Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Gasolina

BMW também pode renomear nome dos seus carros com novo padrão, segundo patentes

Imagem
BMW registrou 48 novos nomes para padrão de nomenclatura dos seus novos modelos elétricos de acordo com o Escritório Alemão de Marcas e Patentes A BMW registrou oficialmente no Escritório Alemão de Marcas e Patentes cerca de 48 novos nomes de modelos elétricos, com uma nova nomenclatura das versões. De acordo com achados do site CarBuzz , a BMW vai mudar o padrão de nomenclatura dos modelos elétricos a um estilo próximo dos modelos a combustão e híbridos, que será diferente do padrão atual 'eDrive e o numeral'. Atualmente, por exemplo, modelos a combustão como o Série 3 tem versões 320i, 330i, 340i e M340i. De acordo com informações do site, a marca alemã deve trabalhar com novos batismos aos seus carros elétricos, tanto que registrou os quase 50 novos nomes. Antes de falar sobre as patentes, vamos lembrar que, tradicionalmente, a BMW sempre batizou seus carros com o primeiro número referente à série ('3'20i, indica ser um Série 3 ou um membro da linha) e os dois últi

BMW segue trabalhando na nova geração de motores a gasolina e diesel, destaca jornal

Imagem
BMW confirmou manutenção dos motores de quatro, seis e oito cilindros em seus carros, com novas gerações de motores a gasolina e diesel – a última da marca  A BMW confirmou que vai manter o desenvolvimento de uma nova geração de motores a combustão (ICE), que contará com motores de quatro, seis e oito cilindros da linha TwinPower. Os novos powertrain da marca serão abastecidos tanto com gasolina como com diesel e tendem a ser a última geração de motores a combustão desenvolvidos pelos alemães. De acordo com informações, os novos motores são trabalhados internamente e vão ficar em linha até a década de 2030, possivelmente até meados de 2035. Informações apuradas pelo jornal alemão Handelsblatt , o projeto prevê o desenvolvimento de motores de quatro, seis e oito cilindros que serão amplamente usados nos utilitários esportivos da marca, além dos sedãs. Muito provavelmente, os motores irão de 2.0, 3.0 e 4.0 como os conjuntos atuais, ganhando melhorias em termos de eficiência energética

Jeep Avenger aparece com motor 1.2 PureTech na Europa, que desenvolve 100cv de potência

Imagem
Jeep apresentou as primeiras imagens do Avenger com motor a combustão 1.2 PureTech na Europa por meio do configurador; SUV tem 100cv e 20,9kgfm A Jeep apresentou sem muito alarde o Avenger com motor a combustão. Trata-se do Avenger 1.2 PureTech a gasolina, que estreia na Europa. Essa opção será a única oferta a combustão do SUV subcompacto da marca. Na Europa, ele será vendido com motor 1.2 PureTech que desenvolve 100cv de potência e torque de 20,9kgfm, acoplado a uma transmissão manual de 6 marchas. Com tração dianteira, o modelo tem aceleração de 0 a 100km/h em 10,6 segundos e a velocidade máxima de 184km/h. Todas as versões com motor a combustão serão as opções mais simples do modelo por lá. Quem quiser um Avenger mais completo, terá que levar para casa o modelo elétrico. Visualmente, as versões mais simples do modelo tem algumas diferenças visuais. No para-choque dianteiro, ele perde os faróis de neblina. No lugar, a entrada de ar nos extremos do para-choque fica maior. Nas lat

Dacia Sandero EV aparece em meados de 2028 em sua quarta geração que será 'multienergia'

Imagem
Dacia confirma que trabalha em uma nova geração do Sandero, a quarta, que será híbrida e puramente elétrica; estreia acontece em 2028 na Europa A Dacia segue trabalhando na sua eletrificação, mas isso deve demorar um pouco. Recentemente a marca confirmou que vai atrasar um pouco sua eletrificação total porque a mesma ainda quer se manter como uma marca de baixo custo. Para isso, ela espera que o custo de desenvolvimento e de componentes para elétricos continue diminuindo nos próximos anos. No entanto, as primeiras informações sobre uma nova geração do Sandero já está aparecendo. Essas informações falam que a nova geração do hatch compacto será criado a partir de uma plataforma que vai permitir motores híbridos e elétricos. É possível que ele mantenha a base CMF, mas aderindo a CMF-BEV no caso dos elétricos. A informação foi confirmada em entrevista com o CEO da Dacia, Denis Le Vot, durante o Salão do Automóvel de Paris, na França. “Podemos fazer um carro multienergia [versões ICE e

Executivo da Stellantis acredita que o motor a combustão começa a morrer em 2027

Imagem
Apesar de poder estar em linha até meados de 2035 na Europa, Stellantis acredita que o fim do motor a combustão pode começar já em 2027 Apesar do fim do motor a combustão ser esperado para meados de 2035 na Europa, a Stellantis acredita que o motor a combustão deve começar a se despedir antes disso. Enquanto parece que o motor vá sobreviver por 12 anos, as novas regras da União Europeia devem começar a forçar os motores a combustão a se despedirem a partir de 2027, acredita o Vice-Presidente Sênior de Assuntos Corporativos da Stellantis na Itália, Davide Mele. Em entrevista, o executivo crê o Euro 7, que entra em vigor em 2027 já vai impor rigorosas reduções de emissões de poluentes que farão com que os carros se obriguem a ser mais eficientes. O problema é que 2027 é dentro de quatro anos, o que já vem fazendo com que as marcas antecipem seus planos estratégicos para carros elétricos de uma maneira mais rápida. Dentro da Stellantis, a Chrysler, Dodge, Lancia e a Alfa Romeo são marca

BMW traz novas opções de motor para iX1 e Série 2 Active Tourer, que estreiam na Europa

Imagem
BMW apresenta nova opção de motor para Série 2 Active Tourer e X1, que chegam na Europa com novas versões com motor 1.5 12v TwinPower A BMW apresentou duas opções de motor para Série 2 Active Tourer e para a nova geração do X1. Tanto a minivan como para o SUV compacto, a marca trouxe novidades. No caso da Série 2 Active Tourer, ela ganha a versão 216i que chega com motor 1.5 12v TwinPower Turbo a gasolina que desenvolve 122cv de potência com torque de 23,4kgfm. Com esse conjunto, ela acelera de 0 a 100km/h em 10,3 segundos. Até o momento, a minivan era vendida apenas com as versões 218i possui motor 1.5 12v TwinPower Turbo a gasolina que desenvolve 136cv de potência com torque de 23,4kgfm, acoplado a um câmbio automatizado de 7 marchas de dupla embreagem (acelera de 0 a 100km/h em 9 segundos e máxima de 214km/h). A versão 220i possui motor 2.0 TwinPower Turbo a gasolina que desenvolve 170cv de potência com torque de 28,5kgfm, acoplado a um câmbio automático de 8 marchas (acelera de 0

Ford confirma que carros a combustão ainda são importantes para seu crescimento

Imagem
Ford confirma que o desenvolvimento de carros elétricos ainda faz parte dos seus planos para os próximos anos e que novo Mustang é a prova A Ford confirmou que o desenvolvimento de carros movidos a combustão (ICE) ainda são parte importante da marca para os próximos anos. Apesar do pesado investimento em carros elétricos, do montante de US$ 50 bilhões, a Ford ainda quer trazer novos carros movidos a combustão. Cruciais para o crescimento da marca em vários mercados, os motores a combustão devem ser apresentados em novos carros durante esta década – apesar dos investimentos estarem diminuindo. A informação veio do CEO da Ford, Jim Farley, que confirmou que a divisão Ford Blue também terá novidades nos próximos anos. Tanto que a Ford é uma das marcas grandes que não comenta quando deixará de vender carros a combustão, diferente de algumas de suas principais concorrentes. A Ford destaca ainda que o investimento em novos carros a combustão recentemente ganhou a maior prova: o novo Mustan

Dacia revela informações sobre seu novo plano estratégico e mantém motores a combustão

Imagem
Dacia revela detalhes de seu plano estratégico e prevê que vai manter os motores a combustão em linha até meados de 2030 e aposta em custo/benefício A Dacia revelou detalhes do seu direcionamento para os próximos anos na Europa. A marca romena confirmou que vai manter os motores a combustão na Europa até meados de 2030, visto que a marca planeja continuar sendo uma marca acessível, mas também não de carros baratos, mas sim com melhor custo/benefício. Esse redirecionamento da marca será necessário por conta da eletrificação, cada vez maior na Europa. A informação foi confirmada por Denis Le Vot, CEO da Dacia, que confirmou que a marca possui uma estratégia dentro da empresa, de não abandonar os carros a combustão nesta década. “A Renault vai se esforçar para ser a campeã dos motores elétricos; isso tem um risco. É também por isso que a Dacia existe. Dependendo da rapidez com que o mercado se converte em motores elétricos e do apetite dos clientes, a Dacia está aqui. As duas podem coex

GM ainda não sabe quando vai 'matar' o carro a combustão; Chevrolet e GMC serão as últimas

Imagem
A General Motors confirmou que ainda não sabe quando vai deixar de vender carros a combustão, apesar de apostar forte no desenvolvimento de elétricos em toda a sua linha. Investindo cerca de US$ 35 bilhões até meados de 2025, a GM quer ter uma linha completa de elétricos até 2035, mas ainda não sabe quando deixa de vender carros a combustão pelo fato de que a marca vende em mercados como a China e a América Latina. Em entrevista ao Automotive News , Chevrolet e GMC provavelmente serão as últimas marcas a se tornarem puramente elétricas, visto que Buick e Cadillac são marcas mais premium e será um processo mais fácil para ambas. Já a BrightDrop já nasceu elétrica e não tem esse problema. Em entrevista ao site, Stephanie Brinley, analista da S&P Global Mobility, disse que “a GMC e a Chevrolet estão no coração do mercado…”. A GM confirmou que vai ter 30 elétricos globalmente até 2026, enquanto a Buick e a Cadillac se tornam puramente elétricas até 2030. Em mercados emergentes, essa tr

Plataforma de elétricos da Mercedes-Benz vai permitir motores a combustão até 2025

Imagem
A Mercedes-Benz confirmou que a próxima geração de carros a combustão da marca virá com plataforma de modelos elétricos. O compartilhamento de plataformas deve ajudar com que os alemães possam economizar em escala. A informação foi confirmada por Christoph Starzynski, Vice-Presidente de Desenvolvimento para Acionamento Elétrico da Mercedes-Benz, em entrevista ao site Motor1. A marca ainda trabalha para fazer com que as novas gerações de Classe A e Classe B sejam desenvolvidos sobre uma plataforma elétrica, ganhando versões a combustão, possivelmente com motores híbridos. “A plataforma será ‘EV-first’ [elétrico-primeiro], mas não exclusiva de elétricos, e o compromisso ficará no lado dos a combustão, não no lado elétrico” , disse Starzynski. A base MMA será apresentada em meados de 2024 em substituição à plataforma MFA. Essa nova base modular compacta servirá de base para as novas gerações de Classe A, Classe B, CLA, GLA e GLB. Ela terá um espaço dedicado no assoalho para a bateria, mas

Jaguar F-Pace ganha duas novas opções de motores eletrificados no Reino Unido

Imagem
A Jaguar apresentou novas opções de motor eletrificado para o F-Pace na Europa. O modelo faz sua estreia com a versão Sport equipada com motor 300 Sport e 400 Sport. Ambas as opções são vendidas com um sistema híbrido-leve de 48V, que permite uma autonomia elétrico de 53km, no ciclo WLTP. Entre os motores estão o D300, o motor em si é um 3.0 de seis cilindros Turbo Diesel que desenvolve 300cv de potência e torque de 66,2kgfm, chegando aos 100km/h em 6,1 segundos e chega a máxima de 230km/h. Com gasolina, ele traz o motor 3.0 Ingenium, também de seis cilindros em linha, que desenvolve 395cv e 56,0kgfm. Com esse conjunto ele acelera de 0 a 100km/h em 5,3 segundos e chega a velocidade máxima de 250km/h, limitado eletronicamente. Essa versão ainda estreia equipada de série com conectividade na central multimídia, que possui Amazon Alexa e permite conectividade de voz com os recursos do sistema da central multimídia PiviPro, como navegação, música, podcasts e chamadas. A Jaguar ainda confir

Ford Ranger revela opções de motores; América do Sul terá dois motores e três potências

Imagem
A Ford revelou oficialmente que a nova geração da Ranger será equipada com dois motores Turbo Diesel. Esses motores terão três configurações, sendo duas opções para o motor 2.0 Turbo Diesel e uma para o 3.0 V6 Turbo Diesel. O primeiro motor é o 2.0 Turbo Diesel que desenvolve 167cv de potência e 41,3kgfm, que substitui o motor 2.2 Turbo Diesel. Além dele, o motor 2.0 Biturbo Diesel desenvolve 210cv e 50,9kgfm, que substitui o motor 3.2 Turbo Diesel, de cinco cilindros. A novidade ficará pelo motor 3.0 V6 Turbo Diesel de 250cv de potência e 61,2kgfm que também deve ser usado nas versões mais caras, ambos com câmbio manual de 6 marchas ou automático de 10 marchas. Esses devem ser os nossos motores, na América do Sul. No exterior, ela ainda poderá ser vendida com o motor 2.0 Turbo Diesel de 150cv. Com motor a gasolina, a picape poderá ser vendida com motor 3.0 V6 EcoBoost de 288cv e 49,9kgfm. Esse mesmo motor ainda terá uma versão Biturbo, com 400cv. Outra opção será o 2.3 EcoBoost de 302

Nissan confirma que vai desistir de motores a combustão em seus principais mercados

Imagem
A Nissan confirmou que vai parar de desenvolver novos motores a gasolina para os seus carros. Essa medida deve afetar todos os grandes mercados destacados pela Nissan, exceto os Estados Unidos, que continuará com motores a combustão, nem que seja com apoio de um motor elétrico. A informação foi confirmada pelo jornal japonês Nikkei , que destacou que a Nissan vem mirando suas forças e investimentos em modelos elétricos, puramente. Na Europa, a Nissan já confirmou que não terá mais carros a combustão e com o Euro7 chegando em 2025, a japonesa apostará apenas em elétricos. Depois, China e Japão devem seguir os passos da Europa, mas o Japão ainda será o responsável pelo desenvolvimento de motores híbridos. Apesar de não desenvolver novos motores térmicos, isso não signifique que os atuais motores deixem de ser produzidos. Eles seguem em produção para atender os mercados onde os elétricos ainda não são tão atrativos, como os mercados latino-americanos, africano e sudeste asiático. Os motor

Ford Ranger terá versão híbrida em 2024, mas detalhes sobre qual será o motor é incerto

Imagem
A Ford confirmou que a nova geração da Ranger vai receber uma versão híbrida. Apresentado em novembro do ano passado, a nova geração da picape deve ser uma das primeiras picapes médias com um motor híbrido. Essa opção não foi lançada junto com as demais versões e só fica pronta em meados de 2024. Segundo o site australiano Drive , a versão híbrida será plug-in, sendo um sistema parecido com o dos SUVs da Ford, como Escape e Explorer. Informações ainda mais raras são sobre o motor, qual será o motor a combustão utilizado. Sendo um híbrido plug-in baseado em um motor diesel ou um híbrido plug-in a gasolina, a picape é cotado a usar o motor 2.3 EcoBoost a gasolina junto a um motor elétrico, capaz de desenvolver 367cv de potência com torque na casa dos 69,3kgfm. Toyota e Mitsubishi também confirmaram que Hilux e Triton também devem receber motores híbridos, assim como a Nissan Frontier também o fará. No ano passado, foi comentado que a nova geração da Ranger já foi pensada para ser eletrif

DR revela o Evo3, o SUV subcompacto que além do motor elétrico, traz o 1.5 16v a gasolina

Imagem
A DR Automobiles é uma marca italiana que vende automóveis de modelos da Chery e JAC na Europa. Por lá, a marca vende o Evo3 Electric desde o ano passado, que é um SUV subcompacto baseado no JAC S2, que na verdade é o nosso JAC T40. Agora, a DR passa a vender as opções a gasolina e a gás natural do modelo. O primeiro usa um motor 1.5 16v a gasolina que desenvolve 113cv de potência, com um câmbio manual de 5 marchas. Além dele, a DR deve oferecer uma opção movida a gás natural do mesmo motor. Apresentado no ano passado, o Evo3 Electric conta com motor elétrico que desenvolve 115cv de potência e 27,5kgfm de torque, alimentado por baterias de 33kWh da Samsung. A autonomia é de 300km (que pode chegar a 350km no modo Eco, que regenera a energia das frenagens) e a velocidade máxima é de 102km/h no modo Normal e 130km/h no modo Sport. A recarga total em 8 horas em uma rede de 220V, com opção de 80% de carga em 1 hora utilizando um carregador próprio. A DR tem a opção de compra de um WallBox f

Jeep confirma que o motor V8 deve deixar de ser usado ainda nesta década, diz CEO

Imagem
A Jeep confirmou que o motor elétrico deve começar a invadir a gama de automóveis da marca, seja com híbridos ou elétricos. Com isso, os motores Turbo Diesel devem sair de cena ( veja aqui ), mas alguns motores a gasolina também devem se despedir. É o caso do motor V8, que devem dar adeus. Atualmente, os motores Hemi são usados por uma série de marcas norte-americanas da Stellantis, como Jeep, Chrysler, Dodge e RAM. A Jeep não confirma quando que o motor V8 deve ser descontinuado dentro da marca, mas isso pode ser para breve. Segundo Christian Meunier, CEO Global da Jeep, disse: “Acho que no longo prazo é bastante óbvio que isso vai acontecer. A médio prazo, está claro que queremos proteger o V8 o máximo que pudermos, especialmente em mercados onde há demanda e onde faz sentido fazê-lo. Para responder à pergunta sem rodeios, eu amo os V8s, mas amo a eletrificação ainda mais. É muito claro que a eletrificação nos dá a oportunidade de obter ainda mais desempenho de uma maneira melhor, co

Europa confirma que motor a combustão será permitido em veículos 0km até 2035, diz UE

Imagem
A União Europeia confirmou que deve dar o prazo de até 2035 para vender carros com motor a combustão, sejam eles a gasolina, diesel ou gás natural. Estes modelos emitem CO2 e devem ser banidos de serem vendidos no continente após 2035, ou seja, dentro de 14 anos. A medida é a prova de que o chamado “Fit for 55” porque as emissões de gases de efeito estufa em 2030 pode ser reduzidos em 55% em 2030 em comparado com as emissões de 1990. Com isso, entende-se que este deve ser um objetivo alcançando num primeiro momento, que deve ser a mudança de uma matriz energética dos carros para um período de tempo que parece demorar, mas que faz parte da indústria que necessita trabalhar a longo prazo. A informação de que os motores a combustão devem ser mantidos em linha apenas até 2035 foi anunciado na sede da União Europeia, em Bruxelas, na Bélgica. Essa medida já deixa bem claro que as marcas devem focar no seu processo de eletrificação e abandonar o desenvolvimento de motores a gasolina e a diese

Mazda faz o Mazda2 ganhar um novo motor no Japão, o 1.5 SkyActiv-G de alta compressão

Imagem
A Mazda apresentou oficialmente no Japão algumas novidades para o seu compacto, o Mazda2. O modelo mais acessível da marca passa a ser vendido com mudanças na mecânica. O hatch ganha o motor 1.5 SkySctiv-G de alta compressão. Com quatro cilindros, o modelo é aspirado e possui um sistema chamado de Diagonal Vortex Combustion, que permite que o motor tenha injeção direta de combustível próximo da vela quando o pistão está subindo, garantindo uma melhor combustão. Com uma taxa de compressão de 14:1, o novo motor desenvolve 110cv de potência com torque de 14,4kgfm, acoplado a um câmbio manual de 6 marchas ou automático, com a mesma quantidade de marchas. Segundo a Mazda, o compacto possui um consumo de 20,3km/l no ciclo JC08. No Japão, ele ainda é vendido com os motores 1.5 SKYACTIV-D, um motor Diesel que rende 105cv de potência e 25,5kgfm de torque. Além do motor à Diesel, a Mazda também anunciou que ele deve ser oferecido com motor 1.5 SKYACTIV-G, que rende 100cv, acoplado a um câmbio ma

Audi confirma que últimos carros a gasolina e diesel estreiam em 2026; motores ficam até 2033

Imagem
A Audi definiu os seus próximos passos quando o assunto for carros elétricos e a transição de modelos. A marca das quatro argolas confirmou que deve desenvolver modelos elétricos nos próximos anos, mas deve deixar de lançar carros com motores a gasolina e a diesel em 2026. Segundo informações do Süddeutsche Zeitung , a marca deve manter esses motores em linha até 2030, pelo menos na Europa, quando deve passar puramente para carros elétricos. O jornal alemão ainda confirmou que, de acordo com falas recentes do CEO da Audi, Markus Duesmann, o executivo teria uma reunião com alguns representantes dos executivos do alto escalão da empresa. Todos os carros da marcam devem receber uma versão elétrica e o último carro a combustão da Audi estreia em 2026 e seria um modelo da linha Q, de utilitários esportivos que, ao que tudo indica, seja a nova geração do Q8. A marca já confirmou que não deve desenvolver novos motores elétricos. No mundo, a Audi deve abandonar por completo os motores a combus

Postagens mais visitadas deste blog

Nosso novo Peugeot 2008 será igual ao modelo europeu, recém reestilizado; terá motor T200

Ford desenvolve um SUV elétrico de 7 lugares que será apresentado em meados de 2025

Lamborghini comemora aniversário de 60 anos de Sant'Agata Bolognese e revela três séries

Fiat reajusta os preços da Toro em versões com motor T270, com cortes de até R$ 10.000

RAM reajusta os preços de Rampage, 1500, 2500 e 3500 no Brasil, em até R$ 5.000

Chevrolet Camaro ganha séries especiais Collector's Edition e Garage 56 Edition nos EUA

Alfa Romeo surpreende e confirma nome Milano para SUV subcompacto que estreia em abril

Nio ET5 Touring é a primeira station wagon da marca; estreia na China de olho na Europa

BYD revela as primeiras imagens teaser da sua picape média, que estreia em alguns meses

Mitsubishi confirma seis produtos que serão lançados no futuro breve, nos próximos meses