Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Lincoln

Lincoln apresenta o Zephyr Reflection Concept no Salão do Automóvel de Xangai

Imagem
Em dos países com a presença mais forte, a Lincoln apresentou no Salão do Automóvel de Xangai, na China, o Zephyr Reflection Concept. O conceito é de um sedã, o primeiro depois de toda a linha norte-americana passou a ser apenas de utilitários esportivos, na China os carros de três volumes ainda são muito bem vistos e deve ter novidades. Antecipando um possível Lincoln Zephyr, o sedã deve ser o substituto do Lincoln MKZ e que deve ser batizado mesmo de Zephyr, como já foi registrado em patentes. A apresentação do carro de produção é uma questão de tempo, visto que o conceito das imagens não aparentam ser de um carro que vai demorar muito para ser revelado. O Zephyr Reflection Concept se destaca pela sua dianteira baixa, com destaque para a grande grade dianteira que traz uma linha em LED que percorre toda a dianteira e se conecta às luzes diurnas dos faróis. Os faróis são retangulares e bem finos e suas linhas são continuidade ao desenho lateral e delimitam o capô. Ainda na dianteira,

Ford confirma que dois novos SUVs elétricos serão feitos no México; Europa terá novidades

Imagem
A Ford confirmou que deve aumentar a sua capacidade de produzir modelos elétricos, com um plano de eletrificação que deve ser acelerado em alguns anos. Além de começar a produzir elétricos em Cuautitlán, no México, onde faz o Mustang Mach-E, a Ford deve produzir ainda elétricos na Europa. "O programa de reestruturação foi muito significativo. Porém, a próxima fase da transformação exigirá mais ações que podem significar redimensionamento ou reaproveitamento de instalações ou outras mudanças. Vamos escolher segmentos onde haja demanda do consumidor, crescimento e onde possamos ser lucrativos" , disse Stuart Rowley, CEO da Ford Europa, ao Automotive News Europe . Recentemente, a Ford investiu US$1 bilhão na fábrica de Colônia, na Alemanha. Ela deve ser a responsável pela produção de um carro elétrico com a plataforma modular MEB, da VAG. "À medida que fazemos a transição, haverá menos plantas de trem de força, da mesma forma, poderemos investir mais em componentes elétrico

Ford dobra dinheiro para desenvolvimento de elétricos e investe US$22 bilhões

Imagem
A Ford confirmou que deve investir bilhões no seu processo de eletrificação. A marca revelou os resultados comerciais de 2020 e na mesma ocasião confirmou que deve duplicar o seu investimento no desenvolvimento de carros elétricos. Em comunicado, a marca norte-americana confirmou que deve investir US$22 bilhões em mobilidade elétrica até meados de 2025. Esse valor deve ser adicionado aos US$7 bilhões destinados ao desenvolvimento de veículos autônomos. Segundo Jim Farley, CEO da Ford, a divulgação dos resultados financeiros da Ford deve fazer com que a norte-americana acelere seus planos, quebrando restrições e adicionando novos veículos elétricos ao cronograma de lançamentos. Atualmente a Ford conta apenas com o Mustang Mach-E e a E-Transit como modelos plugados e deve adiantar o desenvolvimento de novos modelos elétricos. Tudo indica que a Ford deve desenvolver elétricos tanto para a Ford como para a Lincoln. O investimento deve ser aplicado na produção de baterias que a marca também

Lincoln apresenta o novo Nautilus, que é reestilizado e ganha um interior bem mais moderno

Imagem
A Lincoln apresentou nos Estados Unidos apresentou a reestilização do Nautilus, um dos seus modelos mais vendidos por lá. O SUV ganha novidades principalmente no seu interior, que recebe mais novidades de conectividade e tecnologia. O modelo segue a identidade visual do Aviator e no exterior passa a contar com novos faróis, que ganham novos faróis de neblina retangulares e nova moldura da peça, assim como um novo para-choque dianteiro. Na traseira, as mudanças são bem mais sutis e estão concentradas no para-choque traseiro, que recebe um novo extrator. No interior, o Nautilus ganha um banho de loja com um novo painel. Novo, o painel conta com dois andares e linhas mais horizontais, sensação reforçada pelas saídas do ar-condicionado, mais quadradas e que seguem o estilo horizontal das linhas do painel. O volante se manteve praticamente o mesmo, com algumas pequenas mudanças. O quadro de instrumentos passa a ser com uma tela digital com tela de 12,3 polegadas e a central multimídia ficou

Lincoln confirma o fim de linha do Continental na América do Norte; sedã se mantém na China

Imagem
A Lincoln oficializou novamente o fim de linha do Continental, seu último sedã em linha. Agora, a marca premium da Ford passa a produzir apenas utilitários esportivos. O modelo deixou de ser produzido oficialmente no último dia 30 de outubro, de acordo com informações do site Ford Authority. O fim de linha do modelo já estava destinado desde julho, quando a Ford já tinha falado no fim de linha do seu maior sedã. Produzido na unidade de Flatr Rock, Michigan, o modelo foi o último exemplar de um automóvel da marca. Com a sua primeira geração lançada em 1940. A vida do sedã é cheia de idas de vindas. Depois de 1940, a primeira geração ficou em linha até 1948, quando saiu de linha. Voltou em 1961, ganhou uma terceira geração em 1970, a quarta em 1980, a quinta em 1988 e a sexta em 1995, quando ficou em linha até 2002 e saiu de cena. Voltou em 2015, com a sétima geração, e ficou cinco anos no mercado, apenas, o menos ciclo de vida de uma geração do sedã. Tanto, que se esperava que o modelo

Lincoln tira (de novo) o Continental de linha, depois de apresentar nova geração há quatro anos

Imagem
Não bastasse tirar todos os sedãs da Ford de linha, a Ford Group vai lá e resolveu matar o último sedã da Lincoln também. Ainda um projeto de meia-idade, o Continental saiu de linha novamente nos Estados Unidos. Apresentado em 2016, no Salão de Detroit daquele ano, o sedã caminhava para ganhar a sua primeira mudança visual no mercado, mas o fim de linha interrompeu essa mudança. Depois do fim do Lincoln MKZ, o Continental até corria um risco de sair de linha, mas não tão cedo. Esperava-se que pelo menos a marca cumprisse a vida útil do sedã. A informação ainda foi confirmada por um porta-voz da Lincoln, Angie Kozleski, que assegurou que a marca deve ter um catálogo de utilitários esportivos e crossovers, incluindo um inédito modelo elétrico. Com isso, toda a gama de veículos da Ford e da Lincoln ou devem ser utilitários esportivos/crossovers ou picapes, com exceção do Mustang, único modelo que não pertence a essas categorias que deve permanecer vivo nos EUA. O Lincoln Continental d

Grupo Ford também pode usar baterias da BYD em seus novos carros elétricos e híbridos

Imagem
A Ford confirmou que pode expandir seus negócios nos próximos meses. Além de desenvolver modelos elétricos e fazendo sua primeira aparição mundial com o Mustang Mach-E, a Ford pode expandir ainda mais suas parcerias, como por exemplo o que já foi confirmado pela Volkswagen, que deve ceder sua plataforma modular elétrica MEB. Além disso, a Agência Reuters confirmou que a Ford desenvolve modelos híbridos plug-in com a joint-venture Ford-Changan Automobile, solitando ao governo chinês a aprovação do modelo com baterias da BYD. De acordo com informações do Ministério da Indústria e Tecnologia da Informação da China, a BYD Co Ltd deve fornecer baterias para alguns veículos híbridos plug-in e elétricos da Ford. O acordo ainda não foi fechado, mas o fornecimento é dado como certo para um novo modelo, que a Ford desenvolve e que deve ampliar ainda mais o leque de modelos elétricos desenvolvidos pela Ford. A norte-americana já tinha confirmado o desenvolvimento de 30 novos veículos da Ford e L

Primo do Ford Fusion, Lincoln confirma o fim de linha do MKZ ainda para 2020 nos EUA

Imagem
A Lincoln confirmou que deve deixar de produzir o MKZ ainda neste ano nos Estados Unidos. Primo de desenvolvimento do Ford Fusion, o MKZ deve se despedir e deixar apenas o Continental como o sedã da marca. Produzido na unidade de Hermosillo Stamping and Assembly Plant, no México, o sedã deve deixar de ser produzido e na linha de montagem deve ser feita a Ford Transit Connect. Assim como acontece com a Ford, a Lincoln vem sofrendo com a queda do mercado de automóveis convencionais para apostar tudo em utilitários esportivos. Embora tenha confirmado que os sedãs estariam confirmados na Lincoln, não parece esse o comportamento que a marca vem tomando. O fim de linha do MKZ já não era uma surpresa desde quando se confirmou o fim de linha do próprio Ford Fusion. Na Ford, o sedã ainda deve ser substituído por uma station wagon com perfil crossoverizado. Rumores apontam que um modelo da Lincoln pode ser desenvolvido deste maneira, mas ainda nada confirmado. Enquanto a Ford chamaria a Suba

Lincoln desenvolve um SUV elétrico com plataforma elétrica da Rivian; lançamento será em 2022

Imagem
A Ford confirmou que deve desenvolver mais alguns modelos elétricos nos próximos anos. Entre as novidades, a Ford Group confirmou que deve desenvolver um elétrico para a Lincoln. Esse novo modelo deve ser apresentado em meados de 2022 e deve ter ajuda de desenvolvimento da Rivian. De acordo com a Reuters, esse deve ser um dos três novos elétricos que a Ford desenvolve até 2022. Apesar da não oficialidade da informação, rumores indicam que esse novo modelo deve usar a mesma plataforma da Rivian, o que foi confirmado de maneira oficial com um vídeo divulgado pela Lincoln no início deste ano. O novo modelo deve ser um utilitário esportivo de porte grande. No ano passado, vale destacar que a Ford anunciou um investimento de 500 milhões de dólares na Rivian para ter acesso a sua tecnologia. O novo modelo da Ford Group que está em desenvolvimento pela Rivian é conhecido internamente como Projeto U787. Esse novo SUV deve ser o primeiro carro elétrico puro da Lincoln e deve chegar ao merca

Lincoln apresenta o Corsair Grand Touring Hybrid Plug-in no Salão de Los Angeles

Imagem
A Lincoln apresentou oficialmente o Corsair Grand Tourinh Hybrid Plug-in no Salão do Automóvel de Los Angeles. A versão híbrida do utilitário esportivo começa a ser vendida nos EUA ainda este ano. Entre as novidades visuais, a versão se destaca apenas pelo novo acabamento azul do logotipo lateral com o nome do SUV, além do logotipo da Lincoln na dianteira e na traseira com detalhes em azul. No para-lama dianteiro, ao lado do motorista, ele conta com a tomada para recarregar o motor elétrico. Fora isso, estamos diante do mesmo Corsair que conhecemos. No interior não há novidades, além dos medidores de carga e regeneração da bateria no quadro de instrumentos. Ele conta com um motor 2.5 16v de ciclo Atkinson associado a dois motores elétricos, que juntos desenvolvem 270cv de potência. A Lincoln não revelou o torque, mas ele possui um sistema de tração integral com apoio elétrico (e-AWD). Com isso ele possui um motor elétrico no eixo traseiro que pode apoiar para gerar uma condução e a

Para reverter queda, Ford deve produzir mais carros eletrificados na China até o final de 2021

Imagem
A Ford confirmou que deve passar por um novo processo de desenvolvimento e expansão da gama de veículos elétricos na China. Tentando reverter a queda nas vendas no mercado chinês, a marca do oval azul confirmou que deve dar uma injeção de investimentos em modelos elétricos por lá. Isso porque a Ford precisa ter mais carros eletrificados à venda na China, que estão em alta no país, e abastecer o showroom com novidades. Para isso, confirmou três novos modelos que devem ser feitos por lá. Trata-se de modelos da Ford e também da Lincoln, marca de luxo da norte-americana. Todos os modelos são utilitários esportivos, a fim de aproveitar o bom momento que essa segmentação possui no mercado. Por lá, a Ford deve começar a produzir o novo Explorer e o Lincoln Corsair, sendo que o Lincoln já tinha sido confirmado para ser produzido por lá. O modelo é definido como peça fundamental para o crescimento da marca premium no país, aproveitando-se de um bom momento que vive nos últimos meses. O terc

Ford e Lincoln confirmam lançamento de 30 carros na China até 2021 e aposta em eletrificados

Imagem
A Ford Group confirmou um plano de eletrificação para a China. Assim como a Ford, a Lincoln também vende seus carros no gigante asiático e tem esse mercado como um dos mais importantes do mundo. Com isso, Ford e Lincoln confirmaram o investimento de 30 novos carros na China nos próximos três anos. O plano prevê desde lançamentos, face-lifts e versões eletrificadas dos seus carros. O Ford Territory e o Lincoln Aviator foram os primeiros confirmados com motores elétricos e híbridos da Ford dessa nova fase do grupo norte-americano. O Territory ainda cumpre o papel de primeiro Ford elétrico vendido na China, sendo um carro de grande volume pela sua carroceria, SUV, e pela expansão dos elétricos na China. É provável que um novo carro seja lançado em parceria com a Jiangling, proprietária da Yusheng, que desenvolveu o S330, que deu origem ao Territory. Como de costume nesses casos, os modelos vendidos lá são produzidos localmente. Vale lembrar que dentro da Ford, existe o Mondeo, primeir

Lincoln apresenta Aviator Hybrid com motor V6 EcoBoost que entrega 500cv de potência

Imagem
Apresentado no Salão de Los Angeles de 2018, o Lincoln Aviator passa a ser vendido com uma nova opção de motor nos Estados Unidos: o híbrido. Depois de ser apresentado com motor 3.0 V6 a gasolina que desenvolve 400cv de potência com torque de 54,2kgfm, combinado com câmbio automático de 10 marchas e tração integral AWD. Desde a sua apresentação, a Lincoln falava no lançamento de uma opção com motor híbrido plug-in. Ele usa o mesmo motor 3.0 V6 EcoBoost a gasolina que desenvolve 406cv de potência e 57kgfm de torque junto de um elétrico que entrega 500cv de potência e 86,8kgfm, com o mesmo câmbio automático de 10 marchas. O motor elétrico desenvolve 102cv de potência, mantendo assim o mesmo conjunto de tração nas quatro rodas. Ele deve trazer modos de condução específicos como o Preserve EV, onde 75% da bateria pode ser recarregada pelo motor durante a condução, além como o modo Pure EV. Nesse caso, usa somente a bateria de 13,6kWh como força motriz. Apresentado quase idêntico ao con

Para surpresa, Lincoln MKZ pode ter substituto e será batizado de Zephyr

Imagem
Durante o Salão do Automóvel de Nova Iorque, um dos chefões da Lincoln, confirmou que o substituto do MKZ deve ser batizado de Zephyr. O sedã de menor tamanho da marca hoje em dia deve ganhar um substituto que deve mudar os nomes dos carros, trocando as iniciais “MK” por nomes. O substituto deve usar plataforma de tração traseira e deve resgatar o nome Zephyr. De acordo com a revista Car&Driver, o nome foi registrado no Escritório de Marcas e Patentes dos Estados Unidos, o USPTO. De acordo com a revista, tudo indica que o nome da novidade registrada seja o do novo sedã, apesar dos detalhes da mesma. Isso seria uma grande surpresa, caso aconteça. Um substituto para o MKZ não era esperado, tendo em vista que o mercado de sedãs não está muito favorável nos Estados Unidos, em vista que até o Continental foi colocado em risco de vida. De acordo com a publicação da revista, esse novo modelo deve usar a plataforma CD6 de tração traseira que estreou na nova geração do Ford Explorer e q

Lincoln apresenta o Corsair no Salão do Automóvel de Nova Iorque, substituto do MKC

Imagem
A Lincoln foi ao Salão do Automóvel de Nova Iorque apresentar o substituto do MKC, o Corsair. O SUV compartilha a mesma plataforma com o Ford Escape e foi criado para ser o SUV médio da marca premium da Ford. O SUV se destaca por trazer linhas elegantes, reforçadas pelos cromados em sua carroceria, além das rodas de 21 polegadas, detalhes em preto brilhante. Visualmente o Corsair segue a identidade visual dos irmãos Aviator e Navigator, com linhas bastante limpas e clássicas, trazendo um requinte principalmente em suas linhas. Se a dianteira segue em perfil mais comum aos irmãos utilitários esportivos, a traseira traz lanternas interligadas e que são integradas à tampa do porta-malas. No interior, o visual do Corsair também é bastante limpo e sem exageros. Chama atenção a central multimídia flutuante no painel e um nicho dos demais comandos do carro próximo do console central. O interior é todo em couro, mesclando cores bege e preto.  Mecanicamente, ele deve ser equipado com

Lincoln Corsair é antecipado em primeiro teaser e estreia no Salão de Nova Iorque

Imagem
Previsto para abrir no dia 17, a Lincoln revelou o primeiro teaser do seu novo utilitário esportivo, o Corsair. Previsto para estrear no Salão do Automóvel de Nova Iorque, dentro de alguns dias. Ele deve ser lançado como substituto do MKC, sendo o SUV de acesso da marca norte-americana. Até o momento não se tem muitas informações sobre o Corsair, mas ele foi apresentado com um teaser que mostra sua silhueta. Assim como o Aviator e o Navigator, o Corsair deve ser apresentado primeiro como um conceito. Um Aviator de tamanho menor, o novo Corsair deve ser equipado com motor 2.0 EcoBoost, que deve ser vendido com tração dianteira ou integral. O SUV ainda pode ser lançado com uma versão híbrida plug-in, que pode ser lançada futuramente. A previsão é que o Corsair Concept seja antecipado no próximo dia 17.  Vídeo-Teaser

Ford diminui produção do Explorer e aumenta a do Expedition e do Lincoln Navigator

Imagem
Em parte da sua estratégia global, a Ford confirmou investir mais em SUVs no mundo todo, assim como apostar em picapes. A marca tem mostrado os resultados e pela segunda vez desde que foram lançados no ano passado, os novos Expedition e Lincoln Navigator tem crescido nas vendas, a ponto da Ford diminui um pouco a produção do Explorer para dar conta da demanda do novo SUV. A Ford confirmou o volume de fabricação será ampliado em 20% na fábrica de Louisville, no Kentucky. Serão oferecidos 550 novos postos de trabalho para aumentar a demanda dos SUVs da marca. Em relação ao ano passado, as vendas do Expedition cresceram 35% e do Navigator subiu 70%. Até o fim dessa década a Ford deve reforçar a nova linha de produtos da marca com a nova geração do Escape e a terceira geração do EcoSport. A Ford ainda deve apresentar o retorno do Bronco e um SUV médio menor que o Escape. A Lincoln deve ter o SUV médio Aviator e do Corsair, além de reestilizar recentemente o MKC como nome de Nautilus. 

Ford confirma diminuição de plataformas de nove para cinco plataformas dentro de cinco anos

Imagem
A Ford tem vivido um momento de recomeço. A marca da oval azul deve rever seus negócios em todo o mundo e é por isso que carros devem sair de linha, fábricas serão desativadas e a Ford deve desenvolver apenas carros lucrativos. Quem não vende muito bem está fadado ao fim de linha. Tudo para reduzir os gastos desnecessários e voltar a lucrar em alguns mercados como o latino-americano. Em 2018 a Ford fechou com 5.734.306 unidades no mundo junto com a Lincoln, mas a Ford precisa resolver três problemas: queda de vendas generalizadas, redução de lucros e elevados custos estruturais. Para reverter esses três problemas, a marca vem trabalhando numa colaboração com a Volkswagen, recentemente assinada, para amenizar seus investimentos. O segundo caso está sendo definido com uma estratégia mais profunda, que deve afetar a linha de produção dos carros. A marca já confirmou que deve reduzir a quantidade de plataformas para apenas cinco em todo o mundo, o que é algo que a Volkswagen tem conseg

Para comemorar 80 anos, Lincoln lança Continental 80th Anniversary Coach Door Limited Edition

Imagem
A Lincoln apresentou nos Estados Unidos o Continental Coach Door, uma das novidades da marca para o Salão do Automóvel de Detroit. Inspirado no clássico de 1965, o Coach Door traz portas traseiras suicidas, com aberturas invertidas, fazendo com que o sedã se torne ainda mais suntuoso, dando um status maior ao Continental. Desenvolvido para celebrar os 80 anos da Lincoln, ele chega como uma série limitada e especial do sedã. Batizado de 80th Anniversary Coach Door Limited Edition do Lincoln Continental manteve as colunas B e de acordo com a marca, o sedã sair da fábrica na versão Black Label. Ele é enviado para a empresa Cabot Coach Builders, em Massachusetts, a fim de que as portas tenham a abertura invertida, num trabalho muito bem feito. A marca até produz todos os materiais necessários, fazendo com que a empresa apenas monte as carrocerias. De acordo com a Lincoln, o sedã não terá problemas estruturais, oferecendo a mesma qualidade de fechamento e estanqueidade da vedação das po

Postagens mais visitadas deste blog

Ford apresenta oficialmente a Maverick, que estreia como potencial rival à Fiat Toro

Volkswagen terá baterias de estado sólido e fecha parceria com a QuantumScape

Fiat Uno, Grand Siena e Doblò saem de linha em dezembro; Volkswagen Fox deve ir junto

Ford perdeu US$12 bilhões em oito anos no Brasil e perdia R$10 mil a cada carro vendido

Surgem novidades sobre o design do novo Volkswagen Virtus, que terá Nivus como inspiração

Renault Master deve ser reestilizado ainda neste ano, com um face-lift de meia-vida do furgão

Jaguar apresenta o reestilizado F-Pace no país, que estreia em quatro versões e parte de R$463.750

Volvo lança promoção no Brasil, com condições especiais de financiamento e descontos

Peugeot promove mudanças nas versões do novo 208 com a chegada da linha 2022

Volkswagen Tiguan reestilizado deve ser apresentado no Brasil apenas em 2022