Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Entrevista

Volkswagen ID.3 recebe reestilização e versão GTX em 2023, destacam executivos da marca

Imagem
A Volkswagen confirmou que o ano de 2023 será o ano de estreia do ID.3 GTX. O modelo será lançado junto da primeira reestilização do hatch médio elétrico. A informação foi confirmada por meio de Martin Hube, Porta-Voz da Linha de Produtos da Volkswagen durante a apresentação do ID.5 na Áustria. “É claro que o projeto está progredindo. [Para o] face-lift ID.3... vamos obter alguns detalhes muito interessantes e, claro, estamos convencidos de que as expectativas do cliente para um pouco mais de poder, para todos- a tração nas rodas está lá, e o desejo do cliente é o que temos que cumprir.” , destacou Hube. “O conceito ID.X era mostrar o que é possível. Tínhamos a caixa de ferramentas MEB no início, adicionamos tração nas quatro rodas com o GTX. Vamos adicionar um motor de desempenho no eixo traseiro [do ID.3] para dar ao carro mais aceleração, mais velocidade. Estamos preparando um ID.3 GTX; vai ganhar vida” , destacou o CEO da Volkswagen, Ralf Brandstätter. De acordo com informações, el

Nissan GT-R de nova geração não será elétrico, mas híbrido; futura geração sim, será EV

Imagem
A Nissan confirmou que futuramente o GT-R terá que se tornar um modelo elétrico, possivelmente na próxima geração, que vai substituir o modelo que deve estrear dentro de alguns anos. O modelo atual deve completar 15 anos no final deste ano e vai ser substituído por uma nova geração. Mas a Nissan já pensa na nova geração, que vai substituir um modelo que nem foi lançado. E esse modelo será elétrico, ao que tudo indica. A informação foi confirmada por Ashwani Gupta, Diretor da Nissan, disse em entrevista ao Top Gear que haverá uma mudança radical em algum momento. “Em primeiro lugar, ambos [Z e GT-R] são animais diferentes”, explica o diretor de operações Ashwani Gupta. “Então, quando eu chamo de Z, Z para mim é beleza. E GT-R é besta. E ambos desempenham um papel diferente na Nissan. Atualmente, quando fazemos todas as simulações para a eletrificação desses carros, não encontramos a tecnologia certa para definir o que é 'Z' e o que é 'GT-R'. E no final, esses dois não s

Nissan confirma que Nismo deve receber modelos elétricos dentro dos próximos anos

Imagem
A Nissan confirmou que não vê problemas que carros da divisão Nismo possam contar com motor elétrico. Em entrevista ao Top Gear, Guillaume Cartier, Presidente da Nissan na Europa, disse que a Nismo pode contar com motores elétricos em breve. “O Nismo é um ativo que temos e isso é algo que queremos revitalizar. E teremos alguns, digamos, carros com o derivado Nismo? A resposta é sim." , disse Cartier. “A questão é que não é um truque. Para usar uma expressão inglesa, não é batom em porco. Então, isso requer algum investimento para garantir que você traga desempenho.” , confirmou o executivo. É possível que o Leaf e o Ariya possam contar com algum tipo de preparo em relação aos modelos que já conhecemos da subdivisão. “Aqui é relativamente fácil de entender: suspensão e powertrain específicos. O ponto no Ariya, é um desafio porque já temos uma bateria grande com alto desempenho. Então, precisamos ir além disso” . Em 2017, a Nissan apresentou o Leaf Nismo Concept, conceito que se des

Executiva da GM fala que Brasil possui grande potencial para a exportar carros EVs

Imagem
A Chevrolet confirmou nas últimas entrevistas que pretende fazer com que a marca possa ter mais modelos elétricos em alguns anos, chegando, inclusive, ao Brasil. Em entrevista para a revista Exame Invest, Marina Willisch, Vice-Presidente da Chevrolet na América do Sul, destacou que o Brasil possui um potencial muito grande para vender modelos elétricos. “Temos todos os minerais necessários ou no Brasil ou no nosso entorno. Temos mão-de-obra extremamente qualificada, exportamos engenheiros. A academia é muito forte. Temos uma capacidade de produção enorme. Precisa de investimentos, como em qualquer lugar do mundo. Os fornecedores no país são globais. E temos consumidores exigentes a partir do momento em que puderem experimentar carros elétricos. Temos condições de nos tornarmos um polo de desenvolvimento, produção e exportação de veículo elétrico e das tecnologias. Não ficarmos só no CKD. Do ponto de vista de comércio internacional, o Brasil não só não vai exportar -- na América do Sul

Elétricos da Alfa Romeo poderão manter alguns componentes usados na base Giorgio

Imagem
A Alfa Romeo confirmou que os futuros modelos elétricos da marca não serão carros 100% novos. Com planos de ter os primeiros elétricos a partir de 2024, os engenheiros da Alfa Romeo devem recuperar algumas peças usadas atualmente por carros da plataforma Giorgio. De acordo com um relatório de engenheiros da marca, os carros desenvolvidos a partir da plataforma Giorgio terão algumas peças usadas nos futuros carros elétricos. Entre esses componentes estão a suspensão e a direção. O site Autocar ainda confirmou que a Alfa Romeo ainda vai disfrutar de um nível de flexibilidade em termos de chassi e configuração de suspensão dentro da Stellantis, permitindo que os futuros carros da marca tenham um nível mais alto de competência dinâmica em relação às demais marcas. Daniel Guzzafame, Chefe de Produto da Alfa Romeo, disse que a medida visa “manter as coisas boas da plataforma Giorgio” . Lançada em 2014, a plataforma Giorgio começou a ser usada em 2015 com o Giulia e a partir de 2016 com o Ste

Tata acredita que o futuro dos carros será o comando de voz, em substituição às telas

Imagem
Depois de apresentar o Avinya Concept, a Tata confirmou que o futuro dos seus carros será ter comando por voz. Isso explica o motivo do conceito não ter uma variedade de telas que cumprem uma série de funções diferentes. Tudo isso será função do comando de voz. A informação foi confirmada por Martin Uhlarik, chefe de Design Global da Tata Motors. De acordo com o executivo, essa será uma visão do que a empresa acredita que seja o futuro dos carros. “É uma corrida armamentista hoje, onde vai terminar? Além disso, se você olhar para o design centrado no ser humano, estamos vendo tantas telas em nossas vidas e não é necessariamente uma boa experiência, você precisa das informações, é claro, mas queremos fornecê-las de uma maneira que não seja arrogante” , diz Uhlarik. O próprio Avinya, por exemplo, possui apenas uma tela touchscreen no volante, que cumpre a função do quadro de instrumentos. “Sou um cara de botão, meu filho de 20 anos é um cara de tela sensível ao toque e minha filha de 13

Tata Group também entra para o grupo das que querem produzir seus próprios chips

Imagem
Visando um futuro eletrificado, a Tata confirmou que não quer ser recém da cadeia de semicondutores e que quer produzir os seus próprios dentro de alguns anos. Assim como algumas montadoras tem decidido, os indianos da Tata também não querem ficar a mercê de fornecedores. A Tata confirmou que pode ter planos em conjunto com o Governo da Índia para desenvolver uma linha de produção da peça. Isso porque recentemente a Índia confirmou que tem interesse em produzir os componentes, como destacou recentemente o Primeiro-Ministro do país, Narendra Modi. Em entrevista para a Agência Bloomberg, o Presidente da Tata Group, Natarajan Chandrasekaran, juntamente com o Diretor Administrativo do Grupo, Shailesh Chandra, disseram que a Tata quer produzir tanto semicondutores como as próprias baterias dos seus carros elétricos. “A cadeia de suprimentos está ficando muito precária e incerta” , disse Chandra. A Tata está, ainda, em conversa com quatro dos maiores produtores de semicondutores do mundo par

Lexus quer vender 1 milhão de elétricos a partir de 2030; atualmente marca só tem dois EVs

Imagem
A Lexus confirmou, depois de apresentar o seu primeiro automóvel puramente elétrico, o RZ, que pretende vender cerca de 1.000.000 de unidades de elétricos por ano até o final da década. Atualmente, a marca conta com o UX 300e e o RZ 450e como elétricos. Em entrevista ao Automotive News, Takashi Watanabe, Engenheiro-Chefe da Lexus Electrified, confirmou que a Lexus quer migrar completamente para os elétricos. “É um desafio extremamente difícil migrar totalmente para elétricos e manter um negócio sustentável. Precisamos reduzir o custo da bateria e inovar todo o processo de fabricação do carro.” , disse Watanabe. A Lexus ainda confirmou que capacidade de produção ainda é um desafio para a marca alcançar este objetivo. A Lexus ainda estuda a possibilidade de erguer novas fábricas, além de renovar outras existentes, a fim de conseguir atingir a meta. O carro usa uma bateria 71,4kWh junto de um motor dianteiro elétrico de 204cv e torque de 27,2kgfm e um motor traseiro elétrico de 109cv. Com

Lexus desenvolve um SUV maior, o TX, para ficar acima do RX e com espaço para até oito

Imagem
Depois de ter os modelos UX, NX, RX, RZ, GX e LX, a Lexus deve trabalhar na chegada de um novo modelo: o TX. Desenvolvido sobre uma plataforma modular, ele terá uma proposta diferente dos modelos maiores, como o LX. Concorrendo com (o futuro) Audi Q9, BMW X7 e Mercedes-Benz GLS, o modelo terá três fileiras de bancos e será maior que o RX L. O modelo deve ser apresentado em meados de 2023 e será baseado no LF-1 Limitless Concept, de 2018. A novidade pode ser produzida na unidade de Princetown, Indiana, Estados Unidos. O novo modelo pode trazer opções de 6, 7 ou 8 assentos. Um modelo maior que o RX já é um pedido bastante feito por parte dos consumidores, que não querem um carro como GX e LX, com uma proposta mais aventureira. A informação foi confirmada por John Iacono, Presidente do Lexus National Dealer Advisory Council, líder dos concessionários da marca, em entrevista ao Automotive News . “O único veículo que temos neste momento é o RX L. Ele fez um bom trabalho para nós, mas não é

Nova geração do Alfa Romeo Giulia pode ganhar ares mais crossover ao virar elétrico em 2025

Imagem
O nome Giulia já foi de praticamente tudo dentro da Alfa Romeo. Começou com um conversível, passou para um cupê e hoje é um sedã. A nova geração, para manter a tradição, pode ser um outro segmento. E se você for esperto, já imagina que ele vá se transformar em um utilitário esportivo. De acordo com o CEO da Alfa Romeo, Jean-Philippe Imparato, tem revelado algumas informações a respeito do futuro da marca. Segundo Imparato, o novo Giulia pode se transformar em um SUV cupê. Em entrevista ao site Automotive News Europe , o executivo confirmou que “a Alfa Romeo não se tornará uma marca de SUV exclusiva como a Jeep. Não estamos abandonando o sedã médio Giulia. Haverá um futuro Giulia, e será um modelo puramente elétrico." . No entanto, já foi confirmado que um novo Giulia não será um sedã. Ao que tudo indica, o modelo deve ganhar ares mais crossover/utilitário esportivo cupê, deixando o papel claro de um SUV para o Stelvio. A nova geração, que já nasce elétrico, será apresentado com um

Dodge confirma que Hornet terá opção híbrida, com motor de até 275cv, destaca CEO

Imagem
A Dodge trabalha no desenvolvimento de um novo modelo, um utilitário esportivo, o Hornet. O modelo será um primo do Alfa Romeo Tonale e ganhará uma versão híbrida plug-in, de acordo com o CEO da Dodge, Tim Kuniskis. Esse deve ser o primeiro carro eletrificado da Dodge a ser apresentado. A aposta é que ele venha com um motor 2.0 Hurricane Turbo de 260cv e 40,8kgfm, acoplado a um câmbio automático de 9 marchas, e um conjunto formado pelo motor 1.3 Turbo Hybrid Plug-in Q4, com o motor 1.3 Turbo de 180cv junto de um elétrico de 122cv, instalado no eixo traseiro. Juntos, o conjunto traz 275cv e acelera de 0 a 100km/h em 6,2 segundos. O Hornet é esperado para meados de agosto deste ano e será produzido na fábrica de Pomigliano D’Arco, em Nápoles, na Itália. Como é baseado no Alfa Romeo Tonale, o Dodge Hornet vai ganhar novos faróis com novo layout interno, assim como novo capô com saídas de ar e de linhas mais agressivas, assim como uma nova grade dianteira que interliga os dois faróis, mas

Depois de Tan e Han, BYD já começa a trabalhar na chegada do Song ao mercado brasileiro

Imagem
Depois dos elétricos Tan e Han, a BYD já começa a trabalhar na chegada do Song ao mercado brasileiro. O modelo será um modelo menor que o Tan e, consequentemente, será mais barato. Perguntado pelo Automotive Business ao Diretor de Vendas da BYD Brasil, Henrique Antunes, sobre a vinda do Song, Antunes disse: “Teremos um ou dois produtos híbridos plug-in para o segundo semestre. O carro que a gente realmente acredita que será o grande sucesso de volume é o Song Plus, um SUV médio, que vende muito bem na China, que já está em testes no Brasil e que atua em um segmento que cresce muito por aqui. O modelo está ajustes finais e em processo de homologação e chega esse ano ainda” . Híbrido, o SUV de porte médio possui 4,70 metros de comprimento, 2,76 metros entre os eixos, 1,89 metro de largura e 1,68 metro de altura. O porta-malas varia de 574 litros de capacidade até 1.447 litros com os bancos traseiros rebatidos, sendo um dos primeiros dessa nova geração de veículos da BYD, com a identidad

Ford confirma que estuda produção do Everest na Argentina, na fábrica de General Pacheco

Imagem
A Ford confirmou nas entrelinhas que mais um modelo será produzido na unidade de General Pacheco, na Argentina. O modelo em questão pode, muito provavelmente, ser o novo Everest. O SUV da Ranger pode ser o segundo modelo feito na Argentina, depois da unidade passar a produzir apenas a Ranger nos últimos anos. A informação foi confirmada durante o Agrishow, quando a Ford esteve com o CEO da Ford para a América do Sul, Daniel Justo. Ao comentar sobre a produção da nova Ranger na Argentina, o executivo confirmou que “a planta de Pacheco será focada na Ranger e derivados dela”, ou seja, um segundo modelo será feito na unidade. Ao ser perguntado se a escolha recairia sobre o utilitário esportivo de até sete lugares, Justo disse que “o Everest está em estudo e negociações para ser produzido [na Argentina]”. Visualmente, o Everest ganha uma certa independência da Ranger em seu design, pelo menos na dianteira. Ele possui faróis com a mesma forma braquete da F-150, com luzes diurnas em LED em “

Ford não permite que nova Volkswagen Amarok tenha versão similar à Ranger Raptor

Imagem
Parece que o jogo virou e a Ford finalmente deu o troco na Volkswagen. O fim da Autolatina, de acordo com boatos da época, se deu por conta de um ‘não’ da Volkswagen quando a Ford quis ter um produto baseado no Gol de segunda geração, na época, recém apresentado. O projeto deveria ter sido lançado em meados de 1995/1996, dois anos depois da chegada do novo Gol. Agora, é a vez da Ford dar o troco nos alemães. De acordo com informações, com a reaproximação entre as duas empresas, a Ford deu um ‘não’ para uma versão R da Amarok, que seria baseada na Ford Ranger Raptor. A informação foi confirmada por um Porta-Voz da Ford em entrevista ao CarsGuide. Os rumores de uma Amarok R surgiram no ano passado, quando a Ford começou a promover a nova geração da Ranger. O ‘não’ também foi dado para oferecer a Volkswagen Amarok na América do Norte. A Amarok R seria prima da Ford Ranger Raptor, ou seja, nesse caso a picape da marca alemã contaria com um design mais off-road, com novos para-choque diante

Primeiro Alfa Romeo elétrico surge mesmo em 2024, possivelmente com um SUV, o Brennero

Imagem
A Alfa Romeo confirmou que o seu primeiro automóvel elétrico aparece mesmo em 2024. Mirando num mercado onde tenha apenas elétricos em 2028, em dois anos a marca apresenta o seu primeiro carro elétrico, que deve agregar ao lineup atual, com chances de ser um SUV menor que o Tonale, chamado de Brennero. Enquanto o Tonale apareceu como o primeiro híbrido da Alfa Romeo neste ano, o Brennero deve ser o primeiro elétrico. E depois dele, em 2025, a nova geração do Giulia já nasce como um elétrico puro. O mesmo deve acontecer com o Stelvio, que pode receber uma nova geração em meados de 2027. Os modelos trocam a plataforma Giorgio pela STLA Larga, que possui capacidade de trazer uma autonomia de até 800km. Em uma estação de recarga, a bateria recupera 32km a cada minuto. Segundo o Chefe da Alfa Romeo América do Norte e Vice-Presidente Sênior da Alfa, Larry Dominique, destacou que a Alfa Romeo deve trabalhar ainda com o sistema de som que os carros devem emitir. “Existem requisitos regulatório

BMW X3 pode passar a ser feito também no México, a fim de atender demanda dos EUA

Imagem
Depois de modelos como Série 3, Série 2 Gran Coupé e o Série 2, a BMW deve produzir um quarto modelo na unidade de San Luis Potosí, no México. A fábrica deve receber a produção do X3, a fim de atender a demanda dos Estados Unidos pelo SUV médio. Em entrevista ao site Automotive News, o CEO da BMW, Oliver Zipse, confirmou que a BMW está considerando a produção do utilitário esportivo no México. Com a demanda do segmento de SUVs, a unidade de Spartanburg, nos Estados Unidos, não está dando conta da demanda. A produção mexicana entraria como um apoio à fábrica localizada no estado da Carolina do Sul. “O México desempenhará um papel importante em nossa configuração completa. Em algum momento, você verá modelos X porque a demanda do mercado é muito alta. Isso é tudo o que posso dizer agora.” , destacou Zipse. Líder de vendas da BMW nos Estados Unidos com mais de 75 mil unidades vendidas em 2021, a produção do X3 no México não seria difícil pelo fato que ele compartilha a mesma plataforma e

Audi reafirma que foca em elétricos; motores a combustão vão até meados de 2040

Imagem
A Audi confirmou mais detalhes da sua eletrificação na Europa. No Velho Continente, a marca das argolas confirmou que a partir de 2026 todos os carros novos da marca serão vendidos com bateria, seja como um híbrido ou elétrico. Até meados de 2033, todos os carros movidos com motores a combustão devem ser substituídos por variantes elétricas. A informação foi confirmada por meio de Markus Duesmann, CEO da Audi, durante o Ludwig Erhard Summit. Os modelos da marca, fora da Europa, ainda devem manter os motores a combustão por mais algum tempo. Apesar disso, a marca acredita que o ideal seria deixa de produzir automóveis movidos a combustíveis a partir de 2040 no mundo todo. “Vamos ser corajosos como europeus e assumir a responsabilidade de desistir completamente dos combustíveis fósseis a partir de 2040. Devemos colocar toda a nossa energia em veículos elétricos a bateria para mobilidade individual” , destacou Duesmann. Ao que tudo indica, mercados como China, América do Norte e outras re

Honda ZR-V: Honda pode não ter um substituto direto ao WR-V, pelo menos não a combustão

Imagem
A Honda ainda não se decidiu sobre o desenvolvimento de um SUV subcompacto para a substituição do WR-V em mercados como a América do Sul e Sudeste Asiático. Talvez esse seja o motivo de ninguém nunca mais ter ouvido falar sobre em que fim deu o SUV RS Concept. Aqui no Brasil, a Honda confirmou já todos os lançamentos que o país receberá entre 2022 e 2023 e, para a surpresa, nada de um SUV subcompacto abaixo do HR-V. Potencial concorrente do Fiat Pulse, o modelo teria cerca de 4 metros de comprimento e seria baseado no City Hatch, mas teria um design bem diferente – até mesmo nas laterais, algo bem diferente do que o WR-V foi em relação ao Fit. Em entrevista para a revista Autoesporte, Atsushi Fujimoto, novo CEO da Honda América do Sul, destacou que um modelo abaixo do HR-V está descartado no momento. “Estamos analisando o mercado”, declarou o executivo para a revista, mas claramente num tom mais negativo. Outro ponto destacado por Fujimoto é que a Honda Brasil não poderia atender os co

Surgem mais informações do novo Dacia Duster, que será apresentado em 2024, destaca CEO

Imagem
A Dacia segue desenvolvendo a nova geração dos seus compactos na Europa. Por lá, a marca romena confirmou que vai dar continuidade ao processo de renovação dos carros, que começou com os novos Sandero e Logan. Recentemente, a Dacia também apresentou a Jogger, substituta de Lodgy e Logan MCV. Todos os modelos criados a partir da plataforma CMF-B. Agora, o próximo passo é atualizar a linha de SUVs. De acordo com o CEO da Dacia, Denis Le Vot, em entrevista ao Automotive News Europe , a Dacia deve focar na nova geração do Duster e do seu C-SUV. A terceira geração do Duster deve se destacar por contar com um visual bem diferente do modelo atual, que é uma evolução da primeira geração. A base CMF-B deve contribuir para melhorias de estrutura, condução, dirigibilidade, ruído, vibração e aspereza, além de permitir a eletrificação do SUV compacto. Visualmente, a nova geração deve beber na fonte de inspiração do Bigster Concept, com um design de linhas mais parrudas e sofisticadas. Ele ainda pod

Tesla Cybertruck pode ser o primeiro veículo da marca com arquitetura elétrica de 800V

Imagem
Ainda prevista para meados de 2023, a Tesla Cybertruck teve mais informações reveladas. De acordo com algumas informações, a picape pode ser apresentada com uma arquitetura elétrica de 800V. Atualmente, a maioria dos modelos elétricos contam com uma arquitetura de 400V, inclusive toda a linha Tesla atual. Marcas como Audi, Porsche, Kia e Hyundai já possuem modelos com a arquitetura de 800V. A informação foi confirmada por meio do Vice-Presidente Sênior de Powertrain e Engenharia de Energia da Tesla, Andre Baglino, que disse estuda novos modelos com a nova arquitetura. “Para os veículos de plataforma menores como 3 e Y, há algumas vitórias e perdas com 800 volts. Nem tudo é melhor. E então, olhamos para essa plataforma e não estamos ignorando a realidade de que você pode ir para uma voltagem mais alta, mas não há nada realmente nos encorajando a fazê-lo nessa plataforma.” , destacou Baglino em entrevista. O executivo ainda confirmou que a base com esse tipo de arquitetura seria interess

Postagens mais visitadas deste blog

Chery desenvolve a chegada do eQ1 ao mercado brasileiro, candidato a elétrico mais barato

Renault vai trazer 1º lote de 500 unidades do Kwid E-Tech Electric a partir de agosto

Volvo abre pré-venda do novo XC40 Recharge Electric P6, com motor de 231cv, por R$ 309.950

Surgem projeções de como pode ficar o Renault 'StepWay', que estreia no Brasil em 2023

Volkswagen desenvolve um Polo Hybrid com motor eTSI, que chega na reestilização

Com fechamento da fábrica, Chery Tiggo 3X sai de linha e Arrizo 6 virá importado da China

Site confirma a escolha da Fiat para o nome do SUV oriundo do Projeto 376: Fastback

Jeep confirma o lançamento da Gladiator para breve no Brasil; picape terá motor 3.6 V6

Chery fecha fábrica de Jacareí (SP) até 2025, quando retoma produzindo híbridos e elétricos

Porsche Panamera receberá nova geração em 2023 e central antecipa desenho do carro