Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Crise

Fiat teve que pausar a produção do Cronos em Ferreyra, na Argentina, em duas semanas

Imagem
Fiat teve pausas na produção do Cronos em Ferreyra, Córdoba, na Argentina. Sedã compacto viu sua produção ter diferentes problemas afetando a linha A Fiat teve duas paradas na fábrica de Ferreyra, em Córdoba, na Argentina, responsável pela produção do Cronos. O sedã compacto teve duas paradas na produção, entre os meses de abril e maio deste ano, por diferentes motivos. De acordo com informações, a primeira parada acontece entre os dias 29 de abril a 6 de maio, depois do Ministro da Economia da Argentina, Luis Caputo, conceder benefícios fiscais às fábricas de automóveis argentinas. Apesar de conceder benefícios fiscais, a produção foi suspensa por uma semana. “A usina suspenderá suas operações na segunda-feira, 29 de abril, terça-feira, 30 de abril, quinta-feira, 2 de maio e sexta-feira, 3 de maio. conta Como quarta-feira, 1º de maio, é feriado nacional, isso implica que Ferreyra só retomaria a produção na segunda-feira, 6 de maio.” , disse funcionários da fábrica de Ferreyra em com

Funcionários da Toyota em Indaiatuba dizem que já se iniciou transferência da produção

Imagem
Toyota paralisou a produção em Indaiatuba (SP) no final de abril após iniciar um Programa de Demissões Voluntárias (PDV) na fábrica que faz o Corolla A Toyota anunciou no dia 10 de abril deste ano um Programa de Demissões Voluntárias (conhecido como PDV) na fábrica de Indaiatuba (SP). A unidade fabril é responsável pela produção do Corolla em nosso mercado desde que o sedã foi nacionalizado, ainda na década de 1990. Isso porque a fábrica de Indaiatuba corre o risco de deixar de operar em favor de uma transferência para a unidade de Sorocaba (SP), que hoje é responsável por fazer Yaris Hatch, Yaris Sedan e Corolla Cross. De acordo com informações do UOL Carros , poucos dias após a abertura desse PDV, a marca começou a movimentação do envio de equipamentos para Sorocaba, com equipamentos que são responsáveis pela produção de peças do Corolla. Ao Presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Campinas e Região, Jair Santos, a Toyota disse que estaria movendo equipamentos para transferir a

Hengchi segue estagnada e sem previsão de retomar a produção com crise na Evergrande

Imagem
Além da NEVS, Hengchi segue seu calvário de sobreviver a um fio; marca até tentou retomar a produção no ano passado, mas voltou a estaca zero Não é de hoje que o Evergrande Group tenta se recuperar. Um dos grupos imobiliários mais conhecidos da China sofre um processo de recuperação financeira e isso impacta diretamente duas das suas marcas. A primeira delas é a NEVS, que entrou em criogenia e congelou seus projetos e mantém uma pequena quantidade de funcionários no quaro até a situação melhorar. A segunda é a Hengchi, criação da própria Evergrande. Ano passado, a marca deixou de produzir o seu utilitário esportivo, o Hengchi 5. No mesmo ano passado, a marca até tentou retomar a sua produção na fábrica de Tianjin, na China, mas não conseguiu. Apesar da Hengchi não estar listada junto com a Evergrande na recuperação judicial, a marca fica sem dinheiro para voltar a produzir. Ano passado, o SCMP confirmou que a Evergrande tinha US$ 127 bilhões em dívidas e 1.426 ações judiciais não-re

Volkswagen vende todas as suas operações da Rússia, inclusive a sua fábrica de Kaluga

Imagem
Volkswagen finalmente vende a sua fábrica de Kaluga, na Rússia, que ainda era o último elo dos alemães; venda acontece para um dos fornecedores locais da marca Lá se foram dois anos desde o início da guerra entre Rússia e Ucrânia. E, desde então, uma série de sanções econômicas foram impostas sobre um dos maiores países do mundo, fazendo com que uma série de marcas de automóveis deixassem o país de portas abertas para a chegada de uma série de outras marcas chegarem: as chinesas. Agora, a Volkswagen enfim conseguiu vender a sua fábrica de Kaluga, onde produzia automóveis e exportava outros para mercados vizinhos. Na Rússia, a Volkswagen decidiu que era o momento de vender suas operações e subsidiárias do país. A venda aconteceu para um dos seus fornecedores locais, a Avilon. Com sede em Moscou, a Avilon era um dos maiores grupos concessionários da marca na Rússia e tudo indica que a venda da unidade fabril tenha girado ao preço de 125 milhões de euros para a aquisição do que era uma

Letin entra com um pedido de falência na China após ter vários problemas judiciais

Imagem
Letin também entra com pedido de falência na China, depois da Niutron e da Hengchi; marca novata vendia apenas o hatch subcompacto chamado Mango A crescente economia chinesa e o aprendizado fizeram com que a indústria automotiva da China desse um salto nos últimos anos, seja em termos de qualidade como também em termos de autenticidade, o que sempre foi um problema com a série de clones que surgiram por lá. No entanto, ao mesmo tempo que surgem muitas marcas na China, algumas aventureiras não encontram espaço – assim como em vários mercados. E por lá não seria diferente. Depois da Niutron e da Hengchi, chega a vez da Letin. Após apresentar o seu hatch subcompacto batizado de Mango em 2021, a Letin atingiu 30.000 unidades vendidas, mas enfrentou uma série de problemas com o seu carro, por ser uma marca novata que ainda precisa aprender a fazer carros. Apesar de ser fundada em 2008, a empresa ganhou mais destaque recentemente. Mas antes, a empresa atuava em um mercado chamado LSEV (Low

Volkswagen concedeu férias coletivas na fábrica do T-Cross no Paraná, entre fevereiro e março

Imagem
Volkswagen concedeu férias coletivas em São José dos Pinhais (PR), responsável pela produção do T-Cross, durante 20 dias entre fevereiro e março deste ano A Volkswagen confirmou que teve férias coletivas na unidade fabril de São José dos Pinhais (PR), responsável pela produção do T-Cross – e da dupla da Audi, Q3 e Q3 Sportback. A unidade ficou pouco mais de 20 dias em férias entre os dias 26 de fevereiro a 19 de março, de acordo com o Sindicato dos Metalúrgicos da região. As férias coletivas estão relacionadas com o ajuste no ritmo da produção do SUV compacto, com uma parada que já estava prevista para acontecer. De acordo com a Volkswagen para o site Automotive Business , confirmou que a fábrica possui 1.900 funcionários só na linha de produção de dois turnos, com um total de 2.200 funcionários em toda a unidade. Rumores levantados pelo Automotive Business também confirmam que a unidade pode ter parado esses dias para realizar ajustes na linha de produção, que pode receber um novo

Volkswagen volta a produzir em General Pacheco, na Argentina, depois de três meses

Imagem
Fábrica da Volkswagen na Argentina, em General Pacheco, ficou três meses paralisada por falta de peças, o que derrubou exportações de Amarok e Taos A Volkswagen retomou a produção de Amarok e Taos na fábrica de General Pacheco, na Argentina, depois de três meses paralisada. A unidade fabril voltou a produzir veículos no dia 11 de março, depois de parar a produção em dezembro de 2023. A fábrica não produzia veículos por conta de um problema que recentemente afetou também a Chevrolet. A falta de peças. Com isso, os funcionários da unidade fabril entraram em regime de férias antecipadas. O retorno da produção foi gradativo e nas primeiras duas semanas após o dia 11, o funcionamento da linha de produção foi em turno único. Após 15 dias, o segundo turno retomou a produção normalmente. A falta de componentes se deu por conta da falta de componentes, onde vários fornecedores interromperam as entregas de autopeças por conta da dívida de dólares que foi acumulada no exterior. Esses fornecedor

Polestar 3 e Volvo EX90 tiveram início da produção adiada (de novo), mas é ainda em 2024

Imagem
Geely atrasa início da produção de Polestar 3 e Volvo EX90 por conta de bugs no software, que atrasaram a produção dos elétricos em até seis meses A Geely Group revelou detalhes e os motivos que levaram ao atraso na produção de Volvo EX90 e Polestar 3. Os dois SUVs tiveram um atraso na produção em seis meses e, de acordo com o grupo, foi motivado por conta de bugs no software da plataforma que sustenta ambos os modelos, a plataforma modular SPA2. A Volvo e a Polestar anunciaram agora que precisam de mais um tempo para solucionar os problemas que atrasaram a produção, em comunicado. As empresas se uniram para dizer que o atraso serve para “garantir uma introdução de alta qualidade do carro e maximizar os benefícios da sua tecnologia para o cliente desde o primeiro dia” . A Volvo confirmou que a produção do EX90, por exemplo, começa ainda neste primeiro semestre de 2024, ao invés do final de 2023, quando o primeiro atraso informava quando a produção começaria. O Polestar 3, também, seg

Chevrolet retoma a produção na fábrica da Argentina de Alvear, Santa Fé, com o Tracker

Imagem
General Motors retoma a produção na fábrica de Rosário, em Alvear, na Argentina; unidade é a responsável pela produção compartilhada do Tracker A General Motors confirmou que retomou a produção na fábrica argentina de Alvear, na província de Santa Fé, na Argentina. A unidade fabril é responsável pela produção do Tracker e deve se despedir em breve da produção de Cruze e Cruze Sport6. Com isso, o SUV compacto será o único produto até o momento a ser feito na fábrica vizinha. A fábrica tinha ficado fechada por três meses, onde apenas a unidade de São Caetano do Sul (SP) ficou produzindo o Tracker, já que a produção é compartilhada nas duas fábricas. O motivo da suspensão na unidade argentina se deu por conta da falta de componentes, onde vários fornecedores da General Motors na Argentina interrompeu a entrega de autopeças por conta da dívida que foi acumulada no exterior. Esses fornecedores se endividaram em dólares, por conta de uma sugestão do então Ministro da Economia do Governo Fe

GM tentou demitir funcionários das fábricas do estado de São Paulo, não conseguiu e abre PDV

Imagem
General Motors (GM) demite funcionários de São Caetano do Sul (SP), na linha de produção de S10 e TrailBlazer, São Caetano do Sul e Mogi das Cruzes A General Motors (GM) arrastou, por dois meses, um problema com a demissão dos funcionários de suas fábricas em São José dos Campos (SP), São Caetano do Sul (SP) e Mogi das Cruzes (SP). Alegando queda nas vendas, a demissão colocaria cerca de 1.200 funcionários em regime de lay-off em São José dos Campos, responsável pela produção de S10 e TrailBlazer. A unidade de Mogi das Cruzes é responsável pela produção de componentes e São Caetano do Sul faz Spin, Tracker e Montana. “Os trabalhadores e o Sindicato foram pegos de surpresa, em pleno sábado, com essa atitude covarde da GM. Nenhuma empresa pode fazer demissões coletivas sem prévia negociação com sindicatos no Brasil, e não vamos admitir essa arbitrariedade da montadora. A luta já começou e estamos mobilizados para reverter esses cortes” , afirma o Vice-Presidente do Sindicato dos Metalú

ElectraMeccanica recompra todas as unidades do Solo EV e foca em novo produto compacto

Imagem
Mal de Troller Pantanal: ElectraMeccanica recompra todas as unidades produzidas do Solo EV desde 2019 por problema de produção crucial para o projeto Você provavelmente não conhece a ElectraMeccanica, uma empresa canadense que apresentou o Solo EV há alguns anos. Mas você certamente lembra da Troller, que produziu o saudoso T4 por anos. No início dos anos 2000, a marca decidiu que produziria uma picape, batizada de Pantanal. A produção teve que ser encerrada e todas as unidades foram adquiridas de novo por conta de um problema no chassi, que poderia ter trincas que poderiam romper as longarinas do chassi. Agora, a ElectraMeccanica também anunciou a recompra de unidades tal qual a Troller fez no passado. A marca canadense, no entanto, não revelou motivos muitos esclarecedores para além do problema de perda repentina de força motriz do elétrico. Com isso, a empresa confirmou que terá que recomprar todas as unidades do Solo EV produzidas desde 2019 – basicamente, desde o início da produ

GM paralisou produção do Chevrolet Onix e Onix Plus por duas semanas em Gravataí (RS)

Imagem
General Motors (GM) confirmou que a unidade de Gravataí (RS), que faz Chevrolet Onix, ficou duas semanas paralisadas no mês passado para adequar estoques A General Motors (GM) anunciou que a fábrica responsável pela produção de Onix e Onix Plus, em Gravataí (RS), ficou duas semanas parada sem produzir veículos no mês passado, em fevereiro. A parada programada aconteceu entre os dias 12 a 25 de fevereiro, a fim de promover ajustes na linha de produção e também para reduzir unidades em estoque. A informação foi confirmada pela Agência Auto Data . Lá, são produzidos hoje cerca de 1.000 unidades diárias entre Onix e Onix Plus, que além do Brasil abastecem toda a região. Atualmente em dois turnos, a unidade fabril possui cerca de 7.000 funcionários. Quem disse que a parada também estaria ligada com a redução de estoque nos pátios foi o Diretor do Sindicato dos Metalúrgicos de Gravataí, Valcir Ascari. Sem informações sobre a parada, a GM se pronunciou dizendo apenas que “a fábrica da GM em

Lucid não consegue aumentar a produção do Air nos Estados Unidos e segue patinando

Imagem
Lucid segue patinando na produção do Air, com um primeiro trimestre com resultados fracos: apenas 2.314 unidades foram produzidas em três meses Faz alguns meses que a Lucid espera dar uma guinada na produção dos seus automóveis, mas isso vem demorando para acontecer. Os motivos ainda são a limitação de componentes, visto que o sedã até tinha uma boa fila de espera – para uma marca startup. De acordo com os dados divulgados do primeiro trimestre de 2023, a empresa norte-americana produziu 2.314 unidades, entregando 1.406 unidades no período. Apesar da empresa divulgar ter mais de 28.000 unidades na fila de espera, a produção segue abaixo das expectativas. Durante todo ano de 2022, a marca teve 7.180 unidades produzidas e entregou 4.369 unidades nos Estados Unidos, que ainda é o maior mercado da marca. A empresa também estuda expansão comercial e já chegou em mercados como Alemanha, Holanda, Suíça e Noruega. Mercados como Áustria, Bélgica, Dinamarca, Finlândia, França, Alemanha, Itália

Volkswagen retoma produção em dois turnos do T-Cross neste mês de novembro no Paraná

Imagem
Após cinco meses de lay-off e turno único, Volkswagen retoma produção em dois turnos do T-Cross na fábrica de São José dos Pinhais (PR) A Volkswagen confirmou a retomada da produção de segundo turno na unidade de São José dos Pinhais (PR). Depois de cinco meses de lay-off, o SUV compacto da marca, o T-Cross, voltou a ser produzido em dois turnos. A informação foi antecipada pelo Automotive Business , que confirmou que 430 funcionários do segundo turno voltaram à linha de produção. Provisoriamente, a produção retornaria em setembro deste ano, mas a Volkswagen adiou o retorno da produção em dois meses. Durante esse período em que ficou em turno único, a Volkswagen produziu cerca de 300 unidades do T-Cross ao dia, contra as 500 unidades em dois turnos. Durante todo esse ano, a marca teve algumas dores de cabeça relacionadas com a produção no país, ainda motivadas pela falta de semicondutores e também pela queda nas vendas, principalmente depois que as exportações foram prejudicadas. Nis

Evergrande precisa de investimento na Hengchi; marca corre risco de interromper produção

Imagem
Hengchi sofre com crise da Evergrande na China e demite funcionários na linha de produção do utilitário esportivo, que está em marcha lenta desde setembro passado Parece que o futuro da Hengchi, a primeira marca de automóveis da Evergrande, corre o risco de não ir muito longe. Informações dão conta que o Evergrande Group parece bem endividado e que a marca corre risco de não apresentar todo aquele grande portfólio que chegou a apresentar na China. O Hengchi 5, por exemplo, começou a ser produzido em 16 de setembro de 2022 e, até março, tinha pouco mais de 900 unidades construídas desde então. “Devido à situação de liquidez restrita e para manter as operações comerciais básicas, a Evergrande NEV tomou iniciativas para cortar custos, como a redução do número de funcionários” , disse a marca em comunicado. Com isso, cerca de 931 funcionários foram demitidos da linha de produção, reduzindo a produção para 2.795 funcionários. “Na ausência de novos financiamentos, a Evergrande NEV enfrenta

Porsche Taycan tem fila de espera de até nove meses por conta de problemas de 2022

Imagem
Porsche confirma que Taycan ainda possui uma longa fila de espera, que pode chegar a nove meses; sedã elétrico foi lançado em 2019 e ainda tem boa procura A normalidade do lançamento de um carro é que ele cause uma alta procura no seu lançamento, correto? Sim, na grande maioria das vezes. Mas não que essa seja a regra. Lançado em 2019, o Porsche Taycan vai na contramão dessa lógica. De acordo com o CEO da Porsche, Oliver Blume, o sedã ainda continua com uma procura bastante alta. E, pelo fato dele ser o primeiro elétrico da marca alemã, surpreende que os consumidores estão querendo o sedã que antecipa o futuro da marca. Em entrevista ao Automotive News , Blume confirmou que a fila de espera pelo Taycan ainda é muito grande, ao ponto de ter filas de espera que variam de seis a nove meses em alguns mercados. Em 2022, a marca vendeu, globalmente, 34.801 unidades do Taycan (nas carroceria sedã e Sport Turimo/Cross Turismo). O motivo dessa fila de espera tem certa explicação. Ano passado,

NEVS está à beira da falência novamente e entra em 'modo de hibernação' na China

Imagem
Substituta da Saab, NEVS corre risco de falência e demite cerca de 95% da sua força de trabalho na China, em pleno plano de reestruturação dos planos Desde que a Saab entrou com um pedido de falência como uma fabricante de automóveis em 2011, a marca se arrastou até meados de 2016, quando a NEVS assumiu. Agora, a NEVS parece que também não está com condições muito boas. Em seu plano de hibernação como parte de esforço para reduzir os custos em seu processo de reestruturação, a NEVS assumiu que demitiu 95% dos seus funcionários e seu futuro é bastante incerto. Sem cumprir com nenhum dos seus planos previstos em 2016, a marca confirmou que crê em oportunidades no futuro, mas confirma que seus desafios nos últimos anos “infelizmente não são temporários” . A marca confirmou que dos seus 320 funcionários, 95% foi demitido e o quadro de funcionários passa a ser de 20 funcionários que vão continuar trabalhando nesse processo de reestruturação. Em comunicado, a empresa confirmou que vem trab

Volkswagen adia retorno do segundo turno em São José dos Pinhais (PR) para fim de outubro

Imagem
Volkswagen confirma que a fábrica de São José dos Pinhais (PR) ficará operando em turno único até o final de setembro, destaca sindicato dos metalúrgicos A Volkswagen confirmou que vai atrasar em um mês o retorno da produção do T-Cross em dois turnos na fábrica de São José de Pinhais (PR), que retornaria no final de setembro. Ao que tudo indica, a unidade passará todo o mês de setembro e o de outubro em turno único. O quadro de funcionários do segundo turno é de 437 funcionários, que continuam inativos desde junho por adequações de estoques, de acordo com informações do Automotive Business . De acordo com o Sindicato dos Metalúrgicos da região, a Volkswagen decidiu por estender o segundo turno fechado até o final de outubro. A decisão tomada em junho pode ser estendida até para meados de novembro, de acordo com as leis trabalhistas do Brasil. No ano passado, por exemplo, a Volkswagen já tinha tomado uma decisão similar e, recentemente, a alemã confirmou que as outras unidades também

Volkswagen já parou a produção por baixa demanda em suas três fábricas desde junho

Imagem
Volkswagen confirma que todas suas fábricas no Brasil, Taubaté, São Bernardo do Campo e São José dos Pinhais, já tiveram problemas relacionados com baixa demanda A Volkswagen confirmou que todas as suas fábricas já tiveram problemas relacionadas com a baixa demanda. A primeira fábrica a sofrer com essa baixa demanda foi São José dos Pinhais (PR), onde apenas o T-Cross é produzido. A unidade sofreu com um lay-off entre os dias 5 a 26 de junho em dois turnos e do dia 26 a 30 de junho deste ano com o segundo turno, de acordo com o Automotive Business . Em Taubaté (SP), onde o Polo Track é produzido sozinho, a Volkswagen confirmou lay-off nos dois turnos entre os dias 26 a 30 de junho. Por fim, a fábrica de São Bernardo do Campo (SP), onde é produzido Polo, Virtus, Nivus e Saveiro, ficou com duas linhas de montagem paradas a partir do dia 10 de julho, em férias coletivas, sem informar quando aconteceu a retomada da produção. Em julho, a Volkswagen confirmou novamente uma parada, em São J

Chevrolet também teve duas semanas de lay-off na produção do Onix em Gravataí (RS)

Imagem
General Motors anunciou que a fábrica de Gravataí (RS) ficou paralisada em junho por duas semanas; unidade é responsável por produzir Chevrolet Onix e Onix Plus A General Motors (GM) confirmou que a unidade de Gravataí (RS) também sofreu com a baixa produção e ficou paralisada no mês de junho. A fábrica que é responsável pela produção de Chevrolet Onix e Chevrolet Onix Plus inicialmente estava prevista para parar entre os dias 12 a 21 de junho, a fim de adequar a produção com a demanda do mercado, destacou o Automotive Business . Essa foi a segunda vez que a fábrica teve que parar neste ano, afetando um total de 2.000 a 2.500 funcionários. No entanto, o site destaca que a a parada foi um pouco mais longa que o planejado. A marca ficou entre os dias 12 a 26 de junho parada, de acordo com o sindicato dos metalúrgicos da região. Operando em dois turnos, a unidade gaúcha da GM não foi a única que parou. Recentemente, a GM confirmou que a sua fábrica de São José dos Campos (SP), responsá

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat confirma que o futuro interior dos seus carros terão inspiração no clássico Lingotto

Chevrolet terá Feirão de Fábrica neste final de semana em São Caetano do Sul e promoções

BMW lança novo Série 5 no Brasil, com versão híbrida 530e, que estreia por R$ 574.950

Porsche apresenta seu novo logotipo para comemorar os 75 anos de fundação da marca

Hongqi revela oficialmente a segunda geração do HS3 na China, com motor de até 252cv

BYD tem promoção 'DiaE' neste sábado, 22/06, com Dolphin por R$ 135.300, com bônus

Toyota investe mais R$ 160 milhões na fábrica de Sorocaba (SP) com novo Centro de Peças

Mitsubishi vende até dia 22/06 a L200 Triton, Eclipse Cross e Pajero Sport com promoção

BYD King é o batismo global do Destroyer 05 e chega para colocar Toyota Corolla na mira

Toyota apresenta atualização para o catálogo de versões da Hilux, com fim da versão SRX