Postagens

Mostrando postagens com o rótulo VAG

Skoda assume oficialmente o desenvolvimento de motores da VAG, para mercados emergentes

Imagem
Skoda ficará responsável pelo desenvolvimento de novos motores a combustão de todo Volkswagen Group, para as novas gerações dos motores EA211 A Skoda se tornou a encarregada a desenvolver a nova geração de motores a combustão (ICE) de todo o Volkswagen Group (VAG). Ao todo, serão 50 veículos que usarão os novos motores, de todas as marcas do grupo alemão. Além de estarem em 50 veículos, eles serão usados por um total de sete marcas. Até o momento, a Skoda tinha desenvolvido a nova geração de motores MPI, aspirados, mas também será encarregada de desenvolver os motores TSI dessa família EA211. Nos últimos anos, a Skoda vem se tornando um grande desenvolvedor de tecnologias e equipamentos para marcas de quase todo o grupo. A plataforma modular MQB-A0, por exemplo, é um dos exemplos, assim como a atual geração dos motores EA211 MPI e freios a tambor. O desenvolvimento destas novidades acontece em Mladá Boleslav, onde a Skoda tem fábrica e centros de desenvolvimento. Em quase 15 anos da

VAG avança 42,1% nas vendas de BEVs no 1º trimestre de 2023, com 141 mil unidades

Imagem
Volkswagen comemora o bom desempenho nas vendas de veículos elétricos no primeiro trimestre de 2023, com aumento de 42% em relação a 2022 A Volkswagen AG (VAG) está comemorando o bom desempenho comercial que começou o ano tendo com os seus elétricos. De acordo com o grupo alemão, a empresa fechou com 141.000 unidades, um avanço de 42,1% nas vendas frente as 99.200 unidades do mesmo período do ano passado, no primeiro trimestre de 2022.O maior crescimento se deu por conta da própria Europa, que respondeu por 98.300 unidades e puxou um crescimento de 68,1% nas vendas frente ao mesmo período de 2022. Na época, a VAG tinha vendido 58.500 unidades no Velho Continente. Depois, a China apareceu como segundo maior mercado com 21.500 unidades, uma retração de 25,4% frente às 28.800 unidades do primeiro trimestre de 2023. De acordo com a empresa, a queda na China estaria relacionada principalmente com problemas na linha de produção e com falta de alguns componentes. Depois, aparecem os Estados

Volkswagen revela nova opção de motor BEV, que estreia no ID.7, conhecido como APP550

Imagem
Volkswagen revela mais detalhes do desenvolvimento do novo motor APP550, que estreia a bordo do ID.7 e que em breve estará também na ID. Tourer A Volkswagen apresentou o seu novo motor elétrico, que estreou a bordo do ID.7, que foi apresentado neste ano. O motor em questão é chamado pela marca alemã de APP550 e estreia com mais potência e torque que os motores usados por ID.3, ID.4, ID.5, ID.6 e ID. Buzz. O novo motor será produzido na unidade da Volkswagen Group em Kassel, na Alemanha. Esse novo motor apresenta a nova geração dos motores dos elétricos da marca, de tração traseira. Desenvolvido para equipar veículos com a plataforma MEB, o novo motor poderá ganhar companhia depois de um motor no eixo dianteiro, formando um conjunto AWD. “Como o espaço disponível não mudou, fomos obrigados a desenvolver um novo motor que alcançasse melhorias significativas no desempenho e na eficiência, apesar de estar sujeito às mesmas restrições. Esse foi um grande desafio para a equipe de Desenvolv

VAG critica decisão da Porsche em apostar em combustível sintético como 'perda de tempo'

Imagem
“Em 2035, acabarão de qualquer maneira”, diz CEO da Volkswagen AG sobre a Porsche desenvolver e produzir combustíveis sintéticos para seus superesportivos Desde que a Porsche anunciou que ia desenvolver combustíveis sintéticos como uma forma de prolongar os motores a combustão em seu catálogo, muita coisa aconteceu. A marca alemã começou a produzir esse combustível não muito distante de nós, no Chile, mais precisamente em Punta Arenas. No entanto essa decisão parece não ter agradado a todos dentro da Volkswagen AG (VAG). De acordo com entrevista, Thomas Schäfer, CEO do grupo alemão, é um destes descontentes. O executivo deu a entender que a aposta seria perda de tempo. O interesse pelos combustíveis sintéticos foi despertado também na Lamborghini, que pode acabar entrando na jogada também. Em entrevista ao Automotive News Europe , Schäfer deixou bem claro que não acredita que essa seja uma aposta racional. “Isso é ruído desnecessário do meu ponto de vista. Em 2035, [os motores de com

Ford Fiesta pode retornar ao mercado como um compacto elétrico com base no VW ID.2all

Imagem
Com um fim de linha iminente na Europa, Ford Fiesta pode retornar ao mercado em alguns anos como um compacto elétrico; rumores apontam parceria com a Volks Com um fim de linha iminente no mercado europeu, onde ele ganhou uma nova geração depois da nossa, em 2017, o Fiesta pode ganhar um retorno no futuro, de acordo com informações. O famoso hatch compacto da Ford pode acabar se beneficiando da plataforma modular que a Volkswagen desenvolve para a versão de produção do ID.2all Concept, chamado provisoriamente de MEB-Light/MEB-Entry. A longa tradição do nome Fiesta pesa para que ele continue em linha, mas de uma nova maneira: puramente elétrico. Lançado pela primeira vez na Europa em 1976, o compacto ganhou outros continentes e vendeu 18 milhões de unidades. Rumores recentes apontam que em meados de 2024 o modelo ganhará uma luz no fim do túnel depois de um breve hiato e que os detalhes finais estão quase se concluindo. Ele pode ser produzido na unidade de Colônia, sendo produzido junt

Volkswagen diz que realmente não está nem um pouco interessada no combustível sintético

Imagem
VAG diz em entrevista que aposta em combustíveis sintéticos não faz sentido e confirma que Volkswagen, Seat e Skoda só terão motores puramente elétricos Enquanto algumas marcas vêm apostando em veículos com combustíveis sintéticos como uma forma de conseguir manter o motor a combustão vivo, outras vão confirmando que esse não é um caminho que vão seguir. E dentro da Volkswagen AG (VAG), a própria Volkswagen confirmou que, como marca, não vai apostar nessa possibilidade. Durante entrevista, Thomas Schäfer confirmou que marcas como Volkswagen, Seat e Skoda não vão apostar nessa possibilidade. Dentro do grupo, apenas a Porsche e a Lamborghini parecem estar mais interessadas no desenvolvimento. Foi perguntado a Schäfer o que ele acha de algumas soluções que vem sendo utilizadas hoje. "Na Volkswagen, não vemos muito sentido nos combustíveis sintéticos, pelo menos não nos planos atuais de descarbonização. Pensamos que este é um debate que está fazendo muito barulho. Estamos totalmente

GAZ cobra Volkswagen AG por quebra de contrato na Rússia e pede US$ 348 milhões

Imagem
GAZ Group entra com processo contra a VAG contra a saída do grupo alemão do mercado russo por quebra de contrato; executivo da Porsche quer ajudar Rússia  A Volkswagen AG (VAG) confirmou que saiu da Rússia ano passado, junto com uma série de marcas que saíram do país a partir do momento que foi instaurado o embargo contra o país. Agora, a GAZ Group, Fábrica de Automóveis Gorky, entrou em uma ação judicial contra a VAG para reaver US$ 347,7 milhões em taxa atuais por quebra de contrato. Isso porque a Volkswagen tinha um contrato com a GAZ para a produção de veículos, de acordo com informações da Agência Reuters . Com a decisão do governo russo em iniciar uma guerra contra a vizinha Ucrânia, a saída da Volkswagen se tornou algo bastante inevitável. De acordo com GAZ, a saída da Volkswagen da linha de produção colocou a empresa em risco financeiro, pedindo uma indenização no valor de US$ 191 milhões por conta da parada de produção em Nizhny Novgorod. Em contrapartida, a Volkswagen alega

VAG confirma interesse em ser fornecedora de componentes para outras empresas

Imagem
Volkswagen confirma interesse em se tornar fornecedores de baterias e plataformas para carros elétricos à medida que fecha parcerias com Mahindra e Ford Aparentemente a Volkswagen parece estar mais aberta à ideia de se tornar fornecedora de componentes para outras empresas. A decisão veio depois da marca fechar parcerias com empresas como a Mahindra e a Ford, que vai fornecer a plataforma MEB para as empresas. No mesmo período, a marca alemã confirmou interesse em se tornar fornecedora de plataformas, baterias e células de bateria para outras empresas. Sendo as baterias a parte mais cara de um veículo elétrico, a Volkswagen confirmou que quer investir nessa área também como forma lucrativa extra. Isso também traria para a Volkswagen uma economia em escala e redução dos custos de produção. Atualmente a Volkswagen produz baterias com a sua PowerCo, que vem crescendo exponencialmente em termos de unidades fabris pelo mundo, tendo uma capacidade que, globalmente, possa atender toda a pro

VAG confirma que elétricos e carros com combustíveis sintéticos podem coexistir

Imagem
CEO da VAG confirma que vai trabalhar em motores sintéticos, mas o foco será em trazer modelos elétricos, dizendo que os elétricos são o futuro da marca  A Volkswagen AG (VAG) confirmou não vai alterar seus investimentos de carros elétricos, por mais que os carros com combustíveis sintéticos possam ser criados. O grupo ainda confirmou que não vai abandonar os carros elétricos e confirmou que, na verdade, os elétricos são o futuro. Os carros abastecidos com combustíveis sintéticos são apenas uma maneira de prolongar um pouco a vida útil dos motores a combustão. Hoje, apenas a Porsche aposta nessa possibilidade, ou seja, dentro da VAG, poucos carros serão abastecidos com este combustível. Por meio de Oliver Blume, CEO da VAG, confirmou que os interesses do grupo em desenvolver carros elétricos não tem nada a ver com a aposta em criar combustíveis sintéticos. Segundo Blume, existe “um debate altamente emocional” e acredita que “o aumento da mobilidade elétrica e dos combustíveis eletró

Seat confirma que não terá nenhum modelo BEV até 2026, em conferência anual da marca

Imagem
Seat confirma que não vai ter nenhum modelo elétrico até meados de 2026, durante o ‘Change Need Drivers – Annual Press Conference 2023', dentro da Volkswagen AG A Cupra confirmou durante o Change Need Drivers – Annual Press Conference 2023, sua conferência anual que ocorre junto com a Cupra, que não vai apresentar nenhum modelo elétrico antes de 2026. Um dos motivos citados até o momento é que a marca não poderia ser eletrificada no mesmo ritmo que a Cupra está sendo. A Cupra, por sinal, está vivendo um período muito frutífero, com a chegada de novos produtos e com um avanço nas vendas que foi de quase 93% em 2022. A informação de que a marca não vai se eletrificar foi divulgada por meio de Wayne Griffiths, CEO da Seat e da Cupra. “Os novos carros elétricos em que estamos focados no momento são para Cupra. Não podemos eletrificar as duas marcas ao mesmo tempo. Seat é combustão. Cupra é BEV. Acho que a ideia [de que as duas marcas] se complementam, estando no mercado ao mesmo temp

Cupra comenta novamente sobre seus planos de chegar aos Estados Unidos no futuro breve

Imagem
Cupra pode acabar chegando nos Estados Unidos como parte do plano estratégico de expansão da marca espanhola e que quer se tornar cada vez mais global A Cupra confirmou recentemente que precisa expandir seus mercados para atingir suas expectativas de vendas nos próximos anos. Com uma estimativa de vender 150.000 ao ano conquistada ano passado, a Cupra confirmou por meio do seu CEO, Wayne Griffiths, que a decisão de ida da Cupra para os Estados Unidos ainda não está decidida, mas que existe uma chance de isso acontecer. Essa oportunidade acontece depois que a marca desembarcou na Austrália no ano passado. “No momento, estamos testando nossa marca lá [na América do Norte] com clientes em potencial, onde acreditamos que os americanos adorariam o design e o excelente desempenho do Cupra. E devo dizer que os resultados destes primeiros testes são muito promissores e muito positivos.” , disse Griffiths, durante uma conferência anual da Seat. A marca vem expandindo seu portfólio, que hoje c

Scout recebe investimento de US$ 1,3 bilhão para erguer sua fábrica nos Estados Unidos

Imagem
Scout recebe incentivos de US$ 1,3 bilhão para a construção da fábrica da Carolina do Sul do governo dos EUA; produção vai começar em 2026 com picape e SUV  A Scout vai receber um grande incentivo para a construção da sua fábrica nos Estados Unidos. O investimento será de US$ 1,3 bilhão para a construção da fábrica em termos de benefícios para a construção da fábrica de Columbia, na Carolina do Sul, nos Estados Unidos. A nova fábrica vai ser erguida a um custo de US$ 2 bilhões e terá capacidade de ter 4.000 funcionários diretos, com uma capacidade produtiva de 200.000 unidades ao ano. Com isso, a VAG terá o investimento de US$ 700 milhões na fábrica na unidade que será erguida em Blythewood, arredores de Columbia. De acordo com o Presidente-Executivo da Scout, Scott Keogh, a VAG estudou cerca de 74 locais nas áreas do sul, centro-oeste e oeste dos Estados Unidos em busca da melhor região, destacou Keogh ao Automotive News . O pacote de incentivos foi sancionado pelo Governador do est

VAG lança pedra fundamental da fábrica de Valência, na Espanha, que vai produzir baterias

Imagem
Volkswagen AG lança pedra fundamental da fábrica de Valência, na Espanha, criada com a PowerCo para a produção de baterias e que começar a produzir em 2026 A Volkswagen Group (VAG) confirmou o lançamento da pedra fundamental da construção da fábrica de baterias que será erguida em Valência, na Espanha. A unidade será a segunda fábrica de baterias feita em parceria com a PowerCo, depois de Salzgitter, na Alemanha. A unidade deve ficar pronta em meados de 2026, quando terá uma capacidade de produção anual de 40GWh, com potencial de expansão. A unidade terá a criação de 3.000 empregos diretos e já nasce com pilares de sustentabilidade. Isso porque a unidade vai ter energia proveniente de energia solar e eólica. Participaram do lançamento da pedra fundamental da fábrica executivos do grupo e autoridades locais como Ximo Puig, Presidente da Comunidade Valenciana, Pedro Sánchez, Presidente do Governo de Espanha, Felipe VI., Sua Majestade o Rei de Espanha, Thomas Schmall, Membro do Conselho

Volkswagen anuncia que a parceria com a Ford "está se intensificando", durante evento

Imagem
Ford e Volkswagen confirmam que a parceria deve aumentar com a chegada de novos produtos para os próximos anos, destaca executivo da VW Desde que a Ford e a Volkswagen anunciaram que voltariam a ter uma parceria em nosso mercado, muita gente duvidou que daria certo. Isso por conta do histórico de parcerias entre as empresas, especialmente aqui na região da América do Sul com a Autolatina. Ambas acabaram se desentendendo depois que a Volkswagen não quis ceder o projeto do Gol de segunda geração para a Ford criar um compacto. A partir daí, o Fiesta chegou ao nosso mercado e tudo é história. Mas uma parceria que ressurgiu como global, Ford e Volkswagen parecem estar mais maduras no desenvolvimento de novos produtos, tanto que as novas gerações de Amarok e Ranger já estão aí como prova. Além disso, Volkswagen ID.4 e Ford Explorer EV agora são primos e a parceria vai se intensificar. Ao menos, é o que destaca Oliver Blume, CEO da Volkswagen AG (VAG). Em entrevista ao Automotive News Europ

Volkswagen confirma investimento em seis novas fábricas de baterias até 2030

Imagem
Volkswagen AG confirma que vai erguer seis fábricas de baterias na Europa até meados de 2030 em parceria com a PowerCo; primeira fábrica nasce em Salzgitter A Volkswagen AG (VAG) confirmou que vai erguer um total de seis fábricas de baterias na Europa junto com a PowerCo para a sua nova linha de produtos elétricos. A primeira unidade de baterias será erguida em Salzgitter, na Alemanha, que fica pronta em meados de 2025. A unidade terá uma capacidade de produzir 40GWh de baterias ao ano, com potencial de expansão. Depois disso, o grupo confirmou a expansão para Espanha e Canadá. Na Espanha, a VAG confirmou ainda que vai erguer a unidade em Valência e, em St Thomas, Ontário, no Canadá (essa seria uma fábrica europeia, mas foi realocada para a América do Norte, depois de benefícios fiscais). Com as seis fábricas, a VAG terá uma capacidade de produzir 240GWh até 2030, permitindo ter uma capacidade produtiva de 3 milhões de carros ao ano. A PowerCo ainda será responsável por atividades de

VAG anuncia investimento de 180 bilhões de euros entre 2023 a 2027 em alguns mercados

Imagem
VAG confirma investimento de 180 bilhões de euros entre 2023 a 2027 para mercados estratégicos como América do Norte e China para as suas marcas A Volkswagen AG (VAG) confirmou que fará um novo investimento para os próximos para atender todas as suas marcas nos mercados onde o grupo considera ser um dos seus mercados chaves. Até o momento, a VAG comenta apenas sobre a América do Norte e a China, mas nada impede que o grupo possa ampliar esses investimentos a outras regiões, como a própria Europa, América Latina, África, Ásia e Oceania. Querendo ser líder em eletrificação, os 180 bilhões de euros serão grandes parte voltados para isso. Desse montante investido, os 180 bilhões de euros, dois terços (12 bilhões de euros) serão investidos à eletrificação e digitalização. Além disso, esse investimento também ajudará na chegada de novos modelos elétricos e também na chegada de uma nova marca do grupo, a Scout, para os Estados Unidos. Aliás, esse investimento também mira nos EUA, na unidade

Volkswagen muda planos e investe em fábrica para produzir baterias em Ontário, no Canadá

Imagem
Volkswagen AG (VAG) confirma investimento em fábrica de baterias no Canadá junto com a PowerCo, que será construída em Ontário para usar em elétricos A Volkswagen AG (VA) confirmou um investimento em uma nova fábrica de baterias que será erguida no Canadá, mais precisamente em Ontário. Essa é a primeira fábrica do grupo alemão de baterias instalada na América do Norte, em busca dos benefícios fiscais que o governo dos Estados Unidos lançou para quem instalasse fábricas de baterias na América do Norte. A unidade deve ser importante para a produção de baterias dos futuros elétricos que serão feitos na região, como a Scout. A construção dessa fábrica será feita em parceria com a PowerCo, que será a parceira do grupo. “Com as decisões para a produção de células no Canadá e uma instalação Scout na Carolina do Sul, estamos acelerando a execução de nossa estratégia na América do Norte.” , disse Oliver Blume, CEO do Grupo Volkswagen. Para a construção da unidade, a VAG vai em busca de cresce

Postagens mais visitadas deste blog

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

Toyota Yaris Hatch só ganha nova geração entre 2024 a 2025 na Ásia, depois do sedã e do SUV

Nova geração do Toyota Corolla surge em meados de 2025, como uma geração evolutiva

Ford iniciou a produção da nova geração da Ranger na Argentina, em General Pacheco

Mitsubishi inicia as vendas da L200 Triton Sport Savana, que desembarca por R$ 309.990

Fiat Titano estreia na Argélia primeiro, vazando e antecipando alguns detalhes da nossa

Vazam imagens do interior da nova Chevrolet S10; picape estreia ainda neste ano

Quarta geração do Mitsubishi Outlander virá ao nosso mercado com motor híbrido plug-in

Scout revela novo teaser e confirma que seus produtos farão estreia no mês de julho

Fiat reajusta os preços de Mobi, Argo, Cronos, Strada, Pulse, Fastback, Toro e Fiorino