Postagens

Mostrando postagens com o rótulo VAG

Compactos elétricos da VAG não serão tão acessíveis como é esperado, diz CEO

Imagem
A Volkswagen AG (VAG) desenvolve uma série de elétricos compactos para marcas como Volkswagen, Cupra e Skoda. Os novos modelos serão apresentados em duplas, sendo um hatch e um SUV compacto, ambos elétricos e desenvolvidos sobre a plataforma modular MEB-Entry. Os novos modelos serão apresentados em meados de 2025, mas não devem ser tão populares assim, como tem se cogitado. Um dos motivos é que os carros elétricos estão sofrendo oscilações do preço das matérias-primas essenciais. A informação inicial era que a VAG conseguisse lançar os carros com preços entre 20 a 25 mil euros. “Isso depende de como os custos da matéria-prima se desenvolvem. Se você olhar para os aumentos de preços, rapidamente passa dos desejáveis ​​20.000 euros para 25.000 euros. Exatamente onde nos colocamos continua a ser visto.” , disse Thomas Schäfer, em entrevista ao Electrified Magazin . “É verdade, mas chegaremos com o ID.2 a partir de 2025. É um veículo que custará menos de 25.000 euros. Isso trará algum alív

VAG vai adquirir a Innoviz por US$ 4 bilhões, que trabalha com condução autônoma

Imagem
A VAG confirmou um investimento em uma outra empresa de condução autônoma, a Innoviz. Israelense, a empresa será adquirida pelos alemães para ter controle da tecnologia desenvolvida pela empresa até o momento. A Innoviz Technologies pode ser adquirida pelo equivalente a US$ 4 bilhões e o acordo foi firmado pela Cariad, que é o braço direito da VAG para o desenvolvimento de tecnologias e software. A Innoviz trabalha na condução autônoma com radares LiDAR em laser, usando sistemas avançados de assistência ao motorista e veículos automatizados num cenário pós-2025. “Estamos entusiasmados em trabalhar com a equipe CARIAD e ser um fornecedor de sensores LiDAR e software de percepção para apoiar a mobilidade segura de veículos lançados a partir de meados da década. A CARIAD é um player líder na transformação de todo o espaço automotivo. Estamos orgulhosos de fazer parte de sua missão.” , disse o CEO e Cofundador da Innoviz, Omer Keilaf, em comunicado. Além da Innoviz, a VAG já confirmou parc

Chegada da Scout provoca mudança de gerenciamento dos executivos da VAG

Imagem
Eis que surgiram mais informações sobre o retorno da Scout e como a nova marca deve agitar os cargos da VAG na América do Norte. E agitou bastante. De acordo com as mudanças do grupo, Scott Keogh, Presidente e CEO da VAG na América do Norte vai ceder seus cargos para se concentrar na Scout. Keogh vai trabalhar na Scout e fazer com que a marca nasça com um espírito norte-americano que a antecessora tinha. Já Pablo Di Si, que até então era CEO da VAG na América do Sul e Presidente da Volkswagen Brasil, assume o cargo de CEO da VAG na América do Norte. “Scott Keogh e Pablo Di Si desempenharam papéis importantes na recuperação dos negócios em suas respectivas regiões, América do Norte e América do Sul. Em suas posições futuras, eles serão fundamentais para ajudar o Grupo aproveita as oportunidades históricas do mercado nos EUA, levando nossa estratégia de crescimento na região para o próximo nível.” , disse o CEO do Grupo Volkswagen, Herbert Diess. A VAG ainda confirmou mais algumas mudanç

VAG comemora crescimento na venda de elétricos no primeiro semestre, com alta de 27%

Imagem
A VAG está comemorando o crescimento na venda de carros elétricos no primeiro semestre de 2022. Suas vendas globais de elétricos cresceram 27% em relação ao mesmo período do ano passado. De acordo com o grupo alemão, as vendas foram maiores e atingiram um novo recorde. Mesmo com problemas na cadeia produtiva, foram 217.100 unidades de elétricos nos primeiros seis meses do ano, com destaque positivo para as vendas do grupo na China. Por lá, as vendas de elétricos representaram 63.500 unidades, crescimento três vezes maior que o primeiro semestre de 2021, quando vendeu 18.300 unidades de elétricos do grupo por lá. Destaque também para o avanço de 40% nas vendas da Europa Ocidental. Apesar do avanço da China, a Europa anda manteve a liderança com 128.800 unidades vendidas. Depois, aparece a China com 63.500 unidades e os Estados Unidos aparecem em sequência com 17.000 unidades. “Continuamos com sucesso nosso ramp-up elétrico apesar das condições desafiadoras, especialmente no segundo trim

VAG destaca que seus carros da Volkswagen, Seat e Skoda serão diferenciados pelo design

Imagem
A VAG confirmou mais detalhes dos seus carros e dos futuros lançamentos de marcas como Volkswagen, Seat e Skoda. Querendo fazer com que essas marcas se tornem cada vez mais eficiência financeiramente, será possível observar que as marcas terão um compartilhamento de componentes maior. Buscando um ganho de 20% em eficiência, o grupo já compartilha as mesmas plataformas com várias marcas. De acordo com Thomas Schaefer, Chefe da VAG, disse que quer simplificar as coisas no futuro. “No passado, perdíamos muito tempo nos preocupando um com o outro. A concorrência está fora, não está dentro da empresa” , disse Schaefer para a Agência Bloomberg e Automotive News Europe . A diferenciação entre as marcas do grupo, em especial nas marcas generalistas, será baseado na diferença de design. Subcompactos e compactos já compartilham plataformas, conjuntos mecânicos e uma série de outros componentes que não são vistos a olho nu, enquanto o design externo e interno os diferenciam. Isso deve ser visto

Após desembarcar na Austrália, Cupra pode estar visando chegar aos Estados Unidos

Imagem
Depois de ser apresentada para os consumidores europeus, a Cupra pode acabar ganhando novos continentes. A marca já confirmou que vai chegar na Oceania com a sua operação na Austrália e há planejamentos para a marca chegar nos Estados Unidos. Em meio ao seu processo de expansão, a marca confirmou que pode chegar em novos mercados. “Existem mercados fora da Austrália que estamos desenvolvendo. Somos fortes na América do Sul, principalmente no México, mas também na Colômbia e no Chile. Além disso, obviamente, se você quer se tornar uma marca global – nossa razão de vir para a Austrália – é provar que podemos nos tornar uma marca global. Então, obviamente, você precisa olhar para mercados como a América do Norte, mas isso seria apenas em uma segunda fase. Por enquanto não há decisão sendo tomada na América do Norte, mas estamos começando a analisar (o mercado).” , disse Wayne Griffiths, CEO da Cupra, em entrevista ao site Drive . A Cupra, no entanto, não deve chegar na China. “O Grupo Vol

Porsche adia estreia da 2º geração do Macan para ser lançada em 2024 e não mais em 2023

Imagem
A Porsche vai dar uma pisada no freio do fim do desenvolvimento de um novo veículo seu que é muito importante para os seus resultados de vendas: o Macan. Se antes a segunda geração estava prevista para ser lançada em meados de 2023, a informação é que a Porsche revele a segunda geração um ano atrasado, em 2024. A confirmação veio de Oliver Blume, CEO da Porsche. “O lançamento no mercado é em 2024” , disse Blume à Automobilewoche . Apesar do atraso no lançamento, a nova geração do Macan não está sofrendo com problemas. De acordo com um executivo da Porsche: “O hardware é ótimo, mas o software ainda está faltando” , disse Blume. No entanto, o atraso pode estar ligado ao atraso nas entregas de alguns modelos por conta de um software que a Cariad ainda precisa desenvolver, o que adiou os planos de várias marcas do Grupo VAG com projetos sustentados com a plataforma modular PPE. Enquanto não é vendido, o carro é testado no Centro de Desenvolvimento da Porsche em Weissach, onde os protótipos

VAG inicia construção da sua fábrica de baterias para elétricos em Salzgitter, na Alemanha

Imagem
A Volkswagen confirmou o início da construção da sua fabricante de baterias PowerCo, com o lançamento da sua pedra fundamental. Localizada em Salzgitter, o lançamento da pedra fundamental contou com a presença do Chanceler da Alemanha, Olaf Scholz. Com a produção de baterias a partir de 2025, a unidade fabril será a responsável pela produção de baterias para as marcas que compõe o grupo VAG. Até meados de 2030, a PowerCo, espera ter uma capacidade de 20 bilhões de euros investidos em áreas de negócio, gerando vendas anuais acima de 20 bilhões de euros e entregando cerca de 20.000 funcionários. “Hoje não estamos apenas lançando uma pedra fundamental, mas também estabelecendo um marco estratégico. O negócio de células de baterias é um dos fundamentos de nossa estratégia NEW AUTO, que tornará a Volkswagen uma provedora líder da mobilidade sustentável e orientada por software do amanhã. Estabelecer nossa própria fábrica de células é um megaprojeto em termos técnicos e econômicos. Isso demo

VAG vê falha no desenvolvimento de um software para seus futuros carros elétricos

Imagem
A VAG pode estar próxima de enfrentar problemas no desenvolvimento da sua linha de elétricos em algumas das marcas que compõe seu grupo, como Audi, Porsche e Bentley. Em parceria com a Cariad, a VAG planeja desenvolver um software para os elétricos. Um dos afetados será o Projeto Artemis da Audi, de acordo com informações do site Automobilwoche . O problema no software é encarado como um problema sério dentro da VAG, que faria o projeto atrasar em três anos. Com o planejamento do carro ser apresentado em meados de 2024, ele pode ser adiado para meados de 2027. Segundo informações, a Audi estaria trabalhando em desenvolver uma condução autônoma com tecnologia 1.2, considerada intermediária. Além da Audi, o problema ainda afeta o desenvolvimento de elétricos de Porsche e Bentley. Isso deve afetar o planejamento de lançamento de modelos como do novo Porsche Macan, Audi Q6 e-tron, primeiro elétrico da Bentley, o Projeto Artemis da Audi e outros modelos na plataforma de lançamento para os p

VAG não vê Apple conseguindo finalizar seu carro; Apple enfrenta problemas internos

Imagem
Parece que a Apple vem enfrentando uma série de dificuldades no desenvolvimento do seu carro. De acordo com informações do The Information, a marca estaria sofrendo com problemas de software e problemas em termos de gerenciamento de projetos. Conhecido internamente como Projeto Titan, o carro da Apple seria desenvolvido como um carro autônomo, mas vem enfrentando problemas com software como a falta de mapeamento que foram amplamente mapeadas, que impede a entrega do controle da condução para a tecnologia. Com a missão de vender seu carro sem volante e pedais, a marca ainda parece ter um percurso bem longo antes de apresentar qualquer coisa. Os testes de condução autônoma do carro ainda parecem estar em fase inicial de desenvolvimento. Além disso, a Apple sofreu a baixa de Doug Field, que assumiu o projeto em 2018, mas em 2021 foi contratado pela Ford. Já Craig Federighi, Vice-Presidente Sênior de Engenharia de Software da Apple, vê o projeto com certa preocupação. Dentro da Apple, o pr

Tipo Netflix? Volkswagen vai oferecer condução autônoma com planos de mensalidade

Imagem
A Volkswagen confirmou que vai vender a sua condução autônoma por meio da sua central multimídia. A central, inclusive, deve servir como uma plataforma de monetização, oferecendo serviços como uma grande plataforma. Isso deve ser compartilhado com toda a família de carros por meio da Cariad. De acordo com a Agência Bloomberg e o Automotive News Europe , Dirk Hilgenberg, CEO da Cariad, disse: “Já existe um novo modelo de negócios – um modelo de assinatura ou função sob demanda – onde você pode dirigir de forma autônoma, se quiser, pelas próximas 80km. Nós apoiaríamos isso. Você precisa ter o que chamamos de plataforma de serviços digitais que permite que o mundo exterior entre – Google, Apple, Amazon – onde você pode trazer suas contas para transmitir e se divertir, ou onde você pode trabalhar com produtos de escritório, fazer uma videoconferência ou prepare-se para a próxima reunião. Este é o produto que queremos vender. O produto são as nossas plataformas” , disse. Além de um plano d

VAG novamente reafirma meta de ultrapassar a Tesla em vendas de EVs até meados de 2025

Imagem
A Volkswagen confirmou que pretende ultrapassar a Tesla na venda de elétricos nos próximos três anos. E quando falamos em Volkswagen, estamos falando da Volkswagen AG (VAG), que inclui todas as marcas pertencentes ao grupo. De acordo com o CEO da VAG, Herbert Diess, disse em entrevista para a Agência Reuters que o grupo alemão está "ganhando mais do que nunca" com o aumento da produção de elétricos na Alemanha e na China. Prejudicada com a falta de componentes essenciais para a produção de carros elétricos, como os semicondutores, a VAG já tinha estipulado uma meta de produção de 800.000 unidades para 2022. Em 2023, esse número deve crescer para cerca de 1,3 milhão de unidades, somando, claro, todas as marcas que compõe o grupo e possui, ao menos, um carro elétrico: Volkswagen, Audi, Porsche, Skoda e Cupra. Até o final de 2030, as vendas de carros elétricos devem chegar a 50% do grupo, ou seja, as vendas vão crescer gradativamente. "Elon tem que ampliar duas fábricas de

VAG volta a acelerar a produção de elétricos na unidade de Zwickau, com todos turnos

Imagem
A VAG confirmou que retomou a produção em três turnos na unidade de Zwickau, na Alemanha. A unidade tinha parado a produção por três semanas por conta da guerra da Ucrânia e depois voltou a sofrer com a falta de suprimentos. A unidade alemã ainda recebia uma série de chicotes elétricos de fornecedores da Ucrânia. Desde 29 de março que a produção estava operando apenas em dois turnos, prejudicando a produção dos elétricos da VAG. “O fornecimento de peças está tão estável novamente que, com o terceiro turno, agora temos capacidade adicional em Zwickau para trabalhar com a alta carteira de pedidos” , disse Stefan Loth, Presidente do Conselho de Administração da Volkswagen Saxônia, em entrevista ao Electrive . De acordo com informações, o terceiro turno vai aumentar a produção em cerca de 1.300 unidades ao dia. Por lá, são produzidos Volkswagen ID.3, Volkswagen ID.4, Volkswagen ID.5, Audi Q4 e-tron, Audi Q4 Sportback e-tron e Cupra Born. Além da unidade de Zwickau, a VAG ainda viu a fábric

Seat deve ter BEVs no futuro, quando tecnologia for ainda mais acessível, diz executivo

Imagem
O lado espanhol da VAG parece que tem sido ofuscado pela Cupra nos últimos anos, especialmente quando o assunto é eletrificação. No entanto, a Seat também será beneficiada com um plano de eletrificação para os próximos anos. A informação foi confirmada pelo chefe de P&D da Seat, Werner Tietz, em entrevista ao Autocar . Ao que tudo indica, a Seat deve entrar no mercado de elétricos quando os custos dos elétricos diminuir. Apesar da plataforma MEB já ter reduzido os custos das marcas que a utilizam, a Seat espera que os custos fiquem ainda menores. Dentro da Cupra, por exemplo, que ganhou um caráter mais premium, existem o Born e a marca vai apresentar o Tavascan em 2024, além de um compacto elétrico antecipado pelo UrbanRebel Concept, que chega em 2025. Os dois carros foram inicialmente desenhados para serem da Seat, mas os planos mudaram dentro da VAG e caíram no colo da Cupra justamente pelo perfil mais premium. “O León é um carro completamente novo e acabamos de atualizar o Ibiza

Volkswagen estuda ter mais uma fábrica para produzir elétricos na América do Norte

Imagem
A Volkswagen confirmou que quer investir mais nos Estados Unidos. Por lá, a marca alemã confirmou que vai investir em novas unidades fabris. Além de Chattanooga, Tennessee, Estados Unidos, a marca quer criar uma fábrica especial para a Scout. Além disso, não se descarta a possibilidade de a VAG investir em uma nova fábrica nos EUA.A informação foi confirmada por Scott Keogh, CEO da Volkswagen da América, em entrevista ao CNBC. De acordo com o executivo, ainda não se tem informações sobre os novos locais de produção e atualmente o investimento da VAG em elétricos está focado em Chattanooga, mas já há estudos sobre um novo local. “Estamos ativamente no processo de olhar para outra instalação de produção e também para uma instalação de bateria” , disse Keogh em entrevista. Outra saída seria transformar uma das fábricas da Volkswagen no México em uma fábrica de elétricos, aproveitando que o prédio já está pronto e que seria necessário apenas renovar a unidade para receber a produção de elé

Assim como a Porsche, Lamborghini também pode apostar em combustíveis sintéticos

Imagem
Depois da Porsche confirmar que vai apostar em combustíveis sintéticos, a Lamborghini confirmou que também vai desenvolver alternativas para seus carros com esse tipo de combustível. Além de apostar em automóveis híbridos, a marca vai tentar um outro caminho em busca da redução de emissão de poluentes, a fim de se enquadrar nas regras de emissões de uma série de mercados, além da Europa. Segundo Stephan Winkelmann, CEO da Lamborghini, confirmou que a marca poderia ter combustíveis artificiais e que eles permitiriam que a montadora tivesse emissões de carbono muito baixas. "Nós não sabemos, mas sabemos se provavelmente haverá uma grande quantidade suficiente desta gasolina para satisfazer as necessidades de todos os produtores. Gostaríamos que os legisladores nos cumprissem nesse caminho” , disse Winkelmann. Em setembro do ano passado, a Porsche (que também faz parte do Grupo VAG) iniciou a construção da sua fábrica de combustíveis sintéticos, que deve ser localizada no Chile. Por

Volkswagen terá uma picape elétrica, enquanto Scout vai escolher sua local de produção

Imagem
Após surgir as primeiras informações sobre o retorno da Scout na América do Norte, a VAG confirmou que tanto a picape como o jipe serão elétricos e que vai construir uma fábrica própria para os modelos da marca. De acordo com informações da Agência Reuters, Herbert Diess, CEO da VAG, confirmou durante o Fórum Econômico Mundial que vai anunciar onde será a unidade da Scout nos Estados Unidos. Segundo informações, a VAG ainda estaria analisando onde seria a melhor localização para uma fábrica nova ou até mesmo analisando se não pode reaproveitar outras fábricas. Revelado há alguns meses, o plano de trazer a Scout dá conta de que a dupla de veículos foi “projetada e fabricadas nos EUA para clientes americanos”. Informações dão conta de que as primeiras unidades protótipo começam a rodar em testes a partir de 2023 para serem lançados em meados de 2026. Ao que tudo indica, os novos produtos serão desenvolvidos a partir de uma nova plataforma que será mais técnica, forte e robusta. Os modelo

VAG volta a comentar que quer vender mais carros elétricos que a Tesla até 2025

Imagem
A VAG confirmou, por meio do seu CEO, Herbert Diess, que acredita que vai ultrapassar a Tesla em números de vendas de elétricos até meados de 2025 e que o grupo deve respirar mais aliviado neste segundo semestre quando o assunto for a falta de semicondutores para a produção, o que vai ajudar a marca a tentar bater suas metas para este ano. Durante entrevista à CNBC , Diess disse: “Os mercados são sempre sobre o futuro. A Tesla atualmente está na liderança quando se trata de EVs, provavelmente também é a empresa de carros mais digital e eles têm algumas vantagens. Ainda estamos com o objetivo de acompanhar e provavelmente ultrapassar até 2025 quando se trata de vendas.” . A VAG não seria a primeira a tentar peitar as vendas da Tesla, visto que a GM também o fez recentemente. A Ford também fez declarações recentemente com a promessa de atingir metas de vendas nas quais a Tesla é o alvo. Recentemente, a VAG confirmou que quer produzir cerca de 800.000 carros elétricos em 2022, o que já se

Volkswagen e Carid desenvolvem softwares ainda mais avançados para carros elétricos

Imagem
A VAG confirmou que trabalha em planos mais ambiciosos para o desenvolvimento de novos softwares. O grupo alemão confirmou que pretende fazer com que a sua divisão de desenvolvimento de software, a Cariad, possa ser fundamental para o desenvolvimento de componentes mais avançados. Responsável pela parte de criação de software do grupo, focando em tecnologia, a Cariad possui cerca de 5.000 engenheiros que trabalham para as marcas do Grupo Volkswagen. Atualmente, o foco é no desenvolvimento de uma plataforma uniforme que possa ser usada por todas as marcas, tendo um sistema operacional unificado, unificado com sistema de nuvem. É a Cariad que também está por trás da plataforma PPE e que solucionou problemas com o ID.3 no início da sua produção. Há alguns meses, a Cariad fechou uma parceria com a Qualcomm Technologies, a fim de criar em conjunto a condução autônoma de Nível 4, que será usada pelos carros da Volkswagen AG. "O carro conectado e automatizado do futuro é um computador de

Volkswagen inicia a produção do ID.4 em Emden, na Alemanha, quarta fábrica a fazer o SUV

Imagem
A Volkswagen iniciou a produção do ID.4 em mais uma fábrica na Europa. Agora, o SUV médio elétrico passa a ser produzido também em Emden, na Alemanha. O país passa a ter suas unidades fabris que produzem o ID.4, uma vez que ele começou a ser produzido na fábrica de Zwickau. É a quarta fábrica que fabrica o ID.4, depois de Zwickau, Anting e Foshan, essas duas últimas na China. Ainda neste ano ele inicia sua produção em Chattanooga, nos Estados Unidos, e também em Hannover, na Alemanha. A Volkswagen investiu cerca de um bilhão de euros na conversão da fábrica de Emden com seus 8.000 funcionários. Emden é, portanto, o primeiro local de alta tecnologia para mobilidade elétrica na Baixa Saxônia. “A rápida expansão das capacidades de produção do nosso bem-sucedido modelo ID.4 é um componente chave da nossa estratégia ACCELERATE. Isso nos ajuda a acelerar a transformação para a mobilidade zero carbono e criar mais capacidades para atender à alta demanda por veículos elétricos. Com nosso claro

Postagens mais visitadas deste blog

Única Lamborghini Aventador Ultimae no Brasil está à venda, mas por R$ 8,7 milhões

Curiosidades: Quantos BTUs possui o ar-condicionado de um carro?

Lamborghini apresenta o novo Huracán Super Trofeo Evo 2, com evoluções aerodinâmicas e visuais

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

Novo Chevrolet SS poderá ser nosso novo Chevrolet Omega!

SsangYong apresenta o Torres e espera que SUV marque recuperação da marca coreana

Curiosidades: Os carros mais vendidos do Brasil em 2003!

Jeep Commander vai receber dupla de motores maiores, com o 2.0 Turbo e o 2.2 Turbo Diesel

Jeep já vende o novo Renegade com descontos para consumidores com CNPJ em até R$ 13.063