Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Toyota Group

Toyota investe US$ 3,4 bilhões em nova fábrica de baterias, que será inaugurada em 2025

Imagem
A Toyota confirmou um investimento bilionário para a produção de automóveis elétricos no futuro. Além disso, a japonesa confirmou um aporte de US$ 3,4 bilhões até 2030 para o desenvolvimento e produção de baterias para veículos eletrificados nos Estados Unidos, fazendo parte de um investimento maior, de US$ 13,5 bilhões. A nova fábrica para a produção de baterias será localizada nos Estados Unidos e vai receber o investimento de US$ 1,29 bilhão de investimento até 2030, com capacidade de produzir 1.750 novos empregos. Com início da produção previsto para 2025, a nova fábrica vai desenvolver e produzir baterias de íon-lítio para seus veículos híbridos e elétricos. "O compromisso da Toyota com a eletrificação é atingir a sustentabilidade de longo prazo para o meio ambiente, empregos e consumidores. Este investimento ajudará a introduzir veículos eletrificados mais acessíveis para os consumidores dos EUA, reduzir significativamente as emissões de carbono e, o mais importante, criar a

Toyota antecipa terceiro turno em Sorocaba (SP) e produção começa a partir de novembro

Imagem
A Toyota resolveu antecipar a produção no terceiro turno na fábrica de Sorocaba (SP). Previsto anteriormente para a partir de janeiro, o terceiro turno deve começar a operar ainda em 2021. De acordo com a Toyota, a produção em terceiro turno começa no dia 29 de novembro deste ano. Com isso, a fábrica deve operar 24h por dia e terá um quadro de funcionários ampliados para 100 novas contratações. Com isso, 550 novos funcionários serão contratados de maneira direta. A adição do novo turno deve permitir que a Toyota tenha maior capacidade de produção para atender o mercado nacional e os mercados de exportação. Com isso, a capacidade da fábrica aumenta de 122 mil para 158 mil unidades ao ano. “Desde quando reunimos as condições para realizar o 3º turno em Sorocaba, era nossa intenção começar o quanto antes e fico feliz de fazer esse asúncio nesse momento, ajudando o Brasil a ofertar mais empregos. Estamos todos ansiosos para dar as boas-vindas aos novos colaboradores de Sorocaba que nos aju

Daihatsu parece estar na mira de retornar ao Brasil, com produção do Rocky em Sorocaba

Imagem
A Toyota confirmou no ano passado que estudava a vinda da Daihatsu no mercado brasileiro. Agora, o site Autos Segredos confirmou que o SUV subcompacto Rocky será produzido na fábrica de Sorocaba (SP). Conhecido internamente como Projeto DB03B, a Toyota Group estaria em fase de cotações para fazer a produção do modelo entre 2024 a 2025. Desenvolvido sobre a plataforma DNGA, o carro possui 3,99 metros de comprimento, 2,52 metros entre os eixos, 1,69 metro de largura e 1,62 metro de altura, o Rocky é desenvolvido sobre a plataforma modular DNGA, uma versão mais simples da TNGA. Ano passado, Rafael Chang, Presidente da Toyota Brasil, já tinha confirmado em entrevista ao UOL que a marca estava no radar do país. “É uma das opções que nós temos. A Daihatsu é uma marca do Grupo Toyota que está focada em carros menores. Isso vai depender muito das condições de cada mercado, se vai dar pra introduzir a marca Daihatsu ou continuar com a marca Toyota” , disse Chang. Atualmente a Daihatsu é uma mar

Toyota revela detalhes da sua bateria para o bZ4X, que vai manter 90% da sua capacidade

Imagem
Depois de um investimento bilionário de US$13,7 bilhões, a Toyota confirmou mais detalhes do seu desenvolvimento de novas baterias. Falando sobre o seu primeiro automóvel elétrico, o bZ4X, a Toyota confirmou que o carro possui baterias com vida útil de vida de 10 anos e que vai manter 90% da capacidade inicial da bateria, mantidos. Ou seja, caso o carro tenha uma autonomia de 600km quando nova, possa ter cerca de 540km daqui dez anos. A Toyota ainda não confirmou muitas informações dessa nova bateria, mas essa vida útil de manter 90% da sua capacidade é maior que em demais elétricos como o C-HR/IZOA, que conseguem manter cerca de 75% a 80% da capacidade das baterias. "Aplicamos as tecnologias que cultivamos por meio do desenvolvimento de baterias para híbridos e PHEVs, e as baterias no 100% elétrico C-HR têm uma taxa de retenção de capacidade muito maior após 10 anos do que as baterias até então usadas em nossos híbridos plug-ins. Além disso, para o Toyota bZ4X, que está programad

Toyota confirma investimento bilionário para novas tecnologias em baterias de elétricos

Imagem
A Toyota confirmou um investimento bilionário para o desenvolvimento de baterias para seus carros elétricos. Segundo a nipônica, foi realizado um investida de US$13,7 bilhões para os próximos anos, o que representa cerca de R$71,925 bilhões em cotação atual do Dólar. O foco desse dinheiro todo que a Toyota vai apostar é para o desenvolvimento de células de estado sólido e uma nova geração de acumuladores de íons de lítio, que servirão de base para as baterias de carros futuros da marca, principalmente com automóveis com a linha bZ. De acordo com o Automotive News Europe, a Toyota vem crescendo a sua investida em elétricos, depois de dizer por várias vezes que não crê em elétricos coo solução. No entanto, a resposta da União Europeia em barrar carros a combustão e híbridos a partir de 2035 fez os japoneses repensarem melhor sua decisão. A Toyota ainda busca diminuir o custo da bateria pela metade até o final de 2030. "A Toyota ainda está no caminho certo para desenvolver baterias d

Apple retoma desenvolvimento do seu carro e vai até Japão para conversar com Toyota

Imagem
A Apple confirmou a retomada do desenvolvimento do seu primeiro automóvel, que teve importantes passos nas últimas semanas. Segundo informações do site DigiTimes , a Apple enviou representantes da marca para a Ásia, mas especificamente o Japão, para ter uma reunião com a Toyota. Ao que tudo indica, a marca de eletrônicos foi bater na porta de mais uma montadora para conseguir algum tipo de parceria ou apoio para o desenvolvimento do carro da Apple. Com o projeto de lançar o seu automóvel em 2024, a marca não revelou o motivo do encontro, mas o site destaca que pode ter a ver com o fornecimento de baterias para os carros da Apple. Entretanto, o site MacRumors destacou que a reunião que a Apple já teria feito uma reunião com a SK Group e a LG Electronics na Coreia do Sul em agosto, também para falar sobre as baterias dos seus futuros automóveis. Faz alguns meses que a Apple vem tentando ter uma parceria para desenvolver seu primeiro automóvel, como Nissan, Magna, Hyundai e outras empresa

Fábrica da Toyota em Porto Feliz (SP) comemora 5 anos e produziu 630 mil unidades de motores

Imagem
A Toyota comemorou o aniversário de 5 anos da fábrica de Porto Feliz (SP), responsável pela produção de motores. Atualmente a única fábrica de motores da Toyota em toda a América Latina, a unidade de Porto Feliz é responsável pela produção de motores 1.3 16v Flex, 1.5 16v Flex e o 2.0 16v Flex. Esses motores equipam Etios Hatch, Etios Sedan (modelos para exportação), Yaris Hatch, Yaris Sedan, Corolla e Corolla Cross. A Toyota confirmou que desde o início da operação da fábrica, 20 atividades ambientais já foram reduzidas em 56% de resíduos, 32% nas emissões de poluentes de CO2 e 42% na redução do consumo de água. Atualmente, a fábrica de Porto Feliz é a fábrica mais limpa da Toyota no mundo, contribuindo para reduzir a zero a sua emissão de carbono e neutralizá-lo até 2035. Com capacidade de produzir 170.000 unidades por ano, a unidade paulista ainda traz o conceito EcoFactory, o mesmo usado pela fábrica de Sorocaba (SP). “Porto Feliz é um exemplo de como estamos comprometidos com o pr

Lexus pode ter um SUV subcompacto baseado no Toyota Yaris Cross e híbrido, diz revista

Imagem
A Toyota Group pode fazer com que a Lexus tenha mais um SUV dentro da sua linha. Isso porque a Lexus pode desenvolver a sua versão do Toyota Yaris Cross, de acordo com informações da revista Magazine X e no blog Lexus Enthusiast . O novo SUV compacto ficaria abaixo do UX dentro do lineup e usaria a mesma plataforma TNGA-B do primo da Toyota. Recentemente, a Lexus tinha registrado o nome LBX em registros de patente na Europa, que pode indicar o nome de um conceito que pode antecipá-lo. Depois, surgiu rumores de que seu nome de batismo seria BX, o que está de acordo com a nomenclatura da Lexus, que usa o “X” como segunda letra dos utilitários esportivos. Esses rumores ainda apontavam que o lançamento aconteceria em 2023, com preços abaixo dos US$30.000. O modelo seria um concorrente de modelos como Audi Q2 e usaria algum motor híbrido. Entre os cotados estaria o 1.5 Hybrid desenvolve 91cv de potência com o motor a combustão e 12,2kgfm de torque, junto de um elétrico de 80cv e 14,4kgfm.

Toyota e Panasonic devem trabalhar para reduzir custo das baterias em joint-venture PPES

Imagem
A Toyota e a Panasonic confirmaram que devem desenvolver baterias de modelos elétricos mais eficientes. A joint-venture entre as duas empresas, que é chamada de Prime Planet Energy & Solutions (PPES), tem como objetivo elaborar um plano que reduz os custos de produção destas novas plataformas, assim como as baterias de íon-lítio ainda devem se tornar mais competitivas que as baterias de marcas chinesas e coreanas. As empresas japonesas devem buscar o desenvolvimento de novas gerações de baterias que serão usadas nos carros bZ. Segundo Hiroaki Koda, Ex-Executivo da Toyota, disse que a marca japonesa e a cultura deve ser voltada para diminuir o desperdício da bateria, assim como ter como meta o desenvolvimento de baterias que custem a metade das baterias atuais já em 2022. Com isso, a promessa é ter cortes de 65% a 70% nos custos. Em levantamento da Agência Bloomberg, o custo das baterias vem, principalmente, das matérias-primas, que respondem por 60% dos custos de desenvolvimento. O

Daihatsu e Suzuki se unem em joint-venture com a Toyota para desenvolver tecnologias

Imagem
A Daihatsu e a Suzuki devem se unir em uma joint-venture com a Toyota para o desenvolvimento de comerciais leves elétricos, liderado pela Toyota. A parceria deve ser feita para a Commercial Japan Partnership, joint-venture que ainda possui empresas japonesas como Hino e Isuzu. A joint-venture deve fazer com que os comerciais leves sejam conectados, tenham propulsão elétrica e condução autônoma. A oint-venture deve focar em alguns pontos como: 1. Melhorar a eficiência logística através da construção de uma infraestrutura de tecnologia conectada que ligue as principais artérias da logística com os capilares da logística; 2. Expansão de veículos comerciais para miniveículos, com o uso de tecnologias de segurança avançadas que contribuem para a segurança e proteção e; 3. Cooperar no uso de tecnologias para a eletrificação de miniveículos de baixo custo e de alta qualidade que possam ser disseminados de forma sustentável. Tanto a Suzuki como a Daihatsu devem contar com 10% de participação n

Toyota confirma que deve ter carbono neutro até 2035 e reduz meta global em 15 anos

Imagem
A Toyota confirmou que os próximos anos da marca devem significar a passagem por mais uma fase de revolução. A informação foi confirmada pela marca que acredita que deve passar por um processo tão revolucionário quanto o lançamento do Prius, em 1997. A marca confirmou que a sua meta de emissão de poluentes neutro até meados de 2050. A marca reduziu a sua meta para 2035, 15 anos antes do previsto inicialmente. "A Toyota enfrentará uma série de desafios para tornar suas fábricas neutras em carbono até 2035. Queremos conseguir fábricas verdes. A neutralidade do carbono nos dá a oportunidade de repensar fundamentalmente a produção" , disse Masamichi Okada, Gerente de Produção do Grupo, em uma apresentação online. Com isso, a Toyota deve passar a fazer mudanças no processo de pintura de seus carros como uma das mudanças iniciais. Essa pode ser uma das iniciativas mais interessantes da marca que mais vende automóveis no mundo, a fim de diminuir as emissões de CO2. Contando com vend

Toyota Group confirma que não vai abandonar segmento de sedãs e que terá novidades

Imagem
A Toyota confirmou que não deve abandonar o segmento de sedãs e muito menos o desenvolvimento de modelos três-volumes. Depois da Ford Group e a General Motors confirmar que deveria apostar apenas em utilitários esportivos e picapes, a Toyota Group confirmou que os sedãs não devem ser deixados de lado. A informação foi revelada pelo site CarScoops , durante uma entrevista, durante um painel na sede da Toyota Motor América do Norte, no Texas. Na fábrica, funcionários confirmaram que a Toyota deve manter todos seus planos para os sedãs, destacando que a continuação no desenvolvimento de sedãs deve ser uma boa decisão a longo prazo. Embora tenha caído nos últimos anos e os SUVs e as picapes tem crescido, não se sabe se isso é um momento passageiro do mercado. Em mercados como a América do Norte, a Toyota quer conquistar os consumidores de Chevrolet Cruze, Chevrolet Impala, Ford Focus, Ford Fusion e outros sedãs dos dois gigantes grupos norte-americanos. A Toyota ainda confirmou que pode te

Toyota confirma que deve ter produção recorde em 2021, ultrapassando os 10 milhões

Imagem
A Toyota confirmou que pretende manter a liderança global de vendas neste ano de 2021. Para o ano fiscal de 2022, que corresponde aos resultados de 2021, a marca espera chegar à marca de 10,4 milhões de unidades produzidas globalmente, um número que não seria difícil de alcançar se nada no mundo não estivesse acontecendo. Além da pandemia do COVID-19, a falta de semicondutores também pode atrasar a marca japonesa a chegar em sua meta. Contando com vendas da Toyota Group, que conta com Toyota, Lexus e Daihatsu, a marca pretende chegar a uma marca recorde mesmo com as adversidades de produção atuais. Os fornecedores da marca devem formar suas estratégias de investimento até o ano fiscal de 2022, baseando-se em informações, esperando que regiões como China e Estados Unidos possam ser primordiais para impulsionar o crescimento da marca globalmente. Segundo a japonesa, para o ano fiscal de 2022 é esperado que sejam produzidos 7,1 milhões de unidades no exterior e 3,3 milhões de unidades no

Toyota firma parceria com Daihatsu, Mazda, Subaru e Suzuki para criar comunicação dos carros

Imagem
A Toyota possui um elo com várias outras conterrâneas, que devem todas se tornar parceiras. Marcas como Toyota, Daihatsu, Mazda, Subaru e Suzuki devem cooperar para o desenvolvimento de dispositivos de comunicação para as futuras gerações dos seus carros. O uso em comum dos sistemas deve permitir que as marcas possam vincular automóveis e a sociedade, além de novos atrativos, serviços e valores. Chamado de CASE (abreviação para Conectado, Autônomo, Compartilhado e Eletrificado), a parceria deve rápidos avanços na comunicação e dados de tecnologia para os novos carros. As cinco marcas devem contar com serviços em nuvem, inteligência artificial, big data e IoT. Cada marca desenvolve um serviço conectado, como funções de operações remotas e cada uma das cinco deve criar e implementar os recursos relevantes que deseja incluir. Marcas como Daihatsu, Mazda, Subaru e Suzuki devem incorporar suas próprias tecnologias à tecnologia inicial da Toyota, constituindo juntas, as cinco, um sistema de

Toyota compra divisão que desenvolve condução autônoma da Lyft para a subsidiária WPH

Imagem
A Toyota confirmou que deve investir cerca de US$550 milhões na divisão de carros autônomos da Lyft, plataforma norte-americana com a tecnologia autônoma. Para a Toyota, isso deve dar a liberdade da marca conseguir desenvolver seu carro autônomo. A Lyft está bem avançada no desenvolvimento da sua tecnologia, conhecida como Nível 5. Com cerca de 300 funcionários desenvolvendo a tecnologia, a empresa deve ser integrada à Woven Planet Holdings, uma subsidiária da Toyota. Essa empresa possui 1.200 funcionários e trabalha também no desenvolvimento da condução autônoma em países como Japão, Estados Unidos e Reino Unido. A Lyft confirmou que deve receber US$200 milhões adiantados da Toyota e os restantes US$350 milhões em pagamento parcelados em cinco anos. Com a VTC Lyft, a empresa da Toyota espera conseguir reunir um grande grupo de Pesquisa & Desenvolvimento em setores que são relacionados, como condução autônoma, cidades inteligentes e robótica. A compra da empresa pela WPH vai "

Toyota deve lançar sua linha elétricos ainda em 2021, com dois SUVs de bateria

Imagem
A Toyota deve desenvolver novos modelos elétricos, que farão parte da nova linha de modelos BZ. Depois de anos de modelos híbridos, a japonesa deve desenvolver os primeiros elétricos, que serão apresentados ainda em 2021. A marca deve apostar na plataforma BEV, que serão dois modelos a serem apresentados dentro de alguns meses. Esses novos modelos devem começar a ser vendidos nos principais mercados a partir do final de 2021, onde deve ser lançado primeiro nos Estados Unidos. Na Europa, esses elétricos serão lançados em 2022. O primeiro elétrico deve ser um SUV médio e o segundo deve ser um SUV compacto e um sedã. Junto a esses elétricos, haverá um carro híbrido plug-in. A Toyota já teria registrado cerca de 10 nomes dos carros da linha BZ: BZ1, BZ2, BZ3, BZ4, BZ5, BZ1X, BZ2X, BZ3X, BZ4X e BZ5X. Tudo indica que os “BZ” serão automóveis e os SUVs serão batizados com a terminação em “X”. Os modelos serão todos desenvolvidos sobre a plataforma modular e-TNGA e serão produzidos na China e

Lexus deve desenvolver um SUV elétrico para breve; modelo será primo do Subaru Evoltis

Imagem
Enquanto a Toyota a Subaru se uniram para desenvolver seus primeiros modelos elétricos, a Lexus deve seguir na crista da onda desenvolvimentista de modelos elétricos da Toyota para ter o seu primeiro modelo elétrico puro. Vale destacar que o UX é o primeiro elétrico já revelado pela Lexus, no ano passado. Agora, a Lexus desenvolve um elétrico baseado no Subaru Evoltis, com plataforma e-TNGA. Segundo informações reveladas pelo Automotive News , John Iacono, Presidente do Conselho Consultivo de Concessionárias da Lexus, disse que a marca premium também terá os seus carros. “Com o mercado de EV como está agora, há realmente um competidor lá fora que está absorvendo todas as oportunidades. Acredito que o mercado está crescendo e continuará a crescer, e que os EVs são a onda do futuro. Não sei com que rapidez chegaremos aos volumes que vão chamar a atenção da indústria de forma holística. Mas o que sei é que chegaremos” , destacou Iacono. “Eu, pessoalmente, com outros revendedores da Lexus,

Primeiro Toyota puramente elétrico será um SUV médio, rival do Volkswagen ID.4, com base e-TNGA

Imagem
A Toyota confirmou que desenvolve o seu primeiro carro elétrico, que deve ser apresentado dentro de alguns meses, ainda em 2021. Esse novo modelo deve ser um utilitário esportivo médio, que deve concorrer com o Volkswagen ID.4. A Toyota ainda falou sobre a sua plataforma e-TNGA, que também está em desenvolvimento. Essa plataforma deve estar em toda uma linha de produtos elétricos que a Toyota deve desenvolver nos próximos anos. Modular, essa nova plataforma deve ser a mesma TNGA, mas adaptada para receber motores elétricos e baterias no seu assoalho. Desenvolvida em parceria com a Suzuki e a Subaru, esse desenvolvimento pode permitir que as duas marcas usem a mesma plataforma da Toyota e diminua custos de desenvolvimento. Com grande modularidade, a nova base pode ter infinitas combinações entre os eixos. A plataforma deve ser concorrente das bases MEB da Volkswagen e E-GMP da Hyundai. No caso da Toyota, a marca japonesa desenvolve o seu primeiro elétrico como concorrente do Volkswagen

Mazda teve ter um primo do Toyota Yaris, que terá motor híbrido e estreia na Europa em 2023

Imagem
Depois de ser apresentado com a quarta geração, o Toyota Yaris deve contar com a presença de um irmão de desenvolvimento: um Mazda. O modelo deve ser um dos principais carros da marca de Hiroshima para a Europa, sendo que um modelo eletrificado deve ser bem eficiente e ajudar a Mazda a vender mais modelos por lá, além de ajudar a marca a cumprir suas regras de emissões. A Mazda, que possui parceria com a Toyota, terá a sua própria versão do Yaris, a fim de substituir o atual Mazda2. Ainda não se sabe se será uma nova geração do hatch ou verdadeiramente um substituto, com um novo modelo. Segundo a Mazda, a sua versão do Yaris deve ser revelada dentro de dois anos, com a opção de motor híbrido como um dos destaque do carro. Recentemente reestilizado, o Mazda2 já se encaminha para o fim do seu ciclo comercial desta geração do modelo. A Mazda ainda não comenta sobre o futuro do Mazda2 e, por isso, não sabemos se esse novo hatch será um substituto ou uma nova geração desenvolvida em conjunt

BMW deve aproximar-se da Toyota, em parceria, e devem desenvolver modelos a hidrogênio

Imagem
A BMW e a Toyota parecem que estão se aproximando mais nos últimos anos. As duas marcas já desenvolveram BMW Z4 e Toyota Supra em conjunto e já desenvolveram plataformas e motores também. Porém isso não deve se resumir a apenas isso. De acordo com informações, as duas marcas devem se aproximar bastante para a produção de modelos movidos a hidrogênio. "Nas próximas décadas, faríamos bem em fortalecer nossos laços" disse Oliver Zipse, CEO da BMW, em conferência com o site Automotive News Europe . A colaboração entre as duas marcas tem prazo até o final de 2025, mas essa parceria pode ser facilmente estendida. De acordo com o executivo, essa parceria deve ser prolongada muito pelo desenvolvimento compartilhado de motores a hidrogênio, que pode ser também uma alternativa ao futuro dos automóveis. Enquanto a Toyota conta com o Mirai, a BMW deve apresentar uma opção a hidrogênio do X5, em meados de 2022. O executivo da BMW ainda falou que a marca deve passar por um estudo interno

Postagens mais visitadas deste blog

Nova geração da Ford Ranger é vista novamente em flagrante que revela mais da dianteira

Jeep Compass possui fila de espera até 2022 pra algumas versões por falta de semicondutores

Sem nenhum emplacamento, Jeep Commander já possui longa fila de espera de até 6 meses

Peugeot inicia pré-produção do SUV cupê 4008 na Europa, na fábrica de Mulhouse, na França

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

Fiat Pulse Abarth está em desenvolvimento e será apresentado em 2022, de acordo revista

BYD também testa o D1 no Brasil, que pode ser o quinto lançamento da marca para 2022

Nova geração do BMW Série 3 chega em 2025, com opção de motor puramente elétrico

Jeep Renegade 2023 não vai ganhar novo painel, mas terá novo volante e cluster digital

Chevrolet Onix ainda tem complicações com a produção para atender a demanda do cliente