Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Lotus

Radford revela teaser de novo esportivo que deve apresentar com base da Lotus

Imagem
O ex-piloto de Fórmula 1, Jenson Button, se tornou um dos principais líderes dentro de uma marca que estava às margens das novidades por um bom tempo: a Radford. A britânica deve ressuscitar com o apoio de Harold Radford, tornando a marca uma das encarroçadora de luxo novamente. A marca revelou informações sobre o desenvolvimento de um novo carro, que deve ser apresentado dentro de algumas semanas. A Radford deve trabalhar em conjunto com a Lotus Engineering no desenvolvimento do seu novo modelo, que deve usar elementos da Lotus, usando a mesma plataforma dos modelos da marca de Hethel. Isso porque o carro deve receber uma arquitetura em alumínio, que era usada pelo Exige e Evora, ou seja, a Lotus pode conseguir vender o maquinário da base para uma nova marca. Além de usar a mesma base, a Radford deve se inspirar em outro Lotus para desenvolver o seu carro: o Type 62, que é parecido com o Lotus Europa. O Type 62 participou de competições na década de 1960 e 1970. Para quem não conhece,

Lotus revela teaser do substituto do Elise e Exige, que estreia ainda hoje como conceito

Imagem
A Lotus confirmou que deve apresentar dentro de algumas horas um substituto para um dos seus modelos esportivos. Acredita-se que a marca deve revelar a versão de produção do substituto do Elise. Conhecido internamente como Type 131, o protótipo deve aparecer como uma versão quase de produção do carro. Depois de se despedirem em fevereiro, Elise e Exige devem ser substituídos pelo mesmo carro, assim como deve ocorrer com o Evora. Ainda não se tem informações sobre o substituto do trio, mas acredita-se que ele possa ser apresentado como um carro elétrico, assim como ocorrer com o Evija. O Type 131 deve ser apresentado ainda hoje como conceito, na fábrica da Lotus em Hethel, Norfolk, Inglaterra. Ao ser apresentado, a marca deve ser mais explicações sobre a sua mecânica. No desenvolvimento dos substitutos, a Lotus levou em conta o legado dos modelos que se despedem do mercado, de acordo com Matt Winde, Diretor Executivo e Engenheiro da Lotus. O primeiro carro que deve ser apresentado será

Lotus apresenta o E-R9 Concept, um hiperesportivo de competição para 2030

Imagem
A Lotus confirmou a estreia de um novo conceito, o E-R9 Concept. O modelo é mais uma amostra de como a marca inglesa deve viver seu processo de eletrificação. O E-R9 foi desenvolvido como um interessante conceito de carro de corrida do futuro. O modelo significa “Endurance Racer 9”. Desenvolvido pelo Chefe de Aerodinâmica da Lotus, Richard Hill, ele antecipa as linhas de competições de enduro, estilo 24 Horas de Le Mans. O carro foi desenvolvido como um carro de corrida de 2030, ou seja, é uma ideia de como a Lotus vê o mundo das competições em nove anos – talvez venha daí o “9”. O E-R9 foi desenhado para ser um carro que possa ser muito eficiente em aerodinâmica, com linhas super aerodinâmicas. A carroceria foi desenvolvida com painéis que podem mudar a inclinação e forma de acordo com a velocidade e outros parâmetros para garantir a máxima penetração aerodinâmica em seus movimentos. Os mecanismos que movem os apêndices ativos do carro podem ser movido manualmente ou gerenciados de mo

Lotus se despede de Elise e Exige com a Final Edition; esportivos saem de linha esse ano

Imagem
A Lotus apresentou a série especial de despedida Final Edition de modelos como o Elise e Exige. Os dois esportivos devem sair de linha para a chegada de um novo modelo, chamado de Type 131. O investimento deve ser de 100 milhões de libras e a fábrica no Reino Unido terá mais 100 funcionários trabalhando na unidade. O Elise foi apresentado em 1996 (!) e o Exige nasceu em 2000, ou seja, são modelos que já contam com alguns anos de mercado. De acordo com a Lotus, ambos devem ser vendidos com cores mais icônicas e chamativas dentro da linha, como o Azul Azure, uma das cores de lançamento do Elise e o Racing Green do carro apresentado no Salão do Automóvel de Frankfurt, de 1995. Os modelos foram apresentados com rodas de 10 raios que são 500g mais leves que as anteriores, além de poder ser oferecido com pacote de opcionais com fibra de carbono. O Elise ainda traz melhorias aerodinâmicas e amortecedores Bilstein, com barras estabilizadoras ajustáveis. Há ainda componentes em fibra de carbono

Lotus confirma fim de linha de Evora, Elise e Exige, mas revela que terão substitutos

Imagem
A Lotus confirmou o fim de produção da sua linha de esportivos formadas por Evora, Elise e Exige. O fim de linha do trio tem muito a ver com o processo de renovação que a empresa deve passar nos próximos meses. Produzido na unidade de Hethel, no Reino Unido, foi confirmada a saída de linha do trio mas ao mesmo tempo apresentou uma imagem com quatro esportivos da marca, sendo um deles o Evija e outros três modelos cobertos. Ao que tudo indica, esses três novos modelos podem ser as novas gerações do trio ou os substitutos. Antes de se despedir oficialmente destes carros, a Lotus deve apresentar séries de despedida dos modelos e nos últimos anos a marca inglesa vinha apresentando uma série de melhorias nos carros, mas já tinha passado da hora de uma nova geração. No desenvolvimento dos substitutos, a Lotus levou em conta o legado dos modelos que se despedem do mercado, de acordo com Matt Winde, Diretor Executivo e Engenheiro da Lotus. O primeiro carro que deve ser apresentado será o Proje

Lotus confirma o desenvolvimento de um novo esportivo para meados de 2022

Imagem
Depois de apresentar o Evija, a Lotus deve trabalhar nos substitutos dos modelos atuais, já bem envelhecidos no lineup. A marca trabalha com a ideia de apresentar um substituto do Espirit, um SUV e o último conhecido como Projeto Type 131. De acordo com o site Automotive News Europe, a próxima novidade apresentada pela marca deve ser um novo esportivo mais acessível, que terá motores a combustão. Ele será desenvolvido sobre uma plataforma modular que poderá ser usada durante o dia a dia. O modelo deve ser um dos novos carros de acesso da Lotus. “O novo Lotus permitirá aos clientes optarem entre diferentes versões e níveis de equipamento com um preço diferente de acordo com as propostas. Isso nos dá a oportunidade de aproveitá-lo com os compradores nos Estados Unidos. Para ter sucesso no mercado de automóveis esportivos, deve-se ter sucesso nos Estados Unidos e todos os futuros automóveis da Lotus serão projetados visando as vendas globais”, disse Phil Popham, CEO da Lotus. O Type 131 s

Alpine e Lotus devem criar parceria para desenvolvimento de novos cupês esportivos elétricos

Imagem
A Alpine e a Lotus devem firmar uma parceria para desenvolvimento de esportivos compactos e elétricos. A francesa e a britânica devem desenvolver uma plataforma em comum para esses modelos. Depois da Renault apresentar o Plano RENAULuTion, ambas as marcas assinaram um Memorando de Entendimento (MoU), onde ambas devem se comprometer a estudar uma série de áreas de cooperação incluindo o desenvolvimento em conjunto de uma dupla de carros esportivos. O desenvolvimento deve contar com as equipes da Alpine e da Lotus, que farão um estudo de viabilidade integral para engenharia, design e propulsão elétrica dos carros. Ambas empresas também devem explorar o desenvolvimento de uma oferta de serviços que combinem uma experiência em engenharia, podendo ser estudada a possibilidade de desenvolver modelos para competições. “A assinatura deste memorando de entendimento com a Lotus mostra o enfoque esbelto e inteligente que estamos implementando como parte da nova estratégia da marca Alpine. Ambas a

Primeiro SUV da Lotus, o Lambda, é confirmado para ser lançado apenas em 2022 e será elétrico

Imagem
O primeiro utilitário esportivo da Lotus segue em desenvolvimento. O modelo deve ser apresentado em questão de poucas semanas. O carro ainda deve contar com o nome Lambda e deve se tornar facilmente o novo best-seller da marca. O modelo deve ser produzido pela Geely na unidade de Wuhan, na China, e deve contar com uma nova plataforma dentro da Lotus. O projeto começou a ser desenvolvido em 2016 e seria um SUV híbrido e agora tudo indica que ele seja produzido apenas com motor elétrico. O carro será feito sobre a plataforma SEA, que estreou nos modelos da Lynk&Co. Ele terá duas opções de potência: 600cv ou 750cv, com uma autonomia que deve ficar em torno dos 580km. De acordo com informações, o Lotus Lambda deve elevar o volume de vendas da Lotus globalmente, principalmente nos Estados Unidos e China. A marca pretende chegar ao volume de 5.000 unidades em um ano. O carro deve ser produzido apenas na China. Além de ser leve, ele deve ser capaz de enfrentar trechos mais acidentados, o

Lotus deve apresentar seu SUV antes do previsto; site diz que será no final deste ano

Imagem
A nova fase da Lotus permitirá uma expansão e a criação de modelos inéditos dentro de alguns meses. Com a compra da Geely, a marca britânica deve ter o seu primeiro utilitário esportivo, que surgiria após a apresentação da versão de produção do Evija. Com o hiperesportivo ainda em desenvolvimento, o SUV deve estar na fila de espera. De acordo com informações, o modelo deve ser lançado antes do que se imagina que ele seja lançado. De acordo com informações do site AutoWeek , o modelo deve ser apresentado já no final de 2020, de acordo com informações obtidas pelo site. O modelo pode ser batizado de Lotus Lambda. O carro deve ser desenvolvido sobre a plataforma SPA, a mesma do Volvo XC90. O SUV deve ser criado com um motor de quatro cilindros junto de um motor elétrico, com um conjunto híbrido plug-in. Além de ser leve, ele deve ser capaz de enfrentar trechos mais acidentados, o que por comprometer um pouco o seu peso e consequentemente o seu desenvolvimento. Praticamente pronto para ser

É LEVA o nome da nova plataforma que a Lotus deve ter nos seus próximos carros

Imagem
A Lotus revelou as primeiras informações sobre a sua nova plataforma, batizada de Lightweight Electric Vehicle Architecture (LEVA), que deve servir como base dos seus próximos carros. A nova plataforma foi desenvolvida em parceria com a Geely-Volvo, que possui a nova plataforma SEA. A nova plataforma da Lotus deve ser ainda mais leve que a base das marcas chinesa e sueca. A engenharia da Lotus fez com que a plataforma deve servir como base de vários produtos da marca, atuando em quase todos os segmentos da marca. A base foi desenvolvida em parceria com o Departamento de Estrategia Empresarial, Energia e Industrial (BEIS), do Governo Britânico. “Esta é uma ótima notícia para nossa indústria e sua transição para a eletricidade. Há muitos talentos envolvidos na colaboração entre a Lotus, Sarginsons Industries e a London Brunel University, e estamos entusiasmados por já ter começado a trabalhar neste projeto” , disse Matt Windle, Diretor Executivo de Engenharia da Lotus. A base ainda deve

Lotus revela mais imagens do desenvolvimento do Evija, o hiperesportivo elétrico de 2.000cv

Imagem
A Lotus continua desenvolvendo o Evija, seu hiperesportivo elétrico, que deve ter seus testes finalizados em breve. O modelo seria apresentado no Salon Privé, evento que acontece no Reino Unido neste final de semana, com modelos de alto desempenho. De acordo com a Lotus, o Evija deve contar com cinco modos de condução: Range, City, Tour, Sport e Track. No modo Range, o Evija possui uma potência limitada de 1.000cv de potência e torque de 81,57kgfm, enquanto a tração é apenas traseira. No modo City, o cupê deve ter um maior controle do fluxo de energia e reduz a atuação da frenagem regenerativa. No modo Tour, ele terá tração nas quatro rodas ou apenas na traseira, tendo potência de 1.400cv e torque com vetorização. O Sport aumenta a cavalaria para 1.700cv e 173,75kgfm e o Track permite que o Evija despeje todos os 2.000cv de potência e um nível mais alto de vetorização do torque com o sistema DRS, que reduz o arrasto do carro. “Com nossa nova fábrica pronta, estamos à frente do bloco no

Lotus se desentende com a Williams e encerra colaboração para o desenvolvimento do Evija

Imagem
Ainda em desenvolvimento, o Lotus Evija parece estar enfrentando um momento difícil. Depois da confirmação do atraso em cinco meses para a apresentação da versão final do carro, a Lotus estaria enfrentando dificuldades com a Williams para o desenvolvimento do carro. A Lotus decidiu interromper o desenvolvimento do Evija com a Williams Advanced Engineering F1, decisão que fez muita gente duvidar do motivo. A equipe de Fórmula 1 deveria contribuir bastante para o desenvolvimento do cupê, mas uma série de desentendimento entre asmbas as partes fez com que a Lotus decidisse desenvolver o carro sozinha. “A Williams Advanced Engineering foi um sócio técnico, aportando experiência específica no desenvolvimento das baterias e do sistema de alta voltagem ao projeto do hiperesportivo Evija. Quando o programa entrou em suas últimas etapas antes da interrupção pelo Covid-19, a Lotus escolheu continuar o projeto de maneira interna devido a problemas de entregas da Williams Advanced Engineering. A L

Por conta da pandemia do Covid, Lotus Evija tem desenvolvimento atrasado em cinco meses

Imagem
A Lotus confirmou que o Evija deve atrasar em cerca de cinco meses para a sua estreia oficial. O carro teve seu desenvolvimento afetado pela pandemia do Coronavírus. As primeiras entregas começariam no final de 2020, mas as medidas sanitárias no Reino Unido impediram que o carro começasse os testes de rua. De acordo com a Lotus, dos 130 carros que serão produzidos, 70 unidades já foram vendidas. O Evija conta com quatro motores elétricos que desenvolvem uma potência combinada de 2.000cv de potência e um torque de 170kgfm, capaz de acelerar de 0 a 100km/h em menos de 3 segundos e chegar a velocidade máxima de 320km/h. Os motores elétricos são alimentados pela energia armazenada em uma bateria de íons de lítio montada na parte central do veículo. A autonomia é de 400km com apenas uma carga e a bateria pode ser carregada de maneira ultrarrápida com um ponto de 800kW. De acordo com a Lotus, cada unidade deve ser reservada por 250 mil libras esterlinas, com custo final de 1,9 milhão de libr

Lotus "Type 131" é o desenvolvimento de um novo modelo para ficar entre os atuais Exige e Evora

Imagem
A Lotus deve desenvolver um novo modelo, inédito, que deve ser apresentado em 2021. O modelo, tratado como Project Type 131 (lembre-se que o Type 130 deu origem ao Evija). O novo modelo não deve substituir nenhum modelo do catálogo atual da Lotus e deve ficar posicionado entre o Exige e o Evora. O modelo deve ser o primeiro carro de larga escala apresentado pela Lotus como novidade em 12 anos (o Evija tem produção limitada). O novo modelo deve seguir a identidade visual da marca vista no Evija, claro que de maneiras mais contidas. A Lotus deve desenvolver o carro com uma simplicidade nas linhas mas elas ainda devem reforçar as sensações de esportividade dos modelos da marca. O carro não deve ser desenvolvido nem como híbrido e nem como elétrico. Ele deve nascer como um carro movido a motor a combustão e deve acabar priorizando o baixo peso, características da marca. “Nossos motores nesse momento são de origem Toyota, mas teremos acesso às mecânicas que existem atualmente no grupo e às

Lotus escolhe uma linha de revestimento de acabamento de alta qualidade e alta eficiência da Dürr

Imagem
O fabricante de carros esportivos Lotus automatiza a sua instalação de pintura de carrocerias na sua sede britânica em Hethel. A Lotus contratou a Dürr para instalar uma linha de pintura automatizada com uma série de processos extremamente eficientes. A Dürr superou concorrentes mundiais durante o processo de adjudicação do contrato graças às suas tecnologias extremamente eficientes, produzindo menos resíduos com baixo impacto ambiental. A modernização inclui uma linha de aplicação automatizada, além de um fornecimento especial de pintura e sistemas de transporte. O contrato foi adjudicado em 2019. Atualmente, os carros da Lotus são pintados de forma manual, mas no futuro  adotará a automação para a pintura externa com quatro robôs de pintura EcoRP E133. Com seus seis eixos e o trilho, esses robôs são flexíveis o suficiente para diversas aplicações. Em relação ao design da nova linha de pintura, a principal prioridade para a Lotus era a eficiência extremamente alta do processo,

Lotus lança série especial de aniversário do Exige a Sport 410 20th Anniversary Edition

Imagem
A Lotus comemora os 20 anos do Exige no mercado. Apresentado em 2000, o cupê ganha a série especial Sport 410 20th Anniversary. Ele se diferencia por contar com novos tons de carroceria, com três opções de cores: Chrome Orange, Laser Blue e Calypso Red, tons que também cobrem o teto, as entradas de ar laterais e o aerofólio traseiro, como já acorria no modelo original. Ele ainda possui alguns logotipos espalhados pela carroceria, presente no para-lama dianteiro e no para-choque traseiro. A série ainda ganha antena barbatana de tubarão pintada de preto e as novas rodas com logotipo de 20 polegadas, além de um aerofólio traseiro e um splitter. O capô conta com abertura do motor em fibra de carbono. No interior, as mudanças ficam por conta do couro Alcantara, com bancos exclusivos e com detalhes na cor da carroceria. O volante também conta com o mesmo tipo de couro, com costuras que foram inspiradas no Exige original. Há também uma plaqueta com o nome “20th Anniversary”, no quadro de

Lotus confirma desenvolvimento de novo esportivo com motor V6 Hybrid, último com motor a combustão

Imagem
A Lotus já desenvolve um novo esportivo que deve ser apresentado em breve na China, com base no Evija. Esse novo modelo não deve ter produção limitada e contará com uma mecânica híbrida, com o motor 3.5 V6 de origem Toyota que já é usado atualmente nos carros da Lotus. Esse novo carro deve contar com tração nas quatro rodas, mas a produção híbrida pode contemplar um ou dois motores no eixo dianteiro, enquanto o V6 move as rodas traseiras. Juntos, esses motores podem desenvolver cerca de 500cv de potência para cima. De acordo com informações, esse novo modelo da Lotus deve aumentar a capacidade instalada em sua planta em Hethel de 1.600 unidades anuais para 5.000 unidades por ano. “Não é como se tivéssemos que gerar todo o dinheiro para investir em nosso futuro. Nosso foco agora é nos carros esportivos, mas achamos que a marca tem potencial para mudar para outros segmentos. E a Geely possui experiência em áreas como eletrificação e direção autônoma”, disse Phil Popham, CEO da Lotus. A e

Lotus descarta desenvolvimento de substituto do Eleven; e uma nova geração ainda pode demorar

Imagem
Com produção entre 2015 a 2018, o Lotus Eleven não deve retornar as linhas de produção. Batizado de 3-Eleven, o carro era desenvolvido para os amantes de track-day e saiu de linha com uma série especial de despedida em 2018. Apesar do seu sucesso comercial, a Lotus confirmou que ele não deve ganhar uma nova geração ou ter um substituto. Uma quarta geração do Eleven não deve ser desenvolvido porque no momento a Lotus estaria disposta a desenvolver a renovação da linha dos seus carros de série. “Há espaço para isso, mas temos tantas coisas para fazer que já estamos comprometidos. A prioridade é conseguir uma nova linha de produtos” , disse Matt Windle, Chefe de Engenharia da Lotus. Além disso, o executivo confirmou que a marca estaria disposta a introduzir novos modelos no lineup e disse que “a Lotus Engineering, ao lado de consultoria do negócio, também está sendo fortalecida. Temos discutido de programas sob medida com outras empresas. Essa é uma maneira de lidarmos com isso, e eu os a

Lotus revela mais imagens e informações do Evija, que marca início do renascimento da marca

Imagem
Considerado um dos carros de apresentação mais rápida já feita pela Lotus, o Evija deve ser o início de uma nova era para a marca britânica. Para isso, deve investir rápido em novos modelos e uma renovação completa do lineup. Já em produção na China, o Evija faz parte deste novo movimento da marca, agora controlada pela Geely. Além do prata do modelo revelado no ano passado, o Evija ainda deve ser vendido nas cores Vermelho Atomic Red, das imagens, e os tons Amarelo Solaris Yellow e Preto Carbon Black. A marca ainda revelou o novo configurador do site, que de acordo com Simon Clare, Diretor Executivo de Marketing Global da Lotus, diz: “Sabemos que todas as jornadas dos clientes serão únicas e nossa equipe de relações com clientes altamente experiente está pronta para atender a quaisquer solicitações. Com as ferramentas digitais de ponta, como o novo configurador, podemos acomodar as preferências e os requisitos do cliente de qualquer lugar do mundo com o toque de um botão” . Com um cha

Postagens mais visitadas deste blog

Reestilização do Volkswagen Jetta chega até 2022, com o inédito motor 1.5 TSI

Chevrolet lança a linha 2022 da S10, com duas opções de motor Flex; parte de R$156.890

Chevrolet Tracker PcD volta a ser vendido em breve, mas com mudanças de conteúdo

Volkswagen revela mais informações sobre a linha ID e VAG terá nova bateria

Chery convoca recall de Arrizo5, Tiggo5X e Tiggo7 no Brasil com defeito no motor 1.5 Turbo

Citroën "C2 AirCross/C3/C3 Sporty" deve ser apresentado no próximo dia 20 de maio

Citroën confirma fim de linha de C3, AirCross e C4 Lounge; trio sai do site da marca

Lançado há quatro anos, Seat Ibiza também ganha reestilização de meia-vida na Europa

Chevrolet comemora a marca de 150.000 unidades do Cruze, produzidos na Argentina

Volkswagen Up! aumenta o time de compactos fora de linha, depois de 7 anos no mercado