Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Edison

Edison não cumpre acordo de compra da SsangYong e marca volta a ter futuro incerto

Imagem
Quando tudo parecia estar resolvido, a SsangYong recebe um novo baque. O acordo com a Edison Motors não foi adiante. Isso porque a empresa não pagou para a Mahindra Group o valor combinado pela marca sul-coreana. De acordo com os funcionários da SsangYong, a marca volta a procurar um novo dono. O acordo entre a Mahindra e a Edison tinha sido fechado em meados de outubro de 2021, quando as duas empresas confirmaram a venda e assinaram os papéis em janeiro deste ano, mas a Edison não pagou antes do prazo final. A aquisição tratava-se de uma participação majoritária da SsangYong (75% arredondados, mas 74,65% na prática). Na época, o valor acordado entre as empresas era de 305 bilhões de wons, cerca de US$ 252 milhões, com um pagamento adiantado de 10%. O pagamento final deveria ter sido feito até 25 de março, o que não aconteceu e foi considerado como quebra de contrato. Atualmente, a marca está com dívidas altas de 60 bilhões de wons (US$ 48,6 milhões). O negócio com a Edison já estaria

SsangYong é adquirida oficialmente pela Edison e pode enfim sair do lodo em que se enfiou

Imagem
A compra da SsangYong pela Edison Motors foi oficializada. Livre da Mahindra, a marca sul-coreana terá uma nova chance nas mãos do seu novo dono, apostando em modelos como utilitários esportivos e picapes. Com uma certa instabilidade, a SsangYong entrou em concordata em dezembro de 2020 e desde então criou-se uma novela para que a indiana que geria a empresa encontrasse um novo comprador para a SsangYong, depois da Mahindra ter adquirido 75% de participação há quase uma década. Adquirida pela empresa de modelos elétricos Edison, por um valor de US$ 255 milhões, a Edison passa a ter o controle de uma empresa que possui uma importante base industrial, além de ter uma presença em uma série de mercados, com destaque para a Europa. “A SsangYong planeja fazer o possível para alcançar a normalização dos negócios o mais rápido possível, apresentando um plano de reabilitação, consentindo com a assembleia de partes interessadas e obtendo a aprovação do tribunal, pois este contrato foi concluído

SsangYong será vendida para a Edison e se mantém viva; venda será no mês que vem

Imagem
A Mahindra Group vai conseguir vender a SsangYong. Depois de adquirir a marca há cerca de dez anos, a marca sul-coreana será vendida para a Edison Motors, sendo que a empresa será a licitante preferencial no processo de venda da marca. O negócio valeria cerca de US$ 260 milhões, segundo informações do jornal Nikkei Asia . O próximo processo deve ser assinar a documentação para a venda, o que vai acontecer em meados de novembro de 2021. A Edison Motors é uma empresa que fabrica ônibus e caminhões elétricos. Com a aquisição da SsangYong, tudo indica que a marca vai se tornar uma empresa puramente elétrica dentro de um curto espaço de tempo. Essa deve ser a quarta dona da empresa criada em 1986. Em 1997 a Daewoo adquiriu a maioria das ações da empresa, gerenciando a marca pela primeira vez. Depois, em 2004, a Daewoo vendeu suas ações para a SAIC, que adquiriu 51% da marca. Em 2011 a Mahindra adquiriu a empresa e agora será gerenciada pela Edison. A história conturbada da SsangYong pode te

Postagens mais visitadas deste blog

Novo Chevrolet SS poderá ser nosso novo Chevrolet Omega!

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

Jeep Compass é oferecido com desconto com CNPJ, que é de 8% em todas as versões

Curiosidades: Quantos BTUs possui o ar-condicionado de um carro?

Ford EcoSport sairá de linha globalmente em 2023, com o fim na produção na Romênia

SsangYong apresenta o Torres e espera que SUV marque recuperação da marca coreana

Lamborghini apresenta o novo Huracán Super Trofeo Evo 2, com evoluções aerodinâmicas e visuais

Curiosidades: Os carros mais vendidos do Brasil em 2003!

Primeiro Caoa Chery, Tiggo 2 sai de linha oficialmente por não atender ao Proconve L7