos e tecnologias que contribuem para a descarbonização de toda a América do Sul, podendo exportar tecnologias para outros mercados. O nome Way to Zero tem a ver com a própria estratégia global da Volkswagen de reduzir a emissão de carbono e ir em busca da sua neutralidade até 2050. “A descarbonização é um dos pilares mais importantes da estratégia da Volkswagen mundialmente e a empresa tem como objetivo ser neutra em carbono até 2050. Sediar na América do Sul o Way to Zero Center é motivo de muita satisfação e também um grande desafio. O trabalho que será desenvolvido pelo time local e as parcerias já estabelecidas farão do Way to Zero Center uma referê

Depois que matou o Gol na América do Sul, Volkswagen pode matar o Polo... na Europa

Imagem
Futuro do Volkswagen Polo na Europa ainda é incerto pelo alto preço do desenvolvimento de uma nova geração a combustão e por conta do Euro 7 A Volkswagen parece que não dará continuidade a nenhum compacto seu na Europa quando passar a ser puramente elétrica. De acordo com informações, o modelo pode não receber uma nova geração por conta do caro regulamento do Euro 7, que pode fazer com que os carros custem 5.000 libras a mais por conta de todo um trabalho necessário de adaptação dos carros para estarem de acordo com as normas. A informação foi confirmada pelo CEO da Volkswagen, Thomas Schäfer, que destacou que a marca ainda avalia se cria essa nova geração. “ Tínhamos um plano muito bom, onde pensávamos que o EU7 era um obstáculo intransponível [e, portanto, seria descartado] que aceleraria a eletrificação” , disse Schäfer no Salão do Automóvel de Los Angeles, em entrevista ao Autocar . “Planejamos pequenos carros elétricos que viriam em 2025 entre Volkswagen, Skoda e Cupra que ser

Ford quer ser neutra em emissões até 2050 e fecha parceria com a Manufacture 2030

Imagem
Ford fecha parceria de desenvolvimento com a Manufacture 2030 para reduzir emissões de poluentes e atingir a neutralidade de CO2 globalmente até 2050 A Ford confirmou uma parceria com a Manufacture 2030 para ajudar os fornecedores da marca a cumprir as metas de redução de carbono e ajudar a marca a chegar a sua neutralidade de carbono até meados de 2050 globalmente e em 2030 na Europa. Com isso, a Ford se torna uma das primeiras montadoras norte-americanas a fazer parte da cadeia de suprimentos globais na Manufacture 2030. A empresa foi criada justamente para diminuir as emissões de poluentes de várias outras empresas. “Alcançar a neutralidade de carbono para a Ford é uma meta corporativa importante e parte integrante de nosso propósito de ajudar a construir um mundo melhor. Está se tornando uma forte demanda de nossos clientes, acionistas e investidores, e a cadeia de suprimentos é essencial para atingir esse objetivo. Atingir nossas metas exigirá que reduzamos as emissões em toda a

Gandini Centro Tecnológico revela expansão dos testes que pode realizar em homologação

Imagem
Com investimento de R$ 6 milhões, Gandini inauguro Centro Tecnológico para homologação completa de emissões veiculares e eficiência energética dos seus carros O Grupo Gandini, responsável pela Kia no Brasil, inaugurou no país a ampliação do seu Centro Tecnológico para testes e passa a oferecer pacotes completos de homologação de emissões veiculares e eficiência energética. Com sede em Salto (SP), o Centro Tecnológico recebeu um investimento de R$ 6 milhões com a ampliação dos seus testes. Agora, passam a ser feitos nele os testes de homologação de emissões veiculares e eficiência energética. O investimento trouxe uma câmara SHED, analisador de amônia e equipamento de análise de emissões evaporativas em abastecimento (ORVR), em parceria com a Sensors Inc. Estes, vão permitir testes de RDE – Real Drive Emission. Com isso, o Gandini Centro Tecnológico passa a oferecer pacotes completos de homologação de emissões veiculares e eficiência energética. Essa é mais uma solução do grupo para p

BMW aumenta a produção de baterias e fomenta hidrogênio na fábrica de Leipzig

Imagem
BMW inaugura queimador capaz de operar com hidrogênio e também com gás natural para o processo de pintura dos carros na fábrica de Leipzig A BMW Group inaugurou um novo queimador que pode ser operado com hidrogênio verde e a gás natural na sua fábrica de Leipzig, na Alemanha. A novidade permitirá que a fábrica traga ganhos ainda maiores em termos de não emissão de CO2. Movido a hidrogênio, o queimador ajuda no processo de pintura dos carros. “Este é um avanço tecnológico. Isso reforça nossa inovação e nossa determinação em tornar a produção cada vez mais sustentável” , destacou Milan Nedeljković, Membro do Conselho da BMW AG. Usado para secadores de tinta, o queimador traz esse inovador sistema de combustível flexível foi desenvolvido em colaboração com a empresa Saacke, sediada em Bremen, na Alemanha. Isso ajudará a marca alemã a reduzir ainda mais a emissão de CO2 na BMW iFactory. Para transportar o hidrogênio por toda parte, será necessário um oleoduto para garantir que quantidade

CAOA ainda prepara novidades mecânicas do Hyundai HR para o Proconve L7 no país

Imagem
Sem estar sendo produzido em Anápolis (GO), Hyundai-CAOA se prepara para trazer novidades também ao HR, principalmente para se adaptar ao Proconve L7 A Hyundai-CAOA parou no tempo. A empresa, responsável pelos comerciais leves produzidos em Anápolis (GO) e também responsável pelos importados da Hyundai no país parece não estar mais produzindo nenhum veículo no Brasil, com a exceção do caminhão HD80. O HR, por exemplo VUC da marca sul-coreana e primo do Kia Bongo, ainda não recebeu uma atualização do motor 2.5 Turbo Diesel, o que impede a sua produção para se adequar ao Proconve L7.  O mais estranho é o fato que o PL7 já entrou em rigor há quase um ano. E desde então a CAOA não deu sequer atenção aos seus modelos feitos aqui, desde o Tucson (que parou em 2018 no tempo) e com o HR. Vale destacar que o HR sempre foi um dos mais vendidos do seu segmento, sendo tradicionalmente o líder (a Kia agradece). No entanto, desde o ano passado suas vendas vem definhando, com o que parece ser, estar

Stellantis quer barrar chegada de BEVs chineses na Europa para proteger indústria europeia

Imagem
CEO da Stellantis fala em alternativas de barrar a chegada dos carros elétricos vindos da China de alguma maneira na Europa durante entrevista para site A Stellantis demonstra preocupação com o futuro da mobilidade na Europa. O CEO da Stellantis, Carlos Tavares, disse em entrevista que a Europa pode sofrer com uma agitação com o preço dos carros elétricos e com um prazo tão curto para uma transformação elétrica tão rápida como a que está sendo exigida pela União Europeia. Na Europa, a legislação quer carros elétricos como regra antes mesmo destes carros terem uma condição de mercado que seja realística. As empresas buscam sempre trabalhar com alternativas a longo prazo, como toda empresa. Querem transformar toda uma produção em elétricos em dois anos seria um trabalho impossível, por exemplo. "A liberdade de mobilidade está retrocedendo porque as pessoas não podem pagar por veículos elétricos. Existe o potencial de agitação social" , disse Tavares ao Top Gear . Com isso,

Postagens mais visitadas deste blog

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

Toyota Yaris Hatch só ganha nova geração entre 2024 a 2025 na Ásia, depois do sedã e do SUV

Nova geração do Toyota Corolla surge em meados de 2025, como uma geração evolutiva

Ford iniciou a produção da nova geração da Ranger na Argentina, em General Pacheco

Mitsubishi inicia as vendas da L200 Triton Sport Savana, que desembarca por R$ 309.990

Fiat Titano estreia na Argélia primeiro, vazando e antecipando alguns detalhes da nossa

Vazam imagens do interior da nova Chevrolet S10; picape estreia ainda neste ano

Quarta geração do Mitsubishi Outlander virá ao nosso mercado com motor híbrido plug-in

Scout revela novo teaser e confirma que seus produtos farão estreia no mês de julho

Fiat reajusta os preços de Mobi, Argo, Cronos, Strada, Pulse, Fastback, Toro e Fiorino