Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Gurgel

Vídeos Automotivos: Relembre - Gurgel Tocantins

Imagem

Retrômobilismo#91: O voo que daria a Gurgel a guinada necessária para o mercado e a facada nas costas fizeram o BR800 ter vida breve!

Imagem
No dia 07 de Setembro de 1987 começa o sonho de termos o primeiro automóvel 100% nacional com João Amaral Gurgel, ou melhor dizendo, o Sr.Gurgel. A expectativa sobre o próximo veículo da marca era grande por se tratar do primeiro popular da Gurgel, que poderia fazer a marca dar a tão esperada guinada no mercado. O projeto estava com Amaral desde sua faculdade, mas só começou a projetá-lo quando a Gurgel já tinha dinheiro suficiente para produzi-lo depois de uma condição financeira mais estabilizada. O sucesso de seus utilitários nacional e internacionalmente levou Amaral a idealizar um veículo compacto 100% brasileiro. Assim nascia o BR800, lançado no mercado em 1988, como um "city-car" como podemos dizer atualmente. No lançamento, João Gurgel teve uma iniciativa até então inédita no Brasil: abriu o capital da empresa. Assim, cada interessado em adquirir um BR800 deveria comprar um lote de 750 ações da Gurgel, no valor de US$3.000 pelo carro e 1.500 dólares pelas ações, te

Retrômobilismo#88: Land Rover brasileiro, Gurgel Carajás foi um dos veículos mais "inesquecíveis" da Gurgel!

Imagem
Lançado em Junho de 1986, o Carajás é de longe o maior utilitário que a Gurgel fabricou no mercado brasileiro. Uma evolução em relação ao irmão Xavante, o Carajás tinha predicados como o amplo espaço interno, com destaque para o porta-malas. O Carajás era produzido em três versões de acabamento: Standard, LE e VIP, mas apenas a Standard estava disponível em 1986. Poderia vir com 4 opções de carroceria: MM (Modelo Militar), TL (Teto Lona), RL (Rígido Lona) e TR (Teto Rígido), mas apenas esse último chegou a ser produzido. O Carajás tem seu nome com influências indígenas e foi vendido como ambulância e furgão, além do modelo passageiro. Em seu design, destaque para o estepe no capô dianteiro, a amostra, que causava certa estranheza e reforçava seu estilo parrudo. A dianteira possuía 4 faróis, que poderia ser equipado opcionalmente com guincho. O Carajás era oferecido inicialmente com 2 portas, enquanto o teto tinha uma clarabóia para ventilar a cabine. O interior tinha forro dupl

Retrômobilismo#74: Tem certeza que é um carro de um chefe executivo? Gurgel XEF!

Imagem
O XEF era a tentativa da Gurgel em produzir um carro pequeno para pessoas com uma boa condição financeira, assim como o Dacon 828. Ele foi lançado em 1981, mas apenas em 1983 que o XEF começou a ser produzido e vendido, quando ele conseguiu "deslanchar" no mercado brasileiro. Com proporções muito reduzidas, o XEF media apenas 3,12m de comprimento, 1,80m de entre-eixos, 1,70m de lergura e pesava apenas 800kg. O nome XEF foi dado a filha de Gurgel, Maria Cristina. Certo dia ela chegou em casa dirigindo o protótipo. Ao perguntarem de quem era o carro ela disse: “É do Chefe!” , mostrando que se tratava de um carro projetado pelo seu pai. Assim como um bom Gurgel, o XEF também tinha elementos da Volkswagen, que foi base de muitos carros nacionais, além de marcas oriundas do Brasil. Logo de cara percebe-se que os faróis dianteiros do Volkswagen Voyage, enquanto as lanternas traseiras vinham da Brasília. A grade dianteira, dava um ar mais bonito ao XEF, mas era "falsa&q

Retrômobilismo#43: O Xavante que passou pelo Brasil de norte a sul! Eu sou o Gurgel Xavante!

Imagem
Lançado em 1973 como o primeiro Gurgel do Brasil, a história do jipe Xavante foi o maior modelo da Gurgel e que mais tempo ficou em linha, com quase 20 anos de mercado. Destacava-se entre as suas principais qualidades, a agilidade em pisos irregulares, o que chamava a atenção de consumidores que gostavam de praticar um off-road nos finais de semana por lazer. Fabricado em Rio Claro, interior de São Paulo, o Xavante foi criado pelo João Augusto Conrado do Amaral Gurgel, que sempre sonhou com o carro genuinamente brasileiro. O Xavante X10 era um misto de bugie com jipe, mas suas aptidões off-roads o colocariam como um jipe. Sobre o capô dianteiro era notável a presença do estepe e sua relação ao solo era grande, com pára-brisa que poderiam ser rebatidos para melhor sentir-se o vento, com capota de lona. Tinhas linhas retas e curvas, seguindo a moda da época, caiu no gosto do consumidor brasileiro. Mostrando ser um carro resiste e prático em solos irregulares, logo foi incorporado

Curiosidades: Os modelos mais vendidos do Brasil em 1981!

Imagem
OBS: Achamos os anos de 1981, 1982, 1984, 1985, 1986, 1987, 1988, 1989, 1990 e por aí em diante. Porém o ano de 1987 temos apenas a ordem de classificação, mas os números ainda não foram descobertos. Fique agora com os 11 meses do ano de 1981. O ano de 1981 chega com algumas novidades, como a chegada do Del Rey e do Voyage que já conseguem boas posições logo de estréia. O Del Rey estréia em 9º e o Voyage em 12º, vendendo mais de 15.000 unidades no ano de estréia. Em um ano de forte queda frente à 1980, o ano de 1981 caiu muito, e o modelo que mais caiu foi o líder Volkswagen Fusca, que perde o trono para o rival Fiat 147, com seu ano na liderança. Nesse ano também aumentamos de 25 para 30 modelos participantes, para melhorar o número de vendas. O ano de 1981 também mostra o fim da Chrysler no Brasil após falir, a marca americana deixa de vender seus modelos no Brasil, como o Polara e o Dart, encerrando o ciclo de grandes esportivos nacionais. Isso significa muito para o Br

Curiosidades: Os modelos mais vendidos do Brasil em 1983!

Imagem
OBS: Os anos de 1981 e 1982 ainda não achei, caso eu achar, posto eles nos próximos dias, tendo apenas o ano de 1983 e 1984. Os anos de 1985, 1986 terão apenas uma citação, pois nem esses existes em arquivos. A partir de 1982 a família Gol começa a chamar a atenção dos consumidores locais. Com o lançamento do sedan Voyage, da station Parati e da picape Saveiro a família começou a ganhar força. Um sucesso logo de cara, o Voyage alcançou a vice-liderança da geral, atrás apenas do Fiat 147, que assumiu a ponta a partir de 1982. Totalmente diferente à 1980, em 1983 possuem muitos modelos diferentes, como o Volkswagen Voyage, Chevrolet Monza, Ford Del Rey, Volkswagen Parati, Ford Pampa e Volkswagen Saveiro. Além disso, o Volkswagen Fusca perde o posto de carro mais vendido do Brasil, onde Fiat 147 se torna o rei por alguns anos, além de também ter sido ultrapassado pelo irmão Volkswagen Voyage. Confira abaixo os 25 carros mais vendidos do Brasil e as marcas mais vendidas do ano.

Curiosidades: Os modelos mais vendidos do Brasil em 1979!

Imagem
"Apenas lembrando que o Curiosidades vai ao ar todas as Terças-Feiras, com dicas, curiosidade sobre o mercado brasileiro, além de substituir o "Ideias que podem ou poderiam ser uma boa", que deverá ter poucas postagens de hoje em diante." Com algumas mudanças, o ano de 1979 traz pequenas mudanças no setor automotivo, como a estréia da Fiat 147 Pickup no Brasil, que ajudou e muito no crescimento da Fiat no Brasil. Entre os modelos que mais aumentaram as suas vendas, está a Chevrolet C10 que aumentou 44% das suas vendas e puxa a lista dos modelos que mais cresceram frente à 1978. Em seguida vem a sua rival Ford F100 com aumento de 33% nas vendas, seguido da Ford Belina com aumento de 21%, do Fiat 147 com aumento de 18% e o Volkswagen Passat com 15% a mais que em 1978 para finalizar o TOP5 dos modelos que tiveram alta. Em contrapartida, a Volkswagen Kombi Pickup teve a mais alta queda do mercado, com vendas -22% a menos que 1978, seguido do Chevrolet Opal

Relembre: Comercial de lançamento do Gurgel Supermini BR800

Imagem

Postagens mais visitadas deste blog

Jeep Compass possui fila de espera até 2022 pra algumas versões por falta de semicondutores

Último Troller T4 produzido será vendido por R$ 299.990; unidade está localizada em Natal (RN)

Chery Arrizo 6 Pro terá condições especiais no seu mês de lançamento, para financiamento

Sem nenhum emplacamento, Jeep Commander já possui longa fila de espera de até 6 meses

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

Lifan apresenta as primeiras novidades, agora no controle da Geely Group, e retoma produção

Ford testa novas versões para a Ranger na Argentina, como a FX4; será que vem pra cá?

Fiat Pulse Abarth está em desenvolvimento e será apresentado em 2022, de acordo revista

Nova geração do Audi A4 será apresentada em 2023 e será geração de transição para o elétrico

Com lançamento para amanhã, Fiat Pulse Impetus T200 aparece custando R$ 125.790