Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Plataforma

Chery fecha fábrica de Jacareí (SP) até 2025, quando retoma produzindo híbridos e elétricos

Imagem
A Chery confirmou que a fábrica de Jacareí (SP) deve ser desativada por tempo determinado. A unidade inaugurada em 2015 deve retomar a produção apenas em 2025, de acordo com a Caoa. A medida serve para readequar o lineup da marca em produtos mais modernos e com tecnologia elétrica. Até o final de 2023, todos os modelos da Chery serão eletrificados, com algum tipo de motor híbrido. A partir daí, a unidade de Jacareí começa a ser remodelada para a produção de modelos eletrificados, especialmente carros híbridos ou elétricos. Além de confirmar a transição tecnológica da Caoa Chery, visa a competitividade no âmbito nacional e internacional – seguindo um dos maiores movimentos tecnológicos da indústria automotiva mundial com forte foco no mercado brasileiro. A adaptação da unidade de Jacareí terá como parâmetro os processos produtivos já adotados na fábrica da Caoa Montadora, localizada em Anápolis (GO). Por lá, a unidade se destaca pelos processos produtivos flexíveis desenvolvidos pela Ca

Stellantis anuncia investimento de US$ 2,8 bilhões nas fábricas de Brampton e Windsor

Imagem
A Stellantis confirmou um investimento de US$ 2,8 bilhões nas fábricas de Windsor e Brampton, em Ontário, no Canadá. O montante também será usado para expandir seu Centro de Pesquisa e Desenvolvimento Automotivo (ARDC) para acelerar a mudança da empresa para um futuro sustentável. Este anúncio também apoia o plano estratégico Dare Forward 2030 da empresa e sua estratégia de eletrificação de longo prazo para investir US$ 35 bilhões até 2025 em eletrificação e software globalmente. O evento contou com a presença do Diretor de Operações da Stellantis North America, Mark Stewart, ao lado do Primeiro-Ministro, Justin Trudeau, que fez um anúncio durante um evento no ARDC, que também contou com a presença do Primeiro-Ministro de Ontário, Doug Ford; Ministro da Inovação, Ciência e Indústria François-Philippe Champagne; Ministro do Desenvolvimento Econômico de Ontário, Vic Fedeli; e Unifor Assistente do Presidente Nacional Shane Wark, bem como outros oficiais eleitos e líderes comunitários. “Es

Polestar 2 ganha mudanças leves na sua estrutura, uma bateria maior e novas cores

Imagem
A Polestar apresentou as primeiras novidades para o seu sedã elétrico, o Polestar 2. O modelo começa a ser vendido com melhorias e novas opções de cores. Agora, ele começa a ser vendido com uma bateria de 69kWh na versão Standard, que traz uma autonomia de 474km no ciclo WLTP. Na mecânica, o motor passou de 224cv para 231cv (o torque se manteve o mesmo, de 33,5kgfm), enquanto as baterias do Polestar 2 agora podem ser recarregadas em estações de até 130kW. O sedã ainda é vendido com as versões Long Range Single Motor com motor de 231cv e 33,5kgfm, com bateria de 78kWh que oferece autonomia entre 510km a 540km. Por fim, existe o AWD, com dois motores elétricos que desenvolvem 408cv de potência e 67kgfm de torque. Com baterias de íons de lítio, o conjunto é montado sobre o assoalho e o banco traseiro, com uma autonomia de 470km no ciclo WLTP. A carcaça da bateria também é nova, sendo desenvolvida a partir de alumínio e usa energia renovável para sua fundição, além de trazer uma nova bomba

BMW não confirma desenvolvimento de compactos elétricos; Série 1 e 2 correm risco

Imagem
A BMW não decidiu se o seu futuro elétrico contará com a gama de modelos compactos. Assim como ocorre com a Mercedes-Benz, que deve cortar parte dos seus carros menores, a BMW também pode fazer alguns cortes. Com um volume de vendas menor e margem de lucros cada vez mais apertadas, apenas o iX1 está confirmado até o momento. O Série 1 chegou a ser cogitado o desenvolvimento de um i1, enquanto os membros da linha Série 2 (Série 2 Gran Coupé, Série 2 Active Tourer e o Série 2 Coupé) não estão confirmados se terão um futuro elétrico. De acordo com informações do site Autocar , a BMW está estudando formas de manter os modelos em linha, principalmente os carros desenvolvidos a partir da base UKL/FAAR. Essa plataforma deve continuar em linha até meados de 2027. De acordo com uma fonte ligada a BMW, ao Autocar, disse: "Há uma série de questões a serem consideradas. Em primeiro lugar, o tamanho do UKL dificulta a eletrificação porque o tamanho potencial de uma bateria é restrito. Em segun

Fábrica da Fiat na Sérvia, em Kragujevac, vai produzir um novo elétrico, substituto da 500L

Imagem
A Stellantis confirmou que a fábrica da Fiat na unidade de Kragujevac, na Sérvia, passará por um investimento pesado de 190 milhões de euros. Por lá, a Stellantis prepara a produção de um novo modelo que vai substituir a 500L, possivelmente um novo elétrico. A produção desse novo automóvel começa em meados de 2024 e é possível que um segundo carro seja produzido em conjunto. De acordo com informações do site Automotive News Europe , o investimento foi confirmado no mês passado por Carlos Tavares, CEO da Stellantis. Durante o evento, esteve presente Aleksandar Vucic, presidente da Sérvia. Atualmente, apenas a minivan 500L é produzida na Sérvia, servindo de base de exportação para todo o mundo. O elétrico que será produzido por lá ainda é desconhecido. “A nova plataforma elétrica se encaixa perfeitamente com produtos de nível básico nos segmentos A, B e C, melhorando as soluções de mobilidade urbana eficientes e limpas para nossas marcas” , destacou Tavares no anúncio. Ao que tudo indica

Picape média da RAM segue com indefinição de sua base: STLA e Small Wide 4x4 são opções

Imagem
Enquanto ainda existe uma indefinição sobre qual será a base da picape média da RAM, não tem como bater o martelo. A Stellantis não confirma, mas a picape pode ter plataformas diferentes em diferentes mercados. Na América do Norte, ela poderia receber uma base em chassi, enquanto em outras regiões, como a América do Sul, receberia a plataforma modular Small Wide 4x4, presente em todos modelos feitos em Goiana (PE). De acordo com o site Motor Trend, a versão norte-americana pode acabar usando uma base inédita: a STLA. De acordo com Carlos Tavares, CEO da Stellantis, a base não poderia ser a STLA Frame, da RAM 1500, é muito grande para uma picape média. Com isso, seria possível que ela usasse a base STLA Large, um degrau abaixo. Aqui, rumores apontam para a base Small Wide 4x4, uma plataforma modular – no lugar do chassi. Com isso, a picape ficará acima da Fiat Toro e vai concorrer internamente com a Peugeot Landtrek. De acordo com informações, a picape não vai usar nenhuma peça comparti

Surgem novas informações sobre o Opel Manta-e, que pode ter autonomia de até 700km

Imagem
A Opel confirmou o investimento em tornar-se uma marca de elétricos dentro dos próximos anos e o retorno do nome Manta é uma das apostas. O Manta retorna apenas com motor elétrico e será chamado de Manta-e, sendo um crossover nessa nova geração. Desenvolvido sobre uma base STLA da Stellantis (muito provavelmente seja a base STLA Medium), o Manta será um “carro altamente emocional” que oferecerá aceleração rápida devido ao trem de força elétrico. De acordo com a Opel, o Manta será uma “nova interpretação fascinante e surpreendentemente espaçosa” . Aparecendo quase como uma ‘Astra Cross’, o Manta será apresentado com a atual identidade visual da Opel, em 2025, e terá a produção (muito provavelmente) na unidade de Melfi, na Itália. De acordo com o site CarScoops , o crossover deve ser equipado com baterias que variam de 87kWh a 104kWh, podendo ter uma autonomia de 500km até 700km. Na mecânica, é esperado que ele seja equipado com um motor elétrico que varia de 170cv a 245cv com tração di

Surgem mais informações do novo Dacia Duster, que será apresentado em 2024, destaca CEO

Imagem
A Dacia segue desenvolvendo a nova geração dos seus compactos na Europa. Por lá, a marca romena confirmou que vai dar continuidade ao processo de renovação dos carros, que começou com os novos Sandero e Logan. Recentemente, a Dacia também apresentou a Jogger, substituta de Lodgy e Logan MCV. Todos os modelos criados a partir da plataforma CMF-B. Agora, o próximo passo é atualizar a linha de SUVs. De acordo com o CEO da Dacia, Denis Le Vot, em entrevista ao Automotive News Europe , a Dacia deve focar na nova geração do Duster e do seu C-SUV. A terceira geração do Duster deve se destacar por contar com um visual bem diferente do modelo atual, que é uma evolução da primeira geração. A base CMF-B deve contribuir para melhorias de estrutura, condução, dirigibilidade, ruído, vibração e aspereza, além de permitir a eletrificação do SUV compacto. Visualmente, a nova geração deve beber na fonte de inspiração do Bigster Concept, com um design de linhas mais parrudas e sofisticadas. Ele ainda pod

Tesla Cybertruck pode ser o primeiro veículo da marca com arquitetura elétrica de 800V

Imagem
Ainda prevista para meados de 2023, a Tesla Cybertruck teve mais informações reveladas. De acordo com algumas informações, a picape pode ser apresentada com uma arquitetura elétrica de 800V. Atualmente, a maioria dos modelos elétricos contam com uma arquitetura de 400V, inclusive toda a linha Tesla atual. Marcas como Audi, Porsche, Kia e Hyundai já possuem modelos com a arquitetura de 800V. A informação foi confirmada por meio do Vice-Presidente Sênior de Powertrain e Engenharia de Energia da Tesla, Andre Baglino, que disse estuda novos modelos com a nova arquitetura. “Para os veículos de plataforma menores como 3 e Y, há algumas vitórias e perdas com 800 volts. Nem tudo é melhor. E então, olhamos para essa plataforma e não estamos ignorando a realidade de que você pode ir para uma voltagem mais alta, mas não há nada realmente nos encorajando a fazê-lo nessa plataforma.” , destacou Baglino em entrevista. O executivo ainda confirmou que a base com esse tipo de arquitetura seria interess

Honda revela mais detalhes do seu plano de eletrificação e antecipa três plataformas de EVs

Imagem
A Honda revelou mais um pouco do seu plano de eletrificação para os próximos anos. Com a meta de vender cerca de 2 milhões de elétricos por ano até 2030, a Honda vai investir pesados US$ 40 bilhões que serão destinados para a criação de novas plataformas, que já estão em desenvolvimento. A informação foi confirmada pelo Chefe de Eletrificação da Honda, Shinji Aoyama, que confirmou que as próximas plataformas elétricas dos modelos serão modulares, a fim de atender carros compactos, médios e grandes, desde que sejam usadas por carros elétricos. Isso explica que a e:Architecture deve ter variações não só de tamanho, mas também de capacidades, assim como acontece com plataformas como a TNGA da Toyota ou a MQB da Volkswagen. É esperado que modelos compactos como keicars usem a base, assim como modelos maiores e até mesmo um SUV grande destinado para o mercado norte-americano. A terceira plataforma deve ser a BEV3, de origem GM, que será usada em alguns modelos na América do Norte, onde a Ho

Plataforma MEB ganhará novidades dentro do Grupo VAG, com autonomia de até 700km

Imagem
A VAG confirmou que a plataforma modular MEB deve receber ajustes num futuro breve. O grupo alemão confirmou que vai trabalha para fazer com que a base, atualmente usada por Volkswagen, Audi, Skoda e Cupra, passe a contar com baterias de maior capacidade. Os próximos carros do Grupo Volkswagen serão lançados com uma autonomia maior, de acordo com melhorias que estão em desenvolvimento na base. A meta da VAG é fazer com que essa bateria passe a oferecer cerca de 700km de autonomia, podendo ser recarregados em estações de recarga de até 200kW, o que deve diminuir consideravelmente o tempo de recarga das baterias. Outro ponto citado é que a VAG quer que a aceleração dos veículos seja em torno dos 5,5 segundos até os 100km/h, em modelos de tração integral. A Volkswagen não confirma quando que a MEB vai receber essas melhorias, mas tudo indica que isso não demore muito para acontecer. Modelos atualmente produzidos com essa base serão os primeiros beneficiados, assim como os futuros lançamen

Plataforma de elétricos da Mercedes-Benz vai permitir motores a combustão até 2025

Imagem
A Mercedes-Benz confirmou que a próxima geração de carros a combustão da marca virá com plataforma de modelos elétricos. O compartilhamento de plataformas deve ajudar com que os alemães possam economizar em escala. A informação foi confirmada por Christoph Starzynski, Vice-Presidente de Desenvolvimento para Acionamento Elétrico da Mercedes-Benz, em entrevista ao site Motor1. A marca ainda trabalha para fazer com que as novas gerações de Classe A e Classe B sejam desenvolvidos sobre uma plataforma elétrica, ganhando versões a combustão, possivelmente com motores híbridos. “A plataforma será ‘EV-first’ [elétrico-primeiro], mas não exclusiva de elétricos, e o compromisso ficará no lado dos a combustão, não no lado elétrico” , disse Starzynski. A base MMA será apresentada em meados de 2024 em substituição à plataforma MFA. Essa nova base modular compacta servirá de base para as novas gerações de Classe A, Classe B, CLA, GLA e GLB. Ela terá um espaço dedicado no assoalho para a bateria, mas

Honda revela mais do plano de eletrificação e confirma investida de US$ 40 bilhões até 2030

Imagem
A Honda confirmou mais detalhes do seu plano estratégico de eletrificação global. A marca detalhou partes do seu plano para os próximos anos. Até 2030, a Honda vai investir US$ 40 bilhões em eletrificação e software, lançando 30 novos modelos elétricos globais, incluindo modelos esportivos, com meta de vender cerca de 2 milhões de unidades de elétricos por ano. O custo total de Pesquisa & Desenvolvimento para a próxima década está orçado em ¥ 8 trilhões (US$ 64 bilhões). Focando na sua neutralidade de carbono até meados de 2050, a Honda deve focar regionalmente em seu processo de eletrificação. Na América do Norte, até 2024, serão lançados dois novos utilitários esportivos elétricos, desenvolvidos em conjunto com a GM. Um deles será o Prolongue, enquanto o outro modelo deve ser da Acura. Em 2024, está confirmado que será lançado uma van compacta elétrica, além de keicars elétricos e outros SUVs elétricos. Espera-se ainda lançar cerca de 10 novos modelos elétricos na China até 2027,

RAM 1200/Dakota não herdará nenhuma outra peça de modelos existentes, além da base

Imagem
A RAM desenvolve uma picape média, que ainda não sabemos se será batizada de 1200, de acordo com a nomenclatura das demais picapes da RAM, ou será batizada de Dakota, resgatando o nome do passado. O que se sabe, é que essa picape será desenvolvida com a base Small Wide 4x4, uma plataforma modular – no lugar do chassi. Com isso, a picape ficará acima da Fiat Toro e vai concorrer internamente com a Peugeot Landtrek. De acordo com informações do site Auto+, a picape não vai usar nenhuma peça compartilhada com Jeep Renegade, Jeep Compass, Fiat Toro ou Jeep Commander, modelos que vão compartilhar a mesma base. Concorrendo com modelos médios, ela ficará acima dos 5 metros de comprimento e terá uma caçamba menor que suas rivais, podendo ter a opção de diminuir ainda mais a caçamba com o sistema RamBox, que deve estar na caçamba. Visualmente, a picape contará com linhas bem parecidas com as da RAM 1500, com faróis e grade dianteira conectados. No interior, o quadro de instrumentos será com uma

Postagens mais visitadas deste blog

Chery desenvolve a chegada do eQ1 ao mercado brasileiro, candidato a elétrico mais barato

Renault vai trazer 1º lote de 500 unidades do Kwid E-Tech Electric a partir de agosto

Volkswagen desenvolve um Polo Hybrid com motor eTSI, que chega na reestilização

Volvo abre pré-venda do novo XC40 Recharge Electric P6, com motor de 231cv, por R$ 309.950

Surgem projeções de como pode ficar o Renault 'StepWay', que estreia no Brasil em 2023

Chery fecha fábrica de Jacareí (SP) até 2025, quando retoma produzindo híbridos e elétricos

Com fechamento da fábrica, Chery Tiggo 3X sai de linha e Arrizo 6 virá importado da China

Site confirma a escolha da Fiat para o nome do SUV oriundo do Projeto 376: Fastback

Jeep confirma o lançamento da Gladiator para breve no Brasil; picape terá motor 3.6 V6

Kia Soul ganha reestilização nesta terceira geração e traz mais tecnologia, no exterior