Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Crise

Tesla aumenta ritmo de produção da unidade de Xangai para diminuir longas filas de espera

Imagem
A Tesla confirmou que vem diminuindo a quantidade de fila de espera dos carros produzidos em Xangai, na China. Depois da entrega de 1 milhão de unidades, comemorados em 12 de agosto, a Tesla confirmou que a fila de espera baixou para cerca de 2 dois meses para receber uma unidade do Model Y. Já os consumidores do Model demoram entre três a cinco meses por uma unidade. De acordo com a Tesla, essa redução na fila de espera está associada à produção da sua fábrica, empenhada para produzir mais modelos em um curto espaço de tempo, a fim de diminuir drasticamente essa fila. A fila se gerou depois que a fábrica teve paradas por conta da pandemia, ainda neste ano. Atualmente, a fábrica de Xangai é a maior da Tesla no mundo, com uma capacidade de produzir 750.000 unidades ao ano de Model 3 e Model Y. Inclusive, a unidade de número 1.000.000º foi com um Model Y. De acordo com informações, cerca de 95% dos componentes dos carros feitos na China são de fornecedores chineses, enquanto a mão de obr

Lucid confirma que produção deve ficar em torno das 6 a 7 mil unidades do Air em 2022

Imagem
A Lucid confirmou que a expectativa de produção do Air em 2022 não será das maiores. De acordo com informações confirmadas pela empresa, a expectativa é produzir entre 6.000 a 7.000 unidades do sedã elétrico neste ano. No segundo trimestre de 2022, a marca conseguiu entregar apenas 679 unidades, praticamente o dobro das 360 unidades entregues no primeiro trimestre do ano. A marca produziu 1.405 unidades no primeiro semestre, entregando as 1.039 unidades dos dois trimestres. A Lucid registrou receita no segundo trimestre de US$ 97,3 milhões. De acordo com a Lucid, a marca possui uma fila de 37.000 unidades pelo Air, mas a falta de componentes e a instabilidade do mercado impede que a marca produza mais do que queira. “Nossa orientação de produção revisada reflete os extraordinários desafios de logística e cadeia de suprimentos que encontramos. Identificamos os principais gargalos e estamos tomando as medidas apropriadas – trazendo nossas operações de logística internamente, adicionando

Lada confirma demissão voluntária na fábrica de Izhevsk; Vesta e Vesta SW serão transferidos

Imagem
A AvtoVAZ confirmou detalhes de como funcionará esse retorno na linha de produção na Rússia, agora com a Lada fazendo parte do governo russo. Por conta das sanções que a Lada vai sofrer dos mercados ocidentais, a marca terá que diminuir o quadro de funcionários. Para a demissão voluntária, a Lada vai oferecer 183.348 rublos, o equivalente a R$ 16.750, para cada funcionários que escolher ser desligado da empresa. Isso deve acontecer para os funcionários da fábrica de Izhevsk e foi aprovado pelo governo russo, de acordo com informações da Agência Reuters . “A AvtoVAZ enfatiza que a empresa não planeja realizar demissões em massa, e as medidas de apoio propostas para a equipe são puramente voluntárias para cada funcionário” , disse a montadora em comunicado. Na unidade de Izhevsk, a Lada produzir os modelos Vesta e Vesta SW e vai transferir a produção da dupla para a unidade de Togliatti, que possui cerca de 42 mil funcionários. Com isso, a fábrica deve receber o maquinário para fazer os

Faraday Future confirma que precisa de novos investimentos, no valor de US$ 200 milhões

Imagem
A Faraday Future confirmou que a produção do FF 91 deve começar após a marca conseguir o investimento de US$ 200 milhões em fundos adicionais. De acordo com informações obtidas pela Agência Reuters em um documento regulatório, a Faraday Future precisa do investimento como forma de financiar suas atividades de produção até o final deste ano. A informação foi confirmada por Carsten Breifeld, Presidente-Executivo da Faraday Future, que disse em junho que a marca teria condições de começar a construir o FF 91. De acordo com a marca norte-americana, existem 401 unidades da pré-venda, onde os consumidores já pagaram um sinal reembolsável de US$ 5.000 para a série especial Futurist Alliance Edition e US$ 1.500 pelo FF 91 padrão. Ainda não se sabe se a Faraday vai conseguir vender as 401 unidades da pré-venda, pois, por ser reembolsável, a produção do crossover pode ficar mais limitada. Isso pode acontecer porque a Faraday ainda não confirmou os preços do modelo final, que certamente estarão

Volkswagen chegou a cogitar vender sua fábrica na Rússia em Kaluga, fechada desde março

Imagem
A Volkswagen confirmou que poderia vender a sua fábrica de Kaluga, na Rússia. A unidade está sem produzir automóveis desde 3 de março deste ano, quando a Rússia recebeu os primeiros embargos por invadir a Ucrânia. Ao que tudo indica, a Volkswagen pode vender seus ativos para o governo russo, que se tornará o detentor de mais uma fábrica desativada. De acordo com informações do jornal russo Gazeta, a Volkswagen estaria preparando a venda da unidade de Kaluga, onde foram produzidos Volkswagen Polo e Tiguan e Skoda Rapid. Ainda não se tem informações de como a Volkswagen vai vender e nem para quem. A unidade já recebeu interesse de empresas de países como Cazaquistão e Uzbequistão. Em comunicado, a Volkswagen disse: “Devido ao alto nível de incerteza na situação geral, não podemos prever o momento potencial da retomada da produção na Rússia no momento. Os funcionários do Grupo Volkswagen Rus estão em tempo ocioso” , ou seja, a fábrica deve permanecer fechada pelo menos por enquanto. Um do

Volkswagen concedeu férias coletivas na unidade de Taubaté (SP) por quase todo agosto

Imagem
A Volkswagen confirmou mais uma vez que a unidade de Taubaté (SP) sofreu uma outra interrupção na produção no Brasil, por conta da falta de semicondutores. De acordo com a marca, a unidade ficou sem produzir Gol e Voyage entre os dias 8 a 26 de agosto. De acordo com o Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté (Sindmetau), a marca avisou previamente que ficaria sem conseguir produzir na unidade no final de julho. "A Volkswagen do Brasil informa que protocolou junto às entidades férias coletivas de 20 dias para os colaboradores da fábrica de Taubaté/SP, a partir de 8/8/22, em razão da falta de semicondutores." , disse a marca alemã ao sindicato. Desde 2020 que a unidade fabril não consegue manter um ritmo de produção considerável sem ter que fazer uma paralisação por falta de componentes. A última parada da produção tinha acontecido em dezembro passado. Na época, a Volkswagen emendou a parada com a parada das férias coletivas. A produção foi retomada apenas em 3 de fevereiro deste

Ford encerra novos pedidos por Fiesta e Focus na Europa por falta de semicondutores

Imagem
A Ford confirmou que restringiu os pedidos por novas unidades de Fiesta e Focus na Europa. O motivo, de acordo com a marca, estaria ligado a atrasos na linha de produção por falta de componentes. “Devido à boa demanda dos clientes, no entanto, também devido à situação de produção, atualmente temos prazos de entrega de até 12 meses em alguns casos para várias séries de modelos” , disse recentemente um porta-voz da Ford à Automobilwoche . De acordo com a Ford, os modelos são “oferecidos [com] o volume de produção disponível para nossos revendedores na forma de unidades pré-especificadas com base na demanda do cliente” . A informação foi confirmada por Markus Thal, Chefe do Sindicato da Ford em Saarlouis, na Alemanha, onde é feito o Focus. Thal disse que não consegue produzir uma unidade do Focus pedida hoje e que a produção deve ser normalizada em meados de 2023. Informações dão conta que a Ford teria capacidade de produzir apenas 117 mil unidades do Focus em 2022, contra as 195 mil unid

Lada retoma produção do Niva com o mesmo padrão de equipamentos da década de 1990

Imagem
A Lada confirmou que retomou a produção do Niva em Togliatti, na Rússia, cerca de 1.000km a sudoeste de Moscou. A produção se encerrou em março por conta de sanções internacionais provocadas pela invasão (descabida) da Rússia na Ucrânia. Agora, a Lada, que passou a fazer parte do governo russo, confirmou a retomada da produção do clássico com o mesmo padrão que ele tinha desde a década de 1990, por falta de peças. Isso porque o Niva voltou à ser produzido sem equipamentos de série como ABS, airbags ou sistemas de pré-tensionamento do cinto de segurança, enquanto os controles de emissões foram esquecidos também. O Niva ainda manteve equipamentos como direção hidráulica, vidros dianteiros elétricos e chicote de fiação para um estéreo de dois alto-falantes. No final do ano passado, a Lada tinha apresentado a versão Bronto do Niva, com um estilo robusto que se destaca por trazer as rodas de 15 polegadas, pneus específicos para o uso off-road, arcos das caixas de rodas com acabamento plásti

No Japão, alta demanda de Toyota Land Cruiser, Lexus NX e LX faz pedidos serem interrompidos

Imagem
Certamente quem ficou em filas de espera muito longas por um veículo sabe o quanto que isso causa estresse pela demora causada. Toyota Land Cruiser, Lexus LX e Lexus NX foram afetados com longas filas de espera em alguns meses como Japão e Estados Unidos. O Lexus NX, por exemplo, enfrenta uma fila de espera de um ano para receber a sua unidade, de acordo com informações do site Automotive News. No Japão, novos pedidos pelo SUV foram interrompidos, indicando que o modelo tem recebido uma alta demanda. O NX é produzido no Japão e também no Canadá. O mesmo aconteceu com o Lexus LX, com pedidos interrompidos no Japão. “O LX foi muito bem recebido não apenas no Japão, mas também em outros países ao redor do mundo, e atualmente estamos suspendendo pedidos porque recebemos pedidos que excedem muito nossa capacidade de produção” , diz o site da marca premium japonesa. O Toyota Land Cruiser, por exemplo, possui uma fila de quatro anos. Em seu lançamento, em setembro de 2021 no Japão, a Toyota j

Chevrolet tira mais itens de série de Onix, Onix Plus e Tracker por falta de semicondutores

Imagem
A Chevrolet confirmou que Onix, Onix Plus e Tracker perderam equipamentos de série em relação aos modelos anteriormente produzidos. Os carros feitos a partir de julho perderam equipamentos como a função Android Auto (com ou sem fio) na central multimídia. Outra perda em termos de conectividade é o Wi-Fi 4G, mas a continuidade do espelhamento com Apple CarPlay, mas com cabeamento. Outra perda é a conexão Bluetooth, ou seja, a central terá apenas reprodutor de mídia (com USB e Card) e rádio. A GM confirmou que essas perdas poderão ser adquiridas futuramente por meio de um módulo que poderá ser habilitado. O motivo da perda destes equipamentos está ligado a falta de semicondutores, ou seja, é possível que ele retornem em um futuro menos caótico. Essa é a segunda vez que os compactos da marca perderam equipamentos. Em abril, Onix e Onix Plus perderam ar-condicionado de série. "A cadeia global de suprimentos ainda tem demonstrado imprevisibilidade no fornecimento de componentes, com im

Fiat voltou a sofrer com parada na unidade de Betim (MG), com o Pulse, por falta de peças

Imagem
Assim como aconteceu com a Volkswagen, a Fiat também teve que parar a produção do Pulse na unidade de Betim (MG), por falta de insumos. A unidade parou por cerca de dez dias e cedeu férias coletivas para cerca de 5.500 funcionários entre os dias 20 a 30 de junho. A informação foi confirmada pelo jornal ‘O Tempo’ e foi confirmado pela Stellantis. A falta de semicondutores, por exemplo, foi um dos principais motivos para essa nova parada. Além da falta de semicondutores, há dificuldades em encontrar materiais como plástico, metais e pneus. Além do Pulse, a unidade produz outros modelos como Mobi, Argo, Strada, Fiorino e Peugeot Partner Rapid. A marca confirmou que a crise já aconteceu em outras vezes desde 2020, mas muito menos que a concorrência. Atualmente, o Pulse é um dos carros mais vendidos da marca. Recentemente, ele recebeu a linha 2023 traz ao SUV subcompacto algumas novidades como as versões Drive MT e AT passam a sair de fábrica com novas rodas de aço de 16” e calotas. Já a Au

VW voltou a parar na unidade de São Bernardo do Campo, mas já retomou normalidade

Imagem
A Volkswagen confirmou que a unidade de São Bernardo do Campo (SP) teve um período de dois meses com uma produção em marcha lenta, por conta da falta de semicondutores. A unidade é responsável pela produção de modelos como Saveiro, Polo, Virtus e Nivus. De acordo com o Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo e região, confirmou que a montadora não tem conseguido produzir com a alta de componentes como os semicondutores. Cerca de 2.500 funcionários serão afastados por conta da falta de componentes. "Este é um problema que vem afligindo não só a indústria automobilística. Toda a indústria nacional vem sendo impactada. A falta de política industrial e de desenvolvimento no país tem causado a desestruturação da cadeia produtiva nacional” , disse José Roberto Nogueira da Silva, o Bigodinho, Coordenador do Sindicato. Desde o início de julho, a unidade paulista produziu com uma capacidade menor entre os meses de julho e agosto, de 24% em relação a produção normal. Nesse período, a Vol

Lada confirma retomada da produção do Granta Classic na Rússia, depenado e com motor velho

Imagem
Após dar o tiro no pé de iniciar uma guerra contra um país soberano, a Rússia sofreu sanções quase que globais – pelo menos, sanções dos grandes mercados do mundo, com exceção da China. Assim, a AvtoVAZ (bem dizer, a Lada), que era controlada pela Renault Group, foi vendida pelo equivale a R$ 0,07 centavos e ficou desamparada de componentes que vinham de outros mercados que não querem mais fazer negócio com a Rússia. Imagine. Agora, os carros da Lada passam a ser vendidos aos mesmos de 2011, com níveis de emissões que regressaram a década de 1990. Agora no controle da Central de Pesquisa Científica Automotriz da Rússia (NAMI), a Lada retomou a produção do Granta Classic, modelo apresentado em 2011. Perdendo as versões mais modernas, o Classic será vendido com motor 1.6 8v a gasolina de 90cv, com câmbio manual de 5 marchas e que está de acordo com as regras de emissões Euro 3 (o Euro 6 estreia em 2023 na Europa. O Euro 3 é de 1996). De série, o Classic perde airbags, ABS, controle de es

VAG volta a acelerar a produção de elétricos na unidade de Zwickau, com todos turnos

Imagem
A VAG confirmou que retomou a produção em três turnos na unidade de Zwickau, na Alemanha. A unidade tinha parado a produção por três semanas por conta da guerra da Ucrânia e depois voltou a sofrer com a falta de suprimentos. A unidade alemã ainda recebia uma série de chicotes elétricos de fornecedores da Ucrânia. Desde 29 de março que a produção estava operando apenas em dois turnos, prejudicando a produção dos elétricos da VAG. “O fornecimento de peças está tão estável novamente que, com o terceiro turno, agora temos capacidade adicional em Zwickau para trabalhar com a alta carteira de pedidos” , disse Stefan Loth, Presidente do Conselho de Administração da Volkswagen Saxônia, em entrevista ao Electrive . De acordo com informações, o terceiro turno vai aumentar a produção em cerca de 1.300 unidades ao dia. Por lá, são produzidos Volkswagen ID.3, Volkswagen ID.4, Volkswagen ID.5, Audi Q4 e-tron, Audi Q4 Sportback e-tron e Cupra Born. Além da unidade de Zwickau, a VAG ainda viu a fábric

ELMS entra com pedido de falência antes mesmo de começar a produzir nos EUA

Imagem
A Electric Last Mile Solutions (ELMS) foi uma startup que foi apresentada durante o CES 2022 e que, ao que tudo indica, não vai conseguir se tornar realidade. Isso porque a empresa liderada por James Taylor e Jason Luo, vem sofrendo com condições financeiras. A marca liquidará seus ativos por meio de um processo de falência nos Estados Unidos. De acordo com o CEO da ELMS, Shauna McIntyre, a empresa liquidou seus ativos como a melhor alternativa para seus fornecedores. As ações da empresa caíram 55% no IPO e cada ação valia cerca de US$ 0,23, de acordo com a Agência Bloomberg . “Estou muito desapontado com este resultado porque nossa equipe ELMS demonstrou incrível determinação em preparar nossas vans elétricas para atender à necessidade crítica de veículos limpos e conectados que reduzam as emissões de carbono do transporte terrestre. Infelizmente, havia muitos obstáculos para superar no curto período de tempo disponível para nós.” , disse McIntyre. A marca importaria vans pequenas e e

Novo Citroën C3 atrasou por falta de chips e hatch terá opção de câmbio automático

Imagem
Previsto para ser lançado em questão de pouco tempo, o novo Citroën C3 teve mais detalhes revelados. De acordo com informações reveladas pela própria Citroën, o novo C3 terá opção de câmbio automático de 6 marchas. Essa opção deve ser uma das novidades quando ele for equipado com as versões mais caras e com o motor 1.6. A confirmação veio com um vídeo onde a marca mostra o painel e aparece a letra ‘P’ de Parking no quadro de instrumentos, indicando a transmissão automática. Para o desenvolvimento da nova geração, a Citroën confirma ter rodado o equivalente a cerca de 25 voltas na Terra, seja em vias ou em pistas de testes. O vídeo ainda mostra os testes que a marca francesa fez para a suspensão, a fim de entregar durabilidade, conforto e segurança para as vias da América Latina. Outra novidade será a nova central multimídia com tela de 10 polegadas e conectividade sem fio para Android Auto e Apple CarPlay. Atrasado por conta da crise dos semicondutores, o lançamento do novo C3 ocorre n

Rivian R1T tem filas de espera cada vez maiores; marca chega a 90 mil unidades na espera

Imagem
A Rivian já confirmou que segue com longas filas de espera pela R1T. De acordo com informações, a empresa estaria até mesmo mudando o seu foco e priorizando modelos com especificações de interior, todas e versões menos procuradas, o que reduz a complexidade para os fornecedores em entregar as peças. "Construir em poucas combinações de construção reduz a complexidade com nossos fornecedores e na fábrica e nos permite construir um número maior de veículos" , disse Rivian aos clientes por e-mail, de acordo com a Reuters. Isso vem irritando quem pediu a picape em versões procuradas, mas há muito mais tempo. Em maio, a Rivian disse que estaria revendo suas prioridades de atender a fila de espera, provavelmente querendo voltar ao padrão de, quem pediu primeiro, tem a preferência. De acordo com informações da Agência Reuters , todo o atraso custa caro para a Rivian, não só em termos de imagem. Isso porque a Rivian já começa a ter as suas primeiras concorrentes chegando ao mercado, p

Fila de espera pelo Ford Bronco tem causado revolta nos consumidores nos Estados Unidos

Imagem
A Ford tem enfrentado problemas com o atendimento da fila de espera do Bronco. De acordo com algumas informações, isso tem causado confusões com os consumidores que estão nessa fila. Isso porque a Ford tinha confirmado que conseguiria entregar todas as unidades em 90 dias após o pedido. Segundo as últimas informações, a Ford tem enfrentado problemas com os semicondutores que estão em falta para a produção. “Embora a escassez global de chips semicondutores e os desafios da cadeia de suprimentos para várias commodities continuem a impactar a produção de veículos para todas as montadoras, nossas equipes estão atualizando unidades na fábrica de montagem de Michigan e enviando para revendedores e clientes diariamente” , disse o porta-voz da Ford, Said Deep, em entrevista ao Automotive News . De acordo com Deep, “os desafios enfrentados pela indústria são fluidos e estamos fazendo o nosso melhor para levar os Broncos aos nossos clientes o mais rápido possível” . Há relatos de alguns consumid

Fábrica que era da Renault na Rússia em Moscou pode ser usada pela Moskvich e a JAC

Imagem
Depois da Renault Group ter cedido sua fábrica de Moscou para a gestão municipal da cidade, a unidade pode acabar ganhando um novo destino. Os rumores sobre o retorno da Moskvich parece que são reais e podem ganhar ajuda chinesa. De acordo com informações do Automotive News Europe , a Moskvich poderia ser ajudada pela JAC, que poderia ceder alguns carros para a marca começar a vender. Como a Moskvich deve ter um apoio financeiro da Kamaz por trás, não se duvide que uma parceria com os chineses pode resultar num retorno até mesmo rápido. O motivo disso é que a Kamaz possui uma parceria com a JAC na área de caminhões, ou seja, a parceria já pode ser um meio caminho andado. Questões de design, engenharia e produção seriam tomadas pela assistência da JAC. Segundo as informações da agência de notícias, a marca russa retomaria a produção em Moscou no último trimestre de 2022, o que parece ser um movimento que vá custar agilidade. Isso porque teria que trocar todo o maquinário da Renault para

Por conta da crise dos semicondutores, Peugeot vai adiar estreia do novo 5008 para 2023

Imagem
Depois de encerrar o lote do 5008 do modelo pré-reestilização no ano passado, a Peugeot deve trazer o novo 5008 ao mercado brasileiro. A Peugeot esperava que o novo 5008 fosse lançado ainda neste ano de 2022, mas a crise de semicondutores deve atrasar seu lançamento para meados de 2023. Em 2020, o 5008 recebeu as mesmas mudanças do 3008, que o deixa com a nova cara da Peugeot. O novo 5008 conta com um novo capô, que traz novos vincos que conversam melhor com os novos faróis e a grade dianteira. Os faróis mantém a dupla parábola de LED e conta com as mesmas prolongações, os dentes do leão, que estrearam no novo 208. O novo conjunto óptico ainda é chanfrado pelo novo desenho do para-choque dianteiro, que traz novos frisos na parte superior, junto aos faróis. Nas extremidades do para-choque dianteiro ele ainda conta com novas entradas de ar, que não parecem ser funcionais, assim como uma nova entrada de ar inferior, que conta com um acabamento cromado que corta essa entrada de ar. A grade

Postagens mais visitadas deste blog

Novo Chevrolet SS poderá ser nosso novo Chevrolet Omega!

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

Jeep Compass é oferecido com desconto com CNPJ, que é de 8% em todas as versões

Curiosidades: Quantos BTUs possui o ar-condicionado de um carro?

Ford EcoSport sairá de linha globalmente em 2023, com o fim na produção na Romênia

SsangYong apresenta o Torres e espera que SUV marque recuperação da marca coreana

Lamborghini apresenta o novo Huracán Super Trofeo Evo 2, com evoluções aerodinâmicas e visuais

Curiosidades: Os carros mais vendidos do Brasil em 2003!

Primeiro Caoa Chery, Tiggo 2 sai de linha oficialmente por não atender ao Proconve L7