Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Hidrogênio

Toyota testa novo motor a hidrogênio 1.6 Turbo para ser usado em competições com o Corolla

Imagem
A Toyota confirmou que também deve desenvolver um novo motor a células de hidrogênio. Depois de quebrar um recorde de vendas com o motor do novo Mirai, a Toyota voltou ao desenvolvimento dos carros movidos com este tipo de combustível. Ele deve ser equipado com um motor com célula de combustível que deve contar com um motor puramente elétrica, com 100% de emissão zero. O hidrogênio é queimado dentro de uma câmara de combustão que não possui hidrocarbonetos não queimados como o CO e CO2, além de alguns dióxidos como nitrogênio que são liberados de qualquer maneira. Só o nitrogênio é capaz de ter atmosfera de 78% na fase de combustão e se oxida produzida NOx. Ao que tudo indica, a Toyota quer desenvolver um motor a hidrogênio criado especialmente para ser abastecido com hidrogênio e não um motor que passa por alguns processos de adaptação. “As pessoas com quem trabalho agora chegam à beira do fracasso, e isso porque eu digo a elas que não há problema em falhar. Se eu dissesse 'não ba

Empresas se unem para desenvolvimento de motor a hidrogênio com carbono neutro

Imagem
A AVL confirmou que pode desenvolver novidades para os motores a células de hidrogênio no mercado. A marca confirmou que deve incentivar esse tipo de motor para o futuro e que possa ter uma maior infraestrutura nos mercados que desejam explorar este tipo de combustível. O hidrogênio ainda é visto como promissor para a empresa, que deve contar com parcerias com a brasileira Tupy e a Westport Fuel Systems. Juntas, as três empresas devem desenvolver um motor a células de hidrogênio que possam ter carbono neutro. Buscando melhorar a eficiência, as três empresas confirmaram que deve desenvolver um conjunto de um HPDI H 2-GELO. Para lidar com altas pressões de queima de pico, materiais superiores, tecnologias de fundição e usinagem são necessários. “Acreditamos que nosso conhecimento técnico e colaboração com clientes e universidades nos permitem desempenhar um papel importante na descarbonização. Estamos estudando novos materiais, geometrias e usinagem que podem melhorar o desempenho de nov

Renault deve desenvolver Master Fuel Cell em parceria com a Hyvia; estreia ainda em 2021

Imagem
A Renault Group deve desenvolver em parceria com a Hyvia o processo de fazer com que o Master passe a ter uma opção de motor movido a células de combustível a hidrogênio. Ainda considerada uma startup, a Hyvia deve ajudar bastante as marcas a ter modelos com este tipo de combustível à disposição no lineup, pelo menos na Europa, onde uma estrutura está sendo erguida. Assim como a Stellantis tem feito com as suas vans, a Renault Group deve desenvolver três opções para a Master na Europa: 1. Master Citybus H2-Tech, que deve ser uma versão destinada para o transporte de passageiros para empresas ou coletividades com capacidade máxima de 15 ocupantes e autonomia de 300km; 2. Master Van H2-Tech, que deve ser destinado para o transporte de mercadores e com autonomia de 500km, contando com uma carroceria com capacidade de 12m³; 3. Master Chassis-Cabine H2-Tech, que deve mesclar com uma capacidade de carga de 19m³ e autonomia de 250km. O trio deve ser desenvolvido com o Dual Power, que usa a en

BMW começa os testes de rodagem com o X5 iHydrogen Next na Europa; SUV estreia em 2022

Imagem
A BMW segue o desenvolvimento da sua nova opção mecânica para o X5, o movido a células de combustível de hidrogênio. O modelo ainda segue em estágio de desenvolvimento e anunciou que uma frota de unidades do utilitário esportivo alemão deve começar a ser testado pela Europa. A marca confirmou que nas próximas semanas devem ser avaliado o desempenho do carro, bem como a força do motor, chassis e sistemas eletrônicos. Previsto para ser lançado no final de 2022, a nova opção mecânica do X5 deve ser produzido em pequena escala. "A tecnologia de célula de combustível de hidrogênio pode ser uma opção atraente para trens de força sustentáveis, especialmente em categorias de veículos grandes. É por isso que o teste de rodagem de protótipos equipados com um trem de força de célula de combustível de hidrogênio é uma etapa importante em nossos esforços de pesquisa e desenvolvimento." , destaca Frank Weber, Membro do Conselho da BMW Responsável pelo Desenvolvimento. Segundo a BMW, o moto

Honda confirma o fim de linha do Clarity em agosto; sedã teve vendas abaixo do esperado

Imagem
Apresentado no Salão do Automóvel de Tóquio, no Japão, em novembro de 2015, chega ao fim o Honda Clarity. O sedã foi apresentado nas configurações híbrida plug-in, elétrico e movida a células de hidrogênio, sendo um carro totalmente eletrificado em todas as suas opções de motorizações. No entanto, o carro parece não ter agradado. A Honda confirmou que deve deixar de produzir o Clarity Hybrid Plug-in e o Clarity Fuel Cell em agosto. Ano passado, a Honda já teria tirado de linha o Clarity Electric de linha. Nos cinco primeiros meses do ano, o Clarity vendeu apenas 1.896 unidades, em níveis globais, e o modelo deve sair de linha. Apesar do fim do Clarity, a Honda não desistiu das células de combustível a hidrogênio e o sedã pode retornar mais adiante. Isso porque a Honda possui uma parceria com a GM para o desenvolvimento da tecnologia, ou seja, o Clarity pode ganhar uma nova geração mais adiante, para concorrer com o Toyota Mirai. "Toda a linha Clarity desempenhou um papel valioso n

GM confirma um novo investimento para elétricos e chega a US$35 bilhões investidos até 2025

Imagem
A General Motors acaba de aumentar o montante de dinheiro que deve investir no desenvolvimento dos seus carros elétricos. Agora, a GM revelou que investir US$35 bilhões entre 2020 a 2025, o que representa um aumento de 75% em relação ao plano inicial, antes da pandemia, com um volume de US$20 bilhões. Em fevereiro deste ano, o montante passou para US$27 bilhões e agora deve chegar aos US$35 bilhões, um aumento de US$8 bilhões. Todo esse investimento deve ser fracionado em modelos novos, a plataforma Ultium e as células de combustível e hidrogênio, chamado pelo grupo de Hydrotec. A GM ainda confirmou que deve preparar para ser a primeira empresa a vender a condução autônoma em grande escala, que deve estrear em meados de 2023. "Estamos investindo agressivamente em um plano abrangente e altamente integrado para garantir que a GM lidere em todos os aspectos da transformação para um futuro mais sustentável" , disse a Presidente e CEO da GM, Mary Barra. Até 2025, Barra possui como

Toyota confirma que não vai apostar apenas em elétricos; híbridos e hidrogênio terão parcela

Imagem
A Toyota confirmou que sua eletrificação não deve ser composta apenas de modelos elétricos. A marca confirmou que deve continuar desenvolvendo modelos híbridos e a células de combustível de hidrogênio. A marca confirmou em reunião com acionistas que a marca possui três modelos de eletrificação e assim que a marca deve trabalhar nos próximos anos. A informação foi que um investidor perguntou se a Toyota estava seguindo o caminho ideal, visto que a Honda tinha ido para um caminho totalmente elétrico até 2040. "É muito cedo para se concentrar em uma opção" , respondeu Shigeki Terashi, Diretor da Toyota. Até 2050, a Toyota confirmou que deve oferecer várias opções de carros, com híbridos e carros a células de combustível. Recentemente a informação já tinha se desenhado quando a marca revelou que deixaria o consumidor decidir o que ele gostaria. "Algumas pessoas adoram veículos elétricos a bateria, mas outras não consideram as tecnologias atuais convenientes. No final, o que

Land Rover confirma que desenvolve um Defender Hydrogen, que estreia até 2025 na Europa

Imagem
A Land Rover confirmou que pode desenvolver novidades para o mercado europeu em breve. Além de opções de motores híbridos, a Land Rover deve criar modelos com células de combustível de hidrogênio. A marca confirmou que estaria trabalhando em um modelo com este tipo de motor para o Defender, que deve começar a rodar em testes no final deste ano, no Reino Unido. A pesquisa está sendo feita para criar uma opção eletrificada do utilitário esportivo com emissão zero e que não seja um elétrico. O desenvolvimento deste novo tipo de mecânica dentro da Land Rover deve fazer parte do plano Project Zeus, financiado pelo Centro de Propulsão Avançado, financiado pelo governo. Ainda não se tem informações sobre o desenvolvimento ou dados mecânicos deste Defender, mas ele deve ter dois tanques de hidrogênio de alta pressão flanqueando de uma bateria para a célula de combustível, que terá a tecnologia de recuperação de energia durante a frenagem. Este novo motor ainda seria localizado no lugar do moto

Citroën apresenta a ë-Jumpy Hydrogen na Europa, que começa a ser vendida fim do ano

Imagem
A Citroën apresentou oficialmente o ë-Jumpy Hydrogen na Europa. Primo de Opel Vivaro-e Hydrogen e Peugeot e-Expert Hydrogen, a ë-Jumpy Hydrogen também passa a ser oferecido na Europa. A ë-Jumpy Hydrogen foi apresentada nas configurações de 5,3m³ ou 6,1m³, com tamanho de 4,95 metros ou 5,30 metros de comprimento, por conta das baterias e dos cilindros de hidrogênio. A capacidade de carga útil subiu para 1.100kg. De acordo com a Citroën, ela possui uma autonomia que é superior a 400km, no ciclo WLTP. O motor elétrico de 136cv e 26,5kgfm é alimentado por bateria auxiliar de 10,5kWh, contando com duas portas laterais deslizantes e permite que o pacote de células de combustível. Ao todo, são três cilindros de hidrogênio de 700 bar de pressão. Os cilindros construídos em fibra de carbono e podem ser abastecidos em três minutos, praticamente o mesmo tempo necessário para abastecer um veículo com motor a combustão. A célula de combustível é capaz de entregar 61cv de potência e consegue manter

Movido a hidrogênio, nova geração do Toyota Mirai quebra recorde de maior autonomia: 1.003km

Imagem
A Toyota confirmou que conseguiu quebrar um recorde de percurso com um carro movido a hidrogênio. Com o Mirai, a marca conseguiu percorrer 1.003km e estabelecer um novo recorde que era do Hyundai Nexo, que tinha alcançado 887,5km. O recorde foi estabelecido no dia 26 de maio em uma viagem que terminou em Paris, na França. Com isso, o Toyota Mirai se tornou o carro com maior distância quando abastecido com hidrogênio. Para fazer o recorde acontecer, a Toyota teve que fazer com que o modelo fosse conduzido de maneira perfeita. Com um custo médio de hidrogênio de apenas 0,55kg por 100km, o Mirai terminou o desafio com uma autonomia restante de 9km. Os pilotos que participaram do percurso foram quatro, sendo que Victorien Erussard, fundador e capitão do Energy Observer, foi o líder dos pilotos. Acreditando fortemente no hidrogênio, a Toyota confirmou que deve continuar investigando e desenvolvendo a tecnologia. "Estou muito feliz por ter trazido este desafio de 1.000 km para as rodas

Peugeot apresenta o e-Expert Hydrogen na Europa, que terá produção bem limitada na Alemanha

Imagem
A Peugeot apresentou oficialmente o e-Expert Hydrogen na Europa. A versão a hidrogênio do modelo deve se juntar com as demais versões elétricas e a combustão, com o motor diesel. O modelo deve começar a ser vendido na Europa no final deste ano. A e-Expert Hydrogen foi apresentado na configuração de 5,3m³ ou 6,1m³, com tamanho de 4,95 metros ou 5,30 metros de comprimento, por conta das baterias e dos cilindros de hidrogênio. A capacidade de carga útil subiu para 1.100kg. De acordo com a Peugeot, ele possui uma autonomia que é superior a 400km, no ciclo WLTP. O motor elétrico de 136cv e 26,5kgfm é alimentado por bateria auxiliar de 10,5kWh, contando com duas portas laterais deslizantes e permite que o pacote de células de combustível. Ao todo, são três cilindros de hidrogênio de 700 bar de pressão. Os cilindros construídos em fibra de carbono e podem ser abastecidos em três minutos, praticamente o mesmo tempo necessário para abastecer um veículo com motor a combustão. A célula de combust

Toyota segue com o desenvolvimento de um Corolla movido a hidrogênio para competições

Imagem
A Toyota segue o desenvolvimento do Corolla movido a células de hidrogênio para competições no Japão. O hatch médio começou a ser preparado para as 24H de Fuji na Super Taikyu Series 2021, etapa que deve acontecer no Japão. Para averiguar o desenvolvimento da versão com essa nova opção mecânica, Akio Toyoda, Presidente e CEO da Toyota, foi testar o modelo na prática. O executivo deve ser um dos pilotos da equipe ORC Rookie Racing e deve se revezar com um outro piloto. De acordo com Akio, seu papel é checar como deve ser avaliado a durabilidade, as possibilidades e a segurança do sistema de propulsão a hidrogênio em situações extremas. "A razão para competir em uma prova de 24 horas é que simplesmente durar três ou cinco horas não é suficiente. Você deve ter feito a preparação para durar 24 horas. Além disso, sou um dos pilotos. Muitas pessoas no Japão associam hidrogênio a explosões. Portanto, quero mostrar que é seguro participar de uma corrida" , disse Akio Toyoda, presiden

Argentina deve desenvolver plano para exportação do hidrogênio dentro de 10 anos

Imagem
A Argentina confirmou um plano de início de exportação de hidrogênio para automóveis dentro de dez anos. O plano prevê que o nosso país vizinho se tornar um dos países fornecedores de hidrogênio. A novidade foi apresentada por meio do Presidente Argentino, Alberto Fernández, durante o “Rumo a uma Estratégia Nacional do Hidrogênio 2030”. Tido como um plano de mobilidade a hidrogênio, Fernández confirmou que a Argentina espera apresentar mais detalhes do projeto dentro de alguns meses. Segundo informações da Agência Telám o presidente confirmou que vai defender uma “política econômica baseada no hidrogênio com amplo potencial”. “A Argentina tem um enorme potencial para a produção de hidrogênio verde, extraído, dessa forma, com auxílio de energia eólica ou solar. A energia limpa e livre de carbono é a energia do futuro. O desenvolvimento de uma política do hidrogênio é, portanto, uma questão com amplo potencial econômico e ambiental para nosso país” , disse Fernández. Com esse investiment

VAG confirma que hidrogênio não é solução para o grupo e descarta quaisquer desenvolvimento

Imagem
A Volkswagen veio confirmar ao público que não deve desenvolver nada sobre motores alimentados por células de combustível de hidrogênio. A informação foi confirmada pelo CEO do Grupo Volkswagen, Herbert Diess, que disse que não está interessada na tecnologia, que parece estar ganhando mais atenção nos últimos meses. De acordo com Diess, os carros a hidrogênio não devem ser uma solução para a VAG. "Está provado que o carro a hidrogênio NÃO é a solução para o clima. No transporte, a eletrificação prevaleceu. Debates falsos são uma perda de tempo. Por favor, ouça a ciência!" , destacou Diess em seu perfil no Twitter. Essa não é a primeira vez que a VAG desmente qualquer possibilidade de estudo ou desenvolvimento de novidades com a mecânica a hidrogênio. Apesar de ter apresentado conceitos de modelos Fuel Cell entre 2014 a 2018 com a Volkswagen e a Audi, a VAG parece ter chegado à conclusão que o desenvolvimento de carros a hidrogênio seria prejudicial ao clima, representando um

Opel apresenta a Vivaro-e Hydrogen Fuel Cell, elétrico com célula de combustível de hidrogênio

Imagem
A Opel revelou as primeiras informações sobre os motores a hidrogênio no mercado europeu. A marca apresentou o Vivaro-e Hydrogen Fuel Cell, sendo um modelo elétrico plug-in que é equipado com células de combustível que garantem uma máxima de transporte. O modelo foi apresentado na configuração de 5,3m³ ou 6,1m³, com tamanho de 4,95 metros ou 5,30 metros de comprimento, por conta das baterias e dos cilindros de hidrogênio. A capacidade de carga útil subiu para 1.100kg. De acordo com a Opel, ele possui uma autonomia que é superior a 400km, no ciclo WLTP. O motor é alimentado por bateria, contando com duas portas laterais deslizantes e permite que o pacote de células de combustível. Ao todo, são três cilindros de hidrogênio de 700 bar de pressão. Os cilindros construídos em fibra de carbono e podem ser abastecidos em três minutos, praticamente o mesmo tempo necessário para abastecer um veículo com motor a combustão. A célula de combustível é capaz de entregar 61cv de potência e consegue m

Bosch também confirma que Brasil possui mais de uma opção para ter uma eletrificação

Imagem
Enquanto o Brasil ainda não tem um plano de eletrificação dos seus carros no Brasil, muitas marcas apostam em modelos elétricos que vem ao mercado como importados. A Bosch, uma das fornecedoras de componentes das fábricas no país, confirmou que a tecnologia no país ainda está em desenvolvimento e uma solução para o país seria o carro elétrico movido a Etanol.   "Para o Brasil, esse é o momento certo de participar dessa tecnologia globalmente e não ficar só esperando que as novas tecnologias desenvolvidas fora sejam trazidas ao país" , disse Besaliel Botelho, Presidente da Bosch na América Latina. O executivo destacou em entrevista ao site Valor que o uso do hidrogênio também poderia ser uma alternativa para o Brasil, mas que seria complicado pelas questões de infraestrutura e reabastecimento dos cilindros e as implicações de segurança que seriam necessárias. Uma solução interessante seria fazer com que o carro pudesse ser abastecido com Etanol como um motor gerador para o mot

BMW apresenta mais informações sobre o X5 iHydrogen Next e revela fotos dos protótipos

Imagem
A BMW voltou a falar sobre o desenvolvimento do seu primeiro automóvel movido a hidrogênio, que deve ser o X5. O modelo foi apresentado com um protótipo, chamado de i Hidrogen Next. A marca revelou as imagens do modelo definitivo, que deve antecipar como será a versão de produção do carro com essa mecânica. A marca alemã já confirmou que o X5 iHydrogen deve ser produzido com uma escala de produção em série pequena e que vai começar no final de 2022. Ainda engatinhando no desenvolvimento de carros com esse tipo de mecânica, a BMW estuda as chances do modelo ser competitivo no mercado, principalmente a nível global. Ainda carente de uma infraestrutura mais interessante em escala global, a produção de carros a hidrogênio ainda parece engatinhar – mas ainda assim aparece ser bem interessante e com chances de se tornar mais popular futuramente. Segundo a BMW, o motor a hidrogênio deve desenvolver 170cv de potência, sendo um motor elétrico que deve partir de uma reação química entre o hidrog

Postagens mais visitadas deste blog

BYD comemora mês recorde de vendas no Brasil, graças ao resultado de vendas do T3

Retrômobilismo#80: Botinha ortopédica? Fiat Uno tem mais de 30 anos de boas histórias - Parte 02!

Fiat Pulse tem as primeiras imagens do seu interior revelado antes da sua estreia

Xpeng apresenta a reestilização do G3 na China, que recebe a nova identidade visual da chinesa

Mercedes-Benz revela as primeiras imagens teaser do EQE, que estreia no Salão de Munique

Chevrolet já vende a linha 2022 de Cruze e Cruze Sport6, que chega ao país por R$120.680

Toyota Aqua ganha segunda geração no Japão, que estreia com ótimo consumo de 35,8km/l

Toyota e Panasonic devem trabalhar para reduzir custo das baterias em joint-venture PPES

Novo Volkswagen Lamando é registrado em imagens de patentes, na China, com design polêmico

CAOA ganha ação sobre a Hyundai e renova parceria por mais 10 anos a operação de importados