Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Nikola

GM encerra parceria com Nikola para produzir Badger e retira depósito e cancela compra de ações

Imagem
A Nikola parece estar com problemas bastante sérios com a sua picape Badger. Isso porque, chegou ao fim a parceria com a General Motors, o projeto corre o risco de ser cancelado se nenhuma outra montadora quiser ajudar no desenvolvimento. Pelo menos é isso que o MOU (memorando de entendimento) com a GM, disse. A Nikola ainda poderá ter acesso à tecnologia de carros movidos a células de combustível Hydrotec da GM, mas todos os depósitos de reserva para a Nikola, dados pela GM, serão reembolsados. A Nikola ainda deve confirmar que se interessa pelo uso das baterias Ultium do grupo, mas apenas para veículos de classe 7 e 8 (caminhões). Vale destacar que esse novo memorando da Nikola não é vinculativo, mas deve exigir negociações e "execução da documentação definitiva aceitável para ambas as partes". O mesmo memorando confirmou que a Nikola não terá mais a GM como participante acionária, o que significa e que nenhuma parte do antigo acordo deve ser validado. A GM ainda confirma,

Após desvalorização na bolsa de valores, General Motors pretende comprar mais ações da Nikola

Imagem
A General Motors parece estar interessada em comprar mais ações da startup Nikola. Em crise, a marca perder valor das ações e a GM já é dona de cerca de 11% das ações. O grupo norte-americano estaria proposto a comprar mais ações da marca e aproveitar o momento em que as ações estão em baixa. A picape Badger, único projeto da marca no momento junto do caminhão da marca, deve desenvolver a picape a hidrogênio na unidade de Phoenix, Arizona. A Nikola estaria indicando o contrário da compra de novas ações por parte da GM, a fim de evitar que o grupo possa ter controle sobre a startup. No entanto, a GM disse que tem até dia 3 de dezembro para fechar negócio, sendo que no último dia 30 de setembro havia sido mencionada pelo ex-CEO da empresa, Trevor Milton, que saiu da liderança da marca por conta de escândalos de fraude que aconteceram nos últimos dias. A Nikola confirmou ainda que nas últimas semanas o preço das suas ações caíram pela metade. A paralisação do acordo entre General Motors e

Nikola culpabiliza a pandemia pelo atraso do desenvolvimento da picape elétrica Badger

Imagem
Depois de um escândalo dentro da própria startup, a Nikola acalmou os ânimos e confirmou que deve voltar a focar no desenvolvimento da picape Badger. A picape deve ser produzida na fábrica de Phoenix, no Arizona, e o atraso no desenvolvimento da picape estaria ligado à pandemia do Coronavírus. “Devido às restrições de tamanho de audiência do COVID-19 nos principais locais do Arizona, tomamos a decisão de reagendar um Nikola World pessoalmente até que possamos reunir a comunidade Nikola com segurança” , disse a marca em comunicado. O atraso no lançamento da picape caiu como uma bomba no mercado de ações norte-americanas. Ela deve ser vendida com bateria de 160kWh e uma autonomia de 480km, enquanto as versões mais caras devem ser impulsionadas por um motor movido a células de hidrogênio, que deve lhe oferecer uma autonomia próxima de 1.000km. Ambos os motores devem desenvolver 919cv de potência e torque de 133kgfm e a picape deve ter uma capacidade de reboque de 3.629kg, contando com uma

CEO da Nikola se demite após suspeita de fraude; GM mantém parceria com a marca

Imagem
Às vezes as marcas que são startups cometem erros e metem os pés pelas mãos. Nessa última segunda-feira (21/09), caiu uma bomba na Nikola Motors. O CEO da marca, Trevor Milton, então CEO da Nikola Motors, foi acusado num escândalo que dizia que a marca estaria muito avançada em seu desenvolvimento com o hidrogênio, que levou até mesmo a General Motors a fechar uma parceria com a marca. De acordo com informações, Milton renunciou ao cargo de CEO da marca ao ter inflado o progresso da marca para atrair investidores e potenciais clientes. As acusações vieram da Hindenburg Research, que acusou Milton e a Nikola de mentirem sobre o nível de desenvolvimento da picape Badger. De acordo com informações, Milton se despediu da Nikola dizendo que “o foco deveria estar na empresa e em sua missão de mudar o mundo, não em mim” . O ex-executivo da marca confirmou que a Hindenburg queria lucrar com uma possível queda nas ações da marca. Falando em ações, elas caíram 30% no dia de ontem. Com isso, a po

GM compra cerca de 11% das ações da Nikola nos Estados Unidos, para desenvolvimento de picape elétrica

Imagem
A General Motors confirmou o investimento na Nikola Motors. O investimento na marca deve ser de US$2 bilhões em ações da empresa, o que representa 11% da empresa. A empresa, que se prepara para a apresentação da sua primeira picape elétrica, a Badger, deve se tornar um dos braços da GM para o desenvolvimento de modelos elétricos e a hidrogênio. Além disso, a Badger deve ser produzida com a supervisão da GM, que deve economizar cerca de US$4 bilhões em custos. A Nikola ainda deve deixar de gastar cerca de US$1 bilhão em engenharia. Previsto para ser produzida no final de 2022, a Nikola Badger deve contar com as baterias Ultium da GM, assim como a tecnologia Hydrotec, com carros movidos a células de hidrogênio. Essa tecnologia ainda deve ser usada em caminhões pesados da Nikola. “Esta parceria estratégica com Nikola, um disruptor líder do setor, continua a implantação mais ampla da bateria Ultium e dos sistemas de célula de combustível Hydrotec totalmente novos da General Motors. Estamos

Nikola pede US$5 mil de sinal para pré-venda da picape Badger nos Estados Unidos

Imagem
Depois de confirmar que deveria apresentar mais informações da picape Badger no último dia 29 de junho, a Nikola revelou mais algumas informações da picape e deu início à sua pré-venda. De acordo com a start-up, a Badger deve ter preço inicial de US$60 mil e para os interessados na picape será preciso dar um sinal de US$5 mil. Considerado caro pelos consumidores da picape, a pré-venda da Bagder é cinco vezes mais cara que os US$1 mil pedidos pela Tesla para a pré-venda da Cybertruck. O valor ainda é muito alto para uma marca que ainda não apresentou nenhum protótipo do modelo além de imagens do modelo em 3D. A picape deve contar com 5,900 metros de comprimento, 2,160 metros de largura e 1,850 metro de altura. No interior, o destaque fica por conta do quadro de instrumentos que lembra um tablete e a central multimídia de grandes proporções no meio do painel. Ela deve ser vendida com bateria de 160kWh e uma autonomia de 480km, enquanto as versões mais caras devem ser impulsionadas po

Startup elétrica dos EUA, Nikola, já vale mais que a Ford e deve apresentar Badger no próximo dia 29

Imagem
A Nikola deve apresentar a sua primeira picape elétrica (sendo assim o seu primeiro produto) no próximo dia 29 de junho. A marca quer chamar atenção para o segmento mais rentável dos Estados Unidos que são as picapes grandes, agora com a opção de motor elétrico. De acordo com o fundador da Nikola Motor, Trevor Milton, disse em seu Twitter que as reservas da Badger devem começar no dia 29 de junho, quando mais informações sobre a picape devem ser reveladas ao público. Ela deve ser lançada em uma versão de lançamento, em formato de série especial. De acordo com Milton, a picape deve impressionar o mercado com os seus 919cv de potência máxima e 461cv de potência contínua, com um torque máximo de brutais 135,5kgfm. A tração deve ser independente em cada roda, podendo fazer o uso de quatro motores elétricos. Com isso ela deve acelerar de 0 a 100km/h em cerca de 2,9 segundos. A Badger ainda deve contar com um motor com célula de combustível a hidrogênio, que deve entregar 483cv de potê

Nikola apresenta as primeiras imagens da Badger, sua nova picape puramente elétrica

Imagem
Nunca teve tanta picape grande elétrica sendo desenvolvida nos Estados Unidos. Além de Karma, Fisker, GMC, Tesla e outras, a Nikola é uma startup que deve desenvolver a Badger, sua nova picape. A picape teve as suas primeiras imagens reveladas e deve contar com um design extremamente agressivo, com uma barra de luzes de LED no para-choque dianteiro, saias laterais iluminadas e o logotipo da marca em destaque na dianteira. Ele também deve contar com elementos de proteção para a dianteira, lateral e traseira. Na traseira, o destaque fica por conta das lanternas e o acabamento preto que percorre por toda a tampa da caçamba da picape. A picape deve contar com 5,900 metros de comprimento, 2,160 metros de largura e 1,850 metro de altura. No interior, o destaque fica por conta do quadro de instrumentos que lembra um tablete e a central multimídia de grandes proporções no meio do painel. Ela deve ser vendida com bateria de 160kWh e uma autonomia de 480km, enquanto as versões mais caras dev

Postagens mais visitadas deste blog

Chevrolet Tracker PcD volta a ser vendido em breve, mas com mudanças de conteúdo

Assim como o Bolt, Chevrolet Bolt EUV deve ser vendido no Brasil dentro de alguns meses

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

DS apresenta oficialmente a nova geração do DS 4, com design arrebatador

Novo Mercedes-Benz GLA chega ao mercado brasileiro por caríssimos R$325.900

Vinda do Renault Kiger ao Brasil depende do sucesso do Nissan Magnite no país

Volkswagen reajusta os preços do T-Cross, Polo, Virtus, Nivus, Gol, Voyage e Saveiro

BMW deve apresentar o novo M3 em maio no Brasil, com motor de até 517cv

Porsche apresenta o novo 911 GT3 na Europa, equipado com motor 4.0 de 510cv

Nissan revela teaser do Kicks reestilizado, inicia produção no RJ e manterá versão PcD