Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Bollinger

Bollinger muda a rota e confirma criação de comerciais leves e bases em chassi de EVs

Imagem
Depois de adiar por tempo indeterminado a produção dos modelos B1 e B2 e de ressarcir os interessados nos dois modelos, em regime de pré-venda, a Bollinger deve trabalhar nos bastidores enquanto isso. A marca confirmou uma parceria com a Roush Industries, que foi contratada para o desenvolvimento de peças e chassis para comerciais leves e caminhões elétricos. Em comunicado, a marca destaca que “a Bollinger fornecerá e fornecerá todos os materiais para a Roush montar suas plataformas de veículos totalmente elétricos e cabines de chassi em uma instalação com equipe completa, operacional e escalável em Livonia, Michigan” . Ainda não se tem informações de quando a produção começa, mas tudo indica que a marca trabalhe como fornecedora de componentes para outras empresas até angariar caixa para se tornar uma marca própria, se esse, de fato, ainda segue como uma meta. “Estaremos construindo veículos de última geração desde o primeiro dia aqui em Michigan. A Roush tem um histórico significativ

Bollinger adia o início das vendas e produção de B1 e B2 por tempo indeterminado nos EUA

Imagem
A Bollinger confirmou os B1 e B2 de produção no início do ano passado nos Estados Unidos e no segundo semestre confirmou que deveria criar duas novas plataformas para veículos mais pesados. E esse, basicamente, foi o ano da marca. Desde a apresentação dos dois modelos em 2021, a Bollinger sequer disse quando os modelos começariam a ser produzidos e entrou em um impasse em quando isso acontecerá. De acordo com o CEO da marca, Robert Bollinger, disse que se o atual momento da marca pode ser representado como um “movimento de vital importância” e que permite “continuar o desenvolvimento de nossa tecnologia e ter um impacto real no futuro verde do setor automobilístico” . Aos interessados que enviaram dinheiro da pré-venda do carro, a Bollinger confirmou ainda que vai devolver esse dinheiro o mais rápido possível. Ainda não se sabe qual será o destino da Bollinger, mas é possível que a marca adie seus planos por tempo indeterminado. Os B1 (jipe) e B2 (picape) contavam com uma zona de carg

Bollinger confirma novos modelos com base em duas novas plataformas, Classe 4 e 5

Imagem
A Bollinger confirmou que deve desenvolver novos modelos dentro dos próximos anos. Depois de B1 e B2. Além de novos carros, a Bollinger vai desenvolver uma nova base em chassi para seus carros elétricos. As novas bases são chamadas de Classe 4 e Classe 5, ficando acima da Classe 3 dos B1 e B2, ou seja, essas novas plataformas podem ser de modelos maiores, com chances de ser até caminhões. A linha Chass-ETM da marca está em desenvolvimento em mais de metade de uma década em testes de engenharia no campo de provas. “Agora estamos orgulhosos de realizar este árduo trabalho e oferecer soluções em chassis elétricos para o mercado OEM e clientes comerciais nas Classes 3, 4 e 5, onde as cargas úteis grandes, a grande autonomia e a durabilidade são praticamente obrigatórios” , destacou Robert Bollinger, CEO e fundador da Bollinger Motors. A base Chass-E-3, usada em modelos como B1 e B2 possui capacidade de reboque de 3.629kg, enquanto as bases Chass-E-4 terá 4.082kg de capacidade e a Chass-E5

Bollinger apresenta as primeiras imagens oficiais da B1 e do B2, que começam a ser vendidos nos EUA

Imagem
A Bollinger confirmou as primeiras imagens das versões de produção do jipe B1 e da picape B2 nos Estados Unidos. A dupla começa a ser vendida por lá, que não mudam praticamente em nada em relação aos protótipos. No caso do B1, o jipe teve sua linha de cintura elevada e o pilar B foi deslocado para frente para melhorar a entrada e saída dos passageiros da segunda fila de bancos. Os vidros laterais passam a ser de manivela tradicionais e ganham uma superfície ampliada e envidraçada com o objetivo de compensar a linha de cintura mais alta, melhorando a visibilidade e a estética. Na dianteira, há um radiador menor, que fez com que o porta-malas dianteiro fosse aumentado. O para-choque dianteiro também é novo e os faróis ficaram um pouco mais nos extremos da carroceria. As lanternas também foram movidas mais para as laterais, mantendo a simetria do desenho. No caso da picape B2 a caçamba passa a ser uma área independente da cabine. Em ambos, a carroceria deve ser de alumínio para diminuir o

Bollinger deve desenvolver um furgão elétrico, o Deliver-E, que será revelado em 2022

Imagem
Depois do jipe B1 e da picape B2, a Bollinger revelou as primeiras imagens do seu novo furgão elétrico, o Deliver-E. O modelo não deve demorar para ser apresentado, como mostram as imagens. A plataforma deve ser a mesma dos modelos já revelados. Até o momento, a Bollinger Deliver-E deve ser oferecida com várias opções de carroceria, com comprimento e altura que devem variar de acordo com a versão. Apesar de nenhum dado técnico, o modelo teve as primeiras imagens reveladas, que conta com um design bastante futurista. O modelo da Bollinger ainda deve ser um grande concorrente para a van da Rivian, a R1V. De acordo com informações da própria marca, o modelo deve estar disponível com várias opções ao consumidor, o que deve significar também na mecânica. O modelo deve ser desenvolvido apenas com motores elétricos, contando com até cinco pacotes de baterias, com capacidades que devem variar de 70kWh, 105kWh, 140kWh, 175kWh e 210kWh. A marca ainda revelou muitas informações a respeito do mode

Bollinger apresenta nova funcionalidade Passthrough nos seus modelos elétricos B1 e B2

Imagem
A Bollinger apresentou uma funcionalidade bastante interessante da sua picape, a B2, que se destaca por oferecer uma grande quantidade de soluções de transporte de cargas muito longas. Ela conta com um engenhoso sistema chamado de Passthrough e trata-se de uma abertura que abrange todo o comprimento da picape, podendo transportar objetos longos como escadas e vigas de madeira de maneira muito fácil. No jipe B1, o sistema pode levar equipamentos de até quatro metros de comprimento, enquanto na B2 pode levar objetos de até 4,9 metros de comprimento. O sistema conta com uma tampa traseira e uma escotilha na dianteira, com um sistema que dispensa a grade porque ademais no compartimento do motor há um porta-malas para uma capacidade de até 243.5 litros. O preço dos modelos é de US$125.000 para ambos os modelos, um preço elevado se for levado em conta que estamos diante de uma dupla de modelos que parecem ter saído de algum filme militar. No entanto eles chamam atenção pela sua mecânica, que

Bollinger apresenta nova opção Chassi Cab para picape elétrica, com cabine simples e dupla

Imagem
Apresentado no início deste ano, a Bollinger apresentou mais duas opções de carroceria para a picape B2 nos Estados Unidos. Trata-se da opção chassi, batizada de Chassi Cab. Ela deve ser oferecido tanto na carroceria cabine simples ou dupla. No lugar da caçamba pode ser transportado objetos que tenham o mesmo comprimento do veículo, graças a diversas escotilhas, como também objetos de até 6 metros de maneira segura. A capacidade de carga útil é de 2,2 toneladas. A Bollinger manteve os dois motores elétricos, um para cada eixo. De maneira combinada eles desenvolvem 623cv de potência e torque de 90,6kgfm, alimentados por uma bateria de íons de lítio de 120kWh de capacidade. De acordo com o EPA, a autonomia é de 322km com uma carga e ela acelera de 0 a 100km/h em 4,5 segundos. Previstos para começarem a ser entregues ainda neste ano nos Estados Unidos, a dupla possui uma concepção clara. Eles devem ser usados para serviços e trabalhos ambientais rurais e/ou agrícolas, ou seja, voltados pa

Bollinger deve oferecer base em chassi elétrico para montadoras que não possuem elétricos

Imagem
Depois de apresentar as suas picapes, a Bollinger confirmou que deve vender mais que os carros. A marca norte-americana confirmou que também deve vender as plataformas elétricas dos seus off-road para marcas que ainda dependem da tecnologia ou que não desenvolveram as plataformas para a criação dos seus carros elétricos. Assim como a Ford se uniu à Rivian para ter acesso à base elétrica da marca, a Bollinger acredita que algumas marcas possam se interessar no uso de sua plataforma também. Conhecido como “E-Chassi”, a plataforma pode sustentar uma picape ou um utilitário esportivo. A base deve começar a ser comercializada a partir de 2021 e o dinheiro que será de lucro da Bollinger deve ser usado para aprimoramento da dupla da marca, a picape B1 e o jipe B2. O E-Chassi da marca conta com bateria de 120kWh ou 180kWh como opcional. Isso deve oferecer uma autonomia de 500km a 600km. De acordo com a Bollinger, a base conta com baixo centro de gravidade e conta com suspensão independente

Bollinger apresenta o jipe e a picape elétrica nos Estados Unidos, que desenvolvem 623cv

Imagem
A startup Bollinger Motors revelou seus dois primeiros modelos que devem estar à venda nos Estados Unidos muito em breve. A dupla B1 e B2 são dois modelos com visual bem parrudo e com motorização elétrica. Trata-se do jipe, batizado de B1, e a sua picape, a B2. Os modelos já são oferecidos nos Estados Unidos em regime de pré-venda, com um sinal de mil dólares. O preço dos modelos é de US$125.000 para ambos os modelos, um preço elevado se for levado em conta que estamos diante de uma dupla de modelos que parecem ter saído de algum filme militar. No entanto eles chamam atenção pela sua mecânica, que possuem dois motores elétricos, um para cada eixo. De maneira combinada eles desenvolvem 623cv de potência e torque de 90,6kgfm, alimentados por uma bateria de íons de lítio de 120kWh de capacidade. De acordo com o EPA, a autonomia é de 322km com uma carga. Previstos para começarem a ser entregues ainda neste ano nos Estados Unidos, a dupla possui uma concepção clara. Eles devem ser usado

Postagens mais visitadas deste blog

Ford EcoSport sairá de linha globalmente em 2023, com o fim na produção na Romênia

Novo Chevrolet SS poderá ser nosso novo Chevrolet Omega!

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

Curiosidades: Quantos BTUs possui o ar-condicionado de um carro?

SsangYong apresenta o Torres e espera que SUV marque recuperação da marca coreana

Jeep Compass é oferecido com desconto com CNPJ, que é de 8% em todas as versões

Lamborghini apresenta o novo Huracán Super Trofeo Evo 2, com evoluções aerodinâmicas e visuais

Jeep já vende o novo Renegade com descontos para consumidores com CNPJ em até R$ 13.063

Primeiro Caoa Chery, Tiggo 2 sai de linha oficialmente por não atender ao Proconve L7

Volkswagen Sagitar, o nosso Jetta, ganha versão alongada no entre-eixos, "L", na China